Venda de Veículos cai 10% em Maio 2010



O setor de veículos automotores obteve grande avanço nos primeiros três meses de 2010 em função do benefício concedido pelo governo, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), auxílio estendido, também, à linha branca e a materiais de construção.

Desde que deixou de vigorar esse amparo, em 1º de abril, o segmento observou queda nas vendas, tais como a ocorrida em maio deste ano, com arrefecimento de 10% na comercialização de veículos em comparação a abril. A agência de notícias Reuters indica que o número de carros vendidos no mês passado é similar aos resultados alcançados no período igual de 2009.



A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) ressaltam que a constatação de quase 253,9 mil veículos vendidos em maio poderá sofrer reajuste quando, finalmente, os dados forem consolidados pelas duas organizações.

A Reuters indica que a média de vendas por dia útil no mês passado foi de exatos 11.233 automóveis, baixa de 14,3% ante a média assinalada em abril, período em que o IPI voltou à tona, de 13.110 veículos diários.

Fonte: Reuters



Por Luiz Felipe T. Erdei 



1 comentário em “Venda de Veículos cai 10% em Maio 2010

  • Bem, pagamos um preço caro por essa geração/manutenção de empregos por via de incentivos dos governos. Carro no Brasil é caro demais. E não é questão de impostos. Nossa tributação não é tão mais alta que a média mundial, para justificar preços de até três vezes mais por um carro que em outros países. Procure aí no Google. É que as montadoras ganham muito dinheiro aqui!

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *