Primeira geração de carros autônomos da Renault e Nissan 201

Categorias: 2015 - Carros autônomos - Nissan - Notícias - Renault

De acordo com Carlos Ghosn, CEO da Renault e Nissan, será lançado em 2016 a primeira geração dos automóveis autônomos. Segundo as informações reveladas pelo executivo das marcas, mesmo que o carro possua capacidade autônoma, ele não prescinde de motorista, assim, ele será uma ótima solução quando houver um engarrafamento.



Ainda segundo Carlos Ghosn, existem diferenças entre veículos autônomos e aqueles que não necessitam motorista. Nos primeiros, o carro deve ser conduzido por uma pessoa, no entanto, o carro consegue solucionar rapidamente situações complexas para o indivíduo.

Cabe informar que, 90% dos acidentes que ocorrem no trânsito são resultado de uma falha humana. A autonomia completa, chegará em carros topo de linha das fabricantes, esta funcionalidade encarecerá o preço dos automóveis.

Para que ela seja incorporada aos carros, precisará passar por uma série de ajustes e testes e, além disso, deverão acontecer muitas negociações com empresas de tecnologia para serem evitados os ataques cibernéticos.



Depois do lançamento da primeira geração em 2016, ocorrerá o lançamento de uma segunda, em 2018. Nos veículos da 2° versão, a autonomia será inserida a ponto do carro ser capaz de mudar sozinho de faixa e dirigir sozinho pelas estradas. Os automóveis que não precisam de motorista serão lançados somente em 2030, pelo menos esta é a previsão do CEO da Renault- Nissan.

Ainda de acordo com Carlos Ghosn, muitos detalhes da capacidade autônoma deverão ser avaliados até o lançamento da primeira leva de veículos das montadoras com esta tecnologia. Algumas decisões, no que se refere ao comportamento do carro perante alguma situação adversa ou até mesmo difícil, devem ser imaginadas e programadas nos carros.

Atualmente, a Nissan é uma das maiores fabricantes de carros elétricos a nível mundial. Ao todo, a marca já vendeu mais de 250 mil unidades deste tipo de veículo. Os carros que funcionam a base de energia elétrica ocupam uma boa parcela do mercado norte-americano.

Por Melina Menezes

Foto: Luiza Dantas



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *