Modelo ficou mais caro e agora o preço do modelo mais básico parte de R$ 77 mil, R$ 1.300 a mais do que o valor cobrado anteriormente.

A mais nova aposta da montadora Fiat, a picape Toro, chegou ao mercado nacional com muita força, pois entre os consumidores a aceitação foi muito boa, inclusive com muitos elogios devido ao design do veículo, mas a notícia triste é que antes mesmo de completar os primeiros dois meses de comercialização a Fiat já resolveu a fazer um reajuste nos preços da picape.

Com este reajuste, a Freedom 1.8 flex automática, versão mais básica do veículo, teve um acréscimo de nada mais nada menos que R$ 1.300, sendo que antes ela custava R$ 76,5 mil e agora passou a ser comercializada por R$ 77,8 mil, valor este que inclusive já está atualizado no site da fabricante, este aumento representa 1,7 %.

Os clientes mais exigentes que quiserem adquirir o veículo equipado com o Kit Opening Edition, no qual estão inseridos diversos acessórios extras e um acabamento diferenciado da versão mais básica, o valor foi reajustado em R$ 1.952, uma vez que o preço anterior era de R$ 84.400 e agora passou a ser de R$ 86.352. Aproveitando o ensejo, a fim de minimizar o espanto dos consumidores, a Fiat fez o lançamento de um segundo Kit, o qual foi batizado com o nome de Opening Edition 2, o qual, atualmente, está R$ 1 mil mais barato que a versão anterior.

A principal distinção entre os kit é o fato de o Opening Edition 2 ofertar aos consumidores rodas de aço, enquanto que no primeiro Kit as rodas ofertadas são de liga leve.

Desde que foi lançada no mês de fevereiro a Toro, segundo os dados estatístico da Federação dos Concessionários (Fenabrave), teve 4.228 unidades emplacadas até o final de março, sendo que com este número ela conseguiu alcançar a terceira colocação entre as picapes médias e grandes vendidas no país.

O título da categoria até o mês de março é da Toyota Hilux, que teve 8.259 unidades emplacadas, seguida da Chevrolet S10, que teve 4.375 emplacamentos, porém, ambas de porte maior do que a Toro.

A expectativa da Fiat é que até o final do ano a Toro consiga atingir uma meta de 40 mil unidades emplacadas, valor este que representaria uma média de 4 mil emplacamentos por mês, mas a ambição da montadora vai ainda mais além, tendo em vista que nos 12 primeiros meses desse lançamento a meta é que sejam vendidas 50 mil unidades.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: