Fiat-Chrysler: plano de fusão é aprovado para criar a FCA

Categorias: 2014 - FCA - Fiat - Fiat-Chrysler

No domingo, dia 15 de junho, foi aprovado os termos que regem a fusão da montadora italiana Fiat com a sua subsidiária integral Fiat Investments N.V. Tal subsidiária, que está sedeada na Holanda, trocará seu nome para Fiat Chrysler Automobilies N.V (FCA) após a finalização do processo, tornando-se uma holding do Grupo italiano.



Anunciado no final de janeiro deste ano, a Fiat iniciará agora o plano de reestruturação, dando sequência à aquisição da participação societária no Chrysler Group LLC. Os acionistas que tinham participação na Fiat antes da fusão envolvendo o Grupo Chrysler manterão, basicamente, o mesmo percentual de ações ordinárias da FCA que o percentual de ações ordinárias da Fiat pré-fusão.

O plano de fusão entre as montadoras será apresentado para aprovação dos acionistas da fabricante italiana em uma reunião geral extraordinária, marcada para o terceiro trimestre de 2014, depois de completar as etapas formais das exigências corporativas e regulatórias, o que inclui também o registro na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Após toda essa parte burocrática, será realizada a tal reunião. Havendo acionistas que votem contra a fusão entre as fabricantes, estes poderão exercer o seu direito de recesso (direito de retirada), de acordo com as leis e regulamentos italianos.



A conclusão da transação de criação da holding FCA deverá ocorrer até o fim deste ano.

Mesmo sem concluir a criação da holding, a Fiat tem pressa e já deu início ao processo de revitalização previsto pela FCA para as empresas do Grupo Chrysler, e os resultados já começam a aparecer nos Estados Unidos.

Prova disso é o lançamento dos recentes veículos do Grupo, além do plano de metas ambiciosas até 2018, com renovação completa de seu portfólio e lançamentos de novos carros em segmentos que não eram tão explorados pela Chrysler. 

O objetivo da FCA é alavancar os índices de vendas para 800 mil veículos por ano, colocando no mercado norte-americano, além da renovação de sua linha, pelo menos três novos modelos, entre eles dois utilitários esportivos.

Por Caio Polo

Foto: divulgação



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *