Mini Black Knight Edition – Edição Especial

Categorias: Edição Especial - Mini - Mini Black Knight Edition

A fabricante Mini pertence ao Grupo  BMW desde 1994 e é produzido desde o ano 2001  como uma espécie de "segunda opção" da marca alemã. Desde 2006 os carros apresentados pela fabricante passaram por mudanças consideráveis tanto no design quanto nas melhorias em relação a segurança e também no motor. 



A novidade mais recente traz uma Edição Especial para os modelos Contryman e Paceman. O Black Knight Edition ganhou uma pintura de cor fosca com um ar "cintilante" e diferenciada onde é  conhecida como Frozen Black que também se detaca  com os novos itens de série totalmente  exclusivos. 

A BMW estipulou que a produção deve totalizar apenas sessenta unidades com esse tratamento. A marca que é forte principalmente no Reino Unido, pretende ampliar o projeto de vendas expandindo se mais para outros países, inclusive para o Brasil segundo o Diretor da fabricante  Peter Schwarzerbauer onde se comentou ainda sobre a concentração atual de marketing  na Europa e na América do Norte. O país menos cogitado é a China, onde o porcentagem de vendas não ultrapassam os 10%.

Lá o país tem alguns modelos "genéricos" , mas não chegam a ser considerados concorrentes.  Já sobre a Edição Especial, a cor específica deve ter alguns cuidados cautelosos principalmente  com o uso da cera por exemplo, que em excesso pode deixar o veículo com um brilho artificial e indesejado.



Foto: Divulgação

Os modelos podem ser adquiridos com a transmissão manual e automática (seis marchas) e sistema de tração integrado ALL4 (sistema eletromagnético que distribui energia ininterrupta para os dois eixos) como item opcional, assim como já apresentado nas versões anteriores.

Os modelos Crossovers também terão faróis escurecidos, rodas de liga leve cuja cor acompanha a tonalidade especial e pinças de freios na cor vermelha. Por dentro o preto também é predominante no painel e nos demais itens que acompanham essa roupagem. Por enquanto a comercialização está direcionada apenas ao mercado europeu e não há informações exatas sobre o valor de mercado.    

Por Luciana Ávila



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *