O Honda Civic é tipicamente conhecido por ser um sedã que oferece conforto aos ocupantes e um bom desempenho, tanto em viagens quanto na cidade. O Civic SI é o carro mais esportivo da Honda, e mal foi lançado no Brasil e já teve seus estoques nas lojas esgotados.

O carro é agora um cupê que sai de fábrica nas cores vermelho, preto, branco ou ainda laranja, sendo importado do Canadá. A nova cor claramente é ideal para o esportivo, que precisam ter cor que fuja do tradicional cinza e preto, urbanos.

Foto: Murilo Góes/UOL

SI significa “Sport Injection”, o que já traduz por si só a realidade do modelo. O carro entrega sua potência máxima em 7 mil rotações do motor por minuto. O motor é de 2.4 litros com 16 válvulas capazes de oferecer ao conjunto uma potência de 206 cavalos além do torque de 23,9 kgfm.

A versão anterior do Civic contava com um motor de 2.0 litros, capaz de fornecer ao carro uma potência de até 192 cavalos a 7800 rotações do motor por minuto.

O carro conta com um motor aspirado com duplo comando de válvulas iVTEC, além de um câmbio manual (como não poderia deixar de ser em um esportivo que se preze) de seis velocidades com engates muito precisos e confortáveis.

O carro ainda conta com um controle eletrônico de tração, para evitar o deslizamento e fornecer maior aderência às rodas, melhorando o desempenho do carro em curvas.

Foto: Murilo Góes/UOL

 

O Civic SI tem um belo desenho, herdando, claramente, os traços usados no Honda Civic típico, porém, ganhando uma pegada mais musculosa, principalmente no que diz respeito ao capô, que conta com traços mais fortes.

O carro ainda conta com um aerofólio bem característico, que dá um visual especial ao carro. Outro destaque importante vai para o painel de instrumentos, com muitas opções e luzes de Led, que lembram um moderno cockpít de avião.

Por Nosf

Foto: Murilo Góes/UOL

 


A Jac Motors, montadora que há pouco ganhou parte do mercado brasileiro e, atualmente, faz um certo sucesso entre parte dos apaixonados por carro, traz ao mercado o seu mais novo modelo: o T5.

O modelo é uma aposta da marca para competir com alguns carros que são o sucesso do momento: os utilitários.

A Jac motors ainda não havia apresentado, no Brasil, uma proposta de utilitário. O utilitário esporte chega ao Brasil em alguns meses e promete um motor de 1,5 litros, além da opção de cambio CVT, pela primeira vez colocado em um carro da marca.

Para aqueles mais apressadinhos, a marca informou que a previsão de que o veículo deve começar a ser vendido em meados de 2015, contudo não informou o mês com precisão.

Foto: divulgação

Algumas especificações técnicas do veículo devem ser levadas em consideração. O Jac Motors T5 mede 4,33 metros de comprimento, possui uma distância de 2,56 metros entre os eixos. Além disso, o desenho atual transmite robustez, ousadia e modernidade.

Chamam atenção, também, os faróis diurnos de LED, a ampla grade dianteira, que dá um ar mais agressivo ao Jac Motors T5 e uma ampla estrutura plástica que em forte ascensão rumo à traseira do utilitário.

Um ponto negativo do carro são as largas colunas posteriores. Tal fato não é exclusividade do T5, haja vista os inúmeros modelos atuais saírem das montadoras com colunas cada vez mais largas. O problema está na visibilidade, pois, quanto mais ampla a coluna, menor a visibilidade do condutor.

Foto: divulgação

Ainda em relação ao motor, é bom acrescentar que o motor do Jac Motors T5 produz uma potência máxima de 127 cv.

O interior do Jac Motors T5 também foi modificado e amplia ainda mais o ar de modernidade do utilitário. Além disso, o carro oferece um bom espaço e conforto mediano aos usuários.

Não há previsão de preço para o veículo.

Por Daniel Alves


A Toyota, famosa montadora japonesa, a cada dia que passa impressiona mais com seus modelos de carros. O seu mais novo carrão, que deve chegar ao mercado brasileiro em 2015, é o Novo Toyota Camry. O carro ganhou algumas mudanças e, à primeira vista, impressiona e muito.

Haja vista ser um carro importado diretamente do Japão, o preço do veículo se torna um pouco salgado para o mercado brasileiro. O Novo Toyota Camry não sai de uma concessionária por menos de R$ 158,6 mil.

O carrão desembarca no Brasil com mudanças visuais que agradam e a adoção de equipamentos que ainda não eram oferecidos ao modelo.

Foto: divulgação

No que diz respeito ao aspecto mecânico, não houve nenhuma mudança. O carro continua com o mesmo motor 3.5 V6 que dá ao Novo Toyota Camry uma grande potência em velocidade e nas retomadas. Além disso, o carro é composto por um câmbio de 6 marchas automáticas.

O Novo Toyota Camry teve os faróis redesenhados, grade com novos filetes, para-choques com entradas de ar mais aguçadas. Além disso, a fim de dar ao carro maior robustez e agressividade, foram empregadas rodas de 17 polegadas.

Para se alinhar melhor ao friso cromado da tampa do porta-malas, as lanternas traseiras foram redesenhadas.

Foto: divulgação

A cabine do Novo Toyota Camry impressiona e traz algumas inovações. É possível perceber o conforto e luxo que o veículo oferece. O carro conta com alguns detalhes em madeira, além de possuir um volante com novos comandos. A central multimídia, também, não ficou de fora do Novo Toyota Camry, dando ao carro um maior ar de modernidade.

Outra novidade diz respeito ao aspecto de segurança. Agora, o carro conta com airbags para os joelhos do condutor, o que dá ao carro um total de sete bolsas de ar.

Apesar do preço, o carro oferece boas funcionalidades e equipamentos. Cremos que aqueles que adquirirem um modelo estarão bem servidos.

Por Daniel Alves


O modelo Peugeot 2008 foi apresentado brevemente no Salão do Automóvel, sem mostrar muitos detalhes. Depois de um tempo de espera, começaram a ser reveladas algumas novidades sobre o modelo, que está sendo produzido no estado do Rio de Janeiro, na cidade de Porto Real.

De acordo com a marca Peugeot, o veículo tem previsão de chegar nas concessionárias a partir do mês de maio de 2015. A marca pretende aguardar primeiramente os lançamentos dos concorrentes nos modelos Jeep Renegade e Honda HR-V, para estudar melhor as estratégias dos competidores.

Somente depois de analisar as táticas que os concorrentes irão utilizar, a Peugeot fará o seu lançamento, realizando, assim, uma melhor elaboração em sua tabela de preços, com o intuito de conquistar o mercado.

Foto: divulgação

O veículo possui um elegante design, com um estilo esportivo. A marca Peugeot estruturou o modelo voltado para a família, possuindo um maior espaço interno e o porta-malas com mais capacidade de armazenamento, se for comparado com o modelo 208 da versão anterior.

O carro possui uma excelente direção e, de início, terá somente a opção de câmbio manual. Com uma inovação, este é o primeiro modelo da marca com transmissão de cinco marchas e o segundo modelo que possui a opção de seis velocidades.

A produção do veículo com a versão automática está sendo planejada para iniciar somente no segundo semestre de 2015. Na série 1.6 FlexStart, o carro é capaz de gerar 122 cv e na série 1.6 THP Flex, consegue gerar 173 cv.

Será integrado o controle de estabilidade e tração somente no modelo 1.6 THP Flex, cuja função é auxiliar na estabilidade e aderência do automóvel no solo, proporcionando uma maior segurança em situações adversas do trajeto.

Foto: divulgação

O modelo também está voltado para a interatividade do motorista e dos passageiros, possuindo uma central multimídia integrada com GPS e tela touch.

Para possibilitar um maior conforto no interior, o veículo possui ar-condicionado digital e um teto panorâmico de vidro. O valor sugerido para ser lançado no mercado deverá ser abaixo de R$ 60 mil.

Por Felipe Couto de Oliveira


O novo modelo Renault Fluence 2015 teve pequenas alterações físicas e se tornou mais belo. A mecânica permanece igual, onde há o uso de um motor com dois litros.

Citando os fatores novos do modelo 2015 do Novo Fluence, pode-se falar o atualizado sistema multimídia R-Link com visor ampliado, que possui 7 polegadas. Ele possui funcionalidade de multitoque, que recorda os smartphones, além de possuir comando de voz para execução de chamadas de telefone.

Ele também possui o ISOFIX, que é um sistema destinado para fixar cadeirinhas infantis no banco de trás, luzes LED na parte de trás e nos indicadores de setas dos retrovisores.

Foto: divulgação

A versão Privillege possui o sistema Walk away closing, onde basta o condutor tomar distância do carro com a chave no bolso que acontece o travamento das portas, além de que os retrovisores são recolhidos de forma automática.

Para o fator de segurança, o novo modelo Fluence possui um sistema de controle de estabilidade (ESP), que permite que as curvas sejam seguras com o conserto dos movimentos que ocasionam que o carro se retire da trajetória comum.

Ele possui também um controle de tração (ASR), que permite um acompanhamento para que o veículo possua mais aderência no solo, sistema de freios ABS com assistência de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que possibilita um melhor desempenho em momentos que é necessário que freio atue de forma mais eficaz.

Foto: divulgação

O veículo possui seis airbags disponibilizados na versão Privilége, sendo eles dianteiros, laterais e tipo cortina. A versão Dynamique possui quatro airbags disponibilizados, sendo eles dianteiros e laterais.

O motor do novo modelo é 2.0 16V Hi-Flex, possuindo duplo comando de válvulas no cabeçote. Existem duas formas de câmbio nele, que são 6 marchas manual e o câmbio CVT X-Tronic.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação


A Chevrolet é uma empresa conhecidíssima e que conta com uma boa base de vendas em território nacional. Vários de seus carros figuram nas listas dos mais vendidos do ano, do mês, etc. Como é uma empresa tradicional no automobilismo, é uma marca muito sólida, com carros que não decepcionam e variam desde pequenos carros urbanos até grandes caminhonetes.

Na linha de picapes, a Chevrolet tem a Chevrolet S10, como seu principal expoente. Combinando sempre um preço acessível à características únicas, é sempre um atrativo no mercado.

A novidade na S10 está na oferta de uma nova motorização com capacidade bicombustível capaz de desenvolver uma potência superior aos tradicionais motores a diesel (como da concorrente Ford Ranger).

Foto: divulgação

A picape é líder de mercado há 20 anos e conta com motor Ecotec de 4 cilindros 2.5 litros flex, capaz de gerar ao carro uma potência de 206 cavalos e um torque de 27,3 kgfm a 4400 rpm. O novo motor promete entregar ao consumidor muito mais eficiência e menos emissões.

A unidade é disponível nas versões LT e LTZ com cabine dupla. E conta com duplo comando variável de válvulas, injeção direta de combustível e sistema de partida a frio, acabando com a necessidade de um reservatório auxiliar de gasolina.

Não bastasse o novo motor, a picape agora recebeu uma nova calibragem na suspensão, com o objetivo de deixar a caminhonete mais firme e estável sobre estradas menos regulares e, consequentemente, melhorando a resposta da direção.

Foto: divulgação

O som do motor não incomoda, a picape também conta com um isolamento acústico na cabine. O carro está disponível na versão 4×2 e 4×4.

As novidades no motor deixaram a picape mais suave à direção. Mesmo em altas rotações o carro não parece estar sendo forçado a trabalhar. A desvantagem reside no fato de que a baixos giros a resposta do carro é um pouco lenta, deixando um pouco a desejar.

Por Nosf

Foto: divulgação


Os apaixonados pela Volkswagen serão sempre apaixonados pela marca. Por isso, a VW sempre inova em seus lançamentos. Agora, a marca traz ao mercado a sua mais nova “máquina”: o Cross UP!

Às vezes é um pouco complicado essas transformações feitas pelas montadoras, haja vista que alguns carros não foram feitos para se tornarem Cross. Contudo, a aceitação do público é boa e tende a suprir essa questão.

Muitos compradores, às vezes, até desconhecem qual seria a utilidade de um Cross e tendem a comprar esse tipo de carro, literalmente, devido ao fato de possuir uma “capa” extra em relação aos modelos convencionais.

Foto: divulgação

Porém, não estamos aqui para ficar criticando ninguém, e sim para trazer informações sobre o novo lançamento da VW, o Cross UP!

Normalmente, você não vê sedãs caros com cores chamativas, adesivos ou muita firula. Um BMW 380i, por exemplo, não passa de um preto, azul ou cinza. Os hatchs médios tendem a se tornar uma espécie de boneca de menina pequena, que sofrem grandes transformações. A VW preferiu manter a tradição dos carros alemães e buscou não dar muitos detalhes “coloridos” ao Cross UP!.

As principais inovações do Cross UP! em relação à versão comum – UP! – Está no fato de ele ter ganhado uma espécie de tampa no para-choque frontal, o que dá ao carro um maior ar de modernidade. Além disso, ganhou detalhes de plástico pouco acima da caixa de rodas.

Outra inovação está no fato do carro ter adquiro uma espécie de friso, que vai do início da porta dianteira ao término da traseira, com a inscrição “Cross Up!”. As rodas são exclusivas do carro.

Foto: divulgação

Em relação à estética, essas foram as únicas mudanças.

O motor continua o mesmo 1.0 da versão comum. Além disso, para aqueles que acham que poderão sair por aí pegando lama em uma estrada de terra, a fim de fazer um passeio cross, podem desiludir. A VW não aumentou a suspensão do carro em relação à versão comum.

Por Daniel Alves


A Lifan é uma marca chinesa de pouca expressão no Brasil. Recentemente, a Lifan lançou seu terceiro carro no território nacional: o Lifan 530, um sedã compacto que entra no mercado a partir de R$ 38.990.

A marca ainda tem muito que aprender para conquistar o mercado brasileiro e crescer em expressividade no mercado nacional. O Lifan é fabricado no Uruguai. A empresa espera que aproximadamente 300 unidades sejam emplacadas ainda no mês de dezembro aqui no Brasil, o que equivale a, aproximadamente, 3% das vendas do Fiat Siena, o sedã compacto mais vendido no país.

Foto: Rafael Munhoz

Claramente, a empresa não vem com grandes pretenções ao Brasil e não tem vontade, nem coragem, de concorrer com os peixes grandes da região.

O carro está dentro do esperado para um sedã compacto. Infelizmente, peca na comodidade do volante, a pegada é ruim e não é firme. O motor é de 1.5 litros e oferece ao automóvel uma potência de 103 cavalos. 

O motor é terrivelmente barulhento, e o som incomoda desde que o carro é ligado e fica pior quando está em alta rotação. O câmbio manual também oferece problemas, com mudanças de marcha imprecisas e violentas. A suspensão não é das melhores, sendo eletroassistida, tal qual o volante, é imprecisa e falha às vezes.

O carro acomoda bem cinco pessoas, contando com um bom espaço interno. O segredo da marca chinesa certamente está nos acessórios e itens de série

Foto: Rafael Munhoz

O Lifan 530 conta com trio elétrico, direção e banco do motorista com regulagem de altura, computador de bordo, sensor de estacionamento, descanso central para o braço, farol de neblina e sistema de som completo com entrada para cd, mp3, usb, entre outros.

A versão Talent é a mais cara, no valor de R$ 40.990, e conta com central de multimídia integrada e sistema de GPS, além de câmera de ré. Nenhum outro sedã compacto oferece tantos acessórios pelo mesmo valor.

Por Nosf

Foto: Rafael Munhoz


Uma novidade da Peugeot estará no mercado neste final de ano e virá para aquecer as vendas, trazendo muita qualidade, conforto e segurança. Modelos com opções atrativas, como o Active 1.6, teto panorâmico – este proporciona um visual espetacular e único para quem está dentro do veículo e ainda aumenta a luminosidade interna, ampliando, assim, a sensação de maior espaço interno -, LEDs diurnos, faróis com máscara negra, rodas de liga leve aro 17 (iguais às do Griffe THP) e retrovisores em preto brilhante. Airbags e faróis de neblina.

Um carro hatch voltado ao público jovem e que virá com a estampa da logomarca Quiksilver nos bancos, portas e tapetes.

O modelo 308 Quiksilver da Peugeot, também tem a opção de ar-condicionado digital Bi-zone,  dessa forma, o ar é direcionado aos passageiros do banco de trás.

Foto: divulgação

Inicialmente, será lançado somente na cor branca banquise, sendo uma série especial esta novidade da Peugeot, com a quantidade prevista de 600 unidades e com preço inicial de aproximadamente R$ 63.190,00. O objetivo da marca será superar o sucesso dos modelos 206 e 207 de porte médio.

Este modelo terá outra novidade opcional: um suporte afixado na capota para transporte de pranchas de surf, combinando com estilo litorâneo e assimilando comodidade para o transporte de tais equipamentos.

Foto: divulgação

Importante também ressaltar a segurança: o modelo 308 Quiksilver, acondiciona 6 airbags (frontais, laterais e de cortina) e oferecem 8 pontos de proteção para todos os ocupantes, o que eleva o veículo como uma referência em segurança; sem falar nos faróis de neblina, pois, em viagens longas é essencial visualizar o que está à frente.

Completando o ensejo da segurança, ele também está equipado com luzes diurnas (Day running lights), que garantem melhor visual do veículo em movimento, sendo um acessório obrigatório em alguns países europeus.

Por Railson Tomás de Araújo Lopes


A Chevrolet, famosa montadora norte-americana, lança a linha 2015 do Cruze com preço a partir de R$ 70.400,00. O veículo já é famoso no Brasil por ser um sedan de extrema elegância, luxo e beleza.

Entre as principais inovações do sedan de luxo da Chevrolet, estão luzes diurnas em Led, rodas de liga leve de 17 polegadas e duas novas cores que o consumidor pode optar.

Além do Sedan, a linha 2015 do Cruze conta com o lançamento, também, da linha Hatch (Sport6). O veículo é conhecido e muito utilizado por jovens, devido ao seu designer arrojado, rodas chamativas e seu ar de esportividade.

Foto: divulgação

Ao contrário do que muitos pensam, o valor da versão Hatch é um pouco mais barata que a Sedan. O Cruze Hatch (Sport6) chega ao mercado com um valor aproximado de R$ 70.400,00 enquanto o valor da versão Sedan chega às ruas com um valor a partir de R$ 73.500,00.

A versão topo de linha, a LTZ, possui como principal inovação uma grade cromada alinhada ao para-choque dianteiro que dar ao carro um ar de modernidade e agressividade. O veículo ficou mais bonito e chamativo, além do mais, não perdeu os contornos do seu antigo modelo, que fez sucesso no Brasil a partir do ano de 2013.

Atualmente, o consumidor busca se destacar enquanto desfila com seus carrões pelo trânsito dos grandes centros urbanos. Pensando nisso, a Chevrolet traz à linha 2015 do Cruze duas novas paletas de cores: o branco vintage e o cinza aztec.

Foto: André Paixão/G1

A linha 2015 do Cruze continua com o motor 1.8 Ecotec Flex, capaz de render ao veículo 144 cv de potência máxima.

A fim de diminuir o consumo, a Chevrolet remodelou seus propulsores. Além disso, a montadora inovou e traz a linha do Cruze 2015 uma versão de seis marchas para melhorar a eficiência energética do carrão. O carro simplesmente é sensacional!

Por Daniel Alves


Após ter apresentado o Hyundai ix25 como carro conceito no Salão do Automóvel de Pequim, em abril de 2014, a Hyundai decidiu torna-lo versão de produção no Salão do Automóvel de Chengdu, também na China, em setembro de 2014.

A versão de produção apresentou algumas diferenças em relação à versão conceito: a grade deixou de ser cromada e ficou mais simples, assim como a grade inferior.

Os faróis de LED da versão conceito, também não foram utilizados, e em seu lugar foram utilizados faróis de neblina. Na traseira, o modelo apresentou uma lanterna mais simplificada, sendo também adotada no para-choque.

O Hyundai ix25 começou a ser vendido na China, com preços variando entre R$ 51.000,00 e R$ 62.000,00.

Nessa faixa de preço está o Ford EcoSport, com quem algum dia poderá disputar mercado no Brasil (caso o ix25 venha para cá).

Por Russel Hernandes

Foto: divulgação


A Honda quebrou um suspense de meses, após a apresentação do seu novo modelo de SUV no primeiro dia de imprensa no Salão do Automóvel de São Paulo, no dia 28 de outubro de 2014. O novo compacto SUV terá o mesmo nome utilizado nos Estados Unidos, México e Europa, ou seja HR-V.

A Honda anunciou que o HR-V estará disponível utilizando uma única motorização, o i-VTEC, de 1,8 litro, flex, de 144 cv, que é o mesmo do sedã Civic. Será equipado também com transmissão CVT, tipo de câmbio de 7 marchas utilizado no sedã City e no Fit, cuja plataforma deverá compartilhar.

Foto: indianaautosblog

Terá 4,29 m de comprimento e 1,70 m entre eixos, porta malas de 404 litros de capacidade e o sistema de rebatimento dos bancos traseiros, idêntico ao Fit, capaz de ampliar ainda mais a capacidade de transporte de bagagem.

Isso faz com que esse modelo se apresente em um nível acima de modelos similares como o Ford Ecosport e Renault Duster. A produção está prevista para a fábrica de Sumaré, exclusivamente, deslocando a fabricação dos modelos City e Fit para a nova fábrica de Itirapina (SP), cuja inauguração está prevista para o início de 2015.

A Honda no momento está focada na sua linha de SUV´s, já que, além do lançamento do HV-R, apresentou ainda o novo CR-V, totalmente reestilizado. O crossover tem um novo frontal, com uma aparência que lembra mais o novo visual da marca, que agora passa a utilizar faróis com luzes internas de LED, para-choques mais enfeitados com partes cromadas e rodas com aspecto mais esportivo.

No seu interior, a nova CR-V foi contemplada com um novo aparelho multimídia, com tela de 7 polegadas, touchscreen, com possibilidade de agregar câmara de ré.

Foto: Lucas Litvay

Além desses equipamentos, o CR-V ainda vem equipado com botão de partida com start-stop, abertura automática da porta do motorista, apenas com a aproximação da chave, airbags laterais, espelhos retrovisores com luz de indicação de seta e ajuste automático da altura desses espelhos durante manobras.

A motorização continua sendo a mesma: motor 2.0 i-VTEC, 155 CV, com transmissão automática de 5 marchas.

A previsão do início das vendas do novo CR-V é na metade de 2015, em versões dotadas de tração dianteira e nas quatro rodas.

Por Russel Hernandes


A Fiat anunciou na última quarta-feira, dia 19 de novembro de 2014, o lançamento do carro 500 Abarth no mercado brasileiro. Esse, trata-se de uma versão do compacto da marca, o 500, porém com visual e peças totalmente renovados; há quem diga que as modificações realizadas produziram um novo carro.

O 500 Abarth foi apresentado no Salão de Automóveis desse ano em São Paulo e o anúncio de sua chegada já revelou o seu preço no Brasil, que será a partir de R$ 79.300.

Foto: divulgação

Dentre as modificações realizadas em relação ao 500 convencional que já rodava nas ruas, o carro conta com um motor 1.4 MultiAir Turbo, de 167 cavalos de potência, torque de 23 kgf.m (entre 2.500 e 4.000 rpm), podendo sair de 0 e chegar a 100 km/h em apenas 6,9 segundos. O carro foi projetado para atingir uma velocidade máxima de 214 km/h. O modelo possui transmissão manual de 5 marchas.

Em questão de segurança, ele possui um notável pacote de equipamentos, como air bags frontais, laterais, de cortina e de joelhos, freios ABS com EBD, tecnologias TTC (controle de transferência de torque, TCS (sistema de controle de tração), ESS (sinal de parada de emergência) e ESC (controle eletrônico de estabilidade).

Externamente, o compacto possui  duplo escapamento cromado, afinado, no estilo Abarth, rodas de alumínio fundido de 16 polegadas, pneus 195/45 R16, faixas laterais combinando com a cor do retrovisor, além dos “escorpiões” que são o logotipo da Abarth estampados na grade frontal, nas laterais, na tampa traseira e no motor. O modelo será disponibilizado nas cores Vermelho Sfrontato, Preto Gara e Branco Caldo.

Foto: divulgação

Dentro do carro, ele possui bancos em formato de concha, volante com base achatada, comando do câmbio, painel com medidor de pressão do turbo e revestido em couro.

O 500 Abarth é, sem dúvida, uma forma da Fiat colocar um carro para circular nas ruas com as características visuais e tecnológicas dos conhecidos carros de corrida da Abarth. Dessa forma, os amantes de velocidade poderão desfrutar no Brasil dessa super máquina compacta e bastante elegante.

Por Rannier Ferreira Mendes


Hoje, a Renault é uma das maiores montadoras de automóveis do país e ocupa lugar de destaque entre as marcas mais vendidas nos diversos segmentos do mercado automobilístico.

A empresa está presente em 118 países e conta com um quadro de mais de 100 mil funcionários. No Brasil é relativamente jovem, começando sua história no ano de 1995. Agora a Renault apresenta o novo Sandero Stepway 2015, uma versão renovada do Hatch aventureiro que chega ao mercado com valores a partir de R$ 48.650.

Foto: divulgação

O Sandero é o carro de maior expressividade do segmento, ocupando uma fatia de venda de 46%, o que deixa para trás carros como o Volkswagen Cross Fox e o Hyundai HB20X. O carro vem equipado com motor Hi-Power 1.6 litros de 8V, capaz de gerar 106 cavalos de potência e de ir de 0 a 100 km/h em 13 segundos. 

As rodas da nova versão são mais largas, dando maior estabilidade ao carro nas curvas e estradas e facilitando a redução de velocidade durante uma frenagem. Apresenta câmbio manual de cinco marchas que faz bastante barulho e transmite ao motorista a mudança de marcha. Vale destacar também que o carro se mostra muito eficaz durante as arrancadas e as retomadas.

As rodas são de aro 16 e a suspensão é levemente elevada, dando ao carro um visual mais country e capacidade de superar a maioria dos obstáculos urbanos e alguns obstáculos de estradas menos civilizadas.

Foto: divulgação

O carro também conta com uma boa distribuição de espaço interno para quatro ocupantes. Contando com uma central de multimídia (rádio, mp3 e gps) com sete polegadas. O veículo vem de série com ar-condicionado digital, direção hidráulica, trio-elétrico e sensor de estacionamento, além das outras características já citadas.

As alterações de visual externo são pouco significativas e mais ligadas a detalhes em plástico em alguns locais, sem grandes alterações em linhas gerais.

Por Nosf


A Volkswagen, fabricante de automóveis consolidada no mercado brasileiro, lançou recentemente no mercado a última versão de seu compacto de sucesso, o Novo Fox.

Dentre as opções disponíveis, as categorias são Trendline, vendido a partir de R$ 36.520, BlueMotion, disponível por R$ 38.290 , Comfortline, saindo a partir de R$ 38.890 e Highline, a versão mais top que está no mercado a partir de R$ 49.590.

O modelo do Novo Fox foi inspirado em seu irmão mais velho, o Novo Golf, sendo um pouco menor, mas com lanternas, faróis e frisos que lembram o carro da categoria superior da marca.

A versão top do compacto, a Highline, está disponível apenas com motor 1.6, com quatro cilindros em linha, 16 válvulas, comando duplo, flex, possuindo 110 cv de potência quando rodando com 100% de gasolina e 120 cavalos quando utilizado com etanol. Quanto ao câmbio, pode-se optar por duas opções: o manual com 6 velocidades ou o automatizado “I-MOTION” com 5 velocidades e com a função Tiptronic. 

Foto: divulgação

Essa última versão está disponível a partir de R$ 52,780. Segundo a fabricante, o Fox Highline faz de 0 a 100 km/h em 9,8s e chega aos 189 km/h.

O Novo Fox Highline conta com o I-System, que é um opcional que mostra dados sobre o estado do veículo, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, retrorrefletores no para-choque traseiro, lanterna com lente escurecida, roda de liga leve aro 16, volante multifuncional, sistema de som, ajuste fino no banco do motorista, pedaleiras esportivas em alumínio, paletas AeroWischer, faróis duplos com máscara escurecida, faróis de neblina com aros dourados, espelhos retrovisores externos com luzes indicadoras de direção integradas e banco traseiro rebatível.

Dentre os opcionais, pode ser acrescentado teto solar no veículo, bancos em couro e sistema de som touchscreen com navegação.

Foto: divulgação

O Fox é a aposta da VW para concorrer com outros compactos, como o HB20 da Hyundai, o Onix da GM, o Fiesta da Ford e Sandero da Renault.

Por Rannier Ferreira Mendes


A Ferrari é uma montadora de carros conhecida mundialmente por suas máquinas potentes e luxuosas que são o sonho de consumo de diversas pessoas e os “brinquedos” favoritos de quem as possui. Com modelos diversos, a marca possui representantes inclusive na Fórmula 1, com carros muito prestigiados por serem pilotados por campeões mundiais da categoria.

A importadora oficial da Ferrari no Brasil, a Via Itália, confirmou o lançamento do modelo conversível California T no país. Esse é um modelo turbinado (o que é raro; o último foi a F40, descontinuada na década de 90), que tem os traços da marca que permite que seja reconhecido facilmente como uma Ferrari, porém com curvas bastante modernas.

Foto: divulgação

Dentre as suas especificações técnicas, a Ferrari California T possui um motor V8 de 3.8 litros turbinado (o T do nome da versão se refere ao fato de ser turbinada), contando com 560 cavalos de potência a 7.500 rpm. Possui um torque de 77 kgfm.

O câmbio é automatizado, com 7 marchas. O modelo é capaz de ir de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos, podendo atingir uma velocidade máxima de 316 km/h aproximadamente. Acredita-se que esse motor deva ter um consumo de cerca de 10,5 quilômetros por litro.

Internamente, o modelo conta com um design bastante refinado. Ela, como um todo, é baseada no modelo F12Berlinetta, porém possui uma tela de 6,5 polegadas no centro de seu painel que é sensível ao toque como novidade.

Foto: divulgação

Externamente, o modelo possui luzes de ré triangulares inseridas dentro das lanternas traseiras, o que é uma novidade no modelo quando comparado com a F12Berlinetta. Por se tratar de um conversível, o carro tem um sistema automatizado de acionar ou rebater o teto em apenas 14 segundos.

Como já era esperado, a Ferrari California T entra no mercado brasileiro com um preço bastante alto: a partir de 1,68 milhão de reais, sendo acessível apenas para os milionários que prezam pelo luxo de ter uma Ferrari.

Por Rannier Ferreira Mendes


A Chery é a primeira montadora chinesa a inaugurar fábrica no Brasil. Otimistas com o mercado, os chineses, que já mostraram intresse em vir para o Brasil desde 2009, investirão pesado: serão US$ 400 milhões para a fábrica de carros, US$ 130 milhões em uma unidade de motores e US$ 22 milhões em um centro de pesquisa e desenvolvimento.

Mesmo com a queda nas vendas em 9% este ano no Brasil, a Chery acredita que é uma fase passageira e que o potencial do país chega a 4 a 5 milhões de veículos ao ano. Pensando nisso, a marca pretende produzir 50 mil veículos ao ano, e em 2018 triplicar esse número.

Já tendo anunciado anteriormente os automóveis que iria fabricar no Brasil, houve uma exposição do que vem por aí no Salão de São Paulo.

O subcompacto QQ ganhou uma nova versão, como prometido. O visual foi totalmente redesenhado e ganhou faróis maiores, bem como uma maior área envidraçada traseira.

Já o novo Celer, que será o primeiro a ser fabricado em versões hatch e sedã, não ganhou uma nova versão. Apenas foi redesenhado em alguns detalhes, como lanternas e pára-choques. As maiores novidades do Celer são novo painel, quadro de instrumentos e sistema de som.

Além disso, a Chery exibiu no Salão os conceitos dos futuros visuais de seus veículos, que representam o Chery New Generation: o sedã de porte médio Arrizo, o Tiggo 5 que é o futuro SUV da fabricante, e o Alpha, um belo modelo com linhas curvas que chamou a atenção do público no evento.

A fábrica, localizada em Jacareí, poderá gerar até 3 mil empregos, segundo Luis Curi, vice-presidente da Chery Brasil. Ele também informa que os primeiros veículos fabricados aqui têm 50% de índice de nacionalização – percentual que será ampliado visando atingir 70% em até dois anos. A marca também planeja exportar os veículos brasileiros.

Por Alexandre S.T.

Foto: divulgação


Lançada há pouco tempo pela Fiat, a linha Uno 2015 conta com um visual novo e interior repaginado. A versão Evolution do carro possui um sistema de start-stop que é incluído pela primeira vez em um veículo brasileiro.

As versões Attractive 1.0, Evolution 1.4, Way 1.0 e Way 1.4 contaram com o novo hatch, assim como o Sporting 1.4 que também terá o câmbio automatizado Dualogic.

Foto: divulgação

A tecnologia start-stop da versão Evolution do novo Uno 2015 é capaz de desligar o motor do carro em paradas rápidas e, logo após, religá-lo ao dar a partida. Para esta tecnologia atuar no novo Uno, o veículo precisa estar desengatado, ou seja, em porto morto, com a embreagem livre.

O motor pode ficar desligado por até 2 minutos e 45 segundos, caso a embreagem não seja ativada antes de sair, assim ele volta a ligar em seguida. Este tempo especificado diminui para 1 minuto, caso o ar-condicionado do carro esteja ligado.

A linha Uno Evolution teve outras inovações, como a quinta marcha alongada e os novos pneus Pirelli P1. Este modelo da Fiat recebeu a nota A de consumo, de acordo com o Programa de Etiquetagem do Inmetro, com médias de 8,9 km/l rodando na cidade e 10.5 km/l na estrada, utilizando o etanol.

Foto: divulgação

O design externo do carro agora conta com novos faróis e para-choques, além de uma grade mais estreita, com os clássicos quadradinhos do modelo.

Além da linha Uno 2015, a Fiat anunciou que irá lançar mais cinco modelos da marca e dois Jeeps, dentro do ciclo anual da empresa no Brasil. O primeiro modelo esperado é o Jeep Renegade, que será produzido em Goiana, Pernambuco, no início do próximo ano.

Em seguida, espera-se a nova picape média da Fiat, com plataforma igual a um carro de passeio, porém com tração dianteira e um SUV da Jeep no lugar do atual Compass.

Por Bruna Pereira


Uma das atrações que a Honda trará para o Salão do Automóvel de São Paulo desse ano será o novo Honda City 2015, que chega com um estilo mais moderno, dinâmico e com muito mais tecnologia.

Apesar de já ter sido apresentado e ser comercializado em mercados como o tailandês desde o início deste ano, a Honda divulgou recentemente informações sobre as modificações e atualizações feitas no modelo, que até o final deste mês de setembro já estará disponível nas concessionárias de todo Brasil.

Foto: Honda

Umas das novidades do sedã será seu espaço interno que está muito maior que o da geração anterior do City lançada no país. A diferença poderá ser notada principalmente para os ocupantes do banco de traseiro que ganharam de 6 a 7 cm de espaço para as pernas e joelhos, de acordo com as informações da própria Honda.

Este ganho de espaço e conforto para seus ocupantes se dá devido ao aumento da distância entre os eixos (5,5 cm), o que o deixou mais longo. Já seu porta-malas manteve a sua capacidade de 536 litros, porém, seu acesso foi facilitado com o aumento nas dimensões da sua nova tampa.

O Novo City será comercializado em quatro versões distintas: DX, LX, EX e EXL. Todas são acompanhadas por um motor 1.5 16V SOHC i-Vtec FlexOne, com o mesmo torque e potência. A transmissão é manual, de 5 velocidades no modelo DX e nos demais a transmissão é automática, do tipo CVT de 7 marchas, caso o condutor resolva utilizar as borboletas atrás do volante (paddle-shifts), e em todas as versões a tração é dianteira.

Foto: Honda

O acabamento e os instrumentos variam de acordo com cada uma das versões disponíveis, assim como seus valores também. Um exemplo é o ar-condicionado manual que vem instalado nas versões DX e LX. O painel nestas versões também tem detalhes mais simples. Já nas versões mais caras, há uma sofisticação e um cuidado muito maior com os detalhes do seu interior.

Os dispositivos de segurança também variam de acordo com as versões do City 2015, alguns destes itens são: airbags frontais e laterais, freios ABS (antitravamento) e EBD (distribuição da força de frenagem), travamento das portas quando o veículo atinge velocidade superior aos 15 km/h. 

No banco traseiro você vai encontrar cintos de segurança de três pontos para todos os passageiros, mais encosto de cabeça para cada um deles e ainda outros itens que vão variar de acordo com cada uma das versões.

A Honda pretende, com todas as transformações e inovações do Novo City, superar as 3 mil unidades vendidas no melhor mês de vendas do antigo City no país em 2014.

Para saber mais e conhecer os valores do novo Honda City 2015 clique aqui

André F.C.

Foto: Honda


Cerca de 4 anos através foi lançado no Brasil o magnífico modelo de veículo conhecido como o March, e nesse ano de 2014, o mesmo recebeu o nome de New March, e grandes alterações foram feitas, deixando esse modelo ainda mais incrível.

O New March foi criado para trazer uma nova identidade Nissan, pois nesse modelo vai ser possível constatar um diferencial que são os seus novos faróis e grade frontal. Os fabricantes ainda redesenharam todo o seu para-choque, o que deixou o modelo com uma entrada de ar bem sofisticada.

Já as mudanças que foram realizadas na traseira desse veículo foram mais discretas, o que inclui apenas nova posição das luzes e o novo para-choque.

O modelo tem 3,83 metros de comprimento, sendo 4,7 centímetros maior do que o seu modelo antigo, e tem 1,68 metro de largura, sendo apenas um centímetro a mais.  A altura é de 1,53, e a distância do entre-eixo desse modelo é de 2,45 metros.

É possível ainda relatar que o modelo teve diversos tipos de alterações internas, e isso inclui a substituição de saídas centrais do ar-condicionado que no modelo anterior era em formato arredondado, e agora o mesmo foi feito em um formato retangular. O ar-condicionado do New March é digital.

O seu painel é de 5,8 polegadas sensível ao toque, sem contar nas travas elétricas, som de última geração, tomada de 12 volts, calotas, retrovisores externos na cor da carroceria, entre muitos outros itens que fazem desse modelo um dos mais esperados do momento.

As motorizações oferecidas são 1.0 16V e 1.6 16V. O modelo 1.0 alcança a velocidade de 74 cavalos, e o outro pode chegar a 111 cavalos, e isso depende claro do combustível escolhido.

De acordo com os seus fabricantes, os modelos serão comercializados em valores diferenciados, podendo ser de R$ 32.900 até o valor de R$ 42.900, e o mesmo vai ser vendido com três anos de garantia. 

Por Josiane Fernandes de Jesus

Foto: divulgação


Depois de lançar a série especial Advantage para o sedan Cobalt e o monovolume Spin, a Chevrolet lança nesta última semana de junho a edição especial para o sedan compacto Prisma. A edição Advantage, que se destaca em relação às configurações convencionais pelo visual mais esportivo e um pacote de equipamentos de série mais completo, chega ao Chevrolet Prisma 1.0 com preço sugerido de R$ 44.776.

Visualmente, a série especial Advantage adiciona ao Prisma itens exclusivos, como os faróis com máscara negra, acabamento na coluna central, das janelas e do retrovisor externo em preto brilhante, faróis de neblina, molduras de proteção lateral, aerofólio traseiro integrado à tampa traseira do porta-malas e rodas de liga leve de 15 polegadas com acabamento em cinza escuro.

Outro detalhe do Chevrolet Prisma edição Advantage é a disponibilização do modelo com apenas três opções de cores para a carroceria: Branco Summit, Prata Switchblade e Cinza Mond.

Na parte interna, o modelo dispõe do mesmo acabamento das versões tradicionais, contudo, a série Advantage acresce alguns detalhes personalizados, como os tapetes em carpete, bem como o porta-objetos do painel e do console central com revestimento na cor cinza.

Além disso, o sedan ainda conta com volante multifuncional e o MyLink, sistema de entretenimento da Chevrolet, dotado de uma tela de LCD touchscreen com 7 polegadas que abrange diversas funções, como sistema de som, o sistema de navegação via satélite (GPS), entrada USB e conexão Bluetooth. Para completar, o sistema MyLink ainda traz também o aplicativo BringGo, específico para navegação.

Opcionalmente, o Chevrolet Prisma Advantage pode ganhar ainda bancos com revestimento em couro, câmera de segurança para manobras em marcha ré com exibição da imagem na tela touchscreen e o módulo de TV compatíveis com o sistema multimídia MyLink.

Mecanicamente não há nenhuma alteração, e portanto, o modelo vem equipado com com o motor SPE/4 1.0 8V capaz de entregar até 80 cv e torque de 9,8 kgfm, quando abastecido com etanol. Acoplado ao bloco está um câmbio manual de cinco velocidades.

A Chevrolet ainda oferece ao Prisma garantia de três anos sem limite de quilometragem.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


A Ford apresentou oficialmente nesta quarta-feira, dia 25 de junho, a nova geração do utilitário Edge. Trazendo visual atualizado, o inédito motor 2.0 EcoBoost e novas tecnologias, que futuramente serão usados em outros carros da marca. O novo Edge será um veículo global, vendido em mais de 100 países, inclusive no Brasil.

Com base na plataforma do atual Fusion, para fabricar o novo Edge a Ford investiu US$ 700 milhões (cerca de R$ 1,54 bilhão) nas instalações do complexo industrial de Oakville, próximo à cidade de Toronto, no Canadá.

Dotado de um visual mais agressivo que a da geração anterior e que segue as linhas características de design da marca, o Ford Edge 2015 apresenta na parte dianteira uma nova e larga grade frontal, novos faróis com xenônio, capô com vincos acentuados e luzes de posição compostas por LEDs na posição dos faróis de neblina.

Na lateral, o utilitário esportivo da Ford, que mantém a linha de cintura alta, traz novas rodas de liga leve, novos retrovisores com repetidores de seta, novo formato das janelas, novas saias laterais e vincos mais acentuados que percorre a lateral do veículo.

Porém, na traseira é onde o Ford Edge 2015 traz mais alterações e mostra as novas linhas de design da marca. Entre a principal novidade estão as novas lanternas, que possui uma forma semelhante ao do novo Fusion, que se ligam por um prolongamento que percorre a tampa do porta-malas. Além disso, o SUV conta com novo aerofólio com brake light e novo para-choque traseiro com difusor de ar e dupla saída de escape integrado.

Na cabine, o crossover aproxima-se do Fusion, principalmente o painel de instrumento, que conta com uma tela de LCD, o painel e o console central, que conta com um sistema multimídia com tela touchscreen de 8 polegadas, que abrange diversas funções do carro, como o sistema de navegação via satélite (GPS).

Além disso, segundo a Ford, o modelo contará com uma boa gama de equipamentos tecnológicos, como o controle de cruzeiro adaptativo, Park Assist, sistema Start&Stop, direção elétrica adaptativa, câmera frontal de 180º, aviso de pontos cegos, cintos de segurança traseiro infláveis, airbag no porta luvas para proteger o joelho do passageiro, teto solar panorâmico, entre outros itens.

Para completar os itens de segurança, a Ford afirma que o novo Edge é produzido com aço de alta resistência, que resulta em uma rigidez 26% maior que a da geração anterior.

Mecanicamente, a grande novidade ficará por conta do inédito motor quatro cilindros 2.0 EcoBoost Turbo, capaz de entregar 245 cv e torque de 37,3 kgfm. Além dessa opção, a Ford oferecerá o SUV com bloco 2.7 V6 EcoBoost com 300 cv e o 3.5 V6 aspirado, que ainda não teve suas especificações divulgadas.

Todas as opções serão equipadas com transmissão automática de seis velocidades e tração integral.

Por Caio Polo


A Toyota (montadora de carros japonesa, conhecida pelo seu sedan de luxo Corolla), lançará uma nova série do modelo  Etios (que teve seu lançamento em 2014), o Etios Platinum, e o veículo estará disponível nas versões de carroceria hatch e sedã.

O modelo apresenta modificações em seu exterior, como na sua dianteira e traseira. Em nota sobre o novo veículo a Toyota disse que a nova série do modelo busca atender aqueles consumidores que procuram mais conforto e sofisticação. A edição (que será limitada) tem como modelo a versão XLS do modelo Etios.

O carro vem com lanternas escurecidas, moldura cromada nos faróis de neblina, rodas de liga leve aro 15 (que são parecidas com as da versão Cross), friso cromado na parte inferior do porta-malas, sensor de estacionamento traseiro e bancos com revestimento de couro e imitação de couro e pra finalizar, a grade frontal vem totalmente cromada.

Já, nos itens de série temos ar-condicionado, airbag duplo frontal, cintos de segurança com pré-tensionador e limitador de força, freios ABS, com distribuição de frenagem (EBD), volante revestido em couro com base achatada, apliques em preto brilhante no painel e retrovisores elétricos.

Não há muitos detalhes do motor e de seu desempenho quando movido a gasolina, mas com etanol, o motor chega em até 96,5 cavalos de potência, sendo o motor 1.5 de 16V.

O carro será vendido por R$ 47.090,00 (sua versão Etios 2014 X Hatch sai a partir de R$ 37.960,00) nas cores preto e prata, custando R$ 2.700,00 a mais na versão hatchback, chegando assim, no valor de R$ 49.790,00 em sua versão sedã.

O carro, que traz algumas inovações, em sua versão sedã lembra um pouco seu primo de longa distância, o Corolla, um dos grande sucessos da montadora Toyota, mostrando a credibilidade da mesma no mercado brasileiro, já que, o carro é um dos queridos para aqueles que apreciam sedãns de luxo.

Por Mariana Caetano 

Foto: divulgação


Produzido no Brasil desde novembro de 2012, o compacto utilitário esportivo da Suzuki, o Jimny, ganha a nova versão 4SPORT 2015. Dotado de tração 4×4, airbag duplo e freios ABS, o jipinho ainda vem visual mais robusto, com novos para-choques dianteiro e traseiro feitos com peças modulares com fixações externas.

Único modelo da Suzuki 4×4 que conta de fábrica com engate dianteiro, o jipinho compacto da marca japonesa em sua versão 4SPORT vem com apoio para o side step integrado na parte lateral, antes da caixa de roda traseira, que aumenta a praticidade e facilita o acesso ao rack de teto. Completa o visual mais robusto do Jimny 4SPORT o snorkel,  flares e frisos laterais diferenciado.

Para garantir melhor condução em trechos Off-Road, o jipinho da Suzuki em sua configuração 4SPORT vem com suspensão com eixos rígidos trilink, molas helicoidais e construção em carroceria sobre chassi heavy dutty.

Sob o capô, o Suzuki Jimny 4SPORT 2015 vem equipado com motor 1.3 16V a gasolina, capaz de entregar 85 cv. O bloco, que é feito em alumínio com comando de válvulas variável, é classificado na categoria “A” pelo selo Inmetro no quesito consumo de combustível.

Com apenas 1.060 quilogramas, Jimny dispõe de 15 combinações de marcha entre as três opções tração: 2WD, com tração nas rodas traseira; 4WD, com tração integral, e 4WD-L (reduzida), que dobra o torque nas quatro rodas para que o veículo possa transpor obstáculos mais difíceis.

Além da configuração 4SPORT 2015, o Suzuki Jimny também é oferecido nas versões 4ALL e 4SUN, que conta com teto solar. A marca nipônica ainda oferece, opcionalmente, equipamentos Off-Road, como pneus MUD, skid plate de transmissão, além da versão 4WORK, uma configuração do Jimny personalizada feita sob encomenda para frotista.

Abaixo, versões e preços da linha Jimny 2015:

– Jimny 4ALL – R$ 58.990

– Jimny 4SUN – R$ 62.990

– Jimny 4SPORT – R$ 64.990

Por Caio Polo

Foto: divulgação


A Lexus, marca de alto padrão da Toyota, lança nesta semana no mercado brasileiro a linha 2014 do hacthback híbrido de luxo CT 200h. Com design levemente atualizado, mudanças no acabamento interno e uma inédita versão de entrada, o Lexus CT 200h chega ao Brasil com preços entre R$ 134 mil e R$ 154 mil.

Visualmente, as novidades ficam por conta da adoção de novos para-choques dianteiro e traseiro, nova grade frontal, faróis e luzes diurnas de posição compostas por LEDs, antena do tipo “Shark Fin” e novas rodas de liga leve de 16 polegadas.

A nova versão de entrada, denominada ECO, é vendida por R$ 134 mil, R$ 20 mil a menos que a versão topo de linha Luxury, oferecida por R$ 154 mil. A diferença de preço é justificada pelo padrão inferior de acabamento e pela ausência de alguns itens na versão de entrada, já que a configuração ECO não traz os bancos com revestimento em couro e com sistema de aquecimento, bancos dianteiros com ajuste elétricos, teto solar elétrico, entre outros equipamentos que foram perdidos.

A parte mecânica não traz nenhuma alteração, mantendo a configuração que compartilha diversos componentes com o Toyota Prius. Portanto, tanto a versão ECO como a Luxury do Lexus CT 200h vem equipado com um conjunto mecânico composto por um motor a combustão 1.8 VVT-i de 99 cv e um propulsor elétrico de 86 cv. Juntos o conjunto híbrido é capaz de entregar 136 cv.

Dotado de tração dianteira, o modelo vem com uma transmissão CVT, com marchas continuamente variáveis e que simulam oito velocidades.

O hatchback de luxo ainda possui a tecnologia que regenera a energia dos freios, convertendo a energia das frenagens para a recarga das baterias, reduzindo a necessidade de conectar o veículo em um ponto de recarga. Com tudo isso, o Lexus CT 200h tem autonomia de até 19 km/L em perímetro urbano. 

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Já está sendo vendida no Brasil a Subaru Forester 2014. A SUV teve sua primeira aparição no Salão de Los Angeles no ano passado. Esta já é a quarta geração da Forester, que está com um novo visual e um pouco maior que a atual. O carro agora mede 4,59 m de comprimento, 1,79 m de altura, 1,69 m de largura e entre os eixos 2,64 m. Com essa alteração o carro ganhou mais espaço interno para os passageiros. Ganhou também mais espaço no porta malas que tem capacidade para 489 litros.

A Forester 2014 está sendo vendida em duas versões: a S e a XT Turbo. A versão S vem com motor 2.0 Boxer com 148 cavalos de potência (6000 rpm) e 20 kgfm (4200 rpm). Na versão XT turbo traz o mesmo motor com a diferença de vir com injeção direta, proporcionando uma potência de 240 cavalos (5600 rpm), e torque de 35,7 kgfm. Ambas com tração integral AWD.

A versão S traz sistema de câmbio CVT Lineartronic com seis marchas virtuais e a XT turbo o câmbio também é CVT Lineartronic, porém quando o sistema S# está ativo ele simula 8 velocidades.

O Subaru Forester 2014, em termos de equipamentos de série é completo, contando com vários itens de alta tecnologia. A começar pela segurança, vem com freios ABS e EDB( agora lei no Brasil para todos os veículos), seis airbags, faróis de xênon, bancos em couro e teto solar com sistema de regulagem por acionamento elétrico.

Vem também com GPS (sistema de Posicionamento Global) embutido na parte central do painel, e um sistema multimídia com alta fidelidade de som Haran-ardon, além de entradas auxiliares, câmera de ré (para auxiliar na hora de estacionar). A versão S de entrada está à venda por R$ 115 mil e a top de linha XT Turbo por R$ 140 mil.

Por Mariana Rodrigues

Subaru Forester 2014

Foto: Divulgação


A fábrica japonesa Mitsubishi está trazendo de volta ao mercado americano o Mirage 2014. O novo Mirage vem em uma versão compacta, e deixou de ser híbrido (sistema que usa motor elétrico e a combustão). Segundo o fabricante isso fez com que o carro se tornasse mais econômico.

A Mitsubishi divulga que o veículo faz na estrada 18,7 km/l e na cidade 15,7 km/l. Será lançado oficialmente no Salão de Nova York em 2014. A versão americana ainda não tem preço definido até o momento.

O Mirage 2014 versão para o mercado americano traz linhas modernas e um visual atraente. Na sua parte interna vem com um fino acabamento em tecido, na cor preta os bancos, e os painéis e portas em preto com detalhes cromados. Possui vários itens de série, sendo um deles o volante com comando que controla o sistema de som de 140 watts. Vem também com sete airbags, ABS e ESP (a partir de 2014 é lei vir com pelo menos 2 airbags), e com sistema de ar condicionado além de muitos outros.

A Mitsubishi pretende produzir o Mirage aqui no Brasil, com a ampliação da fábrica em Catalão (GO).

O hatch traz um motor 1.2 MIVEC a gasolina, de três cilindros, comando de válvulas com variador de fase, e gera uma potência de 75 cavalos. O seu sistema de câmbio vem em duas opções: manual de cinco marchas ou automático CVT (relações de marcha continuamente variáveis). Porém, a versão que será fabricada em solo brasileiro terá motor de 1.0 que gera força de 69 cavalos de potência, vindo competir com os carros populares e sendo um deles da mesma categoria com o preço até o fechamento dessa matéria por R$40 mil reais .

O Carro é muito bom para andar nas grandes cidades pelas suas dimensões facilitando o estacionamento. Ele mede 3,78 metros de comprimento, largura de 1,66 m e altura de 1,50 m.

Por Mariana Rodrigues

Novo Mitsubishi Mirage 2014

Foto: Divulgação


A montadora alemã, Mercedes-Benz, divulgou neste domingo, dia 1° , na cidade de Indaiatuba, no interior do estado de São Paulo, o lançamento do seu mais novo modelo, o A 45 AMG, em terras brasileiras. O A 45 AMG é uma versão mais esportiva do hatch Classe A, que fez sua estreia para todo o mundo em março no Salão de Genebra, Suíça.

O modelo é o primeiro carro hatch de alta performance da Mercedes-Benz, e vem equipado com um motor 2.0 turbo, com quatro cilindros e injeção direta de combustível, com potência de 360 cavalos e 46 kgfm de torque. O automóvel chega ao Brasil em versão única custando em torno de R$ 259.900,00.

O Mercedes A 45 AMG possui câmbio automatizado de dupla embreagem , com sete marchas. Segundo a montadora, o automóvel tem aceleração de 100 km/h em apenas 4,6 segundos, também, o modelo chega a velocidade máxima de 250 km/h, o que é um ótimo status para o novo modelo. Ele, também, conta com tração integral.  

Os freios e suspensão foram modificados para melhor, já seu visual foi feito segundo a proposta esportiva que o modelo necessita: como grade, rodas de 18 polegadas e para-choques diferenciados. Em seu interior, houve uma modificação nos bancos, eles foram substituídos por modelos do tipo concha, dando um visual mais esportivo.

É claro que existem detalhes exclusivos da nova versão, por exemplo: as saídas do condicionador de ar, alavanca do câmbio e algumas alterações em seu painel de navegação.   A montadora espera vender ao menos 100 modelos até o primeiro trimestre do próximo ano.   O Classe A tradicional tem preços que variam entre R$ 99.900 e R$ 109.900 , e o motor mais inferior que a versão AMG. O básico é um motor 1.6 turbo de 156 cv.

Por André Barbosa

 Mercedes-Benz A 45 AMG no Brasil

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: