O BMW Z4 2019 vem com uma versão no motor 3.0 que é turbo de seis cilindros em linha, que dá a possibilidade do carro alcançar de 0 a 100 km/h em menos de cinco segundos.

Todos já estavam ansiosos para a chegada deste lançamento da BMW, a demora fez as expectativas aumentarem sem contar nas diversas fotos do carro em teste e várias especulações, o então o lançamento BMW Z4 2019 foi então apresentando em Pebble Beach.

Ele foi apresentado em uma versão M40i, versão essa que é top de linha, vindo com um motor de 6 cilindros, que em uma edição é especial é chamado First Edition, apesar de ser tão esperado ele não será o veículo com a primeira configuração a ser vendida. Pois o Z40 30i terá suas vendas iniciadas no segundo trimestre deste ano, e o lançamento M40i fica para segunda metade do ano.

O BMW Z4 2019 vem com uma versão no motor 3.0 que é turbo de seis cilindros em linha, que dá a possibilidade do carro alcançar de zero a 100 km/h em menos de cinco segundos. Já na Europa, este modelo produzirá (339 CV), isso por causa do Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure, o sistema novo de testes de emissões de poluentes, que tem regras mais rígidas.

As variações para aplicação nos demais mercados podem ser bem mais potentes. O sistema First Edition vem com freios M Sport e diferencial traseiro controlado eletronicamente e amortecedores adaptativos.

Deu para perceber que a nova geração do roadster veio seguindo praticamente o estilo do conceito que foi mostrado pela empresa alemã no ano de 2017.

A BMW Z4 2019 vem com a pintura em uma coloração laranja metálica ou Frozen Orange, sua frente bem complexa mistura grades e entradas de ar formando assim um aspecto esportivo. A famosa grade que tem formato de rim da BMW se expande por toda a frente, e uma das grandes novidades são os faróis que tem desenho interno totalmente diferente dos outros modelos da marca.

Ainda como novidade tem uma grade frontal com duplo rim bem mais larga e com detalhes que vem no preto brilhante, para-choque com formato mais imponente, faróis com recorte mais agressivo, laterais com tomada de ar e vincos marcantes na lataria e traseira com lanternas em LED com formato afilado invadindo a parte central e capô longo mais musculoso.

No BMW Z4 2019 temos as saídas de ar que ficam atrás das rodas dianteiras, que irão ajudar a ventilação dos freios. Ao contrário do modelo anterior, o modelo novo usa uma capota que é de tecido. Sua roda que é de liga leve de dezenove polegadas na cor preto vem com cinco hastes duplas. O balanço traseiro pequeno caracteriza um spoiler super discreto na sua tampa do porta-malas. E ao fechar à traseira está um par de saídas de escape trapezoidais.

Já dentro do automóvel é muito (high-tech, com head-up display), pois tem um painel digital de instrumentação, com uma tela super larga que vai para a central multimídia além do display que é pequeno sendo para o controle do ar-condicionado. Seu console central vem com botões que possibilita a mudança dos modos de condução, além da alavanca do câmbio e do controle giratório que vem para a multimídia.

Os passageiros irão sentar em bancos esportivos com um acabamento altamente luxuoso, o som é da Harman Kardon, que foi feito para continuar com a qualidade mesmo quando o carro estiver sem a capota.

Não se tem muitos detalhes internos, mas sabe-se também que o volante é esportivo sendo de três raios, seu sistema de entretenimento é IDRIVE com tela tipo flutuante no painel como já falado, entre outros detalhes.

Esse é um modelo lindo e acima de tudo altamente luxuoso com um design bem tecnológico ideal para pessoas de bom gosto! E aí, você gostou?

Por Karla da Silva

BMW Z4 2019

BMW Z4 2019


Nova geração do BMW X5 traz um design arrojado e diversos equipamentos.

O BMW X5 está em sua quarta geração e foi apresentado recentemente, porém ainda será exposto no Salão do Automóvel da cidade de São Paulo e terá suas vendas iniciadas no ano de 2019. O evento na capital paulistana acontece do dia 8 a 18 do mês de novembro.

Além do SUV ter aumentado suas dimensões passou também a ser mais bem equipado. Agora passa a contar com um novo painel digital com tamanho de 12,3 polegadas, lanternas traseiras em LED, faróis com LED adaptativo sendo item de série e tendo luzes a laser como opcional e porta-malas com duas seções, além de display digital TFT o qual irá preencher por completo, pois até o momento, a montadora alemã utilizava um painel um pouco menor, o qual que mesclava seus contornos com velocímetros tradicionais e um conta-giros

Fabricado na planta norte-americana na cidade de Spartanburg, na Carolina do Sul, a nova geração do BMW X5 agora foi equipada com uma nova grade que possui entradas de ar ainda maiores, aumentando assim consideravelmente a agressividade do seu design, bem como a própria função de captar o ar. Dentre diversas alterações n parte visual está o tamanho de sua lanterna traseira, que aumentou de tamanho, dando um ar de mais robustez para a carroceria. De uma maneira geral, com o mesmo pensamento conservador de ter um exterior preservado, agora pode-se pensar que o utilitário esportivo poderá passar a atrair um público maior que foque na esportividade, além dos que visam a parte funcional.

Seguindo na questão da sua lista de itens e equipamentos de tecnologia, a parte central é usada, agora, para apresentar informações do navegador ou sobre informações do sistema, já o conta-giros e o velocímetro se situam em suas bordas.

Além do mais, a geração atual do crossover possui ar-condicionado com quatro zonas, iluminação para todo o interior em LED, incluindo o carpete, um novo teto solar panorâmico, sendo ainda maior que no modelo anterior, tendo um aumento de 30% em seu tamanho, sistema de som da marca Bowers & Wilkins (opcional) com potência de 1.500 watt e 20 alto-falantes, um sistema de entretenimento com dois displays com tamanho de 10,5 polegadas para os ocupantes e muito mais. Ainda é válido ressaltar que a marca alemã irá oferecer, como opcional, uma terceira fileira de assentos.

O modelo será comercializado com uma boa quantidade de sistemas que irá auxiliar o condutor, como por exemplo: aviso de permanência em faixa e rolagem, monitor de pedestres e sensor de ponto cego. Caso o cliente queira incluir ainda mais itens opcionais é possível equipar seu utilitário esportivo com a tecnologia Active Driving Assistant, a qual permite que realizar controle de cruzeiro adaptativo, sendo capaz não somente de acompanhar o trânsito naquele momento, mas também de realizar mudanças na posição do volante, de forma automática, em certas curvas com uma acentuação menor e ainda alterar a velocidade máxima, conforme as placas indicativas de trânsito, presente nas vias.

Sob aquele capô, o novo BMW X5 possui um propulsor turbo, em sua versão xDrive 40i, de 3 mil cilindradas e com seis cilindros em linha, o qual tem uma capacidade de produzir 340 cavalos e consegue se mover de 0 a 100 km horários em simples 5,5 segundos. Um pouco acima se encontra a versão X5 xDrive 50i que é um V8 4.4 que produz 462 cavalos de potência, conseguindo assim diminuir o seu tempo de aceleração, batendo uma marca menor do que cinco segundos. Nos dois casos os motores estão equipados com uma caixa automática de transmissão com 8 velocidades, além de possuir tração integral xDrive e conversor de torque.

Por Filipe Silva

BMW X5 2019

BMW X5 2019


Modelo começou a ser fabricado no Brasil e promete agradar ainda mais aos usuários por sua tecnologia e potência.

No ano passado, o modelo foi apresentado ao mundo todo, no Salão de Frankfurt, na Alemanha e agora a próxima geração do BMW X3 M40i chega com muito mais potência e para superar os concorrentes, também mais tecnológico. A marca investiu pesado no modelo e espera que sua aposta seja uma das favoritas no mercado de SUVs. A produção na fábrica de Araquari, em Santa Catarina, já começou e a empresa está empolgada com as expectativas.

O motor de 6 cilindros e as mudanças no design, deixam a versão mais esportiva. O motor 6 cilindros e 2 turbocompressores gêmeos são capazes de oferecerem uma potência de 360 cv, ou seja, 54 cv a mais que o modelo anterior. Quem está à procura de um modelo nesta linha e a potência é uma de suas preocupações, certamente irá ficar interessado no BMW X3 M40i, que tem câmbio automático esportivo com 8 marchas.

As marchas também podem ser trocadas pelas alavancas localizadas bem próximas às mãos do motorista, proporcionando maior comodidade e segurança, seja nas estradas ou nas ruas e avenidas. O modelo ficará bem ao lado das opções da Série 3, X4 e também X1 na planta. Os investimentos foram acima de R$ 1 bilhão e o consumidor pode ser preparar, porque serão muitas novidades para conferir e comparar com os concorrentes. Apesar de tanto dinheiro investido no novo modelo, o X2 ainda continua sendo apontado como o favorito para alavancar as vendas, mesmo assim, o BMW X3 M40i continua recebendo atenção especial por parte da montadora.

O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h. O sistema multimídia de 12" conta com tecnologia de ponta e um sistema semiautônomo para condução, além de um chip que proporciona conexão à internet. Este é só o começo dos itens tecnológicos presentes. A lista de equipamentos é ampla e traz volante revestido em couro, teto solar panorâmico e o ar-condicionado é automático digital com controle de 3 zonas. Os bancos foram desenhados exclusivamente para garantir maior conforto e oferece ajuste de lombar, mas também tem um formato diferenciado, deixando o visual mais esportivo também por dentro do veículo. Os assentos de trás são tripartidos e o veículo ainda conta com o moderno sistema de som Surround Harman Kardon.

O motorista ainda tem uma ferramenta que lhe permite ter acesso a diversas informações sobre o trânsito, além de chamadas de emergência, entre outros serviços. Graças ao Apple CarPlay, é possível transferir para o sistema do carro várias funcionalidades presentes no iPhone.

Por fora, uma série de mudanças que deixam o BMW X3 M40i com estilo de esportivo, começando pelos faróis de LED adaptativos, a linha de cintura ficou um pouco mais alta, o para-choque dianteiro foi redesenhado e teve mudança também nas lanternas traseiras. Quem faz questão de ter um carro com design moderno, não vai se decepcionar quando se deparar com o BMW X3 M40i.

O diretor de produção em Araquari, Otávio Rodacoswiski, informou que o BMW X3 M40i sendo produzido nesta unidade, prova que a empresa tem altíssima capacidade de flexibilidade para toda linha, proporcionando os mesmos padrões de qualidade e tecnologia que são encontrados nas demais unidades do BMW Group, no mundo todo. Rodacoswiski ainda fez questão de ressaltar que a empresa está comprometida com os colaboradores e tem batalhado para cada vez mais oferecer os mesmos padrões globais encontrados em outros países.

O BMW X3 M40i é muito mais que um modelo bonito, ele é potente, ganhou um visual moderno e a qualidade do material está presente em todos os itens, isto pode ser observado facilmente no interior do carro. É um modelo que realmente irá dar trabalho à concorrência.

Por Russel

BMW X3 M40i


Modelo passa por mudanças no design e deve chegar às lojas agora em março de 2017.

Para os faz da marca BMW no Brasil, a montadora anunciou nesta semana que a sua versão Série 3 Gran Turismo deverá estrear em terras brasileiras com uma roupagem totalmente repaginada e com muitas novidades que deverão ser notadas principalmente em seu conjunto estético.

As mudanças aparecerão no seu design redesenhado para a nova frente e principalmente, nos detalhes do seu acabamento externo, com o novo estilo. A nova versão deverá ser revendida no novo modelo, o 320i Sport GT e em uma única versão. Para quem não e importa em meter a mão no bolso, a nova BMW renovada deverá chegar ao consumidor brasileiro por aproximadamente R$ 199.950. Para quem já está na expectativa, a chegada deverá ocorrer nas concessionárias autorizadas nesta semana entre 06 e 12 de março. Quem já reservou o seu, é só esperar para receber.

Quais as mudanças que a nova versão traz para o consumidor brasileiro ?

Como as novidades devem impactar o novo modelo externamente, aqui vão algumas novidades:

1 – A empresa não para de investir em novas tecnologias e, portanto, faróis e lanternas traseiras com novas luzes de LED foram incorporadas a sua nova versão, o que segue uma tendência mundial;

2 –Novas formas e contornos para os para-choques dianteiro e traseiro;

3 – Novos desenhos de seus aros do tipo 18, com novas formas e uma liga totalmente nova, o que inclui o uso de alumínio;

4 –Para o seu interior, o alumínio também foi aproveitado, com a sua utilização na forma escovada no seu painel principal. Além disso, o carro ganhou uma moldura em aço e acabamento preto, do tipo brilhante, que é utilizado nos botões do rádio e nos comandos do seu ar-condicionado interno;

5-Uso de soleiras do tipo metálicas com a marca BMW Sport;

6 – Volante com revestimento de couro;

7 – Teto solar do tipo panorâmico e funcionamento elétrico;

8 –Módulo de som do tipo Hi-Fi, com amplificador, equalizador e conjunto com 9 alto-falantes, totalizando mais de 200 W de potência;

9 –Bancos elétricos do tipo esportivo e com ajuste de posição e memória;

10 –Sistema de velocidade de cruzeiro;

11 – Sensores para estacionamento dianteiro e traseiro;

12 –Sistema de direção na chuva, com acendimento dos faróis baixos em modo automático;

13 –Equipado com motor 2.0 do tipo TwinPower Turbo, que pode alcançar 184 cv de potência e torque de 27,5 kgfm (entre 1.250 e 4.500 rpm);

14 –Uso de tração traseira;

15 –Caixa de marcha com 8 velocidades e do tipo automática de 8 marchas. Existe a possibilidade de uso do modo manual, com trocas efetuadas na chamada borboleta atrás do volante.

16 –Para os admiradores de velocidade, o novo modelo vai de 0 a 100 km/h em 8 segundos, podendo alcançar uma velocidade máxima de 230 km/h.

Emmanoel Gomes


Novo modelo será a versão top de linha da BMW.

A BMW já está planejamento o lançamento do seu novo SUV de 7 lugares, sendo a versão top de linha da marca.  Para desenvolver o novo carro, a marca vai usar a plataforma HPLC, que antes era denominada de 35up. Esta é a principal base para montar a próxima série da BMW da versão 7, mas outros itens serão os mesmos da versão X5 como o sistema integral xDrive e a suspensão. Além disso, os motores disponíveis serão os de 6 cilindros e o V8 4.4, e na versão top de linha também terá o V12 6.0 de 544 cv e 76 Kgfm.

O design interno, também, tende a ser luxuoso e também deve contar com tecnologias inovadoras, a fim de oferecer conforto, segurança e muito entretenimento para os passageiros. Uma das principais expectativas é que o carro tenha faróis a laser. A produção da nova BMW X7 será em Carolina do Norte, em Spartanburg.

Os rumores são que a marca deve investir cerca de US$ 1 bilhão para a produção e a estimativa é que devem sair anualmente 45.000 exemplares do carro. Na Alemanha, o preço médio inicial do SUV deve ser em torno de € 130.000.

O carro está destinado para concorrer com o Mercedes-Benz GLS e a primeira imagem do novo SUV apareceu como um teaser com um veículo coberto por um tecido branco. Mas, não adianta ter pressa para ver a BMW rodando por aí, pois a previsão é que ela chegue ao mercado apenas em 2019. Mas, até lá pode ser que a marca apresente um SUV inédito em uma versão conceito.

Você sabia?

O nome BMW é originado do alemão e significa Bayrische Motoren Werke, que traduzindo significa “Fábrica de Motores da Baviera”. Inicialmente, a marca era focada em construir motores de avião. Na época da sua fundação, estava tendo a primeira guerra mundial e o objetivo era construir motores para as aeronaves da época, mas isso não foi possível devido ao Tratado de Versalhes. Desta forma, a BMW focou no ramo das motocicletas e depois nos automóveis. A Companhia conta com subsidiárias em várias partes do mundo, e está presente em boa parte dos continentes.  

Por Babi

BMW X7

BMW X7

Fotos: Divulgação


Mesmo com a crise econômica, montadora registra um de seus melhores anos em toda a sua história.

Na segunda semana do mês de março de 2016, mais precisamente na quarta-feira (dia 09), o Grupo BMW, que engloba entre outras marcas nomes bem conhecidos no setor automobilístico como o Rolls-Royce e o Mini, anunciou os números referentes ao lucro, receita e vendas do ano passado. E para a felicidade da companhia, apesar de todas as dificuldades enfrentadas pelo mercado de automóveis, ela ainda conseguiu obter resultados recordes nos três pontos citados anteriormente.

Os números divulgados pela BMW que envolvem as marcas vendidas pela companhia chegaram ao patamar de 2,24 milhões de unidades comercializadas.

Ainda segundo informações da fabricante, as receitas do grupo no período de 2015 subiram significativamente representando uma faixa de aumento de 14,6%. Em números isso representa 92,17 bilhões de euros. Já no que diz respeito ao lucro líquido, a informação repassada aponta que o mesmo chegou a ultrapassar os 6 bilhões de euros. Curiosamente, isso aconteceu pela primeira vez em 100 anos de existência da empresa. Vale lembrar que o aniversário de um século foi comemorado na primeira semana de março.

Em termos gerais a BMW não tem muito do que reclamar, afinal, quebrar recordes em um momento difícil na economia de muitos países é algo para se comemorar e muito. De qualquer forma, a companhia deixou claro que o ano de 2015 não foi bom para todas as marcas da empresa. A marca Rolls-Royce acabou sofrendo uma queda de 6,8% em relação às vendas. Em números essa redução fez as vendas caírem para 3.785 unidades.

Mesmo sendo uma redução, esses números marcam o ano de 2015 como o 2° melhor ano durante toda a história da fabricante de carros de luxo. Melhor do que isso foi apenas em 2014, onde a marca obteve um recorde de vendas na faixa de 4.064 unidades.

Embora muito pouco divulgado na mídia especializada, a BMW já não possui mais nas mãos a liderança do mercado de modelos de luxo no Brasil. E novamente a companhia surpreende. Ainda assim a BMW, em escala mundial, conseguiu um crescimento de 5,2%. Esse percentual representa 1,9 milhão de unidades a mais vendidas.

Esse crescimento teve seus responsáveis, em especial a ajuda vinda de algumas novidades oriundas das linhas Série 2, Série 4 e também na linha X, focada em utilitários esportivos.

Já a expectativa para 2016 continua sendo das melhores para a BMW, que espera mais recordes nas vendas. A companhia está apostando que conseguirá isso com a chegada do novo Série 7.

Por Denisson Soares


Modelo será lançado nas versões sDrive20i, sDrive20 X-Line e xDrive25i, com preços que partem de R$ 166.950 a R$ 199.950.

Uma das grandes novidades para o mercado automobilístico mundial é a nova geração do X1, um dos modelos de maior sucesso da BMW. E o grande lançamento da BMW também estará no mercado brasileiro, haja vista que o mesmo já deve estar disponível para vendas em março. O automóvel foi lançado com as versões sDrive20i, sDrive20 X-Line e xDrive25i. O preço inicial é de R$ 166.950 para a versão de entrada e R$ 199.950 é o valor para a versão top de linha.

Um dos destaques desse lançamento é quanto ao fato de o mesmo ter sido montado na nova plataforma de tração dianteira e motor transversal do Grupo BMW, algo já experimentado no MINI Cooper e no BMW Série 2 Active Tourer. Outras novidades também merecem destaque: a posição de dirigir ficou mais alta, a arquitetura interna possui um estilo ainda mais moderno, o lançamento é maior em largura e em altura em relação à geração anterior e visando um maior espaço interno além de maior capacidade no porta-malas.

Em relação ao conjunto mecânico do novo X1, é importante destacar que todas as versões contam com o motor 2.0 Twinpower que apresenta turbo de duplo fluxo. A versão 20i possui 192 cv e tração dianteira enquanto que a 25i conta com  231 cv e tração 4×4. Em relação ao câmbio, saiba que o mesmo é sempre automático e acompanhado de oito marchas.

Além disso, outro diferencial da nova geração do X1 é a grande quantidade de itens de série que está apresenta. Dentre os itens que estão presentes em todas as versões, podemos destacar: borboletas no volante visando à troca manual do câmbio, sensores de estacionamento, start-stop, seis airbags, controles de estabilidade e tração, modos de condução acompanhados da função Eco Pro, faróis Full LED, pneus RunFlat, dentre outros itens. O sistema de navegação dispõe de tela com 6,5 polegadas além de aplicativos BMW para smartphones com Android ou iOS.

A versão sDrive20i X-Line ainda conta com teto-solar, bancos dianteiros elétricos, tampa elétrica para o porta-malas e espelhos rebatíveis. A versão xDrive25i, por sua vez, ainda dispõe de rodas aro 19 e sistema de som com Wi-Fi.

Por Bruno Henrique

BMW X1

BMW X1

Fotos: Divulgação


Montadoras irão instalar 120 novos pontos de recarga nos Estados Unidos.

Com o objetivo final de tornar mais popular o uso dos veículos movidos a eletricidade nos Estados Unidos, a empresa japonesa Nissan e companhia alemã BMW anunciaram no fim do ano de 2015 uma parceria para que pudessem ser instalados 120 novos pontos públicos para realizar o carregamento rápido destes veículos. Os mesmos seriam espalhados por 19 estados do país norte-americano. Desta forma, as duas empresas visam um acréscimo na representatividade dos veículos fabricados pelas respectivas marcas, o BMW 13 e também o Nissan Leaf.

Estas novas estações de recarga de veículos elétricos irão contar com 50kW, além de serem equipados com dois conectores que suportam as tecnologias de recarga usadas tanto por uma, quanto pela outra companhia. Além do mais, esta novidade permitirá realizar o carregamento de até 80% da bateria de um i3 ou de um Leaf em torno de 20 a 30 minutos e terá indicação aos motoristas através de um aplicativo chamado EZ-Charge da Nissan e de um sistema chamado ConnectedDrive da BMW.

Os próximos pontos que irão receber os carregadores ofertados pela parceria entra a BMW e Nissan serão os estados de Connecticut, Califórnia, Flórida, Illinois, Georgia, Indiana, Minnesota, Maryland, Misouri, Nevada, Novo México, Nova York, Carolina do Sul e do Norte, além de Pensilvânia, Ohio, Tennessee, Winsconsin e Virgínia.

Segundo o diretor de vendas e marketing da Nissan, Andrew Speaker, realizar essa parceria juntamente com a BMW para que possa ser aumentado o número de carregadores públicos e rápidos, dá a possibilidade da empresa expandir o alcance e conseqüentemente a confiança dos motoristas que possuem veículos movidos a eletricidade.

Já o gerente da BMW na América do Norte, Cliff Fietzek, diz que eles estão focados em tornar mais fácil as viagens que possuem longas distâncias, para que os condutores passem a escolher cada vez mais este tipo de veículo.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Novo modelo terá um visual agressivo e contará com um propulsor 3.0 twin-turbo de seis cilindros posicionados em linhas, que irão proporcionar uma potência de 370cv.

Após ter sido flagrado em muitos testes, finalmente, o superesportivo BMW M2 2016 tornou-se oficial. Este veículo na versão 2016 veio com um visual ainda mais agressivo do que na série 2 coupé convencional, modelo que entrou na sucessão do série 1M, o qual já sai de fábrica com um conjunto mecânico que causa inveja em muitos outros veículos maiores. Este conjunto mecânico é composto por um propulsor 3.0 twin-turbo de seis cilindros posicionados em linhas, os quais são capazes de entregar ao veículo uma potência máxima de 370 cavalos e uma aceleração em 4,4 segundos.

Na parte externa, as mudanças feitas pelos designers da divisão incluíram um para-choque dianteiro com a presença de entradas de ar um pouco mais ampla e traços mais agressivos, um logotipo exclusivo na grade frontal, escape esportivo, ampliação dos arcos das rodas para fazer a acomodação do novo conjunto de rodas de tamanho 19 polegadas que são calçadas por pneus Michelin Pilot Super Sport. Já na parte interna, as novidades trazidas são novos detalhes confeccionados em fibra de carbono, novo volante, logotipos específicos, assentos com costura azul dentre outros.

No conjunto mecânico o veículo sairá de fábrica com um propulsor 3.0 TwinPower, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 370 cavalos e um torque máximo de 47,3 Kgfm e de 50,8 Kgfm com overboost, segundo os dados estatísticos da fabricante o carro consegue acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,4 segundos, isso para o modelo que possui câmbio manual e seis marchas. Já para o modelo dotado do sistema de dupla embreagem e sete marchas o tempo gasto é de 4,2 segundos.

Independentemente da versão do conjunto mecânico, este veículo consegue atingir uma velocidade máxima de 250 Km/h a qual é limitada eletronicamente. Segundo o que está sendo divulgado pela própria BMW o novo M2 herdou vários componentes mecânicos dos seus primos, o M3 e o M4, tais como, os eixos dianteiros e traseiros feitos de alumínio e os freios de alta performance.

A comercialização deste carro no mercado Europeu terá início até o final deste ano, já aqui no Brasil a expectativa é de que ele chegue no ano de 2016.

Por Adriano Oliveira

BMW M2 2016

Foto: Divulgação


Novo modelo terá as versões xDrive20i, xDrive20i X Line e xDrive35i M Sport na linha 2016.

A renomada e famosa fabricante de veículos automotores BMW iniciou, na sua unidade da cidade de Araquari (SC), a produção nacional do veículo SUV X3. Este modelo já está inserido na linha 2016 dos veículos da fabricante e será montado aqui no País nas seguintes versões: xDrive20i, xDrive20i X Line e xDrive35i M Sport, sendo que nas duas primeiras versões que foram mencionadas o veículo será comercializado com um propulsor 2.0 que é capaz de produzir uma potência máxima de 184 cavalos, enquanto que na versão xDrive35i M Sport o propulsor inserido foi um 3.0 dotado de 6 cilindros, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de incríveis 306 cavalos.

Vale ressaltar que este será o primeiro carro da montadora que será produzido no Brasil com motor de 6 cilindros. Na mesma unidade da BMW no estado de Santa Catarina também são montados os modelos Série 3, Série 1, Mini Countryman e X1.

Estes utilitários tiveram os seus valores reajustados, sendo que segundo a fabricante este aumento ocorreu devido ao fato de estes ganharam novos itens nos seus pacotes de acessórios por fazerem parte da linha 2016, dentre estes acessórios estão presentes acessórios de última geração, tais como sistema de informações a respeito do trânsito em tempo real, tela da central de multimídia em tamanho maior, HD de 20GB na versão X line e o sistema head-up display que foi inserido somente na versão M Sport, sistema este que faz a projeção de informações no para-brisa do veículo.

Em todas as versões o X3 vem equipado com transmissão e 8 velocidades e automática. No modelo mais básico o consumidor irá encontrar rodas no tamanho 18 polegadas, sistema de navegação e ar condicionado digital.

Já na versão intermediária foram inseridos os seguintes acessórios: teto solar, central de multimídia no tamanho 8,8 polegadas com navegação, 20 GB de HD, câmera de ré, bem como sistema de fechamento e abertura elétrico do porta-malas.

E, por fim, o X3 modelo xDrive 35i será disponibilizado com rodas no tamanho 19 polegadas, sistema head-up display, design mais esportivo, direção variável e sistema de som Harman Kardon de alta qualidade. 

Veja abaixo a tabela com os valores atuais dos modelos do X3 nacional:

– xDrive20i: R$ 211.450;

– Xline: R$ 229.450;

– 35i M Sport: R$ 289.950.

Por Adriano Oliveira

BMW X3 nacional

BMW X3 nacional

Fotos: Divulgação


Modelo terá design esportivo e novidades na parte tecnológica. Veículo será uma homenagem à divisão BMW Design Team.

Apesar de alguns modelos não saírem para produção para o público em geral, os veículos conceito são muito aguardados no mercado automobilístico, pois apresentam inovações tanto em design quanto na parte mecânica.

E um desses automóveis que está sendo muito esperado para este ano é um modelo da BMW, o conceito 3.0 CSL Hommage. O veículo será apresentando oficialmente ainda neste mês, no dia 22 de maio, durante um evento na Itália, o Concurso d’Eleganza Villa d’Este.

Inspirado em outro modelo clássico da marca, o BMW Coupé, esse novo carro será um superesportivo que promete conquistar o público e a imprensa especializada. O BMW Coupé foi produzido na década de 1970, mas foi um grande sucesso enquanto durou, e tinha um design bem agressivo. Agora, a montadora alemã faz uma homenagem a uma de suas divisões, a BMW Design Team, e pretende fazer o mesmo sucesso do modelo que serviu de inspiração.

Por enquanto, poucas informações oficiais foram confirmadas, como na parte visual, que realmente chegará com um estilo esportivo, contendo defletores e spoiler traseiros, kit aerodinâmico e a parte da carroceria, que será feita em partes com fibra de carbono, deixando o veículo bem característico, como um verdadeiro superesportivo.

Outras informações, como o desempenho e potência não foram reveladas nem pela marca, nem por fontes extra oficiais.

O que se sabe é que no interior, o 3.0 CSL Hommage virá com novidades na parte tecnológica, e manterá o ar de esportividade também na parte interna.

A montadora não informou se o veículo, por enquanto, será apenas um conceito, que servirá de base para outros veículos seus, ou se ele será produzido em série, ou ainda se ele servirá como carro de competição. Com isso, também não foi informado qual o possível valor do veículo, nem em quais mercados ele seria comercializado.

Será que esse novo conceito fará o mesmo sucesso de sua fonte de inspiração?

Por Felipe Villares

BMW 3.0 CSL Hommage

Foto: Divulgação


A BMW, famosa por fabricar super carros em todo o mundo, além de ser uma concessionária alemã de peso, nesta semana, anunciou a chegada de duas versões com motor a diesel da X5 no Brasil.

As duas versões são divididas da seguinte forma: X5 xDrive30d e a X5 M50d. As duas versões são equipadas como motor de 3.0 litros com 6 cilindros. Contudo, existe uma grande diferença entre eles. 

A primeira versão conta com 258 Cv de potência, enquanto a segunda apresenta 381 Cv de potência máxima. Os números impressionam para um utilitário. A BMW, a cada versão dos seus carros, surpreende mais e mais.

Apesar de ser o grande sonho de muitas pessoas, quem quiser sair com um carrão desses da concessionária terá que desembolsar um bom dinheiro. O veículo não sai de nenhuma loja da BMW por menos de R$ 379.000,00.

O carro apresenta inúmeras inovações. Entre elas, o BMW X5 conta com uma suspensão adaptativa. Além  disso, as viagens longas não serão um pesadelo das crianças e dos pais, pois o BMW X5 conta com um sistema interativo nos bancos traseiros.

O modelo de 258 Cv atinge a velocidade de 100 Km/h em apenas 6,9 segundos. Além disso, as duas versões contam um câmbio de 8 marchas. A tração é integral na BMW X5 M50d.

O modelo X5 M50d conta com itens mais apimentados. O veículo conta com 3 turbinas que levam o BMW X5 M50d a atingir a velocidade de 0 a 100 km/h em apenas 5,3 segundos. Porém, a versão é ainda mais cara e não sai de uma concessionária BMW por menos de R$ 474.000,00.

É sabido que esse tipo de versão da BMW não é para quem quer e, sim, para quem pode. O carro apresenta alto padrão de luxo e conforto. Aqueles que tiverem a felicidade de adquirirem um tipo de carro desses estará bem servido.

Por Daniel Alves

Foto: divulgação


No início do mês passado a BMW inaugurou sua primeira montadora no Brasil (Araquari – SC), sendo também a primeira na América Latina, com investimento de US$ 250 milhões segundo a matéria da revista Exame.

Como resultado das medidas de sobretaxa de importados do Governo Federal e a revisão do acordo comercial com o México, somado ao interesse das montadoras no mercado automotivo brasileiro, o quinto maior do mundo, montar fábricas no Brasil parece ser benéfico para todos. Mas o cenário não parece tão otimista assim.

O primeiro modelo a sair da linha de produção brasileira foi a versão 328i ActiveFlex do sedã Serie 3. Entre o final deste ano e o início de 2015, teremos o crossover X1 e o X3, respectivamente. O MINI Countryman deverá sair no segundo semestre de 2015. A produção nacional deve chegar no total de 32 mil automóveis anualmente no prazo de três a quatro anos.

Porém, isso não significa redução dos preços. “Nós já trabalhávamos com preços sem o IPI adicional desde que anunciamos a adesão ao Inovar-auto”, disse Arturo Piñeiro, CEO da BMW Group do Brasil à Folha de São Paulo.

Mas, segundo a mesma matéria da Exame, que fez uma rápida análise, outro motivo é a baixa competitividade do mercado nacional em exportações. Os altos custos tributários e logísticos e falta de infraestrutura fazem com que as exportações brasileiras não possam concorrer com os outros países, afirma o CEO.

Sem exportação, as montadoras em território nacional se limitarão à atender a demanda interna, o que fará com que as fábricas sejam pequenas, cenário que será refletido diretamente no valor final dos automóveis.

“O México é uma economia muito mais aberta que o Brasil, é muito menos protecionista, tem acordos bilaterais com quase todos os países importantes do mundo”, conclui Piñeiro.

Mas isso não impede que as fabricantes se interessem no mercado brasileiro, que possui um carro para cada 5,4 brasileiros. A demanda interna ainda é bem atraente.

Por Alexandre S.T.

Foto: divulgação


Curioso, inovador, diferente e tantos outros adjetivos já foram usados para descrever (ou tentar) o BMW i3. Alguns portais de notícias especializados em automóveis chegam a afirmar que dos modelos atuais, levando em consideração a proposta do mesmo, nenhum chamará ou despertará tanta curiosidade quanto o i3. De qualquer forma uma coisa parece estar sendo um consenso: o fato de que o modelo ecológico desenvolvido pela fabricante alemã deveria ser tido com um exemplo a ser seguido. E tem um detalhe, ele já se encontra disponível para compra aqui no Brasil.

O BMW i3 tem suas peculiaridades antes mesmo de surgir. Se observarmos bem perceberemos que ele é exatamente o oposto do que sua fabricante vem fazendo nos últimos tempos. Ou seja, a BMW tem evoluído com seus carros, mas algumas características sempre são mantidas como a linha de design e a motorização. O i3 por sua vez, saiu do “nada”. Ou seja, ele foi desenhado do zero. De acordo com as informações divulgadas o objetivo do projeto que envolvia o modelo era o de criar algo que fosse eficiente e que também proporcionasse a quem dirigisse prazer e fosse, por fim, sofisticado. Aliás, essas são apenas algumas das características que a BMW faz questão de agregar aos seus modelos. Ainda assim, considerando a presença desses fundamentos no i3, vamos ver que até eles de certa maneira foram revistos.

Citamos a questão da eficiência. No caso do i3 a BMW para alcançar o máximo possível desenvolveu o modelo completamente em materiais leves. Para se ter ideia no carro não há um “fiapo” de aço. No lugar foi usado o alumínio, que é a única liga metálica presente como na suspensão, na frente e a atrás do carro e nas rodas.

Já o material que mais foi utilizado para fabricar o i3 é  a fibra de carbono. Muito popular nos ultimamente, o composto é bem mais resistente que o próprio aço e relativamente mais leve. Agora se tem algo que deixa qualquer um intrigado é a carroceria do carro: toda ela é feita em plástico.

A fabricante optou por trazer para o Brasil a versão que conta com autonomia estendida do i3. Essa versão traz um pequeno motor composto por dois cilindros de 647cc com capacidade de gerar 34cv.

Para repor a carga da bateria do carro, a única coisa que o motorista vai precisar é de uma tomada convencional. O processo de carregamento da bateria pode levar mais de 15h. Mas a fabricante oferece um aparelho que é por ela instalado. O mesmo se chama i Wallbox e sai por R$ 7.450. Esse dispositivo pode reduzir o tempo de recarga para até 3 horas.

Por Denisson Soares

BMW i3

BMW i3

BMW i3

Fotos: Divulgação


Mais um SUV é lançado no Brasil. Agora foi a vez da BMW entrar na jogada com uma versão de entrada de seu SUV médio, o X5. A versão lançada por aqui traz um motor 3.0 que conta com seis cilindros em linha e 306 cavalos.

De acordo com as informações divulgadas pela montadora, a versão de entrada está sendo disponibilizada para os consumidores em duas configurações: a xDrive35i e xDrive35i Full. Já os preços, como era de se esperar, não são para muitos bolsos. Os modelos começam a ser vendidos a partir de R$ 329.950.

Para os dois modelos a informação divulgada foi a seguinte: ambos contam com transmissão automática de oito marchas. Com relação a velocidade das versões a fabricante informa que podem acelerar de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos.

Sobre os itens que virão de série, conforme dados de fábrica, temos os seguintes equipamentos para destacar: sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar panorâmico, bancos dianteiros elétricos, ar-condicionado de 4 zonas, paddle-shift para troca de marchas, sistema de som e navegação profissional.

Este último conta com DVD drive e um HD de 20 GB de armazenamento. Já a tela é de 10 polegadas sem falar do acesso à Internet. Os modelos contam com um total de 16 auto-falantes Harman Kardon.

No caso da versão Full, ainda há a presença de duas telas de 9,2 polegadas para quem vai como passageiro nos bancos traseiros. Além disso, tem o head-up que projeta dados do veículo no para-brisa do carro. Os bancos traseiros possuem sistema deslizante e são reclináveis.

Para quem optar por essa versão deve preparar ainda mais o bolso já que os preços vão para R$ 359.950.

Para chamar ainda mais a atenção dos consumidores a marca ainda planeja um espécie de exposição que deverá acontecer durante todo o decorrer do mês de julho no Aeroporto de Congonhas.

Por Denisson A. Soares

Foto: divulgação


O novo BMW 18 apresenta algumas diversificações importantes que traz em sua composição melhor desempenho e equipagem para aqueles que apreciam a marca, e optam por adquiri-la. A produção é designada por três motores, duas caixas de marcha, tração dianteira, traseira ou integral, além de carroçaria feita de plástico e fibra de carbono.

O designer foi realizado com aspectos futuristas, o que transmite ao público uma realidade diferente dos demais existentes, que são produzidos por diferentes marcas. A grade é demonstrada dividida, assim como aspectos específicos de outras empresas, a mesma foi realizada caracteristicamente com o perfil da marca Baviera. São abertas partes superiores e inferiores.

Embaixo é evidenciado a toma de ar, que é composta por persianas que são apenas ativadas pelo sistema quando se torna imprescindível maior corrente de ventilação. Debaixo dos faróis de laser, os para-lamas dianteiros referentes à parte lateral, são viabilizados como uma saia ao se abrir.

Essa abertura permite entradas de ar que são direcionadas ao motor de combustível, que em sua produção foi posicionado atrás dos bancos e a frente do eixo traseiro.

Concernente a lateral do carro, a impressão são de duas mãos paralelas, que proporcionam interligação. O teto exibe uma declinação gradativa, o que precede em mais um aspecto inovador. O vinco lateral tem o início debaixo da linha da porta, e termina próximo ao teto. De acordo com a altura vidro a não conexão entre o teto e a lateral dá origem a um túnel que tem o intuito de proporcionar ao carro força aerodinâmica.

Referente ao designer interior do veículo, se mostra no contexto conservador. Apesar das inovações realizadas de forma que os compradores viabilizem uma estética exterior deslumbrante, o interior é parecido aos demais BMW do topo de linha, não apresentando grandes diversificações.

A distinção se implica no banco traseiro, que exibe um espaço menor e por esse motivo que permite o cliente que optar por adquirir o veículo pague menos impostos nos EUA.

Por Lorena de Oliveira

Foto: divulgação


Depois de lançar o primeiro motor Turbo bicombustível do mundo com o 320i, dessa vez a BMW prepara o lançamento da versão flex do 328i. O modelo mais forte utiliza o mesmo bloco quatro cilindros 2.0 Turbo do 320i, mas com configuração para render 245 cv e torque de 35,6 kgfm, ante 184 cv da versão menos potente.  Disponível nas versões GP e Sport GP, o novo Flex da BMW sai por R$ 189.950 e R$ 199.950, respectivamente.

Na parte estética não houve nenhuma alteração significativa, tendo como única diferença externa a adoção do logotipo Active Flex estampado na traseira. Assim como no 320i, o novo BMW 328i Active Flex não teve nenhum aumento de potência com a tecnologia bicombustível em relação à configuração abastecida apenas com gasolina, rendendo os mesmos 245 cv.

Dotado de tração traseira, o motor Turbo do 328i trabalha em conjunto com uma transmissão automática de oito velocidades, que já era oferecida na versão à gasolina, com a opção de trocas de marchas sequenciais por Paddle Shift no volante.  

Quanto às versões, as diferenças entre a configuração GP e Sport GP são apenas estéticas. Enquanto a versão GP traz revestimento em couro, acabamento de alumínio, rodas de liga leve de 17 polegadas e teto solar elétrico de cristal, a configuração Sport GP conta com bancos esportivos do tipo concha, acabamento em preto brilhante no contorno dos vidros e na grade dianteira, rodas de liga leve de 18 polegadas e sistema de som mais sofisticado.

Desde a versão GP o BMW 328i Active Flex traz ar-condicionado automático digital, bancos dianteiros com ajuste elétrico, controle de cruzeiro, sistema Start&Stop, regeneração da energia produzida nas frenagens, sensor de estacionamento, além de um sistema de entretenimento dotado de uma tela touchscreen de 8,8 polegadas que abrange diversas funções, como a navegação via satélite (GPS), DVD, sistema de som, entrada USB, acesso à internet, espaço de 20GB para armazenamento de músicas, conectividade via Bluetooth, entre outras.

Vale lembrar que o Série 3 será o modelo responsável por inaugurar a nova planta que a BMW está construindo em Araquari – SC. O próximo carro da marca alemã a ganhar a tecnologia Active Flex deverá ser o crossover X1, previsto para ser fabricado na nova fábrica em Santa Catarina, que utiliza o mesmo motor 2.0 Turbo. 

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Carros sofisticados, que podem ser apontados como o desejo de consumo de muitos motorista, se resumem em três letras: BMW.

Sabendo disso, a marca de carros alemã nunca para de investir em seu portfólio de possantes, que cada vez mais caem no gosto geral do público e desta vez a obra causadora de frisson no mundo automobilístico é o M4 Cabrio, que chega para substituir o M3.

O modelo ainda nem foi revelado oficialmente, a previsão para exposição do mesmo é no Salão de Nova York, mas mesmo assim a BMW já fez questão de mostrar o que o novo carro trará. O carro, que será um modelo conversível do cupê  M4, virá com motor 3.0 biturbo de seis cilindros. Além disso, o veículo também perderá 64 kg se comparado com o modelo convencional. Em seu design nota-se uma maior agressividade e o modelo também pode ser citado como sendo mais arrojado que o Série 4.

O teto retrátil pode ser facilmente ativado e demora cerca de 20 segundos para ser dobrado com o carro em uma velocidade de 18km/h. Ainda para surpreender o público, o M4 possui potência de 431 cv e torque de 6,08 kgfm, o câmbio de marcha pode ser manual ou automático seis velocidades, o que pode fazer com que o carro atinja a velocidade de até 250 km/h, independente do câmbio.

E o design?

Ele também é de deixar cair o queixo. O para-choque dianteiro do automóvel agora é mais estruturado e possui maiores entradas de ar. Ele foi desenvolvido em alumínio e a grade também contou com novos acabamentos para valorizar o carro. Outra vantagem do novo carro é o aumento na capacidade do bagageiro, que agora possui 370 litros.

Os bancos de couro, frisos cromados e o volante esportivo, dão maior valorização ao luxo do modelo. Inicialmente o preço de venda sugerido no Reino Unido é de 60.730 libas, cerca de R$ 229,7 mil.

Por Igor Lima 


O novo BMW M3 foi visto completamente e sem disfarces durante uma sessão de fotos em Los Angeles, entretanto, agora o carro deve fazer sua próxima aparição pública somente  no Salão do Automóvel de Detroit, em Janeiro de 214. O M3 é o carro irmão M4, já revelado como um conceito no de elegância, em agosto  deste ano.

A extremidade frontal é idêntica ao conceito do M4, ou seja, completa,  com entradas de ar triplos com aberturas sobre a borda exterior e ligas específicas.

Nas quatro saídas de escape traseiras vê-se em ambos os lados um difusor, enquanto o teto de fibra de carbono escuro também é visível.

Esta foi a primeira vez que o modelo foi visto os olhos em uma versão pronta para produção de em conformidade com o que vai estrear em Detroit, antes de colocá-lo no mercado para compras(o que está previsto para o segundo semestre de 2014 ) a BMW já revelou especificações técnicas para o carro.

A poderosa máquina virá com novo motor 424bhp 3.0-litro de seis cilindros, deverá apresentar também tração traseira de 0 a 62 mph em cerca de 4,5 segundos. A economia de combustível será nem torno de 33mpg, com emissões de CO2 inferiores a 200g/km.

Foto: Divulgação

Os compradores poderão escolher entre uma caixa de câmbio de dupla embreagem de sete velocidades ou manual de seis velocidades,um capô de alumínio, teto de carbono e traseira de plástico que irá reduzir o peso em cerca de 80 kg em comparação com o seu antecessor. Freios de carbono em cerâmica serão oferecidos como uma opção pela a primeira vez nos modelos  da BMW.

A fabricante não informou ainda sobre o preço que pretende inserir o novo modelo no mercado, mas em se tratando de um modelo considerado de luxo, espera-se que não seja a um valor acessível a todos as categorias, tendo como publico alvo os compradores de Classe A.

Por Jaime Pargan


Fotos oficiais do próximo BMW Série 2 vazaram na internet, antes de sua estreia no Salão de Detroit, em janeiro de 2014.

A primeiras fotos oficiais do BMW Série 2 vazaram online através de um blog, mostrando o modelo M235i de alta performance em toda a sua glória e ostentação que convencem os verdadeiros fãs de carros.

A nova Série 2 irá substituir o Série 1 Coupé no line-up da BMW e distancia-se do seu irmão da Série 1 com um perfil mais esculpido e elegante. O M235i também recebe um kit de inspiração com entradas de ar maiores e maiores rodas de liga leve na parte traseira do Serie 2 que vem mais esculpido do que o Série 1 Coupé e com espelhos de design de luz traseira.

Esta é também a primeira vez que as imagens do interior do Serie 2, como o novo volante de três raios e mix de mostradores analógicos e digitais. Há também uma maior inclinação na direção voltado para o conforto do motorista e para uma experiência mais focalizada.

Foto: Divulgação

Com base em recentes fotos que vazaram, o M235i deverá adotar os mesmos 3.0 litros diretamente e também uma escotilha, mas o poder será partir de 306bhp para cerca de 322bhp. Equipado com a caixa de velocidades automáticas que vão de 0 a 62 mph em 4,8 segundos, enquanto a versão manual irá concluí-se em 5 segundos. Os preços para o M235i estão previstos  a partir de 31.000 libras quando ela chegar às concessionárias no próximo mês de março.

As fotos vazadas colaboraram ainda mais para aguçar a curiosidade de um publico ansioso pelas novidades incessantes do mercado automobilístico. Quem ama carro e viu as fotos na web não aguenta mais esperar para ver os carros nas ruas. Para os meros mortais de fato só resta esperar que essa nova promessa chegue aos pontos de vendas.

Por Jaime Pargan


O BMW Serie 4 Cupé a maioria de nós já conhece. Ele possui o estilo clássico da empresa alemã e um requinte que dá gosto de ver. No entanto, o que seria de um cupé sem uma versão cabriolé? Essa semana, surgiu na internet uma série de imagens do veículo que deve ser anunciado apenas em novembro, no Salão de Los Angeles.

Caso essas previsões não se concretizem, a apresentação deve ficar para janeiro no Salão de Detroit. Quem agraciou o mundo automotivo com a máquina foi o site especializado BMW Blog.

Nas imagens divulgadas é possível observar que o irmão do Serie 4 Cupé possui uma capota retrátil rígida, que é um diferencial em relação aos modelos atuais da concorrência que optaram pela clássica capota de lona. Além disso, as imagens revelam também alguns acessórios que devem aparecer junto com o veículo. A nova versão deve possuir um suporte de apoio à bicicletas na parte de trás e um design novo nas rodas.

O novo Serie 4 Cabrio deve estar disponível à venda em meados do ano que vem. O veículo contará com motores 2.0 Twin Power de quatro cilindros com potência de 245 cv ou motores 3.0 Twin Power de seis cilindros que devem desenvolver uma potência de 306 cv. Nessa última versão, o cabriolet deve alcançar a velocidade limitada eletronicamente de 250 km/h e fará de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos.

Por Ebenézer Carvalho


BMW X4Em janeiro de 2014, a montadora BMW lançará o mais novo crossover da marca. O lançamento oficial acontecerá  no Salão de Detroit, grande evento do setor automotivo.

Enquanto isso não acontece, algumas imagens do modelo estão circulando na internet. O carro foi flagrado camuflado durante testes, mas apesar dos disfarces, deu para ter noção do que a BMW está preparando.

As fotos foram divulgadas pelo Inautonews, site especializado. De acordo com as imagens, é possível notar que o utilitário conta com um design esportivo, jovial e elegante.  

Segundo especulações, o carro será chamado de  X4 e o modelo será uma mistura de coupé com esportivo. Trocando em miúdos, será uma espécie de versão compacta do  X6 da BMW.

Ao que tudo indica, o carro será equipado com motor 2.0 ou 3.0, havendo a possibilidade de ser lançada uma versão 20d, apresentando mais potência, agilidade e ótima performance.

Cumpre salientar que os valores de comercialização e data de início das vendas ainda não foram divulgados, mas como os demais carros da marca, o X4 não deve custar barato. Até janeiro, a BMW deve fornecer mais informações sobre o lançamento.

Resta aos apaixonados por carros aguardar as novidades sobre esse modelo que deve agitar o mercado de autos.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A montadora BMW já está fazendo os testes finais no seu mais novo esportivo: o M3. Dentro de pouco tempo, a nova geração do modelo será introduzida no mercado automotivo oficialmente.

Recentemente, o novo M3 foi visto circulando nas ruas de Munique, na Alemanha, onde a montadora tem sede. De acordo com especialistas da Bimmertoday, o carro flagrado na Alemanha estava sendo testado  por diversos jornalistas que foram convidados pela marca. Esse procedimento de testes também foi aplicado antes da oficialização do M4.

Por falar em M4, o novo M3 contará com o mesmo conjunto mecânico do cupê. Ainda segundo informações divulgadas por revistas alemãs, o novo M3 contará com motor capaz de entregar 436 cavalos de potência.

A relação de peso e potência do M3 corresponde a 3,44 kg/cv, uma marca fantástica, que supera até mesmo a marca do lendário modelo 1M, que apresentava relação de peso e potência  equivalente a 3,9 kg/cv.

Outros dados sobre o novo M3 serão divulgados mais perto do seu lançamento, durante o Salão de Detroit, nos Estados Unidos. Vale acrescentar que o evento será realizado em  janeiro de 2014.

O valor de venda do super carro da BMW ainda não foi informado, mas certamente o modelo não custará barato.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Os donos dos modelos 330i SMG, 325Ci/A, 320i/A, 325i/A, M3 Coupé, 330i SMG e 330i/A do Serie 3 fabricados entre os anos de 2001 e 2003 no Brasil foram novamente convocados para um recall. Segundo a empresa, o problema se encontra no airbag dianteiro do passageiro que pode acionar de maneira incorreta em casos de colisão, o que poderia provocar danos sérios à integridade dos passageiros.

Na etapa anterior, realizada em Junho desse ano, foram convocados cerca de 502 unidades para fazer uma inspeção e desativar o módulo causador do problema. Agora, os veículos que apresentaram a falha devem retornar para que seja feita a substituição dos airbags defeituosos.

Os proprietários que desejarem mais informações sobre o recall podem entrar em contato com a empresa diretamente pelo telefone 0800-707-3578 ou acessarem o site da empresa: www.bmw.com.br.

Por tratar-se de um item essencial à segurança, a empresa recomenda que todos os veículos inspecionados na primeira etapa e que tiveram seus airbags desativados retornem para que o acessório possa ser substituído.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a empresa convoca seus clientes para realizarem revisões de emergência. Em fevereiro desse ano o Procon de SP realizou duas notificações à BMW do Brasil por anunciar recalls incompletos e que deixavam em dúvida sobre quais seriam os riscos que os problemas realmente poderiam causar aos clientes.

Na ocasião, uma falha nos contatos da bateria e problemas no freio de diversos veículos da companhia fizeram com que alguns clientes tivessem que se deslocar até as concessionárias para garantir a resolução das falhas.

Por Ebenézer Carvalho


Com uma promessa de médio consumo beirando a faixa de 26,3 quilômetros por litro, o modelo híbrido da marca BMW, X5 eDrive Concept, irá fazer sua estreia no Salão de Frankfurt, que ocorre na Alemanha no mês de setembro. Brevemente, o veículo deverá fazer parte grande portfólio de automóveis híbridos/elétricos da empresa. O conceito do X5 eDrive consiste em uma opção plug-in hybrid do X5 novo com capacidade de percorrer trinta quilômetros acido no modo elétrico.

Ao contrário do modelo Active Tourer Concept, que fez a combinação de uma motorização 1.5 a gasolina 3 cc com um propulsor do tipo elétrico, o X5 eDrive irá ter motorização a gasolina com 4 cc (provável que seja o 2.0 Turbo 245 cv referente ao 328i) em associação a uma motorização elétrica em 70 kW (95 cavalos de potência).

É possível optar entre as 3 modalidades para a condução. Um sistema de sensores analisam o estilo de cada condutor, estabelecendo de forma equilibrada os quesitos eficiência e esportividade. O modo completamente elétrico faz o desligamento do motor e pode funcionar em uma velocidade de até 120 quilômetros por hora. Com os propulsores funcionando juntos, o SUV da BMW tem aceleração de zero a cem km/h em menos de 7 s.

Por Marcelo Araújo


A BMW acaba de lançar o seu primeiro carro elétrico. Trata-se do novo i3, que foi apresentado há pouco tempo em Pequim, Nova York e Londres. O modelo em questão é compacto e foi criado com a finalidade de aumentar a visibilidade da BMWi, submarca da montadora que tem foco em produtos sustentáveis voltados para a mobilidade urbana.

O compacto da BMW vem com um sistema de motorização conhecido como eDrive. Esse sistema conta com motor elétrico movido a bateria de íon-lítio. Esse propulsor é capaz de gerar 170 cavalos de potência e tem autonomia de 160 quilômetros. O carro será disponibilizado também na versão híbrida, com motor de dois cilindros capaz de gerar 34 cavalos de potência e uma surpreendente autonomia de 300 quilômetros.

De acordo com a montadora, o novo i3 faz de 0 a 100 km em 7,2 segundos e atinge até 150 km/h. O peso do modelo não decepciona, pois o carro é leve e possui apenas 1.195 quilos. O modelo vem ainda com tecnologia LifeDrive, projetada em dois níveis. No primeiro nível foi utilizada fibra de carbono reforçado na composição, o segundo nível foi fabricado em alumínio para equilibrar o peso da bateria.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


No início deste ano foi lançado o novo BMW Série 6 Gran Coupé. Um carro grande e confortável com seus 5 metros de comprimento, possui espaço para cinco passageiros e um porta mala de 460 L. É bem grande para a categoria.

Na parte externa vem com curvas envolventes valorizando a aero dinâmica, mas com a tradicional grade frontal já que essa é a marca registrada da BMW. No seu interior vem cheio de tecnologia e até parece os carros dos filmes do James Bond. Vem com GPS com tela de 10,2” polegadas onde também é uma central multimídia com HD de 12 GB, interface para smartphone, BMW Apps, internet, entrada USB, bluetooth, equalizador com 7 alto falantes de alta qualidade. 

A segurança não podia ficar de fora. Com freios ABS, seis airbags, controle de estabilidade e tração e faróis em LED. A versão 640i vem com motor 3.0 turbo de 6 cilindros em linha que gera uma potência de 320 cavalos.

O carro vem com câmbio automático de 8 velocidades fazendo com que o carro faça de 0 a 100 km/h em 5,4 segundos. Ainda vem com itens de série como bancos de couro, teto solar em cristal, rodas de aro 19 e câmera de ré. O único ponto negativo da BMW está no seu preço de R$399.950.

Por Mariana Rodrigues


A BMW é uma das principais marcas mundiais de automóveis. A montadora é conhecida por seu espírito inovador, capaz de surpreender os consumidores a cada lançamento. Para a marca, o ano de 2013 começa com tudo, afinal, em breve algumas novidades da BMW devem chegar ao mercado.

No mês de abril o tão aguardado BMW X6 M será apresentado. Trata-se de um carro veloz e potente, pautado no bom acabamento, estabilidade e esportividade. O crossover é agressivo e robusto, tendo seu desempenho garantido pelo potente propulsor 4.4 V8 biturbo.

O carro entrega 555 cavalos de potência e o carro possui transmissão automática de 6 marchas. Vale acrescentar que o modelo do câmbio é o moderno M Steptronic. Segundo informações da montadora, o carro atinge a velocidade de 275 km/h e faz de 0 a 100 km/h em apenas 5 segundos.

No que diz respeito ao design, o novo BMW X6 M conta com linhas expressivas,  faróis redesenhados na traseira e na dianteira, iluminação com diversas  lâmpadas de LED. Dentre outras novidades no visual, o carro conta com  barras horizontais na cor vermelha, além de grades  tridimensionais no centro.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Outra boa notícia chegou ao movimentado mundo dos automóveis, pois a BMW (empresa especializada na fabricação e comércio de veículos) deve lançar em pouco tempo a nova versão da sua SUV chamada de X5.

O novo veículo da montadora foi visto rodando nas ruas de algumas cidades da Alemanha com bastante camuflagem para esconder os detalhes do carro. Mas, apesar disso, é possível afirmar que a nova X5 terá contornos mais refinados mantendo o novo estilo de criação automotiva que vem sendo adotado pela BMW.

Outras possíveis inovações para este carro SUV consistem em motores mais potentes, como um propulsor de 2.0 litros movido a diesel com potência de até 248 cavalos e um motor V8 biturbo com potência de 573 cavalos.

Do ponto de vista da tecnologia, o utilitário terá possibilidades inovadoras, como: câmera de visão noturna, medidores de combustível, auxiliar de estacionamento, sistema Start&Stop, suspensão a ar, dentre outras.

A nova versão da BMW X5 tem previsão de chegar ao mercado automobilístico mundial para venda apenas no início de 2014, já que a produção da mesma será iniciada apenas no ano que vem.

Por Ana Camila Neves Morais


Outubro promete encher o mercado dos automóveis de novidades. Agora é a vez da BMW apresentar sua nova geração do M5 para o Brasil.

Com motor V8 de 567 cavalos, a nova BMW chega a 250 km/h com um motor que promete poluir menos. A novidade chegará na primeira quinzena de outubro e ainda não tem um preço definido.

Transmissão automatizada com sete velocidades, o novo carro tem um sistema diferente que otimiza a estabilidade dessa nova máquina que tem traços discretos e lanternas em LED. O carro deverá fazer a média de 10,1 km por litro e chegar a 100 km/h em apenas 4 segundos.

A M5 ganhou rodas de 250 polegadas, entradas e escapamentos duplos, mas sobre o interior teremos que esperar, a montadora ainda mantém as informações guardadas a sete chaves. A empresa alemã que faz a cabeça de inúmeros brasileiros tem uma forma padrão de colocar os nomes nos modelos, indicando três dígitos que são o modelo do carro e sua motorização.

Para sabermos mais novidades, nos resta acompanhar pela web se a empresa revelará mais algum segredinho da 5ª geração dessa nova máquina. 

Por Dayane Garcia


Com o lançamento da Série 3 do Novo BMW, consumidores de todo o mundo já podem tirar as conclusões a respeito do modelo, que chega cheio de novidades e com aqueles aspectos modernos característicos da marca.

Claramente, trata-se de um veículo único, que faz com que o motorista se sinta exclusivo em seu conforto e aparência.

Caracterizado como um carro esportivo, o BMW Série 3 conta com um redesenho dos faróis, alguns recortes na tampa do porta-malas e um para-choque mais destacado,  produzindo um visual “nervoso” e com muito estilo. Quanto ao interior do modelo, nota-se características de conforto e praticidade, sem grandes detalhes.

Com relação às especificações técnicas, o motor 2.0 l turbo de quatro cilindros permite maior potência, gerando até 245 cv e torque máximo de 30 kgfm a 1.250 rpm.

Certamente é um carro feito para quem gosta de dirigir, sua atuação é perfeita em linha reta e em curvas, transmitindo segurança, estabilidade e comodidade ao motorista e passageiros. Além disso, os ajustes que podem ser feitos nos bancos e volante, garantem uma melhor condução.

A nova geração chega com preço inicial de R$ 212.950.

Por Anne A. Matioli Dias


Na última quarta-feira (06/06), a BMW, empresa presente em mais de 50 países, comemorou a marca de produção de três milhões de motores no Reino Unido.

A comemoração ocorreu na unidade fabril de Hams Hall, que fica localizada nas proximidades de Birmingham, cidade e distrito metropolitano do condado de Midlands Ocidentais, na Inglaterra.

O motor que se refere à celebração é um 1.6 litro a gasolina com quatro cilindros, que vai equipar um modelo MINI que será comercializado no mercado indiano.

Há mais de dez anos, a unidade de Hams Hall produz motores a gasolina de quatro cilindros para as plantas da marca na Alemanha, Áustria e Oxford. Hoje em dia, estes propulsores são uma forma de empurrar os modelos BMWX1 e o Série 3, que foi recentemente lançado, e os modelos a gasolina da MINI.

Sobre a BMW

Fundada por Karl Rapp e Gustav Otto com o objetivo de fabricar motores para aviões, a BMW, Bayerische Motoren Werke, em português, Fábrica de Motores da Baviera, tornou-se, após a Primeira Guerra Mundial, uma produtora de motocicletas, tornando-se mais tarde fabricante de automóveis. Isso ocorreu devido ao Tratado de Versalhes, que proibiu a empresa de produzir motores para aviões.

Por Felipe Araújo


O novo BMW Série 3, com lançamento previsto para este mês de maio, será apresentado somente no dia 28 de junho. Este novo modelo possui duas versões com motores turbo.

Neste novo carro, o grande destaque será a linha 328i – que será a substituta da linha 325i – a qual possui motor 2.0, com câmbio automático, 245 cavalos indo até 100 km/h em apenas 5,9 segundos. Com relação ao consumo de combustível, este modelo faz em média 12,6 km por litro de gasolina. Além desses elementos, a nova versão da BMW tem faróis bi-xenônio, teto solar, sistema multimídia com tela de LCD, além de outras funções interessantes.

Além desta versão mais possante, há a versão 320i com turbocompressor gerando 184 cavalos. Outra possibilidade é a versão 335i – mais potente da série – que tem 6 cilindros, mas ainda não tem previsão para ser lançada no Brasil.

Com relação aos valores destas máquinas inéditas, a BMW divulgou o preço da versão 328i, que irá custar R$ 176.000, já o modelo 320i terá preço médio de R$ 145.000, e o modelo 335i custará R$ 341.000.

Estas inovações nos modelos da Série 3 da BMW chegam ao mercado para concorrer com os sedãs médios de luxo, como Audi A4, Mercedes-Benz Classe C e o Volvo S60.

Por Ana Camila Neves Morais


O Salão de Genebra, que acontece dos dias 8 a 18 de março, está repleto de novidades das mais diversas montadoras. Lá os carros mais badalados irão chegar direto na linha de montagem dependendo da popularidade adquirida no Salão.  

Um dos carros que vai chegar para essa disputa é da BMW, como sempre, ela não poderia faltar em Genebra.

Desta vez, a BMW entrará pela porta da frente exibindo o M 135i Concept,considerado um dos mais pesados do ano. O hatch chega nervosamente ao mercado com suas três portas e produzindo cerca 300 cavalos, mesmo que sua potência ainda não esteja acertada, sob um turbocompressor que faz o modelo ser considerado o mais potente de sua linha. Além disso, o Concept ainda vem com seis cilindros em uma versão 3.0.

Porém, apesar de todos os benefícios acoplados no novo BMW, o para-choque será o destaque do modelo. Ele possuirá uma entrada maior para o ar e um difusor colocado em sua traseira, além de possuir um kit aerodinâmico completo. Ainda analisando a sua traseira, sistemas de escape duplos e esportivos também farão parte do M 135i.

Por Jéssica Monteiro

Fonte: G1


A conceituada montadora BMW anunciou a chegada do novo M6. O lançamento oficial vai ser realizado com toda pompa que merece  no início de março, no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça.

Com configurações surpreendentes, o modelo vem com novidades tanto no visual, quanto na parte mecânica. Em termos de propulsão, o automóvel recebeu um potente motor V8 4.4 Biturbo que atinge incríveis 560 cavalos. Embora desenvolva uma potência fantástica, segundo a fabricante, o consumo de combustível foi reduzido em 30%, se comparado à versão anterior. Quanto à  velocidade máxima do novo M6, o desempenho não passa de 250 km/h, tanto no modelo Coupé, quanto no modelo conversível.

O lançamento da BMW possui vários outros atributos, além do propulsor. O automóvel conta com moderna tecnologia de tração, completo sistema M Dynamic Mode, que produz mais estabilidade, M Carbon-Ceramic Breakes (fibra de carbono) que otimiza a frenagem e propicia maior durabilidade aos freios.

A expectativa é que o carro, ao menos na versão conversível, chegue ao mercado norte-americano ainda no primeiro semestre desse ano.  Depois disso, é uma questão de tempo para que esse grande lançamento aporte também no Brasil. 

Por Larissa Mendes de Oliveira


A renomada fabricante BMW acabou de anunciar a nova versão do SUV X6. O modelo foi totalmente reformulado, desde o conjunto de luzes, com lanternas e faróis potencializados, até a grelha e para-choque dianteiros, que tiveram seu ângulo alterado. Outra mudança significativa ficou por conta da grade frontal, que passou a ter uma linha horizontal similar à contida nos faróis. Todas essas mudanças poderão ser vistas no Próximo Salão do Automóvel, a ser realizado em março de 2012, em  Genebra, na Suíça.

Com ineditismo, o veículo é o primeiro da categoria a receber luzes de LED adaptativas. Como se não bastasse, para quem valoriza qualidade e requinte, o interior possui acabamento em couro legítimo. Já para quem procura espaço e funcionalidade, o porta-malas do SUV X6 comporta até 570 litros, podendo chegar a 1.450 litros devido aos assentos rebatíveis.

O lançamento possui outro grande atrativo que é a sua propulsão, pois as duas versões de motor não decepcionam em termos de potência. Trata-se do X Drive 50i que gera até 400 cavalos e do Twin Power Turbo V8 que atinge 300 cavalos. No que se refere à transmissão, as duas opções contam com câmbio  automático de oito velocidades.

Visualmente falando, o carro está mais moderno e atraente, com sua linhas arrojadas e opções de cores incríveis, duas foscas e 11 metálicas. A princípio, isso é o que se sabe sobre o SUV X6, entretanto, em março todos os segredos desse carro promissor serão revelados.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Finalmente está chegando ao Brasil um novo bólido da BMW, que passa a integrar a família “M” da montadora, à venda em todo o território nacional. Trata-se do Série 1 M Coupé, que carrega um poderoso motor 3.0 de seis cilindros, adicionado de turbo e injeção direta de combustível.

O bloco, modificado pela divisão Motorsport (daí vem o “M” no nome), é acoplado a uma transmissão manual de 6 velocidades, gerando uma potência de 340 cv, o necessário para levar o esportivo a uma velocidade máxima de 250 km/h, controlada eletronicamente. Já o tempo gasto para sair da inércia e chegar aos 100 km/h é de 4,9 segundos, de acordo com a BMW, que informa ainda um consumo médio para o bloco em torno de 13,6 km/l na estrada e 7,4 km/l na cidade.

O visual do Série 1 M Coupé é bastante arrojado, contando com para-choque diferenciado na dianteira (associado a novas entradas de ar); caixas de rodas maiores; e difusor de ar na traseira, que tem ainda quatro saídas de escapamento. Internamente, destacam-se o acabamento em couro Alcântara, os bancos esportivos com costuras em tons laranja, o volante multifuncional e o sistema multimídia acessado através da tela de 8,8 polegadas, localizada no painel central. O logo da divisão Motorsport aparece em algumas partes, identificando a série especial.

O preço da versão é o mesmo que havia sido anunciado durante o seu lançamento no mês de junho: R$ 268.600.

Por André Gonçalves


A BMW mostrou ao mundo a nova geração do Série 3, que tem estreia prevista para o mês de fevereiro do próximo ano, nos Estados Unidos e na Europa. A sua chegada ao Brasil deve acontecer no segundo semestre de 2012. O modelo apresenta renovações no visual e também na mecânica, além do acréscimo de alguns equipamentos, como o head up display e nova tela para o GPS.

O Série 3 2012 ganhou novos faróis de LED, integrados à grade frontal, novos vincos laterais e um capô de perfil mais baixo que a geração atual. As diferenças aparecem ainda no peso, com a perda de 40 kg, no comprimento e na distância entre-eixos. A nova geração cresceu cerca de 9cm no comprimento e 5cm no entre-eixos, aumentando o espaço interno e a capacidade do porta-malas, que passa a ser de 480 litros.

Na parte mecânica, serão disponibilizadas novas versões de motores, que contam com o sistema start-stop para diminuir o consumo de combustível. As opções movidas a gasolina são o 2.0 TwinPower Turbo, que gera 245 cv de potência, para o 328i, e o 3.0 V6, que desenvolve 306 cv, para o modelo 335i. Já o bloco turbodiesel é o 2.0, que vai equipar o 320d, oferecendo 138 cv, e o 320d EfficientDynamics, fornecendo 163 cv de potência. Os propulsores poderão estar associados ao câmbio manual de 6 marchas ou ao automático de 8 velocidades.

Uma versão do sedã equipada com o pacote M, com características esportivas, estará disponível futuramente.

Por André Gonçalves

Fonte: AutoGuide


O mercado de carros híbridos ainda engatinha no Brasil, mas acaba de ganhar um novo integrante, o Série 7 ActiveHybrid, da BMW, que já pode ser encontrado nas revendedoras da marca alemã espalhadas pelo país. O novo sedã tem preço sugerido de R$ 546.050, um pouco mais salgado que o seu concorrente direto, o também alemão Mercedes-Benz S 400 Hybrid, que custa R$ 406.000.

O conjunto mecânico do Série 7 ActiveHybrid acopla o motor a combustão V8 biturbo de 4.4 litros (que entrega 407 cv de potência) ao propulsor elétrico (que gera 60 cv de potência). Associados a uma transmissão automática de 8 velocidades, eles levam o sedã a uma velocidade máxima de 250 km/h, segundo a BMW, enquanto a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 4,9 segundos.

Outra novidade é a presença do sistema start-stop, que desliga o motor enquanto o carro estiver parado em um cruzamento, por exemplo, auxiliando na economia de combustível. Nesta situação, o ar condicionado poderá continuar funcionando, uma vez que ele é alimentado pelas mesmas baterias de íon lítio utilizadas para fornecer energia ao motor elétrico.

Também são destaques no Série 7 híbrido alguns itens de segurança, como os apoios dianteiros de cabeça, ativados automaticamente em caso de impacto; airbags frontais, de cabeça e laterais; indicador de furos no pneu; e os pneus do tipo runflat, que mesmo totalmente vazios permitem ao veículo se deslocar a uma velocidade de até 80 km/h.

Fonte: BMW

Por André Gonçalves


Faltando pouco mais de um ano para o início dos Jogos Olímpicos de Londres, já começam a surgir os primeiros produtos em comemoração ao evento, como é o caso das versões especiais dos veículos Série 1 e Série 3, da BMW, lançadas pela marca alemã, que é patrocinadora oficial das Olimpíadas.

Os modelos ganharam itens personalizados, com design M Sport, que remetem à competição. As novidades são as rodas cromadas aro 18, em tons escurecidos; saída de escape cromada; lanternas traseiras com máscaras escuras; novo kit aerodinâmico; bancos esportivos com costuras em Azul Royal; volante esportivo e multifuncional; nova alavanca de câmbio; tapetes diferenciados; entre outros. Há também um novo ajuste para o conjunto de suspensão e adesivos dos Jogos Olímpicos, em várias partes do carro. Os itens são basicamente os mesmos para o Série 1 e o Série 3, com pequenas diferenças.

Os modelos serão oferecidos nas cores Azul Água, Branco Alpino, Safira Negra e Prata Titânio.

As vendas começam pelo Reino Unido, com preços a partir de 19.530 euros (R$ 43.135), para o Série 1, e de 23.195 euros (R$ 51.230), para o Série 3.

Fonte: Inside Line

Por André Gonçalves


Finalmente, a BMW apresentou oficialmente o novo Série 6 Coupé 2012, que virá montado sob uma nova plataforma e com duas opções de motor. Uma delas é o 640i 3.0, turbinado, que entrega ao motorista uma potência de 320 cv, a 5.800 rpm e torque de 45,9 kgfm. Os outros números da versão são velocidade máxima de 250 km/h, aceleração de 0 a 100 km/h alcançada em 5,4 segundos, consumo de combustível que fica em torno de 13 km/l e a emissão de 179 g/km de CO2.

A outra opção é o propulsor V8 650i, de 4.4 litros, que atinge 407 cv de potência e 61,2 kgfm de torque. O estranho é que, de acordo com a BMW, a velocidade máxima é também de 250 km/h, igual ao 640i. As diferenças estão na aceleração, feita em 4,9 segundos, no consumo (9,8km/l) e na emissão de CO2 (243 g/km).

Algumas das outras novidades são o câmbio automático de 8 marchas, a nova capacidade do porta-malas (460 litros), e as novas medidas das rodas e da carroceria.

O modelo, que chegará às revendedoras ainda em 2011, inclusive no Brasil, não teve o preço revelado.

Veja as fotos no site Automobile Magazine.

Por André Gonçalves


A BMW pretende lançar novos modelos até o ano que vem, segundo afirmou o presidente da BMW do Brasil, Henning Dornbush. Até o primeiro semestre desse ano, serão lançados os modelos X3 e o Serie 6 e para o final de 2011, o Serie 1 e o Serie 7, apenas na versão híbrida.

No blog da montadora há imagens do novo BMW M5, que tem previsão de lançamento ainda para esse mês. O sedan esportivo luxuoso está agendado para fazer sua aparição mundial no Shanghai Motor Show, sendo que a produção do veículo está prevista para acontecer no final deste ano e as vendas devem ter início apenas no início de 2012.

Confira aqui a imagem do BMW M5 que ainda está em fase de testes.

Por Andrea Gomes


Com a necessidade cada vez maior da criação de veículos que emitam menos poluentes e que sejam mais econômicos e que representem um novo caminho para indústria automobilística, os híbridos e elétricos se tornaram a saída mais racional. No entanto como todas as novas tecnologias sua aceitação é lenta, por vezes extremamente demorada. Para acelerar o processo são dados subsídios, governos estimulam a formação e utilização de frotas elétricas ou híbridas, mas mesmo assim a aceitação ainda não é plena e total.

Nos Estados Unidos, tradicional mercado consumidor e produtor de veículos a aceitação destes novos veículos ainda é muito lenta e parece que levará bastante tempo para que eles sejam aceitos e cresçam no gosto do consumidor norte-americano. Talvez por isso a BMW, que lançará no Salão de Genebra a versão final de produção do ActiveE, versão elétrica do modelo Série 1 Cupê, traçou uma estratégia para não só popularizar este tipo de veículo, mas também para testar tecnologias para o aprimoramento dos modelos elétricos que a montadora pretende produzir no futuro. Entre eles o novo EV Megacity, que deverá chegar ao mercado mundial no ano de 2013.

A montadora irá produzir mais de mil unidades para serem testadas. Elas deverão ser alugadas para consumidores selecionados nos mercados dos Estados Unidos, da China e da Europa, que testarão os carros e suas tecnologias durante um período de tempo. O ActicveE tem propulsor elétrico que produz de 170 Cv de potência e tem capacidade de arranque de 0 a 100 Km/h em apenas nove segundos e pode atingir a velocidade máxima, eletronicamente controlada, de 145 Km/h.

Todo o conjunto é movido por três baterias de íon-lítio e utiliza o sistema Kers, onde o motor atua como gerador cada vez que o motorista desacelera, desta forma a energia cinética realimenta as baterias.

Por Mauro Câmara


A BMW visando aumentar a concorrência com modelos mais baratos cria a versão sDrive 18i do X1.

O modelo ainda guarda toda a aparência e a qualidade da marca alemã, mas com um valor de R$ 99.500. O design mais alto agrada, mas os opcionais deixam a desejar, afinal não traz teto solar e muito menos sensor para estacionar.

Mesmo com o barateamento do modelo, a manutenção ainda é cara para esta faixa de preço e, apesar de um BMW, nem todos aceitam pagar quase 100 mil por um carro que não tem ajuste elétrico dos bancos e ar condicionado digital.

Seus concorrentes diretos são o Honda CR-V e o Hyundai ix35.

Por José Alberi


A marca de carros de luxo BMW é um sonho para muitas pessoas. Um dos lançamentos da marca é o BMW Série 5 Gran Turismo.

Abaixo estão algumas informações sobre o lançamento da BMW:
– Motor: seis cilindros em linha, 3,0 litros, 24V, turbo, injeção direta e comando variável;
– Transmissão: automática sequencial, oito marchas e tração traseira;
– O porta-malas tem capacidade para até 1.700 litros;
– Potência: 306 cavalos a 5.800 rpm;
– A velocidade máxima pode chegar a 250 km/h;
– O BMW 535i GT faz de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos.

O carro conta com um ótimo entretenimento: telas individuais na parte dianteira e também na parte traseira. As telas são independentes. Se um dos passageiros quiser ver filme e outro jogar vídeo game, não há problema. O conforto interno é grande.

Por Fernanda T. Sodré 


O Megacity é um projeto de compacto urbano desenvolvido pela BMW, que deverá ser lançado nos próximos anos pela montadora alemã, provavelmente em 2013. A proposta do Megacity é ser mais uma opção de veículo elétrico, e tudo indica que ele será colocado no mercado usando o nome de uma nova divisão da BMW.

O que se sabe do veículo é que ele será construído no sistema de monobloco feito em fibra de carbono, e utilizará peças em alumínio ou plástico ultra-resistente. A ideia é diminuir o peso. Em consequência isso também deve servir para diminuir os custos de manutenção.

Além da versão elétrica, o Megacity terá uma opção híbrida, que poderá ter um motor dianteiro e outro traseiro. As baterias deve ficar no centro, abaixo do assoalho.

Por Maximiliano da Rosa


Nesta última quinta-feira, 29 de julho, a empresa automobilística BMW divulgou que não irá mais produzir o modelo cupê M6, que foi criado com base nas séries E63 e E34 da marca.

O M6 já estava sendo produzido há cinco anos e deverá ter seu substituto anunciado em setembro deste ano, na feira automotiva realizada na cidade de Paris. O modelo apresentado no Salão de Pequim já demonstrou como será a nova série 6, que deverá chegar ao mercado no ano de 2012 sob o conceito do Gran Coupé.

O novo sedã irá competir no mercado com o Mercedes Benz CLS e com o recém lançado A7 da Audi.

Por Elizabeth Preático

Fontes: Abril, ICarros, Web Motors


A montadora alemã BMW confirma que irá fabricar o Gran Coupé, novo modelo da marca, que deriva do já revelado Concept Grand Coupé.

O anúncio foi feito em 22/07/2010, no prestigiado evento BMW Night Design de Munique. A nova máquina da fabricante alemã deriva da plataforma Série 6, mas com design feito para concorrer diretamente com o Audi A7 e Porsche Panamera.

Sua produção e lançamento desta máquina está previsto para meados de 2012, e apesar das poucas informações que foram divulgadas a respeito, parece que teremos uma versão híbrida fazendo parte da gama deste luxuoso e imponente modelo.

Confira algumas fotos do Concept Grand Coupé:


O mercado dos importados que cresceu no primeiro semestre deste ano e que as projeções indicam que se manterá aquecido terá mais uma grande opção para os consumidores deste segmento. A BMW confirmou que a nova geração do X3, que com as mudanças aplicadas nesta geração ganhou mais “corpo” e robustez chegará ao mercado nacional até o final deste ano. Esta geração será apresentada nos Salões de Automóveis de Paris e São Paulo que irão ocorrer em Outubro.

Seu desenho clássico ganhou corpo com mudanças nas laterais e na traseira, cujo desenho faz lembrar outro astro da família, o X5. As principais mudanças na traseira estão nas lanternas maiores e no arredondamento do porta malas que lhe deu uma estética mais equilibrada. O capô, faróis e para-choques também são novos, além disso, com as rodas maiores desta versão e ajustes feitos na suspensão o modelo ganhou mais altura o que completa sua sensação de robustez.

Conforme informações da montadora esta nova geração do X3 virá com uma motorização de quatro cilindros de 2.0 litros, turbodiesel que chega a 184CV e vai de 0 a 100Km/h em 8,5 segundos chegando à velocidade máxima de 210Km/h. O outro motor a ser oferecido tem seis cilindros em linha,  3.0 twinturbo e possuirá sistema valvetronic. Seu rendimento chega a 306CV partindo de 0 a 100Km/h em apenas 5,7 segundos e atingindo a velocidade máxima de 245Km/h. E o consumo parece também ser bastante interessante, segundo informações da montadora: no motor a diesel o consumo é de 17,8Km/l, já no movido a gasolina é de 11,3Km/l.

Por Mauro Câmara

Fonte: Portal Vrum


No próximo mês de setembro será lançado no Salão do Automóvel de Paris, na França, o novo modelo do esportivo X3, da BMW. Nesta última quarta-feira, 14 de julho, algumas informações já foram dadas sobre as modificações que foram realizadas no X3, entre elas, um novo desenho da carroceria que aumentou o comprimento e a altura do automóvel.

Outra novidade está no porta-malas, que elevou sua capacidade para quinhentos e cinquenta litros no total, setenta a mais que o anterior. Internamente, o modelo apresenta novo painel e bancos, além de volante multifunção.

O novo X3 será oferecido no mercado com duas opções de motores: turbodiesel quatro cilindros e biturbo gasolina seis cilindros e terá como forma de economia de combustível sistema de desligamento do motor em baixas velocidades.

Por Elizabeth Preático

Fontes: O Estadão, R7


Esperado para 2012 o BMW M8 pode unir o motor V10 de 5.0 litros e 500cv a 2 propulsores elétricos,ganhando assim uma força extra de 150cv.

O carro que teve seu protótipo apresentado no Salão de Frankfurt de 2009 tem sua proposta ecológica aliando-se ao alto desempenho.

De acordo com algumas fontes vários sistemas estão sendo implantados no modelo,entre eles estão: 2 propulsores elétricos que produzem 150cv a mais,sendo montados 1 em cima de cada eixo,tendo assim um equilíbrio do veículo. Freios Regenerativos e Uma carroceria feita a partir de fibra de vidro,o que deixará o carro muito mais leve.

E ainda o carro poderá ter até 5m de comprimento,mais mesmo com todo o tamanho poderá levar 2 pessoas apenas na cabine.

Este BMW M8 pode ser a solução para quem quer pisar fundo,mais sem “agravar” o meio ambiente.

Por: Ewerton Cruz





CONTINUE NAVEGANDO: