Foi divulgado pela montadora de veículos Mercedes-Benz, novidades com o novo motor que demonstra o funcionamento do propulsor do AMG GT. Esse foi o último lançamento que pode substituir o SLS AMG. O motor está previsto para ser apresentado durante o salão de Paris, em outubro. As últimas informações que tivemos é que o motor é 4.0 V8 biturbo.

Essa nova geração de motores Mercedes, chamada de M178 poderá gerar até 510 cv de potência, a 6250 rpm e 66,2 kgfm de  torque. Diante disso, uma das principais características do motor, está no fato de ele vir com tecnologia nano-cristalina para revestimento dos pistões, a fim de assegurar um menor atrito e diminuição de peso do propulsor.

Sendo assim, os condutores apaixonados por velocidade poderão desfrutar dessa novidade sofisticada trazida pela marca Mercedes-Benz. Além disso, o sistema de lubrificação diminui o centro de gravidade do motor.

Ele é perfeito para quem adora viajar com segurança e tranqüilidade. Entretanto, é importante salientar que devido ao fato de o veículo chegar a altas velocidades em poucos segundos, o condutor precisa estar atento a isso e dirigir com prudência.

Cabe destacar que grande parte das pessoas que adquirem veículos da montadora são de classe média alta. Isto se dá porque os carros possuem alto preço, durabilidade e padrão de qualidade.

A marca é alemã e foi criada em 1924. É a empresa mais antiga de automóveis e veículos comerciais da Alemanha e do mundo. Ressalte-se que, ela não fabrica somente automóveis, mas também caminhões, autocarros, e seus próprios motores.

Contudo, esses são os únicos veículos que possuem características inovadoras e emocionantes ao nível do design com a mais recente tecnologia. E não pára por aí, pois os carros proporcionam alto conforto na parte interna, o que faz com que o condutor consiga dirigir por altas horas e não sinta nenhum tipo de incômodo.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


A busca de veículos com motorização mais eficiente, econômica e menos poluente e que possuam um ganho de rendimento é uma característica dos fabricantes de veículos, principalmente na Europa, onde a legislação, no que toca as emissões de poluentes, se torna cada vez mais severa e rigorosa.

E essa evolução chegou aos motores da Land Rover vendidos no Brasil, conforme divulgado na última semana, quando foram apresentadas mudanças que estarão presentes na linha 2011 de seus utilitários esportivos de porte, entre eles o Freelander e Discovery 4, entre outros.

Ocorreram algumas modificações estéticas nos modelos, mas a principal mudança encontra-se na troca dos motores do modelo Vogue, o mais sofisticado da montadora vendido no mercado nacional. O novo motor substituirá o anterior 3.6 l TDV8 que produzia 272 CV de potência. O novo propulsor é um 4.4 l turbo-diesel V8 (TDV8). E com ele o Land Rover Vogue chega a desenvolver 313 CV. Conforme informações da fabricante o consumo em ciclo urbano está na faixa de 8,7 Km/l, enquanto na estrada o consumo é de 12,2 Km/l. De acordo com estes dados, em termos percentuais, o novo propulsor é 18,5 % mais econômico e 14% menos poluente que o anterior.

Toda essa eficiência e desempenho são completados por uma transmissão automática sequencial de oito marchas. Este modelo com nova motorização parte de R$ 421 mil e também conta com a versão movida a gasolina, com um motor 5.0 l V8 supercharged que rende 510 CV e um câmbio de seis velocidades automático, custando a partir de R$ 416 mil.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carsale


A busca pela economia e eficiência em cada componente de um carro e principalmente no motor, coração e alma de um automóvel, é uma das principais metas da indústria automobilística atualmente. E além de bonitos, funcionais e modernos os modelos devem ser econômicos e eficientes em rendimento e quem avança nessa direção é a Mercedes-Benz.

Depois da troca dos motores dos modelos Classe E AMG, da divisão esportiva da marca, agora chegou a vez de outros dois modelos, o Classe E350 e o Classe E500 terem seus propulsores substituídos por modelos mais econômicos e mais eficientes, agregando a eles a injeção direta de gasolina da tecnologia BlueDirect.

O modelo Classe E350 terá um propulsor V6 de 3.5 Litros que poderá render 306 CV de potência, contando ainda com uma transmissão redimensionada 7G-Tronic Plus e ainda com o sistema Star&Stop, este novo bloco, de acordo com a Mercedes-Benz, consegue uma economia de combustível de 20% a mais do que o modelo anterior, fazendo 18 Km/l. E mantém um ótimo desempenho com arranque de 0 a 100 Km/h em bons 6,3 segundos.

O modelo Classe E500 passará a contar com um propulsor 4.6 biturbo V8 que apresenta aumento de potência passando a produzir 408 CV de potência, com um consumo menor de combustível na casa dos 17%. Conforme informação da montadora a média de consumo chega a 13 Km/l. Também neste caso o desempenho não é prejudicado. O E500 vai de 0 a 100 Km/h em apenas 5,2 segundos. A máxima dos dois modelos com os novos motores é limitada a 250 Km/h. De acordo com sites especializados estes novos motores provavelmente chegarão ao Brasil ainda no final deste ano.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


A Renault deve lançar no Brasil, ainda em 2011, o Duster, um utilitário esportivo construído sob a mesma plataforma que o Sandero e o Logan. A expectativa da montadora francesa é de que ele brigue diretamente com o Ford Ecosport, líder de vendas no segmento.

O Duster deverá ter, na versão de entrada, o motor 1.6 litro, de 16V, que desenvolve 107 cv de potência, basicamente o mesmo utilizado no Sandero, ou o 1.8 16V, que alcança até 125 cv de potência, que está sob o capô do Livina. Já a versão top de linha possivelmente estará equipada com um propulsor flex 16V, de 2.0 litros, similar ao do Fluence. Com relação à transmissão, as opções serão a manual, de seis velocidades, ou a automática (CVT).

O detalhe para o modelo que será comercializado por aqui é que ele vai ganhar um design exclusivo para o Brasil, produzido pela Renault Design América Latina, uma vez que o visual do Dacia Duster, vendido no exterior, não teria agradado. Algumas partes modificadas serão a grade dianteira, com três filetes e a logo da Renault ao meio, além dos faróis alongados, chegando ao paralamas. O que deve mudar pouco é o acabamento interno.

Por André Gonçalves


A Opel, subsidiária da GM na Europa, mostrou no Salão de Genebra o Ampera, versão européia do Volt, primeiro carro elétrico da montadora. Por isso, ele possui um câmbio de marcha avante, três embreagens que atuam sobre uma planetária e um trem de força que faz conjunto com o motor a combustão, o motor elétrico e a bateria, assim como o Volt.

O design do Ampera, no entanto, é muito mais agressivo que o Volt, pois ele tem os faróis em forma de bumerangue e a carroceria é mais robusta. O motor elétrico é usado até ele alcançar 80 km/h para então o motor a combustão entrar em cena para mover o gerador que reativa o propulsor elétrico.

Sua grande vantagem é não fazer barulho, mas por outro lado, o que impressiona é o preço deste automóvel: mais de R$100.000,00.

Enquanto a tecnologia é nova, vale a pena esperar os custos abaixarem para adquirir um.

Por Flávia Yoshitani


O Kia Rio 2012, que chega em sua quarta geração, acaba de ser oficialmente apresentado em Genebra, na Suíça. A versão virá para o Brasil, mas ainda não tem a data de chegada definida pela montadora coreana. O modelo traz uma série de novidades, e é bastante diferente da sua atual geração. As medidas foram modificadas, o que acabou aumentando o conforto para os passageiros e a capacidade do porta malas, que passou para 390 litros.

Além do hatchback médio de 5 portas, estarão disponíveis as carrocerias hatchback de 3 portas (em alguns mercados) e sedã de 4 portas, equipadas com direção hidráulica, freios ABS, airbag duplo, ar condicionado e sistema de som com várias conexões.

Serão quatro opções de motores. Os propulsores turbodiesel são o 1.1 litro, de três cilindros, que gera 70 cv de potência e o 1.4 litro e potência de 90 cv, ambos acoplados à transmissão manual de seis velocidades. Já os motores a gasolina serão o 1.25, que desenvolve 85 cv de potência e o 1.4, de 109 cv, que terão a companhia do câmbio automático de quatro marchas ou o manual de cinco velocidades.

Veja as fotos e outras informações no site da Kia.

Por André Gonçalves


O Jeep Grand Cherokee vai ganhar uma nova versão, equipada com motor a diesel, que inicialmente estará à venda na Europa, onde há grande procura por carros que utilizam este combustível. Mas há boas possibilidades de que a linha chegue a outros mercados, inclusive o Brasil.

Serão duas versões do utilitário esportivo, usando o mesmo motor turbo V6 3.0, fabricado pela VM Motori, com a tecnologia MultiJet II, da Fiat, que melhora a potência e o torque. A básica terá um desempenho de 190 cv de potência, enquanto que a top de linha vai desenvolver 241 cv.

O nível de emissão de poluentes ficará em torno de 218 gramas de CO2 por quilômetro rodado, e o consumo combinado de diesel terá uma média de 12 km/litro, segundo o site Motor Authority. As marcas serão possíveis graças ao sistema MDS, que inutiliza dois cilindros quando não há exigência de grande potência.

Por André Gonçalves


Esta é para os apaixonados pela Ferrari: a montadora italiana divulgou novas imagens da sua mais recente e revolucionária criação, a FF 2012. O modelo traz um design inovador e inusitado, mas sem perder a identidade com a marca. Além disso a FF conta com tração integral nas quatro rodas.

Aliás, as imagens divulgadas pela fábrica de Maranello deixam isso bem claro, ao mostrar o veículo deslizando em meio à paisagem de inverno na Europa, com direito à neve e tudo o mais. Tratam-se verdadeiras obras de arte.

O modelo tem motor V12 de 651 cv com 6.3 litros, e tem capacidade para abrigar 4 passageiros. A Ferrari avisa que mais informações sobre o veículo podem ser encontradas no site feito exclusivamente para o modelo – ferrarifour.com.

Veja o vídeo do modelo:

Por Maximiliano da Rosa


A Honda resolveu fazer algumas mudanças no Fit, retirando alguns itens de série e deixando-o com um preço mais acessível aos consumidores, que já podem encontrar o novo modelo New Fit DX nas revendedoras da marca por um preço básico de R$ 51.805 (com transmissão manual de 5 velocidades) ou R$ 55.805, na versão com câmbio automático.

Um dos itens que a montadora passa a oferecer para o modelo como opcional é o sistema de áudio e os alto-falantes. Outra novidade é na roda, que agora é de aço (anteriormente era de liga leve), mantendo o aro 15.

Em compensação, a lista de equipamentos que saem de fábrica continua boa: Ar condicionado, airbags frontais duplos, retrovisores elétricos e sistema eletrônico de aceleração, são alguns deles. Sob o capô está o mesmo motor i-VTEC Flex, de 1.4 litros, que alcança 100 cv de potência (a gasolina) e 101 cv, se movido a álcool.

Por André Gonçalves


No Palio Weekend 2011 se encontra um misto de qualidades que o tornam referência no mercado de station wagons compactas. Essas qualidades são o desempenho, o conforto e a segurança. Os itens de série são aerofólio traseiro na cor do veículo, acabamento cinza Ghisa na parte central do painel de instrumentos, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, apoios de cabeça dianteiros e traseiros com regulagem de altura, banco traseiro rebatível, bancos dianteiros com regulagem milimétrica do encosto, bancos com assento anti-submarining e barra de proteção nas portas.

O Palio Weekend 2011 conta com um motor de quatro cilindros em linha transversal de oito válvulas, com cilindrada de 1.368 centímetros cúbicos, com potência de 85/86 cavalos a gasolina/álcool, com uma rotação de 5.750 rpm e um torque máximo de 12,4/12,5 kgfm a 3.500 rpm com gasolina/álcool, câmbio de cinco marchas e tração dianteira, com  sistema de freios a tambor na traseira e a disco ventilado na dianteira, além de direção hidráulica e rodas de aço raio 14 com pneus 185/65.

Por Gerson de Morais


A Volvo está divulgando mais um recall, dessa vez, para cerca de seis mil unidades dos modelos S60, S80, XC60 e XC70, todos fabricados em 2011. O motivo da chamada é para consertar falhas no módulo que gerencia o motor. De acordo com a montadora sueca, essas falhas poderiam fazer com que o combustível, em alguns casos, desligasse o parâmetro do software do automóvel e, consequentemente, parar o motor.

A inspeção, que será gratuita, já começa no início de dezembro. Serão feitos reparos que incluem a atualização do software do módulo de controle dos veículos.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-707-7590 ou pelo site www.volvocars.com.br.

Por André Gonçalves

Fonte: Quatro Rodas





CONTINUE NAVEGANDO: