Novo Peugeot 408 é apresentado no mercado chinês





A Peugeot tem mais novidades no mercado de automóveis. Meio que aproveitando o embalo do 308 que, curiosamente, está tendo bastante sorte no mercado da Europa, a marca resolveu apresentar recentemente lá do outro lado do mundo, no mercado chinês, a sua segunda geração do sedã 408.

É interessante lembrar que faz apenas quatro anos que o antecessor chegou ao mercado e que ainda em muitos lugares continua com fôlego para as vendas. E isso acaba incluindo o Brasil. Esse fato, por si só, já aponta para a provável demora da nova geração do carro chegar por aqui.

Foto: divulgação

O visual do novo Peugeot 408, apesar de parecer um pouco com outro modelo, tem grande parte do seu destaque na parte da frente da sua carroceria. Os principais atrativos nesse quesito são os faróis modernos e a presença de filetes de LEDs.

A união dessa parte com a grade, consequentemente, fez com que o carro perdesse um pouco de sua agressividade. E por falar na grade, ela não economiza no cromado. Este e outros detalhes acrescentaram ao modelo um “ar” de mais classe.

Já nas laterais, vamos encontrar um vinco bem proeminente na região das maçanetas. Para a traseira do modelo, sobraram lanternas com um formato de “C”. Curiosamente, esse aspecto das lanternas remete ao Nissan Sentra que, diga-se de passagem, é uma grande rival da marca.





Foto: divulgação

No interior do carro, o fato da montadora ter decidido deixar um pouco de lado algumas semelhanças com o hatch, chama a atenção. As linhas interiores são mais convencionais. No meio de tudo o painel ganha um bom destaque ao contar, inclusive, com uma tela sensível ao toque – sistema multimídia. Esse pequeno ponto economizou um bom espaço, já que reduziu significativamente a quantidade de botões.

Ainda seguindo a linha das mudanças significativas, temos a presença da plataforma modular EMP2. Isso possibilitou uma redução no peso final do carro ao passo que contribui para o aumento da rigidez do mesmo. Claro, que isso, de quebra, ainda traz mais segurança aos ocupantes.

No que diz respeito aos motores, a informação é de que um 1.6THP fará parte do modelo. O bloco tem potencial para gerar 167 cavalos de potência, sendo que a transmissão é automática, pelo menos na China, por enquanto.

Por Denisson A. Soares

Foto: divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *