Volkswagen Up! VW muda conceito de carros de entrada


  

Marcada para o início de fevereiro, a chegada do Volkswagen Up! não irá limitar-se a apenas um modelo lançado por uma montadora. O novo 1.0 da empresa alemã é apenas o primeiro dos quatro lançamentos que devem acontecer até o final de 2014 e que têm o intuito de consolidar no Brasil o conceito de carros de entrada. A tendência é que esses modelos sejam até menores que os hatchs vistos nas ruas atualmente.

A intenção das montadoras é bastante clara: há uma ideia de buscar novos consumidores brasileiros com produtos modernos e mais baratos, que evidentemente não oferecerão os ‘mimos’ tão comuns nos modelos mais caros e que por esse motivo apresentam um certo luxo. Para se ter uma noção do que representa esse conceito dos carros de entrada, o Up! sequer conta com ar quente.

No caso específico da Volkswagen, há em jogo um desafio que vai muito além de uma simples apresentação de um carro de entrada. Com seu atual modelo mais ‘fraco’, o Gol, na condição de campeão de vendas há pomposos 28 anos, o objetivo é não permitir que o Up! acabe com a liderança do Gol, embora a própria direção da montadora alemã no Brasil acredite que haverá divisão de mercado entre os dois modelos.




Assim, o mundo perfeito estaria na harmonia entre os dois modelos.

Diferentemente dos modelos vistos na Europa, onde 250 mil unidades já foram comercializadas, o Up! desembarca no Brasil apenas com a versão quatro portas e o porta-malas um pouco maior, com capacidade para 285 litros. A Volkswagen acredita que seu novo modelo ocupará as garagens das residências de famílias consideradas pequenas, enquanto um outro público é o alvo principal no Velho Continente.

O motor será o 1.0 flex de três cilindros, que chega aos 82 cavalos quando abastecido com etanol (cai para 75 cavalos na gasolina). Não bastasse, teve boas avaliações nos crash tests realizados recentemente.


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *