Chevrolet Camaro Conversível lançado no Brasil

Categorias: Brasil - Camaro - Carros - Chevrolet - Chevrolet Camaro - Notícias

O Camaro no Brasil foi um carro que obteve grande êxito em seu lançamento e considerado um dos veículos mais bonitos e visados pelos compradores. O design inovador e o modelo esportivo encantaram os consumidores que se faziam cada vez mais presentes circulando pelas ruas que integram distintas cidades do país.       



O Camaro Amarelo ficou mais conhecido e apontado que as demais cores existentes para o modelo, através da música lançada pela dupla Munhoz e Mariano, onde o mesmo foi protagonista e atuou com aparência ostentadora. Produzido com características realizadas especificamente para sua composição e exclusividade, por muito tempo se tornou evidente aos admiradores de automóvel, e àqueles que preferem consumir o produto a apenas observar.

Chega ao mercado a inédita produção do modelo que demonstra além de estética, um design inovador, direcionado ao conversível do muscle car. O valor inicial é R$ 239.000. A GM proporcionou aos clientes uma nova sensação de dirigir algo que estará em percurso e permitindo a corrente de circulação natural, e vista expansiva, promovendo conforto e paisagens naturais de uma maneira diversificada e única.

O veículo chegou ao Brasil em 2010 e desde então ocupa o primeiro lugar em vendas entre o design especificado, ou seja, esportivo. É exaltado em modelo cupê, e agora com o conversível espera-se a mesma repercussão e maior porcentagem na quantidade de vendas.



O que irá sugerir uma grande diversificação de um carro para outro é a capota em lona, que provoca uma nova visibilidade e interesse em conhecê-lo a fundo, até o momento de resolver adquiri-lo.

A capota de lona foi realizada juntamente com a equipe direcionada a cobertura do Corvette. Tal junção foi decidida para que a qualidade do produto continue superando as expectativas e proporcionando credibilidade ao carro. O novo acessório é recolhido de forma elétrica, porém, para que seja ativada é necessário destravá-la por uma alça que se encontra perto do espelho retrovisor.

Apesar de ser uma produção inovadora, o mecanismo utilizado para realizar tal recolhimento é antigo, e exige força. Por isso, é imprescindível que ao fechar o tempo não espere a chuva iniciar e nem o vento propagar, pois o tempo implicado se resulta em 20 segundos.

O desempenho de atuação do veículo é expressa de maneira positiva pelo Small Block 6.2 V8 de 406 cavalos de potência a 5.900 rpm e 56,7 kgfm a 4 mil giros. Dessemelhante ao mercado norte-americano, no Brasil será vendida apenas a versão integrando o câmbio automático de seis velocidades. 

O carro pode chegar aos 100 km/h em apenas 6,4 segundos, e de acordo com informações transmitidas pela Chevrolet, apesar de ter conseguido manter o nível de ruído interligado à versão anterior, exibe sensações diferentes para o motorista e o passageiro. Enquanto o modelo cupê permite a sensação de estabilidade, a versão conversível tem a vibração constante da capota, mesmo que o veículo esteja a menos de 100 km/h.

Por Lorena de Oliveira           

Foto: Divulgação



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *