Volkswagen Golf 1.0 Turbo – Lançamento no Brasil





Modelo ganhará nova versão equipada com motor 1.0 TSI. Modelo ainda não tem preço definido.

A montadora Volkswagen trará novidades no salão do automóvel no mês de novembro. Adivinhe quem ganha uma versão 1.0 turbinada? O hatch médio Golf. Isso mesmo! A ideia começou a tomar forma quando o UP! TSI foi lançado, na época já se especulou sobre a aplicação do propulsor 1.0 turbo com injeção direta em outros modelos.

Houve boatos de que a Volkswagen estava com receio da reação do cliente brasileiro ao Golf com motor 1.0, mas se ela decidiu lançar essa versão, é porque deve estar segura da aceitação do novo motor. O que pode ter ajudado a montadora a decidir é um fato do modelo Up! TSI ser responsável por uma grande fatia das vendas da marca, ou seja, já foi bem aceito.

Na Europa, esse motor não é novidade, ele já é utilizado em vários modelos da montadora. Por lá, o motor gera 115 cv, enquanto aqui no Brasil ele irá gerar 105 cv. Tem torque máximo de 20,4 kgfm e funciona com uma transmissão manual de 6 velocidades, por aqui esse torque será de 16,8 kgfm e transmissão manual de 5 velocidades.

Testes

O Golf 1.0 chegará ao Brasil, a princípio, na versão Bluemotion Comfortline, com forte foco na economia. Ele já foi flagrado em testes, nos arredores da fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, há algum tempo. O modelo tem um conjunto aerodinâmico, cujo foco é a redução de arrasto do ar. Além disso, ele tem pneus e rodas específicas e algumas outras características que visam diminuir o consumo.





Os itens de série do 1.0 TSI serão os mesmos da versão 1.6 MSI Comfortline, aliás, há uma especulação sobre essa versão: a de que ela está se despedindo do mercado, pois está sendo comercializada com descontos e na linha 2017 da Volkswagen aparecem apenas o Golf 1.0, 1.4 e o 2.0.

Sai um, entra outro, diminuem os impostos

A saída do 1.6 MSI Comfortline e a entrada do 1.0 TSI traz uma vantagem para montadora: a redução de impostos, já que o novo Golf passa a ser enquadrado na alíquota de 7% de IPI, contra 11%, na qual se enquadrava o Golf 1.6 MSI Flex, o que significa menos 4% de impostos. Além disso, a Volkswagen teria uma melhor posição no Inovar- Auto (Sistema de Acompanhamento do Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores), o regime automotivo do governo federal. E há ainda outro ganho: a montadora coloca no mercado um carro com preço competitivo – o que é pouco provável, pois o que certamente vai acontecer é ela manter o preço visando o aumento do lucro. É aguardar para ver.

Elma de Fátima Morales Jacinto 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *