Modelo será produzido na fábrica da montadora localizada na cidade de Itatiaia, no Rio de Janeiro, a partir de 2016.

Sem dúvidas, o Range Rover Evoque está entre os carros mais cobiçados para os apaixonados por carro de alta performance. Cheio de tecnologia e que passa a sensação de se estar guiando uma nave espacial e não um simples carro. O que o faz ser tão cobiçado assim vai muito além do seu desenho de uma exclusividade ímpar, sendo considerado um dos SUV´s mais belos do mundo.  

O Range Rover Evoque tem um toque de esportividade incrível, uma potência considerável que o leva facilmente a uma velocidade de 217 Km/h por meio de um motor 2.0 em 1.999 cilindradas. Para quem deseja apenas alcançar a marca de 100 km/h, terá essa velocidade do Evoque em apenas 7,9 segundos. Um grande feito para um SUV esportivo, não é mesmo?  

Apesar de ser compacto, o seu porta-malas é invejável, considerado um dos maiores entre os carros da sua categoria com capacidade para comportar 575 litros. Sem contar a sua marcha de alto avanço tecnológico, que despinta para o motorista assim que o carro é acionado, com as comodidades de bancos de couro, air bags, direção elétrica, ar condicionado automático, tração 4 x 4, quatro freios a disco com dois ventiladores, entre outras maravilhas que já são de série do Range Rover Evoque.  

A boa notícia é que a partir de 2016, ano que já se aproxima, essa maravilha sobre quatro rodas será fabricada aqui no Brasil, em uma unidade industrial (montadora), localizada no estado do Rio de Janeiro, na cidade de Itatiaia. Com essa novidade, espera-se que os brasileiros, que pretendam comprar seu Evoque, não tenham que arcar com os custos de alguns impostos de importação, ficando mais viável adquirir o modelo em concessionárias autorizadas.  

O anúncio de que o Range Rover Evoque será produzido no Brasil foi dado junto ao anúncio de que, até 2020, a montadora brasileira vai receber um investimento em torno de R$ 750 milhões – o que agradece o Brasil na geração de emprego e renda. Todo esse investimento é para que a fábrica brasileira alcance a marca de 24 mil unidades produzidas, por ano, de Range Rover Evoque.    

Ainda não há uma precisão sobre o valor do Range Rover Evoque 2016, mas sobre os valores de 2015 já se há informações bem precisas, custando de R$ 169.999,00 até R$ 199.900.   

A linha Range Rover Evoque faz parte da mesma companhia que projeta o Jaguar, outro carro que consta na lista dos carros mais queridos de multimilionários que gostam de ostentar e se colocar na fila de espera para ter um belo carro.

Por Michelle de Oliveira

Range Rover Evoque

Range Rover Evoque

Fotos: Divulgação


Segundo a montadora, modelo poderá ser fabricado até fevereiro de 2016, e ainda poderá ter nova prorrogação.

A Land Rover já havia afirmado que não daria mais sequência à produção do Defender, contudo mudou de ideia e o jipe poderá ser fabricado até o ano que vem. De acordo com informações do Birmingham Post, o Defender sairia da linha de produção em dezembro de 2015, contudo, as vendas satisfatórias têm feito com que a marca repensasse a aposentadoria do modelo para fevereiro de 2016 e ainda com chances de uma nova prorrogação.

"A produção será realizada pelo menos até o fim de fevereiro de 2016, apesar de ser avisado que a mesma pode ser estendia até abril por conta de vários pedidos pelo modelo", afirmou um funcionário da fábrica de Solihull ao Birmingham.

Mesmo mantendo as mesmas características do projeto que foi lançado em 1948, o Defender se tornou marca registrada da Land Rover e da indústria automotiva como um todo. Trata-se de um símbolo de força e resistência garantindo fãs dentro e fora da estrada. Até em países como os Estados Unidos em que o veículo não atende as leis de trânsito, o carro tem boa receptividade.

No ano passado, a Land Rover produziu 17.781 unidades, números que devem ser superados até o fim de 2015, uma vez que a companhia tomou a decisão de aumentar a produção do veículo em cerca de 50%. No momento, 125 funcionários atuam na fábrica, em apenas um turno na linha de montagem. Antes, nesta linha de produção, eram apenas 80 funcionários.

Até agora, a posição da montadora é manter a produção do Defender até o fim do ano, tendo em vista que o modelo não atende às normas de segurança e de emissões de poluentes em diferentes países. A empresa afirmou que o jipe terá um sucessor à altura, mas ainda não foram divulgadas mais informações a respeito.

O Defender foi apresentado em 1948, com o intuito de ser um veículo simples e com capacidade para resistir a diferentes situações. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Land Rover Defender

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: