A empresa de design Carrozzeria Touring publicou as primeiras imagens do modelo Carrozzeria Touring Superleggera Berlinetta Lusso, antes mesmo de sua estreia no Evento Salão de Genebra, na Suíça. O modelo possui base na Ferrari F12 Berlinetta.

O design do modelo Berlinetta Lusso é clássico e promete agradar quem aprecia um modelo retro.  O difusor traseiro que é radicalmente diferente em relação à versão original, e a cor do modelo ostenta a cor azul metálico. O capô do modelo recebeu duas novas saídas de ar o que melhora a dissipação do calor.

Ainda não há nota oficial da empresa quanto ao design interno do novo conceito. O que se pode ver na imagem, é que os assentos possuem revestimento em couro de dois tons e acabamento em alumínio.

Não houve um posicionamento da empresa sobre as especificações de desempenho do novo modelo. Ao que tudo indica, as informações técnicas deverão ter base no modelo Ferrari F 12 Berlinetta. O motor presente no F12 é um 6.2 V12 que pode entregar 740 cv de potência e torque de 70,4 kgfm.  O mesmo permite ao modelo chegar de 0 a 100 km/h em apenas 3,1 segundos. A velocidade máxima alcançada pelo modelo é de 340 Km/h.

No entanto, velocidade não é a primeira coisa que vem à mente ao olhar para o novo modelo. A tradição do design italiano faz desse modelo algo único.

O lançamento do novo conceito Berlinetta Lusso, estimula a antiga relação entre duas empresas. A empresa fabricante de carrocerias foi responsável pelo design da Ferrari 166 Mille Miglia Touring, lançada poucos anos após o término da Segunda Guerra Mundial.

Informações adicionais serão divulgadas ainda essa semana, durante a apresentação oficial do modelo no evento Salão de Genebra. A empresa não divulgou o preço do modelo, mas tudo indica que deverá ser superior ao valor da F 12 Berlinetta que no Brasil é de R$ 2.900.000.

Por Wendel George Peripato

Carrozzeria Touring Superleggera Berlinetta Lusso

Carrozzeria Touring Superleggera Berlinetta Lusso

Carrozzeria Touring Superleggera Berlinetta Lusso

Fotos: Divulgação


Muitos automóveis somente alcançaram a fama quando foram divulgados em algum filme. Mais ainda, existem automóveis especialmente desenhados para estrelar em algum filme.

Quando se pensa em carros no cinema é inevitável vir a mente filmes como os da série Velozes e Furiosos, onde os reais protagonistas são, de fato, os carros; ou ainda filmes da série 007, onde o espião inglês sempre conta com um veículo totalmente equipado para suas missões.

A seguir, listaremos alguns filmes disponíveis no Netflix que contam com belos carros, para que você possa aproveitar suas férias do seu sofá, ouvindo o ronco dos motores e curtindo a velocidade.

1-      À prova de morte

Quentin Tarantino é o cara! O homem é conhecido por ser responsável pela criação de vários filmes Grindhouse, que nada mais são do que filmes com violência exagerada, sangue espirrando, apelo para o sexo, entre outras belezas que os marmanjos curtem.

Essa obra em especial foi produzida em 2007 e fez parte do “Projeto Grindhouse” do autor em parceria com Robert Rodriguez. O filme conta a história de um dublê psicopata com seu Dodge Charger 69 acompanhado na sua aventura louca por várias stripers. É ou não é uma obra de arte?

2-      Taxi Driver

Esse filme é um clássico do cinema e conta com grandes nomes da arte. O filme é protagonizado por ninguém menos que Robert de Niro e Jodie Foster e é dirigido pela lenda do cinema Martin Scorcese.

O filme conta a história de um ex-soldado que se torna motorista de táxi em Nova York e se torna obcecado pela desmoralização e violência que assolam o submundo da cidade. Vale muito a pena assistir.

3-      Nitro Circus: The movie

O filme é um documentário na linha: “as imagens exibidas nesse filme foram realizadas por profissionais e supervisionadas por profissionais, portanto não tente fazer isso em casa”.

Nada mais é do que uma série de performances perigosas realizadas por dublês e profissionais do automobilismo e motociclismo, com direito a batidas, capotagens em alta velocidade e saltos.

Por Nosf

Foto: divulgação


De um lado, o campeão absoluto de vendas na categoria, com mais de 50 mil unidades vendidas no Brasil desde o início do ano. Do outro, um importado que faz a sua estréia na categoria. Pois é, a briga no setor de utilitários compactos parece que acabou de começar com a entrada de um forte concorrente para a Ford, que domina o mercado há bastante tempo.

Prevendo uma dificuldade nos próximos anos, a Ford tratou de cuidar muito bem da sua linha de SUV’s e deu uma turbinada no EcoSport que agora está melhor que nunca, com uma gama bastante variada de acessórios e componentes, além de ter uma mecânica mais moderna.

É possível adquirir a versão Titanium 2.0 por preços a partir de R$ 73.990, equipada commotor  Duratec com 16v e potência máxima de 147 cv e torque de 19,7 mkgf no etanol. Essa versão trás de série freios ABS, airbag duplo, direção com assistência elétrica, ar-condicionado digital e todo o conjunto de freios e travas elétricas, assistente de partida em rampa, controles eletrônicos de tração e estabilidade, rodas aros 16, partida sem chave e diversos outros detalhes que ajudaram a conquistar a confiança não somente do consumidor brasileiro mas também do mundo todo.

Do outro lado da arena estão as concorrentes que desafiam a Ford pelo título de campeã de vendas na categoria de SUV’s. A Duster da Renault era a principal preocupação. No entanto, agora surge a Chevrolet com o Tracker, um rival de peso e que pode botar o cinturão da montadora conterrânea em jogo.

Por enquanto o veículo é importado do México e somente na versão Top de Linha LTZ. Essa versão possui o valor de R$ 71.990 e o motor 1.8 16 válvulas chega à potência de 144 cv. Em relação aos itens, são bastante parecidos nos dois carros, mas o EcoSport possui uma diversidade maior. E aí? Quem será que vence essa briga?

Por Ebenézer Carvalho


A empresa Holden, divisão da montadora GM na Austrália, acaba de confirmar a produção do novo Holden Barina RS  na Austrália. O carro será uma versão esportiva do modelo Sonic e de acordo com a Holden, o início da produção está previsto para o mês de novembro. Vale acrescentar que o veículo chega para brigar de igual para igual com o VW Polo GTI, o Suzuki Swift Sport e o Ford Fiesta ST.

Assim como o Sonic RS, o Holden Barina RS virá com design e DNA bem inusitados. O esportivo contará com spoiler na parte traseira, rodas de liga leve com aro 17″, lateral com saias, pintura especial na cor Orange Rock, suspensão rebaixada e muitos outros atributos. Na parte interna o carro virá com bancos modernos, inscrição RS, volante de base achatada e completo painel de funcionalidades.

A marca Holden criou um conjunto de direção elétrica e transmissão automática exclusivo para o mercado automotor australiano. Segundo os engenheiros da Holden, foram feitos inúmeros testes para avaliar e validar o carro.

Tudo indica que o modelo será equipado com motor 1.4 Ecotec ou turbo, capaz de gerar 140 cavalos de potência e 20,4 kgfm de torque. Em breve,mais detalhes sobre o  Holden Barina RS serão divulgados.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Audi é uma montadora reconhecida pelo luxo e funcionalidade de seus veículos, acaba de confirmar o lançamento do R8 V10 Plus, um carro que surpreende tanto na parte estética quanto na parte mecânica.

O R8 V10 Plus é um modelo robusto e altamente veloz, podendo atingir 100 km/h em  3,6 segundos.  O propulsor do carro é um potente V10 5.2 TFSI que gerar 525 cavalos cavalos. A velocidade máxima do carrão é de 314 km/h, uma marca satisfatória na categoria.

Segundo a Audi, o R8 V10 Plus vem com câmbio automático S Tronic e sequencial R Tronic com 6 marchas, possui sistema Launch Control capaz de controlar as arrancadas e conta com uma estrutura leve de alumínio. Devido à nova plataforma, o carro ficou  210 quilos mais leve em relação ao modelo anterior e agora possui somente 1.595 quilos.

O ponto negativo mais notável no novo R8 V10 Plus é a economia, já que faz 4,5 km/l na cidade e consome 9,4 km/l na estrada. Outro detalhe que chama atenção é o preço salgado, uma vez que o carro custará R$ 800.000. Ainda assim, a beleza e desempenho do lançamento certamente garantirão muitos admiradores e compradores para o novo Audi R8 V10 Plus.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Renault, montadora francesa de destaque no mercado automotivo mundial, acaba de apresentar o modelo Clio Cup que participará de  campeonatos na Europa. Inspirado no o Clio RS, o modelo conta com vários atributos que o tornam ideal para disputas em competições de velocidade.

Dentre as novidades do carro estão: gaiola no interior do veículo, novo para-choque dianteiro contendo design imponente, linhas mais agressivas, joviais e expressivas, entrada de ar para a cabine no teto, difusores de ar no para-choque traseiro, aerofólio traseiro, dupla saída de escape e acabamento com ar esportivo.

O desempenho do Clio Cup chama atenção, pois é bem superior às performances que comumente são vistas nas ruas. O carro vem com  motor de 1.6 turbo capaz de gerar 223 cavalos de potência. O câmbio é sequencial de seis marchas e a troca pode ser realizada de forma muito rápida.

Além disso, os forros e os bancos foram substituídos por assentos no formato de concha, as portas ganharam uma nova forração de alumínio e o volante foi revestido de  Alcantara, um moderno composto de poliéster e  poliuretano de alta tecnologia.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Fiat iniciou nesta semana as vendas da versão Sporting para os modelos Novo Palio e Novo Uno que foram apresentadas durante o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo que aconteceu em outubro deste ano.

Fonte: Quatro Rodas

 

Os veículos integram a série especial Interlagos tendo como principais características rodas de liga leve, bancos e volante revestidos em couro.

De forma mais específica, o Novo Palio Interlagos possui teto solar, entrada para USB, vidros traseiros com acionamento elétrico e sistema de entretenimento com som, rádio e Bluetooth.

Já o Novo Uno Interlagos vem com ar-condicionado, novo painel de instrumentos, porta-objeto, sistema de entretenimento com som, rádio, Bluetooth e USB, dentre outros.

Fonte: Novounoclube

Para quem deseja comprar um destes modelos, eles estão disponíveis nas concessionárias Fiat de todo o Brasil com valores de R$36.830 – para Novo Uno – e de R$43.860 para o Novo Palio.

Por Ana Camila Neves Morais


O Fluence GT da Renault do Brasil já foi anunciando pela montadora no mês de novembro de 2012. Logo de início o lançamento já chama a atenção por algumas curiosidades. O carro além de ser o primeiro automóvel turbo que a marca está comercializando no país, é também o primeiro a portar o título de Renault Sport, assinatura do setor responsável pela produção na Europa de modelos esportivos.

O Fluence GT será equipado com um motor 2.0 de 16 V turbo. O motor turboalimentado à gasolina consegue atingir a potência máxima de 180 cv. E isso a 5.500 rpm e com um torque máximo de 30,6 kgfm a 2.250 rpm. O carro consegue ir de 0 a 100 em 8 segundos e consegue chegar a uma velocidade final de 220 km/h.

O lançamento da Renault será disponibilizado em três cores distintas: Preto Nacré, Branco Glacier e Vermelho Fogo. De acordo com o que divulgado o carro deve ser comercializado com o preço sugerido por volta da cifra de R$ 79.370,00. A garantia do modelo será de 36 meses.

O Fluence GT será vendido com um câmbio manual de seis marchas (será o único disponibilizado), freios a disco nas quatro rodas (ABS), controle de tração e controle eletrônico de estabilidade entre outros pontos.

Por Denisson Soares


De acordo com o Diretor Executivo da marca Porsche, Matthias Müller, em breve a empresa colocará no mercado de autos um superesportivo com propulsor central. Esse novo carro receberá o nome de 961 e contará com várias inovações mecânica, tendo semelhanças tanto com o 918 Spyder, quanto com o 911.

Ainda segundo Matthias, o modelo faz parte da estratégia da empresa para voltar a ter destaque na divisão de superesportivos da marca. Apesar de ter confirmado a produção do novo 918 Spyder Hybrid, a Porsche apostará no 961 a fim de brigar de igual para igual como a Ferrari 458 Itália, a Lamborghini Gallardo e o Aston Martin Vanquish.

A plataforma do Porsche 961 deve ser a mesma do 918 Spyder, fazendo uso de configurações mecânicas bem similares. Além disso, o carro contará com potente motor V8 de 4,6 litros. Para se tornar mais competitivo, o novo modelo não terá versões elétricas, afinal, seus concorrentes no mercado europeu são pautados mais no desempenho do veículo, do que na sustentabilidade.

Em termos de design, o carro aposta na inovação, na jovialidade e no arrojo de suas linhas modernas e marcantes. Os valores de comercialização ainda não foram revelados, mas deve girar em torno dos mesmos preços de seus principais oponentes.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Recentemente a montadora Renault, marca francesa internacionalmente conhecida por suas criações cheias de conforto, apostou em novidades e anunciou que trará para o mercado um carro inusitado: o Renault Clio Cup 2014. Trata-se do Clio convencional, porém um pouco mais esportivo e robusto, com pitadas de carro de corrida.

A nova versão do modelo da Renault contará com uma motorização mais radical, possível através de um arrojado conjunto mecânico formado por um moderno propulsor turbo com 1.6 litros e quatro cilindros, câmbio manual ou automático de seis marchas e potência de 223 cavalos.

Como se não bastasse, o novo o Clio Cup 2014 contará com rodas em liga leve de 17 polegadas, spoilers redesenhados, entrada de ar pelo teto do carro, parte frontal com detalhes esportivos e robustos, ar condicionado, freios tipo AP, completo painel de instrumentos, dentre outras características que fazem do carro uma excelente opção para os apaixonados por conforto e bom desempenho.

Quem gostou do Renault Clio Cup 2014 poderá encontrá-lo nas concessionárias somente a partir do segundo semestre de 2013, sendo vendido pelo valor de 38.000 euros, o equivalente a aproximadamente R$ 90.000.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A montadora Volkswagen acabou de apresentar, durante o Salão parisiense, a 7ª geração do novo Golf GTI. O carro de origem alemã chamou a atenção dos apaixonados por autos, especialmente por ter sido produzido sobre uma moderna plataforma modelo MQB. Em síntese, o hatch de porte médio acabou revelando um lado mais esportivo, mesmo que seu visual não se mostre tão arrojado e desafiador.

Dentre as mudanças mais expressivas estão os novos faróis do automóvel e os filetes vermelhos situados entre as grades. Ambos os detalhes surpreenderam por serem itens bastante inusitados na categoria em que o Golf está inserido. Outras alterações que não podem nem devem ser esquecidas são os dicretos difusores de ar, redesenhamento do para-choque, duas ponteiras cromadas, spoilers estilizados, grade modelo comeia e diferenciadas luzes de LED.

No interior, o Novo Golf GTI conta com itens atraentes e joviais, dentre eles: revestimento com tecidos personalizados, volante chato e costuras em tom vermelho, o que confere um ar todo especial ao lançamento alemão. Como se não bastasse, o Golf é complementado com câmbio manual de 7 marchas, rodas de liga leve, motor 2.0 TSI, que entrega 230 cavalos e atinge de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos. Os preços de vendas serão divulgados assim que o carro chegar às concessionárias.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Chevrolet movimentou mais uma vez o mercado automobilístico, pois apresentou a primeira imagem oficial do seu novo utilitário esportivo: o Trax. Este novo carro será mostrado em todos os seus detalhes durante o Salão de Paris que acontecerá em setembro de 2012.

O Trax será comercializado pela montadora em mais de 140 países distribuídos ao redor do mundo, sendo que não será vendido nos Estados Unidos para evitar um comprometimento nas vendas do Equinox neste país; e no Brasil pode receber o nome de Enjoy competindo com modelos como o Ford EcoSport e o Renault Duster.

Apesar de ter sido mostrado ainda existem poucas informações técnicas com relação a este modelo. é sabido que este veículo foi montado sobre a plataforma global B que também produziu o Sonic em suas versões sedã e hatch.

Com relação ao mercado brasileiro, o Trax já circula pelas principais cidades do país, será equipado com motores 1.6 e 1.8 flex, terá um comprimento de 4,35 metros sendo 25 centímetros menor do que a Chevrolet Captiva e deve ser o novo carro de entrada da Chevrolet para o segmento de utilitários.

Portanto, seja com o nome de Trax ou de Enjoy, em pouco tempo estará disponível no mercado mais uma possibilidade de carro na modalidade SUV para os amantes de carros com espaço e conforto.

Por Ana Camila Neves Morais


O modelo MP4-12C da McLaren acaba de ganhar novas modificações. A versão 2013 do veículo foi lançada e conta com um pacote de diversas melhorias que agregam maior desempenho e funcionalidade ao superesportivo.

A boa notícia informada pela montadora, é que para quem já adquiriu o modelo em questão, poderá aplicar o pacote de melhorias de forma gratuita.

O modelo anterior, lançado a um ano atrás, não contava com o progresso tecnológico atual. Foi incluída uma programação da unidade de controle eletrônico (ECU) do motor, que obteve um aumento de 25 cv na potência do motor 3.8l V8 bi-turbo, totalizando 625 cv.

Além disso, outras mudanças melhoraram a transmissão SSG de 7 velocidades, tornando-a mais rápida e suave.

Com relação às emissões de CO2, a empresa afirma que as manteve em 279 g/km, atingindo velocidade máxima de 333 km/h, com consumo de até 8,5 km/l.

Há ainda no MP4-12C 2013, uma atualização no gerador de som de admissão (ISG), um novo sistema de acionamento das travas e da climatização.

Para aqueles clientes mais exigentes, que buscam a exclusividade, há outras opções de cores na versão 2013, com rodas diferenciadas e novo sistema de suspensão.

Por Anne A. Matioli Dias


O Porsche Cajun vai sofrer modificações até no nome. Ele vai passar a se chamar Macan, segundo informações da própria marca alemã. O novo batismo tem significado lá na Indonésia, que, em seu idioma, significa “tigre”.

Em uma verdadeira combinação de carros esportivos com requintes de luxo, a Diretoria Executiva de Vendas e Marketing da fabricante disse com as próprias palavras: "O Macan combina todas as características de carros esportivos com os benefícios de um SUV, e é um verdadeiro Porsche".

Porém, esse automóvel só vai começar a ser vendido e fabricado no ano de 2013. O início da linha de montagem começará no próprio país de origem da marca, na Alemanha e, mais especificamente, na cidade de Leipzig.

Na linha de produção da montadora, serão investidos mais ou menos 500 milhões de euros. Considerando um período equivalente de médio prazo, consta-se que o maior benefício da nova leva de automóveis será a geração de mais de 1.000 novos postos de trabalho nas fábricas alemãs e internacionais, já que em breve, o SUV  também será comercializado em outras partes do mundo.

Por Jéssica Monteiro 

Fonte: G1


O GT 86 é um cupê esportivo da Toyota com uma potência de 200 cv. Ele é o único veículo do mundo que possui o motor frontal boxer. Sendo este colocado em posição dianteira, possuindo 2.0 litros. Este modelo foi desenvolvido combinando também a tecnologia do bloco Subaru. Possui ainda uma ótima tração traseira.

O Toyota GT 86 é o veículo esportivo de quatro lugares mais compacto do mundo, de linhas rasgadas, apresentando ligeiras mudanças relacionadas aos protótipos de anos anteriores, tem 4,24 metros de comprimento e 1,28 metros de largura.

Tem a potência transmitida às rodas traseiras, mediante uma caixa manual de 6 velocidades. Contudo, a Toyota oferece opcionalmente uma transmissão automática com borboletas no volante de seis velocidades.

O seu peso chega aos 1.180 kg e atinge uma velocidade máxima de 230 km/h, conseguindo alcançar os 100 km/h em apenas 7 segundos. Possui uma excelente relação peso / potência.

Este protótipo foi anunciado no Salão do Automóvel de Tóquio e espera-se que a sua comercialização tenha início ainda neste ano.


O Salão do Automóvel de Genebra que vai ocorrer na primeira quinzena de Março, pelo menos no segmento dos esportivos, promete grandes novidades. Além de modelos emblemáticos como a Ferrari FF e o novo Pagani Huayra, a tradicional montadora de carros esportivos inglesa, Aston Martin promete uma versão ainda mais esportiva do seu Vantage V8, a versão S.

Originalmente o Vantage V8 já era um esportivo clássico. Design elegante e imponente aliando classe e sofisticação e mecânica invejável. No entanto na nova versão S, o excelente ficou ainda melhor. Aprimoramentos tecnológicos aumentaram a capacidade de potência do propulsor 4.7 Litros da versão original e na nova versão ele produzirá 430 Cv de potência. Completa o conjunto, o câmbio de sete velocidades e tudo isso, de acordo com a fabricante, aumentou em até 20% a velocidade e o desempenho do modelo.

Visualmente houve pequenas mudanças estéticas nas rodas e para-choques que não alteraram muito a aparência elegante e clássica do modelo, que ganhou ainda novos equipamentos de segurança e controle que aumentam e muito o desempenho do veículo que ficou ainda mais esportivo e sedutor.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


No exclusivo universo dos super carros esportivos alguns modelos se tornam verdadeiras lendas e o Zonda da Pagani pode ser considerado uma delas. No entanto neste universo talvez a palavra chave principal, além da sofisticação, seja a superação e a Pagani parece ter levado ao extremo o significado desta palavra para conceber o substituto do seu famoso modelo. E assim nasceu o superesportivo Pagani Huayra, nome que significa vento no dialeto Quíchua. Seus criadores não poderiam ter escolhido nome com significado melhor do que este.

O Huayra tem tudo que um superesportivo necessita para se tornar um sucesso, e mais do que isso, uma lenda para povoar o imaginário dos apaixonados por carros esportivos, segmento que apesar de caro cresce na indústria automobilística mundial. O modelo possui charme, design, visual sofisticado, esportividade arrojada em suas linhas quase aeroespaciais. As portas asas de gaivota completam a sofisticação futurista do carro, que tem na estrutura construída em fibra de carbono com filamentos de titânio uma extrema leveza.

Mas um carro superesportivo fica completo quando o seu motor "bate forte". Com propulsor AMG 6.0 V12 biturbo que chega aos 700 Cv de potência e transmissão semi-automática de sete velocidades. De acordo com a fabricante, sua velocidade máxima chega aos 380 Km/h com partida abaixo de três segundos de 0 a 100 Km/h.

E também para ser um super carro outra característica essencial é a exclusividade. Serão produzidas apenas vinte unidades do modelo por ano ao preço de um milhão de euros.

Foto: Dream Car

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


Realmente a indústria automobilística nacional está em seu melhor momento, quebrando recordes de produção e vendas com crescimento sustentável. E tanto o momento é bom que até no segmento dos superesportivos o país começa a produzir lançamentos. Primeiro foi o belo e potente Vorax e agora em 2011 o Brasil terá mais esportivo nacional: o DoniRosset, cuja escultura do modelo definitivo foi divulgada pela empresa que irá produzi-lo, a Amoritz GT Design Automotivo.

E o produto final apresentado do protótipo é um carro esportivo de linhas aerodinâmicas, desenho fluente, agressivamente elegante e esportivo que lembra muito um protótipo de corrida. E esta é também uma característica do seu conjunto mecânico. Seu propulsor é um 8.4 Litros V10 que gera somente 1.007 CV de potência e que já equipa o modelo Dodge Viper.

Com certeza será um superesportivo para mexer com a imaginação dos apaixonados por carros esportivos, pois vai aliar além de um potente conjunto propulsor a beleza e a sedução destes carros, além de possuir DNA nacional. E para aumentar o glamour do modelo, como não poderia deixar de ser, será também exclusivo. A previsão é de que sejam fabricadas somente 50 unidades.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


O setor de veículos automotores movimenta altas cifras em praticamente todos os continentes. Na intenção de expandir suas atividades, a Fiat anunciou que está edificando uma joint venture (associação voltada a empreender determinados nichos sem que cada uma das partes perca sua personalidade jurídica) com a montadora norte-americana Chrysler. A junção visa a produção de um utilitário esportivo na unidade da empresa situada em Turim como parte da estratégia dos planos para aumento produtivo na nação italiana.

Em nota veiculada à imprensa, a Fiat, que detém 20% da Chrysler, afirmou que a empreitada exigirá investimento superior a US$ 1,3 bilhão de dólares. Na concepção da montadora, a fábrica de Mirafiori possui todas as características necessárias para vir a ser uma unidade global de construção de veículos para a América do Norte, Europa e os demais mercados.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a Fiat perde dinheiro em todas as suas unidades na Itália, porém, almeja aplicar investimento de US$ 26 bilhões para amplificar sua produção e melhorar a eficiência em troca de maior flexibilidade no âmbito trabalhista.

Por Luiz Felipe T. Erdei


De olho no mercado para o final do ano a Renault continua incrementando suas opções para os consumidores. Depois de confirmar a chegada do sedã Fluence ao Brasil em Fevereiro do ano que vem, a montadora francesa lançou uma versão esportiva do seu compacto Sandero, a GT Line com muitas mudanças na estética do modelo que o deixaram mais agressivamente esportivo.

O design sem muitas mudanças mantém a forma leve e fluente do compacto, enxuto e de estilo moderno. O motor é 1.6 16V que gera 112 CV de potência.

Somente os freios ABS são opcionais nesta versão do Sandero, podendo ser adquirido por R$ 1 mil. De série vem direção hidráulica, faróis de neblina, computador de bordo, rádio MP3 com comando na coluna de direção e dois airbags frontais. Para compor seu novo estilo esportivo os faróis virão com máscara negra. Nas laterais o modelo trará adesivos esportivos e as rodas de liga leve de 16 polegadas assim como os retrovisores possuirão revestimento na cor preto brilhante.

A traseira também comporá bem a esportividade do conjunto com ponteiras de escapamento cromadas, lanternas escurecidas e um aerofólio também na cor preto brilhante. Para aumentar a diferenciação em relação aos outros modelos da linha o quadro de instrumentos também ganhou mais esportividade com um novo desenho. O conta giros terá números mais destacados e os marcadores digitais de temperatura de líquido de arrefecimento e gasolina ganharão novo fundo e novas marcações. O preço desta versão esportiva do Sandero parte de R$ 42.590.

Foto: Cenas da Cidade

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Integrante do BRIC – grupo dos países emergentes economicamente no cenário mundial – juntamente com Brasil, Rússia e China, a Índia vem experimentando, apesar de todo seu contraste cultural e também econômico em algumas regiões do país, um forte desenvolvimento que vem aquecendo sua economia e neste cenário a demanda por carros de luxo no país vem crescendo. E para atendê-la a Mercedes-Benz da Índia lançou à nova Mercedes Classe R. Trata-se de um utilitário esportivo de luxo que alia desempenho, potência e sofisticação em um modelo feito para agradar o mercado emergente.

O SUV Classe R original foi lançado em 2005 e as alterações que sofreu para sua versão indiana foram às primeiras feitas pela montadora neste modelo que agora tem um novo capô, uma maior grade dianteira e teve os faróis redesenhados. Mas as mudanças apenas aprimoraram a classe natural do modelo que mantém o estilo clássico imponente dos modelos da Mercedes-Benz, que junta nesta versão com equilíbrio e esportividade, o luxo e o requinte de um carro que traduz status.

Nesta versão para o mercado indiano, a R350 4MATIC, a motorização fica a cargo de um propulsor V6 3.5 Litros com transmissão 7G-TRONIC que lhe garante um bom desempenho com seus 272 Cv de potência. A velocidade máxima do modelo ultrapassa os 230 Km/h com aceleração de 0 a 100 Km/h acontecendo em menos de nove segundos. O preço sugerido para o mercado indiano equivale em reais a R$ 90 mil, sem as taxas de importação e os impostos.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Surge no mercado automobilístico o Audi S6, aliando luxo e potência, chega como a versão esportiva do A6.

Externamente pode parecer um carro conservador e familiar, contudo essa máquina é equipada com motor Lamborghini Gallardo, possui 435 cavalos e pode chegar a 100 km/h em 5,2 s.

O estilo esportivo e a sofisticação se fazem notar com as quatro saídas de escape; spoilers e o painel que possui piloto automático adaptativo – controla a velocidade em caso de outro carro surgir na dianteira.

Seus atrativos não param por aí: ar-condicionado para os passageiros, teto solar, e uma série de detalhes que justificam o seu valor de R$ 400 mil.

Por Cintia Santoro


Para os apaixonados por carros esportivos surge mais uma opção no mercado mundial. De acordo com matéria do site Carro Online é a Marussia Motors, que iniciou a produção de dois modelos esportivos já lançados no mercado russo. Com preços a partir de 100.000 euros (algo em torno de R$ 225.000, sem impostos), a empresa com sede em Moscou venderá seus carros somente sob encomenda e conforme estratégia anunciada pela montadora em breve deverá ocorrer à criação de um utilitário esportivo que será batizado de F2 SUV.

Quanto aos seus modelos esportivos estes foram batizados de B1 e B2 e estão sendo fabricados em diferentes versões, mas todos serão equipados com motor 3.5 V6 fabricado pela empresa britânica Cosworth em 3 opções: 300CV, 360CV e 420CV. Em termos de visual o B1 e um pouco mais comportado. Já o B2 tem tudo para agradar os que gostam de carros esportivos de desenho arrojado, de linhas quase aeroespaciais, lembrando, como citado na matéria do site Carro Online, caças de guerra.

De acordo com a fabricante não é apenas no arrojo do desenho que o B2 se destaca. Na sua versão de maior potência sua aceleração vai de 0 a 100 Km/h em apenas 3,3 segundos e pode chegar a 290 Km/h de velocidade máxima, aliando um design sedutor e um desempenho muito atraente lhe dando alma realmente de um esportivo.

Por Mauro Câmara


No inebriante mundo dos carros esportivos as novidades, aprimoramentos e lançamentos se sucedem em uma velocidade até mesmo maior do que a destes carros fantásticos com seus desenhos sedutores e seus motores possantes. E desta vez a novidade vem da montadora britânica Lotus, que anunciou, antes mesmo do lançamento no Salão do Automóvel de Paris, uma nova versão do seu esportivo Evora, o Supercharger Evora S, conforme matéria do site Carro Online.

De design enxuto, linhas limpas e aerodinâmicas e estilo moderno o modelo que já encanta por este visual esportivo e agressivo agora está muito mais potente, mecanicamente mais eficiente e esportivamente equilibrado. Nesta nova versão o motor V6 3.5 chega a 350CV de potência. A versão anterior gerava 280CV. Os freios também são novos com discos frisados que dissipam os gases de freiadas consecutivas, o que acaba aumentando a resistência do sistema ao desgaste.

O novo Evora S chega aos 100 Km/h em apenas 4,8 segundos, atingindo a velocidade máxima de 275 Km/h. Na configuração com motor aspirado chega à velocidade de 250 Km/h, partindo de 0 a 100 Km/h em 5,3 segundos.

De acordo com a fabricante o Evora S também tem consumo razoável para um esportivo potente. Em vias urbanas seu consumo é de 6,8 Km/l, chegando a 13,5 Km/l em rodovias. E para os amantes do ronco do motor, marca indelével dos esportivos potentes e charmosos, a nova versão vem com um botão no painel central que tanto altera a resposta do acelerador quanto o som do escapamento, para um ruído de aparência mais agressiva.

Completando o pacote de potência e esportividade a fabricante oferece como opcional o Intelligent Precision Shift (IPS) apenas para a versão aspirada, que é um câmbio automático de seis marchas com trocas sequenciais no volante.

Por Mauro Câmara


A empresa de veículos Land Rover vai produzir uma edição limitada do Freelander 2, versão esportiva, a Sport, num total de 2.298 mil unidades. Destas, cento e cinquenta deverão adentrar em território brasileiro, as quais têm preço de venda sugerido em cento e vinte e nove mil reais, cada uma.

Dentre as novidades da nova versão estão rodas de liga leve de 19 polegadas com novo design, além de retrovisores e maçanetas com as mesmas cores da carroceria e spoiler traseiro esportivo. Internamente, os bancos de couro se apresentam em duas cores, com o nome da versão registrado em seus encostos.

De acordo com a Land Rover, foram vendidas 1.526 unidades do Freelander 2 no Brasil até julho deste ano, o que equivale a um valor 65% do que o registrado no mesmo período do ano anterior.

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, ICarros


Conhecida por produzir carros esportivos cujas marcas principais são a classe, o luxo e a elegância, a Bentley apresentou em um recente evento nos Estados Unidos duas novas versões do seu elegante e potente esportivo Bentley Continental, o GTC 80-11 e uma nova versão ainda mais esportiva e veloz, o Speed GTC 80-11. Mas para os amantes da marca e de carros esportivos de sonho os conversíveis serão produzidos em séries limitadas a 80 unidades e serão comercializados apenas no mercado norte-americano e com certeza pela beleza e potência destes modelos vão transformar-se em valiosíssimos itens de colecionador.

Os modelos trazem a classe, esportividade e elegância dos conversíveis com o charme todo próprio da marca Bentley, conceituada e tradicional. O design é clássico, imponente, admiravelmente elegante e estas duas versões ainda trazem itens de série que os diferem dos demais modelos e que lhes dão ainda mais beleza e sofisticação, como: capota de tecido negro, revestimento de couro beluga em bancos e portas e painel com detalhes em alumínio.

Os motores destas séries limitadas permanecem os mesmos do modelo tradicional. O GTC carregará o motor 6.0 W12 biturbo que rende apenas 552CV, já a versão Speed vem com o mesmo motor preparado para chegar a 600CV de potência. De acordo com informações da fabricante o modelo Speed chega à velocidade máxima de 322 Km/h com a capota fechada e vai de 0 a 100 Km/h em 4,5 segundos. Os dois novos modelos terão câmbio semi-automático de sete velocidades.

Um verdadeiro sonho americano.

Por Mauro Câmara

Fonte: Portal Terra


Conhecida mundialmente por fabricar modelos esportivos e luxuosos a montadora inglesa Aston Martin estará oficialmente representada no Brasil a partir do próximo dia 19 de Agosto quando será inaugurada a primeira loja da marca localizada no bairro dos Jardins em São Paulo conforme informações do site G1.

Fabricante de modelos que aliam esportividade extrema à sofisticação e luxo, a Aston Martin é tradicional no mercado inglês e europeu e seus carros são envoltos em uma aura de glamour e sofisticação que também se faz notar nos preços de seus modelos esportivos. O modelo mais caro a ser vendido na loja da importadora oficial, o DBS começa em R$ 1,23 milhão.

Além desta, as outras super máquinas que já estarão à venda são as versões Coupê e conversível do seu modelo Vantage V8, sendo que o preço do Coupê parte de R$ 600 mil e o conversível de R$ 655 mil. Os preços são realmente altos, mas garantem máquinas super potentes e modernas. Por exemplo: o DBS possui motor V12 6.0 de que gera a bagatela de 510CV de potência, que o faz chegar a 307 Km/h e sua aceleração vai de 0 a 100 Km/h em apenas 4,3 segundos. Talvez um exagero, mas com certeza é um carro que está nos sonhos de todos aqueles que podem pagar por ele.

Inicialmente a montadora acredita que possa vender de 30 a 40 veículos por mês e para quem acha essa uma estimativa elevada em função dos preços, antes mesmo da inauguração já foi vendida uma unidade do modelo DB9 que tem preço de R$ 850 mil.

Por Mauro Câmara


Em fase de preparação para a temporada de 2011, a divisão esportiva da Mercedes-Benz deu início nesta última quinta-feira, 12 de agosto de 2010, ao recebimento de pedidos do modelo SLS AMG GT3, cuja entrega acontecerá em fevereiro do próximo ano.

O valor sem taxas de importação e impostos do veículo ficará em setecentos e sessenta mil reais cada um, ou trezentos e trinta e quatro mil euros. O SLS AMG GT3 possui motor V8 6.2 litros. O carro teve seu peso interior reduzido em relação ao cupê e é super esportivo, seguindo um estilo de carro de competição, tanto que aparecerá em algumas corridas antes das primeiras entregas aos clientes.

O veículo pode atingir mais de 300km/h e está de acordo com as normas de competição. É sempre bom lembrar que a alta velocidade deve se limitar apenas às competições, primando nas cidades pelo respeito às leis de trânsito.

Foto: Vision Automotriz Magazine

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, Web Motors


Cor de carro normalmente é um assunto delicado para os amantes dos veículos. As escolhas, assim como as motivações para elas vão desde o simples gosto pessoal até a crença de que certas cores reforçam ou reafirmam a personalidade do dono segundo “n” teorias, por mais que pareçam absurdas. E muitas vezes estas escolhas fogem do mínimo bom gosto, como por exemplo, o amarelo ovo. Mas duas coisas são certas: o preto é uma cor básica que quase nunca faz feio e o branco não é muito popular e normalmente está associado mais a viaturas ou utilitários de empresas do que carros de passeio.

Mas para quem gosta e pode a Audi está lançando uma limitadíssima edição de seu Cupê esportivo, o TT RS White que contará apenas com 15 unidades para a venda no país. Em termos de design o grande mote é justamente o contraste do carro basicamente branco com o acabamento em preto, em detalhes como os retrovisores e o aerofólio traseiro, o que lhe dá uma certa elegância, aliada a graça e leveza das linhas de um veículo esportivo.

O modelo terá motor turbocharged 2.0 quatro cilindros com injeção direta, gerando 200CV de potência. Conforme informações da montadora o White chega à velocidade máxima de 240 Km/h e vai de 0 a 100 Km/h em 6,4 segundos.

Para quem gosta de esportivos potentes e gostou do contraste das cores o preço desta edição limitada é de R$ 216.270.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Normalmente a idéia que se tem quando se pensa em um carro esportivo é a de um carro não muito grande, extremamente potente, de apenas dois lugares, pois o esportivo sugere aventura, e isto sugere no máximo uma dupla, mais de dois quase sempre vira excursão. E tem que ter linhas arrojadas, quase sempre com desenho inovador, daqueles que você olha e imagina que me cinco segundos será James Bond sendo perseguido pelas forças do mal em alguma estrada sinuosa do principado de Mônaco.

Mas na contramão deste estilo clássicos dos esportivos está a tendência atual dos esportivos de quatro portas. Um pouco maiores, mas ainda assim guardando as características básicas destes modelos. Um exemplo desta tendência é o Panamera da Porsche com suas 25.000 unidades produzidas e que é um sucesso. Seguindo esta tendência a Lamborghini, tradicional fabricante de esportivos, estuda a possibilidade de levar adiante um projeto de um esportivo de quatro portas, conforme declarações do presidente da empresa ao site Bloomberg, de acordo com o Portal UOL.

Devido à crise econômica mundial a Lamborghini registra vendas 18% menores em comparação com o ano de 2009 e um novo projeto como este viria bem a calhar para balançar o mercado e alavancar vendas. Inclusive a montadora, em 2008 no Salão do Automóvel de Paris, apresentou um carro conceito, o Estoque Concept que já indicava esta tendência. O modelo conceito, além das quatro portas, mantém linhas agressivas, desenho moderno e sóbrio sem perder o estilo aventureiro.

Agora é aguardar para ver se o modelo salta do papel para a estrada.

Por Mauro Câmara


Mercedes Classe A ganha uma versão esportiva! Com tração dianteira nos modelos básicos e integral nos superiores, promete competir páreo a páreo com Focus e Golf.

A terceira geração do Mercedes-Benz classe A tem a intenção de atrair um público mais jovem e dinâmico e contará com motor de quatro cilindros com supercharges e injeção com aguardados 270 cavalos de potência (transmitida com ajuda do câmbio de embreagem dupla) e 30 kgfm de torque.

O carro será desenvolvido pela AMG que para quem não conhece, é a versão dos esportivos da montadora. Espera-se que o carro chegue para competir em meados de 2013.

Por Mayara Paz


Já pensou alcançar 434 Km/h à frente de um carro? Pois seu sonho se transforma em realidade com a versão Super Sport do novo Bugatti Veyron. Com 1.200 cavalos de provocarem suspiros, ele estabelece o novo recorde de velocidade máxima para veículos produzidos em série.

Com carroceria totalmente em fibra de carbono, os 30 sortudos que terão esse modelo farão parte da história, pois a marca francesa encerrará a produção atingindo 301 máquinas produzidas. Interessado? Basta desembolsar cerca de US$ 1.700.000 e ele é todo seu. Enquanto aguardamos até agosto para dar uma conferida, que tal dar uma espiadinha em outras potências: www.bugatti.com

Por Mayara Paz


R só pra gringo ver

A Volkswagen divulgou no Salão de Genebra a criação da divisão R – assim, grafado em vermelho mesmo – que ficará responsável pelos carros esportivos da marca. Não foram divulgados valores envolvidos, orientação de design ou quais modelos poderiam pertencer a esse seleto grupo. Imagino que venha a ser algo como o que a AMG ou a Divisão M fazem – guardadas as devidas proporções – com os carros da Mercedes-Benz e BMW, respectivamente: pegam os modelos da linha regular e transformam em bólidos potentes, rápidos, (mais) exclusivos e, proporcionalmente, (mais) caros.

E é natural que os órfãos brasileiros do Uno 1.6 R e correlatos já sintam um friozinho na barriga só  de pensar na possibilidade de um Polo 2.0 R, só vendido na cor vermelho-vivo, com uma dúzia de penduricalhos aerodinâmicos inócuos e pacotes de acessórios, mais engessados que meu pé quebrado, sendo vendidos a preços indescritíveis.

Mas segurem as fibrilações, pessoal! Antes de correr até a concessionária, é preciso refletir: qual carro da Volkswagen, vendido no Brasil, se encaixaria na categoria R a ponto de não se tornar um elefante vermelho-vivo como foi (ou ainda é… não sei… nunca se vê esse modelo nas ruas mesmo!…) o Polo GTi?

Todos devem estar pensando em coro: Golf, oras bolas!!! Tsc-tsc… ninguém prestou atenção… eu disse um modelo que não se tornasse um mico… ou vocês acham mesmo que o Golf, com os preços (do carro e seguro) praticados atualmente no mercado, se porventura se tornasse “R”, seria uma pechincha? Seria preciso desembolsar mais ou menos um Uno Economy zero km por ano para quitar o seguro, e uma Mercedes 200 com o que se pagaria pela letrinha vermelha a mais. E, se você pode escolher entre 200 cv num Golf e 200 cv numa Mercedes… bem, eu não sei vocês, mas eu sou Mercedes até o último N/m de torque.

Por Leopoldo Henrique Fachini





CONTINUE NAVEGANDO: