Carros Mais Caros para Consertar 2017

Categorias: Carros - Conserto - Mecânica - Notícias

Veja aqui a lista com os carros mais caros para se consertar em 2017.

Ano após ano, os custos para consertos de carros se tornam cada vez mais caros, em contrapartida aos aumentos e reajustes feitos nos valores de venda de automóveis. Além disso, os custos dos pedágios, em eterna crescente, não parecem suficientes para melhorar a vida útil das rodovias ao longo do país.



Como uma forma de remediar essas questões e alertar consumidores, no ano de 1999, foi criado um índice, denominado Car Group. Esse índice avalia questões como tempo, custos para reparação e conserto de peças abaladas por impactos de velocidade de, no mínimo, quinze quilômetros por hora.

Levando em consideração todos os danos, os custos de reparo são utilizados como “divisor de águas” para a colocação no ranking. Quão menores ele forem, melhor colocado a marca do veículo fica. Esse índice, que vai de 10 a 60, ajuda o consumidor na hora da escolha de compra do melhor automóvel para suas necessidades, evitando dores de cabeça que podem ser inevitáveis com o passar do tempo.

Segundo o site iCarros, a colocação das marcas mais frágeis e com os custos mais caros estão descritas a partir da lista a seguir:



10. Ford EcoSport: 40 pontos (2º lugar)
9. Peugeot 408: 40 pontos (2º lugar)
8. Fiat Uno: 41 pontos (12º lugar)
7. Fiat Grand Siena: 43 pontos (5º lugar)
6. Fiat Bravo: 44 pontos (1º lugar)
5. Fiat Palio Fire: 44 pontos (13º lugar)
4. Fiat Linea: 46 pontos (3º lugar)
3. Peugeot 308: 48 pontos (2º lugar)
2. Fiat Palio: 49 pontos (14º lugar)
1. Citroën C4 Lounge: 52 pontos (4º lugar)

Abaixo seguem as marcas mais confiáveis e duráveis, segundo o mesmo índice (conforme fonte de 2015).

  • Hatch compacto – Volkswagen Up! – 11 pontos
  • Hatch compacto off-road – Volkswagen Cross Up! – 10 pontos
  • Hatch médio – Peugeot 308 – 35 pontos
  • Hatch médio off-road – Suzuki SX4 – 42 pontos
  • Minivan compacta – Citroen C3 Picasso – 31 pontos
  • Minivan média – Citroen C4 Picasso – 42 pontos
  • Picape compacta cabine simples – Volkswagen Nova Saveiro – 28 pontos
  • Picape compacta cabine dupla – Volkswagen Saveiro CD – 28 pontos
  • Sedã compacto – Toyota Etios Sedan – 17 pontos
  • Sedã médio – Nissan Sentra e Peugeot 408 – 35 pontos
  • SW Compacta – Volkswagen Spacefox – 21 pontos
  • Utilitário furgão curto – Ford Transit – 60 pontos
  • Utilitário-esportivo – Peugeot 2008 – 28 pontos
  • Utilitário-esportivo off-road – Suzuki Jimny – 37 pontos

Além disso, esse índice também considera o tempo para conserto, se há demora ou o tempo estipulado é razoável, a substituição eventual de peças e o processo para que isso ocorra.

Se você se interessou e deseja saber mais, acesse o site o iCarros a partir deste link ou o site CESVI BRASIL, que permite maiores detalhes sobre o índice, de forma detalhada, conforme este link.

Yamí de Araújo Couto



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *