Novo VW Golf será produzido no Brasil





Antes de falarmos sobre o “nosso” VW Golf, vejamos alguns caminhos percorridos pelo carro até hoje. Pelo bem da verdade, essa é sétima geração do modelo. Entretanto, para nós, é a terceira. Mas isso não importa muito. A questão é que as versões que já foram disponibilizadas no mercado nacional já tiveram diversas origens.

No começo o carro, o hatch médio da Volkswagen, era importado pela companhia da Alemanha. Época em que o modelo contava com o refinamento e os mesmos equipamentos que estavam presentes na versão oferecida no mercado europeu.

Porém, meses atrás ele começou a vir do México. Não havia impostos a serem pagos pela importação, mas, em contrapartida, alguns itens de série acabaram sumindo. O problema é que os preços continuaram os mesmos. Agora, como já foi anunciado, o Brasil terá sua própria fábrica para o Golf.

A fábrica que vai produzir o Golf brasileiro é a que se encontra situada em São José dos Pinhais, no estado do Paraná. A título de curiosidade, essa unidade comemorou recentemente seus 16 anos. O que importa mesmo é que a fábrica ganhou um investimento de R$ 530 milhões, tudo com a finalidade de deixar a unidade pronta para a fabricação do Golf.

Com essa quantia sendo investida, a expectativa é de que a unidade tenha um crescimento em relação à capacidade de produção em 20%.

O início das atividades para a fabricação do modelo na unidade do Paraná ocorre cerca de dois anos depois do anúncio oficial do investimento. Pelo visto, a coisa anda até bem, já que até a primeira carroceria do modelo já foi produzida por lá.





De acordo com informações da própria fabricante, inicialmente, a fabricação do Golf terá peças vindas do México. A previsão é de que o índice de nacionalização aumente até chegar 70%. A linha de produção do Golf contará com mais de dois mil funcionários trabalhando. E por falar nisso, esses profissionais já se encontram em treinamento, tanto teóricos quanto práticos, desde o ano passado.

Da mesma maneira como ocorreu no mercado mexicano, o novo Golf brasileiro deverá estrear com algumas novidades para os compradores. Alguns sites especializados no setor têm sugerido que será uma nova versão de entrada – a Trendline. Essa versão conta com um bloco de 1.6 litros de 16V com capacidade de gerar 120 cavalos de potência.

Já os preços, um dos pontos que mais interessam aos consumidores, ainda permanece uma dúvida total.

Por Denisson A. Soares

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *