Financiamento de automóveis de passeio, comerciais leves, motocicletas, caminhões e ônibus caiu 12% em abril em comparação a março de 2015.

Recentemente, a Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames, divulgou os resultados em relação aos financiamentos de automóveis no Brasil. Os resultados não foram positivos e isso é uma consequência direta do atual momento econômico do nosso país. Segundo os dados divulgados, o financiamento de automóveis de passeio, comerciais leves, motocicletas, caminhões e ônibus caiu 12% no mês de abril quando comparado a março e 15% quando a comparação é feita com o mesmo período em 2014.

É importante destacar que este resultado acaba garantindo um acúmulo de 10,2% nos quatro primeiros meses de 2015. O mês de abril de 2015 conseguiu registrar o financiamento de 437.855 veículos em todo Brasil. Além disso, é importante ressaltar que a maior parte dos financiamentos foi em relação aos usados, 238.591 financiamentos ao todo. Ainda sim, em relação a esta categoria foi registrada uma queda de 11,4% em relação a março e 4,9% quando a comparação é feita com o mesmo período em 2014.

Os veículos novos, por sua vez, conseguiram registrar um total de financiamentos de 199.264 unidades em abril. Tal resultado representa uma queda de nada menos que 12,7% na variação mensal e 24,6% quando a comparação é feita com o mesmo período em 2014.

Já quando a comparação é feita por segmentos, o maior destaque negativo ficou com o segmento dos pesados. Levando em consideração os financiamentos de novos e usados, caminhões e ônibus conseguiram registrar o financiamento de 16.646 unidades no mês de abril, ou seja, queda de 10% em relação a março e recuo de 36,3% quando a comparação é feita com abril de 2014.

Seguindo a mesma linha de recuo, o financiamento de autos e leves registrou um recuo total de 10,7% na comparação com março. O resultado é ainda pior quando comparado a abril de 2014: recuo de 14,8%. O acumulado do ano já mostra que esta categoria registra um recuo de 9,2%.

O resultado das motocicletas também não é agradável, haja vista o recuo de 17,5% em relação a março que é resultado do financiamento de 79.365 unidades.

Por Bruno Henrique

Financiamento veículos

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: