Nissan Kicks passa a ser Fabricado no Brasil





Modelo ganhou novas cores e uma versão de entrada.

Desde 2016, chegou ao mercado nas mãos da montadora Nissan, o novo modelo Kicks. E de lá pra cá, o SUV caiu no gosto do povo, mexendo com o mercado e trazendo inovações no design, incluindo nisso o seu carro oficial para as Olimpíadas do Rio.

O que talvez você não saiba, em termos de novidades, é que agora o Kicks está sendo fabricado na cidade de Resende, no Rio de Janeiro. Com comercialização de novas unidades ainda no mês de julho, o SUV é tido com o terceiro modelo da fabricante feito no Brasil, juntamente com o sedã Versa e o compacto March.

Apesar de não apresentar mudanças no seu visual, o destaque principal da apresentação ficou para as novas combinações de cores e versões. Isso porque, agora, o Kicks vem em quatro opções de cores, além das que já foram lançadas anteriormente.

Ainda são quatro novas opções de modelos, desde câmbio manual na versão S com rodas de ferro, que partem de R$ 70.500, até a versão SL, que chega a até R$ 94.900. Além dessas, ainda há outras versões intermediárias, com câmbio CVT e que podem custar até R$ 85.600.

Em relação ao motor, esse é igual para todos os modelos. Sendo assim, a motorização é de 1.6L de 16 válvulas, 114 cv de potência e 15,5 kgfm de torque. O que muda, todavia, é apenas a caixa da transferência, podendo ser automático CVT ou manual de cinco marchas.





E em benefícios, o aumento no número de opções do Nissan Kicks traz descontos especiais para os frotistas, bem como para pessoas que possuam direitos em relação à isenção de impostos em versão “S direct”. Em termos de valores, esses descontos podem chegar a até R$ 10 mil.

Entre os equipamentos que garantem maior conforto e também segurança, pode-se citar o alerta de colisão, assistente de frenagem inteligente, visão de 360º com Sistema Inteligente nas câmeras, controle inteligente de chassi, monitoramento inteligente de pontos cegos, estabilizador inteligente de carroceria e, por último, controle inteligente de freio motor.

Com câmbio manual, os consumos de combustível chegam, na cidade, a 7,8 km/l com etanol e 11,1 km/l com gasolina. Já na estrada, a versão em pedal de embreagem chega, na cidade, a 9 km/l com etanol e 13 km/l com gasolina.

Na versão com transmissão Xtronic CVT, as médias em etanol na cidade e estrada, respectivamente, são de 7,7 km/l e 9,4 km/l. Com gasolina esses valores sobem para 11,4 km/l na cidade e para 13,7 km/l na estrada.

Kellen Kunz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *