Venda de veículos em fevereiro teve pior índice desde 2008



A Fenabrave, Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores, informou nesta terça-feira, 3 de março, que o mês de fevereiro de 2015 foi o pior desde 2008 para as vendas no setor automobilístico. Segundo dados oficiais da entidade, as vendas de automóveis e comerciais leves, picapes e furgões, tiveram o seu pior resultado para este mês desde 2008, como já foi citado. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

Vale ressaltar que neste mês de fevereiro foram emplacadas nada menos que 178.822 unidades. No entanto, o resultado em si é bastante negativo se compararmos com fevereiro de 2014, por exemplo. O mesmo período em 2014 conseguiu registrar 245.904 emplacamentos. Dessa forma, em relação a fevereiro de 2014, foi registrada uma queda de 27,3%. Já em relação a janeiro, onde foram vendidos 243.894 carros, o recuo percentual foi 26,6%.



Os dados da Fenabrave mostram que o mercado brasileiro no setor de vendas de veículos novos está muito ruim neste início de 2015. Vale destacar que os dois primeiros meses de 2015 já registraram um recuo acumulado de 22,53% em comparação com o mesmo período em 2014. Ao todo, o primeiro bimestre de 2014 registrou 545.641 emplacamentos contra 422.717 no primeiro bimestre de 2015. Sendo assim, este é o pior resultado do período desde o ano de 2011.

A notícia ainda mais preocupante é que a projeção de queda ficou maior para os próximos meses. Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, esse é um resultado direto do atual estado da economia brasileira. "Não tem crescimento no país, não tem PIB, a roda não gira", destacou Alarico. Dessa forma, a Fenabrave divulgou os dados onde a mesma aumenta a projeção de queda nas vendas de veículos. A previsão em janeiro era de 0,53%, no entanto, essa previsão subiu para 10%.



Dentre os principais fatores que influenciaram essa queda no número de veículos vendidos, bem como o aumento da projeção anual estão as vendas de caminhões, ônibus e motos. Os veículos aqui citados apresentaram queda nas vendas se comparadas ao ano de 2014.

Por Bruno Henrique

Venda de carros

Foto: Divulgação

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *