Em 2015 as vendas de veículos caíram 26,6% e em 2016 a previsão é que as vendas caiam 5%.

O mercado automobilístico aproveitou ótimos anos para as vendas desde 2003 mesmo em tempos de crise. Os subsídios públicos certamente ajudaram, porém mesmo assim as vendas não aguentaram o ano turbulento de 2015 e caíram. Em 2015 as vendas foram 26,6% menores que no ano anterior, um grande impacto para a indústria da área.

Um dos motivos que deu o golpe à indústria automobilística foi a alta do dólar, que passou dos R$4,00. Como muitos dos componentes, especialmente os eletrônicos, são importados seus preços levantaram o preço final do veículo desestimulando os possíveis consumidores. Esses consumidores inclusive também sofreram golpes próprios como perdas de empregos e benefícios. Também serviram para aumentar o preço ajustes tributários e inflação.

O pior não são as perdas no lucro das empresas, mas sim o fim de diversas posições que elas foram forçadas a cortar devido à crise. Em 2015 foram 28 mil trabalhadores que perderam seus cargos e a perda só não foi maior graças a montadoras que entraram no país como a BMW e a Audi.

Mesmo entre aqueles que não foram mandados embora existem muitos com carga horária (e portanto salário) reduzidos ou afastados. Isso traz uma expectativa negativa para o ano que entra tanto na economia quanto no mercado de trabalho.

Para que o mercado se recupere e volte a crescer as montadoras tentam investir em varejo e na nacionalização de componentes. A ideia é baratear os carros para que o consumidor consiga comprar mesmo em período de crise.

A Anfavea prevê que a venda de automóveis no Brasil deve cair 5% em 2016, algo até otimista considerando-se os números de 2015. E para quem acha que é só aguentar mais um ano que o pior terá passado é bom não ficar tão tranquilo assim, algumas montadoras esperam que o mercado continue em queda até 2017.

Por Gizele Gavazzi

Venda de Carros

Foto: Divulgação


Quem tem acesso aos relatórios de indicadores da Wiesmann, montadora de carros esporte situada no noroeste da Alemanha  não tem dúvidas: a companhia está em falência.

A montadora começou seu estado de solvência em virtude de problemas administrativos que tiveram início em agosto de 2013 que acarretaram na incapacidade de pagamento de seus fornecedores e mesmo com todos os esforços com o intuito de salvar a marca e salvar o emprego de mais de 125 funcionários não foi possível reestabelecer a Wiesmann.

Os problemas financeiros da empresa começaram no ano de 2009, quando sua expansão por infelicidade, mesmo com o todo planejamento realizado, acabou por coincidir com a desaceleração da economia global e consequentemente gerou impacto no índice de vendas de carros de alto desempenho. Mesmo com a parceria entre a Wiesmann M Divisão da BMW, que se tornou fornecedora dos propulsores para a Wiesmann atual, a empresa acabou entrando com pedido de falência em virtude de dívidas oriundas dos custos de montagem no ano passado.

O fechamento da Wiesmann faz com que acabe a produção de carros fabricados sob medida pela Wiesmann, que foi fundada originalmente como um aftermarket no ano de 1985 com a produção de  telhados hard-top para carros abertos. A Wiesmann ultimamente mantinha seu foco na produção de carros decorados de tração traseira com dois lugares e em  carros esportivos com estilo retrô curvilíneo, movidos por motores contemporâneos da BMW M3 e M5.

O portfólio atual da Wiesmann varia entre o roadster 401bhp MF4 ao MF5 GT 547bhp, que partilha de seu motor V8 twin-turbo, e também com o BMW X5 M e X6 M.

Agora espera-se que as concessionárias alemãs da BMW ofereça opções de serviço limitados para os proprietários de Wiesmann  já existentes.

Por Jaime Pargan

MF5 GT 547bhp

Foto: Divulgação


O ano de 2014 é, sem sombra de dúvida, um dos melhores para a aquisição de carros. E, dentre as melhores opções, um automóvel está chamando bastante atenção. Estamos, pois, falando do Ford Focus Sedan.

Trata-se de um carrão com freios ABS, airbag duplo, monitor de pressão dos pneus, sistema multimídia SYNC com tela de 4 polegadas, rodas de liga leve, além de controle de estabilidade e de tração para o modelo com transmissão automatizada.

O Focus Sedan da Ford, por sua vez, tem vários pontos positivos como modernidade, conforto, segurança e uma série de recursos que tornam a sensação de guiar esse veículo algo super incrível. Em todo o caso, no que concerne aos preços, a verdade é que os valores então sugeridos são de R$ 62.990,00 a R$ 89.990,00, a depender da versão escolhida. 

No mais, para entendermos a dinâmica do carro, o fato é que alguns itens de série precisam ser escritos como: chave ou cartão inteligente automático, inclui entrada sem chave e inclui partida sem chave; retrovisores das portas do motorista e passageiro com ajuste elétrico na pintado e luzes indicadoras; suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora; roda tipo independente e molas helicoidais; suspensão tipo multibraço e traseira com barra estabilizadora; entre outros pontos que incrementam a força e estilo do Ford Focus Sedan.  

Outro ponto a favor é que o Ford Focus Sedan tem um ótimo custo benefício e parece ter sido feito para todos os tipos de clientes. Assim, apesar de ser muito bom, devemos salientar que há pequenos pontos negativos como o tecido do carro e o fato deste ser baixo demais.

O objetivo do carro, com efeito, é fazer a Ford entrar de vez no mercado dos sedans médios e com a tarefa de disputar espaço com o VW Golf.

Por Juan Wihelm

Ford Focus Sedan 2014

Foto: Divulgação


Quem ama carros precisa, incontestavelmente, ler as linhas que se seguem para conhecer mais novidades deste mercado que cresce cada dia mais.

O povo brasileiro é apaixonado por carros. Essa realidade, por sua vez, faz com que as pessoas procurem cada vez mais novidades e informações que possam ser essenciais no que concerne a esse universo tão amplo e incrível. Sendo assim, para saciar a vontade e o desejo de nossos leitores, o fato é que fomos procurar um especialista no assunto. 

Henrique Coutinho é dono de uma coleção de carros antigos e novos e, assim que chegamos, ele revelou o que vai ser o grande barato para quem ama veículos de quatro rodas. Segundo ele, no entanto, o ideal para este ano de 2014 é, sem dúvida, apostar nos carros customizados ou tunados. Hoje em dia, com o “sem fim” de opções de automóveis que existem, o fato é que os motoristas de plantão podem deixar sua marca e um pouco da sua personalidade em seus carros. Essa é uma tendência que veio para ficar por muito tempo.

– Cores:

Uma das grandes tendências e novidades para essa temporada consiste no trabalho com cores. Vale a pena pintar seu carro de uma forma que mostre um pouco do seu jeito de ser. Não existem mais motivos para a pessoa ficar envergonhada. Por isso, seja rosa Chanel ou preto fosco, o mais bacana e relevante é deixar um pouco do seu traço em seu possante.

– Procure um especialista:

Isso mesmo! Antes de mexer em seu automóvel, todavia, o mais indicado é procurar um especialista que possa lhe orientar a respeito do que pode ou não ser feito em seu veículo. Depois disso, em todo o caso, é só aproveitar nossas dicas e criar um carro que tenha a sua cara. 

O Tuning ou car tuning é um passatempo que pode fazer do seu carro algo ainda mais importante em sua vida. 

Por Jaime Pargan

Carro customizado

Foto: Divulgação


A Fiat iniciou nesta semana as vendas da versão Sporting para os modelos Novo Palio e Novo Uno que foram apresentadas durante o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo que aconteceu em outubro deste ano.

Fonte: Quatro Rodas

 

Os veículos integram a série especial Interlagos tendo como principais características rodas de liga leve, bancos e volante revestidos em couro.

De forma mais específica, o Novo Palio Interlagos possui teto solar, entrada para USB, vidros traseiros com acionamento elétrico e sistema de entretenimento com som, rádio e Bluetooth.

Já o Novo Uno Interlagos vem com ar-condicionado, novo painel de instrumentos, porta-objeto, sistema de entretenimento com som, rádio, Bluetooth e USB, dentre outros.

Fonte: Novounoclube

Para quem deseja comprar um destes modelos, eles estão disponíveis nas concessionárias Fiat de todo o Brasil com valores de R$36.830 – para Novo Uno – e de R$43.860 para o Novo Palio.

Por Ana Camila Neves Morais


A montadora japonesa de veículos Acura mostrou durante o Salão Internacional do Automóvel de Los Angeles as primeiras imagens do seu novo veículo: o Acura RLX.

Este carro sedã possui um motor do tipo V6 3.5 litros com câmbio automático de seis marchas, injeção direta e alcança uma potência de até 310 cavalos.

Fonte: Autoblog.com

 

Dentre as suas principais funcionalidades estão rodas de liga leve com 18 e 19 polegadas, ar-condicionado, freios do tipo ABS, controle de velocidade, sistema AcuraLink com informações do trânsito bem como uma central multimídia.

O novo Acura RLX – cujos valores não foram divulgados pela montadora – começará a ser vendido nos Estados Unidos já em 2013 e deve chegar ao mercado brasileiro apenas em 2015.

Por Ana Camila Neves Morais


A Chevrolet anunciou nesta semana mais um recall em seus veículos. Desta vez foram identificados problemas nos modelos Agile e Montana em um total de 13.373 carros afetados.

De acordo com a empresa, existe uma falha na fabricação dos tubos de alimentação e combustível desses carros que ocasionam danos em sua superfície interna.

Com isso, existem riscos de vazamentos de combustível podendo ocorrer, até, incêndios nos veículos com o problema.

Os veículos que integram este recall são para o modelo Montana os fabricados entre 19 de setembro de 23 de novembro de 2012 com chassis entre DB152440 e DB205070.

Já para o Chevrolet Agile as unidades adulteradas são as fabricadas entre 04 de outubro e 23 de novembro de 2012 com numeração do chassi entre DR141160 e DR175496.

Para realizar o serviço pode ser feito o agendamento pelo telefone 0800-702-4200, sendo que o serviço demora em média 15 minutos para ser realizado.

Por Ana Camila Neves Morais


Recentemente uma imagem que circulou na internet levantou suspeitas sobre uma possível versão do  Alpine A110 Berlinetta, um dos mais lendários automóveis da marca francesa Renault.

Ao que tudo indica, na próxima sexta-feira, 25, o novo conceito deve ser apresentado oficialmente na Riviera Francesa, em Mônaco, mais precisamente no evento  realizado em comemoração aos 50 anos do Alpine A110.   

Segundo publicações francesas, especula-se que o novo Alpine contará com motor V6 3.5, gerando 400 cavalos de potência.

Sua carroceria terá um desenho moderno e será constituída de fibra de vidro, o que diminuirá o peso do modelo.

lém disso, o chassi do Alpine A110 será tubular em aço.   

Também conhecido como Berlinette, o esportivo da Renault, durante a década de 60 chamou bastante a atenção dos apaixonados por velocidade.

Em relação à transmissão, desde sua criação, ela é manual de cinco marchas.

A fama internacional perdeu força em 1970, entretanto, com o aumento da potência e modernização do design, o carro deve chegar com tudo, reconquistando seu espaço.    

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Fiat que acabou de lançar no Brasil o modelo Bravo, que será o mais caro veículo da marca, mais caro até mesmo do que o Fiat Línea, tem vários itens diferenciados em relação a outros modelos.

Como exemplo, podemos citar o fato de alguns modelos virem equipados com até sete airbags, um deles com a única função de proteger o joelho do motorista.

Além disto, todos os modelos possuem um gancho universal para ser encaixado a cadeira de crianças e tornar a utilização deste item de segurança muito mais prática e segura.

O Fiat Bravo será disponibilizado em duas motorizações, o modelo nacional de 1.8 e flex e o motor importado de 1.4 turbo, a gasolina.

O preço inicial deste novo modelo da Fiat será de aproximadamente R$ 55 mil e o modelo top deve custar em torno de R$ 65 mil.

A versão mais básica do Fiat Bravo, o Essence 1.8 16V Flex  não tem nada de básico, com um pacote de itens de série surpreendente, tais como ar condicionado, air bag duplo, direção elétrica, rodas em liga leve, faróis de neblina, piloto automático, retrovisores elétricos, entre outros inúmeros benefícios.

Por Denilson G Santos


A Citroën anunciou para o final de maio o lançamento de seu novo veículo, o Citroën C3 Picasso, indicando dessa maneira a presença do novo carro nas concessionárias da empresa já no mês de junho. O veículo será produzido na fábrica da empresa em Porto Real/RJ.

O modelo já está pronto e em fase de testes nas ruas. Ao contrário do que parece ser pelo visual adotado pela empresa para o novo carro, a Citroën não deseja fazer do C3 Picasso, uma versão mais barata do AirCross. A ideia é buscar um grupo de clientes que não desejam um veículo voltado para off-road como o AirCross.

A montadora ainda não divulgou o preço que será utilizado no Brasil, mas estima-se que fique na faixa entre R$ 45 mil e R$ 55 mil.

Por Henrique Pereira


A montadora de veículos francesa Renault lançará em maio, a versão 2012 do Sandero para o mercado brasileiro, com alterações visuais e no interior. A reforma visual toma como exemplo a versão Stepway.

A frente do novo Sandero terá grade com apenas um vão acima da placa, tomadas de ar inferiores e novos faróis refletores, diferentes do Stepway que apresenta faróis elipsoidais.

Já na versão Sandero Stepway o tom de preto fosco continua sendo usado nos para-choques, para-lamas e grade dianteira. Haverá poucas mudanças visuais, mais atentas nas lanternas e no logotipo da empresa.  No interior, os comandos dos vidros elétricos passam para as portas (mesmo modelo adotado no Logan). A empresa ainda não confirmou, mas o novo Sandero 2012 pode ter a potência do motor de 1.6 l e 8V aumentada.

Por Henrique Pereira


O Chevrolet Celta que fez tanto sucesso, principalmente entre o público feminino, também está  de malas prontas e deve abandonar de vez o mercado automobilístico nacional.

A montadora tem a intenção lançar um outro modelo para tentar competir com o novo Uno da Fiat, que tem levado vantagem sobre o Celta em todos os quesitos e até o momento, de goleada.

O substituto do Celta vem da Europa, o Opel Agila, que possui um interesse muito pequeno entre o publico europeu, tanto é que está deixando de ser fabricado e deve chegar em breve ao mercado nacional.

Chegará ao Brasil como novidade, como um novo modelo disponível e de início pode atrair a curiosidade dos compradores, porém já se trata de um projeto antigo, até mesmo superado, pelo menos para o mercado europeu.

É um veículo de dimensões reduzidas e que deve chegar ao mercado brasileiro com um preço convidativo, porém ainda não divulgado pela General Motors do Brasil.

Por Denilson G Santos


Nesta semana foi anunciado mais uma operação para recall de veículos em nosso país. Dessa vez a montadora de veículos Chrysler, através da Chrysler Group do Brasil anunciou o recall envolvendo 483 unidades da minivan Town & Country.

Os veículos convocados para o recall foram fabricados entre 2008 e 2009 e devem ser levados a uma das concessionárias da empresa para que seja feita a inspeção dos chicotes elétricos das duas portas deslizantes (o serviço será gratuito).

De acordo com a empresa, existe a possibilidade de os chicotes elétricos localizados nas dobradiças das portas se desgastarem, gerando um superaquecimento. A fabricante menciona que nesses casos existe a possibilidade de ocorrer incêndio dentro das portas. Se houver necessidade, os chicotes do veículo serão trocados na concessionária da empresa.

O cliente que deseja saber se o seu veículo está convocado para a realização do recall, deverá entrar no site: www.chrysler.com.br, ou entrar em contato através do telefone: 0800 703 1730.

Por Henrique Pereira


O segmento de carros esportivos está entrando definitivamente na era dos motores ecológicos. O mais novo integrante da categoria, que deve chegar aos mercados norte-americano e europeu em abril, é o Karma Plug-In Hybrid, modelo fabricado pela Fisker Automotive, uma empresa nascida há poucos anos nos Estados Unidos, e que usou um projeto militar como base para a fabricação do novo híbrido.

O Karma foi apresentado em 2008, ainda como conceito, e teve poucas mudanças para a versão final de produção. Ele tem um belo design, com prioridade para a aerodinâmica. O bólido é equipado com dois motores elétricos, capazes de gerar 408 cv de potência e 132,5 kgfm de torque, que têm uma autonomia de cerca de 80 km. O conjunto conta ainda com um propulsor 2.0, movido a gasolina, que entrega outros 260 cv de potência ao esportivo, além de ser o responsável pelo carregamento das baterias de íon lítio dos motores elétricos, através de um gerador.

O cupê, de quatro portas, tem um acabamento interior bastante luxuoso, com equipamentos modernos, para garantir o conforto dos 4 ocupantes. Ele vai custar US$ 88.000 (R$ 146.344).

Conheça um pouco mais sobre o Karma no site da Fisker.

Por André Gonçalves


Já podem ser encontradas nas 30 concessionárias brasileiras da Land Rover, a versão especial do Discovery 4, conhecida como Discovery 4 Black and White, lançada recentemente pela montadora britânica. Serão apenas 100 unidades à venda no Brasil, com preço sugerido de R$ 239.900. Como o próprio nome já diz, o modelo é comercializado em duas cores, Preto Santorini ou Branco Fuji, e vem com novos itens exclusivos, além de um acabamento diferenciado.

Volante, painel e bancos têm costuras que combinam com a tonalidade dos revestimentos em couro da série especial, oferecidos nas cores Ebony (preto) ou Ivory (marfim). Externamente, podemos destacar as rodas aro 20 com design renovado, o acabamento em prata e preto, entradas de ar nas laterais, grade frontal, teto solar elétrico, puxadores das portas e espelhos retrovisores, todos na cor preta.

Para aproveitar todas as características off-road do veículo, sem deixar o desempenho no asfalto em baixa, a Land Rover escalou o motor TDV6, turbinado, de 3.0 litros, movido a diesel, com injeção direta. Através do sistema Terrain Response, o motorista pode escolher, dentre cinco diferentes configurações de motor, suspensão e tração, a melhor combinação para o tipo de piso em que estiver trafegando no momento.

Por André Gonçalves


A convergência de sistemas facilita a vida do cidadão. Para exemplificar a ideia e chegar a outra mais adiante, é possível realizar uma série de solicitações em "Poupatempos" espalhados por toda a cidade de São Paulo por meio de cruzamento de dados. A geração do Imposto de Renda Pessoa Física (e Jurídica) também é outro exemplo.

A partir da próxima quinta-feira (17), o número do Registro Nacional de Veículos Automotores, ou simplesmente Renavam, trará ao condutor informações sobre recalls. Quando o motorista acessar a página virtual do Denatran e informar os dados do veículo, poderá saber se existe algum chamado pendente.

Por enquanto, apenas informações a partir de 17 de março serão elucidadas. Convocações não acatadas num prazo de 365 dias também constarão no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

O projeto visa elucidar ao Denatran sobre o curso de todos os recalls realizados pelo país. Ao motorista, o intento é interessante por permitir, no ato da compra de um carro seminovo ou usado, que ele tenha acesso a chamados não realizados, caso assim seja, pelo antigo dono.

Leia mais: Veículos – Não realização de Recalls serão inclusos no Renavam

Por Luiz Felipe T. Erdei

 


Finalmente, a BMW apresentou oficialmente o novo Série 6 Coupé 2012, que virá montado sob uma nova plataforma e com duas opções de motor. Uma delas é o 640i 3.0, turbinado, que entrega ao motorista uma potência de 320 cv, a 5.800 rpm e torque de 45,9 kgfm. Os outros números da versão são velocidade máxima de 250 km/h, aceleração de 0 a 100 km/h alcançada em 5,4 segundos, consumo de combustível que fica em torno de 13 km/l e a emissão de 179 g/km de CO2.

A outra opção é o propulsor V8 650i, de 4.4 litros, que atinge 407 cv de potência e 61,2 kgfm de torque. O estranho é que, de acordo com a BMW, a velocidade máxima é também de 250 km/h, igual ao 640i. As diferenças estão na aceleração, feita em 4,9 segundos, no consumo (9,8km/l) e na emissão de CO2 (243 g/km).

Algumas das outras novidades são o câmbio automático de 8 marchas, a nova capacidade do porta-malas (460 litros), e as novas medidas das rodas e da carroceria.

O modelo, que chegará às revendedoras ainda em 2011, inclusive no Brasil, não teve o preço revelado.

Veja as fotos no site Automobile Magazine.

Por André Gonçalves


Cada vez mais se fala em diminuir os índices da poluição vinda dos automóveis. Para isso, algumas iniciativas da indústria automobilística têm sido tomadas. Uma das primeiras atitudes foi a produção de motores híbridos, que começaram a equipar o Toyota Prius, lançado em 1997, no Japão. Atualmente, existem modelos que utilizam a energia elétrica como única fonte de alimentação, o que já foi um avanço enorme.

Mas, como a maioria dos carros em circulação no planeta ainda é movida por combustíveis fósseis, a alternativa mais imediata é realizar modificações nos motores, para que eles emitam o mínimo possível de poluição.

É nesse sentido que a Fiat vem trabalhando, e parece estar obtendo sucesso, já que foi eleita pela quarta vez como a montadora que tem os motores mais eficientes em termos de emissão de CO2.

Os números exigidos pela União Européia, a serem considerados a partir de 2015, são de 130 g/km, mas a Fiat já vem mantendo em seus propulsores uma média de 123,1 g/km desde 2010.

A grande responsável por isso, segundo a montadora italiana, é a tecnologia usada em alguns motores, como o Twin Air, do Fiat 500, que tem emissão de CO2 de apenas 92 g/km.

Por André Gonçalves


Desde 2010 no Brasil, a montadora chinesa Chery quer entrar de vez na briga pela liderança do mercado de carros populares. Para isso, vai lançar no país o compacto QQ (pronuncia-se Quiu Quiu), que tem previsão de chegada para o mês de abril.

Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2010, o pequeno carro, de 5 portas, vem com um bom número de equipamentos, apesar do suposto preço de R$ 22.900, que se confirmado, será o mais barato do país. A lista inclui airbags duplos, ar condicionado, direção com assistência, trio elétrico, sensor de ré, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem e rádio CD Player com porta USB e leitor de MP3. Nada mal para um carro popular.

Com relação ao motor, a Chery optou pelo ACTECO 16V, de 1.1 litro, movido a gasolina, que desenvolve 68 cv de potência, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. A suspensão é independente do tipo McPherson com molas espirais na dianteira e de eixo rígido com braços arrastados na traseira.

O acabamento interior do QQ é bastante simples. No entantano, ele deve causar muito barulho no mercado, pelo seu preço, e quem sabe até balançando a concorrência.

Por André Gonçalves


Foram divulgadas as listas com os 3 veículos finalistas de cada categoria, que concorrem ao prêmio de Melhor Carro do Ano Mundial 2011 (World Car of the Year 2011). A lista é divulgada anualmente, durante o Salão do Automóvel de Genebra, e os vencedores serão conhecidos na próxima edição do Salão de Nova Yorque, no mês de abril.

Na categoria principal, a que dá título à premiação, estão classificados o Audi A8, a BMW Serie 5 e o Nissan Leaf, este apontado como grande surpresa, por ser o primeiro carro totalmente elétrico a ser indicado ao prêmio máximo da indústria automobilística.

O Leaf parece mesmo ter agradado, tanto é que vai disputar o troféu também na categoria “World Car Green”, cujos outros dois concorrentes ecológicos são o BMW 320d EfficientDynamics e o Chevrolet Volt.

Já os indicados na categoria “World Performance Car”, que contempla os esportivos, são a Ferrari 458 Italia, a Mercedes-Benz SLS AMG e o Porsche 911 Turbo.

Por último, vão concorrer ao prêmio de melhor design, ou “World Car Design of The Year”, o Aston Martin Rapide, o Alfa Romeo Giulietta e a Ferrari 458 Italia.

Os jurados são 66 jornalistas especializados de todo o mundo.

Por André Gonçalves


A Nissan apresentou a nova família da Livina 2012, que terá nove versões de acabamentos diferentes, duas opções de motores (ambos flex), novos itens e mudanças estéticas. Vamos conhecer todas elas. O modelo mais básico, Livina 1.6, com preço sugerido de R$ 43.990, vem com parachoques na mesma cor da carroceria, câmbio manual, trio elétrico, airbag para o motorista e ar condicionado.

A versão 1.6 S, que vai custar R$ 46.490, tem rodas de liga leve aro 15, grade cromada, airbag duplo, alarme, bancos com novo revestimento e rádio com CD e MP3, itens que são de série em todas as versões seguintes.

Nos modelos da linha SL, aparecem todos os itens da S, acrescidos de algumas novidades, como freios ABS com sistema de distribuição eletrônica, faróis de neblina na dianteira, apoio de braço para o motorista e bancos com novos revestimentos. Pelo preço de R$ 51.690, será possível adquirir a SL 1.6, com câmbio manual de 5 marchas. Já a versão com motor 1.8 e transmissão automática, que inclui chave inteligente I-Key, sai a R$ 54.790.

A versão especial Night & Day também está presente na linha 2012 da minivan, com preço de R$ 48.590 e alguns itens diferenciados.

Acesse aqui a continuação da matéria dos novos modelos. 

Por André Gonçalves


Continuando a apresentação das novidades na linha 2012 da minivan Livina, da Nissan, vamos conhecer agora a Livina X-Gear 2012. O modelo tem características mais esportivas e agressivas. Outras novidades são a grade dianteira cromada, com desenho diferenciado, faróis de neblina abrigados no parachoque, rack de teto, rodas aro 15 exclusivas, volante forrado em couro, sistema de som com seis alto-falantes, rádio com CD, MP3 e entrada para iPod.

A versão 1.8 SL automática vai custar R$ 56.990. Já a 1.6 SL, com câmbio manual e alarme como item de série, tem preço sugerido de R$ 53.290.

Para finalizar, a linha 2012 traz ainda novidades para a Grand Livina, que tem capacidade para sete passageiros, devido à terceira fileira de bancos. Na opção com motor 1.8 e câmbio manual, que custa R$ 54.290, os equipamentos de série incluem alarme perimétrico, airbag duplo, direção com assistência elétrica e código imobilizador do motor, dentre outros.

Para a versão top de linha, com o mesmo propulsor 1.8 acoplado ao câmbio automático, alguns dos itens que a montadora incluiu são chave inteligente I-Key, bancos e volante em couro, freios ABS e sistema de áudio com seis alto-falantes. O preço sugerido é de R$ 62.290.

Por André Gonçalves


E não param de surgir versões especiais para o pequenino Fiat 500. A última novidade é o 500 Coupé by Zagato, feito em parceria com o estúdio Zagato, com design bastante agressivo, desenvolvido como homenagem ao Fiat Abarth 750 GT by Zagato, que fez sucesso em corridas nos anos 1950. A versão vem com teto rebaixado e apresenta uma “corcunda dupla”, marca registrada do estúdio. O segmento de público que a Fiat pretende atingir com o lançamento é o jovem, do sexo masculino.

Com medidas de 3,55m x 1,63m x 1,49m, o modelo teve um pouco do espaço interno reduzido, devido às alterações estéticas, que acabou transformando-o em um 2+2 lugares. Algumas das outras novidades do lado de dentro são o volante esportivo em couro, bancos também esportivos, painel na mesma cor da carroceria e o sistema multimídia Blue&Me, com novas configurações, que contam com diversas conexões (smartphones, tablets, MP3, USB, Bluetooth) para acessar a internet e o sistema de navegação.

Já o motor, não passou por nenhuma alteração, sendo o mesmo TwinAir, de 1.4 litro e desenvolvimento de 105 cv de potência, com baixo consumo de combustível e emissão de CO2 em torno de 95 g/km, segundo o site Carsession.

Por André Gonçalves


A Ford vem trabalhando há um bom tempo para renovar a picape Ranger, tanto é que apresentou, algum tempo atrás, a sua nova linha, que ficou conhecida como T6. O modelo é um projeto global, que a montadora quer comercializar em 180 países, assim como vai fazer com o novo Focus e alguns outros veículos. Aos poucos, a nova geração da Ranger vai mostrando a sua cara.

A versão com cabine dupla já foi até apresentada na Austrália, mas ainda não teve a sua produção iniciada. Agora foi a vez do modelo com cabine simples ser flagrado trafegando quase que sem disfarces, conforme mostra a foto do site Detroit News.

Especula-se que a nova Ranger estará à venda logo no início de 2012, inclusive no Brasil, sendo empurrada pelos motores Duratec 2.5 e TDCi Duratorq, de 2.2 e 3.2 litros, possivelmente com algum destes propulsores tendo a opção flex.

Por André Gonçalves


O Jeep Grand Cherokee vai ganhar uma nova versão, equipada com motor a diesel, que inicialmente estará à venda na Europa, onde há grande procura por carros que utilizam este combustível. Mas há boas possibilidades de que a linha chegue a outros mercados, inclusive o Brasil.

Serão duas versões do utilitário esportivo, usando o mesmo motor turbo V6 3.0, fabricado pela VM Motori, com a tecnologia MultiJet II, da Fiat, que melhora a potência e o torque. A básica terá um desempenho de 190 cv de potência, enquanto que a top de linha vai desenvolver 241 cv.

O nível de emissão de poluentes ficará em torno de 218 gramas de CO2 por quilômetro rodado, e o consumo combinado de diesel terá uma média de 12 km/litro, segundo o site Motor Authority. As marcas serão possíveis graças ao sistema MDS, que inutiliza dois cilindros quando não há exigência de grande potência.

Por André Gonçalves


Apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo 2010, o Subaru Impreza WRX STI Sedã já está à venda no país. O modelo, o mais potente da linha, é equipado com um motor turbo de 2.5 litros e 16 válvulas, com injeção seqüencial de gasolina, que gera até 310 cv de potência. O câmbio pode ser manual, de 6 velocidades, com opção de troca pelas borboletas, ou automático, de 5 marchas.

A versão tem um visual agressivo, com destaque para o grande aerofólio na traseira, escapamento com dupla saída, grade dianteira com novo desenho, na cor preta e parachoque cromado.

Com relação aos itens, o Sedã sai equipado de fábrica com faróis HID (xenon); faróis de neblina; airbag frontal, cortina e lateral; cintos de 3 pontos para todos os passageiros; e freios ABS, dentre outros.

O preço sugerido é de R$ 220.000.

Veja as fotos no site da Subaru.

Por André Gonçalves


A Smart vai mostrar o que pode ser a cara do mini compacto Fortwo futuramente. O modelo conceitual, chamado de Smart Forspeed, vai ser apresentado no início do mês de março. Além do belo design, com desenhos e características futuristas, o Forspeed nasce como um carro “verde”, pois será movido por um motor elétrico com capacidade para gerar até 40 cv de potência, o que lhe dará uma autonomia de 135 km, segundo o site ZerCustoms.

A alimentação será feita através de baterias de íon lítio, que, em 3 minutos, podem ser recarregadas ao nível de 80%.

Apesar de o nome remeter à velocidade, o conceito pode atingir a velocidade máxima de apenas 120 km/h, suficiente para o trânsito urbano, para o qual ele foi projetado. Outras características do pequeno conversível são faróis redondos com lâmpadas de LED e os bancos com moderno design e cintos de quatro pontos.

Créditos Flickr

 

Créditos Flickr

Por André Gonçalves


Um dos primeiros veículos da Chevrolet a possuírem a versão 2012 é o Celta, que agora tem como versão de entrada o LS 1.0 flex.

O novo veículo vem nas versões 2 e 4 portas, faróis escurecidos, lanternas com novo padrão de cores, formato moderno para os bancos e volante com adornos em alto relevo.

O veículo começa a ser vendido este mês nas concessionárias e parceiras Chevrolet. Propondo economia, força, boa revenda e baixo custo de manutenção aos compradores.

No site da Chevrolet os interessados podem consultar a ficha técnica do veículo, galeria de fotos etc.

O Celta LS 1.0 é vendido a partir de R$ 26.115,00.

Por Karina Silva


Esta é para os apaixonados pela Ferrari: a montadora italiana divulgou novas imagens da sua mais recente e revolucionária criação, a FF 2012. O modelo traz um design inovador e inusitado, mas sem perder a identidade com a marca. Além disso a FF conta com tração integral nas quatro rodas.

Aliás, as imagens divulgadas pela fábrica de Maranello deixam isso bem claro, ao mostrar o veículo deslizando em meio à paisagem de inverno na Europa, com direito à neve e tudo o mais. Tratam-se verdadeiras obras de arte.

O modelo tem motor V12 de 651 cv com 6.3 litros, e tem capacidade para abrigar 4 passageiros. A Ferrari avisa que mais informações sobre o veículo podem ser encontradas no site feito exclusivamente para o modelo – ferrarifour.com.

Veja o vídeo do modelo:

Por Maximiliano da Rosa


O superesportivo MP4-12C, da McLaren, apresentado em 2009, finalmente começou a ser produzido em série, na fábrica da montadora, que fica nos arredores de Londres.

Equipado com um motor biturbo V8, de 3.8 litros, o bólido promete um alto desempenho para quem curte a velocidade, já que o propulsor gera 600 cv de potência e uma velocidade máxima de 321 km/h. Para sair de 0 e chegar a 100 km/h, ele gasta apenas 3 segundos.

Contribui para essa performance a fibra de carbono, material utilizado na fabricação de diversos componentes do MP4-12C, dentre eles o chassi, o que diminuiu bastante o peso da máquina.

Características aerodinâmicas herdadas da F1 também estão presentes no carro, que passou por testes nas mãos dos pilotos Lewis Hamilton e Jenson Button.

O superesportivo estará à venda em 19 países, com o preço básico de US$ 229.000 (ou R$ 382.430).

Veja as fotos no site AutoGuide.

Confira o vídeo dos pilotos da F1 com o modelo:

Por André Gonçalves


Nas concessionárias da Fiat já é possível encontrar o Novo Uno Sporting à venda. Apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em 2010, a versão é equipada com um pacote esportivo composto de rodas aro 15, aerofólio preto, escapamento com ponteira dupla, minissaias laterais, pedaleiras esportivas, adesivos com a inscrição “Sporting” em várias partes do carro, faróis com máscara negra, spoiler na cor do veículo e suspensão rebaixada, dentre outros.

Alguns dos itens de série são computador de bordo, volante em couro e sistema drive by wire. A lista de opcionais tem airbag duplo e rádio CD/MP3 com conexões USB e Bluetooth.

O motor é o 1.4 EVO, que gera 85 cv de potência se movido a gasolina ou 88 cv com etanol. A velocidade máxima utilizando gasolina é de 170 km/h. Com etanol o carro chega a 172 km/h.

O preço sugerido é de R$ 33.970.

Acesse maiores informações no site da Fiat.

Por André Gonçalves


A Honda resolveu fazer algumas mudanças no Fit, retirando alguns itens de série e deixando-o com um preço mais acessível aos consumidores, que já podem encontrar o novo modelo New Fit DX nas revendedoras da marca por um preço básico de R$ 51.805 (com transmissão manual de 5 velocidades) ou R$ 55.805, na versão com câmbio automático.

Um dos itens que a montadora passa a oferecer para o modelo como opcional é o sistema de áudio e os alto-falantes. Outra novidade é na roda, que agora é de aço (anteriormente era de liga leve), mantendo o aro 15.

Em compensação, a lista de equipamentos que saem de fábrica continua boa: Ar condicionado, airbags frontais duplos, retrovisores elétricos e sistema eletrônico de aceleração, são alguns deles. Sob o capô está o mesmo motor i-VTEC Flex, de 1.4 litros, que alcança 100 cv de potência (a gasolina) e 101 cv, se movido a álcool.

Por André Gonçalves


A famosa fabricante inglesa Aston Martin, a mesma dos carros do James Bond, também está aderindo ao segmento dos chamados “city car”, compactos mais adaptados ao trânsito pesado e caótico dos grandes centros urbanos.

A montadora divulgou novos detalhes do Cygnet, como vai ser chamado. Inicialmente, ele sairá em duas versões especiais e limitadas, White e Black, para comemorar o início da produção. O motor que vai equipar o Cygnet será o 1.3 litros, movido a gasolina, que alcança a potência de 97 cv, com opção de câmbio manual ou automático.

O consumo fica em torno de 23,7 km/l. Segundo a Aston Martin, o motor está dentro das normas de baixa emissão de poluentes. O compacto tem uma lista de itens recheada. Nove airbags, controle de estabilidade, bancos aquecidos e navegação via satélite são alguns deles.

O modelo estará disponível a partir de abril, custando 30.995 libras (R$ 82.564).

Confira o vídeo do modelo:

Por André Gonçalves


Uma grande notícia foi dada aos fãs de carros velozes. A McLaren anunciou que vai voltar a vender o SLR, que foi comercializado entre os anos de 2003 e 2009, e nasceu da parceria com a Mercedes Benz (que também acontece na F1).

O último modelo fabricado, no início de 2009, foi a série Stirling Moss, em homenagem a um piloto britânico e aos carros de corrida produzidos pela Mercedes Benz há décadas atrás. Porém, a McLaren avisa que serão fabricadas apenas 25 unidades, que virão equipadas com um motor 5.4 V8, que alcança 626 cv de potência.

De acordo com a montadora, os novos SLR terão um kit aerodinâmico diferente das versões anteriores, além de passarem por mudanças na suspensão e no sistema de direção. O preço não foi divulgado pelas duas montadoras, mas a série especial, que havia encerrado a fabricação do bólido, em 2009, era vendida por 750 mil euros.

Confira o vídeo do modelo Stirling Moss:

 

Por André Gonçalves


A Ferrari vai mostrar no Salão de Bolonha mais uma novidade para os seus fãs. Trata-se do novo modelo 458 Challenge, que será utilizado em competições esportivas. Ele é na verdade uma versão diferenciada do modelo de rua, apesar de o motor ser o mesmo, o 4.5 V8, de 570 cv e 9.000 rpm. As mudanças começam nas relações de câmbio, que sofreram alterações e no sistema de dupla embreagem, que foi recalibrado para ter maior torque em baixas rotações.

Outras diferenças estão no peso do carro, que foi reduzido, através da alteração na espessura dos painéis da carroceria e também na utilização de fibra de carbono e Lexan (resina de policarbonato que substitui o vidro) na fabricação do modelo.

Além disso, a 458 Challenge vai utilizar uma suspensão com juntas de aço e amortecedores de liga leve. As rodas são de aro 19 e os freios são da mesma fabricante que equipa os carros de F1. Será que vai fazer na pista o mesmo sucesso que fez nas ruas?


Créditos:Flickr

Créditos:Flickr

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: