Fiat anuncia Novo Recall do 500




Problema atinge mais de 16 mil veículos fabricados entre 2012 e 2016.

Na última quinta-feira, dia 16, a Fiat Chrysler (FCA) resolveu lançar um alerta para os donos de 16.193 unidades do modelo retrô 500. Os carros foram produzidos entre os anos de 2012 e 2016. O alerta dado pela montadora diz respeito a uma possível falha na embreagem, em especial nos modelos que foram equipados com o câmbio manual.

Os chassis envolvidos no problema vão do 3C3FFBR1CT100677 ao 3C3AFFAR1GT173711.


De acordo com as informações constantes no comunicado, a falha que envolve o pedal de embreagem poderá impossibilitar que a troca de marchas possa ser feita. Como resultado o condutor poderá ter perda de tração do veículo.

A situação que mais pesa contra a fabricante é o fato de que ela ainda não possui uma solução nem em sentido paliativo e muito menos definitivo para o problema. Mas de qualquer forma ela garantiu que convocará a segunda fase da campanha de recall com a possibilidade de agendamento para o reparo assim que o mesmo estiver disponível.

A Fiat também não acrescentou no comunicado qualquer tipo de medida preventiva que os usuários do modelo poderão tomar até que seja solucionado o problema. Ainda assim, em caso de dúvidas a fabricante disponibilizou o seguinte telefone para contato: 0800-7071000.


Atenção para o Recall

Em termos gerais não existe recall feito por um defeito que não venha a ser sério. Conforme consta no Código de Defesa do Consumidor, as convocações devem ser realizadas quando surgir algum tipo de defeito de fabricação que possa colocar em risco a vida dos ocupantes do veículo.

Sendo assim, uma vez anunciado não há prazo limite de data para que o recall seja feito. A única coisa nesse sentido que poderá acontecer é a montadora estabelecer uma data para o início do recall, mas não uma para o fim do mesmo.

E tem mais, aqueles clientes que encontrarem qualquer tipo de problema seja ele no agendamento, lentidão para que o reparo seja feito ou até mau atendimento, o mesmo poderá se dirigir ao Procon para denunciar a situação.

E fica outro aviso. No caso de recall os consertos e reparos que vierem a ser feitos devem ser completamente gratuitos.

Por Denisson Soares

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *