Nova versão é conversível e conta com um design interior esportivo e luxuoso.

A Alfa Romeo, famosa montadora conhecida por seus carros de alto luxo e padrão em todo o mundo, acaba de trazer ao mercado o seu mais lançamento: o Alfa Romeo 4C Spider.

Os apaixonados pela marca estavam ansiosos e esperaram por alguns meses até que o modelo fosse mostrado. Entre as principais características do modelo estão a inovação e a criatividade. Além disso, o modelo é conversível.

É bom lembrar ao leitor que os modelos Spider da Alfa Romeo sempre atraíram os amantes do automobilismo por unir prazer de direção ao alto conforto da marca e o estilo que é peculiar dessa montadora. O Alfa Romeo 4 C Spider não fica para trás quando o assunto é esportividade e velocidade.

O design interior, também, marca o Alfa Romeo 4C Spider. Para dar um maior ar de singularidade e esportividade, foi utilizada uma camada de fibra de carbono que distingue o Alfa Romeo 4C Spider. Além disso, os tapetes são de alto luxo. A marca optou por uma tapeçaria de couro especial, que é fruto da melhor tradição artesanal “Made in Italy”.

As dimensões e aerodinâmica foram pensadas calculadamente pelos projetistas e engenheiros da marca. Além do desenho moderno e inovador, o ar que bate no habitáculo, quando o carro desenvolve altas velocidades, foi repensado a fim de que o motorista possa viajar com a capota aberta tranquilamente.

A fibra de carbono é marca do Alfa Romeo 4 C Spider, além de deixar o carro mais leve, permite maior resistência a impactos e batidas mais leves. Mais ainda, a fibra de carbono do Alfa Romeo 4 C Spider proporciona maior resistência a produtos químicos.

Em relação ao motor, o Alfa Romeo 4 C Spider apresenta um propulsor de 1750 CC turbo a gasolina que foi montado em um inovador bloco de alumínio o que propicia menos 22Kg de peso ao bloco.

Com certeza, o carro é uma máquina!

Por Daniel Alves

Alfa Romeo 4C Spider

Alfa Romeo 4C Spider

Alfa Romeo 4C Spider

Alfa Romeo 4C Spider

Fotos: Divulgação


Foram divulgados alguns detalhes do novo carro da Alfa Romeo, o MiTo Racer. O veículo será lançado durante o Salão de Genebra. Após a apresentação oficial no evento na Suécia, não demorará muito para que o carro chegue ao mercado, o ingresso do veículo no setor de automóveis está marcado para abril deste ano.

O MiTo Racer será o protagonista da marca italiana junto com o novo Alfa Romeo 4C Spider, no Salão de Genebra de 2015. De acordo com a fabricante, o MiTo Racer é uma versão destinada aos clientes "mais maduros" e exigentes. Esse tipo de consumidor é caracterizado pelo interesse nas novas tecnologias e tendências, sem deixar de lado a paixão pelo desenho e pela harmonia dos materiais e cores. O MiTo Racer possui uma tela touchscreen de cinco polegadas, sistema de informação e entretenimento UConnect e um sistema de seleção de modos de condução DNA.

As alterações no design são mais evidentes do que as mudanças nos aspectos técnicos. Este novo automóvel da Alfa Romeo terá a carroceria na cor branca, será equipado com rodas de 17 polegadas, detalhe em bronze  no para-choque, nos raios e nos retrovisores, tubo de escape cromado, teto xadrez.

No que se refere à parte interna, ele terá bancos esportivos revestidos em couro, detalhes em componentes com a inscrição "Alpha Romeo" em várias partes do carro, leves detalhes cromados no volante, pedais e na console. Para a segurança dos seus ocupantes, o carro vem equipado com sete airbags.

Considerando os aspectos técnicos, o modelo terá cinco opções de motores: 1.4 turbo GPL de 118 cv; 1.6 diesel JTDM com 118 cv; 1.4 MMultiair gasolina de 138 cavalos; 0,9 biturbo 105 cavalos e 1.3 JTDM diesel 84 cv.

A Alpha Romeu continua com a ideia de melhorar os seus veículos com equipamentos diferenciados e o excelente bom gosto italiano.

Por Melina Menezes

Alfa Romeo MiTo Racer

Alfa Romeo MiTo Racer

Fotos: Divulgação


A partir do dia 22 de novembro acontecerá um dos mais importantes eventos do cenário automobilístico mundial. Trata-se do Salão Internacional de Carros Antigos, exposição que reúne ícones da categoria. Esta edição ocorre no Centro de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A marca Alfa Romeo, tradicionalmente conhecida e apreciada por colecionadores e apaixonados por carros, marcará presença no salão e pretende apresentar modelos charmosos, exclusivos e raros.

Muitos modelos da marca italiana serão exibidos pela empresa. Segundo os organizadores do evento, a montadora levará ao salão os seguintes veículos antigos: Alfa Montreal, Alfa 1300 Junior Spider, Alfa GTV Grupo 2, Alfa GTV 2000, Alfa Romeo Julieta Sprint, Alfa 2000 Spider e Alfa Romeo JK 2000.

A fabricante Alfa Romeo chegou ao Brasil na década de 60 e desde então tem chamado a atenção dos motoristas brasileiros. Mesmo tendo o seu estilo apreciado, nos anos 80 as vendas sofreram uma queda brusca, que acabou forçando o Grupo do qual faz parte (Fiat) a encerrar suas operações no país.

Na década de 90 a marca voltou às terras tupiniquins, mas em 2006, novamente em face de baixas na comercialização, a marca luxuosa novamente parou de ser vendida por aqui e nunca mais retornou. Agora, os carrões só podem ser importados e apreciados nos eventos, como o Salão Internacional de Carros Antigos.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A montadora Chrysler, empresa que tem participação acionária da Fiat, e cuja parceria com a fabricante italiana vem crescendo e trazendo bons resultados, tem planos audaciosos. A empresa projeta o lançamento de dois novos SUV’s compactos. Um seria  o Giulietta, produzido para a Alfa Romeo, e seria o primeiro veículo deste tipo da marca, provavelmente usando a plataforma de um modelo de sucesso da Alfa Romeo, ou baseado no carro conceito Kamal de linhas arrojadas e desenho imponente.

O outro SUV será destinado a Jeep para substituição do Jeep Patriot que deixará de ser fabricado em 2013. O atual Patriot é um utilitário de Porte com linhas clássicas que identificam o design da Jeep e aparência robusta, que agrada aos admiradores deste tipo de veículo.

De acordo com sites especializados, os investimentos para a criação e produção destes projetos deverão exigir cerca de 1,3 bilhões de euros e os modelos serão fabricados Turim. Estima-se que metade da produção, calculada em 280.000 unidades/ano, se destinará a exportação, voltada principalmente para o mercado norte-americano.

Por Mauro Câmara





CONTINUE NAVEGANDO: