Jaguar I-Pace 2019 – Especificações, Características




Modelo elétrico pode ser vendido no Brasil por cerca de R$ 350 mil.

Atraindo os olhares por onde trafega, o I-Pace agora se junta a gama de veículos SUV da montadora, o E-Pace e o F-Pace, porém surge no mercado como um visual de ‘tudo-em-um’. Ele tem a capacidade de ter um aspeto coupé esportivo, entretanto ao elevar a sua suspensão pneumática, a qual é comercializada em um pacote opcional por 1.633 euros o SUV parece um veículo todo o terreno bem dinâmico.

Com as rodas opcionais de 22 polegadas, no entanto, não é aconselhável realizar grandes aventuras em estrada de terra, servindo bastante com um garantidor de uma estabilidade maior ao realizar curvas, aspecto que o I-Pace se sobressai de maneira bem evidente. Possui um centro de gravidade bem baixo, isso graças à instalação do pack que aloca suas baterias, o qual fica na posição central e localizado sob o assoalho do veículo, e também devido a sua ótima distribuição de peso entre seus dois eixos, sendo de 50:50, o que contribui muito para que sua seja surpreendente, mostrando-se bem seguro nas curvas, ainda valendo de sua direção informativa e precisa.


Sistema forte

Para ser o carro elétrico pioneiro da marca, a Jaguar projetou um sistema que conta com dois propulsores de funcionamento síncrono de imã permanente que possui, de maneira combinada, uma potência de 400 cavalos e torque de 71 mkgf, os quais já são entregues a parte de uma rotação, sendo destinado um por cada eixo do modelo, visando à tração integral para transmitir de maneira eficiente os 696 Nm para suas quatro rodas.

Entretanto, praticamente todos os carros elétricos têm como fantasmas as suas baterias, pois sua fabricação é cara e poluente, além destas restringirem ainda a autonomia do carro.

Entretanto, enquanto não se encontra uma solução para isso, a montadora inglesa solucionou esses limitantes em partes no modelo I-Pace, enchendo seu assoalho com um total de 432 células com íon-lítio, as quais são suficientes para fazer o modelo atingir uma autonomia de 480 km.


Só que lotar um veículo de baterias possui um custo no final, que neste caso é seu peso. O I-Pace ao estar vazio ultrapassa a marca 2,2 toneladas.

Esses dados fazem com que o I-Pace, de acordo com a montadora, desloque-se de seu estado inerte para 100 km/h em apenas 4,8 segundos.

Outro grande problema enfrentado pelos veículos movidos a eletricidade é o seu tempo de carga. A montadora comercializa um carregador doméstico, o qual pode ser adquirido a parte, que exige que o proprietário do modelo possua uma instalação elétrica, em sua casa, com uma tensão de 330V, assim é possível repor a carga completa da bateria em um total de 12,9 horas.

Entretanto, se a tensão da tomada doméstica for de 220V ou então de 110V, esse período pode ser estender para cerca de mais de 30 horas.

Ágil, porém silencioso

Basta que se compreenda a dinâmica excêntrica do modelo para que se consiga aproveitar as virtudes do mesmo, as quais são dignas de um modelo esportivo.

A sua direção possui uma resposta rápida bem como seu acelerador, e suas baterias pesadas acabam por proporcionar um centro de gravidade levemente mais baixo, o que limita de forma considerável a rolagem de sua carroceria.

A suspensão do modelo, a qual pode se a ar, também consegue absorver as irregularidades da pista de maneira eficiente, assim como mantém sua carroceria constituída de alumínio e de aço no rumo certo.

De fato, estes conjuntos atuam de maneira tão eficaz que rapidamente conseguem levar seus pneus de 245/50 a aderência máxima.

Acredita-se que o modelo seja vendido nas concessionarias por cerca de 350 mil reais.

Por Filipe Silva

Jaguar I-Pace 2019

Jaguar I-Pace 2019

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *