Modelo terá propulsores 3.0 de 6 cilindros e contará com câmbio manual de 7 velocidades ou automático com dupla embreagem PDK.

Quem é milionário e gosta de colecionar máquinas já sabe bem o que é ter o Porsche 911. Quem passou longe de ser um milionário, ao menos sonhou em ter um. Afinal, trata-se dos carros importados, totalmente esportivos, entre os mais cobiçados do mundo.

Com mudanças estabelecidas pela sua montadora, agora é que o Porsche 911 tem tudo para ser ainda mais objeto de desejo de muitos. A primeira mudança significativa está no motor, aquela parte do carro responsável por dar a sensação de que o carro irá voar? Pois é, a Porsche resolveu ir além ao que diz respeito a essa parte do carro e passou a fabricar o modelo com motores aspirados para recorrer ao estilo turbo. Acompanhado com o turbo, vêm outras novidades como propulsores 3.0 de 6 cilindros, que contam com duas unidades de turbocompressores, que garantem aumentar a potência do carro em até 370 cavalos para o modelo de entrada e também elevar para 420 cv o Porsche Carrera S. Traduzindo isso em números, significa um acréscimo de 20 cv em comparação com os 3.4 e 3.8 que antes estavam em motores aspirados.

O câmbio do carro segue manual de sete velocidades, mas para quem gosta de um opcional para dar uma boa incrementada no Porsche, também poderá contar com câmbio automático com dupla embreagem PDK. Em termos de potência, não se assuste, porque o Porsche de motor turbinado pode levar o motorista a 100 Km/h em apenas 4 segundos.

A suspensão do carro é ativa, o que significa que se for da vontade do motorista, o carro poderá ter um rebaixamento de 10 milímetros, isso para um carro que se propõe a ser esportivo é uma evolução e tanta. No entanto, essa tecnologia não é tão novidade assim, uma vez que foi nos 50 anos da Porsche que essa inovação foi apresentada.

No final desse ano, a Europa já irá conhecer essa nova geração do Porsche, que custará pelo continente europeu a média de R$ 440 mil. Já aqui no Brasil, o preço vai variar entre R$ 625 mil e R$ 1,25 milhão.

Por Michelle de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: