Confira aqui as novidades e defeitos do novo Novo Ford Ka Sedan Titanium 2019.

Antes de realmente falar sobre o carro, é muito interessante saber qual foi a trajetória dele no cenário brasileiro desde sua entrada, primeiramente a sua diferença, que agora está sendo citado o modelo Sedan e não o Hatch, isso porque eles possuem uma grande diferença além de design, por exemplo, o seu tempo de chegada ao Brasil, observe, o modelo Sedan está por aqui há quase 4 anos, já que essa data será completa em 2019, já o hatch está há mais tempo que isto, porém, além dessas diferenças, o modelo ainda sim consegue ter muitas igualdades.

O modelo Ka da Ford é considerado um dos mais populares no Brasil, exatamente pelo fato da sua simplicidade e preço baixo, já que para a própria empresa Ford o carro é a sua oferta mais barata atualmente, desde quando estava presente apenas o modelo Hatch por aqui. Sendo assim, a montadora ao implantar o Sedan não deixou de se dedicar e continuar deixando o preço mais acessível pra quem procura um carro não tão caro e de modelo chamativo em relação a design por exemplo, já que atualmente é um carro popular com linhas bem ostentadoras.

Características e detalhes

Como citado acima, ele não tem um perfil parecido com a versão Hatch, isso porque as linhas empregadas no Sedan, tem um modelo que destaca um pouco mais e o deixa mais atraente, e como citado também anteriormente, não deixa o aspecto de um carro popular “comum”.

O modelo também tem uma grande vantagem para se distanciar de seus concorrente, sendo este o seu tamanho, tanto em largura, quanto em altura e entre-eixos. Pensando na questão de comprimento por exemplo, são 4,57 metros, e ao imaginar um carro popular com tal dimensão é normal que se fique impressionado, ainda mais com sua largura de 1,69, que não permite tanto espaço interno, porém, em relação ao comprimento, está ligado diretamente a sua estabilidade e consequentemente segurança.

Outra coisa que impressionou no Ford Ka Titanium foi a sua aerodinâmica pelo fato de ser toda pensada em um modelo que traga uma aparência bonita e esteja ligada ao mesmo tempo com o desempenho, por exemplo sua grade frontal, antigamente sendo apenas linhas se diferencia hoje por ser hexagonal, mas não pense que ela é apenas de enfeite, pois tem a função de facilitar a entrada de ar geral do carro, e permitindo uma bela experiência de uso.

Outra coisa muito expressiva são suas linhas, essa que pela própria empresa foi citada como um dos fatores decisivos na hora da compra.

Pensando no tópico anterior, ainda dito pela empresa, o carro pode atrair um tipo variável de público, podendo ser pais de família, ou até mesmo jovens à procura de um primeiro carro que seja mais simples, porém que conte com tecnologia e desempenho. E para os pais de família, atrai pelo fato de ser um carro que tem um bom espaço para famílias de até 4 pessoas, para uma maior confortabilidade e também coisas como seu porta-malas, que conta com 445 litros e para aqueles que já conhecem melhor os carros sabem que é um tamanho considerável.

Ficha técnica e preço

Como o modelo tem uma grande diversidade do modelo, o citado aqui até mesmo pelo título da matéria será o modelo Ford Ka Titanium 1.5 de Transmissão automática, que atualmente sai pelo preço de R$70.990.

Ficha

  • Motor – 1.5 Transversal;
  • Cilindros – 3 cilindros em linha;
  • Válvulas – 4 válvulas por cilindro;
  • Tuchos – Hidráulicos;
  • Tanque – Tem disponibilidade para 52 litros e é bicombustível;
  • Velocidade máxima – 181 km/h;

Então a conclusão para você que procura um carro mais simples, é que o Ford Ka pode ser o modelo ideal a sua espera, boas compras.

Gustavo Martins


Modelo deverá vir com inúmeras novidades.

Inovadora aposta da Mitsubishi para o nicho de crossovers, o novo Eclipse Cross já tem data para chegar ao mercado brasileiro. O modelo, que vai se colocar no meio dos atuais ASX e Outlander, na reta de utilitários-esportivos da produtora japonesa, começa a ser ofertado em nosso Brasil a partir de meados de 2018. A exibição global, porém, aconteceu nesta segunda-feira, dia 21, na região de Portland, no estado do Oregon, nos EUA.

O novo Mitsubishi Eclipse Cross, como é notável nas imagens, se distingue através do visual mais “ousado”. Se sobressai a grade frontal com uma espécie de formato “X” cromado, gerando conjunto com os faróis em LED. Há também reta de cintura elevada e vincos relevantes nas laterais e uma de trás com modelo mais imponente, marcada através das lanternas em posição elevada e o vidro com forma mais inclinada.

Por semelhante lado, o interno do Eclipse Cross passa a assumir uma conduta mais padrão Entretanto, as linhas se diferem das detectadas nos outros carros da marca, em especial no console central, mais amplo e que comporta a tela “flutuante” sensível ao clique do sistema multimídia. O conjunto inclui também algumas coisas com acabamento em alumínio e plástico preto com estilo mais brilhante e itens como head-up display.

No exterior, o novo Mitsubishi Eclipse Cross foi ofertado com um motor 1.5 litro turbo a gasolina, com injeção que atua de forma direta de combustível, como é comum de se ver nos carros atualmente, conectado a uma transferência automática tipo CVT (continuamente variável) contando com oito marchas simuladas, além de um 2.2 litros turbodiesel. Portanto, ainda não se pode dizer em qual motor chegará o novo modelo no Brasil.

Outros detalhes do novo crossover mediano da Mitsubishi devem ser apresentados brevemente.

O acontecimento de exibição do Mitsubishi Eclipse Cross vai acontecer conjuntamente com o eclipse total do Sol. O local definido para a exposição global é o primeiro onde o eclipse poderá ser visto e contará com a participação do surfista de ondas enormes e o atleta da marca Carlos Burle, que mostrará o novo carro para o Brasil.

O mais novo lançamento que a marca traz para este ano no mercado brasileiro começa a estrear seu momento de pré-venda. O ilustre Mitsubishi Eclipse Cross já pode ser encomendado em um site responsável pelas pré-vendas. Ele será exibido na próxima quinta-feira, a partir de 9 horas da manhã, com live ao vivo pela rede social Facebook e terá suas vendas começadas oficialmente em novembro.

Conforme o informado no site de pré-venda, o novo modelo Eclipse Cross será vendido por aqui em apenas uma versão de acabamento, a conhecida como HPE-S, com opção de tração dianteira ou podendo ser nas quatro rodas. Ainda não se tem conhecimento, porém, quais equipamentos irão fazer a composição a lista de novos acessórios de série do carro, bem como o seu motor.

Também no exterior, o veículo proporciona recursos como um sinal de ponto cego, auxiliar de mudança de faixa, sinal de tráfego cruzado de trás sistema de câmeras de multi vizualizalções, faróis atuais de LED, central de multimídia com tela de 7 polegadas, Android Auto e também Apple CarPlay para facilitar a comunicação "Carro x Motorista", farol alto que agora é automático, retrovisor futurista, teto solar com visão panorâmica duplo, sistema de áudio premium composto por 9 alto-falantes, volante e bancos da frente e de trás aquecidos, rodas grandes de 18 polegadas, ar-condicionado automático, dentre outros.

Pensando nisso, ter um Eclipse Cross torna sua experiência como motorista muito mais avançada e confortável, trazendo consigo uma segurança e interatividade muito grande para que todos tenham um grande conforto.

Gustavo Martins


O Estado do Rio de Janeiro é o primeiro e adotar o uso das placas no padrão Mercosul no Brasil.

No ano passado os brasileiros foram surpreendidos com uma novidade que despertou muitas polêmicas. Estamos falando de uma mudança nas placas de veículos que teriam que ser substituídas a fim de promover uma padronização entre os veículos da América do Sul.

Muitas coisas aconteceram desde o anúncio dessa mudança eu contribuíram para que ela não fosse realizada na data inicialmente prevista.

Contudo, agora depois de muitas idas e vindas dessa padronização já está confirmado. No Brasil, a nova placa que está sendo adotada pelos países que fazem parte do Mercosul passa a ser utilizada nesta terça-feira, dia 11 de setembro de 2018.

Essa notícia surgiu meio que de repente nesta segunda-feira, dia 10 de setembro, por meio de um comunicado que foi emitido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro em que foi confirmada a adoção desse novo sistema de placas.

O Estado fluminense será o primeiro a usar as novas placas no país. Embora essa nova placa seja com detalhes bastante complexos, o seu valor será o mesmo que atualmente é cobrado pelos Detrans, que é o valor de R$ 219,35.

Para quem ainda não estava muito ciente sobre esse novo sistema de placas, elas inicialmente serão utilizadas em carros novos, os que saem de fábricas e concessionárias. Outros carros que também já poderão receber as novas placas são os veículos que precisarem ter a sua placa substituída, seja em razão de danificação, por mudança da categoria, transferência de dono, de município ou de estado. Estes que se encontram nestas condições terão que utilizar as novas placas. Mas aqueles proprietários que desejarem já adotar o uso das novas placas de forma voluntária, podem pagar as taxas e realizar a troca.

Em relação à placa, a mudança principal está em seu padrão visual que possui um fundo na cor branca com uma faixa azul em sua parte superior. O que definirá a categoria do veículo serão as cores dos números e das letras. Aliás, a sequência dos números também passou por alterações. Atualmente, temos as placas com três letras e com quatro números. Já a nova placa virá com quatro letras e com três números que podem estar mesclados.

Aquela plaqueta que é utilizada para a identificação do município e estado também deixará de existir. A única inscrição que conterá na placa é “Brasil”.

Itens de Segurança da placa Mercosul

Para fazer a identificação do município e do estado serão utilizados dois brasões. O nome do município virá escrito com uma letra menor localizada sob o logotipo.

O grande diferencial deste novo sistema de placas relaciona-se à segurança. Aliás, o sistema de segurança das novas placas é semelhante aos itens utilizados nas cédulas.

As novas placas serão equipadas com um código chamado de QR Code, além de um chip que juntos irão permitir que a placa seja rastreada em qualquer um dos países que fazem parte do Mercosul. Isso representa uma grande vantagem, uma vez que será um empecilho na clonagem de placas, um ato criminoso muito comum atualmente e que é de difícil fiscalização.

Nesse sentido, se você for comprar um carro zero ou precisar mudar a placa do seu carro já poderá trazer esta novidade que finalmente se tornará uma realidade no Brasil, enquanto eu em outros países como Argentina e Uruguai ela já é uma realidade.

Como já foi dito, o objetivo principal dessa padronização entre países do Mercosul é tornar a fiscalização mais eficiente e oferecer mais segurança aos proprietários de veículos.

Se você ainda possui dúvidas, informe-se mais no Detran de seu estado, lembrando que o primeiro a receber as novas placas é o estado do Rio de Janeiro.

Por Ana Paula

Placa Mercosul


Confira aqui mais detalhes e como pagar o Licenciamento de Veículos 2018 no estado do Paraná.

Os gastos com automóveis são iguais, ou maiores, que as despesas de uma família inteira. Quem tem um veículo sabe que a preocupação vai além do trocado para o combustível do mês. Se você já pagou o Seguro obrigatório e IPVA desse ano, aí vem mais uma:

A cobrança do Licenciamento de automóveis começou a ser feita no Paraná este mês. O valor a ser pago é de R$ 83,13 para todos os condutores.

Os motoristas poderão efetuar o pagamento através do App ou site do DETRAN, pelo bankline do Banco do Brasil, pelos Totens do DETRAN, em um dos bancos conveniados (BB, Banco Rendimento, Banco Sicredi, Santander e Bancoob).

É necessário manter o endereço atualizado para receber o CRLV em casa após o pagamento.

Esse ano o boleto não será enviado para o endereço do motorista e deverá ser impresso e pago nos bancos já citados.

Com os pagamentos do IPVA e DPVAT agendados para o primeiro semestre de 2018, conforme regra estabelecida, a renovação do Licenciamento foi marcada para o segundo semestre do ano. O motorista que não estiver em dia com suas obrigações está sujeito às penalidades previstas no código brasileiro de trânsito. Também não é permitido vistoriar o automóvel com pendências no DETRAN.

Confira agora as principais informações a respeito do licenciamento anual de veículos no Paraná e fique por dentro da data correta da sua renovação.

Calendário

Conforme já informamos, o pagamento da taxa de licenciamento deve ser feito de acordo com a data estabelecida pelo DETRAN e depende do número final da placa do automóvel.

Para os veículos com números finais 1 e 2, o pagamento deverá ser realizado em agosto. O licenciamento de veículos com os números finais 3, 4 e 5 deverá ser feito em setembro. Para os veículos com placas que terminam em 6,7 e 8, o licenciamento precisará ser feito em outubro. Por fim, automóveis com placas que terminam em 9 e 0 precisam ter suas licenças renovadas em novembro deste ano.

O Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) é a documentação indispensável para que o automóvel continue apto a circular e deve ser renovado todos os anos, obrigatoriamente.

O condutor precisa manter essa documentação em dia e estar em posse dela todas as vezes que transitar com o veículo, pois transitar com veículos que não estejam licenciados é infração gravíssima e o condutor receberá uma multa, terá o automóvel apreendido, além de perder 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Para renovar o licenciamento, o proprietário do automóvel tem que pagar uma taxa para a emissão do CRLV, que varia de acordo com o estado em que o proprietário renovará a licença. Atualmente, os valores estão entre cinquenta e cem reais.

O mês de vencimento do licenciamento do veículo depende do número final da placa do automóvel.

O CRLV só pode ser renovado caso o automóvel não tenha outros débitos pendentes, multas, por exemplo.

A taxa de Licenciamento pode ser paga no próprio DETRAN ou em bancos que estejam conveniados ao DETRAN e após o pagamento, o solicitante precisa aguardar o CRLV, que será entregue pelos correios.

Como realizar o Licenciamento

Para realizar o licenciamento, o requerente precisa ter o licenciamento do ano anterior, comprovante de quitação do IPVA do ano atual e anterior, comprovante de pagamento do seguro obrigatório, recolhimento da taxa de licenciamento e, caso haja multas, o requerente precisa ter em mãos os comprovantes de pagamento das mesmas.

No site do DETRAN do Paraná, http://www.detran.pr.gov.br, é possível obter todas as informações a respeito do licenciamento anual de veículos. É possível também realizar consultas para saber se há débitos pendentes vinculados ao automóvel.

É importante ressaltar que o pagamento nos terminais do Banco do Brasil pode ser feito com cartões de crédito e débito.

Kátia Elaini Pereira da Silva


Saiba aqui o que existe de novo no Chevrolet Trailblazer 2019.

No mundo automotivo, um dos maiores destaques atualmente é o crescimento de interesse do público ao querer saber sobre novos lançamentos e algumas características de carro, mesmo que não seja um que ele vá adiquirir, sendo assim uma notícia que chamou muito a atenção nesses dias foi o lançamento da Nova Chevrolet Traiblazer 2019, e neste artigo acompanhe todos os seus detalhes e especificações.

Especificações detalhadas e aparência

Diferente dos outros modelos da marca, o Traiblazer é oferecido somente em versão única, que é a versão LTZ, isso mostra que não serão disponibilizadas muitas opções de modelo diferente, porém, essa versão sozinha traz com você muitas particularidades e por estar única ainda pode ser que tenha uma atenção um pouco mais particular e pode ser dita como equivalente ao modelo Chevrolet S10 Country, que além de serem muito parecidos em sua aparência, suas definições também são muito parecidas em algumas características no desenvolvimento. Nata-se na frente do veículo um para-choque não tão riçado ou quadrado, sendo um pouco mais redondo e tem também seus faróis de LED da frente que ajudam o destaque

Chamando muito a atenção, sua grade que tem acabamento duplo e é cromada dá o ar de ostentação ao veículo, assim como na maioria dos carros em que é inserido esse estilo. Mas não é somente no local do para choque que pode ser visto o cromado, em partes como, suas maçanetas, barras do teto, lanternas de LED de trás, tampa do porta-malas e em ambos retrovisores. Tendo suas rodas modelo de liga leve com chamativos aros sendo 18 polegadas, são bem vistos e diamantadas.

Citando agora a parte interna , o ar-condicionado do carro possui ajuste tanto de velocidade quanto de difusores fixados no teto. O seu acabamento interior é feito todo em couro marrom, e é elétrico o ajuste do banco do motorista e na segunda fileira com ajustes de inclinação para melhor acesso à terceira fileira, que tem consigo encostos retráteis.

Assim como na maioria dos produzidos atualmente, ter em mente a segurança de seus condutores é totalmente essencial, isso porque ao sofrer com algo de segurança, o cliente pode dizer que foi provavelmente uma incompetência da montadora e isso além de ficar ruim para a mesma ainda pode trazer prejuízo econômico para ela, então foram equipados alguns itens como, alerta de colisão e de mudança de faixa que se juntam ao seu alerta de movimentação da parte traseira e ao alerta de quando estiver em ponto cego. O primeiro que foi dito chama a atenção do motorista a aproximação de algum outro objeto que possa colidir, podendo ser um ciclista ou até mesmo pedestre durante uma manobra de estacionamento, oferecendo assim uma segurança diferenciada.

Versões

Como já falado anteriormente o veículo está disponível apenas na versão LTZ, porém mais, detalhadamente nesses dois modelos:

  • Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6
  • Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 CDTI

Isso mostra que além de ser LTZ, pode apresentar dois motores completamente diferentes e que podem se diferenciar também internamente, mas isso pode ser ainda melhor explicado na parte de preço de cada um já que o 3.6 é mais forte porém mais barato.

Preços

Tendo em mente a parte de valor, para muitos pode parecer um pouco alto, mas ele é vendido a este valor devido ao seu grande desenvolvimento e equipamentos de ultima geração, acompanhe seus modelos e respectivos preços:

  • Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6 – R$ 173.990
  • Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 CDTI – R$ 205.990

Como podemos ver, o valor do carro na versão 2.8 é um pouco mais alto, porque possui algumas características, como seu interior por exemplo um pouco mais sofisticado, então pode ser um preço considerado justo.

Gustavo Mart

ins


Veja aqui o que há de novo na edição especial do HB20 e Creta.

Para celebrar a produção de 1 milhão de carros que foram produzidos na sua planta em Piracicaba, cidade no Estado de São Paulo, a Hyundai acabou de anunciar sua nova edição especial dos modelos Creta e também do HB20 tanto hatch como sedã, que serão os únicos carros que são fabricados por lá. E a montadora batizada essa nova Edição Comemorativa como “1 Million”, essa nova versão será uma produção limitada com 4,5 mil unidades, 2 mil do modelo Creta, e mais 1,2 mil do modelo HB20 e 1,3 mil HB20S, e eles estarão disponíveis em todas as redes de concessionárias na segunda quinzena do próximo mês de agosto.

No caso do novo Hyundai HB20 em Edição Comemorativa de 1 Million e o Hyundai HB20S 1 Million, sua versão de base será a Comfort Plus, possuindo um de motor 1.6 com câmbio automático. E os seus diferenciais ficam por conta de sua grade frontal com seus alertas cromados e sua moldura em uma cor preto brilhante, as suas rodas de liga-leve e diamantadas com 15 polegadas, suas maçanetas cromadas, e uma antena tipo barbatana no caso do hatch e os faróis com um projetor e um filete de LED.

Há também os vidros elétricos em suas quatro portas com um sistema de one-touch e o antiesmagamento, sua chave canivete e com telecomando, além de faróis com um acendimento automático e o seu volante com um ajuste de altura e também profundidade.

Já o modelo do Hyundai Creta 1 Million ele se diferencia principalmente em sua “Hyundai Key Band”, que é uma chave presencial no formato de uma pulseira, que funcionará também como relógio, possuindo um contador de passos e de calorias, além de um medidor de distância que foi percorrida e exibe as notificações do seu smartphone.

O seu modelo será baseado na sua versão Pulse Plus 1.6 AT e pode oferecer ainda a chave presencial, uma partida por botão, e as luzes diurnas sendo em LED, suas rodas diamantadas com aro 17, e sua grade frontal em uma moldura cromada, além de maçanetas cromadas, possuindo uma antena tipo de barbatana, e as suas maçanetas internas de cor bege em metal, entre outros à sua escolha.

Esses três modelos de carros podem oferecer ainda seus bancos em couro na cor bege, alguns detalhes em bege em seu console e também nas saídas de ar, as suas soleiras dianteiras totalmente personalizadas, e o emblema alusivo com a série em especial, as lanternas tipo Clear Type, o emblemas alusivos a série também nos seus para-lamas da parte da frente e sua central de multimídia com o blueMedia e com TV digital.

Eles estarão ainda disponíveis muito em breve nas cor sólida Branco Polar e também na cor metálica de Prata Sand. Os seus preços ainda não estão sendo divulgados.

Com certeza será um ótimo carro para você que gosta de edições especiais, com detalhes único e muito marcante eles serão modelos que se destacarão no meio dos outros carros. Não deixe de ficar de olho em sua chegada às cocessionárias, pois será uma edição limitada, então se não ficar atento pode perder essa grande chance. Para quem já conhece e tem a vontade de comprar um desses modelos essa pode ser sua grande oportunidade.

Sem dúvida é um carro muito espaçoso e confortável, além de ser muito econômico e potente. Não deixe de conferir pessoalmente fazendo um teste drive e quem sabe podendo adquirir um desses exemplares.

Com certeza será uma frota que acabará muito rápido, por isso não deixe de ser um dos primeiros a adquirir esse tão charmoso modelo comemorativo.


Modelo passará por alterações antes de chegar às concessionárias.

Modelo que foi lançado no ano de 2014, o Porsche Macan acabou de receber a sua primeira reestilização em seu design. O seu modelo foi apresentado recentemente na China, que é hoje o seu principal mercado, porém, ainda não possui nenhuma data oficial divulgada para a sua estreia aqui no Brasil, conforme declarado pela própria Porsche. As novas mudanças em seu visual e também na parte mecânica foram empregadas com a intenção de aproximar mais ainda o SUV com o cultuado modelo esportivo do Porsche 911.

O modelo Macan 2019 recebeu uma nova dianteira com suas entradas de ar bem mais largas em seu para-choque, também ganhou novos faróis adaptativos em quatro pontos luminosos com luz de LED e suas rodas de liga leve que também foram modificadas. A sua traseira foi o ponto que houve uma maior mudança, seguindo o que já havia sido feito nos modelos Panamera e também no Cayenne, o SUV ganhou outras novas lanternas que são conectadas com um efeito 3D.

A sua nova central multimídia com 11 polegadas faz com que uma boa parte do painel seja modificado. As suas saídas de ar que eram no centro foram deslocadas para a parte de baixo da sua tela, que são bem próximas a alavanca do seu câmbio. O seu console central possui diversos botões e não foi alterado assim como o seu painel de instrumentos que continua analógico com apenas a sua tela do lado direito.

A empresa não especificou ainda as suas mudanças mecânicas no novo Macan, apenas revelou ter realizado algumas alterações em seu chassi para assim melhorar a dinâmica do seu modelo SUV. Além disso, ele também recebeu umas mudanças no seu sistema de tração, que é integral, o Porsche Traction Management. E os seus novos pneus com características para uma performance aprimorada que foram desenvolvidos para esse novo modelo.

Com certeza ele será um modelo de ponta que misturará de forma muito eficaz toda a esportividade da marca com a segurança e o conforto de uma SUV.

Será um veículo desejável para todos aqueles que procuram um carro altamente moderno e confortável. Além de ser econômico e também potente. Assim como os modelos anteriores de sua montadora.

O mercado automobilístico tem crescido de uma forma muito grande pelo Brasil, fazendo assim com que muitas montadoras invistam em suas novas linhas aqui no país. E com isso os consumidores nacionais têm ganhado muito. Sempre novos modelos de carros, com novas especificações. Fazendo assim com que o mercado fique bem aquecido de novos modelos para compra.

Isso tem ocorrido ao fato da crise econômica que assolava nosso país ter enfim dado uma boa trégua e as coisas de fato ter melhorado financeiramente. Dando certa estabilidade e segurança para que os brasileiros possam novamente investir na compra de um carro zero.

As concessionárias que estavam com uma grande quantidade de carros parados em seus pátios, estão podendo enfim respirar, e para aproveitar essa nova fase econômica e essa grande ascensão do mercado estão apostando em seus novos modelos.

Buscando de fato agradar os gostos do povo brasileiro e assim se tornando sucesso de vendas no nosso país. Com isso quem ganha somos nós mesmos. Tendo a oportunidade de adquirir cada vez mais carros superpotentes e altamente luxuosos. Coisa que antigamente só encontrávamos em carros importados.

Agora as montadoras estão investindo em fábricas e autorizadas em manutenção para seus carros aqui no Brasil.

Tirando todo receio das pessoas em adquirir um carro que antes era mal visto por não ter peças e muito menos manutenção aqui no país.

Graças a essa reviravolta podemos de fato comprar um carro desses sem medo de problemas futuros.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Novas formas de pagamento foram liberadas através da Resolução nº 736 do Contran.

Detrans de todo o Brasil começarão a aceitar o pagamento de multas com cartão de crédito e também de débito, sendo que os valores poderão até mesmo ser parcelados. Em maio a validação deste processo chegou a ser adiada, mas agora já foi liberada, através da resolução nº 736. O Contran – Conselho Nacional de Trânsito, publicou esta resolução no dia 6 deste mês e a medida começou a valar desde a publicação da resolução

O projeto de facilitar a vida dos proprietários de veículos que têm multas não é novo, pois em outubro do ano passado o Contran já tinha liberado o pagamento via cartão, através da resolução nº 697, só que em maio deste ano a resolução simplesmente foi suspensa e o órgão não explicou o motivo. Agora está liberado novamente, porém, as multas inscritas na dívida ativa não podem ser parceladas no cartão, assim como os parcelamentos cadastrados em cobrança administrativa, nem multas que foram geradas por outros órgãos autuadores que não permitem que seja parcelada.

O IPVA também poderá ser pago com cartão, assim como o licenciamento e outros débitos que podem ser parcelados em até 12 vezes, só que neste caso tem juros. Vale lembrar que mesmo o pagamento sendo parcelado, a situação do veículo é regularizada no mesmo instante em que o pagamento parcelado é feito, não é preciso aguardar a quitação da última parcela da prestação.

Todos os órgãos e entidades que fazem parte do STN – Sistema Nacional de Trânsito, que optarem por essa modalidade de pagamento em relação às multas, todos os meses deverão enviar relatórios ao Denatran, informando qual foi o montante arrecadado, sendo tudo discriminado detalhadamente de forma que possa ser feito o controle de repasse ao Funset – Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito. O órgão que não fazer esta prestação de contas terá suspensa a autorização.

Vantagens e desvantagens de pagar multas com cartão

Quando o motorista for multado, o ideal é que ele pague o débito o quanto antes, dentro de suas possibilidades financeiras. Se usar o cartão de débito, não precisará se preocupar tanto, já que o dinheiro será retirado de sua conta imediatamente. A vantagem neste caso é que ele não precisará pagar juros.

Quem optar pelo pagamento via cartão de crédito, precisa ficar atento ao controle financeiro e deixar tudo anotado, para saber que na próxima fatura terá o valor da multa mais os gastos no decorrer do período. Então é preciso verificar se terá todo o dinheiro para quitar o valor total da fatura.

Caso o proprietário do veículo veja que está mais apertado financeiramente, então poderá optar pelo pagamento via cartão de crédito parcelado, assim o valor é dividido em várias vezes e não compromete o controle financeiro, mas tem a desvantagem de que serão cobrados os juros.

Cada um deve analisar suas condições para saber o que é melhor. Não adianta, por exemplo, pagar a multa com o cartão de débito, para evitar juros e quando a fatura do cartão de crédito chegar, não ter como pagar o valor total. Neste caso será pago apenas um valor e no mês seguinte o restante da fatura será cobrado com juros e não são baixos.

Não existe a melhor opção, ou a pior, cada caso deve ser analisado separadamente. O ideal mesmo é o motorista respeitar as leis de trânsito e evitar multas. Mas caso ela seja aplicada em um certo momento, então o jeito é analisar as possibilidades de pagamento e ver a que melhor se encaixa na realidade financeira da pessoa.

A opção de poder pagar com cartões é muito bem-vinda, mas cabe a cada um analisar as possibilidades e escolher a melhor para o seu caso.

Por Russel


Medida busca popularizar veículos híbridos e elétricos no Brasil.

Uma notícia recentemente publicada promete agradar bastante proprietários de carros híbridos e elétricos no Brasil. É que haverá uma redução no valor do IPI, que é o Imposto sobre Produtos Industrializados. A notícia foi divulgada na última sexta-feira, dia 06, e a medida entrará em vigor no mês de novembro.

Essa medida que prometia a redução desse tipo de imposto já estava sendo aguardada, uma vez que foi anunciada no último mês de janeiro pelo governo de Michel Temer. Essa nova medida faz parte de um novo regime automotivo adotado no Brasil, o chamado de Rota 2030- Mobilidade e Logística.

Na atualidade os proprietários de carros elétricos pagam o equivalente a 25% de Imposto, enquanto que os proprietários de carros híbridos pagam um valor entre 7% e 25%, o que é calculado em conformidade com a capacidade volumétrica que o motor possui.

Com a nova medida, a partir do mês de novembro as alíquotas e critérios devem mudar também. Passará a ser considerado no cálculo do IPI o peso do veículo, assim como a sua eficiência energética.

Uma outra novidade que também foi anunciada é a de que os proprietários de veículos híbridos que sejam equipados com motor a combustão do tipo flex (que aceita gasolina e etanol) poderão contar com um desconto de IPI referente a 2 pontos percentuais.

Diante disso, o imposto a a ser cobrado nesses modelos partirá dos 7% chegando a 18%. Porém, no Brasil ainda não existem veículos híbridos que possuem motor flex. Mas isso não deve durar por muito tempo, uma vez que a marca Toyota já trabalha realizando testes com o Prius flex, sendo que ainda não há nada definido em relação a uma data de lanaçamento do carro no mercado nacional.

Antonio Megale, que é o atual presidente da Anfavea, que é a Associação dos Fabricantes, em uma declaração disse que os carros elétricos e híbridos deverão ter preços mais baixos assim que passar a ter validade a redução dos impostos.

Segundo as palavras de Megale, mesmo com os impostos com preços mais "em conta" , o governo não deve oferecer mais nenhum tipo de incentivo. é comum nos países chamados de primeiro mundo a oferta de subsídios por parte dos governos para esse tipo de veículo, mas os brasileiros não devem contar com isso.

No Brasil atualmente são poucas as opções de carros híbridos e elétricos que se encontram para a venda. Um destes que está se tornando bastante popular é o Toyota Prius, um modelo híbrido que custa em torno de R$126,6 mil. Uma pesquisa recentemente realizada apontou que entre os meses de janeiro e junho, foram contabilizadas um total de 1.470 unidades vendidas.

Em termos de impostos, os proprietários de um modelo Prius pagam 13%. Como o modelo possui uma eficiência energética de 1,10 MJ/Km e possui um peso de exatos 1.400 kg, a sua alíquota teria que ser reduzida para algo em torno de 12%. Com isso, o seu valor não deve cair muito.

Está sendo desenvolvida pela Toyota a tecnologia Híbrida equipada com motor de capacidade flex, o que fará com que o IPI possa ser reduzido em até 2 pontos.

Entre os veículos elétricos, o BMW i3 pode ser considerado também uma das raras opções. Com o peso de 1.385 kg, ele consegue se enquadrar na faixa de IPI menor. Contudo, ainda não foram disponibilizadas informações em relação ao índice de eficiência energética que o carro possui.

Nesse sentido, quem possui ou pretende adquirir um veículo híbrido ou elétrico, já poderá contar com essa redução no IPI a partir do dia 1º do mês de novembro.

Sirlene Montes


Nova linha traz itens que são as opções mais procuradas em veículos do tipo SUV.

Sem perder o foco no mercado automobilístico brasileiro, a JAC Motors volta novamente a surpreender o mercador brasileiro e traz o novo T5 2018, atualmente, um sucesso de vendas em terras chinesas.

Semelhanças à parte com os demais automóveis da concorrência e na mesma categoria, a montadora chinesa tem demonstrado ao longo dos anos uma evolução para melhor de seus modelos, principalmente, pelo fato de que, a cada nova geração, os veículos mostram uma adaptação cada vez melhor à realidade das ruas e estradas brasileiras.

Apesar das melhorias sistemáticas, o novo modelo ainda em sido alvo de algumas críticas, especialmente, em relação a seu sistema de suspensão mecânica, que, segundo alguns comentários, ainda é um pouco desconfortável pelo fato de ser um pouco dura.

Mesmo com estes pequenos detalhes, segundo os especialistas, o T5 2018 apresenta uma relação custo/benefício muito mais vantajosa em relação aos seus concorrentes da mesma categoria. Por isso, não vai ser difícil recomendar o novo veículo dentre as várias opções do mercado na hora do consumidor decidir ou não pela compra.

O novo T5 vem com itens que não faz feio aos concorrentes

As constantes melhorias da geração JAC no Brasil dotaram o novo modelo de recursos que podem trazer uma boa satisfação aos seus consumidores.

Por exemplo, a nova versão vem com os seguintes itens: Controle eletrônico de tração e de estabilidade, assistente para partidas em locais de aclive e declive acentuados, monitoramento automático da calibragem dos pneus e ar condicionado digital individual.

Estas e outras vantagens fazem parte da nova linha e são as opções mais procuradas em veículos do tipo SUV.

Os chineses querem desafiar os concorrentes brasileiros

A partir do momento em que os chineses decidiram investir numa marca que pudesse ‘sacudir’ o mercado de automóveis no Brasil, eles passaram a adotar uma estratégia bastante desafiadora: Oferecer bons veículos com vários opcionais disponíveis e que não elevasse o preço de revenda. A geração 2018 do T5 veio para cumprir esta meta.

Se você é um consumidor que gosta de saber detalhes sobre mecânica, então, vai gostar da configuração do motor do novo modelo.

O novo T5 vem com o motor 1.5 de 16 válvulas e do tipo Flex. Para a sua categoria, ele mostra um rendimento bem interessante: 127cv. Neste quesito, os chineses não esqueceram que a relação etanol/ gasolina vem dando muito certo para os SUVs brasileiros.

Os especialistas de plantão falam que para rodar na cidade, o motor é bastante satisfatório. Agora, na estrada, parece que ele demora alguns segundos para responder bem ao pé do motorista.

Na hora da compra, o consumidor vai poder escolher entre o tipo manual ou o automático, ambos, de seis marchas do tipo CVT.

Afora os itens já listados aqui, o novo modelo vem ainda com uma série de opções que vão balançar o comprador se ele estiver pensando em outra marca.

São elas: Freio ABS nas quatro rodas, barras reforçadas de proteção lateral, airbags do tipo frontal e em duplo composição, cintos de três pontas, sistema de travamento automático das portas, caso, o carro atinja a velocidade de pelo menos 15 Km/h, sistema de travas elétricas e de destravamento à distância das portas e do porta-malas.

Com relação ao preço, a JAC Motors teve a grande preocupação de colocar no mercado um veículo que tivesse um custo relativamente acessível, mas que pudesse oferecer benefícios aos seus usuários como segurança, conforto e economia.

Caso você esteja pensando em levar um para a sua garagem de casa, terá que desembolsar a quantia de R$ 74.000,00.

Por Emmanoel Gomes

JAC T5 2019

JAC T5 2019

JAC T5 2019

JAC T5 2019


O JAC T40 2018 é muito espaçoso e moderno. Confira suas características.

O JAC T40 2018 é um carro muito completo e cheio de detalhes impressionantes. Seu design é muito luxuoso e de parar o trânsito. Além disso, ele possui muita potência além de acessórios modernos que deixam esse carro ainda mais completo. O JAC T40 2018 é muito espaçoso e ideal para quem gosta de andar com o carro cheio ou tem uma família grande. Além disso, ele é muito confortável o que torna todas as viagens dentro do carro inesquecíveis. Abaixo trazemos várias informações sobre esse modelo.

O que vamos encontrar no interior do JAC T40 2018?

Na parte interna desse carro, vamos encontrar muito conforto e tecnologia à altura da marca. Algumas dessas tecnologias são: Sistema Connect Front Câmera que funciona junto com o aplicativo da Jac View, com eles os usuários do carro podem registrar filmes com áudio e tirar fotos dos percursos feitos com o carro. Além disso, o usuário tem um painel moderno e bancos confortáveis e modernos.

Veja os itens de série do JAC T40 2018

Os itens de série são muito importantes no complemento do funcionamento de qualquer carro. E isso não seria diferente com o JAC T40 2018. A marca pensou com cuidado e montou essa máquina com itens indispensáveis para qualquer usuário. Veja abaixo os principais itens do JAC T40 2018:

– Entrada USB

– Vidros elétricos

– Entrada auxiliar

– Ar condicionado analógico

– Câmera de ré

– Computador de bordo

– Bluetooth

– 4 Alto-falantes-falantes e 2 Tweeters

– Kit multimídia com tela de 8 polegadas

– Volante revestido em couro

– JAC Connect Front Câmera

Porta-malas gigante

Outro destaque desse carro é seu porta-malas que é gigante, ele possui 450 litros de espaço para guardar muitas coisas variadas. Esse espaço é indicado para aquelas pessoas que precisam transportar algum tipo de bagagem diariamente e não querem comprometer o espaço interno do seu carro. Por ser um carro espaço e com porta-malas espaçoso, ele é indicado para mulheres também.

JAC T40 2018 tem alto valor de mercado

Quando se fala em JAC T40 2018, temos a certeza que se trata de um carro totalmente equipado e muito moderno. Além desses detalhes citados, ele ainda possui design muito luxuoso e que convence qualquer consumidor de carro a comprá-lo. O valor inicial da versão de entrada desse modelo é de R$57.990,00 e a sua versão mais completa custa R$57.990,00. Há quem diga que esse valor é muito alto, mas olhando de forma objetiva, é possível perceber que esse carro vale cada centavo. Pois ele é muito completo e tem estimativa de anos de duração funcionando perfeitamente.

Consumo médio bem agradável

O consumo médio desse carro é bom e promete agradar aos consumidores desse modelo. Além de ajudar na economia com o combustível, esse consumo ajuda no desempenho do motor.

Veja o consumo:

Na estrada

Seu consumo médio é de 11,4 km/l.

Na cidade

Seu consumo médio é de 7,8 km/l.

JAC T40 2018 é um carro grande e chamativo

Esse carro tem medidas grandes e por isso podemos afirmar que ele é um carrão. E é justamente por isso que ele vai chamar atenção de todos por onde passar. Além do seu tamanho, ele possui design bem luxuoso e também robusto. Então esse carro não é indicado para os usuários que gostam de descrição. Na sua área externa é possível perceber grandes faróis com desenho em moderno e na parte da frente o destaque vai para a grade redesenhada que é a responsável pelo toque robusto dessa máquina.

Motorização desse carro

O motor do JAC T40 2018 é o 1.5 VVT 16V Jet Flex que faz a potência máxima de 125 cv. Possui transmissão manual de 5 marchas e sua velocidade máxima é 191 km/h. Ele é um carro bem potente e que vai surpreender na pista.

Essas são as informações sobre o JAC T40 2018!

Por Cristiane Amaral

JAC T40 2018

JAC T40 2018


Modelo começou a ser fabricado no Brasil e promete agradar ainda mais aos usuários por sua tecnologia e potência.

No ano passado, o modelo foi apresentado ao mundo todo, no Salão de Frankfurt, na Alemanha e agora a próxima geração do BMW X3 M40i chega com muito mais potência e para superar os concorrentes, também mais tecnológico. A marca investiu pesado no modelo e espera que sua aposta seja uma das favoritas no mercado de SUVs. A produção na fábrica de Araquari, em Santa Catarina, já começou e a empresa está empolgada com as expectativas.

O motor de 6 cilindros e as mudanças no design, deixam a versão mais esportiva. O motor 6 cilindros e 2 turbocompressores gêmeos são capazes de oferecerem uma potência de 360 cv, ou seja, 54 cv a mais que o modelo anterior. Quem está à procura de um modelo nesta linha e a potência é uma de suas preocupações, certamente irá ficar interessado no BMW X3 M40i, que tem câmbio automático esportivo com 8 marchas.

As marchas também podem ser trocadas pelas alavancas localizadas bem próximas às mãos do motorista, proporcionando maior comodidade e segurança, seja nas estradas ou nas ruas e avenidas. O modelo ficará bem ao lado das opções da Série 3, X4 e também X1 na planta. Os investimentos foram acima de R$ 1 bilhão e o consumidor pode ser preparar, porque serão muitas novidades para conferir e comparar com os concorrentes. Apesar de tanto dinheiro investido no novo modelo, o X2 ainda continua sendo apontado como o favorito para alavancar as vendas, mesmo assim, o BMW X3 M40i continua recebendo atenção especial por parte da montadora.

O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h. O sistema multimídia de 12" conta com tecnologia de ponta e um sistema semiautônomo para condução, além de um chip que proporciona conexão à internet. Este é só o começo dos itens tecnológicos presentes. A lista de equipamentos é ampla e traz volante revestido em couro, teto solar panorâmico e o ar-condicionado é automático digital com controle de 3 zonas. Os bancos foram desenhados exclusivamente para garantir maior conforto e oferece ajuste de lombar, mas também tem um formato diferenciado, deixando o visual mais esportivo também por dentro do veículo. Os assentos de trás são tripartidos e o veículo ainda conta com o moderno sistema de som Surround Harman Kardon.

O motorista ainda tem uma ferramenta que lhe permite ter acesso a diversas informações sobre o trânsito, além de chamadas de emergência, entre outros serviços. Graças ao Apple CarPlay, é possível transferir para o sistema do carro várias funcionalidades presentes no iPhone.

Por fora, uma série de mudanças que deixam o BMW X3 M40i com estilo de esportivo, começando pelos faróis de LED adaptativos, a linha de cintura ficou um pouco mais alta, o para-choque dianteiro foi redesenhado e teve mudança também nas lanternas traseiras. Quem faz questão de ter um carro com design moderno, não vai se decepcionar quando se deparar com o BMW X3 M40i.

O diretor de produção em Araquari, Otávio Rodacoswiski, informou que o BMW X3 M40i sendo produzido nesta unidade, prova que a empresa tem altíssima capacidade de flexibilidade para toda linha, proporcionando os mesmos padrões de qualidade e tecnologia que são encontrados nas demais unidades do BMW Group, no mundo todo. Rodacoswiski ainda fez questão de ressaltar que a empresa está comprometida com os colaboradores e tem batalhado para cada vez mais oferecer os mesmos padrões globais encontrados em outros países.

O BMW X3 M40i é muito mais que um modelo bonito, ele é potente, ganhou um visual moderno e a qualidade do material está presente em todos os itens, isto pode ser observado facilmente no interior do carro. É um modelo que realmente irá dar trabalho à concorrência.

Por Russel

BMW X3 M40i


Confira aqui os descontos ofertados pela Volkswagen para Pessoa Jurídica.

Todas as empresas precisam ter um veículo, seja para a entrega de produtos, transporte, ou para agilizar alguns serviços no dia a dia, sendo que em alguns casos, dependendo da área de atuação, a empresa precisa contar com mais de um veículo. Por isso é bom que os empresários saibam que eles podem contar com um desconto generoso na hora de comprar um carro, se este for utilizado para a empresa. As companhias fabricantes de veículos disponibilizam este desconto quando a compra é feita através de um CNPJ.

Cada montadora oferece sua tabela de desconto e ele varia de acordo com o modelo e também com a quantidade de carros adquiridos. Ainda há casos em que a montadora oferece um desconto maior, quando no estoque há uma quantidade maior de determinado modelo. A Volkswagen é uma das empresas que oferece bons descontos para empresas que desejam comprar carros 0 Km, inclusive para a picape Saveiro, a Amarok, o sedã compacto Voyage, entre outros.

A empresa alemã disponibiliza em seu site corporativo vários modelos com super descontos, para quem comprar utilizando o CNPJ, confira algumas destas opções:

Gol Trendline 1.0: de R$ 42.990 por R$ 38.691

esse modelo vem com motor 1.0 flex de 3 cilindros, com 82 cv e 10,4 kgfm de torque. A transmissão é manual de 5 velocidades e são vários itens de série, como direção hidráulica, ar-condicionado, desembaçador vidro traseiro, entre outros. Tem outras configurações para este modelo, como o Comfortline 1.0 e 1.6, além do Track 1.0.

Voyage Trendline 1.0: de R$ 49.990 por R$ 42.491

Outro modelo que as empresas podem comprar com um generoso desconto é o sedã Voyage, que na opção de entrada vem com motor 1.0 flex, transmissão manual e na lista dos itens de série conta com a mesma configuração do Gol Trendline 1.0. Este modelo está disponível também nas versões Comfortline 1.0 e 1.6, Trendline e a Highline 1.6 que tem transmissão automática i-Motion.

Polo 1.0 – de R$ 49.990 por R$ 47.490

O recente lançamento da Volkswagen é outra opção que as empresas podem adquirir, fazendo a compra através de seu CNPJ. O motor 1.0 é de transmissão manual de 5 marchas, 84 cv com 10,4 kgfm, vem com 4 airbags, todos os vidros com travas elétricas, alarme com controle remoto, direção elétrica, ar-condicionado, Bluetooth, regulagem altura para o banco do motorista, Isofix, entre outras opções. Tem ainda as opções 1.6, Comfortline 200 TSI e a Highline 200 TSI.

SpaceFox Trandeline 1.6: de R$ 59.160 por R$ 53.835

Esta é uma perua com muita tecnologia, conforto e as empresas podem comprá-la com este descontão. O modelo conta com motor 1.6 flex, 4 cilindros, 104 cv e 15,6 kgfm. O câmbio é manual de 5 marchas, mas também tem com câmbio automatizado i-Motion como opcional. Entre os itens de série tem sensores de estacionamento traseiro e também dianteiro, direção hidráulica, Bluetooth, Isofix, rodas aro 15 e calotas, abertura por controle remoto da tampa do porta-malas e muito mais.

Saveiro Robust CS 1.6: de R$ 47.490 por R$ 37.992

Este modelo com cabine simples vem com motor 1.6 flex, 104 cv e 15,6 kgfm, com câmbio manual de 5 velocidades. Os empresários podem adquiri-la com este descontaço. O modelo é com freio a disco nas 4 rodas, aviso de frenagem emergencial, protetor de caçamba, ajuste de altura para o banco do motorista, entre outras opções.

Amarok S CD: de R$ 132.210 por R$ 103.123
Na versão S, a Amarok pode ser comprada com um desconto de quase 30 mil reais. O motor 2.0 TDI turbodiesel de 4 cilindros, garante 140 cv e 34,7 kgfm. A lista de itens de série é vasta, com muitas opções, entre elas o assistente de partida em rampas, faróis e lanternas de neblina, entre muitos outros. Tem a versão S cabine simples, SE cabine dupla, Trendline cabine dupla, Highline cabine dupla e Highline Extreme cabine dupla.

A empresa interessada em comprar um veículo da Volkswagen com este super desconto para compras com CNPJ, deve entrar em contato com a montadora e conferir a tabela, para ver qual modelo lhe atenderá melhor.

Por Russel


Novo modelo da Toyota será lançado no Brasil nas versões hatch e sedan.

O novo Toyota Yaris é lançado no Brasil nas versões hatch e sedan, com motores 1.3 e 1.5, tendo a dura missão de superar a concorrência, tarefa nada fácil, já que os modelos disponíveis no mercado estão conquistando o consumidor e esta promete ser uma disputa difícil. Nesta última quinta-feira, dia 7, a Toyota apresentou as duas versões do Yaris para o mercado brasileiro e confirmou que a produção começa já neste mês.

Os preços do Toyota Yaris começam em R$ 59.590 e vão até R$ 79.990, tudo vai depender da versão escolhida pelo consumidor e o que ele irá querer acrescentar em seu novo carro. O modelo hatch terá motor 1.3, enquanto o motor 1.5 será para hatch e também sedan, sendo o mesmo modelo do Etios, só que passou por uma ligeira mudança e consegue oferecer um pouco mais de potência. A intenção da Toyota é ocupar o espaço que ficou entre o Etios e o Corolla.

A meta da montadora é vender pelo menos 5.800 unidades por mês, o que para alguns especialistas é um número bastante elevado, já que a crise no Brasil se agravou e o cenário não anda favorável às vendas de carros 0Km, mas a Toyota manteve esta estimativa e foi mais além, determinando que 45% das vendas devem ser do sedã e 55% do hatch.

Ainda em relação às vendas, 95% deve ser de modelo com câmbio automático CVT e apenas 5% dos consumidores deverão optar pela transmissão manual. Estes números podem apontar uma nova tendência do mercado, com preferência para o câmbio automático, mas também pode ser simplesmente o desejo da montadora de forçar mais a venda do modelo e menos do que tem câmbio automático. Seja como for, a decisão final continua sendo do consumidor e dentro de alguns meses as estatísticas estarão mostrando qual foi a opção que teve maior procura.

E o foco da Toyota agora é no Yaris, tanto é que as versões Platinum e XLS do Etios estão sendo deixadas de lado, elas não serão mais vendidas, pois a montadora quer ter seu novo modelo se destacando entre os que estão comercializando. Realmente será preciso muito empenho para garantir boas vendas, pois o Yaris vai bater de frente no mercado nacional com o Volkswagen Polo, o Honda Fit, o Peugeot 208 e o Ford Fiesta, modelos que estão indo muito bem e ainda tem as versões mais caras, mas que estão chamando a atenção do consumidor, entre elas o Argo da Fiat e o HB20 da Hyundai.

No caso da versão sedã do Yaris, a disputa pelo consumidor será com o Honda City, o Virtus da Volkswagen, o Cobalt da Chevrolet e também o Cronos da Fiat.

Em relação ao tamanho, o Yaris hatch é bem generoso, com seus 4,14 metros de comprimento e de largura tem 1,73 metros. A distância entre-eixos é de 2,55 m e a altura de 1,49 m. No caso do sedan, as medidas são as mesmas, exceto o comprimento, que é um pouco maior, tendo 4,42 metros. O porta-malas é de 310 litros para a versão hatch e 473 litros para o sedan, sendo que em relação ao tamanho do taque de combustível, para ambos o tamanho é de 45 litros.

E com tantos bons concorrentes no mercado nacional, a Toyota resolveu apostar em uma lista com variados itens de série para as duas versões do Yaris, oferecendo ar-condicionado, comandos no volante, rodas de 15 polegadas de liga leve, faróis com acendimento automático, entre outras opções.

O Yaris tem um visual arrojado, com linhas modernas, material de qualidade em seu interior, mas não se preocupou apenas com a beleza, a Toyota também ficou atenta à parte de segurança, por isso as duas versões trazem controle de tração e estabilidade, faróis de neblina, airbag duplo, assistente de rampa e até frenagem com ABS.

Por Russel

Toyota Yaris 2019

Toyota Yaris 2019

Toyota Yaris 2019


Saiba aqui como cacular o melhor combustível para seu automóvel.

Quem tem carro bicombustível, quase sempre fica em dúvida quando chega a um posto, pois não sabe se abastece com etanol ou gasolina. A questão é que o preço do álcool é sempre mais barato, entretanto, isso não é garantia de economia, pois será preciso encher mais o tanque para rodar a mesma distância que seria com gasolina.

Com essa greve dos caminhoneiros, a situação ficou ainda mais complicada, porque em várias cidades do Brasil, o preço da gasolina disparou e com a diferença para o etanol aumentando, fica quase impossível resistir a optar pela segunda opção, mas será que vale a pena?

É preciso fazer a conta para saber o que de fato gera maior economia e a fórmula é relativamente simples, podendo ser aplicada sempre que se chegar ao posto de combustível. O consumidor deverá pegar o preço da gasolina, multiplicar por 0,70 e o resultado deverá ser comparado ao litro do etanol, sendo que o mais barato é que deverá ser comprado.

Para entender melhor como funcionar, vamos supor que o litro da gasolina seja R$ 5,00. Então a fórmula fica assim: R$ 5,00 x 0,70 = R$ 3,50. Se o litro do álcool custar menos de R$ 3,50 então é melhor optar por ele, se custar mais, então é mais vantajoso abastecer com gasolina.

Veja este outro exemplo, supondo que o litro da gasolina seja R$ 4,80, então a fórmula fica assim: R$ 4,80 x 0,70 = R$ 3,36. Agora é só comparar com o preço do litro do álcool e optar por aquele que for mais barato.

Esta fórmula ajuda, mas não é eficaz em 100% dos casos, pois cada veículo tem um rendimento, por isso é bom que o motorista conheça bem seu próprio carro. Há modelos que rodam mais com álcool, outros menos. O ideal é que cada proprietário faça um teste com seu automóvel, abastecendo uma semana com etanol e anotando a quilometragem, depois usando gasolina e anotando novamente, para então saber quantos quilômetros o carro faz com ambos. Sabendo disso, ficará mais fácil usar a fórmula, sendo que em alguns casos ao invés de multiplicar por 0,70 é preciso mudar para 0,60 ou 0,80 e até algum outro valor, para chegar à média exata.

Outro fator muito importante nesta conta é se o carro está regulado, com a manutenção em dia e com os pneus calibrados. Tudo isso pesa muito no consumo do veículo, por isso é bom levar o veículo a um mecânico de confiança e certificar-se que tudo está funcionando corretamente.

E ainda que o carro esteja com a manutenção em dia e pneus calibrados, tem um outro fator que ainda precisa ser levado em consideração nesta conta, que é o próprio motorista. A forma como o veículo é conduzido pode fazer com que ele gaste mais ou menos combustível. Ficar acelerando demais, trocar de marchas de forma irregular ou demorada, tudo isso vai faz com que no dia a dia, o consumo seja maior do que deveria e no final do mês, fará uma grande diferença.

Por fim, o condutor pode, e deve, contar com a tecnologia para tentar economizar mais, utilizando os aplicativos de mapas para traçar o melhor caminho, sendo que muitas vezes, o trajeto mais breve não é o mais curto, mas aquele que também evita passar na porta de escola nos horários de entrada e saída dos estudantes, assim como é bom evitar avenidas congestionadas. Há vários aplicativos para Android e também iOS, que além de mostrar o mapa, também indica quais são as ruas e avenidas com maior fluxo de veículos, assim é possível evitá-las.

Tomando todos estes cuidados, certamente o motorista estará economizando dia após dias e depois de um longo período verá que valeu a pena todo o esforço, já que vai sobrar mais dinheiro na hora de abastecer.

Por Russel


Saiba aqui as principais novidades presentes no Ford Ranger 2018.

A Ford Ranger de 2018 já está disponível no Brasil e vem nas seguintes versões: XLS; XLT e Limited. Veja abaixo mais informações sobre cada versão:

Versão XLS:

Essa versão vem com os seguintes equipamentos:

Itens de Segurança: Frenagem de emergência, controle de estabilidade, controle de tração, direção elétrica, 7 airbags, os retrovisores são elétricos, trio elétrico, farol de neblina, sistema anticapotamento, controle de carga, assist. de partida em rampas, Sistema Isofix (para melhor fixamento das cadeiras infantis) e diferencial blocante na parte traseira.

Possui ainda piloto automático, caçamba com iluminação, rodas de liga leve com aro de 17” e pneus 265/ 60 R 17.

Na parte interna, a versão vem ajuste de altura e lombar no banco do motorista, comp. de bordo, ar-cond., função SYNC com uma tela de 4,2”, com AppLink (sistema com o qual o usuário pode acessar os aplicativos do smartphone) e com Assistente de Emergência.

Versão XLT:

Vem com os Itens citados acima, mais:

Itens de segurança: Essa versão vem com os monitores de pressão nos pneus.

Também fazem parte do pacote de equipamentos a câmera de ré, o sensor de estacionamento da parte traseira, rebatimento elétrico e pisca nos retrovisores, os estribos nas laterais do veículo, as portas e os vidros que possuem abertura e fechamento global, as chaves MyKey, projetores nos faróis, faróis que possuem ajuste de altura, comando de voz para telefone, áudio, climatização e navegação e santo Antônio tubular.

Na parte interna ele possui um ar-cond. automático e digital que possui controle individual para motorista e passageiro, o descansa-braço central, que é conectado com banco traseiro, um cluster que entrega duas telas de 4”, que são configuradas por comandos presentes no volante, Android Auto e o Apple CarPlay, duas entradas para USB, função SYNC com tela de 8” que possui o GPS, bancos e volante revestido de couro, console central com compartimento aclimatado.

Em relação ao seu visual, a grade do radiador, as capas dos retrovisores, as maçanetas e o para-choque da parte traseira possuem uma tonalidade cromada.

Versão Limited:

Possui os Itens informados nas versões anteriores, mais:

Itens de Segurança: Esse modelo possui o sist. de permanência na faixa, sistema anticapotamento, o espelho do retrovisor interno é eletrocrômico e há também o alerta de colisão e controle de cruzeiro adaptável.

A versão também entrega os sensores de estacionamento (parte dianteira e traseira) e de chuva, o farol alto que é automático e, acendimento automático e projetores nos demais faróis.

Na parte interna, o veículo vem o ar-cond. que é automático e digital dual zone, e banco elétrico em 8 posições para o motorista.

Na parte externa há o santo antônio estilizado, os faróis com acabamento em tom cromado, o protetor para caçamba, a capota marítima, o bagageiro do teto e as rodas de liga-leve com aro de 18” com pneus 265/65 R 18.

Veja abaixo a relação de preços de cada versão:

  • A versão XLS com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 106.990
  • A versão XLT com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 118.420
  • A versão Limited com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 126.490
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×2 MT sai pelo valor de R$ 139.270
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 MT sai pelo valor de R$ 151.470
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 159.460
  • A versão Sportrac com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 165.860
  • A versão Ranger XLT com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 178.100
  • A versão Limited com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 190.190

Novidades:

Em relação as novidades apresentadas esse ano, a Ford inseriu uma versão especial, a Sportrac, além de uma nova versão de entrada, que vem com motor Turbodiesel.

A Ford também inseriu novos itens de série em todas a versões da linha.

Rosângela Rodrigues


Confira aqui as primeiras imagens do conceito que deverá ser utilizado no novo carro.

A volta do modelo Lancer da Mitsubishi, para o mercado mundial, já vem sendo preparada pela marca. Após uma entrevista, concedida por Trevor Mann, o chefe da Mitsubishi, ao site inglês Auto Express, alguns detalhes sobre esses planos foram dados, entrevista que por um lado sanou um pouco da curiosidade sobre o que vem por aí, mas por outro aumentou ainda mais as expectativas em relação ao que vem sendo preparado pela marca.

O modelo ainda é fabricado na versão sedã, tanto no Brasil como na China. Na China, a nova geração do modelo foi divulgada e ele continuou sendo fabricado nessa versão, porém, aqui para o Brasil o modelo Lancer não será mais fabricado na versão sedã, como aconteceu no mercado asiático, pois a nova geração virá em uma versão hatchback mesclada com SUV. Essa nova versão vem para bater de frente com modelos como o Golf da Volkswagen, o Focus da Ford, o C- HR da Toyota e o HR-V da Honda.

Em entrevista ao site britânico Auto Express, Trevor Mann deu a entender que o modelo pode se tornar um crossover, na sua próxima versão.

O chefe da Marca disse que a empresa possui um plano de longa escala para seus produtos. Segundo ele, esse plano é bastante sólido, até o ano de 2025 e depois disso vem uma reticência. Trevor Mann explicou que ao conversarem sobre isso, eles pensaram em algumas questões, como quais modelos a marca queria produzir e no que eles iriam trabalhar. O chefe da Mitsubishi disse que vão lançar novos AX, L200 Triton e Outlander e que, lançarão ainda, mais dois modelos, o Pajero e o Lancer.

Para ele, o modelo Lancer, é certamente o mais simples, pois a marca acredita ter a solução para entrar no segmento. Ele diz que esse segmento de hatches médios, por exemplo o Focus e o Golf, não estão em baixa pelo mundo, apenas nos EUA e na Europa vem caindo um pouco, porém, na China os números em relação a aceitação dessa versão vêm crescendo. Trevor Mann enxerga esse crescimento como um apelo e diz que a marca acha, que por ser um segmento bem grande ao redor do mundo, vale a pena pensar sobre isso.

Baseando-se pela fala do chefe da Mitsubishi, poderíamos deduzir que a próxima versão do Lancer seria um hatch de tamanho médio, mas Tsunehiro Kunimoto, o líder da equipe de design, da Mitsubishi, disse que apesar de ser do segmento C, o modelo não tem que ser um hatchback tradicional. Para ele, é possível inovar e lançar uma nova categoria de hatchback. De acordo com ele, a marca está pensando de maneira radical, pois assim como a consistência faz parte da filosofia de design da marca, a originalidade também faz. Questionado sobre como seria esse novo tipo de hatch, ele diz que considera o conceito e-Evolution o ideal, para a nova versão do Lancer.

Atualmente a Mitsubishi faz parte da Aliança Renault-Nissan, portanto, espera-se que a marca aproveite a mecânica da empresa e adote a plataforma CMF C/ D, no novo modelo do Lancer, pois além de ter um tamanho ideal, a plataforma consegue trabalhar com sistema de tração nas 4 rodas e aderir a motorização hibrida. Também se espera que a marca inclua uma versão plug – in, modelo que possuem maior autonomia na eletricidade e que podem ser recarregado diretamente nas tomadas.

Apesar das especulações e das novidades que vem surgindo, espera-se que essa versão do Lancer seja lançada somente após o ano de 2025, já que é nesse período que a marca encerra sua estratégia atual de veículos.

Lorena Ruiz


Hyundai Creta 2018 vem com design robusto e muitos itens de série. É um carro completo e ideal para os consumidores que gostam de modernidade e conforto.

O Hyundai Creta 2018 é um carro que traz como uma grande característica a beleza. Ele possui muitos detalhes que o tornam único. Além disso, ele possui muitos itens de série que ajudam compor o lado moderno desse carro. Um ponto positivo desse carro é que ele é robusto e ideal para rodar na estrada e também na cidade. O que o usuário precisa saber é que ele dificilmente vai deixá-lo na mão. E talvez seja por esses motivos que ele será um grande sucesso de vendas, mesmo com muitos concorrentes à sua altura. Então vamos a alguns detalhes desse carro incrivelmente moderno.

Hyundai Creta 2018 tem interior sofisticado

O Hyundai Creta 2018 não é um carro moderno só por fora, ele tem seu charme na parte interna também. Ele possui muitos detalhes encantadores que dão um toque de luxo e são notáveis logo que se entra no carro. O consumidor vai encontrar na parte interna os seguintes detalhes: Multimídia com tela de 7 polegadas, bancos de couros lindos e confortáveis, sistema Android Auto que tem funções como: Google Maps e Waze que são fundamentais para ajudar o motorista quando ele estiver dirigindo entre outros detalhes.

Carro com muitos acessórios modernos

Os itens de série são muito analisados pelos consumidores na hora de pesquisar por um modelo de carro a ser comprado. E essa importância é justificada pelo simples fato que: Os itens de série são indispensáveis em qualquer carro. Eles são mais segurança aos ocupantes, conforto, beleza e modernidade. E o Hyundai Creta 2018 caprichou nesses itens, veja abaixo a maioria dos itens de série da versão de entrada:

– Alarme

– Volante com ajuste de altura e profundidade

– Direção elétrica

– Sistema multimídia com rádio AM/FM

– Rodas de liga leve aro 16

– Monitoramento de pressão dos pneus

– Banco do motorista com regulagem de altura

– Entrada USB

– Painel central com cores cinza/preto

– Ar-condicionado

– Freios ABS

– Alavanca de câmbio em couro

– Alerta do cinto de segurança dos passageiros e do motorista

– Sistema Stop & Go

Entre outros.

Veja os itens de série da versão Top de linha

– Bancos do motorista em couro e na cor marrom e com sistema de ventilação

– Retrovisores com rebatimento elétrico

– Airbags laterais e com cortinas

– Computador de bordo

– Volante com novos comandos

– Ar-condicionado digital e automático

– Câmera de rá dinâmica

Entre outros.

Detalhes externos desse carro

Agora vamos falar sobre a parte externa do Hyundai Creta 2018, que possui muitos detalhes positivos e o torna mais completo ainda. Ele é um carro grande e com padrão avantajado, possui detalhes marcantes em seu estilo sóbrio. Sua versão nova tem contornos diferentes na parte do para-choque. Além disso, ele possui uma grade diferenciada com formato hexagonal, que torna esse modelo bem moderno. Ele possui também faróis de neblina.

Vamos falar sobre o motor do Hyundai Creta 2018

As versões do Hyundai Creta 2018 possuem dois tipos de motores, ambos têm ótima potência e desempenho. E essas opções são escolhidas de acordo com a versão do carro.

A primeira opção é o motor 1.6 que é aspirado e possui câmbio manual de 6 marchas. Ele faz a 130 cv de potência máxima se abastecido com etanol. Seu torque máximo é de 16,5 kgfm.

A segunda opção de motor é o 2.0 ele possui cabeçote de alumínio e coando de válvulas variáveis. É um motor bem moderno e potente, ele faz 166 cv de potência máxima se abastecido com etanol. Seu torque máximo é de 20,5 kgfm.

Valores das versões do Hyundai Creta 2018

São sete versões desse carro e vou falar apenas três modelos e valores.

– Hyundai Creta Prestigie 2.0 AT 2018 (versão top de linha) R$99.990,00

– Hyundai Creta Pulse 1.6 MT 2018 (versão média) R$78.790,00

– Hyundai Creta Attitude 1.6 AT (PcD) 2018 (versão de entrada) R$69.990,00

Consumo médio da versão de entrada

O Hyundai Creta 2018 tem um ótimo consumo nas duas formas de combustível. Veja abaixo.

Na estrada

Ele faz 11,7 km/l com gasolina e 8,2 km/l com etanol

Na cidade

Ele faz 10,4 km/l com gasolina e 7,6 km/l com etanol

O Hyundai Creta 2018 é um carro completo e ideal para os consumidores que gostam de modernidade e conforto!

Por Cristiane Amaral

Hyundai Creta 2018


Confira aqui a ficha técnica e as novidades presentes no Toyota Yaris 2018.

A aposta da Toyota para concorrer na categoria do Volkswagen Polo e do Honda City será o Yaris nacional, que vem a ser lançado em maio, com custo variando entre R$ 60.000,00 e R$ 80.000,00. Em novembro, a versão sedã Yaris será apresentada somente no Salão do Automóvel de São Paulo.

Junto com o hatch, o sedã será fabricado em Sorocaba, no estado de São Paulo, a partir de uma versão evoluída da plataforma Etios, chamada de EFC (Entry Family Car).

Há quem diga que o Yaris já está rodando em testes no interior de São Paulo. No momento, o modelo só está disponível na Tailândia, em um motor 1.2 de 86 CV, com transmissão automática CVT.

Medidas

O Yaris Hatch mede 4,14 metros de comprimento, 1,73 metro de largura, 1,45 metro de altura, 2,55 metros de distância entre eixos. Além disso, seu porta-mala comporta 300 litros (que é a mesma capacidade do compartimento do hatch da Volkswagen).

Mecanismos

Na linha Yaris, a motorização prevista será a 1.8, de 16 válvulas flex, que rende até 144 cv de potência e 18,6 kgfm de torque com etanol. Tudo isso combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT (variação contínua).

Ademais, o Yaris virá equipado de uma série com controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, isofix, encosto de cadeira para todos os ocupantes, cinto de três pontos, além de 4 airbags (versões mais caras apresentarão airbags de cortina e para o joelho do motorista). A nova versão sedã do Yaris contém rodas de liga leve de 16 polegadas.

Além disso, conta com um volante multifuncional, com teclas de computador de bordo, sistema de som, piloto automático e telefonia, junto de revestimento de couro. Apresentam também os componentes clássicos, como o GPS, leitor de CD e DVD, rádio, bluetooth, câmera de ré, ar-condicionado digital e entradas USB, SD e HDMI. Também garantem que a central multimídia sensível ao toque é completa e de uso intuitivo.

Seu sistema de direção tem um ótimo nível de assistência confortável nas manobras, além de vir com peso suficiente para transmitir segurança até mesmo nas velocidades mais elevadas.

Desenho

Seu desenho apresenta um upgrade em relação ao tão comentado Etios e causa uma boa impressão à primeira vista. Ele também se assemelha bastante ao Nissan Versa.

As maçanetas têm acabamento cromado (apenas na versão mais equipada) e os retrovisores ganham um aplique preto brilhante. Apresenta luz de posição (lanterna), na forma de um filete de led, na traseira, na tampa do porta-malas e na lateral da carroceria, o que deixa o carro com um ar mais sofisticado.

No momento, o Yaris ainda não passou pelos testes de segurança, mas a Toyota assegura sua construção com ligas de altíssima resistência. Tem previsão de chegada ao Brasil em maio de 2018.

Até o momento, ainda é difícil definir um veredito final. Comparando com as grandes promessas da Volkswagen, da Fiat e da Honda, a competição fica acirrada. Portanto, é necessário esperar a estreia para declarar o vencedor.

Ficha técnica – Toyota Yaris

  • Preço estimado: entre R$ 60.000 e R$ 80.000;
  • Dimensões: comprimento: 442,5 cm, largura: 173 cm, altura: 147,5 cm, entre-eixos: 255 cm, peso: 1.470 kg, tanque: 42l, porta-malas: 473l;
  • Motor: gasolina, diant., transv., 4 cil. em linha, 1.1197 cm3, 16V, 72,2 x 72,5 mm, 11,5:1, 86 cv a 6.000 rpm, 11 mkgf a 4.000 rpm;
  • Câmbio: automático, CVT, tração dianteira;
  • Suspensão: McPherson (dianteiro), eixo de torção (traseiro);
  • Freios: disco ventilado (dianteiro), tambor (traseiro);
  • Direção: elétrica;
  • Rodas e pneus: 185/60 R15.

Aurenivia Alves Pereira


Kia resolve trazer o SUV compacto KX3 em lugar do Stonic ao Brasil.

De primeira ideia, era de se imaginar que a empresa Kia trouxesse para o Brasil o carro esperado, nomeado de Stonic, porém, por decisões da empresa, foi decidido que o carro que será trazido será o KX3, a espera do modelo Stonic chegar foi devido a sua plataforma ser usada no Rio, o que deixaria com mais facilidade sua produção no México, isso traria a aproximação do comércio brasileiro relacionado ao carro. Poré,m por fontes separadas, a empresa diz que nunca esteve no plano deles trazer o Stonic e que sua aposta será realmente no KX3.

KX3 é um crossover chinês, nele está integrado a mesma plataforma que foi usada no carro Creta, que não está ligado a Kia e sim à empresa Hyundai. Sobre a data de estreia oficial, infelizmente ainda não há nada confirmado, mas para quem está ansioso para ver o carro, é possível que em breve, em meados de novembro, ele esteja no salão do automóvel.

A possível justificativa dessa "troca" de modelos se dá ao fato de que o Stonic por ser um carro de tamanho menor, medindo 4,14 metros, adequa-se ao padrão europeu, onde são "exigidos" carros menores para a circulação. A diferença dele para o KX3 em relação ao tamanho é que o modelo escolhido tem 4,27 metros, sendo assim mais interligado aos seus concorrentes brasileiros e adequando-se ao "padrão" de tamanho da categoria.

Outro motivo que colocaria mais uma "forcinha" nessa mudança é que o Stonic possui uma tecnologia e motores um pouco mais avançado, o que causaria talvez um maior dificuldade de comercialização no Brasil, que se dá pela dificuldade econômica atual, mais um fato é sua produção no México não ser totalmente definida com certeza absoluta.

Deixando um pouco de lado o país e citanto as especificações do carro em geral, na China o KX3 é apresentado com 3 motorizações diferentes, sendo elas:

  1. As versões básicas que usam o modelo do motor do Hyundai Creta 1.6 e também a versão 2.0. Que são as versões com mais possibilidade de vinda para o Brasil, além disso, o modelo flex pode aumentar mais ainda essa possibilidade.
  2. A linha tem em seu topo o motor 1.6 turbo, que conta também com 160cv de potência, isso lhe dará mais potência e torque, que resultaria em 25,5 kgfm, sendo maior que os 19,6 kgfm do 2.0.
  3. Os modelos 1.6 e 2.0 virão provavelmente com 6 marchas, sendo elas de câmbio manual ou automático, diferenciado-se do turbo que contará com o trabalho exclusivo de dupla embreagem que tem um serviço automatizado e 7 posições.

Esperança da importadora

A importadora oficial da Kia no Brasil é o Grupo Gandini, eles esperam que 2018 seja um ano positivo e de bons trabalhos para a empresa. Esta importadora trouxe recentemente a nova geração do Picanto e sem problemas aposta em continuar a importação da mesma maneira, ainda mais se tratando de um SUV compacto de uma grande empresa.

Visual do KX3

O carro traz consigo um visual mini-sportage, sua frente possui uma grade agressiva na parte inferior ao conjunto óptico. Suas lanternas, integradas a uma traseira limpa, vêm com seu preparo totalmente em LED, que acaba dando uma visão boa de carro avançado tecnologicamente. A influência interior do carro vem novamente com uma grande inspiração que já é bem conhecida, que vem do Sportage.

Levando em consideração agora a pintura, pode ser que ela agrade muito, a empresa resolveu colocar um contraste no teto, dando uma ideia diferenciada para o SUV.

Gustavo Martins dos Santos


Confira algumas dicas de como valorizar seu carro usado no momento da venda.

Nesta matéria você receberá dicas de como valorizar seu automóvel usado. Dicas e como executá-las.

1. Cuidar bem do automóvel

  • Para este tópico, é necessário que você seja uma pessoa cuidadosa com o que é seu, isso resultará em uma boa valorização para o próximo comprador, consequentemente, maior lucro para quem vende.
  • Você pode ter esse cuidado, deixando o carro em lugares protegidos, ou seja, que não fique exposto ao sol ou chuva, pois isso pode causar um grande dano.
  • Apesar do lado de fora do carro, recomenda-se o cuidado interno, pois para a avaliação o comprador checará todo o veículo.

2. Partes customizadas podem ser removidas

  • A customização do carro, normalmente feita pelo vendedor deve ser evitada, pois as customizações vêm do gosto de cada um, sendo assim, o comprador pode não gostar do que foi customizado, perdendo valor de venda.

3. Limpeza

  • É interessante que o interior do carro seja mantido sempre limpo, pois isso da uma noção de que o dono é cuidadoso e sempre procurou deixar o veículo de forma agradável, sendo assim o comprador pode dar um grande valor pelo cuidado mantido.
  • Caso a limpeza não esteja bem feita, quem for comprar pode olhar de maneira que não foi tido o cuidado, com o olhar de desvalorização.

4. Mexer em pequenos detalhes deve ser evitado

  • Às vezes alguns detalhes de pintura, por exemplo, podem parecer expostos, porém é bom que se evite consertar pequenas coisas, pois isso mostrará a diferença entre o original e o detalhe de "conserto" feito posteriormente, o comprador pode imaginar que isso seja uma maneira de você "esconder" algo que ele não pudesse ver, e querendo ou não entra no tópico de manter a originalidade.

5. Peças e equipamentos originais

  • Manter peças e equipamentos originais aumenta bastante as chances de uma boa avaliação do seu usado, porém isso é independente da área, tudo que for mantido com equipamentos originais tendem a manter-se com o mesmo valor.
  • A garantia de peças originais é que o funcionamento será de boa qualidade sempre, e as peças poderão dar menos manutenção por não serem paralelas.

6. Chave reserva e manual são garantia

  • A chave reserva é uma das garantias também que se encaixa no tópico de cuidado e valorização, e a garantia também para o comprador que todas as chaves do carro estarão em sua posse e de mais ninguém.
  • O manual original do veículo também ajudará, pois o comprador terá onde consultar quando for preciso, e o mantimento do manual poderá ajudá-lo nessa tarefa.

7. Levar o carro para uma manutenção na pré-avaliação

  • Este tópico é de extrema importância, pois para uma venda, o vendedor deve ter noção das condições que se encontram o automóvel, desta forma, terá propriedade para dizer ao comprador essas condições, o que resultará em um interesse maior do comprador que terá conhecimento de como se encontra a compra dele.

8. Documentação do veículo

  • Ter o documento do veículo em mãos valorizará bastante sua venda, a certeza do comprador ao ver o documento e como se encontra o mesmo poderá ser uma grande fortalecida para a venda, por que é nele que estão contidas as informações sobre vencimento, os números importantes e tudo mais.

9. Consulta das lanternas e dos faróis do carro

  • Caso seu carro esteja com tudo em ordem, não se esqueça de dar uma conferida nas lanternas e nos faróis, eles podem estar com poeira por dentro, ou embaçados, é recomendável a desmontagem e limpeza desses locais, por que o carro é formado por todas as partes, então não adiantaria manter todas as outras partes em bom estado e deixar essas de lado.

Por Gustavo Martins dos Santos

Carro usado


Modelo chega ao Brasil em duas versões e custando até R$ 160 mil.

Nessa semana está sendo lançado no Brasil o novo Peugeot 5008 2018. Esbanjando potência e vigor, o 5008 vem “etiquetado” como a consolidação do seu projeto de marca, segundo a própria Peugeot. Ele chega em duas versões: Griffe e Griffe Pack, custando respectivamente R$ 154,990 e R$ 163,990. Vale lembrar que esse preço será até o final de março, passando esse período o carro vai custar cerca de quase três mil reais a mais.

O diferencial dessa belezura é que comporta espaço para transportar até 7 pessoas (já que o mesmo vem com 20 centímetros a mais de comprimento), o que torna seu espaço interior um dos maiores dentro do mercado. Os bancos são distribuídos com os dois assentos principais na primeira fileira, três fileiras na segunda e dois na terceira. Seus bancos possuem assento retrátil e espaço entre eles. A confortabilidade é clara e os bancos podem ser removidos ou acionados – da terceira fileira seja para maior confortabilidade ou para alojar mais bagagens.

Vindo para impressionar, o 5008 possui design interno e externo que chama a atenção, seja por detalhes da carroceria cromada e suas laternas de LED, seja pelo requinte do design interno em acabamentos de elementos têxteis ou pelo seu painel Soft Touch.Seu painel digital com alta resolução proporciona uma qualidade visual e gráfica muito boa, se destacando assim de outras opções do mercado.

Segurança também é o item que não poderia faltar, já que ele tem a capacidade de transportar um número maior de passageiros, pois o novo SUV na versão Griffe Pack (citado acima) conta com avançado sistema de condução de piloto automático inteligente, active safety brake, sistema de ponto cego ativo, além de airbag dianteiros, lateral e de cortina. Ele emite alerta sonoro de portas abertas quando estiver com o carro em movimento, conta com acendimento automático de suas luzes de emergência após frenagem brusca, comando centralizado de travamento de portas e porta-malas, travas elétricas de segurança para crianças em suas portas traseiras, além de outras tecnologias que oferecem grande segurança para todos os passageiros.

No quesito tecnologia ele conta, além de acendimento automático dos faróis e do limpador de para-brisas (sensor crepuscular e sensor de chuva), sensores de estacionamento, partida de motor sem chave, função Follow me home que são faróis acesos por determinado tempo até que se afaste do carro, dentre outras várias funções.

Para além da confortabilidade mencionada acima, ele possui ar condicionado automático digital “bi-zone”, saída de ar para os bancos traseiros, teto solar panorâmico, bancos de couro, massageador, luz de leitura em LED, vidros e travas elétricas, volante com regulagem, porta luva refrigerado, regulagem longitudinal e reclinável dos bancos da segunda fileira, dentre outros confortos.

Vem com multimídia touchscreen de 8” integrada ao seu painel, Google Android Auto, atalhos para a central multimídia, 6 alto-falantes, conexão Bluetooth, usb e outros. Já as cores contam com: Emerald crystal, Cinza Artense, preto perla nera e branco nacré.

O 5008 apresenta sua funcionalidade mecânica semelhante ao Peugeot 3008. Basicamente ambos modelos possuem motor e performance semelhante: 4 válvulas, 16 cilindros, motor 1.6 turbo, injeção direta com uma potência máxima cv/rpm de 165/6000, velocidade máxima de 206 km, câmbio automático com seis marchas, rodas dianteiras independentes e traseiras semi-independentes, freios dianteiros em discos ventilados, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos, gasolina comportando 56 litros em seu tanque e porta-malas com banco traseiro em posição normal de 780 litros e com bancos rebatidos de 1.940 litros de bagagem. Sua altura é de 1.64m, com 4.64m de comprimento e 1.90m de largura.

Para finalizar, a fim de conhecer melhor e com mais detalhes as inúmeras funcionalidades, agende um emotion drive e tire todas as dúvidas ao dirigir essa nova chegada do SUV Peugeot 5008. Inédito no Brasil, o novo modelo da Peugeot utiliza a mesma plataforma do Novo SUV Peugeot 3008.

HELEN COSTA GALVÃO DE BRITO


Confira aqui os primeiros detalhes sobre o novo Volkswagen Tarek.

Como se sabe, os modelos SUVs têm dominado o mundo automobilístico, engordando as vendas das montadoras. Para correr atrás do prejuízo pela falta de investimento no setor, a Volkswagem aderiu a novas estratégias para garantir o seu lugar no mercado, já que até então não havia demonstrado muito interesse no lançamento de novos modelos nesse segmento.

Sabendo disso, para o ano de 2018, a montadora alemã pretende lançar pelo menos seis novos SUVs. E nesse meio, ganhou destaque especial um compacto que já possui uma data para a estreia em território chinês. Em agosto, será lançado o modelo inédito e com a produção confirmada para a Argentina, com comercialização até 2020. E a melhor notícia de todas é que a sua distribuição será global.

Conhecido internamente pela VW como o crossover Tarek, o modelo será comercializado no Brasil de forma a competir com o sucesso de vendas da Jeep, o Compass. Sendo assim, pode-se esperar um preço superior a faixa de R$ 100 mil.

E se sua pergunta é: o que esperar desse SUV? Sua resposta será dada na seqüência. Acompanhe.

Projeção do Tarek

Apesar de ter sido divulgada a notícia pela Volkswagen sobre a novidade no mundo dos SUVs, ainda não foi feita uma apresentação oficial do carro, principalmente no que diz respeito ao visual do veículo. Porém, sabe-se que a montadora compartilhou um esboço sobre o mesmo durante uma conferência anual destinada para a imprensa. E a partir desse, os especialistas conseguiram realizar uma projeção preliminar que ilustrasse pelo menos um pouco mais sobre o Tarek, de forma a dar uma boa noção sobre o seu design.

E o resultado surpreendeu. Com uma grade frontal que impõe a sua presença, o crossover possui faróis com as dimensões compatíveis e com a mesma proporção. Para se ter uma noção, o mesmo foi concretizado pela marca com outros modelos conhecidos, como é o caso do Atlas e, mais recentemente, com a nova geração do Tiguan.

Ao que tudo indica, pouca coisa irá ser modificada do esboço em relação ao modelo real, já que essa é uma forma de manter o estilo original do para-choque. Haverá alterações, portanto, somente nas entradas de ar localizadas nas laterais, permanecendo as luzes de neblina na parte inferior do carro.

Já na traseira, não foi divulgada nenhuma imagem para a utilização como base. Sendo assim, os projetistas precisaram utilizar como inspiração as linhas usadas pela fabricante em sua produção, principalmente em se tratando do novo Tiguan.

Pegando por base os demais modelos da Volkswagen, estima-se que o projeto não deve estar fora da realidade do que nos aguarda em relação ao Tarek, já que a alemã é uma das montadoras que mais prezam e reforçam a padronização na identidade visual de uma grande maioria de seus produtos.

Muito bem equipado

Em termos de tecnologia, pode-se aguardar um carro acessível e, ao mesmo tempo, muito bem equipado. Isso porque ele virá com uma central multimídia que é comandada pelos gestos dos seus usuários.

Além disso, ainda haverá outros atrativos como: controle de cruzeiro adaptativo, painel digital Active Info Display e itens que já podem ser conferidos na nova geração do Jetta.

Em relação à plataforma, essa é a MQB, a mesma que é utilizada no Golf. Com a filosofia de ser mais barato do que o Tiguan, suas dimensões são semelhantes às do modelo sueco, com um total de 4,38 metros de comprimento no total. Na comparação com o Jeep Compass, ele medirá somente 4 cm a menos do que o concorrente.

A motorização disponível é de 1.4 TSI com 150 cv de potência, um motor que já possui produção no Brasil. Para quem busca uma versão mais potente, poderá optar pelo motor 2.0 TSI com uma potência de 200 cv. Ambas virão com com transmissão Tiptronic com seis marchas.

Kellen Kunz


Projeto de Lei pode exigir provas para Multas de Trânsito.

Entenda porque a proposta, descrita no Projeto de Lei 8377/2017, pode causar muita discussão e modificar radicalmente o CTB que conhecemos e as formas de fiscalização.

Uma nova proposta promete ampliar a discussão entre órgão reguladores das leis de trânsito e condutores. De um lado agentes de trânsito que, até o momento, têm em mãos a caneta com poder de lei. Do outro lado, motoristas que se sentem injustiçados e que alegam que as multas aplicadas fazem parte de uma grande indústria de arrecadação.

Hoje no Brasil, o agente de trânsito tem incontestável poder de aplicar punições, sempre que presenciar uma infração, não sendo preciso qualquer tipo de comprovação. Logo, o condutor flagrado em qualquer situação considerada incoerente com as regras de trânsito deve apresentar defesa e se possível provar inocência perante juízo.

No entanto, se aprovada, a nova regra promete inverter os papéis. Na prática, os agentes de trânsito é que deverão comprovar que o condutor cometeu a infração (por meio de foto, vídeo e outros aparatos tecnológicos). Ou seja, o contrário do que acontece atualmente.

O fato de os cidadãos estarem em posição inferior ao legislativo, é a tese que busca sustentar a mudança. Mas, como toda polêmica, há quem concorde e quem discorde da proposta e há bons argumentos para ambos os lados.

Há quem defenda que, se o agente estiver munido de uma prova concreta da infração, não restarão dúvidas de que houve delito, afinal de contas, contra fatos não há argumento. Mas existem muitos problemas estruturais que precisam ser levados em consideração, segundo especialistas.

Para eles, é importante ressaltar que cidades mais pobres encontrarão dificuldades em fazer valer esse novo modelo de abordagem. Isso porque com recursos precários ficará difícil equipar agentes de trânsito com os aparatos tecnológicos necessários, e com isso, haverá um aumento da impunidade.

A falta de campanhas educativas é outra barreira imposta por que se posiciona contrariamente à medida. Ninguém pode discordar que, hoje em dia, o número de multas aplicadas é desproporcional ao número de campanhas que visam reeducar o mau condutor.

Mantendo ou não as formas de fiscalização tradicionais, não podemos ignorar que já há um impasse entre condutores e agentes de trânsito. O cenário atual é preocupante e já era de se esperar que fossem apresentadas prováveis soluções.

O trânsito e a tecnologia

O uso da tecnologia, a serviço das leis de trânsito, não é nenhuma novidade. O radar com câmera, por exemplo, fotografa carros que transitam acima da velocidade permitida, não sendo necessária a presença de agente de trânsito no local da infração.

Pela internet, também é constante a circulação de vídeos em que motoristas denunciam possíveis abusos por parte de algumas autoridades de trânsito. Vale lembrar que as mídias digitais já são aceitas nos tribunais como prova. Então, se for possível atualizar, de forma global, todos os órgãos responsáveis pela fiscalização de trânsito do país, não haveria motivos para objeção.

Muitos condutores ao redor do mundo optam pela instalação de câmeras em seus veículos e mesmo não sendo obrigatório, o equipamento captura imagens de acidentes e flagra infratores, auxiliando a justiça em muitos casos.

Como já estamos acostumados com o modelo atual, só saberemos se dará certo, caso a proposta seja aprovada. Enquanto isso, só nos resta esperar que uma decisão seja tomada nos próximos dias e que se for aceita, favoreça os bons condutores e acabe com as injustiças, ao mesmo tempo em que puna o mau condutor severamente, sem que este último se utilize das brechas da lei para fugir da condenação justa e necessária.

Por: Nanny Cunha


A intenção da Renault ao lançar o modelo Alaskan 2018 é fazer com que esta picape concorra a nível mundial com outros automóveis desta mesma classificação.

Presente na lista das principais montadoras de automóveis do mundo, a Renault sempre lança modelos para serem destaques durante o ano. E a novidade para 2018 é a Renault Alaskan. Segundo informações da montadora francesa, as unidades desta picape devem chegar nos próximos meses ao mercado nacional. Saiba agora um pouco mais sobre este automóvel e quem sabe ele não pode ser a sua próxima compra no setor automobilístico.

Primeiras informações sobre a Renault Alaskan 2018

A intenção da Renault ao lançar o modelo Alaskan 2018 é fazer com que esta picape concorra a nível mundial com outros automóveis desta mesma classificação. Para isso, a empresa francesa deve colocar à venda quatro versões do modelo.

Confira agora a lista das versões da Alaskan levando em consideração as que possuem da maior a menor tração nas rodas:

Diesel 4×4 Automática TOP.

Diesel 4×4 Automática.

Diesel 4×4 Mecânica.

Flex 4×2 Mecânica.

O design da nova Alaskan

O primeiro ponto a se falar deste automóvel é que para todas as versões que foram citadas acima o visual continua o mesmo. O que muda mesmo é só a tração nas rodas. Explicado este ponto, agora é importante falar sobre o novo visual da Renault Alaskan 2018.

Este modelo foi reformulado em seu desenho frontal. Pois, a grade frontal conta com três linhas na horizontal que estão maiores. Além disso, as linhas que fazem parte dessa grande ganharam um novo formato. O símbolo da montadora também está maior na parte frontal do carro.

Os faróis também ganharam novas dimensões, como eles estão maiores, os faróis pegam um pequeno pedaço da lateral do automóvel. A linha que faz o ligamento entre o para-brisa e o capô está mais suave. Deixando o carro mais sofisticado, mesmo que a Renault tenha apostado no visual esportivo já que se trata de uma picape.

Já para a parte traseira desta picape, a grande mudança foi quanto ao bagageiro. Este compartimento ganhou dimensões maiores. Além disso, o material usado para revestir o bagageiro também foi mudado. Dessa forma, objetos mais pesados podem ser transportados com mais facilidade.

A parte interna da Alaskan também foi adulterada. O painel está muito mais moderno, ele conta com uma tela em LCD e touchscreen. Esta tela ainda conta com funções como câmera de ré, GPS e Bluetooth. Todos os conteúdos que ali são reproduzidos contam com uma alta definição. O consumidor pode escolher entre um painel de couro ou não.

Os visores como de velocidade, quantidade de combustível e relógio apresentam cores mais vivas e mais fáceis para que o motorista faça uma leitura mais rapidamente. O porta-luvas ganhou uma reclinação e mesmo assim conta com um bom espaço interno. Já o volante foi coberto por couro e também apresenta botões para que o motorista possa controlar diferentes funções do veículo. O motorista também pode acionar os recursos do carro por meio dos botões que ficam em sua porta. Os bancos ganharam novas posições e são aquecidos. Por fim, a Renault Alaskan 2018 ainda apresenta um compartimento de airbags muito mais seguro e eficaz.

Sobre o motor da nova picape da Renault

A Renault Alaskan 2018 pode ser encontrada na versão com 190 cavalos ou 160 cavalos. Além disso, o motor deste veículo apresenta 4 cilindros. A marcha pode ser automática (sete) ou manual (seis). Uma outra vantagem deste veículo é que ele pode ser abastecido com diesel ou gasolina. Não se tem informações sobre o consumo médio da Alaskan com cada combustível.

Informações sobre o preço da Alaskan 2018

As primeiras informações sobre o preço das versões da Renault Alaskan dão conta que os valores tendem a variar entre R$ 115.000,00 e R$ 180.000,00.

Para mais informações, acesse https://www.renault.com.br.

Por Isabela Castro

Renault Alaskan 2018


Conheça aqui mais detalhes sobre a nova Yamaha Crosser 150 Z 2018.

Neste início de 2018, a Yamaha resolveu presentear a todos os usuários e fãs de motos espalhados pelo mundo todo com uma nova versão de um dos seus melhores sucessos: o novo modelo Cross 150Z 2018.

Projetada desde o início para proporcionar aos seus usuários mais força e uma performance superior em todos os terrenos, o novo modelo surge como referência superior ao modelo até então considerado o ‘top’ de linha na sua categoria, a Yamaha Cross 150.

Neste novo modelo, a fabricante resolveu mexer na nomenclatura da linha e o que antes se lia para a mesma Cross 150 passa a ser segunda após o lançamento da nova versão 2018.

Na verdade, o lançamento desse novo modelo foi projetado inteiramente a partir da atual Cross 150.

O que se sabe, segundo os sites especializados neste tipo de motocicleta, é que ela deve conservar todas as características técnicas de sua antecessora.

Neste quesito, a mesma mecânica com o motor do tipo monocilíndrico e injetado e do tipo Flex deverá ser mantido para a alegria de seus muitos usuários.

A refrigeração do tipo a ar deverá trabalhar em conjunto com um sistema de marcha de seis velocidades em modo manual.

O desempenho do motor é capaz de fazer a moto atingir até 12.4 cavalos de força dependendo do combustível utilizado. O torque é de até 1.29 Kgfm.

No aspecto externo, o novo modelo possui um para-lama dianteiro em uma posição bem mais elevada, o que proporciona uma certa segurança. Além disso, o garfo dianteiro agora é sanfonado e possui mais um reforço em sua resistência com a adição de uma peça de plástico.

As novas características da nova Cross Z fazem desta moto um grande sucesso em toda os tipos de terrenos, principalmente nos mais acidentados.

Uma prova disto é o aumento do diâmetro da roda dianteira que passa a ser de 21 polegadas, o que deverá agradar bastante principalmente ao praticante de off road.

Além disto, ela vem com protetores reforçados da bengala , o que juntamente com a sanfonamento dos amortecedores dianteiros oferece uma maior proteção contra a entrada de água e areia neste componente. Isto é muito útil para quem gosta de andar fora do asfalto, pois a entrada destes resíduos pode, como tempo, comprometer o desempenho destes componentes.

Ainda em relação ao seu estilo externo, a Yamaha fez questão de manter um visual mais adaptado à vida urbana. Para isto, o novo modelo traz novos desenhos em suas linhas decorativas, o que a deixou muito mais atraente em relação à sua antecessora.

Uma prova disto é o desenho do novo farol, que mantém a mesma semelhança com o anterior, porém, montado em uma plataforma em forma de bico de pato ( para-lama dianteiro).

Para os usuários que se ligam em cores, o nova Z 150 já está disponível nas cores Azul ( do tipo Competition Blue) e Bege (com detalhes em vermelho e preto) para o modelo Dakkar.

Com relação ao preço, os consumidores que não conseguem resistir a uma novidade e que gostam de ir preparando os bolsos, a nova Z 150 deverá custar em torno de R$ 11.500,00, quase R$ 200,00 a mais que a anterior e a de versão mais simples, a Cross 150.

Talvez esta diferença possa pesar na hora da compra, mas a longo prazo, os consumidores terão o prazer de pilotar um modelo bem mais econômico e com itens que poderão garantir tanto um melhor desempenho e uma alta performance em todos os terrenos, quanto uma maior segurança para o próprio piloto.

Se você se interessou, então corra para a concessionária mais próxima de sua casa e marque um teste com o novo modelo.

Emmanoel Gomes


Modelo já está à venda na Argentina por R$ 53 mil.

Neste início de 2018, para quem gosta de novidades no mercado de carros brasileiros, já deve ter sido ‘presentado’ com a notícia de que um dos sucessos de vendas da Fiat, o sedan Siena, entrou agora no seu último ano de fabricação.

Considerado como um dos carros mais vendidos da montadora italiana no ano de 2015, o Siena dará lugar ao seu sucessor que já é um sucesso de vendas na nossa vizinha Argentina, com o nome de Argo.

Cronos: O novo Sedan da Fiat concebido a partir do Argo argentino

Mas para quem pensa que o novo modelo que está previsto para chegar em terras brasileiras no final do mês de Carnaval é exclusividade brasileira, está redondamente enganado.

Por uma questão de necessidade em virtude dos avanços tecnológicos que o mercado automobilístico exige, a Fiat viu a necessidade de atualizar a plataforma de fabricação do seu Sedan de maior sucesso no mercado brasileiro.

Ao contrário do Fiat Linea, outro modelo de Sedan na categoria Luxo que não deu certo por aqui e que vai ser aposentado definitivamente neste ano, a montadora resolveu apostar no sucesso do Siena e resolveu ressuscitar o seu antigo prestígio.

Apesar da empresa negar que o novo Cronos seja uma reedição mais atualizada do Siena, a impressão que se tem é que o novo carro foi feito a partir da mesma plataforma.

Para os especialistas e consumidores mais observadores e detalhistas, é possível verificar pelas fotos divulgadas do novo Cronos vários detalhes comuns do antigo Siena.

Um exemplo disto são os modelos e o formato das portas. Se você comparar os dois carros, parece que elas foram retiradas de um e colocadas no outro.

A necessidade de ‘ atualizar’ o novo modelo veio não só em virtude de se estar por dentro das mudanças na tecnologia dos carros, mas também por um questão de concorrência.

É certo que a Fiat ainda tenta emplacar no mercado de Sedan de luxo, mesmo depois do fracasso do Linea, mas também ela tenta vencer a concorrência das outras marcas em terras brasileiras.

Neste espinhoso mercado, as ‘pedras’ no sapato da marca italiana para 2018 são a poderosa Volkswagen, com seu novo Virtus, e a Toyota, com seu novo Yaris, com previsão de chegada nas concessionárias a partir do último trimestre deste ano. Todas elas são unânimes em tentar forçar uma liderança de vendas no mercado dos sedans brasileiros. A Fiat então teve que correr contra o tempo para não ficar de fora desta briga.

A solução foi então exportar o novo Cronos feito a partir do Argo, um hatch de sucesso vendido exclusivamente na Argentina. A Fiat então aproveitou o estilo do Siena e uniu com a avançada plataforma do modelo argentino, rebatizando-o de Cronos.

Por enquanto, quem quiser ter o novo Sedan da Fiat na sua garagem vai ter que se contentar com os veículos que virão, via importação, da Argentina.

A montadora ainda faz um pouco de mistério em relação ao seu lançamento oficial, que deverá ocorrer no próximo dia 21 de fevereiro.

O preço oficial ainda não foi divulgado, mas sabe-se que o Cronos já é vendido em terras argentinas a partir de R$ 53.380,00.

Os modelos que estarão em breve nas concessionárias brasileiras deverão ser em duas versões: a com o motor 1.3 MT e outra com motor do tipo 1.8 MT, ambas com opções de câmbio automático e manual. Somente na Argentina é que o novo Sedan deverá ser vendido com motor 1.3 e outra versão de câmbio automático do tipo GSR.

Se você está ansioso para conferir o novo modelo, então vamos aguardar até o próximo dia 21 para agendar um test drive e tirar as nossas própria conclusões sobre o novo lançamento.

Emmanoel Gomes


Modelo possui características bem marcantes, sendo a predominância de linha bem mais arredondada e um porta-malas bastante grande, o que pode ser um grande atrativo na hora da compra.

Para os admiradores de fã da marca Volkswagen, o início de 2018 promete ser de grandes novidades para o mercado de automóveis no Brasil.

Tudo isso por que a montadora resolveu mais uma vez sair na frente com novidades e não quis economizar quando o assunto é a concorridíssima categoria dos automóveis do tipo Sedan no Brasil.

Desta vez, a marca alemã que é uma das grandes referências no país, traz para o público brasileiro o seu mais novo lançamento, o Sedan Virtus.

Após a sua apresentação feita em São Paulo num evento promovido pela montadora ainda em 2017, o novo Virtus deverá chegar às concessionárias em todo o país no começo de 2018.

Os consumidores brasileiros que ainda não conhecem o novo modelo deverão ter uma grande surpresa, principalmente, para quem já é usuário do Sedan Polo da mesma montadora, pois o novo Virtus foi criado com alguns dos componentes que lembram o primeiro.

Uma das duas características mais marcantes é a predominância de linha bem mais arredondada e um porta-malas bastante grande, o que pode ser um grande atrativo na hora da compra.

Desta vez, a Volkswagen resolveu investir num modelo único tanto para a versão hatch quanto na versão sedan e apenas pegou a dianteira da primeira e lançou na mesma plataforma a versão mais sofisticada e maia alongada no estilo Sedan.

Para o novo modelo, a empresa resolveu investir em detalhes exclusivos como um novo conjunto de faróis, novos vincos bem mais arredondados e um capô exclusivo com um novo desenho bem mais alongado.

Além desses itens, os faróis apresentam um estilo diferente com extremidades mais alongadas e o para-choque integra um conjunto da carroceria que traz uma imponência maior ao veículo e com muito mais sofisticação.

Para quem gosta de acompanhar a evolução dos automóveis da linha Volkswagen, o novo Virtus lembra muito um dos grandes sucessos da montadora na Europa, o Jetta.

Com relação à mecânica, o novo modelo vem com dois tipos de configuração: um motor 1.6 MSI com 117 cavalos de força e uma versão 1.0, também chamada de 200 TSI com 128 cavalos de força.

Para ambas as versões, o câmbio é automático do tipo Tiptronic com seis marchas.

Com relação ao consumo, embora a montadora ainda não tenha divulgado números, sabe-se que ela investiu pesado em tecnologia para que o novo modelo possa concorrer com os outros veículos do mesmo tipo e que já se encontram no mercado.

A intenção é que o novo Virtus possa concorrer com modelos como o Honda City, o Fiat Cronos, o Cobalt e o Toyota Yaris.

As primeiras fotos feitas do novo modelo que em breve deverá estar rodando nas ruas deste país chamam a atenção tanto pela sofisticação quanto pelo estilo bem requintado.

Uma das intenções da Volkswagen é que, apesar de ser considerado um modelo Sedan do tipo grande, o novo Virtus possa se destacar pela sua performance. Conforme divulgado pela marca, o automóvel é capaz de ir de 0 a 100 km em pouco menos de 10 segundos.

Além do seu desempenho e da mecânica, o novo Sedan traz outros itens para os consumidores como o controle eletrônico de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico do seu diferencial e monitoramento eletrônico dos pneus.

Uma das características do novo Virtus é o seu amplo espaço interno, o que traz um certo conforto tanto para passageiros quanto para motoristas.

Como itens de série, ele traz sistema GPS de navegação, painel central de navegação, sensores de aproximação e sistema multimídia com tela do tipo touchscreen de oito polegadas.

Com relação ao preço do novo modelo, a Volkswagen ainda não divulgou o preço oficial, mas os especialistas já fizeram os cálculos com base em outros modelos equivalentes de série e o veículo deverá ficar na faixa dos R$ 60.000,00 a R$ 80.000,00 para a versão mais completa.

Por Emmanoel Gomes

Volkswagen Virtus 2018


Nova linha vem mais espaçosa e com itens digitais, aliando conforto e modernidade.

Você já conhece o Novo Polo 2018? Pois confira agora todos os detalhes deste super lançamento que a Volkswagen preparou para você no ano de 2018.

Quem já conhece o Polo da Volkswagen sabe que ele é um super carro da marca. Mas para o ano de 2018 sua montadora preparou muitas novidades que com certeza vão agradar a muitos consumidores e conquistar ainda mais clientes.

Para começar encontramos um modelo com mais espaço, o que significa mais comodidade a seus passageiros. E para completar o porta-malas também foi aumentado em cerca de 25%, oferecendo capacidade para 351 litros.

A principal novidade está nos instrumentos digitais, uma vez que ele é o primeiro Polo a vir com este tipo de equipamento. Além disso, ainda temos muitas inovações técnicas como faróis em LED, detecção de ponto cego e assistência frontal. Seu LED e ACC são os mesmos do modelo Golf.

Conhecendo um pouco de sua ficha técnica, temos um veículo aumentado em suas dimensões, comportando confortavelmente 5 pessoas. Seu tanque possui capacidade para 52 litros de combustível e seu porta-malas 351.

Em termos de motorização temos um motor de 1.0, com alimentação por meio de injeção multiponto. Abastecido com etanol o veículo oferece uma potência de 84 cavalos, com capacidade máxima de torque de 10,4 Kgfm, chegando à velocidade máxima de 170 km por hora.

Em relação à média de consumo do VW Polo 2018, o Inmetro ainda não divulgou os números deste lançamento de 2018, pois ainda se encontra trabalhando em testes para informar bem aos interessados. Contudo a fabricante afirma que este modelo foi planejado para oferecer muita economia. Resta aguardar a divulgação dos números oficiais do Inmetro.

Como os itens de série são determinantes para o consumidor na hora de fechar a compra, a Volkswagen não poupou investimentos nessa questão. Por isso, confira a lista de itens de série do lançamento:

§ Ar-condicionado;

§ Freio multi-colisão;

§ 4 Airbags;

§ Porta traseira abertura vertical;

§ Luzes tipo LED luzes laterais;

§ Sensor de colisão monitoramento do motorista;

§ Limitador de velocidade;

§ Distribuição eletrônica de frenagem EBD;

§ Dois freios à disco com dois discos ventilados.

§ Bluetooth inclui telefone e também inclui transmissão de música;

§ Luz de leitura dianteira;

§ Limpador do para-brisa;

§ Chave / cartão inteligente manual;

§ Preparação isofix;

§ Sistema de freios ABS;

§ Para-choques dianteiros e traseiros;

§ Espelho de cortesia iluminado para motorista e passageiro;

§ Entre outros.

Como podemos ver o Novo Polo VW 2018 possui interessantes itens de série, todos bem modernos e de muita tecnologia. Tudo para oferecer aos seus ocupantes o que há de melhor.

Se você gostou do novo VW Polo e está curioso em relação aos seus valores, já sabemos que eles devem variar de versão para versão. Partindo do valor de R$49.990 e chegando ao valor de R$69.190.

A versão de entrada que é o Polo 1.0 MPI deve sair por R$49.900 e mesmo sendo a versão de entrada possui muitos itens de série como ar-condicionado, vidros elétricos em todas as portas, direção elétrica e outros.

Quem desejar mais itens pode contar com duas opções de pacotes, sendo a primeira composta por controles de tração e estabilidade, um computador de bordo bem mais completo, além de bloqueio eletrônico do diferencial. Por sua vez o segundo pacote vem com central multimídia e volante multifuncional saindo a partir de R$2.600.

Veja abaixo as versões do Novo VW Polo 2018, assim como seus respectivos preços:

– VW Polo MPI 2018 – R$ 49.990;

– VW Polo MSI 2018 – R$ 54.990;

– VW Polo Comfortline TSI 2018 – R$ 65.190;

– VW Polo Highline TSI 2018 – R$ 69.190.

Por Sirlene Montes

Volkswagen Polo 2018


O Fiat Argo é um modelo próprio para quem procura beleza, potência e segurança, com um preço bastante acessível.

Quer conhecer o novo lançamento da Fiat que com certeza vai ser um sucesso em 2018? Conheça então o Novo Fiat Argo, que chega com grandes novidades para se tornar um líder de vendas da sua categoria.

O Novo Argo de 2018 foi desenvolvido pela marca para substituir o Novo Palio em suas versões que custam mais caro e também para substituir o Fiat Punto, cuja fabricação já foi encerrada no início de 2017.

O Fiat Argo é um modelo próprio para quem procura beleza, potência e segurança, com um preço bastante acessível.

O Novo Argo foi produzido com base na mesma plataforma do Fiat Tipo que teve seu lançamento em países da Europa no ano passado e que já se tornou um grande sucesso. Para o lançamento deste ano a Ford caprichou bastante para que o modelo se colocasse no mesmo nível de modelos concorrentes como o Prisma da Chevrolet e HB20S da Hyundai, dois fenômenos de vendas.

O Novo Argo chega ao Brasil com a classificação de Hatch Premium, sendo o mais completo da categoria a qual pertence no mercado. Com esse título a Fiat já procura causar uma boa impressão em seus consumidores e despertar o interesse de novos clientes.

O design do Argo 2018 é bem esportivo, mas sem deixar de ser dinâmico, o que o torna um carro visualmente atraente. E as novidades não param por aí, pois no interior do veículo encontramos muita tecnologia e refinamento em todos os detalhes. Com a cabine produzida em medidas maiores, os ocupantes encontrarão muito mais conforto. Nesse quesito de espaço maior, o Argo sai na frente de seus concorrentes, o que já é uma grande vantagem.

Quando falamos em lançamentos automobilísticos as pessoas sempre se interessam em saber quais são os itens de série que o lançamento oferece. Se esta também é sua curiosidade, conheça abaixo alguns deles:

– Encosto para cabeça em todos os bancos;

– Freios ABS;

– Controle de tração;

– Sensores de auxílio de estacionamento traseiro;

– Desembaçador de vidro traseiro;

– Cinto de três pontos em todos os assentos;

– Faróis de neblina;

– Alarme de antifurto;

– Sistema para monitoramento da pressão dos pneus;

– Airbags nos bancos da frente;

– Travamento central de todas as portas;

– Lavador e limpador do vidro traseiro;

– Assistente de partida em rampas;

– Controle de estabilidade;

– Faróis com refletores duplos.

O Novo Fiat Argo 2018 também oferece aos seus clientes opções de kits, com os itens seguintes:

– Sistema de Rádio;

– Rodas de liga leve;

– Volante multifuncional;

– Conexão USB;

– Sistema Conta giros;

– Termômetro para a água do motor;

– Indicador de temperatura externa;

– Sistema Bluetooth;

– Sistema start-stop;

– Ajuste para altura do volante;

– Luz no porta-malas e também no porta-luvas;

– Direção assistida;

– Abertura na parte interna do tanque de combustível;

– Limpador de para-brisas automático;

– E outros.

É importante que antes de realizar a compra o cliente conheça todas as versões do Fiat Argo 2018 e assim escolher aquela que possua itens de seu interesse.

E por falar em versões, veja abaixo:

– Fiat Argo Drive 1.3 2018;

– Fiat Argo Drive 1.3 GSR 2018;

– Fiat Argo Precision 1.8 2018;

– Fiat Argo Precision 1.8 AT6 2018;

– Fiat Argo HGT 1.8 2018;

– Fiat Argo HGT 1.8 AT6.

Confira abaixo as sugestões de preços do Novo Fiat Argo do ano de 2018:

– Novo Argo Drive 1.0 2018: Saindo por R$ 46.800;

– Novo Argo Drive 1.3 2018: Saindo por R$ 53.900;

– Novo Argo Drive 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 58.900;

– Novo Argo Precision 1.8 2018: Saindo por R$ 61.800;

– Novo Argo Precision 1.8 AT6 2018 : Saindo por R$ 67.800;

– Novo Argo HGT 1.8 2018: Saindo por R$ 64.600;

– Novo Argo HGT 1.8 AT6 2018: Saindo por R$ 70.600.

Por Sirlene Montes

Fiat Argo 2018


Modelo traz diversas versões e itens. Confira as características.

A linha Toyota Hilux e SW4 2018 é apaixonante. Está recheada de novidades e promete tomar o gosto de quem ainda não tem uma Hilux ou quer trocar por um modelo mais atual. Um dos atrativos para este tipo de automóvel é relacionado aos preços da categoria que variam entreR$ 108.990 e R$ 193.270 na Hilux 2018, já da SW4 vão de R$ 152.090 a R$ 252.790. Ficou curioso? Então confira tudo sobre a nova linha e corra para adquirir o seu.

Linha Toyota Hilux 2018

Uma grande novidade é a inédita Challenge substituindo SR turbodiesel que não está mais no catálogo. E é esta versão que vamos apresentar primeiro. Com motor turbodiesel de 2,8; rps 3400; tração 4×4 apresenta rodas liga leve com 17 polegadas na tonalidade preta. O modelo ainda conta com grades pretas, design interior com detalhes pretos e vermelhos, protetor de para-choques, há central multimídia toucheescren, câmera de ré, blueetooth, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo e disponível nas cores Vermelho Metálico e Branco Polar. E o preço? Imperdível! Recomendado em R$ 161.990.

Dentro da linha a SR 4×2 também apresenta novidades que valem a pena destacar. Com motor sob o capô de 2.7 e 163 cavalos. Com 5.000 rotações por minuto e 25 kgfm com 4.000 rotações por minuto. Câmbio de 5 marchas. Apresenta também banco com ajuste para altura, computador de bordo, ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de liga leve em 17 polegadas, bluetooth, USB, faróis de neblina. A opção mais em conta sai por R$ 108.990.

SW4 2018

A novidade é em relação ao SR 4×2. Com motor 2.7, 163 cv e câmbio de 6 marchas – automático. Quanto aos equipamentos a lista é grande: Ar-condicionado automático, central de multimídia touchscreen em 7 polegadas, volante ajustável – altura e profundidade, assentos luxuosos em couro, computador de bordo, airbags laterais, acabamento do painel em madeira, paddle shifts – trocas manuais da marcha e câmera de ré. Este modelo está tabelado em R$ 178.990.

O que foi apresentado até o momento se trata de versões destinadas ao público em geral. Contudo, há outras duas versões, estas são para vendas diretas. A Hilux Diesel de 4×4 Narrow, possui cabine dupla e está tabelada em R$ 153.780. A versão automática da SW4 SR diesel de 4×4 para 5 lugares com valor de R$ 228.320.

Veja a tabela com todas as versões e modelos tabelados de acordo com o preço sugerido para o mercado.

Modelos e Preços Hilux 2018

– SR M/T 4×4 Dupla Canine, FLEX: R$ 108.990

– SR A/T 4×2 Dupla Canine, FLEX: R$ 115.000

– Chassi M/T 4×4 diesel Simples Cabine: R$ 119.550

– Cabine M/T 4×4 diesel: 123.520

– SRV A/T 4×2 Dupla Cabine, FLEX: R$ 124.380

– SRV A/T 4×4 Dupla Cabine, FLEX: R$ 135.090

– STD M/T 4×4 Dupla Cabine, Narrow, DIESEL: R$ 135.780

– STD M/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 136.280

– SR Challenge A/T 4×4 Dupla Cabine, DIESEL: R$ 161.990

– SRV A/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 171.260

– SRX A/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 193.270

Modelos e Preços SW4 2018

– SR M/T 4×2, 5 assentos, FLEX: R$ 152.090

– SR A/T 4×2, 5 assentos, FLEX: R$ 165.640

– SR A/T 4×2, 7 assentos, FLEX: R$ 171.140

– SRV A/T 4×2, 7 assentos, FLEX: R$ 178.990

– SR A/T 4×4, 5 assentos, DIESEL: R$ 228.320

– SRX A/T 4×4, 5 assentos, DIESEL: R$ 247.160

– SR A/T 4×4, 7 assentos, FLEX: R$ 252.790

Agora que você já está por dentro de todos os modelos, equipamentos e preços é hora de adquirir um Toyota desta linha fantástica. Há versões para todos os gostos.

Por Mateus Aparecido de Faria

Toyota Hilux 2018


Veja aqui todos os detalhes sobre o Peugeot 3008 2018.

Você já conhece o Novo Peugeot 3008 do ano de 2018? Se a sua resposta for não, continue lendo este artigo e saiba tudo sobre a segunda geração deste crossover de porte médio que promete surpreender muitos consumidores.

No veículo de lançamento da Peugeot de 2018, da linha 3008, a fabricante apresenta um carro com um visual de utilitário com características mais esportivas. Diferentemente da sua versão anterior, do ano de 2017 o Novo Peugeot 3008 não possui as suas mesmas características de minivan.

A Peugeot investiu forte nesta geração para enfrentar seus concorrentes que são o Hyundai ix35, Jeep Compass e o Kia Sportage. Para isso o possante chega com linhas mais ousadas e agressivas.

Em termos de visual, o 3008 da Peugeot chega com um estilo diferenciado da sua geração anterior. A carroceria possui uma parte com faróis que apresentam um recorte com traços de modernidade, apresentando filetes em alumínio e uma moldura toda cromada.

São detalhes que colocam em destaque o logotipo localizado bem na parte do centro. Já o capô e também o para choque possuem linhas em definição maior e até mesmo tomadas de ar.

Na sua parte lateral temos marcantes vincos. Além disso, os retrovisores, assim como o teto, possuem pintura com uma boa definição.

Se visto pela parte de trás é possível observar que o teto possui um suave caimento, que se harmonizam com as lanternas horizontais que por sua vez oferecem uma excelente iluminação.

Falando do interior do veículo, encontramos traços de modernidade, a começar pelo investimento em tecnologia avançada que oferece aos seus usuários mais versatilidade e conforto, principalmente para os motoristas. O condutor do veículo pode visualizar diversas informações que possam facilitar o seu percurso.

Conheça abaixo alguns itens e equipamentos que ganham destaque no Novo Peugeot 3008:

– Acabamento interno em couro;

– Android auto;

– Amplificador de 12 canais e 515 watts;

– Bancos dianteiros com ajustes elétricos e função massagem;

– Ar-condicionado de duas zonas;

– Sistema de som premium focal Hi-Fi com 10 alto-falantes subwoofer;

– Navegação;

– Sistema multimídia com mirrorlink;

– Parâmetros do carro;

– Sistema multimídia com uma tela de oito polegadas;

– Teto solar panorâmico;

– Telefone e aplicativos móveis.

Como pode ser notado, esses detalhes fazem com que o Novo Peugeot 3008 seja um forte concorrente de sua categoria.

E para que os motoristas tenham conforto e segurança, a marca também investiu em alguns itens, sendo eles:

– Airbags frontais laterais e de cortina;

– Assistente de partida em rampas;

– Alerta de distância;

– Aviso de saída de faixa;

– Assistente de estacionamento (park assist) para vagas paralelas e perpendiculares;

– Monitoramento ativo de pontos cegos;

– Controle de cruzeiro adaptativo;

– Freio de segurança ativo;

– Detector de fadiga do motorista;

– Sistema de câmeras com visão panorâmica de 360º;

– Console de teto com luzes de leitura em LED;

– Conexão Bluetooth® para celular;

– Entre outros.

O Novo Peugeot 3008 2018 em termos de ficha técnica possui um motor 1.6. Seu porta-malas oferece capacidade máxima para 520 litros.

O modelo é equipado com motor 1.6 THP, que opera com quatro cilindros. Quando abastecido com gasolina o carro possui 165 cv de potência, com capacidade de torque de 6.000 RPM. Sua velocidade máxima é de 206 km por hora.

Como se pode ver o lançamento da Peugeot é um carro muito ágil e potente, principalmente pelo fato de que está com menos peso.

A estimativa é de que o Novo Peugeot 3008 2018 seja vendido pelo valor de R$ 135.990,00.

Enfim, diante de tantas novidades, o lançamento da Peugeot promete conquistar um público maior neste ano.

Sirlene Montes


Confira aqui as principais novidades do Peugeot Partner 2018.

Para quem precisa de um utilitário seguro e confortável, o furgão da Peugeot figura como uma das melhores opções do mercado.

Lançado em 1996 na França, chegando ao Brasil em 1999, o Partner se tornou uma boa opção para quem precisa transportar volumes médios e pequenos.

Desde seu lançamento, a montadora francesa vem fazendo reestilizações, a mais significativa foi em 2010, e atualizações em sua parte técnica, para se manter entre a principal escolha dos usuários que precisam de um modelo multiuso.

Em meio a outros furgões comercializados no mercado, feitos para atender a necessidades semelhantes, o Partner se destaca pelo aproveitamento máximo permitido pelo espaço interno, podendo carregar até 800 kg.

As travas, ganchos, caixas de roda e abertura das portas traseiras e laterais, foram projetadas para viabilizar a amplitude, podendo desta forma acomodar melhor cargas de todo tipo. A porta lateral, por exemplo, facilita a locomoção de cargas quando o carro estiver estacionado de forma que impossibilite a abertura das portas principais.

Conforto e comodidade

Não é por ser um carro voltado para o trabalho que o Partner não oferece conforto ao condutor e passageiro.

A cabine se assemelha a de um carro de passeio, possuindo uma grade que faz a divisão com o compartimento de cargas, dessa maneira o motorista tem controle sobre todos o veiculo. O condutor também pode contar com o seguintes itens para uma melhor experiência ao conduzir o Patner:

  • Direção hidráulica;

  • Ar condicionado;

  • Altura do volante com regulagem;

  • Dispositivo de bloqueio nas portas laterais;

  • Vidros traseiros dando maior visibilidade ao condutor, entre outros itens.

Performance do Patner

É muito importante verificar o desempenho de um veículo, sobretudo se o mesmo vai ser bastante utilizado para entregas de seus produtos e ser o principal responsável por movimentar seu negócio. Contudo, o que mais se preza é o dueto: desempenho x economia.

O motor FLEX 1.6 tem capacidade de levar com tranquilidade o peso limite mantendo ótima performance e com uma potência capaz de otimizar o gasto de combustível, o que não acontece com um motor de menor potencial, que certamente promove um consumo maior de combustível ao levar altas cargas.

Sobre as revisões, o Partner é campeão em economia. No site da montadora http://carros.peugeot.com.br/ é possibel ver o comparativo de custo e benefício com o seu maior concorrente na atualidade. Segundo os franceses, nas revisões de 60.000Km, o gasto do Peugeot é de R$ 2.782,93 enquanto a Fiorino produz um gasto de R$ 3.448,00.

Ficha técnica e Demais Itens

  • Motor 1.6 16V Flex,
  • Potência: 110 CV a gasolina, 113 CV com álcool
  • Torque:15,5 kgfm
  • Transmissão cinco marchas manual
  • Velocidade 164 km/h
  • Cilindrada: 1587
  • Entre-eixos: 2693
  • Largura: 1724
  • Altura:1838
  • Peso:1.219
  • Freios a disco.

Itens de série do Peugeot Partner

  • Rodas traseiras e dianteiras 14”;

  • Intermitência fixa no limpador de pára-brisa;

  • Ajuste preto nos retrovisores de porta do passageiro e condutor;

  • Escurecimento automático no retrovisor interno;

  • Direção assistida;

  • Assentos revestidos em tecido;

  • Cintos de segurança com ajuste de altura para passageiro e motorista;

  • Airbags;

  • Corrediças;

  • Assoalho coberto com borracha ou plástico;

  • Tração dianteira

  • Painel digital e analógico;

  • Porta para cargas na lateral (deslizante);

  • Frisos nas laterais;

  • Freios ABS;

  • Portas traseiras com abertura de 180°, podendo receber cargas diretamente das empilhadeiras;

  • Luz de leitura;

  • Maçanetas nas portas de carga fixadas na parte interna;

  • Tomada no console central 12v.;

  • Barra estabilizadora e suspensão independente traseira.

  • Altura do facho dos faróis com regulagem interna;

  • 4 velocidades no ar condicionado, ar quente também é uma opção;

  • Assentos reclináveis;

Valor inicial sugerido pelo fabricante: R$ 59.990,00.

FABÍOLA CUNHA S DE MORAES


Confira aqui as principais novidades do Audi A4 2018.

O modelo Audi A4 de 2018 ganhou uma nova versão denominada Ambition, que será oferecida em uma segunda versão de acabamento e também será a opção mais cara de toda a linha. O modelo possui um design que não é muito diferente da versão de entrada. A versão possui formas agressivas, faróis que vem com iluminação Full LED e tem recorte diferenciado, vem com grade Sigleframe e para-choque com uma estética mais moderna.

Nas partes laterais ele têm uma aparência mais clean, e o vinco posicionado acima das maçanetas é o item mais marcante no visual do veículo. Exibe ainda um conjunto de três janelas, que possuem molduras em alumínio e retrovisores com repetidores de seta.

Na parte traseira tem as lanternas em LED e para-choque com detalhe inferior na cor preta. O modelo tem também rodas de liga-leve com 18” de diâmetro.

O interior do modelo vem com bom acabamento, misturando materiais de couro e alumínio. A parte interna possui uma série de equipamentos, como o painel de instrumentos Cockpit, que oferece uma tela de TFT digital e com 12,3”.

As novidades da linha ficam por conta de 2 opções a mais que serão oferecidas.

O sedã de luxo tem agora a versão Avant, que é vendida no pacote Ambiente pelo valor de R$ 195.990. Essa versão possui os mesmos equipamentos do A4 Sedan, além desses itens o modelo tem ainda, uma tampa no bagageiro com acionamento elétrico, ajuste no encosto do banco traseiro e um porta-malas com 505 litros.

O modelo terá também a versão Plus, que acrescenta os itens anteriormente oferecidos na versão topo de linha, como o sistema de condução semiautônoma que faz até 65 km/h, que custará o valor de R$ 253.990.

A linha terá 5 versões no total: a versão A4 Attraction no valor de R$ 168.990; a versão A4 Ambiente no valor de R$ 190.990; a versão A4 Ambiente Avant no valor de R$ 195.990; a versão A4 Ambition no valor de R$ 234.990 e por último a versão A4 Ambition Plus no valor de R$ 253.990.

Segue abaixo os itens de séries do modelo Ambition 2018:

  • Luzes de condução diurna em LED,
  • Rebatimento elétrico nos retrovisores externos
  • Sensor de luz
  • Sensor de chuva
  • Faróis bi xenônio
  • Rodas de liga-leve com 18’’ e com pneus 245/ 40,
  • Função antiofuscante automática no retrovisor interno
  • Volante multifuncional com acabamento em couro
  • Ajuste elétrico no banco do motorista
  • Apoio lombar ajustável eletricamente nos bancos dianteiros
  • sistema Isofix (bancos traseiros laterais)
  • Apoio de braço,
  • Bancos com acabamento em couro
  • Airbags (6)
  • Assistente de freio (estacionamento)
  • Sensor de estacionamento dianteiro
  • Sensor de estacionamento traseiros
  • Keyless-go
  • Direção servotronic.

A linha conta ainda com sistema Audi Drive Select; sistema start/stop; limitador de velocidade no controle de cruzeiro; ar-condicionado automático; faróis com ajuste automático de altura e em Full LED; painel de instrumentos Cockpit; teto solar; câmera de ré; Bluetotoh; integração para smartphone, entre outros.

Entre os itens opcionais estão faróis Matrix LED, head-up display; sistema de som Bang & Olufsen 3D, pacotes Assistance City e pintura metálica ou pintura perolizada.

A nova Ambition 2018 está disponível em 10 opções de cores: Azul Luar, Azul Scuba, Branco Íbis, Branco Geleira, Cinza Monsão, Cinza Manhattan, Marrom Argus, Prata Florete, Prata Curveé, Preto Mito, Preto Brilhante, Verde Gotland, Vermelho Tango e Vermelho Matador. Além das 10 opções de cores, há também três opções de cores no acabamento interno: preto, cinza e marrom.

Na cidade o consumo do modelo Audi A4 com motor 2.0 TFSI é de 11,0 km/ L com o uso de gasolina e o Audi A4 com motor 2.0 TFSI Quattro é de 9,0 km/ L também com o uso de gasolina.

Já na estrada o modelo A4 com motor 2.0 TFSI 2018 faz 14,3 km/ L com o uso de gasolina e o Audi A4 com motor 2.0 TFSI Quattro faz 13,0 km/ L com gasolina.

Segue abaixo a Ficha Técnica do modelo:

  • Motor: 2.0
  • Tipo: Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina
  • Número de cilindros: 4 em linha
  • Cilindrada em cm3: 1.984
  • Válvulas: 16
  • Taxa de compressão: 11,7:1 na versão TFSI 190 Cv e 9,6:1 na versão TFSI 252 Cv
  • Injeção eletrônica de combustível: Direta
  • Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484):Potência de190 cv a 4.200 rpm com o uso de gasolina na versão TFSI e potência de 252 cv a 5.000 rpm com uso de gasolina na versão TFSI Quattro.
  • Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484):32,6 kgfm a 1.450 rpm com o uso de gasolina na versão TFSI e 37,7 kgfm a 1.600 rpm na versão TFSI Quattro.
  • Tipo de transmissão:Dupla embreagem 7 marchas
  • Tipo de freios: Disco ventilado / Disco
  • Tipo de direção: Elétrica
  • Suspensão dianteira:McPherson (barra estabilizadora)

Rodas e Pneus

  • Rodas: Liga Leve com aro de 18 polegadas de diâmetro.
  • Pneus: 225/ 40 R18

Capacidades

  • Tanque: 54 versão TFSI/ 58 Litros versão TFSI Quattro
  • Porta Malas: 480 Litros/ 505 na versão Avant

Dimensões

  • Comprimento: 4.726 mm
  • Largura: 1.842 mm
  • Altura: 1.427 mm
  • Distância entre eixos: 2.820 mm

Lorena Ruiz


Confira aqui mais informações sobre o Kia K2500 2018.

A dinâmica de trânsito observada nas cidades brasileiras tem se tornado cada dia mais complexa em decorrência do volume elevado de veículos dos mais diferentes portes.

Em decorrência disso, a utilização para transportes de pequenas cargas de modelos como o Kia K2500 2018 tem sido uma opção adotada por grande parte de pessoas e empresas, sendo que seus detalhes serão abordados em seguida neste artigo.

Dados técnicos do Kia K2500 2018

O Kia K2500 2018 é fabricado na Coreia do Sul e está presente no mercado nacional desde o ano de 1993, consistindo no único modelo do tipo comercial que esta montadora oferece para os motoristas brasileiros.

Com relação às suas dimensões, pode ser adquirido apenas no formato com cabine do tipo simples, tendo comprimento de 4,82 metros, largura de 1,74 metros e altura de 1,99 metros, bem como distância entre-eixos de 2,41 metros.

Ao considerar seu peso, este veículo possui um peso total bruto de 3.392 quilos, dos quais 1.530 quilos são relacionados com a capacidade de carga que pode ser adicionada em sua estrutura para transportes especificados.

Em seu aspecto mecânico, o Kia K2500 2018 apresenta motor Turbodiesel de 2.5 litros com tração traseira em uma transmissão feita pela caixa de câmbio manual equipada com seis marchas possíveis.

No seu rendimento, pode chegar a uma potência de 130 cavalos com torque de 25,9 Kgfm a 1.500 rotações por minuto, além de ter velocidade máxima de 150 Km/h, podendo usar o diesel como combustível para seu devido funcionamento.

Detalhes relevantes sobre novo Kia K2500 2018

Os aspectos internos relacionados com o Kia K2500 2018 possui elementos de conforto como travas elétricas, bancos com revestimento de tecido de boa qualidade, bem como presença de vidros dianteiros elétricos.

Quanto a este ponto, o automóvel analisado oferece ainda bancos dianteiros do tipo inteiriços e limpador de pára-brisa com intermitência do tipo variável.

Além disso, oferece acendedor de cigarros nos bancos dianteiros, tomada em sua parte frontal com saída de 12 volts, bem como direção assistida proporcional à velocidade com retrovisores internos e também na porta tanto do motorista quanto dos passageiros.

Ao se pensar na segurança oferecida por este modelo delimitado de automóvel, estão presentes itens como sistema de air bag para motorista e passageiro em posição frontal, além de freios do tipo ABS com distribuição eletrônica nos momentos de frenagem.

Em seu exterior, o Kia K2500 2018 possui faróis do tipo superfície complexa equipados com lâmpadas halógenas, pneus equipados com rodas em ferro tendo 5,5 polegadas de largura em sua parte traseira e, também, dianteira.

O seu pára-choques apresentam pintura na cor preta em todas as suas localizações neste veículo, sendo um modelo com duas portas e capacidade para receber em seu interior até 3 pessoas de maneira adequada.

Principais aspectos e preços do Kia K2500 2018

A versão disponível no mercado nacional para aquisição do Kia K2500 2018 possui um valor comercial de R$ 72.510,00, havendo ainda possíveis gastos como IPVA de R$ 2.900,00 (em média), além de custos para transporte na faixa de R$ 800,00 por ano.

Quanto ao consumo de combustível apresentado por este automóvel, na cidade é registrado uma média de 8 Km/l e na sua condução em rodovias e estradas este montante passa a ser de 11 Km/l.

O grande diferencial relacionado com o Kia K2500 2018 diz respeito à sua criação, pela montadora focar em um automóvel com praticidade, possuindo a vantagem de poder circular em vias restritas para grandes caminhões, por exemplo.

Conclusão

Assim, o Kia K2500 2018 é a alternativa considerada como adequada para aqueles que desejam um veículo com bom espaço e capacidade para transportar em segurança itens nele adicionados.

Ana Camila Neves Morais


Confira aqui as principais novidades do novo Mitsubishi Pajero 2018.

A geração novíssima em folha, que foi lançada em outubro de 2017, de picapes L200 Triton Sport da Mitsubishi vai ganhar em breve um “irmão” na linha da marca aqui no país. Rumores surgiram em torno do carro que possivelmente será lançado, a geração nova do carro Pajero modelo Dakar começará a ser comercializada no Brasil por volta do mês 6 deste ano; a partir desta data, a Pajero Dakar irá se posicionar como SUV representando a Mitsubishi no comércio brasileiro. Este modelo Mitsubishi Dakar, ano 2018, foi apresentado pela marca no ano de 2016 e já é comercializado em todo continente asiático.

Este modelo da Mitsubishi enfrentará no comércio o Toyota SW4 e o Chevrolet Trailblazer. O que você acha sobre esta competição de marcas e automóveis? Conheça agora mais sobre o novo carro que está dando o que falar na indústria automobilística.

Visual da Pajero Dakar

O novo modelo fabricado pela Mitsubishi, L200 Triton Sport já está dando o que falar pelo seu visual dito como exótico por muitos comentaristas do assunto. E o outro modelo da mesma marca que estamos falando neste post, não é diferente: a nova Pajero Dakar também não é comum. Olhando de frente, o veículo apresenta as novas linhas de forma completamente moderna e um tanto robusta; seus faróis são de certa forma espichados e em LED; sua grade frontal possui itens cromados pela frente inteira e o para-choque possui um recorte totalmente diferenciado dos modelos disponíveis no mercado atual.

Interior do veículo e dimensões

O novo modelo da Mitsubishi Pajero Dakar 2018 não tem problema algum no lado interno do veículo, seu interior possui um belo acabamento de tipo “esmerado”, forrado com uma espécie de plástico tipo emborrachado e couro. Os detalhes da parte interna são todos feitos em alumínio e a pintura com um belo preto muito brilhante e luxuoso. O veículo tem belos detalhes por todos os lados, muito bem feitos por sinal. O painel possui um desenho limpo, tecnológico e de certa forma “bem resolvido”, o que chama atenção de quem o vê é o console central, que é elevado, ele estende-se até o apoio de braço do motorista.

Como era na geração anterior do mesmo carro, este modelo da Mitsubishi suporta até sete pessoas adultas sentadas. Suas dimensões são:

  • Comprimento: 4,78 metros
  • Largura: 1,81 metros
  • Altura: 1,80 metros
  • Distância entre-eixos: 2,80 metros

Motorização da Pajero Dakar

Seu motor será como o do modelo L200 Triton Sport: suporta 2,4 litros de turbodiesel – quatro cilindros. Equipado com injeção direcional de combustível e com comando duplo das válvulas na parte do cabeçote do tanque. Ou seja, são 190 cavalos de potência para este belo modelo e 43,8 kgfm de torque. Além disso, o carro é equipado com câmbio automático, que possui cinco velocidades e tração 4 por 4.

O sistema de tração, denominado pela marca de “Super Select 4WD II”, que possui até seletor eletrônico, é um dos diferenciais do modelo, uma novidade para os amantes de SUV´s. Os modos 4×2 e 4×4 são equipados permanentemente e os modos 4×4 são sob demanda e 4×4 de forma reduzida.

O preço do modelo gira em torno de 200 mil reais para poder concorrer com os outros modelos Chevrolet Trailblazer e Toyota SW4, que também possuem valor aproximado a 200 mil reais.

O que você achou sobre o novo modelo da Mitsubishi Pajero Dakar? Acha que bate de frente com os modelos citados na introdução? Escreva a sua opinião nos comentários! Nossa equipe quer saber!

David Ferreira


Veja aqui mais detalhes sobre o modelo que está chegando neste ano.

O veículo automotor compacto mais barato do Brasil, o chinês Chery QQ, está chegando em 2018.

Para começar a descrever esse modelo, uma das primeiras vantagens que o motorista pode perceber é que, para dar a partida com a chave, é necessário pisar na embreagem, ou seja, trata-se de um excelente sistema de segurança. Por se um carro popular, simples, ele não possui muitas funções adicionais. O volante é simples, sem os botões de funções; com direção hidráulica e possui a chave de setas; mas, este modelo não possui faróis frontais de neblina. Possui retrovisor externo elétrico; regulagem elétrica dos faróis; as portas possuem porta objetos bem espaçosos; os botões que acionam o movimento dos vidros estão instalados no painel central.

No mesmo painel estão as saídas de ar; o som; o ar condicionado é o tradicional, nas duas tonalidades de quente e frio, com três velocidades e o re-circulador manual, com desembaçador de vidro traseiro e farol de neblina traseiro.

Os controladores elétricos para os quatro vidros estão, também, instalados ao lado do câmbio, ou seja, no console, que possui os quatro comandos de vidro ajustados de modo que os passageiros do banco traseiro possam acionar os mesmos vidros das janelas traseiras. O painel é de material plástico e tem ótimo design e textura, com detalhes e acabamentos cromados. O espaço no banco traseiro é bem mais amplo que a versão anterior, portanto, é mais confortável internamente. O porta-malas possui 160 litros de capacidade; o estepe fica embaixo da lona que forma o fundo do porta-malas, portanto, é bem mais prático e com excelente aproveitamento de espaço. O pneu estepe é de 165.70 aro raio 13. No caso de o porta-malas de 160 litros for insuficiente, existe a opção de rebater os bancos.

O motor é 1.0 de três cilindros. O mesmo, quando movido a álcool pode gerar até 75 cavalos a partir de 6 mil RPM, e, quando movido a gasolina, gera 74 cavalos força. Este é o veículo compacto mais barato do Brasil, custando em torno de 25 mil reais.

A direção hidráulica tem um bom desempenho nas ruas e na estrada, sendo muito leve no manuseio. O teto é côncavo e o para-brisa é muito amplo, sendo côncavo também, permitindo melhor visibilidade do trânsito e dos pedestres, quase eliminando pontos cegos. Por ser um veículo muito acessível e muito bem aparelhado, certamente é uma vantagem dupla adquirir um Chery QQ 2018, velo baixo custo e pela quantidade de funções que o tornam próximo de modelos mais caros.

Na estrada ele consume 9.91, quase 10 km por litro, e na cidade ele consome 9 km por litro, com etanol. Com gasolina são 13 km por litro na cidade e 14 km por litro na estrada. É um carro muito econômico.

Possui rodas de liga leve e rádio, que são acessórios que não fazem parte, em geral, dos compactos. Antes de adquirir um modelo como o Chery QQ 2018, vale a pena o consumidor solicitar um Test Drive na concessionária mais próxima e verificar a versatilidade e conforto desse veículo que estreia.

Para sumarizar seu bom desempenho nas ruas e estradas, segue a seguinte relação:

O motor é natural; potência de 75 CV (A), 74 CV (G) em 6.000 RPM; torque de 10,1 kgfm (A); 9.7 kgfm (G) em 4.500 RPM; transmissão manual com 5 marchas; velocidade máxima de 165 km-h; o teste de aceleração, realizado em pista, de 0 a 100, foi de 14 segundos. Preço máximo chega a 31.490 reais.

Para mais informações e atualizações confira o vídeo abaixo:

Paulo Henrique dos Santos


Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Volkswagen Amarok 2018.

O veículo conhecido como Volkswagen Amarok 2018 é um dos principais modelos de picapes médias presentes no mercado automotivo nacional, com o seu surgimento oficial tendo ocorrido no ano de 2010, sendo que suas melhorias atuais serão abordadas em detalhes neste artigo.

Características técnicas quanto à Volkswagen Amarok 2018

Ao considerar as características técnicas relacionadas com a nova Volkswagen Amarok 2018, o primeiro destaque deve ser dado para as versões presentes neste veículo.

Com relação a este ponto, são disponíveis as modalidades S, SE, Trendline, Highline e Extreme, as quais possuem delimitações como CS e SD TDI MT 4 Motion, com variações quanto à motorização possível.

Quanto ao seu aspecto mecânico, uma das alternativas é o motor 2.0 litros TDI com funcionamento a diesel, presente na versão S, que possui um câmbio manual com seis marchas, o qual alcança uma potência de até 140 cavalos.

Já as outras versões vem equipadas com um motor também 2.0 litros movido a diesel, que conta com dois turbocompressores que podem ter um câmbio manual de seis marchas ou automático de oito velocidades, que chegam a uma potência 180 cavalos.

Nesta nova geração da Volkswagen Amarok 2018 ainda existe a alternativa de optar por um motor de 3.0 litros V6 TDI, que apresenta tração integral 4Motion em um câmbio automático de oito marchas, que chega a uma potência de 225 cavalos.

Sob o ponto de vista de seu consumo de combustível, esta picape faz em média 8,5 Km/l na cidade e 9,2 Km/l quando está trafegando na estrada, tendo como item utilizado o diesel.

Detalhes interessantes sobre Volkswagen Amarok 2018

Em seu aspecto externo, a Volkswagen Amarok 2018 possui um visual simples com destaque para a presença de faróis do tipo bi-xênon com LED diurno, retrovisores cromados e, também, rodas de liga leve, que pode variar de 18 a 19 polegadas.

Quando se considera a sua caçamba, é composta por material abrasivo e altamente resistente para conseguir suportar as condições adversas que poderá ser submetida.

No seu interior, possui todo o seu acabamento em material resistente com manutenção da sua simplicidade, mas tendo uma melhoria como os novos difusores de ar.

Além disso, ocorreram melhorias no seu volante e um painel de instrumentos com display colorido com maior facilidade para a visualização de todas as suas informações relacionadas.

Com relação aos seus diferencias tecnológicos, a Volkswagen Amarok 2018 é equipada com um sistema de multimídia chamado de Discover Media, equipado com aplicativos variados como Car Play, MirrorLink e, ainda, Google Android Auto.

São encontrados neste modelo automotivo elementos como entrada USB, navegador GPS e câmera de auxílio para ré, sendo estes dois últimos dispositivos presentes apenas na versão Highline.

Itens diferenciados presentes na Volkswagen Amarok 2018

Existem alguns tipos de equipamentos diferenciados que podem ser encontrados em algumas das versões relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018.

Na versão S é ofertado Isofix, sistema de air bags frontais, volante que permite ajuste de altura e profundidade, bem como descanso do braço central com porta-objetos, dentre outros.

Quando se considera o formato Trendline, este modelo conta com computador de bordo, controle de cruzeiro, alavanca de câmbio e, ainda, faróis com luz de condução diurna.

Conheça os preços para Volkswagen Amarok 2018

O aproveitamento de todas as funcionalidades relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018 exige um aporte financeiro nas seguintes proporções:

· Volkswagem Amarok S: R$116.490,00 e R$ 131,590,00

· Volkswagen Amarok SE: R$139.990,00

· Volkswagen Amarok Trendline: R$154.990,00

· Volkswagen Amarok Highline: R$169.990,00 e R$184.990,00

· Volkswagen Amarok Extreme: R$179.990,00

Conclusão

Portanto, a chegada no mercado das novas versões relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018 marcam a presença cada vez mais sedimentada deste veículo para quem deseja conforto junto com imponência.

Ana Camila Neves Morais


Veja aqui mais detalhes sobre o Nissan March 2018.

As novidades que podem chegar ao cenário automotivo nacional em 2018 aumentam a cada dia que passa e uma das mais interessantes está relacionada com a nova geração do Nissan March 2018, que será abordado em detalhes neste texto.

Informações básicas sobre Nissan March 2018

O novo Nissan March 2018, também conhecido na Europa como Micra, vai ser, como indicam os acontecimentos atuais, comercializado em território nacional no próximo ano provavelmente na cidade de Resende, no Rio de Janeiro.

Neste mesmo local a Nissan já fabrica o Kicks, um outro modelo de sua frota, o qual possui a mesma linha tecnológica do March, cujas configurações específicas foram registradas como patente no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) do Brasil.

Os aprimoramentos realizados neste modelo de automóvel ocorrem pelo foco da Nissan em disputar mercado nacional de hatchs compactos mais refinados, tendo como principais concorrentes o Volkswagen Polo e Fiat Argo.

Características técnicas relacionadas com Nissan March 2018

Com relação aos aspectos técnicos básicos vinculados a este veículo, as informações atuais podem ser obtidas por meio da mesma geração do Nissan March 2018 presente para comercialização no mercado europeu.

Quanto ao seu aspecto mecânico, existem três modalidades de motores disponíveis, sendo um deles do tipo 0.9 litros turbo, que utiliza a gasolina como combustível, outro com 1.5 litros com estrutura de turbodiesel e um terceiro 1.0 litros com estrutura de 03 cilindros no formato aspirado.

Sobre o seu desempenho determinado, os motores 0.9 e 1.5 litros conseguem chegar a 90 cavalos de potência enquanto o que é de 1.0 litro alcança no máximo 75 cavalos havendo, em todos os casos, opção de câmbio manual e automático.

Novidades importantes no novo Nissan March 2018

As melhorias que foram criadas para a nova geração do Nissan March 2018 são iniciadas com auxílios importantes na condução deste veículo considerado como câmeras que permitem visão em 360 graus, além de alerta para presença de pontos cegos na direção.

Para facilitar a condução de forma geral, este automóvel possui elementos como reconhecimento da ocorrência de sinais de trânsito, informação de que o veículo saiu de sua faixa preferencial, bem como sistema inovador de frenagem automática para situações de emergência.

As melhorias tecnológicas também foram inseridas no Nissan March 2018 por meio de sistemas variados como os seguintes:

· Sistema de som do tipo Premium ofertado pela marca Boose

· Sistema de multimídia equipado com tela de 7 polegadas sensível ao toque

· Adequação a aplicativos automotivos como Apple CarPlay e Android Auto

Além disso, terá um tamanho maior com 12 centímetros de comprimento adicionais em uma aparência externa diferenciada por aspectos como suas lanternas traseiras agora em um formato inovador de bumerangue.

Possui ainda um volante com comportamento multifuncional com a possibilidade de acionar variadas atividades do veículo pelo motorista sem sair do lugar ou desligar o carro.

Apresenta também itens de série importantes como freios ABS com sistema EBD, ar condicionado automático digital, além de rodas de liga leve com aro de 16 polegadas e retrovisor externo equipado com luzes integradas.

Preços para aquisição Nissan March 2018

Os interessados em adquirir Nissan March 2018 terão que pagar valores financeiros um pouco mais elevados para ter na garagem este modelo determinado.

Não existe, ainda, uma tabela delimitada de preços, mas a perspectiva é de que suas versões mais básicas saiam a partir de R$ 44.900,00, chegando a cerca de R$ 55.000,00 para as versões do tipo Premium, chegando a montantes de R$80.000,00 para modelos mais completos com os adicionais disponibilizados.

Conclusão

Portanto, o mundo dos veículos hatch compactos disponíveis no mercado brasileiro terá no Nissan March 2018 mais uma opção interessante com valores financeiros adequados e melhorias relevantes no seu funcionamento especificado.

Ana Camila Neves Morais


A nova Hilux 2018 foi desenvolvida com base no novo estilo global adotado pela Toyota. Dessa forma, a picape acaba parecendo ser maior do que suas medidas informam.

A Toyota apresentou há alguns meses a linha 2018 da Hilux que apresenta grandes mudanças em suas versões. A picape da Toyota conta com três novas configurações. Com preço sugerido partindo de R$ 108.990, essa é a grande aposta da Toyota para a categoria em 2018. Confira mais informações sobre a nova Hilux 2018 na continuação desta matéria.

A nova Hilux 2018 foi desenvolvida com base no novo estilo global adotado pela Toyota. Dessa forma, a picape acaba parecendo ser maior do que suas medidas informam. Vale destacar que a Hilux 2018 ganhou 7 cm, mas isso não é muita coisa para uma picape, sendo assim, ela continua menor que o modelo S10 cabine dupla. A impressão de ser maior é devido à nova frente do automóvel que conta com grade mais proeminente e cromada.

Principais novidades

E como destacado aqui, as principais mudanças estão nas versões da nova Hilux. Um dos destaques é a versão SRX que agora passa a contar com faróis de neblina dianteiros em LED de fábrica. Também se destaca a série especial SR Challenge, cuja principal inspiração é o modelo SR diesel com motor 2.8, equipada com câmbio automático de seis marchas além de tração 4×4.

A nova Hilux 2018 também está mais luxuosa: o interior da picape recebeu bancos e painéis de portas com acabamento em tecido vermelho além de painel preto com friso vermelho e tapes com o logo Challenge. A parte tecnológica do interior é garantida com o sistema multimídia acompanhado de tela sensível ao toque de 7 polegadas, trio elétrico, computador de bordo, câmera de ré, dentre outros itens.

A nova versão Hilux SR Flex 4×2 também promete fazer bastante sucesso com itens como, por exemplo, ar-condicionado manual, câmbio manual, computador de bordo monocromático, direção hidráulica progressiva, faróis de neblina dianteiros, modos de condução Eco e Power, banco do motorista com ferramentas de regulagem de altura, além de outros itens.

Itens de série

Um dos destaques da linha 2018 da Hilux é, sem sombra de dúvidas, a grande quantidade de itens de série. A versão SR 4×2 Flex conta com os seguintes itens de fábrica: airbag de joelho para o banco do motorista, sistema de alarme perimétrico, airbags frontais, ar-condicionado manual, banco do motorista com opção de ajuste de altura, freios ABS com EBD, computador de bordo monocromático, direção hidráulica, rodas de liga leve aro 17 polegadas, sistema multimídia de 7 polegadas com tela sensível ao toque (com TV Digital, GPS, DVD, câmera de ré, Bluetooth, USB AUX, rádio), além de outros itens.

Já a versão Hilux SRV com suas variantes 4×2/4×4 Flex ou Diesel contém os itens da versão acima além de adicionar: assistente de reboque, ar-condicionado automático, retrovisor externo cromado, computador de bordo com tela de 4,2 polegadas, controle eletrônico de estabilidade, assistente de subida, seis alto-falantes, dentre outros itens.

A versão SRX 4×4 Diesel, por sua vez, além de contar com os itens já citados ainda vem acompanhada de: faróis de neblina dianteiros de LED, acendimento automático dos faróis, faróis de LED, entrada e saída sem precisar usar chave e rodas de liga leve aro 18 polegadas.

Preços

Confira abaixo os preços das versões e suas variantes da Hilux 2018:

· SR 4×2 M/T Flex com Cabine Dupla: R$ 108.990

· SR 4×2 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 115.000

· Chassi 4×4 M/T Diesel com Cabine Simples: R$ 119.550

· Cabine 4×4 M/T Diesel: R$ 123.520

· SRV 4×2 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 124.380

· SRV 4×4 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 135.090

· STD 4×4 M/T Diesel Narrow com Cabine Dupla: R$ 135.780

· STD 4×4 M/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 136.280

· SR Challenge 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 161.990

· SRV 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 171.260

· SRX 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 193.270

Motor

Em relação ao motor sob o capô da Hilux 2018, saiba que estão disponíveis duas opções. O motor da versão de entrada é o mesmo encontrado na geração anterior. Ou seja, trata-se de um Dual VVT-I Flex 2.7 com 163 cv de potência a 5.000 rpm (etanol) ou 159 cv a 5.00 rpm (gasolina). A outra opção, e também uma novidade, é o motor Diesel 2.8 1GD de 177 cv de potência e 45,9 kgfm com transmissão automática de seis velocidades além dos modos Eco e Power. Também há opção de transmissão manual de seis marchas para o motor 2.8.

Por Bruno Henrique

Toyota Hilux 2018


Confira aqui o calendário para pagamento do IPVA de Goiás 2018.

A finalização de cada ano apresenta a necessidade de gastos importantes por todos os consumidores brasileiros relacionados com ações escolares e ainda quanto a impostos variados que vencem neste período.

No sentido considerado, um dos mais relevantes diz respeito ao IPVA GO 2018, que será abordado em seguida neste artigo nas suas mais variadas situações para uma compreensão detalhada dos consumidores que tem esta demanda delimitada.

Detalhes sobre pagamento IPVA GO 2018

No estado de Goiás, de maneira específica, a Secretaria Estadual de Fazenda desta localidade divulgou no último dia 22/11/2017 o calendário para pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) relacionado ao ano de 2018, o qual foi elaborado em parceria com o Detran – GO (Departamento Nacional de Trânsito).

Neste caso específico, os proprietários dos mais variados modelos e portes de veículos podem efetuar o pagamento deste imposto no período que se estende de 30/01 até 29/11/2018.

A quitação determinada para este imposto pode ser feita em uma única parcela com o oferecimento de descontos progressivos ou, ainda, de forma parcelada que pode ser em até 3 meses.

O calendário elaborado considera o número final da placa de cada veículo para a delimitação do mês em que será efetuado o pagamento com a seguinte divisão:

· Placa final 1: Janeiro de 2018

· Placa final 2: Fevereiro de 2018

· Placa final 3: Março de 2018

· Placa final 4: Abril de 2018

· Placa final 5: Maio de 2018

· Placa final 6: Junho de 2018

· Placa final 7: Julho de 2018

· Placa final 8: Agosto de 2018

· Placa final 9: Início de setembro de 2018

· Placa final 0: Término de setembro de 2018

Estas limitações são relacionadas para quem pretende pagar o valor do IPVA em uma única parcela ou, também, quanto à quitação da 1ª parcela para aqueles que irão dividir o valor total exigido.

Neste segundo caso, a finalização do pagamento relacionado com o IPVA GO 2018 deve acontecer até 2 meses depois deste início. Por exemplo, os veículos com placa de final 1 deverão quitar as 3 parcelas máximas até março de 2018.

Descontos relacionados com pagamento IPVA GO 2018

Um dos grandes benefícios relacionados com a dinâmica de pagamento do IPVA GO 2018 consiste em descontos neste sentido que são realizados de forma cumulativa podendo chegar até a 10% do seu valor total.

Para que os interessados tenham direito a este abatimento é preciso se cadastrar no site relacionado com a Nota Fiscal Goiana, com a sua concessão estando diretamente relacionada com a quantidade de bilhetes que possuem deste programa determinado.

Além disso, é possível a obtenção de um desconto de até 50% no valor total do IPVA de 2018, a ser pago por veículos que tenham motor 1.0 ou motos com 125 cilindradas sem multas e com o pagamento deste imposto devidamente em dia com os órgãos relacionados.

Outras informações sobre tabela pagamento do IPVA GO 2018

Apesar das informações com relação à tabela de pagamento do IPVA GO 2018 já estarem devidamente divulgadas, a sua comunicação oficial vai ser publicada no Diário Oficial apenas na primeira quinzena do mês de dezembro.

Esta decisão se justifica pelo fato de que será lançada junto com os novos valores da Tabela FIPE para que os cálculos relacionados aos valores venais de cada veículo sejam o mais próximos da realidade de mercado no momento considerado.

Conclusão

Assim, por meio do conhecimento dos pontos específicos relacionados com o IPVA GO 2018, é possível para todos os consumidores desta localidade realizar este tipo de atividade exigida para o porte de veículos automotores com toda a eficiência e tranquilidade necessárias.

Ana Camila Neves Morais


Confira a lista de carros mais econômicos que rodaram no Brasil em 2017.

Quais são os fatores que você considera ao pensar na compra de um carro? Quando o assunto é adquirir um veículo, você deve pensar muito sobre consumo. Muitos modelos são ótimos e têm o desempenho incrível, mas o custo benefício em relação ao combustível, reposição de peças etc, deixa aquele carro como sendo um mau negócio.

Pensando nisso, trouxemos para você a lista dos carros mais econômicos do Brasil segundo levantamento do Inmetro, resultado da elaboração do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, o chamado PBEV.

Foram analisados 983 versões e modelos, avaliando 35 marcas.

Apresentaremos os carros mais econômicos acerca do fasto de combustível em 2017! Veja a seguir!

20º lugar: Renault Sandero

O Sandero conta com motor 1.0 tipo flex 3-cilindros, além de potência de 79/82 cavalos (g/e). O preço do veículo é R$42.900.

19º: Renault Logan

Mais um Renault no ranking! Com motor 1.0 tipo flex 3-cilindros, a potência é de 79/82 cv (g/e). O valor do veículo é R$44.700.

18º: Fiat UNO

A Fiat aparece na lista com o Uno Way/Drive. O carro conta com 72/77 cv de potência (g/e). O preço é dessa versão veículo Uno sai por R$43.620.

17º: Fiat UNO WAY/SPORTING

Aqui vem a outra versão do Uno. Com motor 1.3 flex, o Uno Way/Sporting tem 101/109 cv de potência (g/e). O preço do carro é R$49.860.

16º: Fiat Mobi Easy

Esse modelo da Fiat conta com a potência de 72/77 cv (g/e), possuindo motor 1.0 flex 3-cilindros. O caro custa R$34.210.

15º: Prisma

A Chevrolet aparece na lista com o modelo Prisma. O motor é de 1.0 flex e a potência é de 78/80 cv (g/e). Essa versão 0 km reestilizada não é mais comercializada em território nacional.

14º: FORD KA SEL/K+

Com potência de 80/85 cv (g/e), os modelos contam com motor 1.0 tipo flex 3-cilindros. Os valores são de R$51.090 na versão KA SEL e R$47.290 na versão KA+.

13º: Volks Cross Up

Modelo da Volkswagen contando com o motor tipo 1.0 flex 3-cilindros, o Cross Up conta com 101/105 cv de potência e custa R$56.350.

12º: KA SE

O Ford KA SE custa R$44.290 e tem motor 1.0 tipo flex 3- cilindros. A potência é de 80/85 (g/e).

11º: Fiat Argo Drive

O valor desse veículo é de R$46.800, com motor 1.0 tipo flex 3-cilindros. A potência é de 72/77 cavalos (g/e).

10º: Fiat Mobi Drive

Com motor 1.0 tipo flex 3-cilindros, esse veículo da Fiat conta com 72/77 cavalos de potência (g/e) e sai pelo preço de R$41.260.

09º: Up TSI Move High

Com rodas de aro 15, o UP da Volks vem com motor 1.0 flex 3-cilindros e 101/105 cv de potência (g/e). O preço do veículo é de R$57.800.

08º: Move Drive GSR

O modelo da Fiat tem motor 1.0 flex tipo 3-cilindros e vem com 72/77 cv de potência (g/e). O preço é de R$45.450.

07º: Citroën C3

A Citroën aparece no ranking com esse modelo de motor 1.2 flex 3-cilindros. A potência é de 84/90 cv (g/e). O preço do veículo é R$42.900.

06º: Lexus CT 200 H

Com o potente motor híbrido de 1.8, o veículo conta com 134 cv de potência e custa R$ 135.150.

05º: Up TSI Move

Esse Volkswagen tem roda aro 14, 101/105 cv de potência (g/e) e motor 1.0 tipo turbo flex 3-cilindros. O veículo custa R$53.490.

04º: Peugeot 208

A Peugeot aparece com lugar de prestígio na lista. O 208 tem motor 1.2 flex 3-cilindros e potência de 84/90 cavalos de potência (g/e). O valor é de R$52.290.

03º: Volvo XC90 T8

O modelo tem motor híbrido 2.0 e conta com incríveis 407 cv de potência. O valor do veículo é de R$456.950.

02º: Fusion Hybrid

O lindo Ford Fusion tem motor híbrido 2.0 e 190 cv de potência. Todo esse desempenho sai por R$160.900.

01º: Toyota Prius

A Toyota aparece na lista com o primeiríssimo lugar. O econômico Prius conta com 123 cv de potência e motor 1.8. O preço do veículo é de R$126.600.

Por Carolina B.

Toyota Prius


Modelo chega às concessionárias custando cerca de R$ 50 mil.

Para quem é fá do Polo da Volkswagen e esperou até este mês de setembro pelo lançamento da nova versão, finalmente uma boa notícia: a montadora anunciou nesta segunda-feira, dia 25, o seu novo modelo 2018 e que conta também com uma novidade: o preço pode variar entre R$ 49.000,00 e R$ 69.000,00, dependendo da versão escolhida pelo consumidor.

O tão aguardado modelo com “DNA” puramente alemão, que conquistou muito dos fãs e fiéis usuários da marca Volkswagen, agora poderão ter a certeza de que estarão levando para a garagem de sua casa uma versão do sedan com jeitão de esportivo totalmente fabricado no Brasil, logo ali na unidade da montadora em São Bernardo do Campo, São Paulo.

Depois de ser totalmente projetado e fabricado no México inicialmente, com esta nova versão 2018, o Polo assume a sua personalidade totalmente brasileira e chega às concessionárias brasileiras nas seguintes versões:

1 – Versão 1.0 MPI e TSI 200 Comfortline e TSI 200 HighLine

2 – Versão 1.6 MSI

Para estas versões, o preço pode variar entre R$ 50.000,00 e pouco mais de R$ 69.000,00 e vai depender bastante das opções do consumidor. Caso ele queira aproveitar ao máximo toda a lista de opcionais disponíveis para a linha 2018, o seu modelo final não sairá por menos que R$ 73.000,00.

Para as versões brasileiras do novo Polo 2018 brasileiro, a Volkswagen utilizou uma plataforma comum de montagem, a mesma utilizada para o primeiros modelos alemães e que agora ganha em sofisticação e tecnologia, a chamada MQB.

Se você está pensando em trocar o seu modelo antigo pelo novo 2018 e ainda não sabe qual versão poderá comprar, é preciso prestar atenção pois há alguns detalhes em cada uma e escolher a que mais se adapta às suas necessidades antes de vender o seu ou oferecê-lo como moeda de troca.

Para os modelos 1.0, a nova versão 2018 continua apostando na segurança de seus ocupantes e traz quatro airbags tanto frontais quanto laterais nes versão. Igual feito é repetido para as versões 1.6.

Além dos itens de segurança, todos os modelos já saem de fábrica com aquele trio padrão: ar condicionado, direção elétrica e travas de acionamento elétrico.

Em termos de multimídia, as opções também são comuns a todos: sistema de som com MP3, conexão Bluetooth e USB. Eles também trazem um tela central no console principal do automóvel aonde o usuário poderá ter acesso a todas a s funções disponíveis.

Os diferenciais para cada modelo são os freios a disco nas quatro rodas, que estão disponíveis para versão 1.0 Highline e as rodas de liga leve de 15 polegadas na versão 1.6 manual.

Outras opções podem ser conferidas entre os modelos como o piloto automático para a linha 1.0 TSI automático, sensor de chuva, acendimento automático de faróis, câmera traseira, porta luvas refrigerado, porta malas com rede e ajuste de profundidade, dentre outras opções.

As diferenças também podem ser notadas nas diferentes versões dos motores utilizados, o que vai depender de cada modelo. Estes podem ir do tipo mais simples, de três cilindros e com 84 cavalos de potência para a versão 1.0 até as versões de quatro cilindros com 110 cavalos de força quando se usa gasolina e de 117 cvs quando abastecido com etanol.

Para quem prefere extrair o máximo de potência, a montadora disponibilizou modelos com injeção direta e turbocompressor acoplados, embora sejam com apenas três cilindros. Nesta versão, a potência pode chegar até a 128 cvs, caso o motorista prefira abastecer com etanol.

Para conferir todos os detalhes do novo modelo até antes mesmo de ir até uma concessionária da marca, o consumidor pode acessar o site da Volkswagen e conferir tudo o que oferece cada versão do modelo 2018.

Liana Gifoni


Conheça aqui as principais novidades do Honda Fit 2018.

Esta notícia se destina a todas as pessoas apaixonadas por carro. Portanto, preparem-se para mais uma novidade que vem sendo anunciada há quase um ano, porém, só agora apresentada ao público em sua concretude. O Honda Fit 2018 foi apresentado nesta quinta-feira, dia 14 de setembro de 2017, pela Honda. O novo carro é fantástico, desde as cores até as funções adicionadas nas novas versões.

O design e as tecnologias recentemente agregadas a esses novos modelos são vantagens que tornam esses carros mais confortáveis e mais prazerosos no visual. A cada ano a Honda supera a si mesma. O motor agora é de potência 1.5 Flex e 116 CV. Porém, apesar da grande capacidade de velocidade e energia esses veículos são muito mais econômicos, conforme explica a fabricante.

Para começar a descrever os atributos desses novos carros e suas versões, é interessante indicar as duas opções de câmbio que os mesmos possuem: o automático e o manual, ou seja, o futuro proprietário do veículo terá esse conforto ao dirigir, de acordo com o tipo de carro que escolher. Além dessa facilidade, os veículos tem direção elétrica disponíveis em cinco tipos, conforme as versões apresentadas, que garante melhor manuseio e segurança. São cinco versões e diferentes preços anunciados a partir desse novo modelo.

A versão Fit DX chega ao mercado com ar condicionado manual, que permite ao passageiro ou motorista ajustar o ambiente conforme suas necessidades. Os bancos também são ajustáveis em suas alturas, para melhor conforto de todos. Os vidros são automáticos, poupando o trabalho manual. Luz interna de melhor qualidade. O rádio e o autofalante são bem mais potentes e proporcionam emissão de sons mais limpos. Na parte externa estão as rodas de liga leve em 15 polegadas e aro super-resistente. Este veículo possui transmissão apenas manual. Está disponível no mercado a partir do valor de R$ 58.700.

O Fit LX é equipado com todos os itens da versão anteriormente descrita, ao qual se acrescenta o câmbio CVT, a tecnologia de faróis de neblina, volante com controle de áudio importante para os comandos e a segurança, além do sistema de rebatimento de bancos. Está disponível pelo valor de: R$ 70.100. É um modelo mais caro devido à tecnologia a ele agregada.

O Fit EX, abrangendo muito da versão LX, também possui as funções de airbag lateral, que constitui uma proteção adicional, ar condicionado digital, câmera de ré (recurso importante e cada vez mais comum) e o Paddle Shift como mecânismo que torna possível alteração da velocidade por meio do próprio volante. As rodas são de liga leve e 16 polegadas. Disponível no mercado pelo valor de R$ 75.600.

O Fit EXL aparece como a versão top de linha dessa grande marca, pois nela o consumidor poderá usufruir dos bancos de couro legítimo e do sistema de multimídia em sete polegadas perfeitamente ajustável e compatível com o Android Auto e o Apple CarPlay, além de Tweeters que sublimam a qualidade do som. Este modelo está disponível no valor de R$ 80.900.

O Fit Personal é o mais especial e politicamente correto, já que é a versão própria para pessoas com deficiência, contendo controle de cruzeiro. Carro automático e com a possibilidade de anexação de um pacote adicional que acrescenta roda de 15 polegadas, Bluetooh no volante e na câmera de ré, além de monitor de áudio de cinco polegadas. Está no mercado, com a devida isenção de impostos, pelo valor de R$ 68.700.

Os cinco veículos que integram essa série possuem o controle de tração e estabilidade, o assistente em rampa como também o Emergency Stop Signal – ESS, que funciona quando o motorista pisa nos freios, assim o pisca-alerta é automaticamente acionado. As cores dos modelos são Branco Tafetá Sólido, Prata Platinum Metálico, Branco Estelar em Pérola, Cinza Barium Metálico, Preto em Cristal Perolizado e Azul Metálico Boreal.

Para maiores informações e atualizações, acesse o site da Honda.

Paulo Henrique dos Santos


Novo modelo chega às concessionárias em versão diesel mais barata.

Para os admiradores da famosa picape Ranger, da Ford, neste ano de 2017 a montadora sai com mais uma boa notícia para quem anda pensando em levar um modelo para casa. Ela acaba de ser anunciada também na versão diesel e com uma boa novidade: O preço.

Sem medir esforços para concorrer dentro de um segmento cada vez mais alvo das atenções das montadoras presentes no país, a Ford resolveu investir pesado neste tipo de veículo no Brasil.

O anúncio da nova versão veio exatamente para acirrar mais ainda o mercado. A vantagem só será boa para o consumidor que poderá escolher entre tanta outras a que melhor cabe nas suas necessidades e no seu bolso.

A nova versão para o mercado de picapes chega para esquentar mais ainda a disputa e o seu lançamento é uma tentativa de fincar o pé num mercado que tem como concorrentes a Hilux (da Toyota) e a nova S10 (da Chevrolet).

Quais os detalhes técnicos incorporados pela nova versão a diesel?

Antes de falar propriamente de todas as novidades, uma grande atração para todos os consumidores é o preço. A nova versão chega às concessionárias de todo o país por nada menos que R$ 136.000,00, um valor inferior ao seu modelo similar à gasolina e em relação aos seus concorrentes.

Com poucos detalhes sobre quais as especificações estão presentes no novo modelo, a Ford lança esta sua versão à diesel mantendo alguns itens comuns e que são utilizados na sua versão à gasolina. São eles: o sensor de estacionamento e a câmera que deverá facilitar e muito a vida de quem vai dar uma ré no novo modelo anunciado.

A Ford decidiu também juntar ao novo modelo algumas opções que podem ser suficientes para conquistar os consumidores brasileiros. São eles: O controle de estabilidade e tração, sete airbags, assistente de partidas em terrenos com aclive, ar condicionado, direção elétrica e piloto automático.

A versão à diesel chega ao mercado com mais de uma opção para o consumidor. Por exemplo, no catálogo do lançamento está disponível para venda o modelo XLS 2.2, tipo 4×2 e com câmbio manual. Esta opção é destinada para aquela fatia de consumidores que utilizam picapes do tipo da Toro, da Fiat.

Neste modelo, a Ford utilizou o motor do tipo Duratorq com mais de 150 CV e com um torque superior a 39,2 Kgfm.

Para quem prefere uma versão mais robusta e não dispensa uma tração 4×4, a edição chamada de Sportrac já sai de fábrica com o mesmo motor e um câmbio automático de seis velocidades. Esta versão foi concebida a partir da XLS. O que muda são alguns detalhes que dão um ar de sofisticação e luxo como o aplique no para-choque dianteiro, os adesivos na lateral da caçamba, o santantônio e o estribo na mesma cor, "cinza do tipo London", cor que prevalece nos aros de tamanho 17.

Quem quiser levar esta versão pra casa ainda tem direito a encostos de cabeça e soleira feitos em vinil por apenas R$ 163.000,00.

A notícia do lançamento da nova versão foi recebida com muita curiosidade, visto que o novo modelo poderá oferecer vantagens aos consumidores, principalmente em relação ao seu consumo. Nem a Ford e nem os especialistas ainda divulgaram dados referentes ao desempenho da nova versão à diesel, tanto na estrada quanto nas cidades. Espera-se que um baixo consumo para um alto desempenho possa valer a pena o investimento feito na compra de um modelo deste.

Mas mesmo assim, se você gostou da novidade, vale a pena fazer uma visita a uma concessionária da marca e conferir de perto mais esta novidade.

Emmanoel Gomes


Confira aqui mais detalhes sobre a novo Fiat Strada 2018.

O Fiat Strada traz novidades na linha de 2018, que promete ser ainda melhor que as anteriores. A mudança está no acabamento do carro, que este ano trouxe um design ainda mais moderno e inovador que condiz com estilo urbe dos brasileiros. Além disso, há algumas alterações que aperfeiçoaram o automóvel. Uma delas é o melhoramento do Working e Hard Working, que agora possuem um revestimento na área interna, bem como nos puxadores das portas e maçanetas. Resumindo: as áreas mais escuras e também suscetíveis a descascarem ganharam um reforço extra. É importante ressaltar ainda que a motorização dos automóveis é de 1.4.

Não foi apenas a estética interior do carro que sofreu alterações. Agora, o modelo Working tem novos mecanismos que facilitam a vida de quem tanto precisa do veículo. As mudanças são as seguintes: caçamba iluminada; protetor; lugar adaptado para computador; entrada de ar quente; entrada para USB; vidro traseiro cercado por grades e protetor para cárter são apenas algumas entre tantas outras novidades.

Já a Strada Hard Working é uma picape com todas as características acima e ainda contêm outras como protetor para cárter, rodas mais escuras, volantes ajustados, direção hidráulica, ar condiconado e um novo tipo de identificação na traseira do veículo. No pacote opcional há outras novidades como conexão para USB, Bluetooth, rádio com CD player, sensores que auxiliam o estacionamento traseiro, janelas traseiras com capacidade corrediça, travas e vidros elétricos, faróis para quando houver muita neblina, entre outros.

A versão Adventure 1.8, topo de linha, agora possui um centro apenas para multimídia que pode ser mexida apenas com leve toque na tela. Além disso, conta com Bluetooth, câmera de ré e também GPS. Para facilitar a conexão na hora de encaixar os smartphones na entrada USB, agora as entradas estão localizadas no console, na parte central.

Quanto as cores, é possível que os interessados escolham 6 opções de cores diferentes. As cores metálicas são as seguintes Verde Amazon, Cinza Tellurium e Prata Bari, mas muitas pessoas não gostam das cores metálias uma vez que são mais difíceis de serem polidas e, dessa forma, acabam optando por cores foscas e sólidas. Nesse caso, há outras três opções de cores que são as seguintes: Preto Vulcão, Vermelho Alpe e Branco. A versão Adventure possui cores adicionais e exclusivas que podem deixar seu veículo único como Verde e Cinza.

Outras características que mudam completamenete a face do carro, deixando-o exclusivo se comparado a outros do mesmo porte, são os seguintes ítens: capota de mar, resvestimento de couro no volante, bússola, rodas de liga leve, inclinômetros e um aditivo opcional que é bloquear o carro por meio de ferramentas eletrônicas como o Locker.

Uma das maiores vantagens de obter um automóvel como esse é que a empresa vendedora não assegura apenas garantia de 12 meses, mas também possibilita que o comprador possa realizar contratos de 24 meses adicionais de garantia por um preço muito mais reduzido que os demais, sendo extremamente vantajoso e econômico. Sendo assim, a concessionária pode financiar o veículo e também prestar serviçoes extras como manutenção e estabelecer um plano para que o carro faça revisões periódicas com o intuito de assegurar o seu bom funcionamento. Outro pacote oferecido pela Confiat oferece aos seus clientes a proteção 24h ao carro, o plano é muito vantajoso caso os carro estrague com muita frequência.

Desse modo, o Fiat Strada 2018 mostra-se mais uma vez vantajoso no quesito economia, estética e segurança. Características que, nos dias de hoje, são imprescindíveis para que os brasileiros ainda possam fazer o uso de veículos motorizados.

Ana Paula Oliveira Coimbra


Conheça aqui mais detalhes sobre o Volvo XC60.

A montadora sueca Volvo traz agora ao Brasil um de seus modelos considerados um dos mais luxuosos da sua exclusiva linha XC, o novo Volvo XC60. Feito para um público mais exclusivo e que busca mais conforto e sofisticação, sem descuidar das maravilhas da tecnologia. Estes são conceitos básicos para quem busca adquirir o novo modelo da montadora.

O destaque maior dado ao novo carro é na tentativa de que o XC60 possa emplacar mais vendas nas concessionárias brasileiras, apesar de ser considerado bastante caro e pouco acessível a maioria da população brasileira.

Pelo seu estilo luxuoso, o carro tenta conquistar mais consumidores pelas novidades e recursos tecnológicos que oferece e que podem proporcionar uma experiência muito gratificante ao dirigir tal modelo. Tais itens oferecidos não se restringem somente ao conforto na hora de dirigir, mas também demonstram a preocupação da Volvo em oferecer muito mais como os vários sistemas de segurança que estão presentes no novo modelo.

A presença de itens fabricados a partir de uma tecnologia exclusiva e com um conceito elevado em seu desenho e concepção dão ao novo XC60 um ar superior de sofisticação e que se fazem notar em cada detalhe.

O estilo considerado superior do XC60 veio de um primo seu da mesma linha, o XC90. Foi aproveitada a mesma plataforma do seu antecessor, com a adoção do sistema SPA. Apesar desta novidade, quando você entrar no interior de ambos os modelos não será possível deixar de notar toda a semelhança entre ambos.

O preço a ser vendido no Brasil não é para qualquer um

Se a Volvo pensou em aumentar as vendas para este tipo de veículo desta categoria, com certeza terá que trabalhar muito para atingir tal objetivo. O novo XC60 estará nas concessionárias do país em três modelos diferentes: A Inscription, a Momentum ( a mais barata, se é que isto possível) e a R-Design. Todos os tipos terão preços que podem variar entre R$ 240.000,00 e R$ 270.000,00.

Apesar da sofisticação, um mecânica comum para todas as versões

O novo XC60 vem de fábrica com o motor T5 Drive E,2.0 a gasolina para todas as suas versões e um sistema de compressão do tipo turbo e com sistema de injeção eletrônica.

A potência do novo modelo é de 254 CVs e com torque de 35.7 m.Kgf. A transmissão é do tipo automática com um câmbio de oito velocidades e com sistema de tração independente nas quatro rodas.

O novo XC60 possui capacidade para até sete passageiros que podem muito bem desfrutar de todo o espaço e conforto interno.

A Volvo apostou na tecnologia para levar funcionalidade ao novo XC60

Agregando uma nova definição que leva em conta o luxo e a tecnologia, a Volvo apostou na funcionalidade de seu novo carro.

Ele vem com faróis de leds que operam automaticamente e um sistema de áudio Sensus Connect com tela de 9 polegadas. Existe ainda a conexão com um telefone por meio do sistema Apple Car Play e Android Auto, já instalados no painel de funcionalidades do veículo.

O fator segurança é item de destaque também no XC60. O condutor pode facilmente programar os modos de dirigibilidade do veículo através de seu quadro de instrumentos digital (Programas Eco, Confort, Dynamic, Off-Road e Individual).

Mantendo a mesma preocupação com o bem estar dos passageiros e do condutor do veículo, o novo modelo possui limpador de para-brisa com palhetas que esguicham água na medida correta para proporcionar uma limpeza eficiente sem prejudicar a visão dos ocupantes durante o processo.

Neste sentido, o XC60 possui sistemas de tração com modos inteligentes, sensores de tráfego anteriores e posteriores e o importante sensor que monitora o chamado ponto cego (mostra a existência de veículos e aciona automaticamente o volante para trazer o carro de volta à pista correta).

Para evitar colisões em caso de frenagens mal sucedidas, o modelo da Volvo implantou o módulo de segurança chamado de City Safety . Em funcionamento, o carro pode fazer uma manobra mais aberta para se evitar uma batida frontal. Além disto, existe a possibilidade do condutor ser avisado caso invada a pista de rolamento oposta através de um sistema de mitigação que tentará reconduzir o veículo para a mão correta ( funciona com velocidade entre 60 e 140 Km/h).

Caso queira optar pela compra do novo modelo da Volvo, o consumidor terá que meter a mão no bolso antes de tudo. Apesar disto, o XC60 parece ofertar muitos itens de segurança, sem descuidar do conforto e sofisticação bem característico dos veículos da linha.

Emmanoel Gomes


Conheça aqui mais detalhes do novo Peugeot 3008.

Depois de alguns anos de trabalho e planejamento, a Peugeot lança o modelo 3008 SUV. Mesmo com esse esforço da marca em direcionar o novo modelo com uma versão SUV, ele não parece um SUV.

O veículo, por ser um modelo mais versátil, ter um comportamento dinâmico e moderno, lembra mais um hatch, com a nova plataforma EMP2. O volante está com aparência menor e com isso ele se encaixa perfeitamente na direção direta do 3008.

A suspensão criada para o 3008 criou uma boa estabilidade para ele. O carro é rígido e não tem muita rolagem na hora das curvas, além de não “socar” os passageiros em ruas com buracos.

A transmissão do novo SUV é automática de 6 marchas, com motor 1.6 turbo de 165 cv, aceitando somente gasolina. O SUV também é mais pesado que a versão anterior, mas a potência do carro não deixa ver essa diferença em seu desempenho. O porta-malas está maior, agora com 520 litros ante os 90 litros anteriores.

O painel também mudou e está melhor que o dos concorrentes. A tela para as configurações é de 12,3 polegadas e as informações estão voltadas para o motorista de forma digital. A novidade maior é a opção “modo massagem” nos bancos. Os passageiros terão o conforto extremo de ganhar massagens em três intensidades diferentes.

O carro chegará bem equipado. São seis airbags, faróis full LED, ar-condicionado com configurações tanto para o motorista como para o ocupante, rodas de 19 polegadas, central multimídia de 8 polegadas e instrumentos digital com 12,3’ (todos com direito a emparelhamento para Android e Apple), teto solar panorâmico, retrovisor interno anti-ofuscante, sensores de luz, chuva e estacionamento tanto dianteiro como traseiro, bancos de couro e com massagem, além de controles de tração e estabilidade. Todas essas opções são excelentes, mas também serão considerados no preço. O 3008 será uma versão única no valor de pré-venda de R$ 135.990 até final de julho. Porém, esse preço poderá aumentar.

Para o modelo 3008, os principais concorrentes são o Jeep Compass, o Hyundai Tucson e o Audi Q3, os três SUVs mais vendidos da categoria no Brasil. Até o momento, com o preço de pré-venda o 3008 está com o melhor custo-benefício, já que oferece os mesmos itens por um preço menor do que seus rivais.

O lançamento do novo SUV 3008 será na tentativa de recuperar seus clientes brasileiros, já que por aqui a marca deixou a desejar em seus produtos e atendimento no pós-vendas.

Por Carolina Costa


Volkswagen Fox 2018 tem maior conectividade e novos equipamentos.

Fabricado na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná, o veículo, na versão de lançamento, Trendline, já pode ser equipado pelo valor de R$ 48.830, contendo o Composition Touch, sistema que conta com tela touchscreen de 6,5”, que possibilita espelhamento de smartphone com sistemas Apple CarPlay, Google Android Auto e MirrorLink.

Agora as configurações Pepper, CrossFox e Highline contam com equipamentos de série, como ESC – controle eletrônico de estabilidade, câmera traseira para estacionamento e HHC – assistente de partida em rampas

Também contam com mais novidades, como banco branco Puro para todas as configurações, roda de liga leve de 16” com novo desenho para a versão Fox Highline. Todas as versões contam agora com revestimentos e figurino novos nos bancos.

O novo Fox é disponibilizado na configuração Trendline com propulsores 1.0 (de 75 a 82 cavalos) e o 1.6 (de 101 a 104 cavalos), com transmissão manual de cinco velocidades. Já a versão Track é oferecida exclusivamente com motor 1000 cc. Por outro lado, a versão Comfortline só possui propulsor 1.6, que pode utilizar automática I-Motion ou transmissão manual de cinco velocidades.

As versões Pepper, CrossFox e Highline são comercializadas sempre com propulsor 1.6 MSI, associado com transmissão I-Motion com gerenciamento para troca de marcha ou transmissão manual de seis velocidades.

A versão Fox Trendline agora tem como itens de série sensores de estacionamento, alarme “keyless”, vidros elétrico em todas as portas, retrovisores com função “tilt down” e ajuste elétrico, luzes indicadoras nos retrovisores, sistema de som Media Plus, além de retrovisores e maçanetas na cor do carro.

Desde a configuração de entrada, o modelo possui como equipamentos de série: direção elétrica, ar-condicionado, controle na chave com travamento central das portas, rodas com 15 polegadas e pneus 195/55 R15, além de coluna de direção ajustável na profundidade e altura.

O novo Fox tem, ao todo, nove cores, onde três são sólidas (preto Ninja, vermelho Tornado e branco Puro), quatro metálicas (azul Night, prata Sargas, cinza Platinum e prata Tungstênio) e perolizada preto Mystic. Há também a laranja Sahara, somente para a versão CrossFox.

FILIPE R SILVA


Modelo foi lançado esta semana e custa a partir de R$ 37 mil.

A Volkswagen realizou a apresentação da versão que faltava da sua linha Up 2018. O automóvel foi apresentado na noite da última segunda-feira, dia 17 do mês de abril. O Cross Up chega para se juntar à família que já estará disponível para a venda ainda neste mês de abril.

Além de lindo e todo reestilizado, o Cross Up 2018 possui características que lhe dão a impressão de automóvel mais esportivo. Isso porque o compacto apresenta um capô com vincos, nota-se os para-choques maiores e assim mais evidentes, o que visualmente faz com que o carro fique maior e marcante. De fato essas modificações visuais lhe deram 8,4 cm a mais, porém, isso não fez diferença o seu espaço interno.

A parte interna também sofreu modificações que estão muito evidentes no seu quadro de instrumentos, em que os elementos estão dispostos em tamanho maior, assim como o computador de bordo que tem sua tela aumentada. Já o console vem em formato hexagonal. Contudo, a grande novidade fica por conta de um item que será disponibilizado como opção para algumas versões, que é a Composition Phone, que permite que o usuário conecte seu próprio smartphone como central multimídia.

Sendo a última versão a ser apresentada, o Cross Up 2018 fecha com uma linha que vem enxugada, já que muitas versões foram indisponibilizadas, assim como as versões com carrocerias de duas portas e motor aspirado. Além disso, percebe-se a intenção da marca alemã em oferecer aos consumidores modelos menos clássicos e com características mais esportivas, embora esbanjem beleza e estilo, sem nenhum exagero. As versões equipadas com motor turbo apresentam a tampa do porta-malas preta, o que é um diferencial, uma faixa vermelha na grade dianteira e inscrição TSI na coluna central.

Nesse sentido, ainda neste mês todas as versões já estarão disponíveis para a venda e seus valores tiveram aumentos bem discretos em relação aos valores da linha 2017. Veja abaixo os valores de 2018 da linha Up da Volkswagen:

– Take Up: R$ 37.990 (saindo pelo mesmo valor de 2017);

– Move Up: R$ 48.290 com câmbio manual;

– Move Up TSI: R$ 52.790;

– Cross Up: R$ 55.600;

– High Up: R$ 57.100;

Cada versão possui diferenciais, contudo, todas elas prometem um bom desempenho, conforto e segurança aos seus ocupantes.

Aguarde a chegada da linha e confira pessoalmente.

Sirlene Montes


Confira aqui as novidades da versão Smile do Chery QQ 2018.

Para quem quer conhecer novos carros baratos, este ano ocorrerá o lançamento do veículo Chery QQ- modelo 2018. A marca chinesa lançará um automóvel com modalidade de combustível flex para o subcompacto, além de uma versão nova, a Smile.

O preço da versão será por volta de R$ 25.990 (vinte e cinco mil novecentos e noventa reais), sendo assim o carro mais barato atualmente no país. O veículo estará à venda nas concessionárias a partir da segunda quinzena de abril de 2017. O veículo será fabricado em Jacareí, no Estado de São Paulo, com as peças originárias da China.

O carro da marca chinesa QQ ganhou nota A do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro e foi certificada a sua eficiência de consumo de combustível. A marca chinesa vem conquistando os brasileiros com os seus veículos econômicos, baratos e de bom rendimento.

O QQ Smile vem equipado com vidros dianteiros elétricos, painel digital, computador de bordo, rádio com dois alto-falantes e entrada USB, abertura elétrica do porta-malas, ajuste elétrico dos faróis, rodas de aço com calotas, além de dois airbags dianteiros. Mas não virá equipado com ar-condicionado e direção hidráulica. O câmbio é manual de cinco marchas.

A novidade é que os modelos de 2018 vêm com aperfeiçoamento no isolamento acústico, diminuindo assim o ruído interno. As cores disponíveis do modelo a princípio serão seis: preto, branco, vermelho, prata, marrom e azul, sendo cores sólidas.

Em relação ao motor, o veículo terá 75 cv de potência com etanol e 74 cv (cavalos) com gasolina, com torque de 10,1 kgfm e 9,7 kgfm, valores esses maiores que os modelos antecessores.

Ademais, o Chery QQ continua com os modelos Look (por R$ 29.990) e Act (por R$ 32.790). A marca oferece as duas primeiras revisões grátis no modelo QQ Smile e três anos de garantia de fábrica.

Vale ressaltar que o Chery QQ 1.0 Flex 2018 SMILE será comercializado no preço promocional de estreia somente até 30 de junho de 2017. Então, se quer se beneficiar da promoção, corra logo para as lojas!

Por Anneliese Gobbes Faria





CONTINUE NAVEGANDO: