Honda Fit 2018 – O Que Muda na Nova Versão e Preços





Confira aqui as principais novidades e os preços do Novo Honda Fit 2018.

Os modelos de carros estão a cada ano inovando ousadamente, atraindo cada vez mais consumidores, apesar dos preços altos. O novo Honda Fit brasileiro é uma estilização inédita do modelo europeu no país tropical. Está próximo o dia da chegada, nas concessionárias, da linha 2018, com melhorias no visual e na equipagem, com muito mais conforto e segurança compensados, entretanto, por um pequeno, mas significativo, aumento do preço do monovolume que vai agora para 80 mil reais.

São cinco versões: o Personal – novo CVT: R$ 68.700; o DX – manual R$ 57.800; o LX CVT: R$ 70.100; o EXL CVT: R$ 80.900 e o EX CVT: R$ 75.600. Mesmo a versão mais barata possui tecnologias que garantem conforto e segurança.

As alterações na estética dos modelos da 3ª geração, por exemplo, o Civic lançado em 2014, são mais aparentes na parte externa e no para-choque traseiro, que ganhou mais 8 cm em sua estrutura. O todo está mais coerente segundo as normas do design, como se nota também na grade frontal, redesenhada para se ajustar a esse fim. O novo Honda Fit está com DLR – Luz de Rodagem Diurna em estilo Led. Porém, as versões mais avançadas e caras são as únicas que possuem esse recurso de faróis integrados num todo. As outras duas versões DX e LX possuem faróis comuns, que podem ser integrados com acessórios DLR vendidos separadamente para acoplagem na parte inferior do para-choque, portanto, são peças opcionais. Na Versão EX essas peças são próprias da série. Na parte traseira o design do porta-malas é adornado pelas lanternas de LED que formam um traço marcante e bonito. Além da estética elas possuem um sistema de sinalização emergencial para freadas bruscas.

O novo Honda Fit 2018 já está preparado conforme a legislação ou antecipando-se a ela, com um rigoroso sistema de controle de tração e estabilidade da série, além da inclusão de uma evolução na direção elétrica, que é um recurso importante para controle de situações de baixa aderência ou em curvas fechadas e perigosas. Este mesmo monovolume possui o auxiliar de saída em rampa, que se tornou um equipamento básico do veículo, dado a sua necessidade para a segurança, que funciona mantendo o carro em ladeiras e impedindo que ele faça aquele recuo potencialmente perigoso ao sair.

A nova versão EX já está munida com quatro airbags, ou seja, os dois frontais e fundamentais, acrescidos de mais dois airbags nas laterais, enquanto a versão EXL inclui bolsas infláveis de cortina, totalizando seis airbags indispensáveis. Portanto, são sistemas de segurança que a cada ano tem ajudado a salvar mais vidas. São meios de segurança projetados em alta tecnologia e testes. Nesta mesma linha de tecnologia está a função de troca de marchas simuladas por meio de borboletas na parte de atrás do volante. Esta é uma opção que aparece só nas versões EX e EXL, mais caras e voltadas para consumidores mais abastados.





O motor é 1.5 flex, que pode gerar até 115 cavalos de força, com um câmbio manual que está disponível apenas no modelo mais básico, o DX. Nas demais versões foi adotada uma transmissão chamada de continuamente variável – CVT – que possui conversor de torque. Além desses acréscimos o novo Honda Fit 2018 possui o Ar Digital e uma nova central de multimídia de 7 polegadas, contendo um GPS e conectividade com a Apple CarPlay e Android Auto, mas estes atributos tecnológicos estão disponíveis apenas na versão mais cara, que custa R$ 80 mil. O sistema adotado e desenvolvido nas empresas brasileiras da Honda possuem o toque de tela e os botões no lado que facilitam o uso. Nas duas versões, EX e EXL, existe o recurso de rebatimento eletrônico nos retrovisores externos e o ar-condicionado digital inaugurado neste modelo, portanto, inédito. Assim, o proprietário poderá regular a temperatura e a intensidade no interior do veículo, por meio do painel sensível ao toque, tecnologia que há pouco tempo estava restrita aos veículos de luxo.

Além de tudo, há a versão personal do Fit 2018, que está isento de impostos para pessoas com algum tipo de restrição de mobilidade, deficiência. Este grande benefício faz diminuir o custo do veículo de R$ 68 mil para mais ou menos R$ 54 mil. Este Fit Personal tem controle de cruzeiro, câmbio CVT, além de recurso de som, câmera de ré e as rodas de 15 polegadas.

Vale a pena conferir e encorajar-se a comprar dada a qualidade das versões.

Paulo Henrique dos Santos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *