Modelos sofrem com falha de software.

Todo mundo sabe que ter um carro usado pode gerar alguns contratempos, como muitas idas à oficinas mecânicas, troca de peças, manutenções mais frequentes. Enfim, um carro mais rodado requer mais cuidados para continuar rodando sem dar nenhum tipo de problema.

Em contrapartida, quando se compra um veículo zero quilômetro a expectativa dos consumidores é de que as idas à oficinas mecânicas sejam apenas para as manutenções programadas que as concessionárias oferecem, nos primeiros anos de uso. Nenhum comprador de um carro zero espera que ele possua um problema, principalmente que este problema possa colocar em risco a sua segurança e daqueles que transporta.

Mas isso pode acontecer e acontece bem mais que se espera. Tanto que sempre ouvimos falar dos recalls, que nada mais são que reparos realizados em automóveis recém-comprados, ou seja, carros novos, recentemente lançados pelas montadoras.

E por falar em recall, a Fiat Chrysler, a FCA, no último dia 12 do mês de outubro, realizou um pronunciamento anunciando que cerca de 1,2 milhão de picapes do modelo Ram, distribuídas em todo o mundo, terão que passar por reparos, em decorrência de uma falha existente em seu software.

Ainda está sendo averiguado, mas esta falha presente neste modelo de picape pode ser relacionada a um acidente que ocasionou a morte de um de seus ocupantes e o ferimento de mais dois.

De acordo com a fabricante, este problema está presente nos modelos de picapes Ram 1500 e 2500, que foram fabricadas entre os anos de 2013 e 2016, além da Ram 3500, que foi produzida entre os anos de 2014 e 2016.

Uma boa notícia para os brasileiros é que no Brasil não foram vendidas nenhuma dessas unidades que foram afetadas por este problema.

Na realidade, de acordo com a fabricante, a maioria das picapes que possuem o defeito a ser reparado está concentrada nos Estados Unidos. Onde chegam ao número de 1 milhão de veículos a passarem pelo recall.

A segunda maior concentração de picapes está localizada no Canadá, onde somam-se 216 mil. Por último temos o México, com 21 mil unidades da picape. Mas além destes lugares, ainda existem mais de 20 mil automóveis desses rodando em vários países de todo o mundo.

Pois bem, o desafio da Fiat Chrysler é reparar todos esses veículos para que seus usuários possam trafegar com tranquilidade, sem correrem o risco de se ferirem ou até mesmo perderem a vida em decorrência de uma falha de fabricação.

Em relação aos riscos, a fabricante esclarece que a falha no software está relacionada aos airbags. Mais especificamente aos airbags das laterais e também aos pré-tensionadores do cinto de segurança. O risco está no fato de estes acessórios nãos serem acionados em caso de colisão ou acidente em que haja impacto no assoalho, no momento em que a picape passar por cima de algo na pista ou estrada, levando à perda do controle da direção, por exemplo.

Isso pode acontecer em casos assim, pelo fato de o sistema compreender que há uma falha nos sensores que estão localizados embaixo do automóvel. Assim, quando ocorre a falha de um sensor ,o software impede que os airbags e pré-tensionadores sejam acionados.

Nesse sentido, para que os usuários fiquem em alerta, quando este tipo de erro ocorrer, uma luz irá acender no painel. Para resolver o problema, basta desligar e ligar o carro, mas para por um fim definitivo nessa falha a FCA vai realizar um recall, que está previsto para ter início em junho de 2018, começando pelos Estados Unidos, onde está a maioria das picapes.

De fato, tudo o que envolve a segurança de ocupantes de um veículo deve ser prontamente analisado para que assim possíveis acidentes sejam evitados.

Sirlene Montes


Novo modelo será um compacto baseado na plataforma SUSW, a mesma utilizada nos modelos Fait 500 L, 500X e no Jeep Renegade.

Conforme já havia sido noticiado pela imprensa norte-americana há algum tempo, a renomada empresa fabricante de veículos automotores Chrysler anunciou que realmente irá fazer a expansão do seu portfólio e que a partir daí irá investir em outros segmentos até então inéditos para a empresa. Depois do lançamento do sedan 200 agora será a vez do lançamento do compacto Chrysler 100 que, segundo as estimativas da empresa, irá chegar ao mercado no ano de 2016.

O veículo será baseado na SUSW, plataforma esta que é a mesma utilizada nos modelos Fait 500 L, 500X e no Jeep Renegade, grande parte da imprensa e especialistas insistem em dizer que o modelo seja feito na base CUSW. Este veículo que está sendo chamado de “baby Chrysler” ficará posicionado abaixo do Dodge Dart e do Chrysler 200, a fim de enfrentar rivais de peso, tais como os conhecidos e renomados, Honda Civic, Toyota Corolla e o Chevrolet Cruze, contudo ofertando aos consumidores um nível superior de tecnologia e refinamento, fatores estes que serão os diferenciais.

Conforme divulgação realizada por um portal eletrônico americano, O Aegea será de base para a confecção deste novo modelo. De acordo com esta mesma publicação, este novo sedan compacto da Chrysler irá ser confeccionado, nos Estados Unidos, na linha de produção da Fiat. Com relação à motorização deste veículo, os especialistas do setor automobilístico estão arriscando em dizer que a fabricante colocará neste carro os propulsores 2.0 e 2.4, os quais irão trabalhar em conjunto com um novo câmbio composto por nove marchas e automático.

O certo é que em breve teremos muitas outras notícias e detalhes para revelar a respeito deste novo veículo que será lançado pela renomada Chrysler, pois como não podia ser diferente, tudo que envolve a famosa fabricante americana é rodeado de muita expectativa e curiosidade, agora só nos resta aguardar.

Por Adriano Oliveira

Chrysler 100

Chrysler 100

Fotos: Divulgação


Modelo com motor V8 de 469 cv será lançado no mercado australiano em breve.

A Chrysler anunciou que o mercado australiano vai ser um dos primeiros a receber o modelo 300 SRT com motor V8 de 469 cv nos próximos dias.

Esse modelo vem para os mercados com as características de:

  • Duas versões de acabamento;
  • Motor HEMI V8 que apresenta 6,4 litros e um torque de 64,9 kgfm;
  • Transmissão Automática de 8 velocidades;
  • Para-choque na parte dianteira com uma grade que possuo por uma revisão para melhor o desempenho;
  • Faróis de Bi-xenon;
  • Luzes de LED na parte dianteira e que podem ser usadas durante o dia;
  • Rodas de 20 polegadas;
  • Volantes com revestimento de couro;
  • Bancos esportivos;
  • Central Multimídia do tipo Uconnect e com uma tela de exatamente 8,4 polegadas;
  • Couro Premium nos bancos, mais detalhes que são de fibra de carbono e ainda um sistema de áudio premium, somente para o modelo da versão topo;
  • Preço de R$ 151 mil (ou 59 mil dólares australianos) para a versão mais em conta, enquanto que o modelo da versão topo fica por R$ 177 mil (ou 69 mil dólares australiano).

Quando essa máquina vai estar disposição do público? Todos os países vão poder ter essa máquina circulando pelas suas ruas ou alguns lugares vão sofrer algumas restrições?

Não existe previsão de quando vai chegar ao mercado brasileiro, pois segundo a própria Chrysler esse modelo será comercializado no momento em apenas 16 países, onde a Austrália é um desses países que vai ter a oportunidade de ver essa máquina trafegando pelas suas ruas, mas no caso, por exemplo, dos EUA e do Brasil não existe nenhuma previsão.

No caso dos EUA a empresa já afirmou que eles não vão receber esse modelo decorrente das baixas vendas do sedan no País nos últimos anos, o que desestimulou a comercialização. Agora com relação ao Brasil, os consumidores dessa marca vão ter que se contentar em adquirir o modelo Chrysler 300c, que chegou há poucos dias no País e já aparece com um motor 3.6 de 296 cv e também com um torque de 36 kgfm.

Por Fernanda de Godoi

Chrysler 300 SRT

Chrysler 300 SRT

Fotos: Divulgação


Nova versão será lançada no mercado brasileiro em julho e tem o preço sugerido de R$ 204.900.

Buscando ainda mais sucesso no mercado brasileiro e trazendo uma excelente nova opção para os consumidores desse mercado, a FCA Fiat-Chrysler anunciou recentemente a tão esperada chegada da versão reestilizada 300C da montadora. Com isso, o carro estará disponível nas concessionárias da montadora a partir de julho de 2015. Confira mais detalhes sobre a chegada do Chrysler 300C reestilizado na continuação desta matéria.

Para aqueles que estão ansiosos para este lançamento, saibam que a marca já deixou claro que este sedan virá acompanhado de muitas novidades se comparado ao atual modelo que está em circulação no mercado brasileiro. A chegada em julho no mercado brasileiro tem um significado bastante importante: é a comemoração de 90 anos da Chrysler.

A montadora ainda não divulgou o preço oficial sugerido, porém, comparado com o valor que vem sendo praticado no mercado atualmente, o 300C reestilizado deve ficar em torno de R$ 204.900.

Uma das principais novidades em relação ao design, bem como inovação deste modelo é sem sombra de dúvidas a peça maior e com o acabamento no estilo colmeia na dianteira do carro. Com isso, a tradicional grade com filetes cromados fica para trás. Outra novidade muito interessante no acabamento externo são as lanternas traseiras que ganharam novos detalhes que mesclados ao destaque das luzes de LED deixa o automóvel bastante elegante.

Além disso, as novidades também estão presentes na parte interna do automóvel. Dentre as novidades podemos destacar o botão seletor para a troca de marchas. Outro destaque fica por conta do quadro de instrumentos com tela TFT de nada menos que 7 polegadas. Saiba que o volante foi totalmente redesenhado e agora possui direção elétrica juntamente com os modos: Comfort, Normal e Sport.

E para aqueles que são amantes da velocidade, saibam que o motor 3.6 V6 Pentastar ganhou algumas melhorias e promete ainda mais eficiência. O mesmo conta com mais 10 cavalos na versão reestilizada e atinge potência total de 296 cv. O câmbio não conta com alterações, trata-se do automático de oito marchas.

Por Bruno Henrique

Chrysler 300C reestilizado

Chrysler 300C reestilizado

Fotos: Divulgação


Após realizar algumas reestilizações por dentro e por fora, a Chrysler apresentou no último Salão do Automóvel de Los Angeles, que aconteceu neste mês de novembro na Califórnia, o novo Chrysler 300 2015. Modelo que no Brasil é conhecido como 300C.

No seu exterior houve poucas mudanças, mas mesmo assim elas foram capazes de deixar este luxuoso sedan com uma cara mais esportiva e agressiva.

A modificação mais contundente que o Novo Chrysler 300 recebeu foi em sua grade dianteira, que ficou maior e recebeu um acabamento cromado e outro acabamento em um tom mais escurecido, variando de acordo com a versão do modelo. O para-choque também ganhou um novo desenho, assim como seus novos faróis e lanternas em Led, compondo desta forma o novo design frontal do Chrysler 300.

Em seu interior, a Chrysler optou em dar um acabamento ainda mais refinado e tecnológico para o Novo Chrysler 300. A central multimídia de 7 polegadas que acompanhava o modelo 2014 foi substituída por uma tela multifunções de 8,4 polegadas e agora conta também com sistema Wi-Fi associado ao carro. E mesmo em meio a tanta tecnologia, o tradicional não foi esquecido. O clássico relógio analógico característico da marca continua presente no painel do modelo. Ele foi posicionado bem acima da sua central multimídia, unindo o moderno com o tradicional e elevando ainda mais a beleza e o luxo interno desta máquina.

Os motores do Chrysler 300 2015 são os já conhecidos Pentastar V6 de 3.6 litros com 292 cv e outro V6 com propulsor que chega aos 304 cavalos de potência. Uma versão mais envenenada deste motor é o HEMI V8 de 5.7 litros com 368 cv. Em todas as versões, o câmbio oferecido é o automático de 8 marchas.

Outras inovações apresentadas no Novo Chrysler 300 são os novos eixos produzidos em alumínio fundido, a atualização da sua direção elétrica, piloto automático, itens de segurança como o sistema de aviso de choque frontal e também de mudança de faixa de forma involuntária e sistemas eletrônicos de controle de velocidade.

Serão produzidas três versões distintas do Chrysler 300 2015: a Limited, S e a Platinum. Os valores variam entre US$ 32.395 dólares na versão mais básica e os US$ 43 mil dólares na versão mais luxuosa.

A previsão de chegada do Novo Chrysler 300 no Brasil é para o segundo semestre de 2015.

Por André F.C.

Chrysler 300 2015

Chrysler 300 2015

Chrysler 300 2015

Fotos: Divulgação


Ao que tudo indica, a união entre Fiat e Chrysler está rendendo bons frutos à marca norte-americana, dando nova vida aos modelos do Grupo Chrysler e também ganhando cada vez mais mercado em solo estadunidense.

Dessa vez, a Chrysler experimenta uma demanda além do esperado nos Estados Unidos pelo novo sedan 200 2015. Oferecido há alguns dias, nos dois primeiros dias já foram encomendados mais de 17 mil veículos, sendo 10 mil unidades apenas no primeiro dia. Com isso os pedidos consumiram toda a produção da unidade fabril de Detroit até meados de julho.

Em entrevista ao “Autoblog”, Rick Reneua, Porta-Voz da Chrysler, disse que só viu tamanha demanda quando a Dodge lançou a pick-up RAM 1500 EcoDiesel. A caminhonete grandalhona havia esgotado a produção inicial em apenas três dias. Contudo, Reneau afirma ainda que essa demanda inicial pelo novo sedan não representa um comportamento padrão do mercado, uma vez que as revendas estão fazendo seus estoques do modelo.

A grande demanda pelo novo Chysler 200 2015 pode ser explicada pelo fato do carro atender um segmento popular nos Estados Unidos, trazendo um design harmônico, moderno e muito atraente, associado ao bom acabamento interno desde a versão de entrada e um conjunto mecânico interessante.

Oferecido em quatro versões de acabamento (LX, Limited, S e C), o novo Chrysler 200 2015 pode ser equipado com o motor Tigershark MultiAir 2.4 com 184 cv, ou ainda o bloco Pentastar 3.6 V6, capaz de entragar 295 cv.

A versão de entrada LX pode ser equipada apenas com o motor Tigershark, enquanto que as outras configurações podem vir tanto com o bloco 2.4 ou o Pentastar V6. Trabalhando em conjunto a ambos os motores está uma transmissão automática de nove velocidades.

No mercado estadunidense, o Chrysler 200 tem versões que custa a partir de US$ 21.700, cerca de R$ 48 mil.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Mais um recall foi anunciado pela montadora americana Chrysler. O problema que atingia os air bags de uma série de veículos da empresa também foram identificados em veículos comercializados em terras nacionais. Com isso, os donos dos modelos Town & Country modelo 2013 terão que levar o veículo até uma concessionária da rede para que o módulo do air bag possa ser reprogramado. A convocação atinge 51 unidades do modelo que vão do intervalo de chassis de 2C4PC1BG0DR782916 até 2C4PC1GGXDR715815.

Segundo o comunicado do recall, o tempo total de reparo deve ser de meia hora e a reprogramação do módulo é necessária para garantir proteção adicional aos usuários em caso de certos tipos de batidas. Com o problema, em alguns casos o dispositivo de segurança pode ser acionado apenas no lado oposto ao impacto, Nessas circunstâncias o passageiro ou o motorista poderiam ficar sem a proteção do dispositivo, o que poderia ser potencialmente perigoso.

A convocação acontece poucos meses após a empresa anunciar que quase meio milhão de veículos deveriam ser vistoriados devido a problemas nos microcontroladores do suporte de cabeça. Em caso de batidas fortes na traseira, o suporte deve se mover para frente, impedindo que a cabeça e o pescoço da vítima sejam jogados para trás e evitando lesões nessas áreas. A empresa afirmou que desconhece qualquer acidente relacionado ao problema.

Por Ebenézer Carvalho


A Chrysler, montadora americana sediada em Michigan, acaba de anunciar o lançamento da nova versão do modelo RAM 1500 Rumble Bee Concept, uma picape surpreendente. Na verdade o carro ainda é um conceito, mas em breve deve chegar ao mercado.

De acordo com a diretoria de marketing da marca, o conceito passará por uma fase inicial de testes e a garantia da fabricante é que o carro terá o design totalmente diferente 1500 convencional.

A picape em questão terá um visual bem inusitado, contando com exclusiva pintura amarela, rodas com aro 24”,  faixas pretas nas laterais e suspensão rebaixada. Segundo a marca, o acabamento interno é super diferenciado, possui revestimento moderno e vários outros atributos. A empresa confirmou essas informações durante o evento automotivo  Woodward Dream Cruise, realizado em Detroit.

Em termos mecânicos, a picape RAM 1500 Rumble contará com um motor 5.7 V8, capaz de desenvolver 395 cavalos de potência e torque de 56 Kgfm. Os preços de venda, datas de lançamento e demais detalhes sobre o carro ainda não foram revelados.

(*) Depois de uma concordata realizada recentemente, a montadora Chrysler passou a integrar o famoso Grupo FIAT  e assim obteve a receita surpreendente de 20 bilhões de Euros somente  no primeiro trimestre deste ano.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A nova gama do  SRT Viper 2014 em breve passará por diversas modificações. Segundo a montadora Chrysler, o carro esportivo receberá uma nova funcionalidade que promete ser uma grande inovação do setor automotivo.

A nova configuração receberá o nome de Rain Mode e a sua finalidade é oferecer aos motoristas uma maior dirigibilidade e melhor nível de segurança na condução do automóvel em dias de chuva. O Rain Mode propicia estabilidade mesmo nas situações de asfalto molhado e escorregadio.

O novo SRT Viper 2014 terá o sistema de tração completamente reformulado, a fim de oferecer mais controle durante a  direção. Vale acrescentar que o carro permanecerá com o motor potente que desenvolve 640 cavalos de potência, ainda assim, as novas configurações asseguram que o novo SRT Viper 2014 fique comportado em meio à chuva.

No painel do veículo, o motorista encontrará as  opções de tempo chuvoso ou tempo firme. A depender da versão, será possível optar entre os modos "Sport" e "Track". De acordo com a Chrysler, o modelo poderá ser encontrado nas cores  Prata (Billet Silver) e Azul (GTS-R Blue).

O preço de venda e a data oficial de lançamento do novo SRT Viper 2014 ainda não foram divulgados.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares

Rain Mode


É de estranhar quando se vê o automóvel da Chrysler, o 300C, rodando pelas ruas do Brasil. Na verdade, não há nada de espantoso nisso, já que a marca voltou a comercializar em território nacional. Agora, o novo sedã é conhecido apenas por “300”, sem nenhuma letra.

Há dois anos o modelo deixou de ser vendido nas concessionárias brasileiras, mas depois que a Fiat comprou parte da Chrysler, o sedã foi reestilizado e deixou o estilo “retrô” de lado para virar mais um modelo de luxo, possuindo linhas fortes e que transformarão o 300 em um campeão de design de luxo e sofisticação.

O carro pesa cerca de duas toneladas e por isso, para adquirir mais potência teve o seu motor trocado. Antes o que era uma motorização de apenas 246 cv, caracterizando o V6 3.5, virou um Pentastar de 289 cv.  Sua marcha agora possui oito velocidades, isso tudo devido à sua nova transmissão automática E-Shift. Segundo dados da própria montadora, ele consegue percorrer 14 km por litro. Acessórios como o ar condicionado dual zone e airbags inéditos também foram adquiridos pelo sedã.

Por Jéssica Monteiro

Fonte: IG


A Chrysler mostrou na sua página do Facebook o primeiro modelo "teaser" da nova geração do Viper. Ele vai ostentar o emblema relativo à divisão esportiva do grupo, a Street and Racing Technology (SRT), deixando assim de fazer parte da Dodge.

Para divulgação do modelo, a Chrysler apresentou uma imagem, que apesar de ser em preto e branco, permite visualizar algumas linhas da parte dianteira, tais como, o capô, os faróis, o teto e o logotipo.

A imagem publicitária do modelo (preto e branco), apela, de forma impressionista, à velocidade, à classe e à robustez de um modelo esportivo.

O novo modelo da Chrysler será fabricado nas instalações da Conner Avenue, sendo esta empresa a responsável pela produção do novo Viper, tal como aconteceu com o modelo anterior, até 2010.

Segundo informações do Autoblog, o novo Viper tem controle de tração, de acordo com a lei que o exige. Possui um motor 8.7 V10, com mais de 600 cv de potência. O antigo modelo tinha um propulsor 8.4 V10 de 608 cv.


A empresa Chrysler anunciou no dia 23 de dezembro o início da comercialização do novo Jeep Compass em território brasileiro. A previsão de entrega aos compradores é para fevereiro do próximo ano. Ele será o primeiro de uma série de lançamentos que o grupo prepara para o ano de 2012 no Brasil.

Inédito no país, o modelo terá motor de quatro cilindros, 2.0 e a gasolina, alcançando a potência máxima de 156 cavalos. O Compass também vem automatizado na transmissão CVT, com relações continuamente variáveis.

Segundo a Chrysler, além de conhecer essa novidade de perto, os clientes poderão oficializar o interesse pelo carro antes de chegar ao país. Pelas características o modelo terá como concorrentes principais o Honda CR-V e o Hyundai ix35.

As novas linhas da Chrysler foram lançadas no Salão de Detroit (EUA), neste ano, onde pode-se notar na linha Jeep Compass um design mais elegante. Exemplo disso é o Jeep Grand Cherokee 2011, utilitário esportivo com nova grade frontal, roda nova e mais itens de série, piloto automático, vidros escurecidos, lanternas de LED na parte traseira e retrovisores aquecidos.

Todos os modelos da linha possuem freios ABS, sistema de aviso de airbags de cortinas laterais e pressão de pneus, controle eletrônico de estabilidade, etc. No mercado norte-americano, o modelo estreou nas lojas em fevereiro, por preços a partir de US$ 19.295 (aproximadamente R$ 35.827), mais uma taxa de frete de US$ 700 dólares.

Algumas concessionárias brasileiras já confirmaram a venda do veículo pelo valor de R$ 95 mil.

Por Manoel da Costa Jr


Durante o Salão de Nova York, o stand da Chrysler exibiu o novo modelo do imponente Jeep Grand Cherokee SRT8 e ainda informou que os clientes podem aguardar mais novidades na família de sedãs da marca.

O veículo modelo SRT8 ganhou um visual mais agressivo, por conta de modificações no design, como a grade preta com detalhes na cor prata, que fica na parte frontal do carro. Além disso, o utilitário vem com tecnologia de ponta e agora é considerado o veículo mais potente da montadora, apresentando motor 6.4 V-8 com potência de 465 cavalos e movido a gasolina. O carro pode atingir a velocidade de até 250 km/h, fazendo o ponteiro do velocímetro passar de 0 a 97 km/h em apenas 4,8 segundos.

O Jeep Grand Cherokee SRT8 chega às concessionárias a partir do terceiro trimestre deste ano. O valor sugerido pela fabricante foi de US$ 45 mil.

Por Andrea Gomes


Nesta semana foi anunciado mais uma operação para recall de veículos em nosso país. Dessa vez a montadora de veículos Chrysler, através da Chrysler Group do Brasil anunciou o recall envolvendo 483 unidades da minivan Town & Country.

Os veículos convocados para o recall foram fabricados entre 2008 e 2009 e devem ser levados a uma das concessionárias da empresa para que seja feita a inspeção dos chicotes elétricos das duas portas deslizantes (o serviço será gratuito).

De acordo com a empresa, existe a possibilidade de os chicotes elétricos localizados nas dobradiças das portas se desgastarem, gerando um superaquecimento. A fabricante menciona que nesses casos existe a possibilidade de ocorrer incêndio dentro das portas. Se houver necessidade, os chicotes do veículo serão trocados na concessionária da empresa.

O cliente que deseja saber se o seu veículo está convocado para a realização do recall, deverá entrar no site: www.chrysler.com.br, ou entrar em contato através do telefone: 0800 703 1730.

Por Henrique Pereira


A montadora Chrysler, empresa que tem participação acionária da Fiat, e cuja parceria com a fabricante italiana vem crescendo e trazendo bons resultados, tem planos audaciosos. A empresa projeta o lançamento de dois novos SUV’s compactos. Um seria  o Giulietta, produzido para a Alfa Romeo, e seria o primeiro veículo deste tipo da marca, provavelmente usando a plataforma de um modelo de sucesso da Alfa Romeo, ou baseado no carro conceito Kamal de linhas arrojadas e desenho imponente.

O outro SUV será destinado a Jeep para substituição do Jeep Patriot que deixará de ser fabricado em 2013. O atual Patriot é um utilitário de Porte com linhas clássicas que identificam o design da Jeep e aparência robusta, que agrada aos admiradores deste tipo de veículo.

De acordo com sites especializados, os investimentos para a criação e produção destes projetos deverão exigir cerca de 1,3 bilhões de euros e os modelos serão fabricados Turim. Estima-se que metade da produção, calculada em 280.000 unidades/ano, se destinará a exportação, voltada principalmente para o mercado norte-americano.

Por Mauro Câmara


Como já mensurado neste meio de comunicação, a busca em resolver os problemas das emissões de poluentes no meio ambiente tem incitado as montadoras a repensar como a motorização de seus modelos será fabricada.

Leia mais: Carros Híbridos e Elétricos – Problemas que os afastam dos consumidores

Elétrico ou híbrido, as fabricantes buscam agora maneiras de diminuir o preço dos carros ao consumidor final. Enquanto a solução não aparece, eis que Sergio Marchionne, presidente do Grupo Chrysler, divulga que o modelo 300 ganhará, daqui a dois anos, configuração híbrida.

Ainda sem maiores e detalhadas informações em torno do modelo, Marchionne dá indícios de que a versão abrigará câmbio automático de oito marchas. De acordo com o portal Carro Online, essa é a primeira informação sobre confecção de híbridos desde o Dodge Durango.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Quanto maior a adrenalina, melhor e mais divertida é a aventura aos adeptos de esportes radicais. Há inúmeras modalidades plausíveis, desde bungee-jump, voos por meio de asa-delta e paraglider até trilhas na mata, a pé ou em cima de jipes. Os utilitários esportivos, ou SUVs, parecem ter caído no gosto do público, tanto que várias são as montadoras com um modelo ou com pretensões de lançar exemplar próprio.

A Chrysler, um desses exemplos, divulgou a criação da nova geração do Jeep Compass, que trará algumas mudanças na linha para 2011, entre as quais novos itens na parte dianteira do SUV, como faróis com formato quadrado. Na parte traseira as alterações foram mais sucintas, com lanternas ligeiramente reestilizadas.

Na parte interior do utilitário também existem novidades, que poderão ser observadas nos estofamentos e no volante. De acordo com a Chrysler, o Jeep Compass virá equipado com motor de 2.0 litros de 158 cavalos de quatro cilindros para um modelo. O outro exemplar, um pouco mais potente, contará com motor 2.4 litros e 172 cavalos de potência.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Car Magazine


Fabricante de carros normalmente refinados que impressiona somente com a menção da marca, a Chrysler acaba de remodelar um de seus veículos. O sedã 300C recebeu algumas mudanças em seu visual com linhas mais arredondadas, ganhou o logotipo redesenhado da marca, além de iluminação com LED’s, conforme matéria do site G1.

Com a apresentação oficial marcada para o Salão do Automóvel de Genebra, que ocorrerá no período de 03 a 13 de Março do ano que vem, o 300C visualmente remodelado é um carro de extrema elegância, de linhas sóbrias e requintadas e de uma imponência marcante e estilo absolutamente clássico.

Outra novidade do novo 300C estará dentro da cabine. Trata-se do seu novo sistema multimídia com tela de 8,4 polegadas, que alia sofisticação ao conforto da cabine.

Quanto à motorização, essa não foi modificada. Serão os mesmos motores V6 3.0 Litros movidos a diesel que geram potência de 296CV e os mesmo V8 5.7 Litros, estes que produzem 365 CV de potência. Ambas as versões possuindo caixas de marchas automáticas.

O novo modelo terá o inicio de suas vendas na Itália, onde será comercializado com a marca Lança nos primeiros meses de 2011.

Por Mauro Câmara


O setor de veículos automotores movimenta altas cifras em praticamente todos os continentes. Na intenção de expandir suas atividades, a Fiat anunciou que está edificando uma joint venture (associação voltada a empreender determinados nichos sem que cada uma das partes perca sua personalidade jurídica) com a montadora norte-americana Chrysler. A junção visa a produção de um utilitário esportivo na unidade da empresa situada em Turim como parte da estratégia dos planos para aumento produtivo na nação italiana.

Em nota veiculada à imprensa, a Fiat, que detém 20% da Chrysler, afirmou que a empreitada exigirá investimento superior a US$ 1,3 bilhão de dólares. Na concepção da montadora, a fábrica de Mirafiori possui todas as características necessárias para vir a ser uma unidade global de construção de veículos para a América do Norte, Europa e os demais mercados.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a Fiat perde dinheiro em todas as suas unidades na Itália, porém, almeja aplicar investimento de US$ 26 bilhões para amplificar sua produção e melhorar a eficiência em troca de maior flexibilidade no âmbito trabalhista.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Marca tradicional de carros cheios de classe e elegância a Chrysler anunciou um novo lançamento para o mercado norte-americano que deverá estar no mercado até o final de 2010. Trata-se do novo sedã 200 que tem apresentação marcada para o Salão do Automóvel de Los Angeles em Novembro.

O novo modelo da montadora é um sedã de aparência forte, desenho retilíneo que passa robustez e mantém a imponência e a classe da marca, trazendo novidades no visual como novos para-lamas, a grande grade dianteira, diferencial da marca, novo capô, faróis de neblina, lanternas traseiras com Leds e um novo painel de instrumentos. Ainda de acordo com a montadora o sedã Chrysler 200 tem um novo ajuste de suspensão, nova barra estabilizadora e um melhor isolamento acústico.

A motorização deste novo modelo também será atraente. O top de linha será composto com um propulsor 3.6 Litros V6 pentastar que pode gerar 278CV e com câmbio automático de seis marchas. Outra configuração do 200 é com motor 2.4 Litros com opção de câmbio manual de quatro velocidades ou seis velocidades automático.

Foto: Auto Mobiles Review

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


Pelo jeito a Fiat parece resignada a fazer da Chrysler uma marca de peso, e inundar o mercado americano com muitas novidades nos próximos anos. Há pouco tempo veio a notícia de que a empresa tem planos de relançar o Dodge Viper.

E também deve sair uma versão limitada do jipe Wrangler destinada aos fãs da franquia “Call of Duty”, da Activision. E por falar em Wrangler, há rumores de que a Chrylser lançará em breve uma picape que usará a plataforma do jipe.

O modelo deve ser baseado num protótipo mostrado há algum tempo pela empresa, o Gladiator. A previsão é que essa picape, que ainda não tem nome, seja lançada em 2014.

Por Maximiliano da Rosa


Desenho novo, nova plataforma, interior renovado e mais refinado e até um novo motor sob o capô. Essa é a novíssima cara do Durango, utilitário esportivo que a Chrysler lançará no mercado norte-americano até o final do ano.

Veículo forte, agora com linhas elegantemente agressivas, que lhe dão uma imponência quase clássica o Durango chega com inovações que segundo a montadora oferecerá aquilo que os amantes da direção sempre quiseram, conforme matéria do Portal IG.

Com uma terceira fileira de bancos, este SUV pode transportar até sete passageiros em um interior redesenhado, criado pelos mesmos criadores do interior do novo Jeep Cherokee. No quesito segurança a Chrysler informa que seu utilitário esportivo virá com até 45 dispositivos, entre eles controles de estabilidade, de colisão frontal, de ponto cego, airbags de cortina, e laterais e frontais.

Para suportar e mover o modelo e sua imponência esportivamente agressiva com a potência que o conjunto merece além do já usado motor HEMI 5.7 V8, a nova versão vem com um propulsor pentastar de 3.6 litros V6 e as duas versões contarão com a opção de tração 4 x 4.

Foto: Jenkins CDJ Dealership

Por Mauro Câmara





CONTINUE NAVEGANDO: