Carros x Motos – Vendas, Santa Catarina


  

Para cada dois carros novos, uma moto foi vendida em Santa Catarina entre janeiro e julho deste ano. Enquanto no Brasil as vendas de motos crescem mais do que a de carros, no Estado a realidade é inversa. Especialistas afirmam que a explicação está no poder de compra da população de SC. Com mais dinheiro no bolso, o raciocínio padrão é para quê vou comprar uma moto, se posso ter um carro?

– Mesmo que as prestações da moto sejam mais acessíveis, assim que o consumidor percebe que a parcela do carro cabe no bolso, não pensa duas vezes e opta pelo automóvel – afirma o diretor da consultoria Jato Dynamics, Luiz Carlos Augusto.

Dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) mostram que, no Brasil, o número de novos carros nas ruas cresceu 5,79% no acumulado do ano até julho, em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o de motos aumentou 10,14%. Em Santa Catarina, a evolução foi inversa. O número de carros novos vendidos subiu 11,84%. E o de motos, bem abaixo, 3,16%.




O presidente da Fenabrave-SC, Sérgio Ribeiro Werner, diz que a modalidade de compra está em uma crescente no mercado de motos. Há 10 anos, de acordo com dados da federação, 60% dos clientes compravam através do consórcio. Há seis anos, apenas 5% dos consumidores faziam essa opção. Hoje, o consórcio é a preferência de 10% dos clientes e vem se recuperando a 30% ao ano.

Por Madson Lima de Oliveira


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *