AMG C63 Coupe ganhou novas versões Edition 1 e DTM, a primeira voltada para quem prefere modelos de rua, e a segunda para os amantes das pistas de competição.

Quem é apaixonado por supercarros agora tem mais um motivo para comemorar, pois a Mercedes lançou duas novas versões de um de seus modelos mais recentes no mercado, o AMG C63 Coupe.

As duas variações atendem a públicos e objetivos diferentes, porém ambas são para os que gostam de altas velocidades. A primeira, a Edition 1, é voltada para que prefere modelos de rua, onde se possa desfilar com seu veículo em vias comuns. Já a segunda, a DTM, foca os aficionados pelas pistas de competição, e tem como objetivo principal o Campeonato Alemão de Turismo, com design bem arrojado.

A versão de rua, sendo praticamente uma edição limitada, restringe-se a apenas duas opções de cores, com uma onde aparece o cinza fosco com faixas em tom mais escuro de cinza, grafite; e a segunda com cinza fosco na base e faixas amarelas em alguns detalhes do carro, além de rodas de alumínio na cor preta fosca. O modelo com faixas amarelas vem de série com freios de cerâmica, enquanto a outra versão esse item aparece como opcional.

Mas se para você o que importa é a potência do carro, as notícias também são boas, já que o Mercedes-AMG C63 Coupe Edition 1 oferece duas opções de motorização: uma com um bloco de 4.0 litros V8 com uma potência de 478 cv, e outra com o mesmo motor, porém com a potência de 510 cavalos.

Já a versão de competição, o DTM, aparece com configurações parecidas, mas obviamente com um design diferente, bem ao estilo competição: sua aerodinâmica é toda projetada com o veículo praticamente grudado no chão e linhas mais agressivas.

Todo trabalhado em fibra de carbono, esse veículo se tornou leve, pesando apenas 1.120 kg, além de vir com um motor de 4.0 litros V8 que gera uma potência de 490 cavalos.

Por Felipe Villares

Mercedes-AMG C63 Coupe Edition 1

Mercedes-AMG C63 Coupe DTM

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi projetado para ser o conversível mais confortável do mundo.

Quem estava ansioso para saber mais sobre o novo Mercedes-Benz Classe S Cabriolet já pode ter uma prévia do que está chegando. É de deixar qualquer apaixonado por carros de queixo caído, tal a beleza do novo modelo da Mercedes-Benz.   

De acordo com a montadora, o modelo foi projetado para ser o conversível mais confortável do mundo. O Classe S Cabriolet tem como base o Classe S Coupé. O carro tem guarnição de madeira, estofamento de couro premium e uma cabine com detalhes cromados – é definitivamente um interior luxuoso e muito sofisticado.  

O que mais esperar de novo Mercedez:

Uma novidade é sistema bastante inovador, que protege contra o vento quando a capota é recolhida. Além disso, os assentos e os apoios de braços têm aquecimento – o carro conta com um sistema de climatização inteligente. Tudo isso graças à tecnologia conhecida como Airscraf, que é o que mantém a temperatura agradável e  que reduz a turbulência quando se anda com a capota aberta. O S Cabriolet terá uma função de autonivelamento em curva, parte de um sistema chamado “magic ride control”, que tem também uma função de “leitura” da estrada, podendo alterar automaticamente a rigidez dos amortecedores e o conforto do veículo.  Os motores vêm nas versões  S500, (4.7-V8 de 450 cv), AMG S63 (5.5-V8 de 576 cv) e AMG S65 (6.0-V12 de 620 cv). 

A montadora tem como objetivo recuperar a  história com modelos de capota retrátil, que teve início nos anos 20. Seu último Class S data de 1971, tem 44 anos de idade e é carro para colecionador. A Mercedes se refere ao lançamento do Classe S Cabriolet como "o retorno da estrela" – e esse retorno acontecerá em setembro, no Salão de Frankfurt. 

Um dos membros do conselho da Daimler AG, Ola, Källenius, falou sobre o novo modelo e destacou que o Classe S Cabriolet simboliza a paixão que a Mercedes-Benz tem por mobilidade individual  e por exclusividade e que isso é compartilhado com seus consumidores.  

Por Elia Macedo

Mercedes-Benz Classe S Cabriolet

Foto: Divulgação


Novo modelo teve suas imagens vazadas antes do lançamento oficial.

Para uma montadora o mais preocupante é quando está prestes a lançar um modelo e as informações acabam vazando na imprensa, tanto que nesses últimos dias acabaram surgindo imagens de um dos modelos da Mercedes-Benz.

O modelo que teve o vazamento das suas imagens divulgadas foi o GLC Coupé Concept e com base nisso não teve como a Mercedes negar que está prestes a colocar esse modelo no mercado, tanto que acabou admitindo que ele foi criado para disputar diretamente com o futuro BMW X4.

Esse tipo de SUV, ou seja, Sport Utility Vehicle foi baseado diretamente na segunda geração do GLK e apresenta dimensões que são 4,73 metros de comprimento com uma distância de exatamente 2,83 metros de distância entre-eixos.

Quais são as suas características?

O GLC Coupé Concept é uma máquina que apresenta uma carroceria com faróis de LED, que reúnem várias funções, onde podemos destacar a iluminação, as luzes de circulação diurna e também os indicadores de direção no elemento superior. Outro ponto é que se ficarmos visualizando a parte traseira da máquina notamos que três lentes rotativas parecem flutuar no espaço com aspecto tridimensional.

Esse modelo também apresenta revestimentos plásticos nos seus para-choques e ainda rodas de liga leve de 21 polegadas, fora que como foi descrito acima a sua traseira chama muito a atenção, pois nela existem também tubos de escape que estão empilhados e ainda ao mesmo tempo com uma proteção inferior nela.  O carro não apresenta somente esses elementos, pois ele conta com uma distância ao solo elevada, estribos laterais e também lanternas de LED.

Essas não são somente os tipos de características que esse modelo apresenta, pois com relação a sua potência é um modelo que conta com um motor V6 biturbo 3.0 litros e que também possui 367 cv, além de 53,03 mkfg de torque, associado diretamente a uma caixa de transmissão 9G-TRONIC automática com 9 velocidades, mais uma tração permanente em todas as suas quatro rodas 4MATIC.

Quando e também em qual tipo de evento essa máquina vai ser apresentada oficialmente para o mercado consumidor?

Segundo informações da Mercedes o seu lançamento oficial deve ocorrer exatamente no dia 20/04/2015 (segunda-feira) durante as realizações das atividades no Salão de Xangai.

Por Fernanda de Godoi

Mercedes-Benz GLC Coupé Concept

Mercedes-Benz GLC Coupé Concept

Mercedes-Benz GLC Coupé Concept

Fotos: Divulgação


Novo modelo atualizado começou a ser vendido no mercado brasileiro

Tem novidade boa chegando para os apaixonados por carros de luxo, em especial os fãs da Mercedes-Benz. A montadora anunciou a chegada do Classe B, completamente repaginado e atualizado, aqui no Brasil. O monovolume traz inúmeras novidades no design externo e no acabamento interno, além da qualidade e do charme indiscutíveis de um Mercedes. Saiba mais sobre o modelo reestilizado e confira o que o Classe B está trazendo de moderno e tecnológico para nós.

As mudanças seguem o bom gosto da marca e começam pelos para-choques, passando por uma maior grade dianteira e também pelas luzes diurnas ligadas aos faróis. Na cabine, o display independente chama mais atenção, agora, ainda maior, com 7″. Já os mostradores do painel de instrumentos ganharam nova grafia.  

E o upgrade não para por aí, viu? Segundo a montadora, o carro vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,4 segundos e atinge a velocidade máxima de 220 km/h. Potência e velocidade que já são marcas registradas do Classe B e de todos os modelos da Mercedes.

O portal Carplace divulgou uma lista com alguns itens de segurança do novo Classe B. Entre eles: Tração eletrônica em cada roda (ETS); Assistente de freio (BAS); Assistente de partida na subida (HSA); Pré-carregamento dos freios em emergências (PRIMING); Brake drying e função HOLD.Freios Adaptive Brake (ABR); Controle eletrônico de estabilidade (ESP); Distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD); Sistema antibloqueio dos freios (ABS); Controle de tração na aceleração (ASR).  

Um carro completo, com toda a elegância, sofisticação e potência que os apaixonados por Mercedes tanto prezam. Se você já quer garantir o seu, fique atento: a versão reestilizada, novinha em folha e repleta de novidades, já está disponível em toda a rede de concessionárias Mercedes-Benz do país. É só se organizar e garantir o seu. O preço base sugerido gira em torno R$ 128.900.

Por Clarissa Souza

Mercedes-Benz Classe B

Mercedes-Benz Classe B

Fotos: Divulgação


A Mercedes-Benz divulgou um vídeo promocional do mais novo modelo da linha classe G. Trata-se do novo G500 4×4², que será apresentado no salão de Genebra em março. O modelo é uma versão mais sensata do modelo 6×6 que apresenta 6 metros e 6 rodas, mas que acabou assustando o público. O lançamento é bem equipado e promete oferecer mais potência e a capacidade de avançar em diferentes tipos de condições de terreno.

Em relação ao modelo de 6 rodas, o novo Mercedes-Benz G500 é menor, apresentando uma altura livre de 4500 mm. O motor V8 biturbo da AMG com injeção eletrônica direta produz 422PS (416hp), sendo este associado a uma caixa que desenvolve sete velocidades 7G-tronic. São duas caixas, sendo uma automática e outra de transferência. O SUV vem equipado com três módulos de diferenciais mecânicos que podem ser selecionadas pelo motorista.

O motor G500 V8 conta com modelo G-Glass de cinco portas, aliado ao sistema all-wheel-drive com eixos. É uma novidade, pois era esperado que a Mercedes adotaria um motor turbo V8 de 5,5 litros. Já o interior é bem espaçoso e bem equipado, principalmente com o pacote Exclusive, que veste as almofadas de assento e apoios de cabeça. O painel de instrumentos, o console central e os braços em couro apresentam contrastes na cor branca e os detalhes dos assentos e painéis das portas são trabalhados em microfibra.

O modelo impressiona tanto pelo tamanho quanto pelo design. Visualmente ele foi repaginado em relação ao modelo de 6 rodas. Destacam-se os para-lamas alargados em todos os quatro cantos, luz LED acima do para-brisa e para-choque dianteiro diferenciado.

Você pode ver o 4×4² G500 em movimento no vídeo divulgado pela Mercedes, já que será difícil dele chegar ao mercado nacional, entretanto não há por que não ter esperanças. O modelo será apresentado no Salão do Automóvel de Genebra em março. 

Por Ana Rosa Martins Rocha


Os rumores acabaram e se confirmou o que já se comentava há tempos: a Mercedes-benz anunciou o lançamento da família AMG Sport, os dois primeiros modelos serão mostrados no Salão de Detroit, em janeiro de 2015.

A empresa prevê a venda de cerca de 65 mil unidades por ano, com o início de sua comercialização previsto para os primeiros meses de 2015.

Tobias Moers, diretor da AMG, diz que inicialmente dois modelos das linhas compactas serão apresentados e já adianta qual será um: o C450 AMG Sport, com motor 3.0V6 turbo de 370 cv, feito com base no C400. Com o decorrer do tempo, novos modelos serão apresentados, como versões esporte do Classe A, GLA, CLA, Classe E Cabrio, Classe E Berlina, entre outros.

Foto: divulgação

O lançamento é uma forma de bater de frente com outras marcas que tem modelos no segmento, a BMW com a M Performance e no caso da Audi, as famílias S Line e S Quattro.

Os novos modelos oferecerão um melhor desempenho e atenderão um público um pouco mais exigente, que quer um carro mais forte.

Quais as vantagens?

A linha AMG sofrerá mudanças sutis na estética por dentro e por fora, com componentes especiais de chassis, tração integral, freios esportivos, além dos motores que darão um som mais esportivo aos veículos.

Foto: divulgação

A nova linha de carros da gigante alemã apresenta uma proposta que apela para uma clientela mais abrangente no âmbito mundial, isto é, a tecnologia de um carro esportivo se tornando mais acessível. Tobias Moers afirma que, “Por todo o nosso crescimento dinâmico, nos mantemos fiéis a nossa reivindicação de marca “Driving Performance”.

Novidades ainda poderão surgir nos meses que nos dividem do lançamento dessa novidade da Mercedes-benz. Nos resta saber se os carros estarão à altura dos concorrentes, mas pelo que já podemos ver, a briga para estar entre os mais vendidos do segmento será acirrada.

Por Tom Vitor de Freitas


Fazendo as contas fazem, mais ou menos, dez anos que a Mercedes-Benz resolveu ingressar no mais do que restrito clube dos superesportivos. Para quem não se lembra muito da época basta dizer que a “chegada” foi em grande estilo com o consagrado e clássico SLR McLaren. O modelo foi completamente desenvolvido em uma parceria que envolveu os ingleses da Fórmula 1, a equipe da McLaren.

Depois disso algumas pedras no caminho acabaram aparecendo. Na última década a Mercedes não passava de uma empresa que fornecia os motores para a McLaren. A união interessante não deu muitos resultados. Um exemplo é o fato de que o SLR não foi lá um sucesso. A estimativa é que apenas cerca de dois mil carros tenham sido vendidos. Um dos principais motivos para esse fato era o altíssimo preço.

Algum tempo depois a McLaren e a Mercedes resolveram dissolver a união e cada uma decidiu então criar seu próprio superesportivo com suas peculiaridades.

A montadora alemã agora mostra o resultado de seu empenho ao apresentar o sucessor do SLS AMG. Modelo este que teve seu conceito claramente inspirado no famoso e clássico “Asa de Gaivota” dos anos 1950.

Então que novidade é essa que a Mercedes preparou? Bem, estamos falando aqui do Mercedes-AMG GT. E logo de cara ele já traz até mudanças no nome. A informação é que a partir dele todos os carros que forem desenvolvidos pelo setor AMG trarão seu sobrenome no lugar do atual “Benz”.

Correndo por melhorias:

Quando damos uma boa observada nesse carro logo se percebe que ele não tem nada de novo em comparação com os que vieram antes. Ou seja, nada de potência a mais e muito menos velocidade. O que o diferencia é que o carro não deixa a desejar e ainda traz o benefício de não consumir absurdos. E tem um detalhe que deverá agradar a muitos: não irá custar tão caro.

Por falar em preço, a Mercedes-Benz não deu qualquer informação sobre qual o valor dos preços do GT que deverá chegar ao mercado europeu em 2015. Mas a imprensa especializada de lá já solta rumores sugerindo que os preços devem ficar entre R$ 430.000 e R$ 500.000.

Caso isso se torne verdade o modelo deverá ser bem mais acessível ao consumidor do que o SLS que sai por R$ 650.000. E obviamente que bem mais barato do que o SLR que tinha um faixa de preço que ultrapassa R$ 1 milhão.

Por Denisson Soares

Mercedes-AMG GT

Mercedes-AMG GT

Mercedes-AMG GT

Fotos: Divulgação


A famosa marca Mercedes Benz surgiu na Alemanha há um século e teve início por Gottlieb Daimler e Karl Benz, os quais foram responsáveis por construir os primeiros motorizados do mundo, englobando o primeiro ônibus, o primeiro caminhão com motor a gasolina e o primeiro caminhão a diesel.

E quem é apaixonado por carros certamente já ouviu falar desta famosa marca, a qual é segmentada a um público de classe alta, devido ao seu preço elevado.

Pois é, para os que gostam e podem pagar por um carro como este, mais um modelo inédito vem por aí: seu nome é Mercedes-AMG C63. Este carro é uma versão poderosa da geração do Classe C. 

Foto: divulgação

O modelo, que ainda será lançado, antes já existia como “Mercedes C63 AMG” e agora passará a ser chamado de “Mercedes-AMG C63”. O lançamento será em duas versões, a versão Sedan e a versão Van, utilizando um motor V8 4.0 litros que vai de 475cv no modelo van e de 510cv no modelo sedan, levando o mesmo motor do superesportivo AMG.

A aparência desse novo carro leva um tom de agressividade, incluindo quatro saídas de escapamento, para-choque traseiro com difusor de ar incorporado, além de saias laterais e novíssimos e exclusivos para-choques.

Internamente, tem todos os detalhes possíveis e impecáveis, como pomo do câmbio, painel de instrumentos e, claro, banco com apoio lombar reforçado.

Este modelo, porém, não chega a ser muito rápido, pelo menos não tanto quando comparado ao AMG GT. A máquina consegue alcançar de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e a velocidade máxima se limita a 250 km/h.

Foto: divulgação

Para os apressadinhos, fiquem de olhos abertos, pois as informações sobre o novo carro sairão no Salão de Paris, em outubro. E quem tá ansioso para comprar, as vendas só serão liberadas, para o modelo van, e apenas na Europa, em abril.

Por Juliana Ghisi


A nova geração do Mercedes-Benz Classe C chega em grande estilo, como era de se esperar, ao Brasil. O veículo já traz consigo a fama de ser o “garoto propaganda” ou seja, o modelo mais vendido da marca no mundo.  O modelo ainda levanta uma série de comentários já que traz inovações interessantes em diversos aspectos agregando ao carro vários recursos e tecnologias que até então só eram possíveis de serem vistas em veículos de classes superiores.

De acordo com as informações da montadora a estreia do carro aqui no Brasil terá a presença de quatro versões do Classe C, são elas: C 250 Sport, C 200 Avantgarde, C 180 Exclusive e C 180 Avantgarde.

É interessante também observarmos que esse lançamento da Mercedes-Benz é meio que um divisor de águas. Isso porque ele muda o rumo e estabelece novos tipos de padrões para os modelos que fazem parte da categoria médio premium. Isso é justificado quando vemos que o Classe C apresenta um conceito de design que leva em consideração a redução do peso, a aerodinâmica mais trabalhada e motores econômicos.

Para a novidade o sedan também aumentou de tamanho. O carro agora conta com um acréscimo de 80 milímetros de distância entre eixos se comparado com o modelo anterior. O Classe C também ficou 40 mm mais largo e 95 mm mais longo. Pode parecer muito pouco, mas no interior vemos um bom resultado com o aumento de espaço. Esse ponto fica mais evidente para quem vai no banco de trás. Além disso, o porta-malas ainda conta com capacidade para 480 litros.

Segurança do carro:

Além de diversos itens para a segurança dos passageiros como o cinto de segurança de três pontos o modelo ainda vem com uma série de airbags para aumentar ainda mais a proteção de quem está dentro do carro. Entre eles estão o airbag de joelho para o condutor, airbags laterais (proteção pélvica e do tórax do motorista e passageiro da frente) e uma nova versão dos airbags das janelas.

Quer conferir mais sobre Classe C? Acesse: www.mercedes-benz.com.br/automoveis.

Por Denisson Soares

Mercedes-Benz Classe C

Mercedes-Benz Classe C

Mercedes-Benz Classe C

Mercedes-Benz Classe C

Fotos: Divulgação


Assim como nos automóveis, o ramo de caminhões está apresentando boas mudanças para o futuro. A tradicional montadora alemã Mercedes-Benz recentemente anunciou o conceito Future Truck 2025, que deve ser apresentado em mais detalhes no Salão Internacional de Veículos Comerciais IAA em Hanover, na Alemanha. O evento deve ocorrer entre os dias 25 de setembro e 2 de outubro.   

Como o próprio nome do conceito indica, novos modelos de caminhões deverão ser produzidos para 2025. O principal destaque da iniciativa é a adoção de um sistema de condução autônomo. A tecnologia permitirá que os condutores se tornem gestores de transporte. Isso possibilitará a implantação de estações de trabalho sobre rodas, como novos campos de atuação profissional.

Foto: divulgação

Esta tecnologia permitirá o aumento na eficiência do transporte, com trânsito mais seguro, diminuição de emissões de CO2 e até otimização de percurso.  

O Future Truck 2025 tem como base o Actros 1845, equipado com 449 cavalos de potência e 224,34 kgfm de torque, conjunto a um câmbio automatizado PowerShift 3 de 12 velocidades.

No quesito itens tecnológicos, o Future Truck 2025 conta com um sensor de radar na parte dianteira inferior, que explora a região de curta e longa distância adiante do caminhão, com capacidade de alcance de 70 metros. Este sensor tem como base as ferramentas já disponíveis no Actros, como o servofreio de emergência e o sistema de controle de proximidade.

Uma câmera estereoscópica sobre o painel de instrumentos também é outro item notável. O componente conta com um alcance de 100 metros e seu objetivo é identificar pedestres e obstáculos estáticos ou em movimento.  

Há também sensores de radar para monitorar as áreas das vias à direita e à esquerda do caminhão. Eles estão instalados à frente do eixo traseiro da unidade de tração, com alcance de 60 metros e raio de 170 graus.  

Foto: divulgação

Este conceito de caminhões para o futuro iniciou tendo como parâmetro a iniciativa Shaping Future Transportation (Moldando o Transporte do Futuro) da Daimler Trucks, que visa preservar os recursos naturais, reduzir as emissões de todo tipo e ainda garantir, ao mesmo tempo, a segurança nas estradas.  

As tecnologias presentes no Future Truck 2025 estão interconectadas em rede, possibilitando um controle geral do caminhão pelo condutor. Caso necessário, o sistema intervirá na direção para manter o caminhão no centro da pista, automaticamente.  

Batizado de "Highway Pilot", o sistema de modo autônomo pode ser ativado em uma velocidade de 80 km/h. Após isso, o motorista pode girar seu assento em 45 graus no sentido horário, para um posição de descanso ou trabalho.

A tecnologia que deve estar disponível em cerca de 10 anos, será semelhante a um escritório corporativo, com um tablet removível com tela sensível ao toque para comunicação e execução de tarefas.

Por William Nascimento

Foto: divulgação


Foi divulgado pela montadora de veículos Mercedes-Benz, novidades com o novo motor que demonstra o funcionamento do propulsor do AMG GT. Esse foi o último lançamento que pode substituir o SLS AMG. O motor está previsto para ser apresentado durante o salão de Paris, em outubro. As últimas informações que tivemos é que o motor é 4.0 V8 biturbo.

Essa nova geração de motores Mercedes, chamada de M178 poderá gerar até 510 cv de potência, a 6250 rpm e 66,2 kgfm de  torque. Diante disso, uma das principais características do motor, está no fato de ele vir com tecnologia nano-cristalina para revestimento dos pistões, a fim de assegurar um menor atrito e diminuição de peso do propulsor.

Sendo assim, os condutores apaixonados por velocidade poderão desfrutar dessa novidade sofisticada trazida pela marca Mercedes-Benz. Além disso, o sistema de lubrificação diminui o centro de gravidade do motor.

Ele é perfeito para quem adora viajar com segurança e tranqüilidade. Entretanto, é importante salientar que devido ao fato de o veículo chegar a altas velocidades em poucos segundos, o condutor precisa estar atento a isso e dirigir com prudência.

Cabe destacar que grande parte das pessoas que adquirem veículos da montadora são de classe média alta. Isto se dá porque os carros possuem alto preço, durabilidade e padrão de qualidade.

A marca é alemã e foi criada em 1924. É a empresa mais antiga de automóveis e veículos comerciais da Alemanha e do mundo. Ressalte-se que, ela não fabrica somente automóveis, mas também caminhões, autocarros, e seus próprios motores.

Contudo, esses são os únicos veículos que possuem características inovadoras e emocionantes ao nível do design com a mais recente tecnologia. E não pára por aí, pois os carros proporcionam alto conforto na parte interna, o que faz com que o condutor consiga dirigir por altas horas e não sinta nenhum tipo de incômodo.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


A famosa Mercedes-Benz deu início no mês de junho de 2014 à fabricação da nova geração sedan do Classe C, tendo que modernizar suas fábricas, localizadas na cidade de Tuscaloosa, no estado do Alabama. A fabricação demandou um investimento milionário por parte da montadora, pois a fábrica localizada nos Estados Unidos obedece o mesmo sistema de qualidade encontrado na Alemanha. Mas a produção do carro no território estadunidense, somente atenderá a demanda no Canadá e nos Estados Unidos.

De acordo com a montadora, a princípio o carro será disponível em apenas duas opções de motorização:  O bloco de entrada será um 2.0 turbo de 241 cavalos e 31,6 kgfm de torque, seguido do topo de linha 3.0 V6 de 329 cavalos e 48,8 kgfm de força.

O novo Mercedes Classe C nos Estados Unidos dará início a um grande ciclo de investimentos no país.

A produção da nova geração do Classe C em território brasileiro, já foi confirmada a alguns meses pela montadora. A produção ocorrerá em Iracemápolis, cidade que se encontra no interior do estado de São Paulo. A montadora está construindo uma fábrica na cidade com um investimento de aproximadamente R$ 500 milhões, para poder produzir o sedan, e o SUV GLA A. Segundo as contas da Fenabre, desde janeiro até junho a montadora já entregou 999 carros comprados por consumidores brasileiros.

Enquanto a fábrica não fica pronta, os carros estão sendo importados da Alemanha. A previsão para a inauguração é para 2015. O valor inicial do carro importado que é vendido no Brasil é de R$ 122.900,00. Quando iniciar a produção nacional o preço provavelmente irá diminuir, mas a montadora ainda não se pronunciou a respeito do valor do carro produzido no Brasil.

Quem ama carros aguarda agora mais essa novidade de mercado e espera que por se tratar de marca tão conceituada como a Mercedes, o novo carro não apenas corresponda, mas surpreenda as expectativas.

Por Igor Lima

Mercedes-Benz Classe C

Foto: Divulgação


O que vem em sua mente quando falamos em Mercedes?

Conforto, bom desempenho, satisfação. Pois é, tudo isso e muito mais pode ser visto na versão 2014 do Mercedes S 63 L AMG que já chegou ao Brasil.

Só para aguçar sua curiosidade sobre o novo modelo, o mesmo vem com motor AMG V8 biturbo 5.5 que parece já ser a marca registrada da Mercedes para seus carros de grande desempenho. E desempenho é o que falamos quando citamos o Mercedes S 63 L AMG que consegue atingir 585 cv de potência; beleza também não foi poupada no desenvolvimento do carro que pode ser visto em sua deslumbrante carroceria.

A marcha funciona em três modos: manual, esportiva em um modo de controle de eficiência que propicia a diminuição do consumo de combustível, ainda devemos citar que o modelo conta com tração integral AMG 4MATIC desenvolvida para melhorar o desempenho do carro. O carro também perdeu 100 quilos de peso comparado a sua versão anterior que era de 1.970 kg para isso a Mercedes contou com o uso de matérias mais leves na fabricação.

O quesito segurança não foi desconsiderado também. O S 63 L AMG conta com direção inteligente que consegue monitorar por meio de percepção sensível quando o condutor do veículo está cansado em virtude de sono, logo que percebido o fato o automóvel emite um alerta sonoro, o que é altamente útil para evitar possíveis acidentes.

A Mercedes sem dúvida fabrica os carros dos sonhos da grande maioria dos motoristas, e este modelo já está disponível nas concessionárias do Brasil pelo preço de R$ 727.900, que valoriza o interior do carro que foi trabalhado em couro, é espaçoso e confortável. O veículo também tem sido considerado “leve” em sua condução por quem já teve o prazer de realizar um test drive.

Por Igor Lima 

Mercedes-Benz S 63 L AMG

Foto: Divulgação


A montadora alemã, Mercedes-Benz, divulgou neste domingo, dia 1° , na cidade de Indaiatuba, no interior do estado de São Paulo, o lançamento do seu mais novo modelo, o A 45 AMG, em terras brasileiras. O A 45 AMG é uma versão mais esportiva do hatch Classe A, que fez sua estreia para todo o mundo em março no Salão de Genebra, Suíça.

O modelo é o primeiro carro hatch de alta performance da Mercedes-Benz, e vem equipado com um motor 2.0 turbo, com quatro cilindros e injeção direta de combustível, com potência de 360 cavalos e 46 kgfm de torque. O automóvel chega ao Brasil em versão única custando em torno de R$ 259.900,00.

O Mercedes A 45 AMG possui câmbio automatizado de dupla embreagem , com sete marchas. Segundo a montadora, o automóvel tem aceleração de 100 km/h em apenas 4,6 segundos, também, o modelo chega a velocidade máxima de 250 km/h, o que é um ótimo status para o novo modelo. Ele, também, conta com tração integral.  

Os freios e suspensão foram modificados para melhor, já seu visual foi feito segundo a proposta esportiva que o modelo necessita: como grade, rodas de 18 polegadas e para-choques diferenciados. Em seu interior, houve uma modificação nos bancos, eles foram substituídos por modelos do tipo concha, dando um visual mais esportivo.

É claro que existem detalhes exclusivos da nova versão, por exemplo: as saídas do condicionador de ar, alavanca do câmbio e algumas alterações em seu painel de navegação.   A montadora espera vender ao menos 100 modelos até o primeiro trimestre do próximo ano.   O Classe A tradicional tem preços que variam entre R$ 99.900 e R$ 109.900 , e o motor mais inferior que a versão AMG. O básico é um motor 1.6 turbo de 156 cv.

Por André Barbosa

 Mercedes-Benz A 45 AMG no Brasil

Foto: Divulgação


Os carros da marca Mercedes-Benz sempre encantam os apaixonados por velocidade, entretanto, para muitos, eles não passam de sonho de consumo, já que o luxo da montadora não custa barato.

Recentemente o preço do G63 6X6 foi divulgado e o modelo deve ser vendido na Alemanha por 451 mil euros, o equivalente a R$ 1,3 milhão. Para especialistas do setor, esse valor de comercialização é decorrente do conjunto, composto por elementos de alta tecnologia, design de ponta e potência surpreendente.

Segundo fontes ligadas à fabricante, o preço inicial seria de 379.000 euros, no entanto, no mercado da Alemanha existe um imposto de 19% sobre o valor original dos carros.

O carro em questão surgiu a partir da necessidade de suprir as demandas de venda no Oriente Médio. O veículo agradou tanto que o G63 6X6 passou a ser produzido em série e distribuído para vários mercados do mundo. De acordo com a Mercedes-Benz, serão produzidas aproximadamente trinta unidades do G63 AMG 6X6 por ano. Vale acrescentar que o carro será vendido no México, Canadá, EUA, dentre outros países.

O G63 6X6 é um carro com motor V8 5.5 L, capaz de entregar 544 cavalos de potência e 77,4 kgfm de torque. Cumpre salientar que o câmbio é automático, com 7 velocidades e embreagem dupla. O novo SUV da Mercedes alcança 100 km/h em apenas 5,4 segundos.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O Novo Mercedes E63 AMG 4matic 2014 é um carro com muito desempenho e praticidade, misturando níveis exorbitantes de energia com conforto tradicional Mercedes e um interior espaçoso é ultrapassado por alguns veículos do mercado. 

O E63 AMG também está disponível em uma versátil carroçaria wagon, a Mercedes equipou seu foguete executivo com 4MATIC All Wheel-Drive. Como a maioria das máquinas desportivas, o coração do E63 AMG 4MATIC é o seu motor, um handmade de 5,5 litroa “Biturbo” v8. Com twin-turbo e injeção direta foi massageando recentemente para aumentar a potência de 518 cavalos e 516 lb-ft de torque e 550 cavalos e 531 ib-pés de torção.       

Todos os E63 Amgs utilizam uma transmissão automática de sete velocidades “MCT” com conversor de torque original para um pacote de embreagem úmida que muda de forma rápida e suave, mesmo em baixas velocidades. No interior um belo volante de três raios em couro/ alcantara com um aro achatado na parte superior e inferior para permitir um melhor controle do driver. A mercedes E63 Amg 4AMATIC chega ao Brasil no valor de US$245.900(R$553 mil), agora é só aguardar o lançamento.

A Mercedes no novo modelo continua preservando desempenho e beleza em um dos carros mais cobiçados do mercado.

Por Jaime Pargan


Mercedes-Benz E 63 AMG A Mercedes-Benz já confirmou que o seu novo modelo esportivo E 63 AMG será disponibilizado para vendas no país.

O preço sugerido inicialmente pela empresa é de US$ 245,9 mil, o que equivale a aproximadamente R$ 540 mil.

O sedan de caráter esportivo se diferencia visualmente no para-choque, que possui um design mais agressivo, e na sua grade frontal. A empresa ainda oferece três opções de banco para o interior: preto, cinza ou bege, mas os donos que desejarem mais detalhes específicos podem fazer o pedido sob demanda.

No entanto, não é só no exterior que o novo E 63 AMG se destaca. O novo modelo agora possui motor 5.5 V8 biturbo de 557 cv, torque de 73,4 kgfm e transmissão automática de sete marchas. Além disso, um novo sistema de tração integral foi aplicado ao modelo. Dessa forma é possível distribuir a força do motor entre os eixos dianteiro e traseiro na proporção 33:67. Dessa forma, boa parte do torque fica destinada ao eixo traseiro e evita que o modelo perca a característica padrão dos Mercedes que é a tração na parte de trás.

Já em relação à suspensão, é possível ajustá-la em três modos diferentes: confort, sport e sport plus. As rodas possuem 19 polegadas e a traseira possui ponteiras de escapamento quadruplas, conferindo ao esportivo um ar mais dinâmico e agressivo.

Por Ebenézer Carvalho


A empresa Mercedes-Benz não produzirá mais nenhum modelo da gama SLS a partir de março de 2014, de acordo com dados publicados por veículos alemães especializados no segmento automotor.

Por hora, a empresa de origem alemã fabrica as versões roadster e cupê da linha SLS na unidade fabril localizada em Sindelfingen, grande polo industrial da montadora. Porém, a linha de produção será cancelada e o motivo é a  liberação de capacidade referente ao início da produção do recentemente confirmado modelo C190, conhecido também pela sigla SLC.

O veículo, que não é um sucessor do SLS, irá ter menor tamanho e será mais leve, teve sua concepção no intuito de bater de frente no mercado com o 911 da Porsche. Como consequência, o modelo C190 sairá por um valor bem menor, começando pelo preço de aproximados 109 mil euros (cerca de R$ 330 mil).

O veículo pode ser equipado com motorização V8, 4.0 L chegando a 491 cavalos de potência. Após a finalização da produção do SLS no ano de 2014, boatos a respeito do lançamento antecipado do Mercedes-Benz C190 crescem a cada dia.

Por Marcelo Araújo


Novo Mercedes-Benz GLAA Mercedes apostará no primo mais novo do Classe A para agradar ao público no próximo Salão do Automóvel de Frankfurt.

Ainda neste mês acontecerá em Frankfurt mais um esperado Salão do Automóvel, evento que reúne praticamente todas as marcas mais renomadas e conceituadas do mercado automobilístico, portanto conseguir destaque é o principal objetivo de toda montadora.

Pensando nisso, a Mercedes-Benz se prepara para lançar mais uma novidade, o GLA.

Nos últimos dias diversas notícias e imagens davam margem para que o público especulasse sobre esse novo conceito da Mercedes-Benz, mas somente agora a montadora se pronuncia oficialmente e reitera as verdades sobre o novo conceito.

Tudo indica que o GLA foi inspirado no Classe A, pois ambos possuem entradas dianteiras de ar bem largas e linhas acentuadas nas laterais. No entanto, o novo conceito possui rodas com aro superior ao Classe A, seu porta-malas pode comportar cerca de 840 l. O motor o novo GLA é um 1.6 l, a gasolina que promete 160 cv de potência. Quem desejar mais potência pode escolher o modelo com motor também a gasolina só que com bloco de 2.0 l que alcança os 213 cavalos. Existe ainda versões a diesel que variam de 130 a 170 cavalos de potência.

A montadora ainda não divulgou informações referentes aos valores de mercado nem data de comercialização. Resta esperar para ver o que a Mercedes-Benz nos reserva.

Por Fernando Setoue


Segundo a revista especializada Der Spiegel, a Mercedes- Benz deve implantar em breve uma fábrica no Brasil. Inicialmente o Grupo Daimler, responsável pela marca, pretende produzir o Mercedes-Benz Classe C.  A expectativa da montadora é que a unidade fabril seja inaugurada em 2015 e a capacidade produtiva anual será de 20 mil carros.

Com o lançamento da fábrica, os custos de importação devem diminuir consideravelmente. Como as taxas de IPI são bastante elevadas, o preço final dos modelos Mercedes-Benz Classe C sobem e a venda é dificultada no mercado brasileiro. De acordo com um dos executivos do Grupo Daimler, as informações ainda não passam de especulações.

A Mercedes-Benz chegou a produzir veículos de luxo em nosso país, mais precisamente na cidade mineira de Juiz de Fora. Mas em  2010 a produção dos modelos luxuosos foi interrompida e planta foi adaptada a fim de fabricar somente caminhões e veículos comerciais.

Mesmo que a Mercedes-Benz não confirme a implantação dessa nova fábrica, tudo indica que os planos saiam do papel, já que diversas montadoras estão vindo para o Brasil devido o aumento da demanda por veículos e criação de medidas do governo para incentivar a produção nacional.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Chega ao Brasil nesta semana a nova versão 2014 do Mercedes-Benz Classe E. O design continua o mesmo, porém pequenas mudanças foram feitas no para-choque, faróis, lanterna, visual do painel e capô. Já a tecnologia interna e o conforto do carro continuam os mesmos.

O Classe E vem em forma de Sedã 250 que custa aproximadamente R$ 300 mil e possui motor turbo 2.O I de quatro cilindros ou Sedã 350, com motor turbo de seis cilindros tipo 3.5 I que será vendido por aproximadamente R$ 285 mil.

As outras versões de Classe E disponibilizadas são o Coupé 250 custando algo em torno de R$ 240 mil e o conversível Cabriolet 350 pelo valor de R$ 300 mil.

Uma das novidades trazidas pela Mercedes no Classe E 2014 é a tecnologia de assistência de estacionamento, ela além de fornecer a distância na frente e atrás também fornecerá a distancia de pontos dos lados. A tecnologia de assistência é ideal para ser usada pelos motoristas quando há necessidade de estacionar em vagas em shoppings ou em prédios.

O que chama mais a atenção é a suspensão seletiva que sofre ajuste de acordo com a superfície do solo onde se esta dirigindo e com a velocidade assumida pelo automóvel.

A Mercedes-Benz continua investindo no design que lhe é característico desde 1947, os modelos da marca continuam sendo sinônimos de conforto, segurança e estabilidade.

Por Melina Menezes.


Já foi lançada pela Mercedes uma prévia do CLA, o novo modelo possui traços de um carro sedã e um cupê. Uma ótima mistura apresentada aos jornalistas no Salão de Detroit.

Um dos fundamentos principais do veículo é a segurança, que possui um sistema de frenagem denominado de Collision Prevention Assist, o qual avisa o motorista sobre a aproximação de obstáculos a partir de 7 km/h. Este sistema é possível devido a instalação de radares no carro, além disso, caso a situação seja emergencial, o veículo consegue frear de maneira imediata e automática.

O CLA conta com mais quatro sistemas de segurança: Assistente adaptativo de farol alto (Adaptive Highbeam Assist); Assistente de manutenção de faixa (Lane Keeping Assist); Assistente de ponto cego (Blind Spot Assist); e ESP – programa eletrônico de estabilidade (Estability Stability Control). Além disso, o condutor pode optar pela compra extra do assistente de estacionamento em vagas longitudinais ou transversais.

Outra novidade apresentada é a interatividade que será possível a partir da integração de smartphones com o display central localizado no painel do carro.

As primeiras entregas estão previstas para o mês de abril na Europa, pelo valor de € 28.977, equivalente a R$ 80 mil, sem impostos.

Por Camila Caetano


Conhecida pelo estilo e sofisticação de suas criações, a Mercedes-Benz é uma daquelas montadoras que não se cansa de inovar e surpreender. Com sua grande política de modernização, especialmente tecnológica, a marca se configura como uma das maiores do setor de autos.

Seguindo sua arrojada proposta de cativar os antigos clientes e conquistar novos, a montadora apresentou ao mundo seu mais novo modelo, o Classe B Electric Drive.

A nova aposta da Mercedes vem equipada com um excelente motor elétrico movido a bateria íon-lítio. A versão é capaz de entregar 135 cavalos de potência e atingir a velocidade máxima de 150 km/h. Como se não bastasse, vem com airbags laterais e frontais, freios ABS, porta-objetos, entrada USB, tração integral, navegador GPS, bancos acolchoados e belamente revestidos, sistema multimídia completo, comando no volante e variadas opções de entretenimento, como o Blu-Ray.

O visual é basicamente igual ao seu antecessor, mas ainda assim o carro surpreende por conta do conforto interno e benefícios sustentáveis. Os interessados em levar o lançamento para casa, ou até mesmo vê-lo de perto, terão que aguardar um pouco mais, pois o Classe B Electric Drive da Mercedes-Benz tem suas vendas previstas apenas para o ano de 2014. Por enquanto, nada foi falado acerca do preço de venda.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Superando todas as expectativas, o Salão de Paris, realizado no final do mês passado, apresentou incríveis novidades para o mercado de autos. Entre lançamentos e conceitos, várias marcas se destacaram e obtiveram sucesso em relação às críticas dos especialistas que passaram pelo evento.

Uma das montadoras que mais surpreendeu foi a Mercedes-Benz, que com suas marcas registradas de estilo, bom gosto,  luxo e sofisticação, conquistou inúmeros fãs durante o salão. O carro que mais chamou a atenção dos visitantes foi o Smart Forstars.

Ele causou um enorme burburinho no salão parisiense, justamente por ser um belíssimo crossover com um design diferente, visual esportivo e linhas inusitadas. Além de todas essas características, o modelo é ainda altamente adaptável à condução nas metrópoles.

No interior, o veículo possui atributos fantásticos, como por exemplo, teto panorâmico, teto de vidro, lanternas  redesenhadas e confortáveis assentos revestidos com muito requinte. Vale lembrar que o lançamento foi projetado com compactas dimensões, uma vez que possui apenas dois lugares.

Em relação às configurações mecânicas, o carro desenvolve 820 cavalos e atinge a marca de 130 km/h, além de uma excelente estabilidade em terrenos rurais e curvas.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Mercedes-Benz é uma das montadoras mais bem sucedidas que existe atualmente, contando com diversos lançamentos consagrados e é por essa razão que ela conseguiu uma legião de fãs e se consolidou no mercado.

Recentemente, a Mercedes-Benz anunciou oficialmente em uma reunião que contou com Débora Giorgi, ministra da indústria, alguns diretores da companhia e as autoridades locais, que irá produzir os caminhões Atron 1624, o Atron 1634 e o chassi do ônibus LO915 em seu Centro Industrial Juan Manuel Fangio.

A previsão é que a fabricante comece a produção dos veículos a partir do ano que vem, logo no primeiro semestre. Por conta deste investimento a Mercedes conseguirá dobrar o volume de produção da sua linha atual de ônibus e caminhões. 

Atualmente a companhia já fábrica localmente o cavalo mecânico Atron 1720 e os chassis dos ônibus OF1418 e OH1618. Além disso, ela é a responsável por produzir a nova Sprinter, lançada há pouco tempo na Argentina.

O anúncio ainda registra que a fabricante contratou 100 novos funcionários e que ela vem trabalhando pesado para nacionalizar mais peças para produção local e assim se expandir no mercado argentino.

Por Felipe Santos Bonfim


Foi apresentada a versão CLS 63 AMG pela Mercedes-Benz, que é baseada na segunda geração do coupé quatro portas CLS. Agora o carro conta com um motor muito mais potente de 5.5 litros V8 biturbo, que consegue se desenvolver entre 532 e 564 cavalos de potência. Uma das novidades é que haverá uma edição limitada com um propulsor com 32 cavalos a mais.

A aceleração pode chegar a 100 km/h em apenas 4,4 segundos, e pode atingir a velocidade máxima de 250 km/h, além de possuir um torque que varia entre 71,3 e 81,5 kgfm. 

O carro também contém uma transmissão esportiva de 7 marchas, e um sistema start/stop, o qual possibilita que o carro se desligue automaticamente quando o motorista para em algum obstáculo, como em um semáforo, e assim que o condutor o acelera ele liga novamente, economizando bastante combustível.

De acordo com a fabricante o veículo emite 235 g/km de CO2 e a cada 100 km usa 10,1 litros de gasolina.

Mesmo sendo um carro esportivo, a marca preza pelo conforto do condutor, que tem um porta-malas com capacidade para até 1.550 litros.

Os valores ainda não foram divulgados pela fabricante.

Por Camila Caetano


A Mercedes-Benz lançou no mercado brasileiro o seu novo modelo, o ML. Com preço de R$ 335 mil, o veículo vem em versão única, sendo que a escolhida pela fabricante Mercedes-Benz, foi a 350 BlueEfficiency Sport.

Esta é a terceira geração do ML. O SUV da Mercedes vem totalmente remodelado e mais moderno do que as suas versões anteriores. Por exemplo, o automóvel possui vários itens de série, como o recurso Active Park Assist (que ajuda o carro a estacionar de maneira mais fácil), direção elétrica, telas de LCD de nove polegadas para os bancos traseiros, abertura automática do porta-malas, ar condicionado com três zonas de resfriamento, GPS, rodas de 20 polegadas, teto solar e airbags de joelhos, laterais e dianteiros.

Quanto a motorização, o veículo possui um 3.5 seis válvulas, com 306 cavalos de potência, torque de 37,7 kgfm se o carro estiver entre 3.500 rpm e 5.200 rpm. O câmbio é automático, com o sistema 7G Tronic Plus e sete marchas. A velocidade máxima chega a 235 km/h, sendo que o carro vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos.

Por Matheus Camargo


Não é surpresa que a Mercedes-Benz busca sempre se superar a cada novo lançamento, apresentando novidades incríveis e que mexem com o público que admira a marca.

Para este mês, os consumidores vão poder conferir o novo modelo do SLS AMG, o SLS AMG GT,exibido na Alemanha, e que vem agora com um motor ainda mais potente, um V8 de 591 cv, ou seja, 20 cv a mais que o modelo antigo. Neste contexto, o veículo esportivo foi projetado para alcançar velocidade de até 317 km/h em seu limite máximo eletrônico, fazendo de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos.

Outra informação é que o carro manteve as duas versões, a coupé e a roadster. A empresa preferiu, também, manter as tradicionais “asas de gaivota” na abertura das portas, afinal, são como uma marca registrada para o modelo. As rodas dianteiras continuam com aro 19” de liga-leve, já as traseiras são agora de 20”.

Como promessa de melhoria no desempenho, a Mercedes buscou focar na revisão do câmbio e das suspensões. Com essas mudanças, o funcionamento será ainda mais eficaz garantindo a satisfação do comprador e, consequentemente, da própria empresa fabricante.

Por Anne A. Matioli Dias


A busca pela economia e eficiência em cada componente de um carro e principalmente no motor, coração e alma de um automóvel, é uma das principais metas da indústria automobilística atualmente. E além de bonitos, funcionais e modernos os modelos devem ser econômicos e eficientes em rendimento e quem avança nessa direção é a Mercedes-Benz.

Depois da troca dos motores dos modelos Classe E AMG, da divisão esportiva da marca, agora chegou a vez de outros dois modelos, o Classe E350 e o Classe E500 terem seus propulsores substituídos por modelos mais econômicos e mais eficientes, agregando a eles a injeção direta de gasolina da tecnologia BlueDirect.

O modelo Classe E350 terá um propulsor V6 de 3.5 Litros que poderá render 306 CV de potência, contando ainda com uma transmissão redimensionada 7G-Tronic Plus e ainda com o sistema Star&Stop, este novo bloco, de acordo com a Mercedes-Benz, consegue uma economia de combustível de 20% a mais do que o modelo anterior, fazendo 18 Km/l. E mantém um ótimo desempenho com arranque de 0 a 100 Km/h em bons 6,3 segundos.

O modelo Classe E500 passará a contar com um propulsor 4.6 biturbo V8 que apresenta aumento de potência passando a produzir 408 CV de potência, com um consumo menor de combustível na casa dos 17%. Conforme informação da montadora a média de consumo chega a 13 Km/l. Também neste caso o desempenho não é prejudicado. O E500 vai de 0 a 100 Km/h em apenas 5,2 segundos. A máxima dos dois modelos com os novos motores é limitada a 250 Km/h. De acordo com sites especializados estes novos motores provavelmente chegarão ao Brasil ainda no final deste ano.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


A Mercedes-Benz anunciou que os novos modelos do Classe C desembarcam no Brasil neste ano.

Os modelos sedã e perua chegam em junho de 2011 e logo depois (em julho de 2011) é a vez do AMG, que é da divisão de performance da montadora.

Esse modelo, mais potente, vem com o motor V8 e inova ao trazer a assinatura do engenheiro responsável gravado em uma chapa de metal.

Já a grande surpresa, o C Coupé, estará nas revendas brasileiras em outubro de 2011, com sua variação AMG chegando um mês depois.

O preço do Coupé deve começar por volta de R$ 110 mil. O modelo será de duas portas e o banco traseiro comporta dois adultos que cheguem ao máximo a 1,75 metros de altura.

Por E.S.


Chega ao Brasil a nova Mercedes-Benz CLS 63 AMG, ela conta com várias diferenças da sua versão mais antiga, como novidades visuais, mecânicas e de potência. Seu novo motor V8 biturbo, que tem injeção direta de gasolina, é um dos seus principais pontos para chamar a atenção do consumidor. Ele tem 557 cv de potência que pode fazer essa máquina ir de 0 a 100 Km/h em apenas 4,3 segundos, com uma velocidade máxima de 300 km/h, sendo ela limitada eletronicamente.

O carro apresenta marcha automática de sete velocidades e suspenção controlada eletronicamente, proporcionando uma maior estabilidade e controle do veículo em curvas fechadas.

Seu design também chama muito a atenção, pois dispõe de escapamentos cromados e faróis em LED. O preço sugerido para comercialização de mercado é de US$ 260.000.

Por Oscar Ariel
 


Desde o último dia 10 de Janeiro já está à venda na Europa a nova geração do atualmente maior sucesso de vendas da tradicional montadora Mercedes-Benz, o sedã Classe C 2012. A geração que sai de cena neste momento e que teve sua estreia em 2007 vendeu um milhão de unidades pelo mundo, confirmando o sucesso de um modelo harmonioso, requintado e que carrega em suas linhas a classe avassaladora dos modelos Mercedes-Benz.

Com apresentação também no Salão do Automóvel de Detroit que se realiza neste mês nos Estados Unidos, o novo Classe C 2012 recebeu algumas pequenas mudanças visuais que aprimoraram o desenho requintado e melhoraram a segurança do modelo e que, na opinião dos executivos da montadora, aproximaram o sedã dos modelos de luxo produzidos pela marca.

Além do aprimoramento estético o modelo agora possui um novo sistema de detecção de fadiga. O carro vem também com uma nova transmissão automática e sistema Star/Stop que o tornam além de bonito e moderno também econômico. De acordo com a montadora as melhorias mecânicas provocaram uma redução de consumo da ordem de 31% em comparação com a geração anterior. Além destas melhorias mecânicas a nova geração vem com um pacote de recursos tecnológicos de segurança, navegação e conforto que o tornam ainda mais atraente.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


Integrante do BRIC – grupo dos países emergentes economicamente no cenário mundial – juntamente com Brasil, Rússia e China, a Índia vem experimentando, apesar de todo seu contraste cultural e também econômico em algumas regiões do país, um forte desenvolvimento que vem aquecendo sua economia e neste cenário a demanda por carros de luxo no país vem crescendo. E para atendê-la a Mercedes-Benz da Índia lançou à nova Mercedes Classe R. Trata-se de um utilitário esportivo de luxo que alia desempenho, potência e sofisticação em um modelo feito para agradar o mercado emergente.

O SUV Classe R original foi lançado em 2005 e as alterações que sofreu para sua versão indiana foram às primeiras feitas pela montadora neste modelo que agora tem um novo capô, uma maior grade dianteira e teve os faróis redesenhados. Mas as mudanças apenas aprimoraram a classe natural do modelo que mantém o estilo clássico imponente dos modelos da Mercedes-Benz, que junta nesta versão com equilíbrio e esportividade, o luxo e o requinte de um carro que traduz status.

Nesta versão para o mercado indiano, a R350 4MATIC, a motorização fica a cargo de um propulsor V6 3.5 Litros com transmissão 7G-TRONIC que lhe garante um bom desempenho com seus 272 Cv de potência. A velocidade máxima do modelo ultrapassa os 230 Km/h com aceleração de 0 a 100 Km/h acontecendo em menos de nove segundos. O preço sugerido para o mercado indiano equivale em reais a R$ 90 mil, sem as taxas de importação e os impostos.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Assim como grandes montadoras como Peugeot, Mitsubishi e Citroen que lançará seu modelo elétrico no Salão de Paris deste ano em Outubro, a Mercedes-Benz também já tem o seu modelo movido à energia elétrica, que foi apresentado nesta semana na Alemanha. É o Classe A E-Cell movido a baterias de Litio que podem ser recarregadas na rede elétrica convencional.

Em principio a produção será limita a 500 unidades que poderão ser adquiridas na Europa através do sistema de leasing, mas como este parece ser o futuro da indústria automobilística mundial, talvez seja o inicio deste futuro nos veículos fabricados pela Mercedes-Benz.

Com design bastante fiel ao Classe A de motorização a gasolina, as principais mudanças e inovações estão mesmo no motor elétrico que pode gerar 95CV de potência e conforme a fabricante informou sua aceleração de 0 a 100 Km/h se dá em 5,5 segundos podendo atingir a velocidade máxima de 150 Km/h. O motor elétrico está posicionado na frente do veículo e é menor que os movidos a gasolina, o que dá ao conjunto mais leveza, aliando a modernidade e “limpeza” de um motor elétrico a Classe de um modelo Mercedes-Benz.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


A Mercedes-benz resolveu agregar mais valor à sua linha de furgões e chassis de cabina Sprinter. A linha trará novos itens de série em suas versões 2011. A montadora alemã incluirá air bags, freios ABS, vidros elétricos e retrovisores externos elétricos. A montadora alemã se antecipa às novas resoluções do Contran, que estabelece como obrigatórios esses itens a partir de 2014.

Outro item interessante que acompanhará os modelos é o travamento das portas por controle remoto, freio à disco nas quatro rodas, faróis de neblina com controle de alcance, cintos de segurança com regulagem de altura.

Outros itens que compõe os modelos são bancos com encosto de cabeça integrados, CD Player e ar-condicionado.

Por Maximiliano da Rosa


Nesta sexta-feira, 10 de setembro de 2010, o grupo alemão Daimler anunciou que irá fabricar no Brasil o caminhão Actros, que é um dos principais modelos da Mercedes-Benz do Brasil.

O grupo alemão é o maior produtor de caminhões do mundo e o Actros será produzido no Brasil na unidade instalada em Juiz de Fora, Minas Gerais, a partir do próximo ano.

No primeiro semestre deste ano, o Brasil tornou-se o maior consumidor da marca de caminhões Mercedes-Benz, adquirindo 21.700 dos 56.300 veículos vendidos em todo o mundo. Com a produção do caminhão Actros no Brasil, ficará mais fácil atender a demanda da América Latina, conforme declarado pelo grupo Daimler em comunicado.

Por Elizabeth Preático

Fonte: G1


Em fase de preparação para a temporada de 2011, a divisão esportiva da Mercedes-Benz deu início nesta última quinta-feira, 12 de agosto de 2010, ao recebimento de pedidos do modelo SLS AMG GT3, cuja entrega acontecerá em fevereiro do próximo ano.

O valor sem taxas de importação e impostos do veículo ficará em setecentos e sessenta mil reais cada um, ou trezentos e trinta e quatro mil euros. O SLS AMG GT3 possui motor V8 6.2 litros. O carro teve seu peso interior reduzido em relação ao cupê e é super esportivo, seguindo um estilo de carro de competição, tanto que aparecerá em algumas corridas antes das primeiras entregas aos clientes.

O veículo pode atingir mais de 300km/h e está de acordo com as normas de competição. É sempre bom lembrar que a alta velocidade deve se limitar apenas às competições, primando nas cidades pelo respeito às leis de trânsito.

Foto: Vision Automotriz Magazine

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, Web Motors


A Mercedes-Benz encerrou na última semana a produção da primeira geração do utilitário CLS. O carro alemão deverá ganhar uma segunda versão, que será apresentada no Salão do Automóvel de Paris, em setembro.

A primeira remessa do CLS, que foi produzida entre 2004 e 2010, rendeu mais de 170 mil unidades comercializadas em todo o mundo.

O cupê da Mercedes foi o precursor do segmento de cupês com quarto portas.

De acordo com a Mercedes-Benz, a nova versão do CLS trará novidades nas linhas e nos acessórios internos.

A perspectiva do mercado é que o novo modelo seja comercializado no Brasil a partir de R$ 90 mil.

Enquanto o Novo CLS não chega no brasil, confira algumas fotos do carro no vídeo abaixo:


Mercedes Classe A ganha uma versão esportiva! Com tração dianteira nos modelos básicos e integral nos superiores, promete competir páreo a páreo com Focus e Golf.

A terceira geração do Mercedes-Benz classe A tem a intenção de atrair um público mais jovem e dinâmico e contará com motor de quatro cilindros com supercharges e injeção com aguardados 270 cavalos de potência (transmitida com ajuda do câmbio de embreagem dupla) e 30 kgfm de torque.

O carro será desenvolvido pela AMG que para quem não conhece, é a versão dos esportivos da montadora. Espera-se que o carro chegue para competir em meados de 2013.

Por Mayara Paz


A montadora alemão convocou os proprietários da Sprinter fabricados entre os meses de setembro/2009 e abril/2010.

O problema está no cinto de segurança. A fixação dos parafusos do cinto dianteiro está fora dos padrões.

Os modelos afetados são os seguintes: 311, 313 e 413. Chassis: (não sequenciais) 8AC903672AE023662 a 8AC903662AE029771

No último dia 15 de junho a Mercedes fez um recall do mesmo veiculo. Na época, o problema estava no freio de estacionamento. Havia a possibilidade das extremidades do cabo se quebrarem.  

Os proprietários que queiram mais informações devem ligar na Central de Atendimento ao Cliente (0800 970 90 90) ou acessar o site.


A Mercedes-benz mostra que tem muito fôlego para enfrentar seus principais rivais na Alemanha e no Mundo, BMW e Audi, e prepara o lançamento de nada menos que 16 novos modelos. Coincidentemente a montadora tem atualmente 16% do mercado mundial, e a tendência é a empresa manter ou aumentar essa participação.

O destaque entre os lançamentos ficam por conta dos veículos com emissão zero de combustíveis como o Smart Fortwo e o Classe A E-Cell, movidos à eletricidade, e o Classe B F-Cell movido à hidrogênio.

Mas antes de botar nas ruas, os veículos acima, a Mercedes os veículos que estarão equipados com uma nova geração de motores à gasolina V6 e V8, capazes de economizar cerca de 24 por cento de combustível graças à tecnologia BlueDirect. Em paralelo, a tecnologia Start-Stop atuará gerenciando o motor, desligando-o e o religando quando necessário.

Os novos modelos devem ser lançados inicialmente na Europa, e ainda não há previsão para chegarem aos Estados Unidos e ao resto do mundo.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Motorauthority


As montadoras enfrentaram fortes turbulências em 2009. O perigo de falência rondou praticamente todas as empresas do setor, incluindo gigantes como a GM. No entanto parece que a tempestade passou e a crise é coisa do passado.

O Brasil, por exemplo, exibe números animadores e ganha espaço no mercado internacional, produzindo e vendendo cada vez mais veículos. Em Março, o país bateu recorde, tendo obtido o melhor desempenho na história da indústria automobilística nacional. E mesmo com o fim redução do IPI, a tendência é que as vendas continuem aceleradas.

Nos Estados Unidos e na Europa, as coisas caminham bem e algumas montadoras começam a voltar a ter lucro. A única exceção talvez fique por conta da Toyota que se depara com infindáveis recalls, o que pode levar a empresa ao buraco.

Enquanto isso, a Audi comemora o fato de ter vendido mais carros que a Mercedes-benz no mundo inteiro. É a primeira vez que isso acontece. A diferença não foi grande: quase 16000 unidades a mais. O aumento das vendas da Audi foi de 25%, o que justifica o otimismo do mercado.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Yahoo! Autos





CONTINUE NAVEGANDO: