Hyundai Santa Fé recebeu novas atualizações

Categorias: Carros - Hyundai - Hyundai Santa Fe - Notícias

Modelo, finalmente, traz novas alterações no seu design. Desde 2012, quando foi lançado, o modelo não teve nenhuma alteração. Agora, recebeu modificações discretas, mas importantes.

Um dos modelos de maior popularidade da Hyundai, o Santa Fé, finalmente ganhou uma nova versão. Dizemos “finalmente” porque o veículo foi lançado em 2012, e desde então não passou por nenhuma alteração. Essa estratégia é arriscada, sobretudo em meio a constante atualização que as montadoras buscam em seus veículos.



E agora, de acordo com imagens vazadas na internet sem nenhum tipo de disfarce, o Santa Fé deve receber um facelift discreto, mas importante para se manter na briga com seus concorrentes.

Pelo que é possível ver nas imagens divulgadas, a grade sofre alterações: ao invés de quatro filetes como no modelo atual, o próximo modelo da Hyundai deve receber apenas três filetes. Ainda na parte frontal, o veículo ganha novos elementos no para-choque, além de luzes em LED que aparecem melhor integradas.

O único item que as imagens vazadas escondiam era as lanternas traseiras, que tinham uma película protetora. Dessa forma, ficou difícil de identificar o possível novo desenho que esse item recebeu. Porém, o resto foi possível identificar, como duas saídas de escape que aparecem com formato menos arredondado, e novas luzes de neblina no para-choque traseiro.



Na parte mecânica, o veículo não deve sofrer alterações, mantendo o motor de 3.3 litros V6, com potência de 270 cavalos. O câmbio também permanece o mesmo, modelo automático de seis velocidades.

Ainda não há especulação de uma data prevista para o desembarque do novo Hyundai Santa Fé no Brasil, mas o esperado é que o veículo chegue ao país em meados do primeiro semestre do próximo ano. Também não há informações sobre o possível preço que o SUV receberia quando chegar às terras tupiniquins.

O que se sabe, por enquanto, é que no mercado internacional, o Santa Fé ainda deve ganhar uma versão 4 x 4, recebendo um motor elétrico para ganhar ainda mais força no eixo traseiro, recurso que ainda não havia aparecido nessa linha.

Por Felipe Villares

Fotos: Divulgação



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *