TNGA é a nova plataforma global da Toyota

Categorias: Carros - Notícias - Novidades - Toyota

Nova plataforma tem materiais mais leves acrescentando potência de 15% e melhoria na eficácia no gasto de combustível em 25%

A Toyota expôs nesta quinta-feira sua atual plataforma global de autos, designada TNGA – sigla para Toyota New Global Architecture. De combinação com a montadora japonesa, a disposição terá materiais mais leves, o que consentirá acrescentamento de potência em 15% e melhoria na eficácia no gasto de combustível em 25%.



Ao mesmo tempo, a plataforma TNGA autorizará a diminuição dos preços de fabricação de novos automóveis, graças a sua adequabilidade. A expectativa da Toyota é de que, até 2020, metade de seus transportes comercializados mundialmente aproveite a nova arquitetura. O primeiro modelo a adotá-la será um veículo médio, com tração dianteira, a ser disseminado até o fim de 2015.

A montadora confirma que a TNGA concentra materiais mais leves e oferece centro de gravidade mais baixo. Além disso, a Toyota assegura que o novo apoio vai empregar motores mais modernos, que acrescentaram a ação energética em 25%, bem como 15% a mais de potência. Os híbridos ficarão 15% mais competentes.

O primeiro modelo com a TNGA aparecerá ainda este ano e será um carro de porte médio com tração dianteira como mencionado anteriormente, mas futuramente modelos de tração traseira também usarão a plataforma. A Toyota acredita que metade de seu extenso lineup esteja abastecido com essa plataforma em 2020.



De acordo com o site japonês Nikkei Asian Review, o novo Prius  vai ser arranjado no Brasil em 2018, em São Bernardo do Campo (SP), na primeira fábrica da Toyota fora do Japão, consagrada em 1962 e que acaba de ter a fase elementar de revitalização completada. A aquisição nesta etapa do projeto foi de aproximadamente R$ 19 milhões. Batizado “São Bernardo Reborn”, o projeto contempla diversas ações. Entre elas está a implantação do terceiro turno no setor de forjaria, que passará a produzir peças para aprovisionar a futura planta da Toyota em Porto Feliz (SP), com previsão de inauguração no primeiro semestre de 2016, e onde serão fabricados os motores 1.3L e 1.5L do Etios.

Por Lorena de Oliveira

Foto: Divulgação



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *