Renault Kiger 2021 – Lançamento, Características

Categorias: 2021 - Carros - Notícias - Renault - SUV

O novo modelo da Renault esperado para este ano é o Kiger. Ele será lançado, incialmente, na Índia e conta com ótimas características em seu design.



O ano de 2021 começou agitado no setor automotivo, trazendo o lançamento de novos modelos. Na marca Renault, o próximo grande lançamento da esperado é, sem dúvida, o Kiger. Previsto para ser colocado à venda nos primeiros estágios de 2021 na Índia, o Kiger tem muito em comum com o recém-lançado Nissan Magnite. Este último é o SUV compacto mais acessível à venda com um preço inicial ainda desconhecido no Brasil.

Contudo, o que já se sabe é que o Kiger possui plataforma CMF-A + com localização pesada e vem para bater de frente com concorrentes como o Kia Sonet, a Maruti Suzuki Vitara Brezza, Hyundai Venue, Tata Nexon, Mahindra XUV300, Ford EcoSport e Honda WR-V. O SUV de menos de quatro metros já foi anunciado por meio de um conceito da marca para o modelo, que conta com bastante modernidade e valores competitivos, pensados justamente para desbancar os outros veículos da categoria.

Design do Renault Kiger 2021

O novo Renault Kiger surpreende em elegância. Elementos como a configuração do farol dividido (LED DRLs acima e a unidade do farol principal abaixo), a grade dianteira alada característica da Renault com duas ripas horizontais e faróis traseiros em forma de C são esperados para serem vistos rodando pelas ruas até o fim de janeiro na Índia. No entanto, as rodas de liga leve de 19 polegadas, os para-choques dianteiros e traseiros exagerados e o sistema de escape central duplo são uma novidade. O show em design ainda conta com uma pintura especial e é chamado de “California Dream” ou “Aurora Borealis”. Dependendo do ângulo e da luz, os matizes também parecem mudar, o que dá um novo conceito aos carros da montadora francesa e promete revolucionar o mercado de automóveis mundial. Ainda não se sabe se acabamento de pintura seja transportado para a produção do Kiger no Brasil, mas certamente será um grande diferencial junto ao público-alvo da marca.

Interior do Renault Kiger

Embora a Renault não tenha revelado oficialmente detalhes do interior do Kiger, fotos do modelo preliminar divulgadas pela marca mostraram que alguns dos aparelhos de distribuição, o porta-luvas duplo, a unidade de volante e o painel de instrumentos digital serão compartilhados com o Renault Triber de sete lugares. O proprietário poderá contar com recursos como controle de temperatura automático, chave de presença e um sistema de infoentretenimento touchscreen independente, além de controles de áudio e telefonia montados na direção e muito mais nas versões de alta especificação do Kiger.



Motorização

Os compradores do Kiger poderão escolher entre duas opções de motor. As variantes de entrada serão equipadas com um motor a gasolina 1.0 de três cilindros e 72cv e o modelo superior vai oferecer um turbo-gasolina de três cilindros e 100 cv, com opções manuais e automáticas CVT.

Especulação de valores de venda

Embora os preços do Renault Kiger sejam desconhecidos, espera-se que a marca francesa dê um preço ligeiramente superior ao do Nissan Magnite para seu SUV compacto. O SUV compacto da Nissan tinha um preço muito agressivo no lançamento, embora a empresa tenha revisado os preços a partir de 1º de janeiro de 2021. Com isso em mente, os preços de entrada e de alta especificação do Kiger devem potencialmente conquistar representatividade de mercado e, quando chegarem ao Brasil, provavelmente ajudarão ainda a reduzir os preços de outros SUVs compactos por uma margem significativa o suficiente para que o cliente possa escolher pelo modelo que melhor se adaptar às suas necessidades e, especialmente, ao seu bolso.

A montadora Renault prometeu revelar detalhes mais precisos de especificações de produção do Renault Kiger no Brasil e no mundo no dia 28 de janeiro de 2021. Enquanto isso, cabe ao consumidor aguardar os novos lançamentos que irão trazer novo fôlego às concessionárias após o difícil período de recessão vivenciado pela crise do coronavírus.

Por Beatriz Pinto



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Posting....