Chevrolet Captiva 2016: mais barata





As revendedoras da Chevrolet já contam com a linha 2016 da Captiva. Como maior mudança, a crossover (aqui chamada de SUV) apresenta apliques plásticos que se espalham na carroceria e também um novo acabamento interno. Essas mudanças ainda são poucas, mas fazem parte da tradição da SUV que desde 2008, quando chegou ao Brasil não apresenta muitas mudanças.

As molduras plásticas aparecem externamente na Captiva em suas portas, para-choques e nos para-lamas. Os consumidores também poderão encontrar duas novas opções para cores, sendo a Prata Switchblade e Cinza Ashen. Interiormente, a SUV da Chevrolet tem agora um revestimento renovado no console, nos painéis das portas e no volante.




Em termos de versões, o SUV terá ainda apenas uma versão que é com o propulsor 2.4 Ecotec com injeção direta de combustível e o câmbio automático com seis marchas. A potência fica em 184 cavalos. Como itens de série a Captiva traz bancos com revestimento em couro, seis airbags, controles de estabilidade, cintos com pré-tensionadores, monitoramento da pressão dos pneus, freio de estacionamento elétrico, sistema de mídia MyLink, câmera de ré e partida do motor feita por controle remoto.


O preço sugerido da SUV fica com uma redução de R$ 11.400 em relação à linha do ano passado. O valor fica agora em R$ 103.990. Um dos motivos que podem ter ocasionado a diminuição do custo são as baixas vendas em 2015. No ano passado, a Captiva contou com a 34° colocação em termos de unidades vendidas no Brasil (1.217 veículos emplacados). A SUV da Chevrolet ficou atrás de outras marcas como a Fiat com a Freemont e da Suzuki com a Grand Vitara.

Nova tecnologia da Chevrolet no Brasil

A marca traz para o Brasil a tecnologia OnStar, que faz a integração entre geolocalização, conectividade e os sensores do veículo. O serviço apresenta uma linha de atendimento que faz a união de segurança, concierge, assistente de navegação e emergência. Todo o conjunto em questão tem o seu acesso por meio de um botão que se localiza no retrovisor do carro. Ele vai realizar a ligação com a central. Há também a opção via internet e um aplicativo de smartphone para aparelhos com Android, iOS e Windows Phone.

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *