Chamonix – Empresa brasileira reinicia produção de réplicas




A Chamonix, fabricante brasileira de réplicas dos carros da Porsche, vai retomar as suas atividades, agora sob nova direção, após uma paralisação de quase um ano, por causa da queda no volume de exportações em 2010, principalmente para os Estados Unidos, um de seus maiores mercados.

A marca, que nasceu em 1987, em uma parceria entre o ex-engenheiro da Puma Automóveis, Milton Masterguin, e o engenheiro norte-americano Chuck Beck, ficou famosa pela produção de réplicas dos modelos Spyder 550, Spyder 550S, Super 90 Cabriolet e Speedster, que tinham como destino os países da Europa, Ásia e América do Norte. Todos os modelos remetem aos bólidos lançados pela alemã Porsche, na década de 1950.


Nesta volta, em 2011, a marca, que passou a ser controlada pela empresa A+Auto, teve o nome modificado para Chamonix New Generation. Apesar da mudança, os carros continuarão a ser montados na mesma fábrica, instalada em Jarinu, no interior de São Paulo.

Entre as novidades estão o 550 Le Mans, edição especial, que pode chegar a 220 km/h de velocidade máxima, e o 356 Speedster. Ambos contam com motorização da Volkswagen e câmbio manual de 4 marchas, mas poderão ser oferecidos, em breve, com novo câmbio automático.

Por André Gonçalves


Posts relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *