Nova versão promete visual mais agressivo com motor 3.2 a diesel de 200cv.

Segundo Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, a Ford Ranger Storm chegará ao mercado até o final de 2019.

A montadora tem investido pesado em veículos desse porte.

Com um investimento de US$ 11 bilhões, a montadora está se preparando para lançar no mercado mundial 40 modelos híbridos e elétricos até 2022.

A nova configuração da Ford Ranger Storm é de chamar a atenção.

Começando pelo design, a frente tem 2 faróis de neblina de LEDS e o nome Storm gravado em letras garrafais na enorme grade grafite.

Possui também, central multimídia SYNC, 7 airbags, câmera de ré, sensores de estacionamento, piloto automático com limitador de velocidade e controle eletrônico de estabilidade e tração, além de outros equipamentos.

Com motor 3.2 turbodiesel, a Storm é baseada na top de linha Limited.

Equipada com cinco cilindros em linha, ela é capaz de gerar 200cv de potência e 47,9 kgfm de torque.

O câmbio continua sendo o automático de 6 marchas.

A Ranger Storm se transformou rapidamente em uma versão que revela a sua vocação para off-road.

O valor da Ford Ranger Storm versão 2019 ainda não foi definido para o mercado.

Contudo, podemos avaliar o seu preço baseando-se no valor da edição Limited, que atualmente é vendida por R$ 188.990,00.

Vale o quanto pesa

Certamente, a Ford Storm é o tipo de picape que vale cada centavo investido.

Seu interior tem um ar totalmente futurista, conectado com as últimas tecnologias de ponta para veículos desse naipe.

Há instrumentos digitais espalhados por todo o painel.

A central Sync de oito polegadas permite uma boa enxugada nos comandos.

O sistema possui botões de acionamento rápido, considerados indispensáveis, como o botão de volume por exemplo.

As superfícies são sensíveis ao toque e respondem rápido ao comando.

A central também controla comandos variados do carro, e isso inclui o ar condicionado.

O controle de cruzeiro ativo é capaz de manter uma distância segura do carro a frente, além disso, pode frear sozinho caso seja necessário.

Um recurso interessante é a projeção de uma luz vermelha no para-brisa que alerta se houver perigo de uma colisão iminente.

Outra novidade é o vibrador de volante, que alerta o motorista se ele inadvertidamente invadir o espaço de outro condutor.

Todavia, se o motorista não reagir ao alerta de invasão de faixa, o próprio veículo faz os ajustes automaticamente.

A funcionalidade dos mecanismos depende da câmera anexada junto ao retrovisor interno, que é capaz de baixar o farol alto caso detecte tráfego contrário.

A direção da Ranger Storm está mais macia do que o modelo hidráulico antigo, tudo graças a assistência elétrica embutida.

A potência do motor 3.2 continua o mesmo, com seus 5 cilindros em linha de segmento, produz um ronco mais grave e poderoso.

O motor também obedece aos critérios mais rígidos de emissões, com injetores, turbo, sensor de temperatura e novo desenho de válvulas.

Tudo isso adicionado a um motor de 200cv com 3 mil giros e 47,9 kgfm de torque.

Na pista, a Storm é capaz de atingir 100 Km/h em apenas 11,1 segundos.

O que a deixa bem à frente do modelo Hilux, que em testes atuais atingiu os mesmos 100 Km/h em 12,5 segundos.

O consumo da Storm chegou a 7,9 Km/l na cidade e 12 km/l na estrada.

Os pneus 265/60 aro 18, um tanto largos, ajudam bastante no asfalto. No entanto, recomenda-se o uso de pneus de uso misto mais agressivos para um maior aproveitamento.

Um diferencial na análise custo benefício está na garantia do novo modelo, que foi ampliado de três para cinco anos.

As revisões passaram também a ser agendadas a cada 10 mil km, ou seja, 1 ano.

Certamente, com toda essa infraestrutura é de se esperar que a Ranger Ford Storm agrade até aos compradores mais exigentes.

Por Defilho

 Ford Ranger Storm 2019

 Ford Ranger Storm 2019


Novo modelo virá sem estepe e muito mais tecnologia.

O Ford EcoSport é um SUV crossover subcompacto, originalmente fabricado no Brasil pela Ford há 16 anos (iniciando no modelo 2003), na fábrica de Camaçari, no estado da Bahia. Uma das principais características do modelo de 16 anos sempre foi o estepe “pendurado” na parte traseira do carro, mas a Ford decidiu mudar isso.

A Ford iniciou as vendas do modelo nos Estados Unidos, Canadá e Austrália em 2018 e o modelo apresentado nesses países não vem com o estepe na parte traseira como padrão. A Ford vai trazer esse conceito para o Brasil em 2019.

Mas e o estepe?

Como já acontece com muitos carros atuais, os modelos sem estepe são equipados com a tecnologia “Run Flat Tire”, que é uma tecnologia que permite com que se dirija o carro por muitos quilômetros mesmo com o pneu furado.

Embora tenha aparecido pela primeira vez em meados da década de 1980, somente agora essa tecnologia está mais popular, fazendo com que alguns fabricantes de automóveis tenham tornado essa tecnologia padrão em novos veículos.

Com esse tipo de pneu você pode continuar dirigindo após ter furado o pneu, permitindo que você encontre uma oficina. Você poderá dirigir o EcoSport com os pneus furados a uma velocidade máxima de 80 km/h e uma distância máxima de 80 km desde o local do incidente. O pneu tem as paredes laterais reforçadas, por isso consegue suportar o peso do carro mesmo estando vazio.

EcoSport Versão Titanium

A versão Titanium é bem completa no que se refere à tecnologia! Se você gosta de teto solar ficará feliz com o belo teto solar elétrico da versão Titanium.

Vamos começar falando da central multimídia!

Em 11 de dezembro de 2014, a Ford anunciou o Sync 3, que substituiu o MyFord Touch, tem recursos mais simples e é equipado com o software QNX da BlackBerry Limited ao invés do sistema da Microsoft.

A tela da central multimídia do Ford EcoSport 2019 Titanium tem 8 polegadas (20 centímetros) de diagonal. Além de toda essa tecnologia você ainda vai contar com sensor de ponto cego, partida keyless (sem chave), ativação dos limpadores de para-brisa quando começar a chover, faróis com tecnologia Xênon, bancos forrados em couro e rodas de liga leve de 17 polegadas (43 centímetros).

Motor

Para muitas pessoas, a parte mais empolgante dentre as características de um carro é o que está sob o capô. E o EcoSport 2019 vai te manter empolgado! O modelo é equipado com um motor de 1,5 litro no modelo TiVCT Flex. Quando acelerado a 6.500 rotações por minuto esse motor entrega 130 cavalos (97 quilowatts) de potência. Quando acelerado a 4.500 rotações por minuto o motor entrega um torque de 15,6 kgfm, tudo isso quando abastecido com gasolina.

Nos postos de combustíveis do Brasil nós temos uma opção que os americanos não têm: abastecer o carro com etanol! Escolhendo essa opção, com aceleração de 6.500 rotações por minuto, o EcoSport entrega 137 cavalos e entrega 16,1 kgfm de torque quando acelerado a 4.500 rotações por minuto. A transmissão é automática de seis velocidades.

Outros detalhes

Podemos citar alguns outros detalhes do EcoSport 2019. Começando pelo espaço interno. O modelo comporta uma pessoa de 1,85 m de altura confortavelmente e ainda sobra espaço para cabeça e pernas. Apesar de ter pouco espaço para armazenamento de objetos, o Ecosport tem dois cupholders (porta-copos) entre os bancos frontais e um porta-objetos centralizado no descança-braço.

Espaço atrás

Os bancos de trás facilmente comportam duas crianças (com a opção de adicionar uma terceira criança sem muitas dificuldades). Porém, para pessoas altas (com mais de 1,80 m de altura) os bancos traseiros podem não oferecer tanto conforto para as pernas.

Para mais informações sobre o EcoSport clique aqui www.ford.com.br/suvs-e-crossovers/ecosport.

Por Bruno Rafael da Silva

Ford EcoSport 2019

Ford EcoSport 2019


O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

O Salão de Automóveis de São Paulo trouxe as novidades das principais marcas atuantes no país. Entre os modelos apresentados pela Ford estão dois modelos de picapes, a Ranger Storm e a Ranger Black Edition, ambas com novos desenhos, câmbios e itens exclusivos.

A primeira é mais voltada para o campo, enquanto a segunda para o meio urbano, mas as duas trazem a marca registrada da linha Ranger, que é força, robustez e design agressivo. Os lançamentos chegam às concessionárias, provavelmente, no primeiro semestre de 2019, mas já foram apresentadas muitas informações. No post de hoje você conhece os detalhes da Ford Ranger Storm, principais características, conceito e o possível preço para o mercado brasileiro. Boa leitura!

Ford Ranger Storm Edition

Baseada no atual modelo da Ranger (a Limited Edition) e não no reestilizado, a Ranger Storm está pronta para chegar ao mercado. O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

E é esse o conceito Storm que está presente em uma série de detalhes, a exemplo da nova grade dianteira, inspirada na mesma grade dos modelos F-150 Raptor e EcoSport Storm. Além disso, traz faróis com protetor DRL na parte inferior. Os para-choques contam com detalhes metálicos, pretos e os ganchos de coloração vermelha. No capô adesivos pretos também chamam a atenção.

Nas laterais, a picape ganhou grafismos de cor preta para contrastar com a carroceria vermelha. O estribo fixo de cor preta ressalta com a cor do veículo. É a mesma cor empregada nos retorvisores e maçanetas de plástico rígido. O nome Storm Concept também está presente nas laterais, acima dos estribos.

Off-road de respeito

Entre os itens off-road estão o snorkel que capta o ar, alargadores de para-lama, capota marítima, para-choques reforçados e exclusivos para o modelo. Eles apresentam melhores ângulos de entrada e saída, gancho de reboque, rodas exclusivas de 17 polegadas de liga leve pretas e pneus mistos Pirelli MTR Scorpion 285/70 R17.

Equipada com o poderoso motor 3.2 turbodiesel essa picape entrega até 200 cavalos de potência. O diferencial fica por conta do câmbio automático de seis marchas, que permite uma troca de marchas mais suave.

O snorkel foi desenvolvido pra compensar a grade dianteira, obstruída pelo nome, o que aumenta o fluxo de ar para o motor, evitando aquecimento e melhorando seu desempenho. Ele também serve para que o motor continue “respirando” quando a Storm passar por algum obstáculo de água. O conceito desse snorkel ajudou bastante, principalmente para evitar aberturas no capô. Trata-se de um item que proporciona um excelente resfriamento e contribui bastante para o gerenciamento da temperatura do motor.

Outro ponto interessante foram as caixas de rodas que receberam um revestimento em plástico reforçado ao redor dos arcos. A ideia aqui é receber os primeiros danos quando o veículo está sendo conduzido fora da estrada ou em rotas mais estreitas e evitar que a carroceria seja danificada.

O que já se sabe sobre a Ranger Storm 2019 é o preço, que no mercado brasileiro deve girar em torno dos R$ 110 mil. Nos estados Unidos, o modelo custa US$ 25 mil, equipado com motor turbo de 2.3 litros, que rende 270 cavalos de potência e torque de 310 libras-pés e transmissão automática de 10 velocidades.

Embora o segmento de picape de cabine dupla não esteja no topo das pretensões da montadora, a Ranger Storm apresenta uma série de itens off-road, o que por si só é uma adição valiosa ao portfólio global de produtos Ranger. Mercados como o norte-americano estão bem receptivos quanto ao lançamento, resta saber se ocorrerá o mesmo no Brasil.

Por Robson Quirino de Moraes

Ford Ranger Storm 2019

Ford Ranger Storm 2019


Confira aqui as novidades e defeitos do novo Novo Ford Ka Sedan Titanium 2019.

Antes de realmente falar sobre o carro, é muito interessante saber qual foi a trajetória dele no cenário brasileiro desde sua entrada, primeiramente a sua diferença, que agora está sendo citado o modelo Sedan e não o Hatch, isso porque eles possuem uma grande diferença além de design, por exemplo, o seu tempo de chegada ao Brasil, observe, o modelo Sedan está por aqui há quase 4 anos, já que essa data será completa em 2019, já o hatch está há mais tempo que isto, porém, além dessas diferenças, o modelo ainda sim consegue ter muitas igualdades.

O modelo Ka da Ford é considerado um dos mais populares no Brasil, exatamente pelo fato da sua simplicidade e preço baixo, já que para a própria empresa Ford o carro é a sua oferta mais barata atualmente, desde quando estava presente apenas o modelo Hatch por aqui. Sendo assim, a montadora ao implantar o Sedan não deixou de se dedicar e continuar deixando o preço mais acessível pra quem procura um carro não tão caro e de modelo chamativo em relação a design por exemplo, já que atualmente é um carro popular com linhas bem ostentadoras.

Características e detalhes

Como citado acima, ele não tem um perfil parecido com a versão Hatch, isso porque as linhas empregadas no Sedan, tem um modelo que destaca um pouco mais e o deixa mais atraente, e como citado também anteriormente, não deixa o aspecto de um carro popular “comum”.

O modelo também tem uma grande vantagem para se distanciar de seus concorrente, sendo este o seu tamanho, tanto em largura, quanto em altura e entre-eixos. Pensando na questão de comprimento por exemplo, são 4,57 metros, e ao imaginar um carro popular com tal dimensão é normal que se fique impressionado, ainda mais com sua largura de 1,69, que não permite tanto espaço interno, porém, em relação ao comprimento, está ligado diretamente a sua estabilidade e consequentemente segurança.

Outra coisa que impressionou no Ford Ka Titanium foi a sua aerodinâmica pelo fato de ser toda pensada em um modelo que traga uma aparência bonita e esteja ligada ao mesmo tempo com o desempenho, por exemplo sua grade frontal, antigamente sendo apenas linhas se diferencia hoje por ser hexagonal, mas não pense que ela é apenas de enfeite, pois tem a função de facilitar a entrada de ar geral do carro, e permitindo uma bela experiência de uso.

Outra coisa muito expressiva são suas linhas, essa que pela própria empresa foi citada como um dos fatores decisivos na hora da compra.

Pensando no tópico anterior, ainda dito pela empresa, o carro pode atrair um tipo variável de público, podendo ser pais de família, ou até mesmo jovens à procura de um primeiro carro que seja mais simples, porém que conte com tecnologia e desempenho. E para os pais de família, atrai pelo fato de ser um carro que tem um bom espaço para famílias de até 4 pessoas, para uma maior confortabilidade e também coisas como seu porta-malas, que conta com 445 litros e para aqueles que já conhecem melhor os carros sabem que é um tamanho considerável.

Ficha técnica e preço

Como o modelo tem uma grande diversidade do modelo, o citado aqui até mesmo pelo título da matéria será o modelo Ford Ka Titanium 1.5 de Transmissão automática, que atualmente sai pelo preço de R$70.990.

Ficha

  • Motor – 1.5 Transversal;
  • Cilindros – 3 cilindros em linha;
  • Válvulas – 4 válvulas por cilindro;
  • Tuchos – Hidráulicos;
  • Tanque – Tem disponibilidade para 52 litros e é bicombustível;
  • Velocidade máxima – 181 km/h;

Então a conclusão para você que procura um carro mais simples, é que o Ford Ka pode ser o modelo ideal a sua espera, boas compras.

Gustavo Martins


Confira aqui o preço e os principais detalhes do Novo Ford Ka 2019.

A terceira geração do modelo da empresa Ford, o Ka veio ao Brasil no ano de 2014, juntamente de sua comercialização, como a vontade da marca norte-americana de bater de frente com os carros Chevrolet Onix e o Hyundai HB20. E a estratégia da Ford deu tempo de se concretizar, o carro conseguiu acabar o ano de 2017 sendo o terceiro modelo mais vendido no Brasil, com cerca de 94,9 mil modelos vendidos.

Algo que agrada muito quem possui o Ford Ka 2019 é que ele tem em sua composição de motor dois motores bem atuais, o primeiro que é 1.0 tem seus três cilindros e pode alcançar no máximo 85 cavalos de potência, e o segundo um pouco mais forte é um 1.5 que chega até 110 cavalos, porém, independente da diferença ambos proporcionam um ótimo desempenho ao Ford Ka.

Tendo seu lançamento no ano de 2014, o carro Ford Ka da atual geração apareceu como um projeto mundial com vistas a atender não apenas o mercado brasileiro, e sim também o indiano, onde surgiu com o nome diferente do mercado brasileiro, chamado de Figo e também está presente no mercado europeu, onde terá fabricação em Craiova, na Romênia.

Composto com plataforma que é uma variação de outro famoso, New Fiesta, o carro compacto feito pela Ford no país mudou a primeira geração, que tinha chegado com mudanças muito significativas por aqui, mas ainda era feito com quatro portas.

Detalhes novos e preços

Podem ser encontrados nos artigos do Ford Ka, coisas sobre uma mudança, será exigida muita atenção para que se veja a “olho nu” todas elas, pois são pequenas coisas mas que ajudam totalmente para sua mudança e inovação. A parte da frente tem seu destaque com seu novo modelo de para-choque, que vem com desenho alterado com uma nova tomada ou entrada de ar em sua parte de baixo e faróis de neblina colocados numa harmonia em formato que lembra um “C”, que em versões que são top de linha pode estar com esse detalhe cromado.

Tendo ainda o novo estilo com nova grade hexagonal, que também pode ser vista na versão cromada nas configurações mais caras, faróis e lanternas com novo layout na parte interna, rodas de liga-leve do tamanho de 15 polegadas e suas calotas com 14 polegadas, possuindo também em seus retrovisores a função de repetidores Para quando for ativada a seta, e o para-choque traseiro que o desenho é parecido com padrão da mesma peça dianteira.

O carro hoje traz consigo com grande importância equipamentos para melhorar a segurança, como seus aços que aumentam a resistência em diversos pontos da estrutura, detalhes extras no teto e nos pilares, os aços mais grossos que chegam até 1,2 mm. Tendo em vista o que a empresa disse sobre isso, ele aumentará muito a resistência nos dois modelos, mas ela será quase o dobro no modelo Sedan.

A sensação sentida dentro do veículo ainda sim será a mesma do Ka da terceira geração. O seu destaque atual ou permanente é o painel, que conta agora com o modelo conhecido como “flutuante”, com uma multimídia chamativa com tela de 6.6 polegadas.

O seu preço mesmo tendo em mente essas mudanças ainda é de um carro popular, até porque não pode ficar muito longe dos modelos Onix e HB20, e seu preço também pode oscilar conforme seu modo de transmissão de marcha e acessórios, tendo de exemplo o Ford Ka S 1.0 MT 2019 saindo pelo preço de R$ 45.490, já a versão mais completa de motor 1.5 e automática pode sair por R$ 67.990.

Gustavo Martins


Veja aqui as principais qualidades e defeitos do Ford Ka SE 1.0 2019.

Essa terceira geração do modelo Ford Ka chegou no mercado brasileiro em 2014, como uma aposta da marca para peitar de frente o Chevrolet Onix e também o Hyundai HB20. E essa estratégia da empresa até que deu certo: o Ka fechou o ano que passou de 2017 sendo como o terceiro mais vendido em todo o País, com cerca de 94,9 mil carros comercializados.

Agora, a briga ficou ainda mais acirrada, pois o Ford Ka 2019 está chegando com algumas mudanças consideráveis em seu visual e também no seu interior, além de novos equipamentos adicionados de série, e motor com 1.5 litro sendo flex e três cilindros herdado do modelo do EcoSport, uma opção de câmbio sendo automático com seis marchas e com conversor torque e uma versão com certa vocação para aventuras.

Somente os olhares atentos irão conseguir reparar nas novidades de estéticas do novo Ford Ka 2019. A sua dianteira traz como um destaque o seu novo para-choque, trazendo o desenho alterado e uma nova tomada inferior, além de faróis para neblina inseridos com um nicho em formato “C”, que em suas versões de topo de linha contém um detalhe cromado.

Há ainda a nova grade em hexagonal, igualmente só que cromada em suas configurações mais elevadas, os faróis e a lanternas com um novo layout por dentro, novas rodas sendo de liga-leve com 15 polegadas e suas calotas com 14 polegadas, seus retrovisores com uma opção de repetidores para as seta e para-choque da traseira cujo o seu desenho acompanha um padrão na peça dianteira.

O carro agora vem com uns reforços estruturais para poder melhorar a sua segurança, como aços em alta resistência em alguns pontos da sua estrutura, reforços extras para o teto e em seus pilares e alguns aços mais espessos com até 1,2 mm. Estas mudanças puderam render um aumento em 5,3% em sua rigidez torcional no Ka hatch e em 9,2% no Ka Sedan.

Por dentro, ainda você vai se sentir dentro do Ka terceira geração. Isso porque, bem diferente do EcoSport, esse carro ganhou algumas mudanças sutis. O seu destaque fica em relação ao novo console de sua central, que agora está ostentando uma tela top tipo “flutuante” muito sensível ao seu toque com 6,5 polegadas em seu topo, com o sistema SYNC 3 e mais recursos como o Apple CarPlay e o aplicativo Android Auto.

Nas suas medidas, ele possui 3,94 metros em seu comprimento, 1,69 m em sua largura e ainda 1,52 m em sua altura, com um entre-eixos de aproximadamente 2,49 m. O seu porta-malas tem uma capacidade para o total de 51 litros.

Com certeza é um ótimo carro para uso pessoal, familiar e até para trabalho. É um carro supereconômico e tem um espaço considerável em seu interior.

O Ford Ka é um dos melhores carros no padrão popular hoje no Brasil, muitas pessoas têm comprado e gostado do resultado. As pessoas gostam desse tipo de carro principalmente no Brasil.

Por isso a cada ano que passa o carro tem ganhado mais consumidores e isso tem feito que a montadora invista mais no seu desempenho e tecnologia melhorando de forma gigantesca seu modelo. Por isso, se está procurando um carro para viajar e passear com a família, ele é um carro perfeito.

Faça um teste drive e comprove pessoalmente como ficou esse novo Ford Ka 2019. Sem dúvidas nenhuma é um carro para muitos anos. E será sucesso de vendas por aqui no Brasil.

Possuindo um design totalmente inovador e muito atraente, esse carro conquistará o coração dos brasileiros e alcançará o topo de vendas.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Montadora atualiza versões e aumenta os preços do modelo.

O Ford EcoSport 2019 sofreu um reajuste de preço, uma péssima notícia para quem estava pensando em adquirir o modelo, que agora custa mais de R$ 100 mil, assim como outros SUVs compactos, entre eles o Renegade e HR-V. A montadora já tinha conseguido segurar o preço, graças a uma redução nos equipamentos ofertados, mas acabou tendo que fazer alterações na tabela.

O reajuste foi para todas as versões do modelo e agora o EcoSport 2019 mais barato custa R$ 78.290 e o mais caro é R$ 104.190. O Jeep Renegade e também o Honda HR-V, já passaram por reajuste e o consumidor chegou a pensar que o modelo da Ford manteria o preço, mas isso não aconteceu.

O EcoSport 2019 atinge a cifra de 6 dígitos com a versão Storm, que vem com câmbio automático, motor 2.0 e tração 4×4. A versão Titanium também ficou acima dos R$ 100 mil. Na verdade, o valor é de R$ 99.490, mas se o cliente optar por uma outra pintura, além da Vermelho Arpoador, terá que pagar R$ 1.450 a mais, ou R$ 650 se escolher o Branco Ártico, de qualquer forma, o valor passa de R$ 100 mil.

Confira a tabela de preço atualizada para o EcoSport 2019:

  • SE 1.5 manual: R$ 78.290 (antes custava R$ 76.690)
  • SE 1.5 automático: R$ 84.290 (antes custava R$ 82.890)
  • FreeStyle 1.5 manual: R$ 86.490 (antes custava R$ 83.690)
  • FreeStyle 1.5 automático: R$ 92.490 (antes custava R$ 89.890)
  • FreeStyle Plus 1.5 AT: R$ 95.435 (antes custava R$ 92.790)
  • Titanium 2.0 automático: R$ 99.490 (antes custava R$ 96.990)
  • Storm 2.0 4WD AT: R$ 104.190 (antes custava R$ 99.990)

No início desse ano, a Ford já deu sinais de que estava buscando soluções para não aumentar o preço do EcoSport, mas de qualquer forma, no final era o consumidor que seria prejudicado. Em fevereiro, por exemplo, o modelo chegou a perder 7 airbags em quatro de suas versões. A mudança polêmica deu o que falar, mas era uma estratégia da montadora para manter os preços mais competitivos.

Hoje, o Ford EcoSport está na 6ª posição entre os utilitários esportivos, onde o Compass é líder com mais de 28 mil unidades vendidas. O HR-V, segundo colocado, já vendeu mais de 23 mil unidades de janeiro a junho deste ano. Na terceira colocação vem o Kicks, com 21 mil unidades. O Renegade é o quarto, com 21 mil veículos comercializados, seguido pelo Creta, que emplacou 20 mil unidades. O EcoSport está longe de atingir o objetivo de conseguir o primeiro lugar e com esse aumento de preço, a tarefa fica ainda mais complicada.

O Ford EcoSport 2019 adicionou o novo motor Dragon 1.5 Ti-VCT, com 3 cilindros, 137 cavalos com etanol e 120 com gasolina. O toque é de 15,6 e 16,2 kgfm, com 4.500 rpm para ambos. Tem a opção com câmbio manual de 6 marchas e a opção automática com conversor de torque, também com 6 marchas. Nas versões Storm e Titanium, o motor é Duratec Direct 2.0 Ti-VCT de 176 cavalos no etanol e 170 cavalos a gasolina, com 22,5 kgfm e 20,6 kgfm respectivamente. O câmbio de ambas as versões é automático, contando com 6 marchas e conversor de torque, só que a versão Sorm é personalizada e traz o sistema de tração nas quatro rodas.

A Ford com estas mudanças tinha boas chances de subir no ranking, mas o aumento de preço pode comprometer o objetivo da montadora. Felizmente para a empresa, os concorrentes também tiveram os valores reajustados e isto pode ser a salvação, mas ainda é cedo para dizer que o EcoSport conseguirá sair da 6ª posição. Os modelos concorrentes nestes segmento também trouxeram boas novidades e agora cabe ao consumidor decidir qual é o melhor investimento.

Por Russel


Saiba aqui as principais novidades presentes no Ford Ranger 2018.

A Ford Ranger de 2018 já está disponível no Brasil e vem nas seguintes versões: XLS; XLT e Limited. Veja abaixo mais informações sobre cada versão:

Versão XLS:

Essa versão vem com os seguintes equipamentos:

Itens de Segurança: Frenagem de emergência, controle de estabilidade, controle de tração, direção elétrica, 7 airbags, os retrovisores são elétricos, trio elétrico, farol de neblina, sistema anticapotamento, controle de carga, assist. de partida em rampas, Sistema Isofix (para melhor fixamento das cadeiras infantis) e diferencial blocante na parte traseira.

Possui ainda piloto automático, caçamba com iluminação, rodas de liga leve com aro de 17” e pneus 265/ 60 R 17.

Na parte interna, a versão vem ajuste de altura e lombar no banco do motorista, comp. de bordo, ar-cond., função SYNC com uma tela de 4,2”, com AppLink (sistema com o qual o usuário pode acessar os aplicativos do smartphone) e com Assistente de Emergência.

Versão XLT:

Vem com os Itens citados acima, mais:

Itens de segurança: Essa versão vem com os monitores de pressão nos pneus.

Também fazem parte do pacote de equipamentos a câmera de ré, o sensor de estacionamento da parte traseira, rebatimento elétrico e pisca nos retrovisores, os estribos nas laterais do veículo, as portas e os vidros que possuem abertura e fechamento global, as chaves MyKey, projetores nos faróis, faróis que possuem ajuste de altura, comando de voz para telefone, áudio, climatização e navegação e santo Antônio tubular.

Na parte interna ele possui um ar-cond. automático e digital que possui controle individual para motorista e passageiro, o descansa-braço central, que é conectado com banco traseiro, um cluster que entrega duas telas de 4”, que são configuradas por comandos presentes no volante, Android Auto e o Apple CarPlay, duas entradas para USB, função SYNC com tela de 8” que possui o GPS, bancos e volante revestido de couro, console central com compartimento aclimatado.

Em relação ao seu visual, a grade do radiador, as capas dos retrovisores, as maçanetas e o para-choque da parte traseira possuem uma tonalidade cromada.

Versão Limited:

Possui os Itens informados nas versões anteriores, mais:

Itens de Segurança: Esse modelo possui o sist. de permanência na faixa, sistema anticapotamento, o espelho do retrovisor interno é eletrocrômico e há também o alerta de colisão e controle de cruzeiro adaptável.

A versão também entrega os sensores de estacionamento (parte dianteira e traseira) e de chuva, o farol alto que é automático e, acendimento automático e projetores nos demais faróis.

Na parte interna, o veículo vem o ar-cond. que é automático e digital dual zone, e banco elétrico em 8 posições para o motorista.

Na parte externa há o santo antônio estilizado, os faróis com acabamento em tom cromado, o protetor para caçamba, a capota marítima, o bagageiro do teto e as rodas de liga-leve com aro de 18” com pneus 265/65 R 18.

Veja abaixo a relação de preços de cada versão:

  • A versão XLS com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 106.990
  • A versão XLT com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 118.420
  • A versão Limited com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 126.490
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×2 MT sai pelo valor de R$ 139.270
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 MT sai pelo valor de R$ 151.470
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 159.460
  • A versão Sportrac com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 165.860
  • A versão Ranger XLT com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 178.100
  • A versão Limited com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 190.190

Novidades:

Em relação as novidades apresentadas esse ano, a Ford inseriu uma versão especial, a Sportrac, além de uma nova versão de entrada, que vem com motor Turbodiesel.

A Ford também inseriu novos itens de série em todas a versões da linha.

Rosângela Rodrigues


Veja aqui as primeiras fotos do novo Ford Focus 2019.

Para os fãs e admiradores do Ford Focus, o ano de 2018 promete ser de grande novidades.

Isto porque o que antes parecia segredo, agora está começando a vir a público: as primeiras imagens da nova geração da marca, batizado pela montadora como a nova linha 2019 de um novo veículo .

Para alguns sites especializados no assunto, a divulgação das imagens feitas do nova geração para um comercial em Portugal foi o suficiente para que a novidade pudesse chegar ao conhecimento dos vários consumidores que, a partir de agora, já podem deixar de especular e deverão se deleitar com as novidades da linha.

Quais as mudanças mais aparentes no novo modelo ?

Logo de cara, percebe-se pelas imagens que a nova linha adota uma estética bem mais moderna e o novo Focus atinge um estilo bem mais esportivo.

A novidade está também no desenho dos novos faróis do veículo, que ganharam uma versão bem mais pontiaguda e traços mais profundos.

É interessante notar que a Ford tentou de todas as maneiras esconder o novo design, inclusive o novo veículo já foi fotografado algumas vezes rodando pelas ruas de algumas cidades da Europa com a lataria toda decorada com vários adesivos, numa tentativa de disfarçar as linhas e tendências do novo modelo.

Todo o mistério em volta da nova linha a ser lançada, na visão de alguns especialistas, deverá trazer ao consumidor muita novidade, principalmente, na parte interior do veículo. O que se sabe é que o novo modelo será dotado de um moderno painel digital e equipamentos capazes de auxiliar o motorista durante uma viagem tanto na estrada quanto no trânsito das grandes cidades. Um dos sistemas incluem a capacidade de frenagem automática de emergência.

Qual a previsão da chegada da nova linha ao Brasil ?

Sem uma data definida para a chegada e comercialização da marca ao Brasil (Infelizmente para muitos consumidores da marca), parte do mistério sobre a nova geração do Ford Focus ainda persiste. Isto porque a montadora ainda nem sinalizou com a expectativa de quanto o novo carro vai custar.

O que ainda se pode afirmar sobre o novo modelo são alguns dados sobre o novo motor e sua performance.

Umas das grandes novidades na mecânica é a adoção de um sistema híbrido de alimentação para a sua versão RS.

Ele terá um sistema que os técnicos chamam de híbrido-leve e que dará ao novo Focus um potência que chega facilmente aos 400 Cavalos de Força. Bom para quem precisa de um carro rápido nas arrancadas.

Falando ainda em potência de motor, a versão descrita acima é capaz de atingir uma velocidade de 0 a 100 Km/h em apenas 4 segundos. Prova que a Ford não economizou em tecnologia para manter o seu modelo em pé de concorrência com modelos mais sofisticados, por exemplo, a Mercedes AMG A45 e o Audi RS3.

Mas o público brasileiro que já leu esta mesma informação por aí ou que está lendo agora, aqui vai um aviso: Esta versão não tem nem previsão de quando vai chegar por aqui.

Quem tiver o prazer de conhecer a nova linha quando ela estrear por aqui vai ter que se contentar só com a versão ST e a ST Line, desde que esta seja apresentada primeiro no grande Salão do Automóvel em Paris, previsto para abril deste ano. Portanto, os rumores falam que a possível estreia em terras brasileiras possam ser somente por volta deste mês também.

Até lá , o que se divulga por aí por fontes não oficiais ou de origem duvidosa pode ser que seja apenas boatos sobre o novo modelo.

Emmanoel Gomes


Novo modelo chega às concessionárias em versão diesel mais barata.

Para os admiradores da famosa picape Ranger, da Ford, neste ano de 2017 a montadora sai com mais uma boa notícia para quem anda pensando em levar um modelo para casa. Ela acaba de ser anunciada também na versão diesel e com uma boa novidade: O preço.

Sem medir esforços para concorrer dentro de um segmento cada vez mais alvo das atenções das montadoras presentes no país, a Ford resolveu investir pesado neste tipo de veículo no Brasil.

O anúncio da nova versão veio exatamente para acirrar mais ainda o mercado. A vantagem só será boa para o consumidor que poderá escolher entre tanta outras a que melhor cabe nas suas necessidades e no seu bolso.

A nova versão para o mercado de picapes chega para esquentar mais ainda a disputa e o seu lançamento é uma tentativa de fincar o pé num mercado que tem como concorrentes a Hilux (da Toyota) e a nova S10 (da Chevrolet).

Quais os detalhes técnicos incorporados pela nova versão a diesel?

Antes de falar propriamente de todas as novidades, uma grande atração para todos os consumidores é o preço. A nova versão chega às concessionárias de todo o país por nada menos que R$ 136.000,00, um valor inferior ao seu modelo similar à gasolina e em relação aos seus concorrentes.

Com poucos detalhes sobre quais as especificações estão presentes no novo modelo, a Ford lança esta sua versão à diesel mantendo alguns itens comuns e que são utilizados na sua versão à gasolina. São eles: o sensor de estacionamento e a câmera que deverá facilitar e muito a vida de quem vai dar uma ré no novo modelo anunciado.

A Ford decidiu também juntar ao novo modelo algumas opções que podem ser suficientes para conquistar os consumidores brasileiros. São eles: O controle de estabilidade e tração, sete airbags, assistente de partidas em terrenos com aclive, ar condicionado, direção elétrica e piloto automático.

A versão à diesel chega ao mercado com mais de uma opção para o consumidor. Por exemplo, no catálogo do lançamento está disponível para venda o modelo XLS 2.2, tipo 4×2 e com câmbio manual. Esta opção é destinada para aquela fatia de consumidores que utilizam picapes do tipo da Toro, da Fiat.

Neste modelo, a Ford utilizou o motor do tipo Duratorq com mais de 150 CV e com um torque superior a 39,2 Kgfm.

Para quem prefere uma versão mais robusta e não dispensa uma tração 4×4, a edição chamada de Sportrac já sai de fábrica com o mesmo motor e um câmbio automático de seis velocidades. Esta versão foi concebida a partir da XLS. O que muda são alguns detalhes que dão um ar de sofisticação e luxo como o aplique no para-choque dianteiro, os adesivos na lateral da caçamba, o santantônio e o estribo na mesma cor, "cinza do tipo London", cor que prevalece nos aros de tamanho 17.

Quem quiser levar esta versão pra casa ainda tem direito a encostos de cabeça e soleira feitos em vinil por apenas R$ 163.000,00.

A notícia do lançamento da nova versão foi recebida com muita curiosidade, visto que o novo modelo poderá oferecer vantagens aos consumidores, principalmente em relação ao seu consumo. Nem a Ford e nem os especialistas ainda divulgaram dados referentes ao desempenho da nova versão à diesel, tanto na estrada quanto nas cidades. Espera-se que um baixo consumo para um alto desempenho possa valer a pena o investimento feito na compra de um modelo deste.

Mas mesmo assim, se você gostou da novidade, vale a pena fazer uma visita a uma concessionária da marca e conferir de perto mais esta novidade.

Emmanoel Gomes


A Ford irá lançar em 2018 seus novos modelos Focus e EcoSport com diversas novidades.

Está previsto para o próximo ano o lançamento do Novo Ford Focus de quarta geração com várias mudanças na estrutura em relação ao modelo atual, principalmente no tamanho. A lateral, por exemplo, conta com formas mais volumosas e imponentes, e as portas traseiras e o porta-malas também estão maiores. Outro detalhe que pode ser visto nos carros de teste é a presença dos feixes de LED para uso diurno nas bordas dos faróis. No interior, o espaço interno do carro também está maior, gerando mais conforto para os passageiros e o design também foi modificado.

O novo Ford Focus também conta com o sistema de multimídia SYNC 3, que tem reconhecimento de voz e vários recursos como, por exemplo, alerta de mudança de faixa voluntária e farol de full-led. Existem rumores que o carro será, em média, 50 Kg mais leve devido às mudanças na sua estrutura. A expectativa é que o carro seja lançado no mercado no início de 2018, e depois venha para o Brasil.

A nova linha da Ford deve ter o motor EcoBoost (1.5 turbo), sendo que o atual é o modelo 2.0, e também deve contar com câmbio automático convencional. Há rumores, também, que as versões de entrada do carro terão o 1.5 Dragon.

Um outro carro apresentado pela marca foi o novo Ford EcoSport 2018 Titanium que mostrou a linha SUV, que conta com motor que é 2.0 mais potente, novo câmbio automático e um novo design no interior. O carro ainda mede 4,26 metros no comprimento, tem porta–mala de 356 litros e pesa 1.359 kg. A traseira não ganhou modificações, e permanece com o estepe pendurado. As rodas contam com 17 polegadas.

Outra novidade para o carro foi a presença da central de multimídia que fica posicionada no centro do painel e tem tela de 08 polegadas e também capacidade de espelhamento por meio da tela de smartphone e a central também conta com sistema de navegação por satélite e GPS integrado.

O carro ainda acompanha 07 airbags, monitor de pressão nos pneus, teto solar elétrico, bancos e volantes revestidos em couro, além de ar condicionado digital de uma zona, porta-luva climatizado, entre outros. O preço ainda não está definido, mas deve ficar entre R$ 95 mil a R$ 100 mil.

O que vou achou dos novos carros lançados pela Ford? Comente!

Por Babi

Focus 2018

EcoSport 2018

Fotos: Divulgação


Queda nos preços chega a R$ 6 mil.

A montadora americana Ford informou que irá abaixar a sua tabela de valores de seus modelos. O maior desconto ficou por conta do modelo hatch Focus, na configuração SE Plus, o qual possui um propulsor de 2.0 e transmissão Powershift. O veículo teve uma baixa de R$ 6 mil, passando a ser comercializado pelo valor de R$ 89.900.

O modelo Ford Focus Fastback em sua configuração SE Plus recebeu também um corte em seus valores e está sendo oferecida também por R$ 89.900, onde foi diminuído R$ 5.940 em relação ao preço original.

O modelo sedã Fusion, embora seja líder de seu segmento, também teve uma queda nos preço, chegando a R$ 4.800. A configuração SE 2.5 do modelo passará a ser vendida por R$ 119.900.

Veja abaixo a tabela atualizada de valores:

Ford Focus configuração Hatch SE 1.6 MT – reduziu R$ 2600, ficou R$ 74.600, era R$ 77.200

Ford Focus configuração Hatch SE Plus 1.6 MT – reduziu R$ 2.050, ficou R$ 84.900, era R$ 86.950

Ford Focus configuração Hatch SE Plus 2.0 AT – reduziu R$ 6.000, ficou R$ 89.900, era R$ 95.900

Ford Focus configuração Hatch Titanium 2.0 AT – reduziu R$ 4.000, ficou R$100.900, era R$ 104.900

Ford Focus configuração Hatch Titanium Plus 2.0 – reduziu R$ 4.000, ficou R$ 106.900, era R$ 110.900

Ford Focus configuração Fastback SE 2.0 – AT – reduziu R$ 4.090, ficou R$ 81.900, era R$ 85.990

Ford Focus configuração Fastback SE Plus 2.0 – AT – reduziu R$ 5.940, ficou R$ 89.900, era R$ 95.840

Ford Focus configuração Fastback Titanium 2.0 – AT – reduziu R$ 4.940, ficou R$ 99.990, era R$ 104.840

Ford Focus Fastback Titanium Plus 2.0 – AT – reduziu R$ 4.940, ficou R$ 105.900, era R$ 110.840

Ford Fusion configuração SE 2.5 – reduziu R$ 4.800, ficou R$ 119.900, era R$ 124.700

Ford Fusion configuração SEL 2.0 EcoBoost – reduziu R$ 2.800, ficou R$ 125.900, era R$ 128.700

Ford Fusion configuração SEL 2.0 EcoBoost (teto-solar) – reduziu R$ 2.800, ficou R$ 132.700, era R$ 129.900

Ford Fusion configuração Titanium 2.0 FWD – reduziu R$ 2.800, ficou R$ 141.700, era R$ 138.900

Ford Fusion configuração Titanium 2.0 AWD – reduziu R$ 2.800, ficou R$ 158.700, era R$ 155.900

Ford Fusion configuração Hybrid – reduziu R$ 2.800, ficou R$ 163.700, era R$ 160.900.

FILIPE R SILVA


Novo Ford EcoSport 2018 traz mudanças no visual, motor e em seu interior.

A EcoSport está no mercado desde 2003, simbolizando desde então o sucesso da grande sacada da Ford, cuja equipe de engenharia teve a brilhante ideia de transformar a plataforma de um carro usual, redesenhando a carroceria e adaptando a um modelo esportivo. O modelo caiu nas graças dos brasileiros, mantendo uma boa capacidade de vendas desde então.

O que há de novo na versão 2018? Começando pelo motor, a Ford já revelou o detalhe: 2.0 Duratec Direct Flex. O SUV compacto apresenta injeção direta de combustível, entregando 176 cv. A aceleração vai de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos. No pacote, vem também a caixa automática que conta com 6 velocidades com paddle shifts. Esse último item vem substituindo a transmissão de dupla embreagem Powershift, que foi alvo de muita polêmica e muito criticada no Brasil.

Acerca do visual, o novo modelo conta com faróis de Xenon com LEDs diurnos. Esses detalhes ajudam a compor a versão Titanium, juntamente com rodas de liga leve de aro 17 polegadas, barras na parte superior do carro, detalhes cromados, teto solar elétrico, faróis de neblina, estepe presente na tampa do porta-malas, que por sua vez tem capacidade de 356 litros.

Na parte interior, o novo EcoSport traz volante multifunção, computador de bordo, bancos de couro, sensor de chuva, ar-condicionado automático, sensor crepuscular, sistema de som de 9 alto falantes, assinado pela Sony, cluster com tela TFT de 4,2”, multimídia SYNC 3 usando tela de 8”, abertura elétrica do porta-malas, botão de partida, porta-luvas climatizado, acendimento automatizado de faróis, além de vidros elétricos que podem ser acionados com apenas um toque.

Na versão Titanium, o modelo ainda conta com direção elétrica, controle de cruzeiro, câmera de ré, alerta de tráfego cruzado e também de ponto cego, sete airbags, sistema de anticapotamento, monitoramento individualizado de pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, sensor traseiro de estacionamento, controle de tração e estabilidade, faróis de neblina, sistema de fixação Isofix para cadeiras infantis (2) e alarme.

Estima-se que o novo Ford EcoSport 2018 seja apresentado inteiramente em agosto, juntamente com as novas versões, enquanto paira a dúvida acerca do 4×4 manter-se no lineup.

Por Carolina B.

Ford Ecosport 2018

Ford Ecosport 2018


Ford reduz preço do Fiesta, enquanto que a Fiat aumenta preços de seus modelos.

A montadora americana de veículos, Ford, fez um anúncio na última quarta-feira, dia 5, de uma redução nos valores de venda do modelo Fiesta. O hatch está mais barato em até R$ 3.900, variando de acordo com a versão. Os preços mais em conta só não são válidos para as configurações mais simples.

Entre as configurações que possuem câmbio automático com dupla embreagem, a versão conhecida como SEL teve uma redução no seu valor, passando dos antigos R$ 67.090 para o atual R$ 63.190, sendo uma redução no valor de R$ 3.900.

Já a versão Titanium teve uma redução de R$ 1.200, a qual passou a ser R$ 68.990, onde era R$ 70.190. Pra finalizar, a versão Titanium Plus, topo de linha , que possui motor turbo, teve uma diminuição de R$ 500 e agora bate a marca de R$ 73.990.

As configurações que possuem câmbio manual tiveram também reajuste em seu preço, para baixo. A versão SEL, que antes era R$ 60.790, agora passou a ser R$ 58.590 e a versão SEL Style, que antes era R$ 61.290, passou a ser vendido por R$ 59.790.

Um fato curioso com relação ao reajuste dos valores é que as versões de entrada da marca, como SE (que custa R$ 53.660) e a SE Style (que é vendida por R$ 56.590), não tiveram alterações.

A Fiat aumenta o preço de sua linha

Por outro lado, a montadora italiana Fiat elevou seus preços em uma parte de sua linha. A novidade principal fica por conta do Mobi modelo 2018. Agora possui menos versões, sendo cinco no total e as alternativas que possuía o sobrenome "On" já não são mais oferecidas. Desta forma, alguns pacotes de itens opcionais voltam.

A configuração conhecida como Easy, que inicia agora no valor de R$ 33.700, anteriormente era comercializada pelo valor de R$ 33.030. A opção pode ainda receber um novo pacote que conta com travas e vidros elétricos, além de desembaçador e também limpador no vidro traseiro, sendo somado mais R$ 1.890 em seu valor original.

FILIPE R SILVA


O novo EcoSport 2018 será inspirado na última geração do Edge. Terá todas as peças da frente redesenhadas, como capô, para-lamas, grade frontal, para-choque, faróis mais estreitos e faróis de neblina.

Desde 2003 no mercado nacional o Ford EcoSport foi o primeiro SUV compacto da história da indústria automobilística mundial. O departamento de engenharia da Ford teve que transformar a plataforma de um carro comum e redesenhar a carroceria em estilo utilitário esportivo. Tudo isso baseado no antigo Fiesta. Iniciando assim o que seria um sucesso de vendas no Brasil. Muitos consumidores estavam interessadíssimos, principalmente o público feminino. Pelo fato de transmitir segurança pela posição, altura e visibilidade que ele oferece. Dando uma espécie de poder e conforto.

Ao ser lançado o Ford EcoSport saía na versão 1.6 e 2.0 da fábrica, porém logo foi lançado o bloco 1.0 que logo saiu de linha devido ao seu peso. A concorrência, portanto, estava de olho no modelo, então em 2017 o Ford EcoSport ganhou uma mudança muito grande que valeu muito a pena, um facelift com mudanças na dianteira, novas rodas, alterações no interior, sem contar a liga leve.

A novidade nem chegou, mas tem um ano que só se espera o EcoSport reestilizado com mudanças significativas prometidas pela montadora.

Tudo indica que seus apreciadores terão novidades ainda no primeiro semestre de 2017. Estão todos com a boca doce para sua brilhante chegada.

Novo EcoSport 2018:

– Mudanças:

A parte da frente é a grande expectativa, ou seja, uma mudança geral. O novo EcoSport 2018 sairá inspirado na última geração do Edge, lançado recentemente no Brasil. Com isso, todas as peças da frente do EcoSport foram redesenhadas como capô, para-lamas, grade frontal, para-choque, os faróis ficaram mais estreitos, inclusive os faróis de neblina que ganharam um novo formato. Na traseira, continua o tão falado estepe pendurado na tampa do porta-malas e as novas lanternas traseiras vão ficar diferentes internamente.

Muitas outras novidades estão por vir como surpresas para ser mostradas no lançamento do novo EcoSport 2018 como o novo interior. Será uma transformação genial. Com novo painel e quadro de instrumentos que terão novos medidores e uma tela no centro. Havendo também mudanças nos bancos inclusive a forração das portas. Prometendo também melhorar a qualidade dos materiais aplicados no interior do novo EcoSport 2018 dando assim mais conforto às pessoas. Oferece um novo sistema multimídia que continuará em todas as séries e em todas as versões do SUV.

No novo EcoSport 2018 sairá a linha com motor 1.6 Sigma e entrará um bloco mais moderno de três cilindros. Que será o novo motor 1.5 aspirado que vai deixar o modelo muito mais interessante nas versões de entrada (o mesmo utilizado no novo Fusion, portanto, sem turbo). Assim o novo EcoSport 2018 vai ficar mais econômico e também melhorar o desempenho (cerca de 130 cv), com novo peso do motor feito totalmente em alumínio. Já as versões mais caras do novo EcoSport 2018, continuam equipadas com o bloco 2.0 litros que ganha injeção direta de combustível.

EcoSport 2017 – Preço, Ficha Técnica, Versões, Mudanças:

O novo EcoSport 2018 já está chegando. Enquanto isso, conheça tudo sobre o Ford EcoSport que está sendo vendido no Brasil como modelo 2017. Conheça os preços das versões e ficha técnica.

EcoSport 2017 – Versões:

Atualmente, o Ford EcoSport é vendido no mercado brasileiro nas seguintes versões de acabamento: 1.6 SE DIRECT PowerShift, 1.6 SE (Flex), 1.6 SE PowerShift, 1.6 Freestyle (Flex), 1.6 Freestyle Powershift, 1.6 Freestyle Plus Powershift, 2.0 Freestyle 4×4, 2.0 Titanium PowerShift. O preço do EcoSport na versão de entrada custa R$ 71.650 e na versão mais completa top de linha tem preço sugerido de R$ 93.550 nas concessionárias Ford.

EcoSport 2017 – Ficha Técnica:

O Ford EcoSport está disponível para venda com motor 1.6 Sigma de 126 cv com gasolina e 131 cv com álcool. E também nas versões 2.0, com 141 cv com gasolina e 147 com álcool. Sendo assim associados ao câmbio manual de cinco ou seis marchas ou automatizado Powershift de dupla embreagem com modo manual de 6 marchas ou tração nas quatro rodas 4×4, dependendo da versão.

  • Distância entre-eixos (mm) 2521
  • Altura (mm) 1696
  • Comprimento (mm) 4241
  • Largura com espelhos (mm) 2057
  • Entre-eixos (mm) 2521
  • Peso bruto total (Kg) 1676
  • Capacidade do tanque de combustível (L) 52
  • Capacidade do porta-malas (L) 362

EcoSport 2017 – Preços:

Tabela de preço sugerido atual:

  • 1.6 SE (Flex) – R$ 71.650
  • 1.6 SE automático – R$ 77.650
  • 1.6 Freestyle (Flex) – R$ 79.150
  • 1.6 Freestyle automático – R$ 84.150
  • 1.6 Freestyle Plus automático – R$ 88.150
  • 2.0 Freestyle 4×4 – R$ 89.850
  • 2.0 Titanium automático – R$ 93.550
  • 1.6 SE DIRECT automático – R$ 68.690

Por Ademilde Paes

Ford EcoSport 2018

Ford EcoSport 2018

Ford EcoSport 2018

Fotos do Modelo que será vendido nos EUA


Confira aqui como deve ser o visual da nova geração do Ford Fiesta.

Antecipando-se a uma tendência que deverá ser adotada pelos próximos anos, a Ford autorizou a um dos mais famosos ilustradores quando falamos de carro, Theophilus Chin, a divulgar aquele que poderá ser o novo modelo do Fiesta, na sua versão mais luxuosa, a Sedan. De linhas arrojadas, atualizadas e dinâmicas, ela se junta às demais versões já publicadas para o novo modelo, a Active e a Vignale.

Com um visual que já deverá ser adotado a partir de 2017 para a marca Fiesta, a tendência revelada antecipadamente da linha 2018 vem para ratificar a tendência da montadora em projetar e fabricar veículos que garantam um conforto interno, aliado a uma tendência estética e visual mais futurista. Aliás, um novo conceito de design adotado por grande parte das montadoras existentes no mercado mundial de carros.

Externamente, o novo visual vem confirmar a novo padrão estético mais arrojado e ousado. Isto se traduz num conjunto visual menos carregado e pode ser visto, por exemplo, no uso de lanternas traseiras em sentido horizontal, bem mais finas e de tendência mais refinada. Os modelos da Ford tenderão a exibir um conceito mais refinado e luxuoso.

Em termos de motores, a montadora fez questão de adotar motores ecologicamente mais corretos como o Ecoboost 1.0, nas suas variáveis de 100, 125 e 140 cavalos de força nas versões do tipo Hatch. Apesar de não fabricado no Brasil, a empresa deverá usar o tipo TDCi 1.5 a diesel nas versões de 85 e 120 cavalos de potência. Para o Brasil, os modelos aguardados para 2017 e 2018 deverão contentar os fãs da marca com o tradicional motor Dragon, com caixa de marcha de seis tempos, em modo manual, de 1.0 e 1.5 a três cilindros.

Para quem curte os modelos Fiesta e quer estar sempre na frente em termos de automóvel, os novos modelos ainda não tem uma data programada para chegar nas concessionárias. Sabe-se que na Europa os modelos estarão rodando por lá a partir de qualquer dia de 2017. Para os brasileiros, resta esperar um pouco mais para que possam estar a bordo das versões hatchback e Sedan.

Emmanoel Gomes


O primeiro carro híbrido do país será vendido por R$ 159.500 na sua versão inicial.

Na terça-feira (25), a Ford apresentou ao Brasil o novo Fusion Hybrid 2017, um modelo todo trabalhado na tecnologia, prometendo conquistar muitos admiradores. Com visual atualizado, o sedan cuja versão sustentável é a mais vendida em sua linha, traz mais conectividade e novidades tecnológicas de última geração. O primeiro carro híbrido do país sai por R$ 159.500, na versão inicial.

Além da versão de entrada, a linha ainda conta com a 2.5 Flex e 2.0 EcoBoost.

O motor 2.0 litros é associado a um elétrico de ciclo Atkinson. Já o câmbio é automático e-CVT gerenciando os dois motores, levando a potência combinada de 190 cavalos. Os freios regenerativos dão mais durabilidade para a recarga das baterias que são de íons de lítio.

O Fusion é uma linha pautada na economia, trazendo uma exclusiva função chamada Ecoselect, que possibilita acelerações suaves que economizam combustível além de otimizar a energia da frenagem. A grade dianteira também é nova desenvolvida com recursos que reduzem o consumo.

A versão exclusiva e top Titanium vem com piloto automático, assistente autônomo para detectar pedestres, alerta de colisão com assistente de frenagem autônomo, estacionamento automático de segunda geração desenvolvido para vagas perpendiculares e paralelas. Além de sensor de fadiga, alertas para permanência na faixa e ponto cego, cintos traseiros que inflam e monitoramento de 360 graus.

No que toca aos equipamentos são oito airbags, controles de tração e estabilidade, alerta em casos de tráfego cruzado, sensor de chuva, faróis full LED, farol alto automático, sistema de conectividade SYNC 3, partida remota, ar-condicionado de dupla zona, teto solar, acesso inteligente e chave com sensor de presença, seletor de câmbio E-Shifter e Ford Power.

O modelo também possui um inteligente sistema chamado EV+, que detecta os destinos mais utilizados através do GPS, fazendo com que o motor elétrico economize combustível. O tempo para memorização dos percursos vai de duas a quatro semanas.

O painel apresenta duas telas de 4,2 polegadas, permitindo ao motorista o acesso a diversas informações do automóvel.

O Fusion Hybrid 2017 é realmente um veículo desenvolvido pela Ford, para oferecer mais segurança, conforto, sustentabilidade e inovação, o que faz com que ele seja muito elogiado por seus consumidores. As vendas terão início em novembro.

Por Sirlene Montes

Ford Fusion Hybrid

Ford Fusion Hybrid

Ford Fusion Hybrid

Fotos: Divulgação


Versão comercializada no Brasil será a Titanium, topo de linha, e terá o preço de R$ 229.900.

Mesmo diante da grande crise econômica que assola o mercado brasileiro, as empresas fabricantes de veículos automotores têm buscado diversas alternativas para conseguirem manter as suas vendas. Dentro desta perspectiva, uma das principais apostas das fabricantes é o lançamento de novos modelos. É neste contexto, que a grande e renomada fabricante de veículos automotores Ford, no dia 21 de Julho de 2016, lançou oficialmente aqui no Brasil a segunda geração do Crossover Edge.

O modelo será disponibilizado aos consumidores brasileiros apenas em uma versão que será a Titanium, esta versão é a topo de linha do veículo e terá o seu preço de comercialização fixado em R$ 229.900. Apesar de ser um lançamento, o fator que irá desanimar muitos consumidores por aqui será o valor mencionado acima, uma vez que este preço dessa nova versão teve um acréscimo de aproximadamente R$ 100 mil em comparação ao modelo anterior, o qual era ofertado nas configurações SEL e Limited.

Com relação ao designe, esta segunda geração do Edge não possui o excesso de itens cromados e chega com um visual mais simples e sóbrio, contudo com aspecto ainda mais esportivo e sempre reproduzindo a identidade visual da marca. Ao analisarmos as linhas dispostas por este novo Edge não há como não nos remetermos às linhas utilizadas no Fusion. O principal destaques do novo modelo, na parte externa, ficou por conta das lanternas traseiras que possuem maiores extensões e por consequência acabaram preenchendo a tampa do porta-malas.

Já na questão de tamanho essa nova geração do Edge cresceu em todos os sentidos, uma vez que o veículo teve um acréscimo de 7 cm no seu comprimento, 2cm na distância entre-eixos e 4 cm na altura. No pacote de itens de segurança o veículo também trouxe algumas novidades, pois, além dos airbags dianteiros obrigatórios por lei, o modelo também trouxe airbags laterais do tipo cortina, bem como de proteção aos joelhos do motorista, além disso, outra novidade são os airbags inseridos nos cintos de segurança traseiros que possuem acionamento no caso de colisões e tem como função principal fazer proteção do tórax dos passageiros.

Dentro do pacote tecnológico o veículo traz também piloto automático adaptivo, monitoramento de pontos cegos, alerta de colisão frontal, dentre outras tecnologias de última geração.

Com relação à motorização não houve modificações, sendo que o veículo será disponibilizado com o propulsor 3.5 V6 movido a gasolina com capacidade de produzir uma potência máxima de 284 cavalos e um toque de 34,5 Kgfm, motor este que trabalhará em conjunto com o câmbio automático de seis velocidades.

Por Adriano Oliveira

Ford Edge Titanium

Ford Edge Titanium

Fotos: Divulgação


Modelo deverá chegar ao Brasil todo repaginado no segundo semestre de 2016.

Mesmo diante da grave crise econômica que vem assolando o país atualmente, as empresas do setor automotivo têm utilizado diversos tipo de estratégias a fim de tentar aquecer novamente as vendas. É nessa perspectiva que a grande e renomada empresa fabricante de veículos automotores Ford está trabalhando a todo vapor na atualização do novo EcoSport, veículo este que tem previsão de chegar ao mercado nacional ainda neste segundo semestre.

Com  lançamento deste novo EcoSport, a Ford busca dar uma força para que o veículo consiga se recuperar no seu segmento, haja vista que o modelo liderou por vários anos, porém, após o lançamento dos renomados Honda HR-V e Jeep Renegade. O certo é que o lançamento deste modelo já está agitando o mercado automotivo, pois este utilitário esportivo já pôde ser visualizado em testes no continente europeu o que fez com que as especulações com relação aos maiores detalhes do modelo aumentassem ainda mais.

Nesta ocasião em que o veículo foi visualizado em testes, ele estava inteiramente coberto por uma pesada camuflagem na parte frontal, contudo, deu para visualizar que o novo EcoSport, ao que tudo indica, poderá seguir a identidade visual atual que está sendo utilizada nos novos veículos da marca, sendo que um dos principais destaques ficou por conta da presença para a grade hexagonal dianteira. Outros detalhes que também foram possíveis visualizar foram os faróis acompanhando o recorte da grade e na parte de traseira as lanternas ganharão algum tipo de modificação. O detalhe que permaneceu inalterado foi o tradicional estepe do veículo, que permaneceu posicionado na tampa do compartimento porta-malas.

Já na parte interna, o novo EcoSport será contemplado com uma cabine com acabamentos refinados, o que inclui painel em material emborrachado, quadro de instrumentos integralmente digital, bem como  central de multimídia Sync 2.0.

Com relação à motorização, alguns especialistas do ramo já se arriscam em afirmar que a fabricante irá substituir o propulsor 1.6 de 115 cavalos nas versões de entrada pelo novo e moderno propulsor 1.5 Dragon composto de três cilindros aspirado. As outras opções que poderão ser disponibilizadas serão o propulsor 1.6 Sigma de 130 cavalos de potência e o 2.0 Duratec, que serão mantidos não só nas configurações intermediárias do veículo como também na versão topo de linha. Todo esse conjunto mecânico irá trabalhar em conjunto com o câmbio Powershift que será mantido nessa atualização.

Por Adriano Oliveira


Carros lançados a partir de 2011 poderão contar com o sistema Siri Eyes-Free, desenvolvido pela Apple.

A Ford lançou uma atualização para seu sistema Sync. A partir de agora, os veículos lançados a partir de 2011 poderão se beneficiar com o recurso Siri Eyes-Free desenvolvido pela Apple.

A compatibilidade com o recurso permitirá que os motoristas tenham acesso a uma série de funcionalidades controladas por comandos de voz. Na maioria dos casos, existe um botão no volante. Dentre as vantagens estão, por exemplo, a possibilidade de realizar ligações, ditar mensagens, dar play em músicas, obter posicionamentos, entre outros.

Apesar de a novidade ser exclusiva para carros produzidos a partir de 2011, estes precisam ter o sistema Ford Sync ou ainda o My Ford Touch, sem isso, não é possível beneficiar-se.

Outra questão que está sendo bastante comentada, é a possibilidade de a Ford implantar o sistema CarPlay em seus veículos. Esse sistema, que também foi desenvolvido pela Apple, permitiria utilizar muitos recursos do iPhone em painéis multimídias dos veículos por meio de um cabo USB. A inovação seria uma forma dos motoristas largarem o celular enquanto estão ao volante.

Apesar de a Ford já ter declarado apoio ao CarPlay, ela também ressaltou que trabalha para um sistema próprio e que busca maneiras de integrar as duas propostas, podendo assim, trazer ainda mais vantagens aos seus consumidores.

A falta de iniciativas como essa levam os motoristas da Ford a recorrer à solução de terceiros, ou seja, a empresa abre as portas para concorrentes indiretos  e deixa de mostrar sua competência e espírito inovador. Compatibilidades como essa são indispensáveis nos dias de hoje, empresas que não proporcionam esse tipo de tecnologia tendem a perder uma parcela de mercado no futuro.

De qualquer maneira, a possibilidade de uso do Siri Eyes-Free é uma forma,  ainda que limitada,  da montadora mostrar aos seus consumidores que entende do assunto e que está disposta a oferecer mais facilidades por meio de parcerias valiosas.

Por Beatriz 

Siri Eyes-Free

Foto: Divulgação


Novo modelo recebeu melhorias e novos equipamentos. Preços iniciais partem de R$ 46.790.

O modelo New Fiesta 2016 – da montadora Ford – já está disponível nas concessionárias do país. O utilitário possui novas melhorias e novos equipamentos como, por exemplo, a função Ford Power que permite destravar as portas assim que o motorista se aproxime do veículo, e dar a partida sem a necessidade de uma chave, apenas pressionando um botão presente no painel. A função Ford Power é exclusiva da linha New Fiesta e está disponível apenas na versão Titanium.

A versão SE 1.6 e SE 1.6 PowerShift possui um sensor responsável por auxiliar o motorista a fazer manobras precisas, mostrando um gráfico no sistema multimídia e emitindo bipes quando o veículo estiver próximo de um obstáculo.  As versões S 1.5 e SE 1.5 agora contam com dois alto-falantes nas portas traseiras do modelo.

Os itens de série de modelo são: Ar condicionado, vidros e travas elétricas, airbag duplo, computador de bordo e retrovisores elétricos. Além disso, todos os modelos devem contar com sistema de frenagem ABS com EBD, que garante maior estabilidade nas frenagens, evitando o bloqueio das rodas e garantindo uma distribuição correta do peso do veículo.

A versão New Fiesta SE 1.5 também possui rodas de liga leve de 15 polegadas, faróis próprios para neblina, vidros elétricos, controle remoto responsável por destravar o modelo e um novo acabamento interno.

Já a versão SE 1.6 – uma das mais completas – conta com ar condicionado digital, sensor de estacionamento, assistente para partidas em rampa, controle de estabilidade e tração do veículo, que garante uma melhor dirigibilidade. Além disso, o sistema multimídia Sync possui comando de voz.

A versão premium do modelo conta com rodas em liga leve de 16 polegadas, airbag para o motorista e passageiros, função Ford Power, interior revestido em couro, faróis com design cromado, nova grade traseira e um novo estilo de retrovisor.

O modelo New Fiesta 2016, já está à venda nas concessionárias e pode ser encontrado com preço inicial de R$ 46.790. Já a versão Titanium poderá ser encontrada pelo preço sugerido de R$ 65.290.

Por Wendel George Peripato

Ford New Fiesta 2016

Ford New Fiesta 2016

Ford New Fiesta 2016

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi apresentado nas versões hatch e sedan e nas próximas semanas será divulgado oficialmente também no Brasil.

A fabricante de veículos Ford trouxe várias novidades interessantes no Salão de Buenos Aires deste ano. Além de trazer alguns modelos que serão exclusivamente lançados no mercado argentino, tais como, o esportivo Kuga e o lendário muscle-car Mustang, a montadora também aproveitou o ensejo para trazer o novo Ford Focus nas carrocerias hatch e sedan.

Conforme foi explicado pela empresa, o modelo desse novo Ford Focus que será global será confeccionado na fábrica de General Pacheco, unidade esta que fica na região metropolitana da cidade de Buenos Aires. Neste lançamento, já foi divulgado também, oficialmente, que nas próximas semanas, o Focus também será apresentado oficialmente ao mercado e ao público brasileiro.

Este lançamento oficial aqui no Brasil será apenas mero protocolo da empresa, pois há poucas novidades a serem reveladas a respeito deste veículo, uma vez que, há pouco tempo, ele foi mostrado brevemente em um evento de tecnologia.

Pelo o que pode ser visualizado, a mudança mais sensível que este carro sofreu foi na sua dianteira, uma vez que a sua grade dianteira foi modificada, dessa vez a grade veio no estilo “boca de bagre”, contudo este design por aqui não é novidade, porque já está presente em muitos carros da marca já existentes no país.

Este novo Focus também trouxe alterações no formato dos seus faróis de neblina e no para-choque. As outras mudanças que foram implementadas pela Ford foram no quesito segurança com a inserção do sistema SYNC com a presença do Applink, assistência de emergência, qual faz ligações de forma automática para os serviços de urgência médica e socorro em casos de acidentes, sistema de frenagem de emergência e estacionamento automático.

Apesar de a fabricante ainda não ter divulgado qual será a data oficial do lançamento deste veículo aqui no Brasil, ao que tudo indica, ele será lançado por aqui em breve, dentro dos próximos meses.

Por Adriano Oliveira

 

Ford Focus argentino

Ford Focus argentino

Fotos: Divulgação


Nova versão do modelo traz detalhes exclusivos internos e externos.

Apesar de já ter sido lançada na região da Ásia nas versões convencionais, a Ford apresentou uma versão inovadora do Ford Ranger 2015. Dessa vez foi apresentada através de fotos uma variante desse veículo que foi batizada com o nome de Wildtrak, esta versão será a responsável por ser a representante topo de linha no quesito acabamento da linha.

Essa nova versão da Ford Ranger trouxe traços mais renovados das configurações que já tinham sido lançadas, mas como não poderia ser diferente ela também trouxe alguns detalhes exclusivos, principalmente nos equipamentos, tendo em vista que muitos destes não se encontram disponíveis nos modelos de acesso.

O propulsor que foi utilizado pela empresa nessa nova versão foi o 3.2 turbodiesel, o qual é capaz de produzir uma potência de nada mais nada menos que 200 cavalos, motor este que foi associado a um câmbio de seis marchas automático.

Visualmente do lado externo a primeira mudança que podemos observar é que aqueles antigos detalhes cromados da grade dianteira saíram de cena e deram lugar a um acabamento na cor preto brilhante, nas laterais as mudanças ficaram por conta das rodas que chamam bastante atenção por terem tamanho 18 polegadas, já a parte traseira infelizmente não teve ainda nenhuma foto divulgada.

Já na parte interna as novidades são inúmeras, sendo que as principais são o novo sistema de multimídia que possui tela de 8 polegadas, bem como o quadro de comandos que veio com comandos totalmente digitais.

Na tecnologia embarcada este veículo também não deixou a desejar, pois há recursos para que o condutor possa realizar a navegação via satélite a qual possui assistente de voz que pode ser programado, a fim de atender os comandos falados pelo proprietário, tais como, temperatura em que o interior do veículo deve ficar e um recurso bastante interessante que liga para os serviços de emergência caso ocorra algum acidente.

Por Adriano Oliveira

Ford Ranger Wildtrak

Ford Ranger Wildtrak

Fotos: Divulgação


Novo modelo virá com motor V6 4.0 Turbo e será um superesportivo.

A montadora de carros de origem americana, conhecida no mundo como Ford, desejou para este ano de 2015 projetar um carro altamente poderoso em conforto e potência. Após reuniões com seus projetistas e engenheiros, surgiu o que o mercado vai receber como o Ford Falcon, um carro com um design extremamente surpreendente e capaz de levar o condutor à altas velocidades.

Apesar dessa boa notícia, há um clima de despedida em torno dessa máquina. É que a Ford deu toda essa incrementada no Falcon para dar adeus à produção desse carro. Pode parecer uma contradição, mas, o Falcon pretende surpreender ao chegar ao mercado justamente porque estará deixando-o pelos próximos anos.

Ainda há muitas especulações em torno de como será o Ford Falcon do “Adeus” – já que será a última vez a ser produzido – mas, se pode adiantar que ele virá como um superesportivo, com motor V6 4.0 Turbo (o que se leva a concluir o quanto será veloz) e que tem capacidade para desenvolver 415 cv de potência. Sem dúvidas, uma máquina e tanto para quem gosta de muita velocidade.

Outra hipótese falada sobre esse carro é que, certamente, ele será produzido no Brasil, o que pode, de certa forma, reduzir os custos para os brasileiros que gostariam de comprar o seu Falcon, tendo o privilégio de ter na garagem uma máquina que pode, um dia, virar uma relíquia.

Sobre o design, ninguém espera menos do que a perfeição do Falcon, já que ele se trata de um superesportivo. O que se sabe é que ele terá alguns traços do Fusion, ganhado personalidade em seu para-choques, rodas e sistema de escapamento.

Muitos esperavam ver o Ford Falcon entre final de 2014 e início de 2015, mas, o lançamento da última linha do Ford Falcon ainda não está com uma data definida, deixando na ansiedade os que esperam logo colocar as mãos nesse sedan que vem forte, bonito e com muita tecnologia. Também não há uma informação exata, até o momento, ele será comercializado nas revendedoras autorizadas Ford.

Por Michelle de Oliveira

Ford Falcon

Ford Falcon

Fotos: Divulgação


Novo modelo de luxo teve sua produção iniciada no Reino Unido e conta com vários detalhes interessantes.

Para este primeiro semestre de 2015, existe ainda mais carros que estão sendo divulgados para o público, inclusive a Ford colocou à disposição esses últimos meses a produção no Reino Unido da versão de luxo do modelo Mondeo, que atende pelo nome de Vignale Mondeo. Já no começo é notado que a empresa ao adotar o nome da versão na frente do nome desse modelo executivo, está se estruturando a uma nova experiência, mais do que uma simples versão de equipamento.

O carro apresenta uma grelha específica que recebeu um acabamento metálico em uma pintura mate e com um contorno em alumínio polido, com revestimentos cromados das portas e dos espelhos, mais um acabamento brilhante nos pilares A, B e C. O Vignale Mondeo ainda é revestido com os seguintes "gadgets": uma assistência pré-colisão, faróis LED e até mesmo uma aplicação específica (Vignale Services). No caso dessa aplicação, permite ao motorista receber informações relacionadas com estacionamento, estações de combustível, etc.

A empresa informou que para esse modelo do Vignale Mondeo vai apresentar as versões com motores 2.0 TDCI com 178 e 207 cv de potência, com uma ressalva que para esse último ainda conta com uma dupla sobrealimentação, além, é claro, que também vai ser colocado à disposição do público a versão do híbrido HEV com exatamente 185 cv de potência e também o propulsor a gasolina 2.0 Ecoboost com 200 e 237 cv.

Essas são as únicas novidades desse modelo?

Para aqueles que estão esperando um carro com um diferencial, podem contar com o fato de apresentar um sistema de cancelamento ativo de ruído, que recorre a exatamente três microfones que estão localizados em lugares estratégicos na máquina. Esse sistema controla o nível de ruído transmitindo pelo motor para o habitáculo, além de também possuir um nível superior de isolamento e vidros acústicos que melhoram o isolamento do ruído de rolamento.

Para aqueles que ficaram interessados em conhecer e adquirir essa máquina a Ford informou que o seu preço inicial de comercialização vai girar em torno do valor de 29.045 libras esterlinas.

Por Fernanda de Godoi

Ford Vignale Mondeo

Ford Vignale Mondeo

Fotos: Divulgação


Confira as características e mudanças feitas no veículo para ser comercializado na Índia

A Ford divulgou recentemente o Figo Aspire, uma versão da Índia do Ka+ disponibilizado no território brasileiro no final do último ano. Embora seja derivado do projeto do Brasil, o Figo Aspire possuiu sua carroceria reduzida para estar com menos de quatro metros, e desta forma ter menos pagamentos de impostos, de acordo com as regras da Índia. A parte de trás também recebeu um friso cromado na tampa do porta-malas.

No mercado da Índia, o veículo será comercializado com os motores 1.2 Ri-VCT com base à gasolina e 1.5 Duratorg a diesel, onde as especificações ainda não foram informadas pela Ford do lugar. É possível que o Figo Aspire possua um câmbio automático, que estaria presente no motor 1.5 a gasolina utilizado no EcoSport comercializado na Índia.

O Figo Aspire irá se tratar de uma das três grandes disponibilizações da empresa na Índia este ano, sendo ao lado do Figo (também famoso como Ka no território brasileiro) e do Endeavour, SUV famoso como Everest em outros locais e que é derivado da picape Ranger, que não deverá ser comercialização aqui.

Embora já tenha sido divulgado no Salão do Automóvel em Genebra, o Ford Focus RS estará presente no Salão do Automóvel em Nova York com uma versão que implementa novas tecnologias de elite de performance, com base que a Ford possui objetivo no público dos Estados Unidos.

O veículo possuirá potência maior que o veículo da Europa, entretanto, no design o modelo quase não possui modificações. Com câmbio manual de seis velocidades, o veículo possuirá motor 2.3 litros EcoBoost com a possibilidade de fornecer mais de 315 cavalos. A terceira geração do Focus também tem tração integral e quatro formas de condução, onde está incluso um botão “drift”, que altera a distribuição do torque. As configurações apenas serão informadas no Salão do Automóvel em Nova York e poderá estar presente nos Estados Unidos a partir da primavera do próximo ano.

Por Felipe Couto de Oliveira

Ford Figo Aspire

Ford Figo Aspire

Fotos: Divulgação


Novo modelo contará com novidades e ótimas características

Com um novo nível de desempenho e dirigibilidade, o novo Ford Focus RS brilhará mais uma vez em um salão de automóveis, agora, nos Estados Unidos, no Salão de Nova York, entre os dias 3 e 12 de abril. Com poucas mudanças no visual, a maior novidade deste modelo será sua tecnologia, como o foco do lançamento será no público norte-americano, este será um dos mais inovadores e potentes. Será o primeiro modelo da grife RS vendido no mundo todo, onde mais uma vez a Ford sai na frente.

A produção deve iniciar no fim deste ano na Alemanha, chegando primeiro ao mercado norte-americano até o segundo trimestre de 2016. Esta é a terceira geração do Focus, contemplada também, por uma tração integral e quatro modos de condução, incluindo o botão “drift”, que modifica a distribuição do torque.

Estreando com um ótimo desempenho por conta do motor 2.3 EcoBoost de 320 cv e alta velocidade em curvas com excelente performance, conquistada através do sistema de tração integral e vetorização dinâmica de torque gerenciados eletronicamente por dois conjuntos de embreagem. Através de um controle, é possível escolher as configurações de tração nas quatro rodas, estabilidade, amortecedor, direção e resposta do motor. Para aqueles que adoram o som potente do carro durante uma "arrancada", uma opção no menu de configurações também pode ajustar o som do escapamento, além do motor e do turbo contribuírem para uma aceleração mais rápida possível. Já na parte visual, a suspensão esportiva ganha amortecedores ajustáveis e o conjunto da obra, um jogo de rodas de 19 polegadas com pneus especiais 235/35R19, desenvolvidos pela líder mundial de fabricação, Michelin.

A intenção da Ford é lançar mais modelos de esportivos de alta tecnologia até 2020. Além de ser pioneira na tecnologia do modo drift, também é pioneira em utilizar polipropileno reciclado e fibra de sisal para a fabricação de peças plásticas injetadas ou peças moldadas no interior do carro. Estes e outros métodos de fabricação fazem parte do Ecoproject da montadora, que pretende criar novas opções de reduzir o custo do produto final, utilizando material natural e reciclado, contribuindo também para o meio ambiente.

Por Bruna Domingos dos Santos

Novo Ford Focus RS

Novo Ford Focus RS

Fotos: Divulgação


Novo modelo apresenta características mais agressivas

Enfim chegou a hora! Depois de muito falar a respeito e de diversos flagras a Ford resolveu apresentar oficialmente o novo facelift da Ranger 2015. Como anunciado anteriormente a picape recebeu sua dose de reestilização. De acordo com as primeiras informações sobre o carro os primeiros mercados que deverão receber a picape serão os da Argentina, África do Sul e Tailândia. A previsão fica para o terceiro trimestre deste ano. Já para o mercado brasileiro até o momento não há nenhuma informação a respeito da chegada do modelo ou de mudanças que poderiam acontecer por aqui.

Voltando a Ranger 2015 reestilizada imediatamente se percebe um visual que apresenta características mais agressivas. A parte que recebeu maior atenção nas modificações foi a frente do modelo. Curiosamente as alterações aqui tiveram como inspiração o SUV Everest. A grade do carro foi redesenhada e os faróis ficaram mais finos.

Outro detalhe nesse “setor” é o para-choques dianteiro que segue os vincos do capô. Vale destacar que a reestilização ainda incorporou no modelo os faróis de neblina.

Na parte de trás não há muito o que falar. Na verdade ela continua igual a da última versão.

Em relação ao interior também vamos encontrar modificações. Nesse ponto ainda houve o acréscimo de mais equipamentos.

Agora a Ranger 2015 traz consigo uma tela touchscreen com oito polegadas, também vamos encontrar os sensores de estacionamento – frontais e traseiros, controle de carga adaptativo, controle de descida para ladeiras, assistência de frenagem de emergência e por fim, assistente para arrancada em subidas.

A montadora também deu detalhes sobre a motorização do modelo. Serão quatro motores diferentes. A informação é de que serão três a diesel e uma opção a gasolina. Sobre a potência vamos encontrar as opções de 220 cv, 160 cv, 130 cv, todos a diesel. E a escolha a gasolina que é um 2.5 com capacidade para 160 cv.

Por Denisson Soares

Ford Ranger 2015 reestilizada

Ford Ranger 2015 reestilizada

Ford Ranger 2015 reestilizada

Fotos: Divulgação


Dispositivo possibilita identificar os sinais de trânsito ao redor do motorista e adaptá-lo conforme a necessidade do momento

Nada mais útil do que um limitador inteligente em um carro nos momentos de tensão e extrema necessidade, bem como também em excessos de velocidade, e essa última é a especialidade do novo limitador inteligente da Ford.

Por ser uma das maiores montadora de carros dos últimos tempos, a Ford também tem pensando na qualidade de vida de seus consumidores, e aliada a esta intenção, criou um limitador inteligente de velocidade – um dispositivo capaz de identificar os sinais de trânsito ao redor do motorista e adaptá-lo conforme a necessidade do momento, ou de acordo com a necessidade da velocidade exigida, mais precisamente.

Anunciada nesta penúltima terça-feira do mês de março, do ano de 2015, o  novo sistema que limita a velocidade no trânsito será comercializado primeiramente no Continente Europeu, e estará disponível no S-MAX. Conforme dados do momento, a funcionalidade do dispositivo leva seu próprio nome, ou seja, ele agirá de forma inteligente, não deixando o motorista ultrapassar limites de velocidade no trânsito, onde quer que ele esteja. Para isso, o dispositivo rastreará sinais com indicadores de velocidade máxima no local através de uma câmera dianteira, ajustando depois a velocidade do carro junto a esse limite. O que mais chama a atenção nesse dispositivo é a sua adaptatividade funcional, ou seja, sua capacidade de se reprogramar automaticamente, não necessitando de ajustes manuais. Dessa forma, o usuário só precisa acelerar para que o dispositivo identifique o nível de velocidade.

Outro fato interessante sobre o dispositivo, é que ele é capaz de atuar numa velocidade máxima de até 200km/h, produzindo uma desaceleração na alimentação do combustível para o motor, tudo feito de um modo suave e não impactante para o motorista e os passageiros do carro.

Com certeza, esse dispositivo será muito útil e ajudará muito a diminuir acidentes de trânsito futuramente, auxiliando o motorista a dirigir de uma forma mais segura e sustentável, evitando assim multas e preocupações.

Por Daniela Almeida da Silva

Limitador de velocidade da Ford

Foto: Divulgação


Novo modelo começará a ser fabricado em 2016

Os admiradores de crossovers já podem comemorar um novo lançamento no mercado. Dessa vez a promessa é da Fiat, grande montadora italiana de carros com bastante visibilidade comercial no Brasil, que lançará o 500XL, nome dado a uma nova versão de crossover que iniciará uma nova geração do modelo.

De acordo com informações divulgadas recentemente, a Fiat estaria pensando em começar a montagem do novo modelo em 2016. As informações ainda relatam que o CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne, está buscando aumentar ainda mais a participação da Fiat no processo de fabricação de modelos do segmento de crossovers e outros da mesma linha. Recentemente, o Salão de Paris lançou o 500X pela marca em 2014, o qual seria uma prévia da nova aposta da Fiat, que viria pensar depois sobre um novo lançamento paralelo a este, originando mais tarde no modelo 500XL. Uma curiosidade é que o Fiat 500X foi fabricado na mesma plataforma de montagem do Jeep Renegade, o qual também ganhará uma versão menor de lançamento, pois a montadora de ambos é a mesma.

Até agora não há muita novidade a respeito do SUV a ser lançado pela Fiat, mas sabe-se que o modelo não será muito diferente do 500X, pois será pautado em sua estrutura. Mesmo com especulações do modelo ser bem parecido com um Jeep, a montadora não se posiciona a respeito disso e diz que essa versão deverá ser uma nova aposta no mercado de crossovers e SUV's da categoria.

Ao contrário do que todos possam imaginar, o modelo não virá às lojas em 2016 quando será iniciada sua fabricação. Ele provavelmente ficará pronto para ser vendido por volta do início de 2017.

Inicialmente, o principal alvo de vendas será os Estados Unidos e alguns países da Europa, junto com países que concorrem com a Nissan (sem data de previsão para o Brasil). O design dos modelos a serem fabricados pode diferir de acordo com cada país.

Por Daniela Almeida da Silva

Fiat 500XL 2016

Fiat 500XL 2016

Fiat 500XL 2016

Fotos: Divulgação


Uma grande tendência no meio automotivo são os veículos elétricos. Geralmente, eles são feitos para rodarem exclusivamente com energia elétrica, ou como modelos híbridos, que misturam energia elétrica com motores convencionais. E a Ford está de olho nessa tendência e planeja produzir um novo carro com esse item como base.

Segundo especulações da imprensa estrangeira, a montadora norte-americana tem planos de criar um novo veículo totalmente elétrico para brigar diretamente com o Chevrolet Volt, que está tendo uma boa repercussão no mercado automotivo. Segundo essas fontes, o carro elétrico da Ford deve ser lançado até o fim deste ano.

As informações sobre esse novo veículo estão sendo guardadas com total sigilo pela Ford, mas algumas especulações vazaram, e sabe-se que esse novo carro deve ter um valor inicial de 40 mil dólares. Isso reforça a ideia de que esse carro da Ford deve também brigar com um outro forte concorrente, o Tesla Model 3.

Provavelmente, segundo essas especulações, o veículo elétrico da Ford será apresentado durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, que acontece no fim de 2015. Ele deve seguir a linha de outros modelos da marca, herdando alguns componentes do Ford Focus Electric.

Os veículos elétricos são uma boa opção para o meio ambiente, já que sua emissão de gases é quase mínima ou nula. Com a crise ambiental, é um ótimo meio para preservar o planeta Terra e conservar e preservar nossa atmosfera do efeito estufa.

O único problema é que, apesar da ideia ser muito interessante e útil, o valor dos carros elétricos ou híbridos ainda é muito alto, mesmo para os padrões internacionais, o que dificulta a popularização desse tipo de veículo. É bem provável que muitos entusiastas de meio ambiente tenham interesse em adquirir um carro desses, mas atualmente essa possibilidade está muito distante da realidade para a maioria das pessoas comuns.

Por Felipe Villares

Carro el?trico da Ford

Foto: Divulgação


A Ford havia revelado no final de 2014 alguns detalhes do seu modelo Ranger que passou por uma renovação. O veículo tem a previsão de começar a ser comercializado no País no segundo semestre de 2015.

O modelo foi fotografado na Tailândia e as fotos foram divulgadas no site MZ Crazy Cars. Esta é uma exibição inédita para o público da parte interna da picape. É notável que o veículo está seguindo a mesma linha do SUV Everest. Foram reveladas algumas fotos no Facebook da Ranger salientando alguns detalhes da parte da frente da picape.

A nova versão oferecerá rodas de liga leve em um tamanho maior e suporte de teto cromado. A parte interna apresenta um painel com volante multifuncional revestido em couro, um moderno sistema multimídia e um novo monitor touchscreen. Observa-se que o painel foi redesenhado e tem uma intensa semelhança com o Ford Everest, que será comercializado na região da Ásia.

A marca Ford ainda não mostrou maiores detalhes sobre o novo modelo Ranger, mas não é esperado que tenha diferenças na parte mecânica. No Brasil, os motores recentes são 2.5 flex de 173 cv integrado com um câmbio manual de cinco velocidades; 2.2 movido a diesel de 150 cavalos de potência, com transmissão manual de seis velocidades; e 3.2 movido a diesel, capaz de gerar 200 cv de potência, com câmbio manual ou automático de seis velocidades. A tração do veículo é 4×4.

A versão da picape passou por uma reestilização no seu visual que se tornou mais robusto, tendo alguns detalhes na cor preta. A versão topo de linha Wildtrack, não será comercializada no Brasil. A traseira não foi mostrada ao público ainda, mas não são esperadas grandes transformações nela.

Com o lançamento deste modelo atualizado a Ford tem o intuito de aumentar ainda mais as suas vendas no mercado.

Por Felipe Couto de Oliveira

Ford Ranger

Ford Ranger

Fotos: Divulgação


A Ford, famosa montadora norte-americana, atualmente, vem inovando em seus lançamentos. Os seus mais novos veículos são: o Ford Ka Hatch e o Ford Ka Sedã, esse último é uma inovação total, haja vista o modelo anterior do veículo não contar sequer com um carro de quatro portas.

Para completar a linha da família Ka, a Ford está fechando as lacunas dos veículos no mercado nacional. As linhas, agora, contam com a versão Hatch 1.5 e a versão 1.0 do sedã.

Foto: divulgação

É bom lembrar que, após o lançamento do Ka, foi constatado grande sucesso do veículo. Com apenas dois meses, o Ka conseguiu a marca de 17.000 unidades vendidas, ficando entre os carros mais vendidos do mercado nacional.

Para a versão sedã, a Ford conta com a questão do preço para conquistar o mercado brasileiro. O Ka na versão SE (sedã) sai de uma concessionária com o preço a partir de R$ 37.890,00.

A versão 1.0 do SE não é a mais atraente, se levada em consideração a questão de potência. Porém, o carro possui um desempenho razoável com lotação de duas pessoas e pouca bagagem. Outra atração diz respeito ao consumo médio do veículo. O Ka SE faz 8,9 Km/l com etanol e 13 Km/l com gasolina.

Já a versão Hatch, com motor 1.5, é bem mais ágil e leve. O carro ganhou em agilidade e dirigibilidade. Esse tipo de propulsor rende ao carro uma potência entre 100 e 105 cv, enquanto o motor 1.0 oferece uma potência entre 80 e 85 Cv.

Foto: divulgação

É bom, também, destacar o interior dos veículos. A Ford fez algumas reformulações em seus veículos, fato que vem atraindo muitos consumidores brasileiros. O interior dos carros Ford ganharam algumas reformulações e trazem modernidade, leveza, e alguns componentes eletrônicos.

O hatch com motor 1.5 possui valor a partir de R$ 40.390,00.

De um modo geral, analisando o custo/benefício, o veículo é uma “boa pedida”.

Por Daniel Alves


Saíram as especificações técnicas e detalhes do novíssimo Ford Everest. O SUV de sete lugares chegará aos mercados consumidores da Ásia e Oceania ainda no primeiro trimestre de 2015 e infelizmente não será vendido no Brasil.

Apesar disso, a nova Ranger, que chegará às terras tupiniquins, trará consigo certas linhas de design compartilhadas com o Ford Everest. A mesma chegará aos mercados brasileiros até o final de 2015.

O SUV conta com uma grade hexagonal que casa muito bem com o desenho dos faróis, luzes de Led e o parachoque de alumínio que dão ao veículo traços que podem ser muito bem vistos, tanto na vida urbana quanto no off-road.

Foto: divulgação

O interior, como era de se esperar, é gigantesco e conta com diversos aparatos eletrônicos para entretenimento dos ocupantes e conforto. O utilitário conta com uma tela de oito polegadas do sistema de multimídia Sync que apresenta um sistema muito intuitivo de som e navegação integrado a outros aparelhos via Bluetooth, tudo à mão pela tela com sensibilidade ao toque.

O SUV conta com o sistema de tração nas quatro rodas (4×4) e também acompanha controle de tração e estabilidade, assistente para estacionamento, controle de cruzeiro, assistente de partida em rampa, assistente de monitoramento de pressão de pneus, auxilio de permanencia em faixa, entre outros. O carro só não dirige sozinho.

Foto: divulgação

O carro pode rebocar até 3 toneladas e tem carga útil de até 750 kg com até 100 kg no teto. Conta com um motor Eco Boost 2.0 que conta com quatro cilindros junto com mais quatro cilindros 2.2 DuraTorq TDCi e outro mais potente, com cinco cilindros de 3.2 litros Duratorq TDCi e um sistema de recirculação de gases, que promete aumentar bastante a eficiência do motor.

Dependendo do motor escolhido a Ford irá disponibilizar câmbio automático ou manual de 6 velocidades.

Por Nosf


Apostando em seu SUV grande, a Ford lançou no mercado brasileiro a linha 2014 do utilitário Edge. Embora o atraso em relação à gama de produtos da marca estadunidense, que está na linha 2015, o crossover esportivo, vendido com preços a partir de R$ 131.490, chega ao Brasil trazendo novidades.

Importado do Canadá, a linha 2014 do Ford Edge está com uma lista de equipamentos mais recheada e também mais luxuosa que a versão vendida anteriormente. Enquanto a nova geração do Edge não chega ao Brasil, o que deve ocorrer apenas no ano que vem, a fabricante norte-americana oferece seu SUV grande, desde sua versão de entrada SEL, com itens que anteriormente vinham nas versões mais caras.

Entre os novos itens que agora vêm no Edge SEL está a partida sem chave, acionamento do motor por controle remoto, luz ambiente personalizável, fechamento e abertura automática do porta-malas, câmera de segurança para manobras em marcha ré, sistema multimídia SYNC com MyFord Touch, que abrange diversas funções do veículo, como o navegador via satélite (GPS) com comandos de voz em português e mapas do Brasil que são exibidas na tela touchscreen de 8 polegaas.

Além disso, o modelo ainda conta com o sistema de som premium da Sony com 8 alto-falantes e 4 tweeters.

A versão intermediária SEL + Vistaroof dispõe dos mesmos itens da configuração SEL, acrescentando apenas o teto solar e panorâmico com dois estágios, vendido por R$ 141.590.

A versão topo de linha Limited, vendida por R$ 151.490, possui os mesmo itens de série da configuração SEL, acrescido do sistema de DVD nos encostos de cabeça dos bancos dianteiros para os passageiros dos bancos traseiros, sistema de monitoramento de pontos cegos, sensor de chuva, ajuste elétrico do banco do passageiro em 10 posições, alerta de tráfego cruzado, espelhos retrovisores com pisca em LED integrado, luz de aproximação, aquecimento e ajuste por memória e tração integral AWD.

Oferecido opcionalmente, o teto solar e panorâmico pode ser acrescido na versão Limited por R$ 10.100.

Sob o capô, independente da versão escolhida, está o motor 3.5 V6 Duratec TiVCT, capaz de entregar 289 cv e 34,9 kgfm de torque. Associado ao bloco V6 está sempre uma transmissão automática de seis velocidades. 

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Após revelar a atualização do Focus convencional, a Ford revelou o esportivo Focus ST reestilizado para o Festival de Goodwood, que ocorreu no último fim de semana no Reino Unido. Entre as principais novidades está um inédito propulsor movido a diesel.

Seguindo o que ocorreu na configuração convencional, o Ford Focus ST traz entre as alterações estéticas os novos faróis mais estreitos e modernos, para-choque redesenhado e mais largo, novos faróis de neblinas, grade dianteira levemente modificada, lanterna traseira com nova disposição, além do novo para-choque traseiro mais esportivo e com difusor de ar um pouco reduzido. Completa o visual esportivo do Focus a saída dupla de escape integrada ao para-choque e posicionada no meio, as saias laterais na cor do carro, o aerofólio traseiro e as novas rodas de liga leve de 19 polegadas calçadas com pneus esportivos da Michelin.

Na cabine, também houve algumas mudanças importantes. O carro mantém alguns detalhes da versão anterior, como os indicadores da temperatura e pressão do óleo e da pressão do turbo posicionadas na parte superior do console central, a manopla do câmbio com acabamento em vermelho, os bancos esportivos Recaro com revestimento em couro, costuras contrastantes e com a inscrição ST bordada nos bancos. Completa a esportividade do modelo o novo volante multifuncional esportivo, com base achatada e revestimento em couro.

No quesito tecnologia, a Ford passa a oferecer o hatchback esportivo com o sistema de entretenimento SYNC 2 com tela touchscreen de 8 polegadas, que abrange diversas funções, como o sistema de navegação via satélite (GPS), sistema de conectividade com reconhecimento por voz, entre outros. Além disso, o Focus ST um sistema de alerta de colisão que funciona em velocidades de até 50 km/h, freio de estacionamento eletrônico, computador de bordo com tela colorida centralizada no painel de instrumento, faróis adaptativos direcionais, sistema de vetorização de torque, entre outros.

Mecanicamente, o modelo agora pode ser adquirido com duas opções de motorização. Sob o capô o Focus ST pode trazer o motor a gasolina 2.0 EcoBoost capaz de entregar 252 cv e torque de 36,7 kgfm, ou ainda o bloco a diesel 2.0 TDCi com 185 cv e torque de 40,8 kgfm. Enquanto o modelo com motor a gasolina acelera de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e atinge no máximo 248 km/h, o esportivo equipado com o propulsor a diesel, faz a mesma aceleração em 8 segundos, 0,5 segundos a menos que o Volkswagen Golf GTD (esportivo da marca alemã dotado de um motor a diesel).

Com início das vendas na Europa prevista para o último trimestre, a Ford ainda não divulgou os preços do novo Focus ST.

Por Caio Polo

Ford Focus ST 2015

Foto: Divulgação


A Ford apresentou oficialmente nesta quarta-feira, dia 25 de junho, a nova geração do utilitário Edge. Trazendo visual atualizado, o inédito motor 2.0 EcoBoost e novas tecnologias, que futuramente serão usados em outros carros da marca. O novo Edge será um veículo global, vendido em mais de 100 países, inclusive no Brasil.

Com base na plataforma do atual Fusion, para fabricar o novo Edge a Ford investiu US$ 700 milhões (cerca de R$ 1,54 bilhão) nas instalações do complexo industrial de Oakville, próximo à cidade de Toronto, no Canadá.

Dotado de um visual mais agressivo que a da geração anterior e que segue as linhas características de design da marca, o Ford Edge 2015 apresenta na parte dianteira uma nova e larga grade frontal, novos faróis com xenônio, capô com vincos acentuados e luzes de posição compostas por LEDs na posição dos faróis de neblina.

Na lateral, o utilitário esportivo da Ford, que mantém a linha de cintura alta, traz novas rodas de liga leve, novos retrovisores com repetidores de seta, novo formato das janelas, novas saias laterais e vincos mais acentuados que percorre a lateral do veículo.

Porém, na traseira é onde o Ford Edge 2015 traz mais alterações e mostra as novas linhas de design da marca. Entre a principal novidade estão as novas lanternas, que possui uma forma semelhante ao do novo Fusion, que se ligam por um prolongamento que percorre a tampa do porta-malas. Além disso, o SUV conta com novo aerofólio com brake light e novo para-choque traseiro com difusor de ar e dupla saída de escape integrado.

Na cabine, o crossover aproxima-se do Fusion, principalmente o painel de instrumento, que conta com uma tela de LCD, o painel e o console central, que conta com um sistema multimídia com tela touchscreen de 8 polegadas, que abrange diversas funções do carro, como o sistema de navegação via satélite (GPS).

Além disso, segundo a Ford, o modelo contará com uma boa gama de equipamentos tecnológicos, como o controle de cruzeiro adaptativo, Park Assist, sistema Start&Stop, direção elétrica adaptativa, câmera frontal de 180º, aviso de pontos cegos, cintos de segurança traseiro infláveis, airbag no porta luvas para proteger o joelho do passageiro, teto solar panorâmico, entre outros itens.

Para completar os itens de segurança, a Ford afirma que o novo Edge é produzido com aço de alta resistência, que resulta em uma rigidez 26% maior que a da geração anterior.

Mecanicamente, a grande novidade ficará por conta do inédito motor quatro cilindros 2.0 EcoBoost Turbo, capaz de entregar 245 cv e torque de 37,3 kgfm. Além dessa opção, a Ford oferecerá o SUV com bloco 2.7 V6 EcoBoost com 300 cv e o 3.5 V6 aspirado, que ainda não teve suas especificações divulgadas.

Todas as opções serão equipadas com transmissão automática de seis velocidades e tração integral.

Por Caio Polo


Segurançanunca foi um aspecto de grande relevância para os carros compactos comercializados no Brasil. Essa situação começou a ter uma nova holística a partir do lançamento do Volkswagen Up! que ineditamente conseguiu cinco estrelas ao se submeter aos teste realizados pela Latin NCAP, logo após esta empreitada do Up! a Nissan já anunciou que o New March estaria mais seguro que os compactos anteriores da marca.

Desta vez, é momento da Ford demonstrar sua preocupação com segurança, através do lançamento do novo Ford Ka. A Ford já anunciou que serão dois modelos, o Ka e o Ka+ e ambos contarão com controle eletrônico de estabilidade, além de tração nas rodas.

Os modelos também contarão com assistente de partida que poderá ser acionado em rampas, este assistente atuará de modo automático nos veículos e será capaz de evitar que o carro deslize quando o motorista, por ventura, tirar o pedal dos freios em ladeiras.

André Leite, gerente de Produto da Ford no Brasil em entrevista ao site Noticias Automotivas disse: “A nossa proposta é mudar a visão dos consumidores sobre a importância e utilidade de equipamentos voltados para a segurança veicular e conforto ao dirigir, independentemente do segmento do veículo”.

O Ford Ka será o primeiro 1.0 a disponibilizar estes equipamentos de segurança no mercado brasileiro ““O Novo Ford Ka foi concebido para ser um produto moderno, avançado e acessível para quem aprecia a praticidade e economia de um compacto sem abrir mão do padrão de desempenho e segurança que até então só era oferecido em carros mais caros. É um produto totalmente alinhado com a filosofia da Ford de democratização da tecnologia”, afirmou André.

A empresa ainda não informou precisamente sobre os valores que os veículos chegarão às concessionárias, mas garante que estarão dentro das práticas de mercado, respeitando  logicamente a qualidade do produto Ford e o bom desempenho dos modelos vendidos. 

Por Jaime Pargan

Ford Ka 2015

Foto: Divulgação


Foi revelada a nova versão Sedã do Ford Ka. A Ford, a qual é responsável pela produção do veículo divulgou a primeira foto oficial do Ka+, nome especificado para o modelo. Por oferecer ao público um designer inovador, e diferente dos demais que integram a linha, foi designado a ele tal nome, enquanto o hatch permanecerá como Ka.

Tanto o Ka na versão 2015 quanto o Ka+, foram produzidos na fábrica de Camaçari que se encontra na Bahia, e estão com o lançamento previsto para o mês de Julho. Os dois modelos trazem aos consumidores inovações, e pela primeira vez a Ford integrou à linha o estilo Sedã, que expandirá o mercado, e abrangerá o gosto de quem opta por um carro que tenha o porte especificado ao mesmo.

O Brasil será o primeiro país que irá receber as inovações, e o mercado nacional propiciará aos consumidores a aquisição do produto em maior perspicácia que outros países. As informações descritivas sobre o veículo tem o intuito de integrar o portfólio global da marca.

A viabilização é expansiva, ou seja, a intenção é que os modelos não permaneçam e componham apenas o mercado nacional, mas, em locais da América do Sul e em alguns países que constituem o continente Asiático.

O Ford Ká está abrangendo uma nova geração, que dará maior liberdade para os consumidores escolher pelo modelo que lhe proporcionar maior conforto, e contribuir para o desempenho de suas atuações cotidianas, ou seja, pelos motivos os quais ele será usufruído. A proposta direcionada para o Sedã é totalmente diferente dos concorrentes direto, englobando designe, espaço e tecnologia.

O modelo propiciará a estreia do motor 10 de três cilindros, atuando com o desempenho de 85 cavalos com etanol, e com o propulsor 1.0. A expressiva redução de combustível é evidente totalizando em 13Km/l  no ciclo urbano e 15,1Km/l no rodoviário.

O preço estabelecido ainda não foi definido, porém a média de valor se implica de R$ 34 mil a R$ 37 mil.

Por Lorena de Oliveira

Foto: divulgação


A Ford confirmou, durante o Salão de Pequim, que irá oferecer o SUV Everest no Brasil. Segundo a marca estadunidense, o utilitário grandalhão derivado da pick-up Ranger, que provavelmente deverá ser fabricado na Argentina, pode chegar ao mercado brasileiro a partir de 2015. Na China, o mercado de utilitários esportivos cresceu significativamente em 2013, fazendo com que a marca norte-americana almeje conquistar 4,5 % desse segmento.

Apresentado pela primeira vez ao público como um carro-conceito na Austrália, no fim do ano passado, o SUV grandalhão foi desenvolvido pela equipe Ásia Pacífico da Ford. Utilizando o mesmo chassi da nova Ranger, embora o Everest dispõe da mesma característica de design atual da marca, o utilitário traz faróis alongados e diferenciados, nova grade frontal com formato trapezoidal característico da fabricante e lanternas traseiras posicionadas horizontalmente e interligadas por uma barra metálica.  Há rumores de que os faróis dianteiros alongados e a nova grade poderão ser utilizados na primeira reestilização da Ranger, que está prevista para 2016.

O Everest “oferece um design bonito, requinte premium e capacidades robustas, em igual medida”, afirmou John Lawler, CEO e Chefe Executivo da Ford Motor China em entrevista ao site inglês “Autocar”. “Um veículo como o conceito Ford Everest seria um ótimo complemento para a nossa estabilidade crescente de SUVs", acrescentou Lawler.

Além do chassi, o Ford Everest irá compartilhar muitos componentes da mecânica da Ranger, como os motor 2.5 Flex de 173 cv com câmbio manual de cinco velocidades e o bloco 3.2 Turbodiesel de 200 cv com  transmissão manual ou automática, ambas de seis velocidades, além da tração integral 4×4 com reduzida.  As diferenças em relação a pick-up ficarão por conta da cabine alongada com capacidade para sete ocupantes e da suspensão traseira com molas helicoidais mais confortável.

No mercado brasileiro o novo Ford Everest terá concorrentes como o Chevrolet Trailblazer, Toyota SW4, Kia Sorento e o novo Hyundai Santa Fé. 

Por Caio Polo

Ford Everest

Foto: Divulgação


O ano de 2014 é, sem sombra de dúvida, um dos melhores para a aquisição de carros. E, dentre as melhores opções, um automóvel está chamando bastante atenção. Estamos, pois, falando do Ford Focus Sedan.

Trata-se de um carrão com freios ABS, airbag duplo, monitor de pressão dos pneus, sistema multimídia SYNC com tela de 4 polegadas, rodas de liga leve, além de controle de estabilidade e de tração para o modelo com transmissão automatizada.

O Focus Sedan da Ford, por sua vez, tem vários pontos positivos como modernidade, conforto, segurança e uma série de recursos que tornam a sensação de guiar esse veículo algo super incrível. Em todo o caso, no que concerne aos preços, a verdade é que os valores então sugeridos são de R$ 62.990,00 a R$ 89.990,00, a depender da versão escolhida. 

No mais, para entendermos a dinâmica do carro, o fato é que alguns itens de série precisam ser escritos como: chave ou cartão inteligente automático, inclui entrada sem chave e inclui partida sem chave; retrovisores das portas do motorista e passageiro com ajuste elétrico na pintado e luzes indicadoras; suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora; roda tipo independente e molas helicoidais; suspensão tipo multibraço e traseira com barra estabilizadora; entre outros pontos que incrementam a força e estilo do Ford Focus Sedan.  

Outro ponto a favor é que o Ford Focus Sedan tem um ótimo custo benefício e parece ter sido feito para todos os tipos de clientes. Assim, apesar de ser muito bom, devemos salientar que há pequenos pontos negativos como o tecido do carro e o fato deste ser baixo demais.

O objetivo do carro, com efeito, é fazer a Ford entrar de vez no mercado dos sedans médios e com a tarefa de disputar espaço com o VW Golf.

Por Juan Wihelm

Ford Focus Sedan 2014

Foto: Divulgação


A Ford lançou este mês a Ranger Sport. Ela estava fora do mercado há três anos e agora chega na versão XLS com cabine simples e com um estilo de picape esportiva. O preço dela, que está saindo por R$ 67.990, nada mais é que o custo de um sedan médio de entrada.

O objetivo da marca é produzir um carro que atraia o público jovem e de cotidianos urbanos, sem exigir uma autonomia do motor a diesel, nem da tração 4×4. Só que o carro ainda fica devendo no quesito do câmbio automático, que não tem no modelo. Isso pode ser uma baixa, já que as cidades grandes precisam disso.

A carroceria do veículo, já é o contrário. Segundo a Ford, a capacidade total de carga é de 1.455 kg, o que daria para levar outros motorizados atrás, como umas motos. Mas, para quem já possui uma Strada ou Saveiro e pensa em trocar, precisa pensar bem. As medidas da Ranger Sport (3,22 m de entre-eixos, 2,16 m de largura e 1,80 m de altura) tornam a vida do condutor um pouco complicada para estacionamento. Além disso, a câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro não são nem opcionais.

A parte interna do carro, também poderia ser melhor. A entrada USB fica escondida sob o rádio e os bancos usam tecido muito simples. O ar condicionado é analógico e com uma única saída de resfriamento. Também não há GPS. Por outro lado, o volante multifuncional é simples de usar, além do sistema multimídia. E a qualidade do som é excelente.

Pelo preço, os equipamentos inclusos no modelo são itens de série de outros. Os obrigatórios freios ABS e airbag duplo, trio elétrico, direção hidráulica, rádio CD-Player completo, faróis de neblina, controlador automático de velocidade, retrovisores com ajuste elétrico, computador de bordo com até sete funções e uma tela central de 4,2 polegadas. O motor é um 2.5 Flex, que pode render até 173 cavalos e 24,8 kgfm de torque com etanol, mas é um grande gastador de combustível.

Por Carolina Miranda

Ford Ranger Sport

Foto: Divulgação


Comprar um carro nos dias de hoje é o sonho de muitos brasileiros, haja vista o conforto e acessibilidade que oferece ao realizarmos as tarefas diárias. Contudo, ao comprar um veículo é bom estar atento às comodidades que eles oferecem e verificar qual deles se adaptam melhor ao seu estilo. Assim, vamos abordar nesta matéria os carros mais vendidos do mundo, que têm feito o maior sucesso e pode ser um de seus companheiros na estrada futuramente.

Primeiramente, a montadora que figura entre as 10 maiores montadoras globais em vendas é a Toyota, seguida por Volkswagen e Ford. Entretanto, é dessa última o modelo mais vendido no mundo, com o carro Ford Focus na lista com mais de 1 milhão de unidades vendidas em 2013.

Em segundo lugar temos o Toyota Corolla, como o segundo veículo mais comercializado em 2013, com pouco mais de 850 mil unidades vendidas. Posteriormente, temos o F-series da Ford, com 751.674 unidades comercializadas. Não podemos esquecer da Hyundai, que ficou em quarto lugar com seu famoso Elantra. A Chevrolet também entrou para a lista com o carro Cruze. Posteriormente, veio o sexto e mais vendido carro do mundo da marca Volkswagen que é o chiquérrimo Passat. A Toyota não deixa barato e tem investido cada vez mais em seus veículos e aparece novamente na lista com o Toyota Camry, seguida do Honda CR-V e Ford Fiesta. Por fim, em décimo lugar ficou o Civic da montadora japonesa Honda, como o carro mais vendido no mundo.

Como visto, são carros ousados e elegantes que fazem o maior sucesso nas ruas e estão na lista como os queridinhos dos brasileiros. Para saber mais sobre qual veículo se adapta mais ao seu estilo, vá a uma concessionária e peça para fazer um teste drive. Verifique também se você prefere um carro mais urbano ou para estrada. Certamente o que não faltará em nenhum dos carros citados é conforto e durabilidade. 

Por Luciana Viturino

Ford Focus

Foto: Divulgação


Novidades a parte, o Novo Ford Ka 4 portas transcende o sinônimo de novidade. O carro, chamado de Figo Concept, foi apresentado como modelo conceito durante o Salão do Automóvel de Nova Déli.

Ele ganhou o gosto do público também nas redes sociais, enquanto esteve em apresentação pública. O Figo Concept é apontado com uma nova visão para o futuro dos compactos global.

Os modelos indianos possuem pouca diferenciação dos demais modelos mundiais, sendo perceptíveis apenas algumas sutis renovações no design dos automóveis. É possível notar que o Figo Concept é visualmente mais curto que o Ka Concept, todo o desenvolvimento do novo carro foi baseada no gosto local, tanto que a emissora Indiana NDTV descreveu o modelo como o melhor carro conceito apresentado no Salão durante os dias de apresentação e o Economic Times, jornal indiano de economia, citou o novo carro como uma revelação do Salão.

Em seu desenvolvimento, o Figo Concept contou com uma gama profunda de engenheiros da empresa no Brasil, com projetos de vendas no mercado emergente brasileiro. A previsão da Ford é que o modelo comece a ser vendido no meio de 2014 e será comercializado nas versões hatchback e sedã. A empresa ainda não se posicionou com informações referentes aos valores do novo carro.

Os apaixonados pelos modelos da marca aguardam agora a chegada definitiva deste novo modelo ao mercado, bem sabe-se que se as vendas do novo modelo acompanharem o aparente nível de aceitação dos usuários das redes sociais pelo mundo, os resultados de vendas serão um verdadeiro “estrondo” para a Ford.

 Basta agora aguardar como o mercado receberá de fato esta novidade.

O KA sofreu poucas alterações em seus modelos. Desde que foi lançado primeiramente pela Ford, esta é sem dúvida a mudança mais significativa e notável do carro, por isso de toda esta expectativa em torno modelo.

Por Jaime Pargan


O novo Ford Mustang está definido para ser melhor carro para se dirigir e mais econômico do que o carro que substitui, e sua venda  está prevista ainda para o início de 2015 a cerca de £ 35.000 libras. Também será o primeiro Mustang a estar disponível a partir da fábrica com volante à direita.

Embora o atual Ford Mustang não esteja disponível para compra no Reino Unido, o carro sempre foi popular na América. Como é tradicional, o atual modelo, considerado top-of-the-range é equipado com um enorme motor a gasolina V8 de 5.0 litros que produz 420bhp, para facilitar as ultrapassagens, com impressionante de velocidade e um som agradável.

O novo Ford Mustang, entretanto traz novo motor EcoBoost de 2.3 litros que é a notícia de primeira página, no entanto, porque é o primeiro Mustang a ser equipado com um pequeno motor de quatro cilindros. Apesar de produzir 304bhp o motor também é definido para ser o motor mais econômico já equipado para um Mustang, embora os números oficiais da economia não tenham sido liberados.

O desempenho é também algo a ser confirmado, mas espera-se que o novo Ford Mustang seja capaz ir de 0 a 60 mph em menos de 5 segundos e uma velocidade máxima de cerca de 175 mph. Vai estar disponível com uma caixa de câmbio manual ou automático, sendo as automáticas  com controles de câmbio de velocidade.

Enquanto o Mustang sempre tenha sido capaz de competir com seus rivais em termos de performance pura e simples, muitas vezes ficou para trás quando comparado aos carros europeus de BMW, Audi e Mercedes. Para resolver isso, o Mustang 2015 tem nova suspensão traseira, que vem de acordo com a concorrência. 

Todos os carros vendidos no Reino Unido também serão equipados com pacote de desempenho da empresa, que inclui a suspensão mais dura. Como muitos novos carros, os proprietários do Mustang serão capazes de escolher entre diferentes modos de condução para configurar o carro a seu gosto e estilo de condução. Ambos os modelos possuem freios poderosos, embora o V8 recebe freios maiores do que o modelo EcoBoost menor.

Por Jaime Pargan

Novo Ford Mustang 2015

Foto: Divulgação


Todo mundo já sabe que nos últimos tempos a Ford tem voltado sua atenção para o mercado em crescimento dos SUV’s na Europa. Entretanto, esse ao que parece não é o único foco da montadora para 2014. Recentemente a companhia divulgou um comunicado à imprensa por meio do qual anunciou que está pretendo em uma ação conjunta com a joint-venture denominada de Ford Sollers dar início à produção do modelo EcoSport na Rússia.

Ford EcoSport

Foto: Divulgação

De acordo com as informações divulgadas a partir do ano de 2014 o carro começará a ser fabricado na unidade de Naberezhnye Chelny, situada na região de Tatarstan, cerca de 800 km da capital, Moscou. Outra informação é que além do EcoSport a companhia também irá produzir o Edge, mas nesse caso na fábrica de Elabuga. Vale lembrar que a Ford já oferece o Explorer e o Kuga para o mercado russo. Mas parece que apostar em duas novidades com o objetivo de suprir a demanda de um mercado em crescimento foi a solução mais apropriada encontrada pela montadora.

Mesmo sendo desenvolvido para ter as características de um projeto nacional antes de se espalhar por outras regiões do mundo o EcoSport russo trará muitas semelhanças com a versão brasileira. A exemplo disso temos o motor com 1.6 ou 2.0 e também as versões com câmbio manual ou automático.

Por Denisson Soares


O universo automotivo é naturalmente competitivo, não somente nas pistas, mas também entre as grandes fabricantes e montadoras. Na corrida pela liderança, a Toyota, que representa o Japão, está no topo da tabela. Segundo informações da Jato Dynamics do Brasil, a companhia vendeu 517.125 unidades em agosto e garantiu o seu posicionamento. Já a Volkswagen da Alemanha permanece na segunda posição e vem seguida de perto pela americana Ford que ultrapassou recentemente a conterrânea General Motors e já aparece no retrovisor da alemã.

A distância entre as duas concorrentes é medida em número de vendas. Pouco mais de 27 mil unidades ainda impedem que a Ford possa chegar ao segundo lugar. Enquanto a Volkswagen vendeu 449.925 automóveis, a Ford emplacou 422.583 no mesmo período. Se comparadas com o mês de agosto do ano passado, a distância entre as duas era de cerca de 90 mil unidades. De lá pra cá, a alemã reduziu 4,7% das suas vendas enquanto a Ford cresceu em 10,9%.

Aqui no país o panorama dessa corrida é quase o mesmo. A Ford está em quarto lugar atualmente, com 28.500 automóveis comercializados em setembro e participa de 9,6% do mercado, segundo dados da Fenabrave.
No ranking mundial dos 10 mais vendidos, a Chevrolet (4°) vem logo depois da Ford (3°), seguida pela Honda (5°), Nissan (6°), Hyundai (7°), Kia (8°), Fiat (9°) e Wuling na última posição.

Por Ebenézer Carvalho


Engenheiros de Pesquisa e Engenharia da montadora Ford da Europa, trabalham na criação de um sistema inteligente que faz o automóvel estacionar com o simples clique de um botão para equipar seus carros, e outro sistema que freia e manobra automaticamente o carro para evitar batidas caso o condutor se distraia ou cochile ao volante.  

Os Engenheiros usaram o Novo Focus para demonstrar como os sensores inteligentes detectam uma vaga disponível, depois disso é só apertar o botão e o sistema controla a direção do carro, a aceleração e engate das marchas, com o motorista dentro ou fora do carro.   A Ford diz que o sistema encontra vagas de estacionamento até a velocidade máxima de 30 km/h e que o motorista esteja com o botão pressionado durante a manobra para estacionar.  

A Ford também informou que vem estudando o desenvolvimento de um novo sistema de tecnologia que faz o carro desviar de obstáculos com auxílio de três radares, uma câmera e sensores que fazem uma leitura até 200 metros à frente da estrada. Quando o sistema detecta algum objeto em movimento, ele faz alertas sonoros e se o condutor não desviar do objeto, o sistema assume a direção e freia para evitar a batida.

Por André Barbosa


Os meses de setembro e outubro de 2013 reservam grandes surpresas para o mercado automotivo, já que sete eventos de grande porte acontecerão nesse período e movimentarão o segmento. Dentre as novidades, estão agendados alguns lançamentos das marcas Chevrolet, Ford e Jac Motors.

Já no dia 02 de outubro, a montadora Chevrolet apresentará as novas versões do Tracker e do EcoSport. Os carros serão importados do México e chegarão para reforçar o grupo de super carros esportivos, que atualmente é integrado pelo Trailblazer e pela Captiva.

No mesmo dia, a montadora de origem chinesa JAC Motors lançará a nova gama do J6. Dentre as mudanças no modelo estão alterações significativas na grade, mudanças nos faróis, para-lamas redesenhados e para-choques modernizados em termos de design.

Na mesma semana dos lançamentos anteriores, ocorrerá um evento na cidade argentina de Mendonza. Nessa exposição, a montadora Ford apresentará oficialmente a nova geração do Focus, um de seus modelos mais tradicionais. O carro será produzido na própria Argentina e será disponibilizado nas versões sedan e hatchback. Vale acrescentar que as vendas serão iniciadas em outubro mesmo.

Tudo indica que o Brasil será o próximo mercado onde o novo Focus será comercializado. Vale acrescentar que os valores de venda ainda não foram anunciados pelas três montadoras.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Ford já lançou a versão 2.5 flex e o Titanium do novo sedã Fusion, agora está lançando a versão Hybrid que é a segunda geração mais eficiente. O Fusion Hybrid tem a capacidade de rodar 20 km com apenas 1 litro de gasolina na cidade ou na estrada. 

Nos testes do Inmetro o Fusion Hybrid obteve uma média de 16,8 km/l na cidade e 16,9 km/l na estrada. Mesmo com um resultado inferior ao esperado (20 km/l) teve uma aprovação nota A em eficiência de energia. 

Toda essa eficiência é por causa do motor 2.0 elétrico a gasolina fornecendo até 188 cv e uma novidade em tecnologia que é a bateria de íon de lítio substiindo a de níquel. O novo Fusion ecológico chega a rodar a uma velocidade de 100 km/h. 

O novo Fusion é produzido no México e com a mudança do motor (que antes era de 2.5) o IPI é reduzido e custará em torno de R$ 140 mil. 

Vem equipado com painéis de instrumentos intercambiáveis chamado de Smart Gauge com várias telas em LCD para facilitar o gerenciamento e economizar combustível através do sistema Ecoguide, indicando a melhora de eficiência do carro. O cambio é CVT.

Por Mariana Rodrigues

 Ford Fusion Hybrid


Novo Ford EverestCom a chegada de mais um Salão do Automóvel, em Frankfurt (Alemanha), cresce a movimentação das montadoras para anunciar novos  veículos e conceitos.

O Salão de Frankfurt é um evento muito importante e de grande relevância para o mercado automobilístico, afinal quase todos os modelos de sucesso foram lançados em uma das edições deste salão.

Diante da importância do evento é que a montadora Ford se prepara para lançar o seu utilitário esportivo Everest.

O novo modelo será baseado na plataforma T6 do Ranger e pretende atingir o mesmo mercado conquistado pela Ranger (América do Sul, Ásia e Países da Oceania).

Ao que tudo indica o novo SUV virá com motor igual ao do utilitário base (Ranger) que possui motor turbo diesel ou motor flex, ou seja, a Ford maquia um velho utilitário para renovar sua frota de SUV.

No Brasil o modelo da Ford deverá brigar muito com  os modelos Trailblazer, Toyota SW4 e com o Pajero.

Notícias ainda não confirmadas apontam que o novo SUV estará rodando em solo brasileiro no início de 2015.

Por Fernando Setoue


Novo FocusA Ford afirmou que apresentará o novo Focus na quinta-feira, dia 29 de agosto, no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, a partir das 12h.

A "Focus Pop-up Gallery", trata-se de uma exibição do modelo para o público em geral, assim é possível conhecer os principais aspectos do modelo. A exibição trará apenas o sedan e permitirá que os visitantes conheçam mais sobre a mecânica e tecnologia do carro.

A terceira geração do Focus será produzida na fábrica argentina de Pacheco e virá em três versões para o mercado brasileiro. Segundo a diretoria da empresa, o modelo completa a linha de veículos globais da marca, no segmento de veículos médios.

O Focus poderá ser equipado por um motor 1.6 de 16 válvulas ou 2.0. Ambas as versões foram modificadas, apresentando válvulas variáveis. Caso o modelo vendido aqui adote as mesmas características das versões americanas, o Focus brasileiro terá sistema de partida a frio sem tanquinho e injeção direta de combustível, uma inovação para os carros produzidos no Mercosul.

Outros diferenciais do Focus são a central de multimídia que apresenta 9 polegadas (touchscreen). Essa central permite que o usuário controle do celular alguns itens como navegação, climatização e entretenimento.

Por Robson Quirino de Moraes


Recentemente a montadora Ford confirmou que em breve a sua mais nova aposta será lançada no mercado brasileiro. Trata-se do novo Fusion Hybrid. O sedã ecológico da Ford chega com a propostas de ser eficiente e econômico. O automóvel em questão é equipado com motor 2.0 movido a gasolina e um motor elétrico combinado. Com essas configurações, o carro roda mais de 20 quilômetros por litro em estradas ou vias urbanas.

O novo Fusion Hybrid conta ainda com câmbio automático, gera no máximo 188 Cavalos e pode atingir 100 km/h utilizando o motor elétrico. Na versão anterior, o máximo de velocidade que o carro atingia era  75 km/h.

As  baterias do novo modelo sofreram alterações e passaram a ter lítio na composição, ao invés de níquel. Com a mudança, o carro fica mais leve e passa a armazenar mais energia.

A data exata de lançamento ainda não foi divulgada, mas a expectativa é que o automóvel chegue às concessionárias entre agosto e setembro de 2013. Tudo indica que o super carro custe aproximadamente R$ 125.000.

Vale acrescentar que o automóvel será fabricado no México.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A montadora Ford cada vez mais conquista espaço na Índia. Suas filiais no país estão obtendo sucesso, especialmente no que diz respeitos às vendas do EcoSport. De acordo com a empresa, em 17 dias foram comercializados aproximadamente 30 mil veículos no local.

Tudo indica que esse grande índice de vendas se deva ao design do modelo, que de cara, agradou o consumidor indiano. Na verdade, o EcoSport tem feito sucesso e conquistado admiradores por onde passa. A aceitação da marca acabou estimulando a montadora a investir na implantação de outros modelos da Ford no mercado indiano.

De acordo com o presidente da Ford Índia, o sucesso do EcoSport pode ser atribuído também à massiva divulgação e empenho das filiais da marca no país. Logo após a apresentação do veículo no Salão de Nova Déli, em 2012, o carro foi propagado intensamente na mídia, em eventos locais e aos poucos ganhou as ruas.

O mercado indiano está em franca expansão e as expectativas de venda para o segundo semestre desse ano e também para 2014, permanecem em alta. Sendo assim, a Ford continuará investindo e apostando em novidades para agitar o cenário automotivo.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Ford EcoSport na ÍndiaA Ford não tem o que reclamar de suas filias instaladas na Índia. Segundo a fabricante o seu modelo EcoSport anda fazendo muito sucesso na terra do tio Ghandi.

A empresa afirma que em apenas 17 dias, 30 mil veículos foram encomendados somente na Índia. Ainda não se pode dizer o que influenciou esse aumento espantoso de vendas. Mas o que podemos imaginar é que o indiano gostou mesmo do design e se identificou por completo com esse modelo, que convenhamos também fez seu sucesso em solo brasileiro.

Esse sucesso que a Ford teve na Índia incentivou a montadora a pensar na possibilidade de aumentar as vendas dos demais modelos que possui.

O presidente da Ford Índia acredita que o sucesso do EcoSport se deu pelo empenho que a filial indiana fez em divulgar o modelo no país após a sua estreia no Salão de Nova Déli, no início de 2012. Após a estreia no salão, o novo EcoSport se apresentou em diversas feiras e eventos.

Como todos sabem a Índia é um mercado em franca expansão com boas perspectivas de vendas para o ano de 2014.

A corrida da Europa pelas índias se inicia mais uma vez, só que agora não é mais por especiarias e sim pelo capital financeiro desse gigante emergente que aparentemente está acordando para o mundo.

Por Fernando Setoue


A Ford passará por maus lençóis nos próximos dias ou pelo menos sua filial americana, tudo por conta de um grupo de clientes americanos que estão insatisfeitos com a empresa, que ameaçam abrir uma ação coletiva contra a empresa no Tribunal da Califórnia (EUA).

Os clientes da montadora estão raivosos e cobram medidas que visem melhorar o funcionamento de um sistema de entretenimento que a Ford lançou não faz muito tempo.

A principal queixa ao produto está o fato dele congelar constantemente, de não responder aos comandos de voz ou até mesmo aos toques na tela e o fato do produto encontrar dificuldades para se conectar seguramente com celulares.

Os clientes ainda afirmam que muitas vezes a câmera de ré não liga, o GPS não funciona e outros controles constantemente apresentam alterações e mau funcionamento.

Um escritório da Califórnia foi escolhido para gerenciar o caso em favor dos clientes, o mesmo se prontificou a ir até o fim com esta causa.

Este fato serve de alerta para a montadora perceber que não adianta se antecipar demais e esquecer de entregar qualidade aos clientes.

Para nós brasileiros, serve de lição a ser observada na hora de comprar qualquer veículo.

Até o momento a Ford não havia se pronunciado sobre o caso.

Por Fernando Setoue


A Ford anunciou o lançamento da nova EcoSport 2014 que será somente comercializada na Europa no ano que vem.

A EcoSport feita para o mercado Europeu é muito parecida com a que é fabricada aqui, havendo diferença no motor que é um 1.0 EcoBoost com três cilindros que proporciona 120 cavalos de potência. É ecológicamente correto com baixa emissão de poluentes. A EcoSport terá uma versão com motor 1.6 TDCI turbodiesel que tem 95 cavalos de potência. É super econômica e possui uma baixa emissão de poluentes.

A nova EcoSport foi toda criada no Brasil para ser vendida lá fora, apenas nos paises europeus. As mudanças da EcoSport (que será vendida lá fora) com relação à Brasileira, são as rodas de liga leve aro 16 que foram totalmente redesenhadas e que ficou mais ampla no comprimento com 4,23 metros e a sua largura vem com 1,76 metros.

As linhas externas são iguais ao modelo 2013. O que mudará na versão europeia são as cores. A parte Interna está bem completa tendo itens de série como ar condicionado, trio elétrico, freios ABS e muitos outros.

Por Mariana Rodrigues

Nova EcoSport 2014


Novo modelo será produzido no BrasilA Ford está prevendo para junho o lançamento do New Fiesta 2014 totalmente reestilizado, idêntico ao fabricado na Europa, só que agora será fabricado no Brasil

O New Fiesta terá três versões de motorização e câmbio.

O New Fiesta 2014 S vem com motor 1.5 16v Sigma com potência de 111 cavalos, câmbio de 5 marchas e vários itens de série, como o ar condicionado manual, vidros e travas elétricos, freios ABS com EBD, airbag duplo e Central multimídia My Connection pelo preço de R$ 38.990.

A versão SE vem com motores 1.5 e 1.6 Sigma 16v com câmbio manual ou automático com 6 velocidades e dupla embreagem, sendo que o motor 1.6 vem com 130 cavalos de potência com vidros elétricos nas portas de trás, faróis de neblina e rodas de liga leve de 15 polegadas com o preço de R$ 42.490 para o motor 1.5 e R$ 45.490 com motor 1.6. 

A versão top de linha, que se chama Titanium, vem com motor 1.6 e duas opções de câmbio (manual ou automático) e com todos os itens de série das versões anteriores e mais alguns, como bancos revestidos em couro, controle de velocidade e outros itens de luxo, pelo preço de R$ 51.490.

Por Mariana Rodrigues


Fusion HybridO modelo Fusion Hybrid da Ford foi um dos carros que receberam nota A em teste relacionado ao consumo energético em 2013.

O carro é equipado com ar condicionado e mesmo assim ficou com o primeiro lugar no ranking dos modelos mais econômicos.

Com novo motor 2.0 o sedan estimulado por seu propulsor que utiliza duas fontes de energia. O seu consumo urbano de acordo com o teste feito pelo Inmetro é de 16,8 km/l.

A Etiqueta Veicular classifica os veículos, de acordo com o Inmetro, levando em consideração a eficiência energética por categoria, resumindo, quanto eles necessitam para a locomoção.

As classificações foram de A até E, os melhores pontos foram para os automóveis que na mesma faixa de condições consomem menos energia comparados com seus pares.

Em carros híbridos os valores verificados em gasolina e álcool são transformados em joule, unidade que mede energia.

O Fusion Hybrid é um carro sofisticado e luxuoso, por fora visual esportivo e por dentro materiais de excelente qualidade distribuídos em um amplo espaço.

Entre as suas qualidades modernas estão os comandos no volante, que acentua a sensação de esportividade da máquina.

É necessário levar em consideração que o consumo varia de acordo com a condução feita por cada motorista.

Para conhecer um pouco mais sobre o Fusion acesse www.ford.com.br.

Por Luciana Ap. Santos e Silva


No último dia 25 de março a Ford oficializou o que já se sabia: uma produção nacional do New Fiesta hatch.

A nova linha de produção foi inaugurada na fábrica da montadora localizada em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O carro que até então era importado do México tem previsão de estreia nas lojas já no dia 20 deste mês.

De acordo com as informações dadas pela montadora a expectativa é que o hatch possa concorrer com o HB20, 208 e Ônix, entre outros modelos.

Outro anúncio feito pela Ford foi em relação ao New Fiesta Sedan. Segundo a fabricante o modelo parou de ser importado das fábricas mexicanas desde que o modelo reestilizado começou a ser produzido por lá no ano passado. Entretanto, a Ford não informou a partir de quando exatamente o sedã passará a ser produzido em terras nacionais. As unidades do modelo sedã que ainda estão disponíveis para a comercialização são exatamente aquelas que estavam em estoque.

Com tudo isso o único modelo que ainda continuará sendo importado do México será o Ford Fusion. A montadora ainda está analisando a possibilidade de importar outro modelo do país levando em consideração o aumento da comercialização de veículos entre o Brasil e o México.

Por Denisson Soares


Segundo a Ford do Brasil, sua mais nova aposta, o sedã Fusion, em breve será lançado no mercado brasileiro. A data de estreia está agendada para 25 de fevereiro.

Segundo a fabricante, o novo Fusion será equipado com motor flex, câmbio automático e tração na dianteira. De acordo com informações da Ford do Brasil, o propulsor do Fusion é o Duratec 2.5, capaz de entregar 173 cavalos de potência.

No Brasil, o carro será disponibilizado em apenas uma versão, sendo ela a SE, modelo que corresponde ao intermediário nos Estados Unidos. Em território norte-americano o carro agradou bastante, entretanto, passará por algumas mudanças a fim de ser adaptado ao perfil do consumidor brasileiro.

As principais mudanças dizem respeito à parte mecânica, uma vez que o carro perdeu potência. A versão original chega a desenvolver  240 cavalos. O novo Fusion Flex deve perder alguns itens da versão top de linha. Ficam de fora, nesse sentido,  o Lane Keeping, assistente de auxílio ao motorista  e o ACC,  controle de velocidade de cruzeiro.

O preço de venda ainda não foi divulgado pela Ford do Brasil, mas tudo indica que o valor deve ficar próximo de R$ 90.000.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Recentemente a montadora Ford apresentou no mercado de autos a versão do Fusion com o novo motor Ecoboost 2.0, composto por um turbo fabricado por uma superliga, que o desenvolveu sobre os mesmos pilares dos propulsores dos ônibus espaciais.

O tipo de motor utilizado no Fusion já equipa automóveis como o Explorer e o Edge, no entanto, o diferencial é que no lançamento da Ford, o Ecoboost  Ecoboost 2.0 suporta a temperatura máxima de 1050º C, enquanto os carros mencionados aguentam apenas 970º C.

Ao otimizar o Fusion, a marca pretende propiciar melhor desempenho, maior durabilidade e excelente desempenho. Como se não bastasse, visa diminuir o cansaço térmico do motor.

Segundo a Ford, por meio de melhores tecnologias no Turbo, a performance do carro é mantida ao longo de toda sua vida útil e isso vale tanto para as configurações mecânicas, quanto para a utilização do turbo.

Tudo indica que o veículo será lançado oficialmente na segunda quinzena de outubro, no Salão do Automóvel de São Paulo. Os valores de comercialização ainda não foram divulgados pela montadora

Pautado em princípios de modernidade, beleza e funcionalidade, o novo Fusion tem tudo para encantar.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Com o constate investimento das montadoras na fabricação de modelos de veículos no Brasil, a Ford aposta suas fichas na fabricação do face-lift do New Fiesta no ABC de São Paulo, região tradicionalmente conhecida pelas inúmeras empresas de carro presentes, que geram empregos e fazem girar a economia da área.

Com esta produção do New Fiesta no Brasil, o veículo da Ford vai entrar no mercado automobilístico nacional já com o face-lift, o mesmo que tem sido observado com camuflagem em países europeus.

A cidade do ABC que foi escolhida para a produção do modelo é São Bernardo do Campo. Em um primeiro momento, as unidades do pré-série iriam começar a ser montadas, mas houve um problema relacionado ao prazo que, segundo a Ford, não foi cumprido por seus fornecedores. Desta forma, a produção que estava próxima de iniciar terá um atraso de aproximadas oito semanas.

Sendo assim, o início da produção das primeiras unidades do compacto ocorrerá no mês de setembro, ao invés de abril, como estava configurado no início. O projeto da produção do New Fiesta no Brasil deve durar apenas três anos, pois, com a constante atualização dos modelos, é provável que, após este prazo, seja iniciado um novo plano para a geração posterior do veículo.

Por Marcelo Araújo


A Ford lançou mais um de seus modelos da linha 2013. O novo Mustang não tem grandes alterações em relação à sua versão antecessora, mas trouxe algumas tecnologias novas implantadas.

Entre as mudanças adotadas pela fabricante estão grade dianteira mais visível, faróis reguláveis, entradas de ar no capô e retrovisores com LEDs que apresentam o logotipo do cavalo no momento em que as portas se abrem.

O Mustang também tem um motor poderoso e uma potência como poucos veículos possuem. O automóvel tem motor 5.0 oito válvulas com 420 cavalos de potência, 18 cv a mais do que a versão anterior apresentava. O câmbio é automático com seis marchas e oferece ainda o recurso SelectShift, que possibilita ao motorista trocar o automático pelo manual.

No interior do veículo ainda pode-se encontrar uma tela de 4,2 polegadas feita em LCD que contém o sistema de navegação do veículo e o entretenimento SYNC, que oferece botões no volante e aplicativos que permitem monitorar o desempenho do veículo.

Com todas estas especificações, a Ford tinha o objetivo de criar o carro esportivo que oferece o maior número de customizações. Assim, a preparadora Roush ainda criou três modelos de personalização: a Stage 1 (com elementos aerodinâmicos diferenciados, entre eles defletores traseiros e dianteiros, saias laterais e tomada de ar no capô), a Stage 2 (com suspensão recalibrada, estabilizador dianteiro, amortecedores, rodas de 18 polegadas e pneus especiais) e a Stage 3 (que tem um motor mais potente porque adiciona um turbocompressor que aumenta a potência para 573 cavalos).

O preço do Mustang começa em 47.940 dólares, cerca de 98.626,00 reais.

Fonte: Ford

Por Matheus Camargo


A montadora Ford irá fazer duas demonstrações públicas do seu novo lançamento, a Nova Ranger.

As apresentações serão realizadas em duas importantes feiras agropecuárias do Brasil. Vale lembrar que o modelo ainda não começou a ser vendido oficialmente. 

A Nova Ranger XLT é uma das atrações da ExpoLondrina, que será realizada até o dia 15 de abril. O outro protótipo ficará exposto na Tecnoshow, em Goiás. Durante as exibições os participantes poderão conhecer de perto todos os detalhes do novo veículo, como o seu design moderno e diferenciado.

Para promover ainda mais o novo modelo, a Ford irá realizar uma ação. O objetivo é presentear um dos frequentadores dessas feiras com uma Nova Ranger. Para participar, os interessados deverão se inscrever no stand da empresa.

O The Global Ranger Challenge irá premiar aquele que propor o desafio mais interessante para os organizadores, sendo que as cinco melhores sugestões serão transformadas em vídeos e o vencedor será escolhido pelos internautas.

Mais informações poderão ser obtidas no site da Nova Ranger.  

De acordo com a gerente de Produto da empresa, Lucíola de Almeida, é comum a Ford apresentar os seus novos modelos em feiras agropecuárias, tornando-se até uma tradição da companhia. O principal objetivo é conquistar clientes entre esse público através de condições especiais.   

A previsão é que o lançamento oficial aconteça nos próximos meses, sendo que o principal objetivo, de acordo com a empresa, é ser líder na categoria.

Por Joyce Silva


A grande aposta da Ford é o novo Kuga. O SUV ganhou novas dimensões, está maior, mais largo, mais alto e ainda mais completo. A nova geração do modelo recebeu vários itens com tecnologia de ponta, o que também o diferencia de seu antecessor.

Dentre outros atributos, o Kuga possui abertura elétrica do porta-malas, detector de veículos em pontos cegos, bancos rebatíveis automáticos, moderno sistema de conectividade SYNC com funcionalidades como Bluetooth e comando de voz. 

Em termos de visual, o automóvel é bem similar ao Escape, que foi comercializado apenas no mercado norte-americano, porém, o novo utilitário é 10 centímetros maior, o que o torna mais imponente. Vale salientar que o porta-malas é bem amplo e conta com 442 litros, 82 a mais que o Escape. A paleta de cores vem bastante variada e o design é em síntese, moderno e elegante.

A propulsão do Kuga 2013 será realizada através de três modalidades de motorização: 2.0 a diesel, com potência de 138 ou 161cavalos e 1.6 a gasolina, que atinge 148 cavalos.

A princípio, o carro será vendido exclusivamente na Europa e não há previsão para sua chegada ao Brasil. O valor de comercialização ainda é indefinido.

Por Larissa Mendes de Oliveira


O evento de automóvel mais importante da América do Norte terá novidades este ano. A Ford irá apresentar ao público, no próximo dia 10, o modelo conversível Shelby GT500 no Chicago Auto Show. O carro não é para qualquer um, pois proporciona muita adrenalina.

O estilo do esportivo é despojado e com um toque de luxuosidade. Além de apresentar o veículo para os amantes de carros, a SVT (Special Vehicle Team), responsável pelo sucesso mundial da marca, comemora seus 20 anos. Uma data importante para um modelo surpreendente.

A potência foi praticamente triplicada desde o seu momento de estreia em Chicago, no ano de 1992. A motorização, que possui  650 cavalos, equipa o conversível com seus 5.8 litros V8. Além disso, a empresa italiana Brembo e a Bilstein fizeram questão de fabricar freios especiais e amortecedores eletricamente ajustáveis, respectivamente.

Um dos pontos contra foi o decréscimo da velocidade. Ela acabou caindo 70 km/h e de 320 km/h foi para apenas 250 km/h, devido às limitações elétricas impostas pelo modelo. Apesar disso, o engenheiro da SVT garante que o veículo é tão habilidoso quanto os outros antigos da mesma linha e a Ford assina embaixo. 

Por Jéssica Monteiro da Silva

Fonte: G1


Segundo anuncio feito pela Ford nesta sexta-feira (4 de outubro), o novo conceito Fiesta ST deve ser apresentado ao mundo no próximo Salão do Automóvel de Los Angeles, que acontece entre os dias 18 e 27 deste mês, na cidade norte-americana.

A Ford já adiantou que o protótipo do carro deve atingir os 220 km/h de velocidade máxima. Além disso, o veículo vai de 0 a 100 km/h em 7 segundos e possui 180 cavalos de potência.

A empresa também afirmou que de todos os “new fiestas” já produzidos, a nova edição é a mais rápida e, ao mesmo tempo, mais esportiva. O motor faz parte da mesma família do que é utilizado pelo Fiesta RS no Campeonato Mundial de Rali. O carro também procura seguir as tendências tecnológicas que permitem a economia de combustível, com injeção dupla e mais rápida.

Outra novidade do carro é a suspensão, que é tunada. Além disso, as rodas são de alumínio e têm 17 polegadas de tamanho, seguindo as últimas tendências da moda automobilística. Para fechar com chave de ouro o design do Fiesta ST, a carroceria copia os fiestas de competição.

Por Mozart Artmann


Um carro que é campeão de satisfação e preferência para aqueles que podem gastar um pouco mais, é o Ford Fusion.

Lançado no país em 2006, este sedan de luxo conseguiu superar em vendas carros já tradicionais no mercado. Veículo grande, confortável e de alto luxo, se tornou preferência popular, sendo eleito por algumas vezes o carro do ano.

Sua nova versão V6 será lançada no Brasil. Com 243 cavalos, tração dianteira, motor 2.3, transmissão automática e freios ABS, o novo modelo promete trazer mais potência para o carro. O veículo não virá com o sistema de monitoramento para pontos cegos e câmera de ré, presente nas versões anteriores.

Os itens de série deste modelo serão: câmbio automático sequencial de seis marchas, bancos de couro elétricos, seis airbags, sensor para estacionamento, chave programável, monitoramento de pressão dos pneus, bússola integrada ao áudio e acendimento automático dos faróis.

O carro poderá ser encontrado nas concessionárias Ford pelo valor de, aproximadamente, R$ 90.000.

Por Rodolpho Medeiros


Maio de 2011 vai acabar se transformando no mês das promoções de veículos. Depois da Peugeot vender carros a preço de fábrica, a chinesa Jac Motors oferecer modelos completos a preços inacreditáveis e a Chery oferecer o carro mais acessível do mercado brasileiro, agora é a vez da Ford entrar na "dança" oferecendo o eficiente veterano Ford Fiesta Rocam 1.6 Flex, nas versões Hatch e Sedã com preços especiais. O Hatch sairá por R$ 37.900 e o Sedã a R$ 39.900.

Valores que se tornam extremamente competitivos quando se vê a lista de itens de série que equipa o modelo na configuração Class. Além dos itens de segurança como airbags frontais e freios ABS, o modelo ainda conta com computador de bordo, direção hidráulica, ar condicionado, entre outros itens que aumentam a relação custo-benefício.

O visual dos modelos também agrada com um desenho leve, funcionalidade e linhas suaves. O motor Flex Rocam 1.6 possui bom desempenho, rendimento e ainda é econômico.

Em principio esta promoção nos preços do Fiesta Rocam está valendo para os estados do Rio de Janeiro e São Paulo e promete aquecer a briga pelas vendas neste promocional mês de Maio de 2011.

Por Manoel Câmara


A Ford vem trabalhando há um bom tempo para renovar a picape Ranger, tanto é que apresentou, algum tempo atrás, a sua nova linha, que ficou conhecida como T6. O modelo é um projeto global, que a montadora quer comercializar em 180 países, assim como vai fazer com o novo Focus e alguns outros veículos. Aos poucos, a nova geração da Ranger vai mostrando a sua cara.

A versão com cabine dupla já foi até apresentada na Austrália, mas ainda não teve a sua produção iniciada. Agora foi a vez do modelo com cabine simples ser flagrado trafegando quase que sem disfarces, conforme mostra a foto do site Detroit News.

Especula-se que a nova Ranger estará à venda logo no início de 2012, inclusive no Brasil, sendo empurrada pelos motores Duratec 2.5 e TDCi Duratorq, de 2.2 e 3.2 litros, possivelmente com algum destes propulsores tendo a opção flex.

Por André Gonçalves


Modelo utilitário de grande apelo no segmento de serviços pela funcionalidade, que é uma de suas características principais, a picape também pode ter um jeitão bem esportivo. E este é o caso da Ranger Sport da Ford, que já tem sua linha 2011 e o preço partindo de R$ 55.950.

E na linha 2011 a picape da Ford mantém o seu desenho aproximado ao esportivo com linhas equilibradas, uma frente imponente e marcante e ainda capricha nos itens de série. Entre eles encontram-se a direção hidráulica e o trio elétrico, entre outros que garantem bom desempenho, conforto, dirigibilidade e segurança e que mantém o ar de esportividade também dentro da cabine, o que a torna uma boa opção para o público jovem.

Quanto à motorização, que segundo sites especializados, poderá ter um motor flex futuramente, é a mesma da linha anterior. Um propulsor Duratec de 2.3 Litros 16V que rende 150 Cv de potência, garantindo força ao conjunto aventureiro deste modelo. E para garantir uma boa relação custo-benefício a agora mais equipada Ford Ranger Sport 2011 tem garantia de três anos com a montadora, através de sua rede de concessionárias, oferecendo com preço fixo um pacote de revisões, garantindo assim uma boa e econômica manutenção do modelo.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


O início de 2011 trouxe boas notícias em relação ao fechamento do ano anterior sobre as vendas para a Ford Caminhões. O ano de 2010 foi promissor para a empresa, que obteve um alto número de caminhões vendidos, cerca de 2.899 unidades, batendo recorde de vendas e crescimento da ordem de 40%.

Outro setor favorável foi o da linha de vans Ford Transit, que conseguiu atingir um aumento de 113,8% em número de emplacamentos. Segundo o diretor de Operações de Caminhões da Ford América do Sul, Oswaldo Jardim, o ano de 2010 representou um ano significativo para a Ford Caminhões que conseguiu maior estabilidade e crescimento do número de distribuidores, hoje eles somam 134 em todo o território brasileiro.

O diretor aponta ainda que as vendas das vans Ford vem aumentando e ganhando cada vez mais a preferência de frotistas.

As informações são do portal Ford.

Por Andrea Gomes


Considerado importante ano para o segmento, as vendas de carros em 2010, no Brasil, saudaram uma nova Era ao país. A diminuição dos índices de desemprego, o aumento do poder de renda da população e a viabilidade de aquisição de bens, entre os quais veículos automotores, propiciaram – e ainda propiciam – novos investimentos, tanto por meio das empresas nacionais como através das estrangeiras.

Caso típico, elucidativo, é o da montadora Ford, a quarta que mais comercializou exemplares no país em 2010. Segundo Mark Fields, presidente da fabricante para as Américas, a empresa atualizará toda a linha de produtos à América do Sul em até três anos.

Além de indicar renovação em modelos pelo continente, a Ford pondera a viabilidade de disseminar uma nova linha de caminhões já neste ano no Brasil. Segundo Fields, a nação corresponde como o quinto mercado mais importante para a montadora e seus negócios. Essa constatação pode ser transcrita em dados: no ano passado, mais de 360 mil unidades foram comercializadas por aqui, incremento de 12,4% sobre 2009.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Fenabrave


Para os apaixonados por carros e pelas novidades do mundo automotivo, Janeiro de 2011 promete começar bem. Logo no primeiro mês do ano vai acontecer o Salão do Automóvel de Detroit onde com certeza serão exibidas muitas novidades. E uma delas promete ser o protótipo da próxima geração do SUV Kuga da Ford, conforme matéria do site Carsale UOL e informações da Automotive News.

O SUV Kuga, nome do modelo na Europa, também é conhecido como Escape, terá o inicio de sua fabricação a partir da segunda metade de 2012 com a previsão do inicio das vendas no ano seguinte nos Estados Unidos. Trata-se de um utilitário esportivo e pequeno porte, desenho limpo, sem arestas ou reentrâncias e de aspecto esportivo.

O atual Kuga, de acordo com a matéria citada, foi o segundo utilitário esportivo mais vendido na Europa e apostando nesta boa aceitação a Ford investirá com certeza em uma nova geração que deverá ser ainda mais atraente. Falta decidir o nome de batismo do novo modelo, pois a Ford não sabe se adotará a política de um nome global como já fez em relação a outros modelos de sucesso de sua linha de produção.

Por Mauro Câmara


Com certeza o stand da Ford no próximo Salão do Automóvel de São Paulo, que ocorrerá no final deste mês de Outubro (27 de Outubro a 07 de Novembro), no parque de exposições do Anhembi, terá grandes novidades e uma delas será a versão conceitual do seu novo SUV, o utilitário esportivo Explorer América, conforme matéria do site Carsale UOL.

Conforme a montadora este conceito terá motor EcoBoost V6 de 3,5 Litros com turbo e injeção direta de combustível, fazendo com que o bloco renda 344 CV de potência. Sua transmissão será de seis velocidades com controle Autoshift, que reduz as marchas por meio de acionamento de um botão, auxiliando na economia de combustível. Ainda de acordo com as informações da Ford os assentos são deslizantes e rebatíveis com um toque. Este SUV trará bússola tridimensional, unidade de navegação com mapa topográfico incorporado ao painel e mesa de trabalho com assentos.

O desenho do conceito também promete atrair a atenção dos admiradores de veículos utilitários esportivos que unem força, desempenho e potência. Suas linhas mais arredondadas lhe conferem um desenho de força e imponência com um visual marcante equilibradamente bem composto com os pneus largos e as rodas de cinco raios que complementam o conjunto de força e aderência que este SUV passa.

Por Mauro Câmara


O 26º Salão Internacional do Automóvel, em São Paulo, está chegando. Será realizado entre os dias 27 de outubro e 7 de novembro, no Anhembi. E uma das novidades prometidas para o salão é a F-250 Super Duty Lariat. A Ford confirmou a presença da picape ao lado do Mustang Shelby.

O novo motor 6.7 V8 Turbocharged, diesel, fornece 395 cv de potência. Outra novidade é o sistema de comunicação e entretenimento Sync, com comando de voz, conexão bluetooth para celular e GPS integrado.

A Ford oferece o pacote ‘Ford Work Solutions’ que dispõe, dentre outras coisas, de computador no painel com acesso à internet em banda larga e impressora.

Por VSZ


Está programado para o período de 27 de outubro a 07 de novembro deste ano, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. E nesta última sexta-feira, 17 de setembro, a Ford confirmou a participação neste evento do Mustang Shelby GT500 2010.

A criação do modelo teve a participação de Carroll Shelby, que foi responsável pela primeira versão esportiva da linha, no ano de 1964. A nova versão trará detalhes que lembram o veículo dos anos sessenta, como as faixas brancas na carroceria.

Com motor  V8 5.4, o novo mustang apresenta freios reforçados para suportar a sua potência, além de novas molas e amortecedores na suspensão para proporcionar maior estabilidade. Seu interior foi todo confeccionado em couro preto.

Por Elizabeth Preático

Fonte: G1


No final deste mês de setembro será exposto no Salão de Paris o novo Focus ST, da Ford. Trata-se do modelo mais potente da linha, o qual será apresentado em uma nova cor criada pela fabricante, chamada de “tangerine scream” (grito tangerina).

As vendas do novo Focus ST estão previstas para iniciarem no ano de 2012. O novo veículo possui motor Ecoboost 2.0 de 250 cavalos e câmbio manual de seis velocidades.

Sua criação foi baseada na versão hatch do Novo Focus, apresentando diferenciais externos nos para-choques e grades, saída de escape central, dentre outros. Internamente conta com acessórios de fibra de carbono, couro e manômetros extras, em consonância com o estilo esportivo do veículo.

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, Webmotors, Jalopnik


No final do mês de Outubro mais precisamente dia 27 no pavilhão de exposições do Anhembi em São Paulo terá inicio o Salão do Automóvel de São Paulo edição 2010 que promete muitas novidades, lançamentos, apresentação de carros conceito e inovações da indústria automobilística e a montadora Ford, conforme matéria do site Revista Autoesporte já confirmou as estrelas que levará para participar da festa.

O stand da montadora se chamará “Design Hall 2010” destacando principalmente o design de seus modelos, as aprimorações dos desenhos de seus modelos atuais e novos projetos, que faz com que seus carros chamem sempre a atenção e o interesse dos consumidores e do público em geral.

Os destaques confirmados de acordo com a matéria citada são: no cenário nacional a apresentação da nova versão do Ford Focus que ganhará o nome de Focus Titanium e que será a linha 2011 deste modelo. Outros modelos já conhecidos também participarão da mostra como o Ka, Ford Fiesta e o Ecosport, assim como o sedã New Fiesta recentemente lançado.

Do cenário internacional um modelo que promete fazer sucesso e está sendo muito esperado é o Mustang Shelby GT500, esportivo que nesta versão virá com motor V8 de 5.4 Litros e que pode render 547CV de potência e que vai, com certeza, fazer os olhos dos apaixonados por este tipo de carro, brilharem.

Por Mauro Câmara


A Garmin é uma das empresas líder no setor de GPS, e seus navegadores podem ser encontrados em diversas marcas e modelos de automóveis. Alguns já vem instalado de fábrica; outros, são adquiridos pelo proprietário do veículo. Independente da opção, o local aonde o dispositivo fica instalado é o painel do veículo.

Pois a Ford e Garmin querem mudar isso. E a partir de agora os veículos da montadora americana vendidos na Inglaterra já sairão com o GPS instalado ao lado do espelho retrovisor. O modelo escolhido é o Garmin MirrorNavi, que possui uma tela de 3.5 polegadas. Assim o motorista pode visualizar os dados de navegação numa posição bem mais acessível.

O navegador GPS custará o equivalente à 792 reais, e estará presente em todos os modelos da Ford, exceto no Ka e no Ranger.

Por Maximiliano da Rosa


Que os carros estão ficando a cada dia mais modernos ninguém dúvida. Com seus GPS, bluetooth, MP3 Player DVD e muito mais, eles estão se tornando uma central multimídia sobre rodas.

Para completar o time de possibilidades, a Ford vai disponibilizar em breve carros com internet. Será possível se conectar com celulares, notebooks, tablets, netbooks e leitores digitais, por exemplo, e ter acesso à rede mundial de computadores.

Alguns modelos mais requintados já oferecem a ferramenta Sync, porém, uma nova versão será lançada em breve. Com um modem portátil instalado no carro, basta conectar um modem 3G, por exemplo, para que o carro se transforme em um roteador, distribuindo o sinal para os demais passageiros.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: Meio e Mensagem


Com design moderno que lhe confere uma estética agradável o novo Mondeo da Ford foi lançado no Salão do Automóvel de Moscou no último dia 26 de Agosto. Com mudanças significativas no desenho e na motorização o novo lançamento da Ford é uma boa aposta da montadora para aumentar suas vendas na fatia de mercado do modelo e disputála com rivais do porte do Citroen C5 mundialmente.

O novo Mondeo vem agora com luz diurna em LED logo abaixo dos faróis, um reestilizado parachoque que lhe confere uma frente ao mesmo tempo moderna e marcante, finalizando as linhas da carroceria, em sua frente, com um agradável ar de esportividade. O acabamento do interior agora é feito em plástico de alta qualidade, um redesenhado e novo console central e a iluminação é também em LED.

Ganhando potência e opções, o novo Mondeo vêm trazendo mudanças importantes e significativas em sua motorização. Seu motor agora é Ecoboost 2.0 a gasolina, possuindo duas versões: turbo com potência de 243CV e a normal que chega a 202CV. E ainda conta com outra opção movida a diesel, o motor Duratorq TDCi 2.2, que foi devidamente revisado para o novo Mondeo e vem com potência de 205CV, garantindo potência e força. Para se ter uma idéia da importância da mudança na motorização, que a Ford quer que seja o principal diferencial e atrativo do novo Mondeo, na versão turbo o motor Ecoboost atinge a velocidade máxima de 246 Km/h, acelerando de 0 a 100 Km/h em apenas 7,5 segundos. Excelente para um sedã urbano. Na outra versão do motor a aceleração de 0 a 100 Km/h é feita em 8,1 segundos.

O preço do novo Mondeo no Reino Unido será o equivalente em reais a R$ 47.194 (£ 17.295).

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Nesta última terça-feira, 17 de agosto, a Ford anunciou, através do seu diretor de vendas e marketing, Jorge Chear, que no final deste ano, chegará ao Brasil o modelo Fusion Hybrid, que é uma versão híbrida do sedã de luxo da empresa, com motor movido à energia elétrica e combustão.

De acordo com Chear, o modelo será exposto no próximo mês de outubro, no Salão de São Paulo. Ainda não se sabe o preço do Ford Fusio Hybrid, apenas que será mais caro do que a versão V6 3.0, cujo valor atual é de R$ 101.400.

O G1 testou o novo veículo em pista circular e destacou que ele chama a atenção pelo silêncio quando movido apenas pelo motor elétrico.

Por Elizabeth Preático

Fonte: G1


As concessionárias brasileiras já estão recebendo o novo modelo do Fiesta 2011, batizado de New Fiesta 2011.

O modelo tem novas linhas externas, ítens de série diferenciados e preço a partir de R$ 49.900.

O utilitário, que será oferecido ao mercado na versão sedã, terá linhas semelhantes às do modelo Ford Focus, ar-condicionado, alarme, travas elétricas, entre outros acessórios de série desde o modelo básico.

Como opcionais, a Ford dispõe de AirBags, Freios ABS, vidros elétricos, bancos em couro, entre outros. O Ford New Fiesta 2011 será equipado com motor 1.6 litro biocombustível.

No site www.ford.com.br é possível conhecer detalhes e informações técnicas da nova geração do Fiesta.

Por Luana Neves


De desenho robusto, linhas sóbrias e com uma aparência de resistência cujo DNA vem da marca Ford, especialista em picapes de força e desempenho, já foi lançada a linha 2011 da Picape F-150 Harley-Davidson em edição limitada, que virá ainda mais potente e poderosa do que a versão anterior.

A primeira modificação tornou a resistência ainda mais potente. O motor de 5.4 Litros que gerava 320CV de potência e que equipava a versão anterior foi substituído por um V8 6.2 Litros de significativos 411CV de potência tornando a F-150 Harley-Davidson, além de bonita, potente a toda prova.

Além da força as outras modificações da linha 2011 estão no painel, que ganhou novos grafismos e trás agora um display de LCD de 4,2 polegadas onde o motorista poderá conferir e controlar informações sobre combustível e ângulos de inclinação, em um painel eficiente que compõem muito bem o interior de uma cabina confortável, que entre outros itens ainda ganhou nesta edição limitada um sistema de navegação controlado por voz.

Resta agora a divulgação do preço desta nova linha, pois esta versão com certeza em todos os aspectos vai agradar aos amantes de picapes fortes, bonitas e potentes.

Foto: Dream Car

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


A empresa automobilística Ford está investindo fortemente no setor de locação de veículos.

De acordo com Oswaldo Ramos, gerente nacional de vendas da empresa, o negócio não é uma ação isolada, mas sim, faz parte da estratégia de produção de todos os lançamentos de modelos. A idéia é que as locações levem um comprador em potencial a conhecer os modelos da Ford. O primeiro contrato foi firmado com a Localiza, para onde serão destinados seis mil veículos, sendo que a primeira remessa será de quinhentos EcoSport FreeStyle 1.6.

De acordo com a Ford, há ainda negociações sendo feitas com mais duas grandes locadoras. Com 3,92% do mercado de locação de veículos, a Ford pretende aumentar este valor para 11%, o qual é equivalente a sua participação nas vendas do varejo.

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, Administradores


Será lançado em território europeu, o novo Fiesta 2011, que apresenta como grande diferencial a sua customização. Isso mesmo, o modelo será vendido com aplicações de adesivos diferenciados, incluindo temas como espadas de ninja e chamas de fogo, para o gosto dos que querem um carro personalizado com características radicais.

Mas em seu interior, o novo Fiesta também trará novidades, com destaque para a iluminação em locais como a alavanca de câmbio e o porta-copos. Além disso, terá também um pacote de proteção, que inclui protetor de porta-malas e tapetes.

No Brasil, o Fiesta 2011 chegará no próximo mês de setembro mas, não deverá conter os itens de customização.

Por Elizabeth Preático

Fonte: Auto Esporte


Para quem leva a serio a idéia que o bom marketing é o boca-a-boca, deve ler os comentários dos proprietários de Focus no site da montadora norte americana.

A Ford criou o Focus Comments, onde admiradores e proprietários poderão passar sua experiência para todos, onde eles elogiam e criticam o carro.

Toda a campanha publicitária do modelo gira em torno da opinião de terceiros, o que mostra toda a eficiência e desempenho do carro, que tem um conceito elevado em qualquer pesquisa de opinião, seja da critica, seja dos consumidores.

Apenas não se deixe levar pelo gosto dos outros, pois apesar de ser um carrão, gosto não se discute e caso o Focus não caia no seu gosto, de nada adianta todos falarem que é um belo carro.

Por José Alberi Fortes Junior


Pouco mais de 166 mil veículos do modelo Ka, da Ford, devem comparecer às concessionárias para verificar o chicote elétrico e possível troca.

Segundo a Ford, todos os veículos passarão por verificação e ajuste do modo como foram afixados os chicotes elétricos.

Problemas como pane elétrica e diversas anomalias com faróis, setas e qualquer componente elétrico podem ser frutos do desgaste irregular, além de incêndios que podem ser provocados por curtos-circuitos mais graves.

As unidades convocadas são os modelos fabricados entre 2008 e 2010, com chassi até o AB203702.

Basta comparecer às concessionárias ou entrar em contato com o 0800-703 3673 para maiores esclarecimentos ou acessar ao site: www.ford.com.br

Por José Alberi Fortes Junior


A Ford apresentou durante o Salão de Pequim, o seu novo carro conceito, o Start. O compacto foi desenhado para ser utilizado nas grande metrópoles, aonde a necessidade de espaço é cada vez maior. Com design futurista o carro tem formas arredondadas, que valorizam muito a aerodinâmica.

Com duas portas, o modelo lembra um pouco o Ford Ka, e muito especialistas o apontam como o sucessor dele. Mas essa é uma informação não confirmada pela montadora americana.

Embora não esteja nos planos de produção, pois trata-se apenas de um conceito, o Start poderia vir equipado com os novos motores EcoBoost. Essa linha foi projetada para emitir menos poluentes sem perder torque, o que permite, por exemplo, ter um propulsor de três cilindros com o mesmo desempenho de um com quatro.

Seguindo a tendência que toma conta do mercado, o interior do veículo conteria diversos itens feitos a partir de materiais reciclados. E sem abrir mão da tecnologia, contaria com o sistema myFord Mobile, desenvolvido pela Microsoft, para permitir o controle de diversas funções apenas utilizando a voz.

Foto: Divulgação

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Carsale


A Europa aceitou bem o novo modelo do Ford Fiesta, e esta aceitação se reflete em números, onde mostra que o carro norte-americano vendeu mais que o Golf da Volkswagen.

O novo desenho do Fiesta, mais atual de com ângulos mais esportivos caíram como uma luva, no tradicional mercado europeu, onde mostra uma retração da linha da Volks, inclusiva na sua terra natal, a Alemanha.

Em março, foram vendidas 68.630 veículos da Ford contra 56.845 de modelos Golf em toda a Europa. Destaque para o Clio, da Renault, que vendeu 43.879 unidades. Estes modelos, infelizmente, não chegam ao mercado brasileiro, que possuem versões bem mais pobres que seus irmãos europeus.

Fotos: Divulgação

Por José Alberi Fortes Junior.


As montadoras de automóveis são consideradas um dos maiores vilões do planeta, segundo os ecologistas. Carros que consomem combustíveis fósseis, e poluem o ar estão na mira das autoridades e governos.

Preocupadas em passar ao público a imagem de que estão preocupadas com o meio-ambiente, a maioria delas está tomando atitudes para diminuir a emissão de poluentes e otimizar o consumo de combustível.

Por isso, a Ford apresentou uma nova tecnologia que passará a integrar seus veículos no futuro, entre eles o Ford Edge, e o Ford Focus 2012. O dispositivo é um software que funciona integrado ao GPS e fornece diversos dados ao motoristas. Um deles é a rota ecológica, que traça no mapa o melhor caminho para economizar combustível. A Ford salienta que isso não significa seguir a rota mais curta ou  mais rápida.

Há ainda a opção de através dos dados do navegador, traçar rotas que evitem os congestionamentos.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: InfoGPS


A linha 2011 do modelo EcoSport – Ford manteve os mesmos motores 1.6 e 2.0 com sistema flex com design um pouco modificado que lembra até o modelo da Land Rover.

A parte dianteira foi reestilizada com uma grade frontal com três linhas horizontais, rodas de liga leve aro 15 com 5 raios e o logo “EcoSport” passa a ser grafado no centro do capô nas versões Freestyle, XLT e 4WD. A parte interna não sofreu muita mudança também, a principal seria a iluminação branca (always on) no painel de instrumentos, novos revestimentos nos bancos e portas e avisos de manutenção, farol ligado e portas abertas.

Os valores variam com a versão e, por exemplo, um Freestyle 1.6 ano 2011 traz novidades como o computador a bordo, vem com controle de áudio, ar condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, rádio My Connection e pode ser adquirido pelo preço de R$57.190, sendo R$1.490 mais barato que a versão anterior.

Por Aline Barbosa


Se você planeja comprar um carro novo, confira os lançamentos previstos para o próximo semestre de 2010 e desfrute de um modelo mais arrojado. A Ford lançará a novo Fiesta com o design mais moderno, mais comodidade e em duas versões, hatch e sedan.

E, vem acompanhado de diversos recursos como abertura elétrica do porta malas, regulagem da altura dos bancos, airbag duplo, freios ABS que possuem um sistema de frenagem anti bloqueio e para descontrair o ambiente, um kit som com CD, MP3, Bluetooth, iPod e USB.

Você pode adquirir esse carro com todo conforto e qualidade por um preço que gira em torno de R$29 a 36 mil reais. Então, fique de olho e não perca essa oportunidade.





CONTINUE NAVEGANDO: