Novo Renault Kwid 2023 – características


O novo Renault Kwid passou por alguns upgrades bastante interessantes para a sua versão de 2023. Eles se refletiram tanto nos aspectos visuais do carro quanto nos equipamentos de série.

De acordo com as informações divulgadas por sites especializados em veículos automotivos, o Renault Kwid passou por um aumento de preço significativo, de modo que ele não pode mais ser pensado como um carro popular. Este aumento acompanhou o que aconteceu com outras montadoras do mercado, fazendo com que o conceito de um carro mais barato caísse por terra.


Apesar do encarecimento, vale mencionar que o Kwid passou por alguns upgrades bastante interessantes para a sua versão de 2023. Eles se refletiram tanto nos aspectos visuais do carro quanto nos equipamentos de série. Além disso, também é válido mencionar alguns aprimoramentos na parte mecânica do veículo da Renault.


Primeiramente, vale ressaltar que uma mudança estética bastante expressiva aconteceu na parte dianteira do carro. Ela está ligada às luzes DRL do veículo, que estão disponíveis em todas as suas configurações, Intense, Intense Back Biton, Outsider e Zen, sendo esta última a opção de entrada da fabricante.


Assim, as luzes em questão agora estão posicionadas logo acima dos faróis de dupla parábola, algo que já vinha sendo feito em carros de outras fabricantes, como a Fiat Toro. Além disso, vale pontuar que as mudanças estéticas do Kwid também se refletiram no seu radiador e no seu para choque, que foram redesenhados pela montadora.


Em termos de traseira, é possível afirmar que as mudanças no Renault Kwid foram um pouco mais discretas. Entretanto, as suas lanternas passaram a contar com um novo grafismo. Além disso, outro destaque do carro são as suas rodas de 14 polegadas, que agora usam calotas e transmitem a impressão de serem feitas de liga leve. Por fim, o último aspecto do design externo deste carro que deve ser mencionado é o teto.

Quando se fala sobre as dimensões, não se tem grandes mudanças em relação aos modelos anteriores do Renault Kwid. Desse modo, o carro continua sendo construído a partir da plataforma CPMF-A e possui 3,6 metros de comprimento. Em termos de altura e largura, o modelo conta com, respectivamente, 1,49 metros e 1,57 metros. Logo, isso faz com que ele esteja próximo das dimensões do Fiat Mobi.

Um aspecto que merece destaque e que chama a atenção das reformulações do Kwid é o seu porta-malas, que oferece uma capacidade de 290 litros e coloca o modelo em questão próximo de outros da mesma categoria, como é o caso do Volkswagen Polo. Além disso, esta capacidade faz com que o Kwid esteja acima de outros modelos, como é o caso do próprio Fiat Mobi, que possui apenas 235 litros de capacidade no porta malas.

Os equipamentos, por sua vez, são bastante interessantes neste carro. De acordo com as informações divulgadas por sites de veículos automotivos, o Kwid possui um quadro de instrumentos com mostradores feitos em LED. Além disso, a sua central de multimídia passou por um aumento e agora possui 8 polegadas. Outro aspecto que fez com que o carro se destacasse do ponto de vista tecnológico foram as melhorias em termos de hardware e software pelas quais ele passou. Assim, atualmente ele possui conexão tanto com o sistema Android Auto quanto com o Apple Car Play. Porém, um ponto que talvez não agrade a algumas pessoas é que o smartphone precisa ser conectado através de fios, algo que outros carros da mesma categoria que o Kwid, como o próprio Fiat Mobi, já deixaram de lado.

Por fim, vale citar que existem outros itens de série do modelo que chamam a atenção, como é o caso da câmera de ré e do monitoramento da pressão dos pneus. Além disso, o Kwid passou a contar com quatro airbags, tanto frontais quanto laterais e agora possui controle de estabilidade de partida em rampas com assistente.

Por Amanda Guimarães Faria



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.