IPI para Carros Elétricos e Híbridos terá Redução




Medida busca popularizar veículos híbridos e elétricos no Brasil.

Uma notícia recentemente publicada promete agradar bastante proprietários de carros híbridos e elétricos no Brasil. É que haverá uma redução no valor do IPI, que é o Imposto sobre Produtos Industrializados. A notícia foi divulgada na última sexta-feira, dia 06, e a medida entrará em vigor no mês de novembro.

Essa medida que prometia a redução desse tipo de imposto já estava sendo aguardada, uma vez que foi anunciada no último mês de janeiro pelo governo de Michel Temer. Essa nova medida faz parte de um novo regime automotivo adotado no Brasil, o chamado de Rota 2030- Mobilidade e Logística.


Na atualidade os proprietários de carros elétricos pagam o equivalente a 25% de Imposto, enquanto que os proprietários de carros híbridos pagam um valor entre 7% e 25%, o que é calculado em conformidade com a capacidade volumétrica que o motor possui.

Com a nova medida, a partir do mês de novembro as alíquotas e critérios devem mudar também. Passará a ser considerado no cálculo do IPI o peso do veículo, assim como a sua eficiência energética.

Uma outra novidade que também foi anunciada é a de que os proprietários de veículos híbridos que sejam equipados com motor a combustão do tipo flex (que aceita gasolina e etanol) poderão contar com um desconto de IPI referente a 2 pontos percentuais.


Diante disso, o imposto a a ser cobrado nesses modelos partirá dos 7% chegando a 18%. Porém, no Brasil ainda não existem veículos híbridos que possuem motor flex. Mas isso não deve durar por muito tempo, uma vez que a marca Toyota já trabalha realizando testes com o Prius flex, sendo que ainda não há nada definido em relação a uma data de lanaçamento do carro no mercado nacional.

Antonio Megale, que é o atual presidente da Anfavea, que é a Associação dos Fabricantes, em uma declaração disse que os carros elétricos e híbridos deverão ter preços mais baixos assim que passar a ter validade a redução dos impostos.

Segundo as palavras de Megale, mesmo com os impostos com preços mais "em conta" , o governo não deve oferecer mais nenhum tipo de incentivo. é comum nos países chamados de primeiro mundo a oferta de subsídios por parte dos governos para esse tipo de veículo, mas os brasileiros não devem contar com isso.

No Brasil atualmente são poucas as opções de carros híbridos e elétricos que se encontram para a venda. Um destes que está se tornando bastante popular é o Toyota Prius, um modelo híbrido que custa em torno de R$126,6 mil. Uma pesquisa recentemente realizada apontou que entre os meses de janeiro e junho, foram contabilizadas um total de 1.470 unidades vendidas.

Em termos de impostos, os proprietários de um modelo Prius pagam 13%. Como o modelo possui uma eficiência energética de 1,10 MJ/Km e possui um peso de exatos 1.400 kg, a sua alíquota teria que ser reduzida para algo em torno de 12%. Com isso, o seu valor não deve cair muito.

Está sendo desenvolvida pela Toyota a tecnologia Híbrida equipada com motor de capacidade flex, o que fará com que o IPI possa ser reduzido em até 2 pontos.

Entre os veículos elétricos, o BMW i3 pode ser considerado também uma das raras opções. Com o peso de 1.385 kg, ele consegue se enquadrar na faixa de IPI menor. Contudo, ainda não foram disponibilizadas informações em relação ao índice de eficiência energética que o carro possui.

Nesse sentido, quem possui ou pretende adquirir um veículo híbrido ou elétrico, já poderá contar com essa redução no IPI a partir do dia 1º do mês de novembro.

Sirlene Montes

Posts relacionados

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *