A Aston Martin apresentou durante o Salão de Genebra, na Suíça, o seu conceito DBX, produzido para antecipar o futuro que irá seguir no segmento GT. O veículo possui trem de força elétrico e pintura preta “Black Pearl Chromium”, a grade dianteira própria da empresa, faróis finos e luzes de neblina redondas, e dentro tem quatro bancos em couro Nubuck.

O veículo possui motores elétricos no interior de cada roda que são movidos por baterias, que são recarregadas, também, através do sistema de reaproveitamento de energia cinética, o Kers, nos freios produzidos com composto de carbono e cerâmica. Sendo como tecnologia, o conceito tem também direção elétrica drive-by-wire e head-up display para motorista e passageiro.

A empresa também divulgou o Aston Martin Vulcan, seu hipercarro direcionado unicamente para as pistas.

Somado a implementar o estilo dos futuros modelos da companhia, o Vulcan possui a meta de apresentar que a empresa ainda é possível de produzir grandes carros para as pistas. A companhia irá limitar a sua fabricação a somente 24 unidades, todas comercializadas por 1,8 milhões de euros (cerca de R$ 6 milhões).

O Vulcan é produzido sobre um chassi de fibra de carbono e outros materiais leves, sendo baseado na plataforma original do Aston Martin One-77, outro modelo especial produzido pela empresa há alguns anos, entretanto, direcionado para as ruas. O modelo possui 811 cv com o motor 7.0 V12, tendo uma transmissão sequencial de seis marchas que são provenientes do semelhante utilizado em competições Vantage GTE.

Seu design é bastante atrativo e tem elementos que estarão nos futuros Aston Martin, onde pode-se citar os faróis integrados ao desenho da icônica grade frontal. O capô longo é sofisticado e possui contraste com as entradas de ar presentes na lateral e que rasgam a carroceria. O aerofólio gigantesco e atrativo é quase uma antítese da traseira minimalista e sofisticada, produzida de pontos de LED.

Por Felipe Couto de Oliveira

Aston Martin DBX

Aston Martin DBX

Aston Martin DBX

Fotos: Divulgação


A montadora britânica Aston Martin lançou mais uma obra de arte sobre rodas. Com modelos fabulosos, o lançamento da vez é a versão conversível do Vanquish, nomeado de Volante. Como tudo que é bom tem seu preço, o modelo será comercializado no valor de US$ 297.995. O veículo é considerado o primeiro conversível da marca projetado com carroceria em fibra de carbono.

Seguindo os passos do modelo coberto, o Vanquish conversível possui motorização de 59 litros V12 com incríveis 573 cavalos de potência e torque máximo de 63,2 mkgf a 5.500 rpm bem distribuídos. De acordo com a Aston Martin, o no Vanquish necessita de apenas 4 segundos para atingir a velocidade de 100 km/h e pode atingir até 295 km/h.

Os felizardos que comprarem o Vanquish conversível também poderão optar pela versão com câmbio automático de seis velocidades, que oferece uma maior distribuição de peso e um conjunto de freios de cerâmica de carbono.

Segundo a montadora britânica, as primeiras entregas deverão ser feitas antes do fim de 2013 na Europa e no Reino Unido. Tempo longo para os fãs da Aston Martins, que aguardam ansiosamente para ver as máquinas nas ruas.

Por Marcos Junior


Mais uma novidade interessante está disponível no mercado automotivo de todo o mundo, pois a montadora inglesa Aston Martin apresentou oficialmente o Vanquish que ficará no lugar do veículo DBS.

Este veículo, inspirado no modelo One-77, possui uma grande cabine e um porta-malas com capacidade de carga para até 368 litros e tem as seguintes dimensões: 2,06 metros de largura, 4,27 metros de comprimento, 1,29 metro de altura e 2,74 metros de distância entre-eixos.

Com relação à parte mecânica, o novo Vanquish possui um motor V12 6.0 com 573 cavalos de potência e um torque máximo de 63,22 kgfn. Além disso, este carro é equipado com o câmbio automático Touchtronic 2, que pode alcançar até seis marchas.

No seu espaço interno, os bancos podem ser revestidos com três tipos diferentes de couro, possui um painel de instrumentos ergonômico, tem ainda o sistema Driver Information Module (DIM) que permite o controle de todas as opções de entretenimento existentes no veículo. Além disso, os usuários deste carro têm a opção de diversos porta-objetos espalhados em vários locais, bem como a existência de entrada para dispositivos USB e tomadas para aparelhos móveis, como celulares e tablets.

Para aqueles que gostaram destas novidades, o novo Vanquish da britânica Aston Martin será apresentado oficialmente no Salão de Paris, que vai acontecer no mês de setembro de 2012 e já estará disponível para vendas no mercado europeu com preços a partir de R$ 400 mil.

Por Ana Camila Neves Morais


A montadora Aston Martin lançou o tão esperado V12 Zagato. Como é exclusivo e caro, será comercializado em edição limitada. Apenas 150 exemplares do modelo serão produzidos e custarão o equivalente a R$ 899.250,00, sem as taxas de IPI, que quando adicionadas, devem elevar e muito o preço final do automóvel de luxo.  

O motor não foi alterado, continua sendo o  6.0 V12, o mesmo propulsor utilizado no Vantage V12. O desempenho é surpreendente e gera até 510 cavalos de potência. De acordo com a fabricante, a velocidade do carro atinge até 305 km/h. Os freios são bastante diferenciados e precisos. A esportividade do carro fica evidente no design arrojado, na posição do banco do motorista e na transmissão manual de seis velocidades contidos no V12 Zagato. Além desses atributos, o carro dispõe de ajuste elétrico de assento e rodas de liga leve com aro 19”.

Sem dúvida, essa versão do V12 lembra bastante a anterior, especialmente pelo conjunto da obra e plataforma mecânica. Mas se diferencia nos detalhes, na qualidade da matéria prima, já que o lançamento possui vários itens feitos com alumínio personalizado e fibra de carbono.

O automóvel está com a aparência mais urbana e menos competitiva. A Aston Martin abandonou o design voltado para as pistas e eliminou itens como o difusor traseiro e o spoiler frontal. Resta saber se tais mudanças vão agradar.

Por Larissa Mendes de Oliveira


O Salão do Automóvel de Genebra que vai ocorrer na primeira quinzena de Março, pelo menos no segmento dos esportivos, promete grandes novidades. Além de modelos emblemáticos como a Ferrari FF e o novo Pagani Huayra, a tradicional montadora de carros esportivos inglesa, Aston Martin promete uma versão ainda mais esportiva do seu Vantage V8, a versão S.

Originalmente o Vantage V8 já era um esportivo clássico. Design elegante e imponente aliando classe e sofisticação e mecânica invejável. No entanto na nova versão S, o excelente ficou ainda melhor. Aprimoramentos tecnológicos aumentaram a capacidade de potência do propulsor 4.7 Litros da versão original e na nova versão ele produzirá 430 Cv de potência. Completa o conjunto, o câmbio de sete velocidades e tudo isso, de acordo com a fabricante, aumentou em até 20% a velocidade e o desempenho do modelo.

Visualmente houve pequenas mudanças estéticas nas rodas e para-choques que não alteraram muito a aparência elegante e clássica do modelo, que ganhou ainda novos equipamentos de segurança e controle que aumentam e muito o desempenho do veículo que ficou ainda mais esportivo e sedutor.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


A famosa fabricante inglesa Aston Martin, a mesma dos carros do James Bond, também está aderindo ao segmento dos chamados “city car”, compactos mais adaptados ao trânsito pesado e caótico dos grandes centros urbanos.

A montadora divulgou novos detalhes do Cygnet, como vai ser chamado. Inicialmente, ele sairá em duas versões especiais e limitadas, White e Black, para comemorar o início da produção. O motor que vai equipar o Cygnet será o 1.3 litros, movido a gasolina, que alcança a potência de 97 cv, com opção de câmbio manual ou automático.

O consumo fica em torno de 23,7 km/l. Segundo a Aston Martin, o motor está dentro das normas de baixa emissão de poluentes. O compacto tem uma lista de itens recheada. Nove airbags, controle de estabilidade, bancos aquecidos e navegação via satélite são alguns deles.

O modelo estará disponível a partir de abril, custando 30.995 libras (R$ 82.564).

Confira o vídeo do modelo:

Por André Gonçalves


A pouco mais de um mês está em funcionamento no país, mais precisamente em São Paulo, a única loja da marca de automóveis de luxo Aston Martin, com um desempenho muito melhor do que o esperado pelo grupo SHC, empresa que representa a marca inglesa no Brasil.

Já foram vendidas, somente nestes primeiros trinta dias, 16 unidades. Resultado excepcional para o segmento de carros de luxo, levando-se em consideração também que o modelo mais barato, o cupê Vantage V8 tem seu preço em R$ 600 mil.

Com expectativa inicial dos diretores de vender anualmente entre 50 e 60 unidades, o inicio é promissor principalmente em um momento em que a economia está aquecida e o consumo interno parece ter fôlego suficiente para absorver produtos de alta qualidade e altíssimo preço.

E para esta faixa de mercado, que parece ávida por requinte, luxo e sofisticação a Aston Martin tem mais um produto a oferecer. Ainda este mês estará a venda o primeiro cupê quatro portas da marca, que mantém o mesmo padrão de luxo e conforto que caracteriza a marca inglesa, além de vir equipado com um propulsor V12 6.0 de 477 CV de potência. O seu preço deverá ser de R$ 950 mil. Mas este não será o modelo mais caro a venda na loja. O mais caro é o luxuosíssimo DBS, que tem preço partindo de R$ 1,23 milhão.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Conhecida mundialmente por fabricar modelos esportivos e luxuosos a montadora inglesa Aston Martin estará oficialmente representada no Brasil a partir do próximo dia 19 de Agosto quando será inaugurada a primeira loja da marca localizada no bairro dos Jardins em São Paulo conforme informações do site G1.

Fabricante de modelos que aliam esportividade extrema à sofisticação e luxo, a Aston Martin é tradicional no mercado inglês e europeu e seus carros são envoltos em uma aura de glamour e sofisticação que também se faz notar nos preços de seus modelos esportivos. O modelo mais caro a ser vendido na loja da importadora oficial, o DBS começa em R$ 1,23 milhão.

Além desta, as outras super máquinas que já estarão à venda são as versões Coupê e conversível do seu modelo Vantage V8, sendo que o preço do Coupê parte de R$ 600 mil e o conversível de R$ 655 mil. Os preços são realmente altos, mas garantem máquinas super potentes e modernas. Por exemplo: o DBS possui motor V12 6.0 de que gera a bagatela de 510CV de potência, que o faz chegar a 307 Km/h e sua aceleração vai de 0 a 100 Km/h em apenas 4,3 segundos. Talvez um exagero, mas com certeza é um carro que está nos sonhos de todos aqueles que podem pagar por ele.

Inicialmente a montadora acredita que possa vender de 30 a 40 veículos por mês e para quem acha essa uma estimativa elevada em função dos preços, antes mesmo da inauguração já foi vendida uma unidade do modelo DB9 que tem preço de R$ 850 mil.

Por Mauro Câmara





CONTINUE NAVEGANDO: