Novo Nissan Qashqai – Venda prevista para Janeiro de 2014





Quando o Nissan Qashqai foi lançado em 2007, foi o primeiro de uma nova geração de pequenos carros de passeio familiares. O sucesso foi tanto que foram vendidos mais de 2 milhões em todo o mundo, o que despertou o interesse das marcas concorrentes que criaram modelos também competitivos, a exemplo  do Skoda Yeti e o Kia Sportage .

Assim, novo Qashqai tem que  ter uma série de outros modelos também  talentosos para enfrentar se quiser continuar na lista dos best-seller da Grã-Bretanha. 

O primeiro Qashqai prometeu estilo conceito no que diz respeito ao carros de passeio, garantindo espaço e elegância. De acordo com a Nissan , o novo carro promete tudo o que a qualidade e tecnologia das marcas rivais podem oferecer.

As novas ações investidas no modelo foram reveladas em setembro no Salão do Automóvel de Frankfurt . Sabe-se que ele será desenvolvido na Common Platform Module, mesma plataforma que sustenta o X-Trail que também poderá ser usado no modelos  que serão desenvolvidos pela aliança estabelecida entre a Nissan e a Renault  , bem como em futuros modelos.

Os compradores do Qashqai poderão esperar aquisição do modelo em breve. As vendas estão previstas para se iniciarem em janeiro do próximo ano.

À frente do Qashqa  é semelhante ao X-Trail, com uma frente mais “pontuda” característico da família Nissan, além luzes de LED sobre cada modelo, janela lateral traseira tem design arredondado com um spoiler desportivo no topo. Grande parte do trabalho de design foi desenvolvido em Paddington, em Londres, liderada pelo Chefe de Criação da Nissan, Shiro Nakamura.





Sobre o modelo Nakamura, disse: "O novo Qashqai é mais desportivo, mais emocional e com mais qualidade. É mais alegre e mais ágil do que o X-Trail, que é mais funcional e espaçoso. O Qashqai é como um cupê de quatro portas."

Muitos dos proprietários do automóvel veem garantindo sua eficiência no desempenho e têm se mostrado satisfeitos com o uso do carro nas estradas.

Por Jaime Pargan

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *