Dicas de como declarar a compra de um carro 0km no IR 2014





Falando em Imposto de Renda 2014, agora vem a dúvida cruel: como lançar a aquisição de um carro 0km na declaração? Pois então vamos a seguinte hipótese.

O contribuinte comprou um veiculo 0km em dezembro de 2013, deu uma entrada em espécie e o restante foi feito um empréstimo no banco. Desta forma para a concessionária foi pago à vista. Logo o contribuinte deve somente ao banco estando o carro alienado, será como e onde deve ser declarado o empréstimo obtido? Será feito da seguinte forma: na ficha “Bens e Direitos” deve ser informada a aquisição do veículo, esclarecendo o Nome, CNPJ do vendedor, o financiamento e a forma de pagamento. No campo “Situação em 31/12/2013” informe o valor total do pago. Na ficha “Dívidas e Ônus Reais” informe o empréstimo código 11, o valor do empréstimo.

Não deve ser informado junto com o valor de custo os valores correspondentes ao seguro de automóveis, emplacamento, a menos que este último tenha sido feito pela concessionária e esteja incluso no preço do automóvel. Também não devem ser inclusos no custo de compra gastos e reparos que tenha feito depois da aquisição do veiculo.

Para os importados, o total gasto como taxa de importação, taxa aduaneira e o despachante deverá ser incluído no preço total do veiculo. De maneira geral o raciocínio se um gasto deve ou não ser incluso na declaração, fazendo parte do custo de compra é o seguinte: esta despesa está mesmo relacionada com a compra deste carro? Sem ela este carro estaria na sua garagem? Se a resposta for sim, não precisa ser incluído no valor de compra do automóvel.





É imposto de renda dá um pouco de trabalho na hora de declarar, mas sempre dá aquela emoção para quem declara, pois este pode dizer: “eu declaro o imposto de renda”. 

Por Antônia Mendes

IR 2014



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *