Wiesmann entra em falência e fecha as portas



Quem tem acesso aos relatórios de indicadores da Wiesmann, montadora de carros esporte situada no noroeste da Alemanha  não tem dúvidas: a companhia está em falência.

A montadora começou seu estado de solvência em virtude de problemas administrativos que tiveram início em agosto de 2013 que acarretaram na incapacidade de pagamento de seus fornecedores e mesmo com todos os esforços com o intuito de salvar a marca e salvar o emprego de mais de 125 funcionários não foi possível reestabelecer a Wiesmann.



Os problemas financeiros da empresa começaram no ano de 2009, quando sua expansão por infelicidade, mesmo com o todo planejamento realizado, acabou por coincidir com a desaceleração da economia global e consequentemente gerou impacto no índice de vendas de carros de alto desempenho. Mesmo com a parceria entre a Wiesmann M Divisão da BMW, que se tornou fornecedora dos propulsores para a Wiesmann atual, a empresa acabou entrando com pedido de falência em virtude de dívidas oriundas dos custos de montagem no ano passado.

O fechamento da Wiesmann faz com que acabe a produção de carros fabricados sob medida pela Wiesmann, que foi fundada originalmente como um aftermarket no ano de 1985 com a produção de  telhados hard-top para carros abertos. A Wiesmann ultimamente mantinha seu foco na produção de carros decorados de tração traseira com dois lugares e em  carros esportivos com estilo retrô curvilíneo, movidos por motores contemporâneos da BMW M3 e M5.



O portfólio atual da Wiesmann varia entre o roadster 401bhp MF4 ao MF5 GT 547bhp, que partilha de seu motor V8 twin-turbo, e também com o BMW X5 M e X6 M.

Agora espera-se que as concessionárias alemãs da BMW ofereça opções de serviço limitados para os proprietários de Wiesmann  já existentes.

Por Jaime Pargan

MF5 GT 547bhp

Foto: Divulgação

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *