Dentre as diversas melhorias realizadas no novo Nissan GT-R 2019 está a potência de 573 cavalos dos quais 20 de alcançar maior, motor 3.8 litros V6 biturbo em 6 velocidades, grade de ar aumentada garantindo o fluxo de ar.

O novo Nissan GT-R 2019 chega com aperfeiçoamento e característica que deixam qualquer cliente com gosto apurado no desejo de adquirir o novo automóvel Nissan. Dentre as diversas melhorias apontadas pela gigante de automóveis está a potência de 573 cavalos dos quais 20 de alcançar maior, motor 3.8 litros V6 biturbo em 6 velocidades, grade de ar aumentada garantindo o fluxo de ar. Há novo visual nos para-choques, capô e luzes, acabamento interno em couro espelhando o luxo e auxiliares eletrônicos totalmente modernizados. E sai na faixa de R$ 900.000,00 versão premium. Veja a ficha completa do novo modelo que promete ser o queridinho da marca.

Ficha técnica:

Direção: Elétrica

Capacidade do Tanque de Combustível: 74 litros

Largura: 1895 mm

Altura: 1370 mm

Distância eixo-eixo: 2780 mm

Motor: 3.8

Velocidade Máxima: 315 km por hora

Aceleração: N/D

Cilindrada: 3799 cm3

Transmissão: Modo Automático – 6 marchas com dupla embreagem de modo manual e sequencial

Potência: 572 cv

Torque: 65 kgfm

Freios: Quatro a disco e ventilados

Porta malar: 315 litros

Preço: R$ 900.000,00

Há ainda as opções de itens da série. Alguns destes são:

Velocidade do veículo, acelerador, dados de frenagem etc.

Eixo de transmissão rígido

ABS em suas 4 rodas no sistema Anti-lock braking system

Suspensão traseira e dianteira: Dianteira com duplo garfo e traseira com multi-link ambos braços aluminados

Barras estabilizadoras frontal e traseira, ambas com interior oco

Portas externas e capô revestidos com alumínio

Maçaneta em alumínio

Display com leitores gráficos em seis telas, configurável

Total controle do Display

Vidros elétricos em toque único – cima e baixo (dianteiro)

Limpadores de para-brisa com lâmina plana e senso velocidade

11 Alto-falantes

Controle de áudio facilitado no volante, HD Radio, tocadores MP3, WMA e CD

Antirruido

Portas copo Frente e Atrás) e objetos (portas dianteiras)

Retrovisor com controle de Luminosidade

Mocrofiltro Interno – Cabine

Rodas Liga Leve com 20” por 9,5” na dianteira e na traseira com 20” por 10,5”

É possível perceber a modernização da gigante dos automóveis quando se busca mais informações sobre a empresa. A Nissan começou na cidade e Yokohama, no Japão em 1933. Hoje, está presente em 200 países com 45 fábricas distribuídas em todo planeta terra com número superior a 6 mil concessionárias da marca a gigante produz diferentes modelos em níveis global e regional. No que se refere ao design de seus produtos 5 estúdios toma conta da criação, inovação, tendência de mercado consumidor e beleza estética. Dois deles encontram-se no país de nascimento, o Japão. Há ainda um estúdio na China, Estados Unidos da América e Reino Unido. Em 2016 suas vendas quase chegaram a 6 milhões no mundo todo garantindo uma receita de aproximadamente 12 trilhões de ienes. Em 2017 a empresa objetivou aumentar seus lucros em 30% em um plano estratégico Nissan M.O.V.E até 2022.

No Brasil, a gigante automobilística, opera desde os anos 2000. Está presente nos 27 estados, conta com 160 concessionárias e cerca de 2.400 colaboradores qualificados que visam atender com muito zelo. Mais recentemente a Nissan investiu pesado: foram R$ 2,6 bilhões no país. Criou o Complexo Industrial na cidade de Resende, no Rio de Janeiro inaugurado em 2014. O complexo suporta a produção de 200 mil veículos e motores ao ano. Os modelos atuais produzidos são: Nissan Kicks, Nissan March, Nissan Versa e os motores flexfuel 1.0 e 1.6 com 12V e 16V, respectivamente.

Diante desse histórico, a Nissan busca continuamente o aperfeiçoamento da técnica. Além de não medir esforços através de parcerias. Como é o caso da aliança Renault-Nissan desde 1999, em 2016 com a Mitsubishi Motors. Dessa forma, essa grande parceira com excelentes marcas: Renault, Nissan e Mitsubishi elevou o número de veículos em 2017. Foram 10,6 milhões. É uma gigante e não deixa dúvidas na hora de adquirir aquele veículo moderno e muito especial.

Por Douglas de Paula

Nissan GT-R 2019


Serão 136 veículos dos anos/modelos 2018 e 2019.

Donos de automóveis Gol e Voyage, da montadora alemã Volkswagen, estão sendo convocados a levar seus veículos para um reparo gratuito que será iniciado em 17 de dezembro. O motivo do recall é um potencial defeito no cinto de segurança traseiro.

Foram convocadas 136 unidades para o reparo e os chassis envolvidos são:

  • Do JT156496 até KT010470

As datas de fabricação dos veículos vão de 16 de maio até 14 de junho de 2018. Portanto, fique atento ao número do seu chassi e á data de fabricação do seu veículo.

De acordo com informações da Volkswagen, o reparo não será cobrado e começará na próxima segunda-feira, dia 17 de dezembro, tendo duração de 50 minutos. O tempo de reparo será curto porque o problema consiste numa porca de fixação do fecho duplo do cinto traseiro. A solução será a realização de um reparo na porca. O cliente poderá se deslocar para qualquer loja dentro da rede de concessionárias Volkswagen.

Quais seriam as consequências para os ocupantes em caso de acidente

Para este tipo de defeito há o perigo no caso de colisão do veículo. Nesses casos pode haver o desprendimento da fixação do fecho duplo, fazendo com que os cintos de segurança traseiros da esquerda e central não garantam a devida proteção, podendo ocasionar em lesões aos ocupantes do veículo.

Ainda está em dúvida?

Se você ainda tem dúvidas sobre se o seu carro também foi convocado para o recall ou de qual procedimento tomar, entre em contato com a empresa pelo telefone 0800-019-8866. Você também pode verificar a informações pela internet clicando aqui . Selecione o seu veículo e veja informações sobre o recall.

O que é um Recall

Um recall de produto é uma solicitação de um fabricante para devolver um produto após a descoberta de problemas de segurança ou defeitos no produto que possam colocar em risco o consumidor ou colocar o fabricante em risco de ação legal.

Pode ser difícil (se não impossível) determinar quão caro pode ser essa liberação para o consumidor de um produto que possa colocar em risco a sua vida. Recalls são caros para as empresas, mas tornam-se mais baratos do que os possíveis custos de ações judiciais que a empresa poderia enfrentar caso não fizesse os recalls.

Os custos incluem ter que lidar com o produto retirado, substituí-lo e possivelmente ser responsabilizado financeiramente pelas consequências do produto recuperado.

A nível mundial, os Recalls estão aumentando

Em todo o mundo o número de recalls vem aumentando – com exceção da crise econômica de 2008, quando houve uma baixa.

Por ano, as garantias automotivas ao redor do mundo são estimadas em US$ 40 bilhões (quase R$ 157 bilhões), com perdas de 3% a 5% nas vendas.

A produção em larga escala e a baixo custo pode levar a uma menor qualidade, e a terceirização pode levar a uma mudança de conhecimentos referentes a técnicas e processos. Dessa forma, as falhas técnicas são mais prováveis de acontecer devido a problemas de comunicação entre as diferentes partes envolvidas na cadeia de produção dos veículos.

Apesar do crescente número de recalls, um estudo da Mojo Motors Inc. descobriu que apenas 0,005% dos clientes perguntam sobre recalls ao entrar em contato com as concessionárias.

Nos últimos 52 anos (desde 1966), 390 milhões de veículos motorizados foram chamados para recalls nos Estados Unidos.

A situação no Brasil é parecida! De acordo com informações divulgadas pela Secretaria Nacional do Consumidor, o ano de 2016 sozinho foi responsável por mais de 9 milhões e 600 mil recalls no país, maior número registrado nos últimos 15 anos.

Desse número de produtos convocados, 76% são carros e pouco mais de 7% são motocicletas.

Por Bruno Rafael da Silva


Problema nos insufladores das bolsas dos airbags atinge 81 mil carros.

Por conta de um defeito nos insufladores das bolsas dos airbags, a Fiat faz um recall, convocando os proprietários dos carros Uno, Grand Siena e Palio, fabricados em 2012 e 2013 no Brasil e na Argentina para agendarem e comparecerem a uma das concessionárias FIAT, onde serão feitos os devidos reparos. É importante lembrar que o defeito apresenta um risco de vida para os usuários.

Os agendamentos já começaram desde o dia 10 de dezembro de 2018, sendo que deve ser feito através do site oficial da Fiat. Os proprietários devem comparecer o mais cedo possível, já que o mesmo defeito já foi responsável pela morte 16 pessoas no mundo. Segundo a Fiat, o conserto do airbag deve demorar em torno de duas horas. Em caso de dúvida o proprietário pode entrar em contato com a Central de Serviços ao Cliente FIAT através do telefone 0800 707 1000.

Os carros que devem receber os reparos são os seguintes:

  • UNO, fabricado em 2012 e 2013 no Brasil , com o número de CHASSIS de 397602 até 043575.

  • NOVO PALIO, fabricado em 2012 e 2013 no Brasil, com o número de CHASSIS de 090792 até 121717.

  • NOVO PALIO, fabricado em 2012 e 2013 na Argentina, com o número de CHASSIS de 007964 a 603797

  • GRAND SIENA, fabricado em 2012 e 2013 no Brasil, fabricado em 2012 e 2013 no Brasil 034481 a 062830

O problema nos airbags da Takata

O problema que motivou o recall da Fiat, já é bem conhecido, se trata de um defeito nos airbags da marca Takata, que é usado em vários carros de diferentes montadoras. Esse mesmo defeito já foi o responsável pelo motivo da convocação de outros recalls anteriormente.

A Fiat informou que em caso de colisão que resulte no acionamento do airbag, poderá ocorrer o rompimento de seu deflagrador devido a uma excessiva pressão interna, isso acontece devido à eventual exposição do veículo a variações de umidade absoluta e de elevada temperatura durante longos períodos. Em um acidente em que o airbag seja acionado pode ocorrer a dispersão de fragmentos metálicos com potenciais danos fatais ou físicos graves aos ocupantes do veículo.

O defeito foi descoberto em 2013. Estimasse que os airbags da Takata, apelidados de “airbag fatais”, falharam 29 vezes em acidentes no Brasil, alguns resultaram em ferimentos graves, mas felizmente não foi registrado nenhum acidente fatal no Brasil, mas ao redor do mundo já foram pelo menos 16.

Seus direitos em um recall

O recall é um pedido de devolução de um lote de produtos pelo próprio fabricante, normalmente para fazer reparos após a descoberta de problemas relativos à segurança do produto. O recall deve ser gratuito e não pode gerar qualquer tipo de prejuízo ao proprietário do produto, se ele perder um dia de trabalho ou tiver de se deslocar por distâncias maiores por causa da convocação, por exemplo, o proprietário pode entrar na Justiça, requerendo uma compensação.

É importante lembrar que o recall, uma vez anunciado, não existe data limite para o reparo ser feito. A montadora pode determinar uma data de início para começar os serviços, mas não pode determinar uma para o fim. Se o proprietário tiver qualquer problema como a lentidão no reparo, mau atendimento ou demora no agendamento, ele pode acionar o Procon local.

Mesmo fazendo um recall, a montadora é responsável pelo defeito, sendo que poderá ser responsabilizada legalmente por ter disponibilizado no mercado um produto com defeito. Se acontecer um acidente por causa da falha ela poderá ser processada, mesmo tendo convocado o recall. Já se a empresa não realizar os devidos reparos poderá receber uma multa do Governo que pode chegar em até R$ 7 milhões.

Gabriel Bem


Nova linha 2019 do Mini Cooper Cabrio irá ganhar uma reestilização com 2 novos motores.

O MINI Cooper Cabrio vai ganhar uma reestilização em 2019, com dois novos motores. Uma notícia não tão boa é que o câmbio automático será substituído por um câmbio automatizado.

Versões e Preços

A versão mais básica é equipada com motor de 3 cilindros com volume de 1,5 L turbo e potência de 136 cavalos (101 quilowatts). O preço de sugestão para venda fica em R$ 146.990.

No Brasil, ainda há mais duas opções mais caras, que vêm com motor cujo volume é de 2 L turbo, oferecendo 192 e 231 cavalos de potência (143 e 172 quilowatts, respectivamente).

Dentre essas duas versões, há o Cooper S, que tem sugestão de preço de R$ 176.900. Para efeito de comparação, nos Estados Unidos o modelo de 189 cavalos de potência (141 quilowatts) e velocidade máxima de 235 km/h, é vendido a US$ 29.000 (R$ 111.940).

Já a versão mais completa, a John Cooper Works (JCW), estará em suas mãos nas lojas brasileiras pelo preço de R$ 196.990. Esta versão oferece câmbio automático. Já a versão americana do John Cooper Works, com 228 cavalos de potência (170 quilowatts) estará nas suas mãos nas lojas do estado americano de Delaware (que não tem imposto sobre as vendas) por US$ 33.250 (R$ 128,797).

Aparência

Os faróis do Mini Cabrio ganharam funções automáticas. Equipados com tecnologia LED, tem agora luzes direcionais que se ativam a partir dos 45 km/h. Quando o (a) motorista alcança os 110 km/h, a função entra em capacidade máxima.

Há uma diferença no funcionamento das luzes direcionais nas versões mais completas (S e John Cooper Works). Elas funcionam de maneira inteligente, alterando a direção em curvas e diminuindo quando vem um carro na direção oposta.

Desde a versão mais básica até a mais completa, todas terão lanternas traseiras com tecnologia LED, trazendo uma imagem da bandeira do Reino Unido na parte interna. A marca MINI é do Reino Unido. O desenho da bandeira também pode ser encontrado sobre o painel do passageiro da frente. Outro detalhe novo é a possibilidade de configurar a central multimídia com diversas cores, dentre elas o laranja.

A MINI procura manter um alto padrão na tecnologia de seus carros. Se aproximando do que a BMW faz, a empresa vai entregar uma alavanca de câmbio com controles eletrônicos!

Central Multimídia

Uma outra novidade é a central multimídia, que está de aparência nova. Na versão Cooper a tela tem 16,5 cm de diagonal com coordenação remota interligadas ao telefone celular do motorista. É possível ajustar a temperatura remotamente.

Já nas versões mais completas (versão S e John Cooper Works) a tela tem 22.3 cm de diagonal, com recurso de navegação e ligação ao sistema operacional da Apple, chamado Apple Car Play.

Mais Detalhes

O tempo que o teto leva para abrir totalmente é de 18 s. O mesmo tempo para fechar.

Comparação Entre os Modelos

De acordo com avaliações, o modelo mais esportivo, o John Cooper Works, tem uma aceleração boa, porém perde na questão do conforto, apresentando batidas secas em trechos com desníveis.

Já a versão média (versão S) apresenta ruído quando o motorista passa de marcha. De resto, apresenta-se como um modelo intermediário médio, sem comprometimento com a esportividade. A versão intermediária é mais preparada para o uso urbano, mas com bem menos emoção.

Sobre o MINI

O Mini é um carro compacto produzido pela montadora inglesa British Motor Corporation (BMC).

O carro foi lançado na Inglaterra há 59 anos (em 1959) e chegou ao Brasil há 9 anos (no final de 2009).

Considerado um “carro de nicho”, assim como o Volkswagen New Beatle e o pequenino Smart, o MINI entrega mais esportividade, porém por um preço um pouco maior.

Informações Adicionais

Para mais informações sobre o John Cooper Works direto do site da montadora clique aqui (www.mini.com.br/pt_BR/home/range/john-cooper-works.html). Para informações sobre os modelos nos Estados Unidos (em inglês) clique aqui (www.miniusa.com/tools/learning/models-build.html).

Por Bruno Rafael da Silva

Mini Cooper Cabrio 2019

Mini Cooper Cabrio 2019


Kia reestiliza seu SUV médio e recebe uma versão eletrificada 2.0 a diesel.

Um tempo atrás o Kia Sportage 2019 foi flagrado pelas ruas do Brasil, onde surgiram os primeiros comentários e as primeiras imagens, que apresentavam algumas mudanças em sua aparência. O modelo visto foi o top de linha, versão GT Line.

A alteração mais evidente do modelo se encontra em sua parte frontal, seus faróis de neblina com tecnologia LED no desenho de um "cubo de gelo", o que remete muito a parte frontal dos modelos da Porsche, foi trocado por outro conjunto, que possui um desenho retangular e separado através de uma haste na horizontal que se estende até a sua entrada de ar. O seu para-choque foi redesenhado e suas entradas de ar acabam por formar o desenho de um pentágono. Não foi descartada a iluminação em quatro pontos e ainda continua em seus faróis novos, porém de uma maneira mais tímida agora. Sua grade com formato de "nariz de tigre" recebeu um acabamento brilhante, deixando-a não tanto chamativa e assim integrando ao design de uma maneira melhor.

Em sua parte lateral, pode-se ver as rodas novas com 19 polegadas, que são exclusivas para a versão vista. A montadora coreana informou que desenvolveu rodas novas para todas suas versões, com diâmetros que variam entre 16 e 19 polegadas. Ao passar para sua parte traseira, as alterações foram mais simplificadas, onde ganhou apenas um novo desenho na área de suas lanternas e seu para-choque foi renovado.

Já na parte interna do modelo, o Sportage 2019 recebeu um volante novo que possui um acabamento diferenciado e sua haste inferior é levemente mais alongada. Seu painel de instrumentos agora ficou mais clean, pois foi subtraído alguns elementos para leitura, entretanto não perdeu o seu computador de bordo com display colorido. A marca ainda está equipando todas as versões com dois tons de acabamentos, sendo cinza e preto. A versão GT Line possui bancos revestidos em couro na cor preta e com costuras avermelhadas.

A alteração principal do novo lançamento em questão fica por conta do seu propulsor EcoDynamics+ R com 2 mil cilindradas. O motor é um turbodiesel que conta com quatro cilindros e faz uso de um sistema híbrido leve com uma bateria de 48 volts, o que faz o carro se manter mais tempo desligado ao fazer uso do start-stop. O modelo ainda tem uma redução de 4% nas emissões de gases poluentes, pois já foi fabricado pensando em atender as regras atuais de emissões de gases na Europa.

O mercado europeu dará adeus ao propulsor CRDi de 1.7 litros, pois agora será trocado pelo novo motor a diesel com 1600 cc, o qual a montadora diz que é o propulsor a diesel mais limpo já desenvolvido por eles. Encontra-se disponível em versões que é capaz de gerar 136 cv e 115 cv, onde o modelo que possui maior potência ainda conta com transmissão automática de 7 velocidades e tração integral. Este propulsor é o mesmo utilizado no Optima comercializado no mercado europeu, que também acabou trocado pelo 1.7. No motor a gasolina ainda não se falou em alterações.

Para concluir as mudanças, ainda conta com controle de cruzeiro adaptativo que possui função stop & go, tendo a capacidade de frear totalmente o veículo e reiniciar a rodagem de forma automática conforme o trânsito, recebeu câmera de 360 graus facilitando a realização de balizas e alerta de fadiga. O Sportage 2019, dependendo da versão, pode ser comercializado com central multimídia de 7 polegadas ou então com o display novo, sem bordas, de 8 polegadas.

O veículo ainda não tem data para desembarcar no Brasil, mas ainda este ano chegará ao mercado europeu.

Por Filipe Silva

Kia Sportage 2019

Kia Sportage 2019


Pagamento começa no mês de janeiro de 2019.

Foi divulgado na última sexta-feira, dia 30 de novembro, pela Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado do Rio de Janeiro, a Sefaz-RJ, as datas oficiais para o pagamento do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA de 2019.

Conforme o calendário, a data tanto para o vencimento da cota única como também a 1ª parcela será única, sendo feita a partir de 21 de janeiro, segundo o número do final que consta na placa de cada automóvel.

O estabelecimento dos prazos é feito em resolução pelo Sefaz de número 354, sendo essa publicada também em Diário Oficial do Estado. Todavia, a publicação das tabelas relacionadas aos valores venais de cada veículo, utilizadas essas para o cálculo de alíquota, terão a sua publicação em outro momento e muito em breve.

De acordo com a resolução publicada na sexta-feira, o IPVA poderá ser pago tanto em cota única, como em três parcelas mensais com valores iguais.

Onde retirar a guia de pagamento do IPVA?

Se você tem dúvidas sobre onde retirar a guia referente ao pagamento do IPVA, saiba que o contribuinte poderá fazê-lo pela internet, no site da Secretaria de Estado de Fazenda e de Planejamento. O endereço eletrônico é o www.fazenda.rj.gov.br. Além disso, também é possível fazê-lo pelo portal do Banco Bradesco, no link www.bradesco.com.br. Vale lembrar que o pagamento dessa Guia de Regularização de Débitos, chamada de GRD, precisa ser efetuado em forma de dinheiro. Essa guia poderá ser quitada em qualquer uma das agências bancárias.

Para os veículos com o final de placa em número 0, o primeiro vencimento de tabela será em 21 de janeiro. Essa data é tanto para a quitação da primeira parcela como para o pagamento integral relacionado ao imposto.

Já para os automóveis que possuem final de placa em 9, o vencimento inicial ocorrerá em 1º de fevereiro.

Calendário de pagamento do IPVA 2019 no RJ

Para saber as datas de pagamento do IPVA 2019 do seu veículo, fique atento ao calendário divulgado na última semana. Sendo assim, em primeiro lugar, os automóveis com final “0” pagarão a sua cota única ou a primeira parcela em 21 de janeiro. A segunda parcela ficará para 20 de fevereiro e a terceira para o dia 22 de março. Placas terminadas em “1” pagarão a cota única e a primeira parcela em 23 de janeiro. A segunda parcela será em 21 de fevereiro e a terceira em 25 de março. Já os finais de placas em “2” terão a cota única ou a primeira parcela em 23 de janeiro. A segunda parcela será em 22 de fevereiro e a terceira em 26 de março.

Na sequência, as placas finalizadas em “3” terão as seguintes datas: Cota única ou primeira parcela em 24 de janeiro; segunda parcela em 25 de fevereiro; e terceira parcela em 27 de março.

As demais placas ocorrerão da seguinte forma: Cota única ou primeira parcela em 25 de janeiro, segunda parcela em 26 de fevereiro e terceira parcela em 28 de março para placas finalizadas em “4”; cota única ou primeira parcela em 28 de janeiro, segunda parcela em 27 de fevereiro, terceira parcela em 29 de março para placas com final em “5”; cota única ou primeira parcela em 29 de janeiro, segunda parcela em 28 de fevereiro e terceira parcela em 1 de abril para placas finalizadas em “6”; cota única ou primeira parcela em 30 de janeiro, segunda parcela em 1 de março e terceira parcela em 2 de abril para placas com final em “7”; cota única ou primeira parcela em 31 de janeiro, segunda parcela em 7 de março e terceira parcela em 8 de abril para placas com final em “8”; e, por fim, cota única ou primeira parcela em 1 de fevereiro, segunda parcela em 8 de março e terceira parcela em 9 de abril para placas finalizadas em “9”.

Kellen Kunz


A versão Freedom acaba por ser uma interessante opção para os que possuem interesse em uma picape de tamanho compacto, equipada e mais acessível.

Se a Fiat Strada estivesse nos cinemas ela só poderia ser ter o nome de “picape Highlander” lembrando o guerreiro que nunca morre e ficou conhecido pela atuação de Christopher Lambert, ator franco-americano. Presente no mercado nacional desde o ano de 1998, o carro da Fiat não apenas continua vivo como também voltou a ter suas vendas aumentadas neste ano, depois de ter passado 4 anos consecutivos em decrescente.

No decorrer deste período, os irmãos Siena, Palio e Weekend caíram muito chegando a sair de cena. Entretanto, para a picape não parece ter um limite, inclusive a montadora italiana resolveu lançar versões novas do veículo neste ano.

Em agosto foi quando surgiu a novidade de forma conjunta com a linha de 2019, a versão chamada de Freedom, que é exclusiva e possui cabine dupla. O modelo veio agradando tanto os consumidores que foi contabilizado um número de 2,6 mil unidades emplacadas no período de 3 meses, que do total, representa 15%. Embora dê a impressão de ser pouco, é válido lembrar que a Fiat Strada é um modelo muito procurado com versões para utilizar no trabalho, já as versões destinadas ao lazer caíram bem desde que a marca chegou com a picape Fiat Toro.

Levando em conta esse cenário, a Freedom acaba por ser uma interessante opção para os que possuem interesse em uma picape de tamanho compacto, equipada e mais acessível. Ficando ainda mais acessível agora, visto que a montadora italiana decidiu aumentar sua gama trazendo uma versão de cabine simples, muito útil aos que desejam continuar utilizando-a com fins comerciais, isso porque tem uma caçamba maior. O lançamento Fiat Strada Freedom irá desembarcar nas concessionárias pelo valor sugerido de R$ 61.590.

De série, os itens da lista continuando sendo idênticos ao da versão cabine dupla, nos quais pode-se citar faróis de neblina, rodas em liga com 14 polegadas, capota marítima, ar-condicionado, volante em couro possuindo comandos satélite de seu rádio e sensor traseiro de estacionamento. A montadora também oferece o pacote Pack Techno por R$ 2.890 que adiciona câmera traseira e uma central multimídia de 6 polegadas.

1,4 milhão de unidades emplacadas

As estatísticas da Fiat Strada são impressionantes até o momento. De acordo com a própria montadora, nesses 20 anos, desde que o modelo teve sua estreia no Brasil, no caso dias 24 de outubro em 1998, foram emplacados incríveis 1,4 milhão de veículos. Sendo que nos últimos onze anos, os quais estão no banco de dados da Autoo, 1,059 milhão de Fiat Strada foram comercializadas, um valor bem superior que suas concorrentes mais significativas somadas, que são a Montana e a Saveiro, que emplacaram, respectivamente, 344 mil unidades e 587 mil unidades.

Esta longevidade possui um segredo que é uma receita que unifica robustez, como tecnologia e confiabilidade, somada a uma forte estratégia para atuar no segmento de veículos comerciais leves da marca, sendo a que possui facilmente a maior participação deste mercado.

Além disso, a Fiat Strada poderá ser aposentada muito em breve, isso se a montadora decidir por chamar o projeto 2810 por outro nome. A Fiat se encontrada desenvolvendo picape nova, compacta e possui previsão para ser lançada no ano de 2020. De acordo com o site Autos Segredos, a mesma será um Carro que irá utilizar componentes de diversos modelos como, por exemplo, a Fiorino, o Mobi e o Argo.

Se esta nova picape receber um nome inédito, a marca poderá continuar com a Fiat Strada por algum tempo ainda, dando um foco somente para as versões de entrada de utilização comercial. Vai que resolvam lançar mais uma nova versão da picape, chamada de Strada Highlander, um nome bem apropriado.

Por Filipe Silva

Fiat Strada Freedom 2019

Fiat Strada Freedom 2019


O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

O Salão de Automóveis de São Paulo trouxe as novidades das principais marcas atuantes no país. Entre os modelos apresentados pela Ford estão dois modelos de picapes, a Ranger Storm e a Ranger Black Edition, ambas com novos desenhos, câmbios e itens exclusivos.

A primeira é mais voltada para o campo, enquanto a segunda para o meio urbano, mas as duas trazem a marca registrada da linha Ranger, que é força, robustez e design agressivo. Os lançamentos chegam às concessionárias, provavelmente, no primeiro semestre de 2019, mas já foram apresentadas muitas informações. No post de hoje você conhece os detalhes da Ford Ranger Storm, principais características, conceito e o possível preço para o mercado brasileiro. Boa leitura!

Ford Ranger Storm Edition

Baseada no atual modelo da Ranger (a Limited Edition) e não no reestilizado, a Ranger Storm está pronta para chegar ao mercado. O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

E é esse o conceito Storm que está presente em uma série de detalhes, a exemplo da nova grade dianteira, inspirada na mesma grade dos modelos F-150 Raptor e EcoSport Storm. Além disso, traz faróis com protetor DRL na parte inferior. Os para-choques contam com detalhes metálicos, pretos e os ganchos de coloração vermelha. No capô adesivos pretos também chamam a atenção.

Nas laterais, a picape ganhou grafismos de cor preta para contrastar com a carroceria vermelha. O estribo fixo de cor preta ressalta com a cor do veículo. É a mesma cor empregada nos retorvisores e maçanetas de plástico rígido. O nome Storm Concept também está presente nas laterais, acima dos estribos.

Off-road de respeito

Entre os itens off-road estão o snorkel que capta o ar, alargadores de para-lama, capota marítima, para-choques reforçados e exclusivos para o modelo. Eles apresentam melhores ângulos de entrada e saída, gancho de reboque, rodas exclusivas de 17 polegadas de liga leve pretas e pneus mistos Pirelli MTR Scorpion 285/70 R17.

Equipada com o poderoso motor 3.2 turbodiesel essa picape entrega até 200 cavalos de potência. O diferencial fica por conta do câmbio automático de seis marchas, que permite uma troca de marchas mais suave.

O snorkel foi desenvolvido pra compensar a grade dianteira, obstruída pelo nome, o que aumenta o fluxo de ar para o motor, evitando aquecimento e melhorando seu desempenho. Ele também serve para que o motor continue “respirando” quando a Storm passar por algum obstáculo de água. O conceito desse snorkel ajudou bastante, principalmente para evitar aberturas no capô. Trata-se de um item que proporciona um excelente resfriamento e contribui bastante para o gerenciamento da temperatura do motor.

Outro ponto interessante foram as caixas de rodas que receberam um revestimento em plástico reforçado ao redor dos arcos. A ideia aqui é receber os primeiros danos quando o veículo está sendo conduzido fora da estrada ou em rotas mais estreitas e evitar que a carroceria seja danificada.

O que já se sabe sobre a Ranger Storm 2019 é o preço, que no mercado brasileiro deve girar em torno dos R$ 110 mil. Nos estados Unidos, o modelo custa US$ 25 mil, equipado com motor turbo de 2.3 litros, que rende 270 cavalos de potência e torque de 310 libras-pés e transmissão automática de 10 velocidades.

Embora o segmento de picape de cabine dupla não esteja no topo das pretensões da montadora, a Ranger Storm apresenta uma série de itens off-road, o que por si só é uma adição valiosa ao portfólio global de produtos Ranger. Mercados como o norte-americano estão bem receptivos quanto ao lançamento, resta saber se ocorrerá o mesmo no Brasil.

Por Robson Quirino de Moraes

Ford Ranger Storm 2019

Ford Ranger Storm 2019


Além de beleza, essa máquina traz muita tecnologia e conforto para todos os seus usuários.

O Chevrolet Cruze SS 2019 chega ao mercado para marcar seu nome em grande estilo. Esse carro traz muitos detalhes luxuosos e o principal deles é seu design externo. Além de beleza, essa máquina traz muita tecnologia e conforto para todos os seus usuários. O Chevrolet Cruze SS 2019 é um modelo novo no mercado automobilístico, mas aos poucos ele vem ganhando seu espaço e conquistando a confiança de muitos consumidores. Agora vamos falar sobre as principais características desse carro.

Carro com muita segurança

O Chevrolet Cruze SS 2019 é um caro muito seguro. A marca pensou em diferentes recursos de segurança. Esse é um detalhe que deixa muitos usuários mais confiantes ao comprarem um carro. Nesse quesito a Chevrolet acertou. Veja agora os principais itens de segurança desse carro:

– Controle de tração e estabilidade;

– Airbags ou Airbags duplos e de cortina;

– Sensor de estacionamento traseiro e dianteiro;

– Freios ABS;

– Alarme Antifurto;

– Sistema de fixação de cadeirinha isofix;

– Luz de condução diurna/ Luz de posição em LED.

Itens de série avançados

Outra informação desse carro é que ele possui ótimos itens de série. Dessa forma o Chevrolet Cruze SS 2019 se torna ainda mais completo e irresistível. Muitas pessoas só conseguem finaliza a compra de um novo carro, depois de analisar seus itens de série. Pois esse detalhe faz toda a diferença.

Veja agora alguns dos itens de série do Chevrolet Cruze SS 2019:

– Volante multifuncional com ajuste de altura;

– Chave eletrônica;

– Computador de bordo com cinco modos;

– Câmera de ré;

– Assistência de partida em rampa;

– Ar condicionado automático;

– Porta malas Hatch de 300 litros ou Sedan de 400 litros;

– Espelhos retrovisores externos elétricos;

– E muitos outros.

Carro com ótimo motor

O motor do novo Chevrolet Cruze SS 2019 é muito potente e vai agradar a muitas pessoas. Sua motorização é 1.4 turbo e esse motor está na versão de entrada desse carro. Ele faz o máximo de 153 cv, o que é considerado muito por alguns consumidores de carro.

Chevrolet Cruze SS 2019 tem ótimo consumo médio

O consumo médio do Chevrolet Cruze SS 2019 é considerado bom. Ele é um carro econômico, além de ter muitas outras qualidades. Veja abaixo:

Consumo na cidade 11.2 km/l com gasolina e 7.6 km/l com álcool.

Consumo na estrada 14.0 km/l com gasolina e 9.6 km/l com álcool.

Modelo grande e espaçoso

Outro detalhe sobre esse novo modelo da Chevrolet, é que ele é grande e muito espaçoso. Ele é indicado para famílias de até 5 pessoas, pois essa a quantidade de ocupantes máximo desse carro. Vamos falar agora do seu tamanho que tem as seguintes medidas: Altura 1.484 mm, largura 2.042 mm, comprimento 4.665 mm, distância entre eixos 2.700 mm e seu peso é de 1.321 kg.

Carro com versões para todos os gostos

Esse carro traz 4 versões diferentes, cada uma com detalhes diferenciados para atrair diferentes tipos de consumidores. Veja abaixo o valor de cada uma das versões:

– Chevrolet Cruze LTZ 2 2019: Com valor de R$118.390

– Chevrolet Cruze LTZ 1 2019: Com valor de R$109.790

– Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019: Com valor de R$98.790

– Chevrolet Cruze LT 2019: Com valor de R$96.790

Itens de série que dão conforto

O Chevrolet Cruze SS possui alguns itens de série que são para dar conforto a todos os ocupantes do carro. Veja alguns desses itens:

– Volante revestido com couro e controle de altura

– Console central com porta-objetos

– Para sois com espelho e iluminação

– Abertura do porta-malas com controle remoto

– Descaça braço

– E muitos outros itens.

Esse modelo já está disponível para a compra, basta apenas escolher a sua versão preferida.

Por Cristiane Amaral

Chevrolet Cruze SS 2019

Chevrolet Cruze SS 2019


Além do ótimo custo-benefício o JAC T50 garante aos seus compradores a certeza de ter um ótimo produto em suas mãos, com mecânica robusta e equipamentos inéditos como sua câmera frontal oferecida na versão mais cara.

A JAC disponibiliza o T50 para seus compradores com o título de ser o “SUV mais completo do mercado brasileiro” e não é para menos, seu nível de equipamentos e sofisticação em todos seus detalhes é o seu grande trunfo em um nicho muito competitivo. Além do ótimo custo-benefício o JAC T50 garante aos seus felizes compradores a certeza de ter um ótimo produto em suas mãos, com mecânica robusta e equipamentos inéditos como sua câmera frontal oferecida na versão mais cara.

Diferenciais

  • O T50 já vem com Kit Multimídia com tela de 8 polegadas e câmera de 360 graus conjugada;
  • Todas as versões trazem disponíveis o câmbio automático de 6 marchas com programação eletrônica;
  • Câmera frontal conectada diretamente ao sistema multimídia.

Dimensões Principais

  • Largura de 1760 mm (aproximadamente);
  • Altura de 1640 mm (aproximadamente);
  • Comprimento de 4340 mm (aproximadamente);
  • Excelente Entre-eixos de 2550 mm (aproximadamente);
  • Amplo Porta-malas de 600 litros;
  • Tanque de Combustível de 45 litros.

Vendido em duas versões principais, a PACK 2 e a PACK3 pela JAC Motors, o consumidor terá como opção um maior nível de equipamentos e sofisticação na versão PACK3, sendo a motorização e câmbio idênticas nas duas opções, vamos ao detalhamento das características de cada uma abaixo:

Versões, preços e características

JAC T50 versão PACK 2

Preço sugerido: A partir de R$ 83.990

Cores disponíveis: vermelho, branco, cinza, preto e marrom

Mecânica: Motorização de 1.6 litros 16 válvulas com potência de 138 cavalos a 6000 rpm comandados por uma caixa de câmbio automática do tipo CVT de seis velocidades e sistema Start and Stop conjugado.

Performances principais: Velocidade Máxima de 198 km/h chegando aos 100 km/h em 11,3 segundos.

Suspensão e Rodas

  • Suspensão dianteira MCPherson e do tipo independente;
  • Suspensão traseira com eixo de torção e semi-independente;
  • Rodas de 16 polegadas de liga leve e Pneus 205/55.

Principais Equipamentos no Exterior do Veículo

  • Chave Keyless com destravamento das portas e também do porta-malas;
  • Luzes de LED na direção;
  • Vidros Elétricos e Desembaçador traseiro;
  • Principais Equipamentos no Interior do Veículo;
  • Computador no interior do Veículo;
  • Volante com ajuste em altura e com comandos multifuncionais;
  • Tomada auxiliar de 12 volts com entradas USB na dianteira e traseira;
  • Encosto na cabeça, apoio de braço e bolsos para revistas nos bancos.

Principais Equipamentos de Segurança

  • Alarme, Freios com Sistema Antitravamento, Airbag e adaptação para Cadeira Isofix.

Principais Equipamentos de Conforto

  • Kit multimídia;
  • Ar Condicionado com Sistema Digital;
  • Sistema Bluetooth;
  • Sistema de 04 alto-falantes e mais 2 tweeters;
  • Direção com acionamento elétrico e sensores de estacionamento.

JAC T50 versão PACK 3

Preço sugerido: A partir de R$ 87.990

Cores disponíveis: vermelho, branco, cinza, preto e marrom

Mecânica: Motorização de 1.6 litros 16 válvulas com potência de 138 cavalos a 6000 rpm comandados por uma caixa de câmbio automática do tipo CVT de seis velocidades e sistema Start and Stop conjugado.

Performances principais: Velocidade Máxima de 198 km/h chegando aos 100 km/h em 11,3 segundos.

Suspensão e Rodas

  • Suspensão dianteira MCPherson e do tipo independente;
  • Suspensão traseira com eixo de torção e semi-independente;
  • Rodas de 16 polegadas de liga leve e Pneus 205/55.

Principais Equipamentos no Exterior do Veículo

  • Chave Keyless com destravamento das portas e também do porta-malas;
  • Luzes de LED na direção;
  • Vidros Elétricos e Desembaçador traseiro;
  • Rebatimento dos retrovisores de forma automática;
  • Luzes LED diurnas;
  • Lanternas de neblina traseiras;
  • Teto com Rack embutido e Antena.

Principais Equipamentos no Interior do Veículo

  • Computador no interior do Veículo;
  • Volante com ajuste em altura e com comandos multifuncionais;
  • Revestimento de Couro no Volante;
  • Bancos revestidos em Couro e Cinzeiro;
  • Tomada auxiliar de 12 volts com entradas USB na dianteira e traseira;
  • Encosto na cabeça, apoio de braço e bolsos para revistas nos bancos.

Principais Equipamentos de Segurança

  • Alarme, Freios com Sistema Antitravamento, Airbag e adaptação para Cadeira Isofix;
  • Câmera Frontal;
  • Fechamento Central das Portas.

Principais Equipamentos de Conforto

  • Kit multimídia conjugada com tela de 8 polegadas;
  • Câmera para Assistência de Manobras em Ré;
  • Ar Condicionado com Sistema Digital;
  • Sistema Bluetooth;
  • Sistema de 04 alto falantes e mais 2 tweeters;
  • Direção com acionamento elétrico e sensores de estacionamento;
  • Modelo equipado com piloto automático.

Todas as principais informações, inclusive com possibilidade de agendar um teste-drive do modelo podem ser acessadas na página do T50 no próprio web-site da marca: https://jacmotorsbrasil.com.br/t50.

Por Carlos. B

JAC T50 2019

JAC T50 2019


O modelo está equipado com rodas de liga leve redesenhadas; em seu interior todo o acabamento está sublimado, no painel e nas portas, sendo que os seus bancos agora apresentam um formato atualizado, muito mais ergonômico e mais confortável.

Toda nova estreia de um automóvel inédito ou repaginado, constitui um grande evento. Na atualidade, diante da grande competitividade entre as maiores indústrias automobilísticas do mundo, as criações tendem a se tornar cada vez mais atraentes, eficientes e assombrosas.

Recentemente, foi anunciada a chegada do novo modelo Mitsubishi Outlander, edição de 2019, que estreia com uma suave atualização no design exterior, entre outras novidades. O valor parte de 146.990 reais. Trata-se, em realidade, de um estilo crossover japonês, que aparelhado dos novos faróis duplos, tipo LED, suplementado das chamadas luzes diurnas, também LED. Este modelo sofreu outras significativas alterações, por exemplo, na parte frontal, com uma grade atualizada, munida de duas lâminas estilizadas em recordes diferenciados, tanto na parte de cima quanto na de baixo.

Neste caso, o cromado envolvente permanece, embora o veículo esteja equipado de faróis de neblina, que são de tipo LED. Em seu para-choque, o mesmo está vasado em novas entradas de ar, aperfeiçoadas na sua função e no acabamento, todo em preto brilhante na parte do centro, cuja cereja consiste em um cromado na sua base, de modo a imitar um tipo de protetor com característica distinta. Na parte traseira, o novo Mitsubishi Outlander, edição 2019, o para-choque está reformulado em detalhes mais atraentes.

Outras especificações seguem abaixo:

Está equipado com rodas de liga leve inteiramente redesenhadas; em seu interior todo o acabamento está sublimado, no painel e nas portas, sendo que os seus bancos agora apresentam um formato atualizado, muito mais ergonômico e mais confortável.

O banco da parte traseira está munido dos chamados difusores de ar, já atualizados e que permitem a melhor regulagem dos fluxos de ar interior. Possui a chave eletrônica, que. A partir desta edição pode abrir e fechar os vidros em travamento remoto.

Entre outros atributos, segue:

Está munido dos controles de tração e de estabilidade, suplementados pela função de assistente de partida para rampas. Assim, o modelo Mitsubishi Outlander de 2019, em termos de mecânica, foi mantido na sua gama de versões aparelhadas com as versões GLS 2.0, o HPE 2.0 e o HPE-S V6 3.0, tendo sido acrescentada à linha o modelo HPE-S 2.2 à diesel. Este mesmo crossover conta com tração na parte dianteira, em sua versão GLS e na HPE 2.0, ao passo que as demais chegarão ao consumidor munidas do sistema de tração AWD junto do Sistema Multi Select.

Com relação às duas primeiras citadas, as mesmas estão aparelhadas do motor tipo 2.0, com 160 cavalos e desempenho de 20,1 em KGFM. A versão intitulada HPE-S V6 de 3.0 entrega um desempenho de até 240 cavalos e mais 31 KGFM. Com relação ás versão à diesel, munidas de motor 2.2, apresentam desempenho de 165 cavalos e mais 36,7 KGFM. No que toca ao motor 2.0, o mesmo está munido de um típico câmbio estilo CVT, com Paddle Shifts, sendo que nas demais alternativas, ou versões, se trata de um câmbio automático, em seis marchas, cujas borboletas estão instaladas no próprio volante.

Na versão HPE-S, o modelo Mitsubishi Outlander 2019 está equipado com a função de controle de cruzeiro tipo adaptativo; do alerta de colisão; do detector de pedestres acrescido da função de frenagem automática; do leitor de faixa, entre outras funções que garantem mais segurança.

Outra função indispensável está na presença da multimídia para o dispositivo Google Android Auto e para o Apple Car Play; da câmera de ré; da tampa de porta-malas operante por acionamento elétrico, na versão HPE-S; dos bancos em couro, entre outras funções.

Com relação aos valores no mercado, seguem as informações:

O Outlander HPE-S, com motor 2.2 DI-D AWD AT, na faixa de 209.990;

O Outlander HPE-S, com motor 3.0 AWD AT, na faixa de 186.990;

O Outlander HPE, com motor 2.0 CVT, na faixa de 153.990;

O Outlander GLS, com motor 2.0 CVT, na faixa de 46.990.

Por Paulo Henrique dos Santos

Mitsubishi Outlander 2019

Mitsubishi Outlander 2019


Nova geração do BMW X5 traz um design arrojado e diversos equipamentos.

O BMW X5 está em sua quarta geração e foi apresentado recentemente, porém ainda será exposto no Salão do Automóvel da cidade de São Paulo e terá suas vendas iniciadas no ano de 2019. O evento na capital paulistana acontece do dia 8 a 18 do mês de novembro.

Além do SUV ter aumentado suas dimensões passou também a ser mais bem equipado. Agora passa a contar com um novo painel digital com tamanho de 12,3 polegadas, lanternas traseiras em LED, faróis com LED adaptativo sendo item de série e tendo luzes a laser como opcional e porta-malas com duas seções, além de display digital TFT o qual irá preencher por completo, pois até o momento, a montadora alemã utilizava um painel um pouco menor, o qual que mesclava seus contornos com velocímetros tradicionais e um conta-giros

Fabricado na planta norte-americana na cidade de Spartanburg, na Carolina do Sul, a nova geração do BMW X5 agora foi equipada com uma nova grade que possui entradas de ar ainda maiores, aumentando assim consideravelmente a agressividade do seu design, bem como a própria função de captar o ar. Dentre diversas alterações n parte visual está o tamanho de sua lanterna traseira, que aumentou de tamanho, dando um ar de mais robustez para a carroceria. De uma maneira geral, com o mesmo pensamento conservador de ter um exterior preservado, agora pode-se pensar que o utilitário esportivo poderá passar a atrair um público maior que foque na esportividade, além dos que visam a parte funcional.

Seguindo na questão da sua lista de itens e equipamentos de tecnologia, a parte central é usada, agora, para apresentar informações do navegador ou sobre informações do sistema, já o conta-giros e o velocímetro se situam em suas bordas.

Além do mais, a geração atual do crossover possui ar-condicionado com quatro zonas, iluminação para todo o interior em LED, incluindo o carpete, um novo teto solar panorâmico, sendo ainda maior que no modelo anterior, tendo um aumento de 30% em seu tamanho, sistema de som da marca Bowers & Wilkins (opcional) com potência de 1.500 watt e 20 alto-falantes, um sistema de entretenimento com dois displays com tamanho de 10,5 polegadas para os ocupantes e muito mais. Ainda é válido ressaltar que a marca alemã irá oferecer, como opcional, uma terceira fileira de assentos.

O modelo será comercializado com uma boa quantidade de sistemas que irá auxiliar o condutor, como por exemplo: aviso de permanência em faixa e rolagem, monitor de pedestres e sensor de ponto cego. Caso o cliente queira incluir ainda mais itens opcionais é possível equipar seu utilitário esportivo com a tecnologia Active Driving Assistant, a qual permite que realizar controle de cruzeiro adaptativo, sendo capaz não somente de acompanhar o trânsito naquele momento, mas também de realizar mudanças na posição do volante, de forma automática, em certas curvas com uma acentuação menor e ainda alterar a velocidade máxima, conforme as placas indicativas de trânsito, presente nas vias.

Sob aquele capô, o novo BMW X5 possui um propulsor turbo, em sua versão xDrive 40i, de 3 mil cilindradas e com seis cilindros em linha, o qual tem uma capacidade de produzir 340 cavalos e consegue se mover de 0 a 100 km horários em simples 5,5 segundos. Um pouco acima se encontra a versão X5 xDrive 50i que é um V8 4.4 que produz 462 cavalos de potência, conseguindo assim diminuir o seu tempo de aceleração, batendo uma marca menor do que cinco segundos. Nos dois casos os motores estão equipados com uma caixa automática de transmissão com 8 velocidades, além de possuir tração integral xDrive e conversor de torque.

Por Filipe Silva

BMW X5 2019

BMW X5 2019


Confira aqui as novidades e defeitos do novo Novo Ford Ka Sedan Titanium 2019.

Antes de realmente falar sobre o carro, é muito interessante saber qual foi a trajetória dele no cenário brasileiro desde sua entrada, primeiramente a sua diferença, que agora está sendo citado o modelo Sedan e não o Hatch, isso porque eles possuem uma grande diferença além de design, por exemplo, o seu tempo de chegada ao Brasil, observe, o modelo Sedan está por aqui há quase 4 anos, já que essa data será completa em 2019, já o hatch está há mais tempo que isto, porém, além dessas diferenças, o modelo ainda sim consegue ter muitas igualdades.

O modelo Ka da Ford é considerado um dos mais populares no Brasil, exatamente pelo fato da sua simplicidade e preço baixo, já que para a própria empresa Ford o carro é a sua oferta mais barata atualmente, desde quando estava presente apenas o modelo Hatch por aqui. Sendo assim, a montadora ao implantar o Sedan não deixou de se dedicar e continuar deixando o preço mais acessível pra quem procura um carro não tão caro e de modelo chamativo em relação a design por exemplo, já que atualmente é um carro popular com linhas bem ostentadoras.

Características e detalhes

Como citado acima, ele não tem um perfil parecido com a versão Hatch, isso porque as linhas empregadas no Sedan, tem um modelo que destaca um pouco mais e o deixa mais atraente, e como citado também anteriormente, não deixa o aspecto de um carro popular “comum”.

O modelo também tem uma grande vantagem para se distanciar de seus concorrente, sendo este o seu tamanho, tanto em largura, quanto em altura e entre-eixos. Pensando na questão de comprimento por exemplo, são 4,57 metros, e ao imaginar um carro popular com tal dimensão é normal que se fique impressionado, ainda mais com sua largura de 1,69, que não permite tanto espaço interno, porém, em relação ao comprimento, está ligado diretamente a sua estabilidade e consequentemente segurança.

Outra coisa que impressionou no Ford Ka Titanium foi a sua aerodinâmica pelo fato de ser toda pensada em um modelo que traga uma aparência bonita e esteja ligada ao mesmo tempo com o desempenho, por exemplo sua grade frontal, antigamente sendo apenas linhas se diferencia hoje por ser hexagonal, mas não pense que ela é apenas de enfeite, pois tem a função de facilitar a entrada de ar geral do carro, e permitindo uma bela experiência de uso.

Outra coisa muito expressiva são suas linhas, essa que pela própria empresa foi citada como um dos fatores decisivos na hora da compra.

Pensando no tópico anterior, ainda dito pela empresa, o carro pode atrair um tipo variável de público, podendo ser pais de família, ou até mesmo jovens à procura de um primeiro carro que seja mais simples, porém que conte com tecnologia e desempenho. E para os pais de família, atrai pelo fato de ser um carro que tem um bom espaço para famílias de até 4 pessoas, para uma maior confortabilidade e também coisas como seu porta-malas, que conta com 445 litros e para aqueles que já conhecem melhor os carros sabem que é um tamanho considerável.

Ficha técnica e preço

Como o modelo tem uma grande diversidade do modelo, o citado aqui até mesmo pelo título da matéria será o modelo Ford Ka Titanium 1.5 de Transmissão automática, que atualmente sai pelo preço de R$70.990.

Ficha

  • Motor – 1.5 Transversal;
  • Cilindros – 3 cilindros em linha;
  • Válvulas – 4 válvulas por cilindro;
  • Tuchos – Hidráulicos;
  • Tanque – Tem disponibilidade para 52 litros e é bicombustível;
  • Velocidade máxima – 181 km/h;

Então a conclusão para você que procura um carro mais simples, é que o Ford Ka pode ser o modelo ideal a sua espera, boas compras.

Gustavo Martins


Modelo deverá vir com inúmeras novidades.

Inovadora aposta da Mitsubishi para o nicho de crossovers, o novo Eclipse Cross já tem data para chegar ao mercado brasileiro. O modelo, que vai se colocar no meio dos atuais ASX e Outlander, na reta de utilitários-esportivos da produtora japonesa, começa a ser ofertado em nosso Brasil a partir de meados de 2018. A exibição global, porém, aconteceu nesta segunda-feira, dia 21, na região de Portland, no estado do Oregon, nos EUA.

O novo Mitsubishi Eclipse Cross, como é notável nas imagens, se distingue através do visual mais “ousado”. Se sobressai a grade frontal com uma espécie de formato “X” cromado, gerando conjunto com os faróis em LED. Há também reta de cintura elevada e vincos relevantes nas laterais e uma de trás com modelo mais imponente, marcada através das lanternas em posição elevada e o vidro com forma mais inclinada.

Por semelhante lado, o interno do Eclipse Cross passa a assumir uma conduta mais padrão Entretanto, as linhas se diferem das detectadas nos outros carros da marca, em especial no console central, mais amplo e que comporta a tela “flutuante” sensível ao clique do sistema multimídia. O conjunto inclui também algumas coisas com acabamento em alumínio e plástico preto com estilo mais brilhante e itens como head-up display.

No exterior, o novo Mitsubishi Eclipse Cross foi ofertado com um motor 1.5 litro turbo a gasolina, com injeção que atua de forma direta de combustível, como é comum de se ver nos carros atualmente, conectado a uma transferência automática tipo CVT (continuamente variável) contando com oito marchas simuladas, além de um 2.2 litros turbodiesel. Portanto, ainda não se pode dizer em qual motor chegará o novo modelo no Brasil.

Outros detalhes do novo crossover mediano da Mitsubishi devem ser apresentados brevemente.

O acontecimento de exibição do Mitsubishi Eclipse Cross vai acontecer conjuntamente com o eclipse total do Sol. O local definido para a exposição global é o primeiro onde o eclipse poderá ser visto e contará com a participação do surfista de ondas enormes e o atleta da marca Carlos Burle, que mostrará o novo carro para o Brasil.

O mais novo lançamento que a marca traz para este ano no mercado brasileiro começa a estrear seu momento de pré-venda. O ilustre Mitsubishi Eclipse Cross já pode ser encomendado em um site responsável pelas pré-vendas. Ele será exibido na próxima quinta-feira, a partir de 9 horas da manhã, com live ao vivo pela rede social Facebook e terá suas vendas começadas oficialmente em novembro.

Conforme o informado no site de pré-venda, o novo modelo Eclipse Cross será vendido por aqui em apenas uma versão de acabamento, a conhecida como HPE-S, com opção de tração dianteira ou podendo ser nas quatro rodas. Ainda não se tem conhecimento, porém, quais equipamentos irão fazer a composição a lista de novos acessórios de série do carro, bem como o seu motor.

Também no exterior, o veículo proporciona recursos como um sinal de ponto cego, auxiliar de mudança de faixa, sinal de tráfego cruzado de trás sistema de câmeras de multi vizualizalções, faróis atuais de LED, central de multimídia com tela de 7 polegadas, Android Auto e também Apple CarPlay para facilitar a comunicação "Carro x Motorista", farol alto que agora é automático, retrovisor futurista, teto solar com visão panorâmica duplo, sistema de áudio premium composto por 9 alto-falantes, volante e bancos da frente e de trás aquecidos, rodas grandes de 18 polegadas, ar-condicionado automático, dentre outros.

Pensando nisso, ter um Eclipse Cross torna sua experiência como motorista muito mais avançada e confortável, trazendo consigo uma segurança e interatividade muito grande para que todos tenham um grande conforto.

Gustavo Martins


O Estado do Rio de Janeiro é o primeiro e adotar o uso das placas no padrão Mercosul no Brasil.

No ano passado os brasileiros foram surpreendidos com uma novidade que despertou muitas polêmicas. Estamos falando de uma mudança nas placas de veículos que teriam que ser substituídas a fim de promover uma padronização entre os veículos da América do Sul.

Muitas coisas aconteceram desde o anúncio dessa mudança eu contribuíram para que ela não fosse realizada na data inicialmente prevista.

Contudo, agora depois de muitas idas e vindas dessa padronização já está confirmado. No Brasil, a nova placa que está sendo adotada pelos países que fazem parte do Mercosul passa a ser utilizada nesta terça-feira, dia 11 de setembro de 2018.

Essa notícia surgiu meio que de repente nesta segunda-feira, dia 10 de setembro, por meio de um comunicado que foi emitido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro em que foi confirmada a adoção desse novo sistema de placas.

O Estado fluminense será o primeiro a usar as novas placas no país. Embora essa nova placa seja com detalhes bastante complexos, o seu valor será o mesmo que atualmente é cobrado pelos Detrans, que é o valor de R$ 219,35.

Para quem ainda não estava muito ciente sobre esse novo sistema de placas, elas inicialmente serão utilizadas em carros novos, os que saem de fábricas e concessionárias. Outros carros que também já poderão receber as novas placas são os veículos que precisarem ter a sua placa substituída, seja em razão de danificação, por mudança da categoria, transferência de dono, de município ou de estado. Estes que se encontram nestas condições terão que utilizar as novas placas. Mas aqueles proprietários que desejarem já adotar o uso das novas placas de forma voluntária, podem pagar as taxas e realizar a troca.

Em relação à placa, a mudança principal está em seu padrão visual que possui um fundo na cor branca com uma faixa azul em sua parte superior. O que definirá a categoria do veículo serão as cores dos números e das letras. Aliás, a sequência dos números também passou por alterações. Atualmente, temos as placas com três letras e com quatro números. Já a nova placa virá com quatro letras e com três números que podem estar mesclados.

Aquela plaqueta que é utilizada para a identificação do município e estado também deixará de existir. A única inscrição que conterá na placa é “Brasil”.

Itens de Segurança da placa Mercosul

Para fazer a identificação do município e do estado serão utilizados dois brasões. O nome do município virá escrito com uma letra menor localizada sob o logotipo.

O grande diferencial deste novo sistema de placas relaciona-se à segurança. Aliás, o sistema de segurança das novas placas é semelhante aos itens utilizados nas cédulas.

As novas placas serão equipadas com um código chamado de QR Code, além de um chip que juntos irão permitir que a placa seja rastreada em qualquer um dos países que fazem parte do Mercosul. Isso representa uma grande vantagem, uma vez que será um empecilho na clonagem de placas, um ato criminoso muito comum atualmente e que é de difícil fiscalização.

Nesse sentido, se você for comprar um carro zero ou precisar mudar a placa do seu carro já poderá trazer esta novidade que finalmente se tornará uma realidade no Brasil, enquanto eu em outros países como Argentina e Uruguai ela já é uma realidade.

Como já foi dito, o objetivo principal dessa padronização entre países do Mercosul é tornar a fiscalização mais eficiente e oferecer mais segurança aos proprietários de veículos.

Se você ainda possui dúvidas, informe-se mais no Detran de seu estado, lembrando que o primeiro a receber as novas placas é o estado do Rio de Janeiro.

Por Ana Paula

Placa Mercosul


Confira aqui os valores das versões do novo Fiat Strada 2019.

Os consumidores brasileiros que gostam de carros utilitários já podem contar com uma grande novidade. Desta vez, a Fiat sai na frente e inova mais uma vez em termos de novidades.

Tudo isto porque a montadora acaba de anunciar a versão 2019 de um dos seus sucessos de vendas: a Fiat Strada.

Sem querer perder o posto de utilitário compacto mais vendido no Brasil, a Fiat resolveu caprichar nesta nova versão e traz para o público brasileiro algumas novidades como uma série de itens que fazem parte da nova linha, assim como uma gama de outros opcionais que deverão facilitar a vida de quem quiser adquirir a nova versão.

Para começar, a linha 2019 já vem com uma tabela de preços mínima em torno de R$ 49.000,00 e que vai variando conforme a versão escolhida pelos seus compradores.

As novas configurações da linha Strada são as seguintes: a Working Cabine simples com motor 1.4, a Adventure Cabine dupla e motor 1.8 e a novidade para a linha 2019, a nova versão, a Freedom 1.4, Cabine dupla.

Os preços podem variar desde o valor mínimo descrito acima, chegando até R$ 72.000,00 para a nova versão com cabine duplicada.

A nova versão da linha Freedom deverá encabeçar a lista de novidades para o ano que vem sendo considerada a ‘top’ de linha nas concessionárias brasileiras da marca para o ano que vem.

Ainda sem data definida para a sua estreia brasileira, a nova linha 2019 promete incrementar ainda mais o concorrido mercado brasileiro de veículos compactos leves no ano que vem.

A Fiat sempre busca trazer novidades para seus consumidores e neste tipo de veículo, o objetivo é alinhar o conceito de conforto com a força de carga para esta categoria.

Lançada como uma alternativa para um público mais exigente, a nova versão Freedom tenta incorporar o conceito de um carro que seja eficiente tanto na estrada quanto no complicado trânsito dos grandes centros urbanos.

O novo motor do tipo Fire1.8 entrega para seus usuários uma potência máxima de até 88 cvs. Tudo isto com um sistema de câmbio manual de cinco marchas.

O veículo vem com os tradicionais itens de série que todos os consumidores já conhecem, como vidro e travas elétricas, volante com funções múltiplas de comando como acionamento do rádio e revestido em couro, ar condicionado de fábrica, aros de liga leve com 14 polegadas, capota marítima, painel central de LED e com câmera de ré. Como bônus, a Fiat ainda oferece pintura especial no painel interno e emblema nos bancos e nas laterais.

Dependendo da versão escolhida pelo consumidor, os novos modelos poderão oferecer protetor de cárter, banco do motorista com regulagem de altura, pneus da marca Scorpion do tipo misto e bloqueio programado do sistema de diferencial.

Uma das grandes novidades da nova linha que, em breve, deve estar no mercado, é o sistema de revisão oferecido pela concessionária.

Se antes, as revisões eram feitas quando o veículo atingia determinada quilometragem, agora a marca resolve estender a manutenção em função do tempo de compra e rodagem. Uma possibilidade a mais para o motorista que vai se beneficiar desta sistemática que deverá ser adotada para o que completar primeiro.

Portanto, se você está encantado com as novidades da linha 2019, principalmente pelo novo design, então é bom ir preparando o bolso e já ir seprogramando para agendar a sua visita a uma concessionária mais próxima de sua residência.

Quem já possui um modelo antigo, então é bom ir se preparado para curitr as novidades da nova linha que prometem trazer mais conforto, segurança e mais praticidade a seus usuários.

Emmanoel Gomes


Confira aqui o preço e os principais detalhes do Novo Ford Ka 2019.

A terceira geração do modelo da empresa Ford, o Ka veio ao Brasil no ano de 2014, juntamente de sua comercialização, como a vontade da marca norte-americana de bater de frente com os carros Chevrolet Onix e o Hyundai HB20. E a estratégia da Ford deu tempo de se concretizar, o carro conseguiu acabar o ano de 2017 sendo o terceiro modelo mais vendido no Brasil, com cerca de 94,9 mil modelos vendidos.

Algo que agrada muito quem possui o Ford Ka 2019 é que ele tem em sua composição de motor dois motores bem atuais, o primeiro que é 1.0 tem seus três cilindros e pode alcançar no máximo 85 cavalos de potência, e o segundo um pouco mais forte é um 1.5 que chega até 110 cavalos, porém, independente da diferença ambos proporcionam um ótimo desempenho ao Ford Ka.

Tendo seu lançamento no ano de 2014, o carro Ford Ka da atual geração apareceu como um projeto mundial com vistas a atender não apenas o mercado brasileiro, e sim também o indiano, onde surgiu com o nome diferente do mercado brasileiro, chamado de Figo e também está presente no mercado europeu, onde terá fabricação em Craiova, na Romênia.

Composto com plataforma que é uma variação de outro famoso, New Fiesta, o carro compacto feito pela Ford no país mudou a primeira geração, que tinha chegado com mudanças muito significativas por aqui, mas ainda era feito com quatro portas.

Detalhes novos e preços

Podem ser encontrados nos artigos do Ford Ka, coisas sobre uma mudança, será exigida muita atenção para que se veja a “olho nu” todas elas, pois são pequenas coisas mas que ajudam totalmente para sua mudança e inovação. A parte da frente tem seu destaque com seu novo modelo de para-choque, que vem com desenho alterado com uma nova tomada ou entrada de ar em sua parte de baixo e faróis de neblina colocados numa harmonia em formato que lembra um “C”, que em versões que são top de linha pode estar com esse detalhe cromado.

Tendo ainda o novo estilo com nova grade hexagonal, que também pode ser vista na versão cromada nas configurações mais caras, faróis e lanternas com novo layout na parte interna, rodas de liga-leve do tamanho de 15 polegadas e suas calotas com 14 polegadas, possuindo também em seus retrovisores a função de repetidores Para quando for ativada a seta, e o para-choque traseiro que o desenho é parecido com padrão da mesma peça dianteira.

O carro hoje traz consigo com grande importância equipamentos para melhorar a segurança, como seus aços que aumentam a resistência em diversos pontos da estrutura, detalhes extras no teto e nos pilares, os aços mais grossos que chegam até 1,2 mm. Tendo em vista o que a empresa disse sobre isso, ele aumentará muito a resistência nos dois modelos, mas ela será quase o dobro no modelo Sedan.

A sensação sentida dentro do veículo ainda sim será a mesma do Ka da terceira geração. O seu destaque atual ou permanente é o painel, que conta agora com o modelo conhecido como “flutuante”, com uma multimídia chamativa com tela de 6.6 polegadas.

O seu preço mesmo tendo em mente essas mudanças ainda é de um carro popular, até porque não pode ficar muito longe dos modelos Onix e HB20, e seu preço também pode oscilar conforme seu modo de transmissão de marcha e acessórios, tendo de exemplo o Ford Ka S 1.0 MT 2019 saindo pelo preço de R$ 45.490, já a versão mais completa de motor 1.5 e automática pode sair por R$ 67.990.

Gustavo Martins


Confira aqui mais detalhes e como pagar o Licenciamento de Veículos 2018 no estado do Paraná.

Os gastos com automóveis são iguais, ou maiores, que as despesas de uma família inteira. Quem tem um veículo sabe que a preocupação vai além do trocado para o combustível do mês. Se você já pagou o Seguro obrigatório e IPVA desse ano, aí vem mais uma:

A cobrança do Licenciamento de automóveis começou a ser feita no Paraná este mês. O valor a ser pago é de R$ 83,13 para todos os condutores.

Os motoristas poderão efetuar o pagamento através do App ou site do DETRAN, pelo bankline do Banco do Brasil, pelos Totens do DETRAN, em um dos bancos conveniados (BB, Banco Rendimento, Banco Sicredi, Santander e Bancoob).

É necessário manter o endereço atualizado para receber o CRLV em casa após o pagamento.

Esse ano o boleto não será enviado para o endereço do motorista e deverá ser impresso e pago nos bancos já citados.

Com os pagamentos do IPVA e DPVAT agendados para o primeiro semestre de 2018, conforme regra estabelecida, a renovação do Licenciamento foi marcada para o segundo semestre do ano. O motorista que não estiver em dia com suas obrigações está sujeito às penalidades previstas no código brasileiro de trânsito. Também não é permitido vistoriar o automóvel com pendências no DETRAN.

Confira agora as principais informações a respeito do licenciamento anual de veículos no Paraná e fique por dentro da data correta da sua renovação.

Calendário

Conforme já informamos, o pagamento da taxa de licenciamento deve ser feito de acordo com a data estabelecida pelo DETRAN e depende do número final da placa do automóvel.

Para os veículos com números finais 1 e 2, o pagamento deverá ser realizado em agosto. O licenciamento de veículos com os números finais 3, 4 e 5 deverá ser feito em setembro. Para os veículos com placas que terminam em 6,7 e 8, o licenciamento precisará ser feito em outubro. Por fim, automóveis com placas que terminam em 9 e 0 precisam ter suas licenças renovadas em novembro deste ano.

O Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) é a documentação indispensável para que o automóvel continue apto a circular e deve ser renovado todos os anos, obrigatoriamente.

O condutor precisa manter essa documentação em dia e estar em posse dela todas as vezes que transitar com o veículo, pois transitar com veículos que não estejam licenciados é infração gravíssima e o condutor receberá uma multa, terá o automóvel apreendido, além de perder 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Para renovar o licenciamento, o proprietário do automóvel tem que pagar uma taxa para a emissão do CRLV, que varia de acordo com o estado em que o proprietário renovará a licença. Atualmente, os valores estão entre cinquenta e cem reais.

O mês de vencimento do licenciamento do veículo depende do número final da placa do automóvel.

O CRLV só pode ser renovado caso o automóvel não tenha outros débitos pendentes, multas, por exemplo.

A taxa de Licenciamento pode ser paga no próprio DETRAN ou em bancos que estejam conveniados ao DETRAN e após o pagamento, o solicitante precisa aguardar o CRLV, que será entregue pelos correios.

Como realizar o Licenciamento

Para realizar o licenciamento, o requerente precisa ter o licenciamento do ano anterior, comprovante de quitação do IPVA do ano atual e anterior, comprovante de pagamento do seguro obrigatório, recolhimento da taxa de licenciamento e, caso haja multas, o requerente precisa ter em mãos os comprovantes de pagamento das mesmas.

No site do DETRAN do Paraná, http://www.detran.pr.gov.br, é possível obter todas as informações a respeito do licenciamento anual de veículos. É possível também realizar consultas para saber se há débitos pendentes vinculados ao automóvel.

É importante ressaltar que o pagamento nos terminais do Banco do Brasil pode ser feito com cartões de crédito e débito.

Kátia Elaini Pereira da Silva


Modelo chega às concessionárias custando cerca de R$ 85 mil.

Dos confins do Japão uma das empresas de maior de renome internacional, devido ao sucesso dos seus modelos nos mais diversos mercados, está com nova estreia. A grande Suzuki anunciou nesta última quarta-feira, dia 1º de agosto de 2018, que brevemente, em solo brasileiro, ocorrerá o lançamento de mais uma série inédita na linha Jimny.

A Desert, assim chamada a nova criação, destaca-se entre as outras por estar vasada em um design mais aprazível, dada a adoção de elementos únicos e distribuídos sobre o visual externo e sobre a cabine. Está equipada com o mesmo tipo de motor, porém, a companhia destacou que, nesta mecânica, várias alterações positivas foram produzidas, no sentido de potencializar ainda mais o desempenho Off-Road. Seu valor é de 85.990 reais.

O desenho externo tenderá a atrair mais ao consumidor, levando em conta a presença de alguns detalhes importantes: um bagageiro de tipo cesta situado no teto e cor Bege Jizan, discreta, elegante e inspirada nas próprias areias dos desertos, de onde o modelo foi inspirado. Na sua parte dianteira ele está munido com faróis em acabamento de grafite; Rock Slider Tubular; equipado com pneus tipo Pirelli Scorpion 215-75R, aro 15 MTR e uma suspensão elevada a 68 mm.

Com relação ao já citado Off-Road, trata-se da instalação de Snorkel, o qual permite a realização de travessia em trechos alagados, além dos recursos extras tais como os quatro protetores instalados nos braços de suspensão; mais dois protetores embutidos sobre os amortecedores das rodas traseiras e um amortecedor para direção.

Outras especificações são: a presença de retrovisores produzidos em grafite, munidos de instruções sobre o Mapa Mundi em suas laterais, as quais operam instruindo sobre a localização dos desertos mais acidentados e desafiadores em todo o mundo. O veículo está equipado de bancos em revestimento especial, com bolsos frontais e nas laterais, adornados com uma costura de cor bege, e o remate bordado como logotipo escrito “Desert”, além de suas texturas referentes às marcas dos pneus utilizados. O pacote integral inclui a “cereja do bolo” com uma plaqueta de inscrição “Desert” instalada no console central, nas molduras de suas saídas de ar e na totalidade do acabamento central que compõe o painel, estilizado em cor Bege Jizan, com o seu assoalho todo revestido em borracha.

Outros atributos podem ser relacionados conforme segue: está aparelhado com um sistema multimídia estruturado em uma tela de sete polegadas, inteiramente compatível com o sistema Android e o iOS; possui dispositivo de preparação de instalação dos acessórios mais comuns, como a câmera de ré e a TV digital. Seu quadro de funções está munido de novo grafismo e de novos elementos inteiramente prateados, incluindo uma inédita tela digital. Com relação à segurança, a mesma relação de atributos inclui os airbags frontais; o sistema de freios em ABS; as barras de proteção nas laterais; os cintos produzidos em três pontos e mais os encostos para a cabeça distribuídos para todos os ocupantes do veículo, entre outros.

No que tange à sua força, o Desert está aparelhado de um sistema de tração 4 por 4, exatamente como as versões anteriores, proporcionando 15 combinações na marcha: 2WD destinada à utilização urbana por meio da tração traseira; em 4WD opera na tração sobre as quatro rodas e em 4WD-L, que é uma função programada para acionar a marcha reduzida.

Todas essas alterações produzidas na tração foram realizadas sobre o painel por meio do sistema chamado Drive Action 4 por 4. Abaixo do capô, se oculta o motor de 1.3 a gasolina que rende 85 CV, em 6 mil RPM e mais 11,2 KGFM no torque e desempenho de 4.100 RPM. O câmbio permanece o prático manual em 5 marchas.

Vale a pena conferir a novidade.

Paulo Henrique dos Santos


Veja aqui mais detalhes sobre o Honda HR-V 2019.

A Honda apresenta as suas mudanças do seu primeiro facelift em seu SUV o compacto HR-V. Além da sua nova frente e algumas leves alterações em sua traseira, esse novo modelo recebe um renovado painel de instrumentos que é parcialmente digital em suas versões mais caras. Essas mudanças também serão empregadas em seu modelo nacional, já que a empresa da Honda mantém os seus modelos de forma bem alinhada em todo mundo.

Essa nova dianteira traz seus faróis recortados possuindo um friso que é totalmente cromado na sua grade. Na versão topo de linha o modelo Touring possui iluminação full-LED, enquanto as demais variações adotam luzes que são um pouco mais simplificadas. Ao menos esse novo HR-V possui de fato uma iluminação para o uso de dia com LED, essa é para todas suas versões, assim como já é feito no Honda Civic.

O para-choque frontal ficou de fato muito mais esporte e com uma inclusão de entradas para o ar ainda maiores e uns tipos de filetes horizontais em sua grade frontal. Na sua traseira, há apenas um friso novo que é cromado entre as lanternas, que são para as versões mais caras. Sua versão de topo de linha, o Touring, ganhou uma tração para as suas quatro rodas, e também uma grade frontal em estilo colmeia, além dos seus bancos possuir ajustes elétricos e uma das partes inferiores na sua carroceria é pintada com a mesma cor da carroceria, enquanto na nova versão Sport ele traz rodas de liga leve e com 18 polegadas e mais alguns detalhes em sua carroceria com uma cor preto brilhante.

A sua novidade mais grandiosa fica por conta do seu interior, que está possuindo um novo painel dos instrumentos, com um velocímetro que é analógico e com aro colorido, já os outros mostradores que foram substituídos por 2 telas coloridas além de serem configuráveis, com o layout que é muito parecido com o do carro Ford Fusion e da lindíssima Ranger. A sua central de multimídia também está renovada e conta com um tipo de controle para volume sendo de botão físico, e os apps Android Auto e Apple CarPlay.

Em alguns países como os EUA e Japão, o HR-V passa agora a ser equipado com o pacote Honda Sensing, que adiciona o modo piloto automático totalmente adaptável, a assistência em permanência de faixa, uma frenagem autônoma em casos de alguma emergência entre outros itens de sua segurança. Não há nenhuma confirmação se esse pacote será empregado no SUV que será comercializado no Brasil, porém, na ausência de outros itens compostos no Civic, que agora é um dos carros de luxo mais caros e modernos, dificilmente esse modelo do novo HR-V brasileiro possuirá esse pacote.

Ele é um carro luxuoso e que virá para atender sem dúvidas, o mais alto padrão em relação a exigências dos consumidores no Brasil. Por isso, você amante de carros com desempenho em alto padrão não pode deixar de estar experimentando essa máquina feita pela Honda. Além de luxuoso, ele é muito maravilhoso e será muito econômico também.

Ainda não possuímos nenhum detalhe sobre o seu motor e em relação a sua economia, mas podendo levar em consideração os seus modelos anteriores dá para saber que virá coisa boa por aí.

Depois do grande sucesso do Honda Civic por aqui e por todo o mundo, a montadora da Honda está investindo pesado no HR-V para que ele possa conquistar todos os topos de vendas novamente.

Por isso todos que tiverem interessados em comprar um novo carro muito em breve não poderá ficar sem experimentar esse modelo da Honda que com certeza chegará para causar.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Saiba aqui as principais novidades presentes no Novo Nissan Kicks 2019.

Esse novo modelo da Nissan, o Kicks 2019, ficará muito mais econômico com o foco de conquistar e surpreender de forma positiva todos os seus consumidores aqui no Brasil. Confira essa previsão para o seu lançamento no Brasil e todas mudanças no modelo e suas novidades.

Como sabemos que a montadora nascida no Japão, a Nissan, esteve entre as principais empresas que patrocinaram os Jogos Olímpicos no ano de 2016, esse grande evento que teve como sede a cidade do Rio de Janeiro, nesse evento a Nissan teve uma excelente oportunidade de poder divulgar a sua marca, em especial o seu novo crossover, um compacto que chegaria para o mercado brasileiro, com essa ótima ajuda em sua divulgação através desses Jogos Olímpicos, ele provavelmente teria um grande sucesso em suas vendas.

Apesar de o modelo ter sido somente conhecido nesse ano de 2016, por conta do evento global, a sua primeira vez que ele apareceu por aqui aconteceu já há quatro anos, na exposição do Salão do Automóvel em São Paulo, ainda no ano de 2012, época que esses utilitários mais compactos não eram nem um pouco populares, nessa época, o seu modelo Nissan Kicks chamou muita a atenção, pois ele apresentava algo em seu visual altamente moderno sem dúvidas muito diferente de que era conhecido em relação aos modelos da Nissan, sendo que os seus carros eram sempre vistos como os carros comuns e sempre sem possuir nenhum traço que marcasse o modelo.

Porém, existe ainda um projeto dentro da própria empresa Nissan que deixa de fato todo os seus clientes apreensivos, resumindo, o Nissan Kicks possuíra como esperado um consumo de aproximadamente 34 km por litro, você consegue imaginar algo assim? Porém, a Nissan vem com esse projeto que tem até o seu nome escolhido, será o Nissan Kicks e-Power, que tem a previsão de sua apresentação neste ano de 2018 ainda no Salão do Automóvel que acontece na cidade de São Paulo, porém, as suas vendas irão começar somente ano que vem e sem até agora uma data confirmada.

Com essa concretização, provavelmente o seu novo modelo, o Nissan Kicks 2019, irá poder dominar todas as vendas em relação ao modelo de SUVs no mercado nacional atual, já que ele será um veículo muito atraente por possuir um visual bem diferenciado e ainda se ele for aliado com sua economia anunciada tão benéfica assim, deverá promover um certo monopólio em todas as vendas, visto que sua economia de consumo será um dos principais fatores que irão ser analisados em uma eventual compra desse novo modelo.

A espera não é só desse modelo, o novo Nissan Kicks e-power, mas há uma grande expectativa pelo seu carro elétrico, sendo assim dá para ter uma noção que a intenção da empresa Nissan é tomar de alguma forma a dianteira sobre os carros ecológicos, já que eles serão claramente o futuro dos veículos automotores, todos esses novos projetos chegarão no Brasil o mais breve possível, já que tem sido um sucesso das vendas os carros da Nissan aqui no Brasil e isso tem agradado de forma muito positiva todos os seus investidores e principalmente a montadora.

Com certeza você não poderá perder o lançamento desses dois carros que serão sem dúvida nenhuma um novo marco em relação aos carros produzidos no Brasil. É certo que muitas montadoras estão investindo na produção de novos carros elétricos e até o ano que vem teremos grandes novidades nesse sentido. Porém, podemos ver também que em relação à super economia em relação ao combustível é uma novidade e tanto por aqui. Por isso estamos aguardando ansiosamente por essas grandes novidades.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Saiba aqui o que existe de novo no Chevrolet Trailblazer 2019.

No mundo automotivo, um dos maiores destaques atualmente é o crescimento de interesse do público ao querer saber sobre novos lançamentos e algumas características de carro, mesmo que não seja um que ele vá adiquirir, sendo assim uma notícia que chamou muito a atenção nesses dias foi o lançamento da Nova Chevrolet Traiblazer 2019, e neste artigo acompanhe todos os seus detalhes e especificações.

Especificações detalhadas e aparência

Diferente dos outros modelos da marca, o Traiblazer é oferecido somente em versão única, que é a versão LTZ, isso mostra que não serão disponibilizadas muitas opções de modelo diferente, porém, essa versão sozinha traz com você muitas particularidades e por estar única ainda pode ser que tenha uma atenção um pouco mais particular e pode ser dita como equivalente ao modelo Chevrolet S10 Country, que além de serem muito parecidos em sua aparência, suas definições também são muito parecidas em algumas características no desenvolvimento. Nata-se na frente do veículo um para-choque não tão riçado ou quadrado, sendo um pouco mais redondo e tem também seus faróis de LED da frente que ajudam o destaque

Chamando muito a atenção, sua grade que tem acabamento duplo e é cromada dá o ar de ostentação ao veículo, assim como na maioria dos carros em que é inserido esse estilo. Mas não é somente no local do para choque que pode ser visto o cromado, em partes como, suas maçanetas, barras do teto, lanternas de LED de trás, tampa do porta-malas e em ambos retrovisores. Tendo suas rodas modelo de liga leve com chamativos aros sendo 18 polegadas, são bem vistos e diamantadas.

Citando agora a parte interna , o ar-condicionado do carro possui ajuste tanto de velocidade quanto de difusores fixados no teto. O seu acabamento interior é feito todo em couro marrom, e é elétrico o ajuste do banco do motorista e na segunda fileira com ajustes de inclinação para melhor acesso à terceira fileira, que tem consigo encostos retráteis.

Assim como na maioria dos produzidos atualmente, ter em mente a segurança de seus condutores é totalmente essencial, isso porque ao sofrer com algo de segurança, o cliente pode dizer que foi provavelmente uma incompetência da montadora e isso além de ficar ruim para a mesma ainda pode trazer prejuízo econômico para ela, então foram equipados alguns itens como, alerta de colisão e de mudança de faixa que se juntam ao seu alerta de movimentação da parte traseira e ao alerta de quando estiver em ponto cego. O primeiro que foi dito chama a atenção do motorista a aproximação de algum outro objeto que possa colidir, podendo ser um ciclista ou até mesmo pedestre durante uma manobra de estacionamento, oferecendo assim uma segurança diferenciada.

Versões

Como já falado anteriormente o veículo está disponível apenas na versão LTZ, porém mais, detalhadamente nesses dois modelos:

  • Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6
  • Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 CDTI

Isso mostra que além de ser LTZ, pode apresentar dois motores completamente diferentes e que podem se diferenciar também internamente, mas isso pode ser ainda melhor explicado na parte de preço de cada um já que o 3.6 é mais forte porém mais barato.

Preços

Tendo em mente a parte de valor, para muitos pode parecer um pouco alto, mas ele é vendido a este valor devido ao seu grande desenvolvimento e equipamentos de ultima geração, acompanhe seus modelos e respectivos preços:

  • Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6 – R$ 173.990
  • Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 CDTI – R$ 205.990

Como podemos ver, o valor do carro na versão 2.8 é um pouco mais alto, porque possui algumas características, como seu interior por exemplo um pouco mais sofisticado, então pode ser um preço considerado justo.

Gustavo Mart

ins


Veja aqui o que há de novo na edição especial do HB20 e Creta.

Para celebrar a produção de 1 milhão de carros que foram produzidos na sua planta em Piracicaba, cidade no Estado de São Paulo, a Hyundai acabou de anunciar sua nova edição especial dos modelos Creta e também do HB20 tanto hatch como sedã, que serão os únicos carros que são fabricados por lá. E a montadora batizada essa nova Edição Comemorativa como “1 Million”, essa nova versão será uma produção limitada com 4,5 mil unidades, 2 mil do modelo Creta, e mais 1,2 mil do modelo HB20 e 1,3 mil HB20S, e eles estarão disponíveis em todas as redes de concessionárias na segunda quinzena do próximo mês de agosto.

No caso do novo Hyundai HB20 em Edição Comemorativa de 1 Million e o Hyundai HB20S 1 Million, sua versão de base será a Comfort Plus, possuindo um de motor 1.6 com câmbio automático. E os seus diferenciais ficam por conta de sua grade frontal com seus alertas cromados e sua moldura em uma cor preto brilhante, as suas rodas de liga-leve e diamantadas com 15 polegadas, suas maçanetas cromadas, e uma antena tipo barbatana no caso do hatch e os faróis com um projetor e um filete de LED.

Há também os vidros elétricos em suas quatro portas com um sistema de one-touch e o antiesmagamento, sua chave canivete e com telecomando, além de faróis com um acendimento automático e o seu volante com um ajuste de altura e também profundidade.

Já o modelo do Hyundai Creta 1 Million ele se diferencia principalmente em sua “Hyundai Key Band”, que é uma chave presencial no formato de uma pulseira, que funcionará também como relógio, possuindo um contador de passos e de calorias, além de um medidor de distância que foi percorrida e exibe as notificações do seu smartphone.

O seu modelo será baseado na sua versão Pulse Plus 1.6 AT e pode oferecer ainda a chave presencial, uma partida por botão, e as luzes diurnas sendo em LED, suas rodas diamantadas com aro 17, e sua grade frontal em uma moldura cromada, além de maçanetas cromadas, possuindo uma antena tipo de barbatana, e as suas maçanetas internas de cor bege em metal, entre outros à sua escolha.

Esses três modelos de carros podem oferecer ainda seus bancos em couro na cor bege, alguns detalhes em bege em seu console e também nas saídas de ar, as suas soleiras dianteiras totalmente personalizadas, e o emblema alusivo com a série em especial, as lanternas tipo Clear Type, o emblemas alusivos a série também nos seus para-lamas da parte da frente e sua central de multimídia com o blueMedia e com TV digital.

Eles estarão ainda disponíveis muito em breve nas cor sólida Branco Polar e também na cor metálica de Prata Sand. Os seus preços ainda não estão sendo divulgados.

Com certeza será um ótimo carro para você que gosta de edições especiais, com detalhes único e muito marcante eles serão modelos que se destacarão no meio dos outros carros. Não deixe de ficar de olho em sua chegada às cocessionárias, pois será uma edição limitada, então se não ficar atento pode perder essa grande chance. Para quem já conhece e tem a vontade de comprar um desses modelos essa pode ser sua grande oportunidade.

Sem dúvida é um carro muito espaçoso e confortável, além de ser muito econômico e potente. Não deixe de conferir pessoalmente fazendo um teste drive e quem sabe podendo adquirir um desses exemplares.

Com certeza será uma frota que acabará muito rápido, por isso não deixe de ser um dos primeiros a adquirir esse tão charmoso modelo comemorativo.


Veja aqui todas as novidades do Range Rover Evoque Autobiography.

Com um título de Evoque ainda mais potente e muito luxuosa, já foi lançado esse novo Land Rover, o Range Rover Evoque Autobiography, que chegará ao Brasil com um valor de R$ 305.800. Essa série especial deverá ser limitada em apenas 25 unidades e também já está a disponível em todas as concessionárias do Jaguar Land Rover em todo o Brasil. A sua marca britânica trouxe também um novo lote com 20 unidades da sua Evoque conversível.

Esse Evoque Autobiography será com certeza a opção de mais luxo do SUV e também trará rodas de liga leve com 20 polegadas e com um acabamento único e muito bonito diamantado, seus faróis adaptativos com luz de LED, seu porta malas com um sistema de abertura acionada apenas por um gesto, suas soleiras são iluminadas com a sua marca Autobiography, além dos seus bancos, o teto, o volante e as portas revestidos com um couro premium de Oxford.

O SUV é de muito luxo e ele ainda traz os seus bancos dianteiros possuindo 14 ajustes elétricos, um sistema altamente tecnológico de câmera com 360º, head-up do seu display com alta definição, a sua central multimídia com In Control Touch Pro e sua tela medindo cerca de 10 polegadas trazendo uma TV Digital com alta definição e mais 17 auto-falantes ao todo, Meridian com uma potência de 825W, além dos sistemas Android Auto e o Apple CarPlay.

Essa série Autobiography traz também sob o seu capô uma versão muito mais apimentada de seu motor 2.0, com turbo Ingenium, ao qual foi testado recentemente no modelo Evoque. Nessa nova variante, o seu motor renderá cerca de 290 cv e 40,8 Kgfm de seu torque com apenas 1.500 rotações. A sua transmissão é automática possuindo um total de nove marchas e a sua tração é 4×4. Além de poder acelerar da estaca zero até 100 km/h em cerca de apenas 6,4 segundos, o seu total pode chegar a uma velocidade máxima de até 231 km/h.

Com certeza será um modelo que valerá muito a pena adquirir, para os amantes de carros em alto padrão e que gostam de conforto, tecnologia e economia esse será um carro perfeito.

Se você se enquadra a esse seleto grupo de pessoas, não poderá deixar de conferir pessoalmente essa máquina sobre rodas. A montadora planeja estourar as vendas e vender em tempo recorde essa versão que é limitada.

Por isso, se interessou por esse modelo terá que correr e ficar atento em todas as informações para não perder a grande chance de adquirir um ótimo carro como este.

O Ranger Rover sem dúvidas foi sucesso de vendas por aqui, conquistando a preferência dos brasileiros. E esse novo modelo será também um sucesso total. Porém, como é uma edição limitada, poucos terão a oportunidade de adquirir. Se planeja pelo menos experimentar um desse novo modelo, terá que correr até uma concessionária o mais rápido possível.

Não perca a chance de sentir o prazer de dirigir uma obra prima dessas pessoalmente. E se tiver a condição financeira para adquiri um desses, terá que ser rápido.

Com o fim da crise econômica no país, as concessionárias têm aumentado de forma muito significativa suas vendas e os carros estão saindo de forma muito rápida da empresa até os consumidores. E apostando nisso, a montadora investiu pesado na produção dessa edição limitada. Estimando que sua venda seja um estouro por aqui no Brasil.

Hoje podemos ver nas ruas muitos carros Ranger Rover e isso faz com que a montadora ainda sinta mais confiança no mercado brasileiro. Podendo assim investir mais ainda em trazer seus belos carros para cá.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Modelo passará por alterações antes de chegar às concessionárias.

Modelo que foi lançado no ano de 2014, o Porsche Macan acabou de receber a sua primeira reestilização em seu design. O seu modelo foi apresentado recentemente na China, que é hoje o seu principal mercado, porém, ainda não possui nenhuma data oficial divulgada para a sua estreia aqui no Brasil, conforme declarado pela própria Porsche. As novas mudanças em seu visual e também na parte mecânica foram empregadas com a intenção de aproximar mais ainda o SUV com o cultuado modelo esportivo do Porsche 911.

O modelo Macan 2019 recebeu uma nova dianteira com suas entradas de ar bem mais largas em seu para-choque, também ganhou novos faróis adaptativos em quatro pontos luminosos com luz de LED e suas rodas de liga leve que também foram modificadas. A sua traseira foi o ponto que houve uma maior mudança, seguindo o que já havia sido feito nos modelos Panamera e também no Cayenne, o SUV ganhou outras novas lanternas que são conectadas com um efeito 3D.

A sua nova central multimídia com 11 polegadas faz com que uma boa parte do painel seja modificado. As suas saídas de ar que eram no centro foram deslocadas para a parte de baixo da sua tela, que são bem próximas a alavanca do seu câmbio. O seu console central possui diversos botões e não foi alterado assim como o seu painel de instrumentos que continua analógico com apenas a sua tela do lado direito.

A empresa não especificou ainda as suas mudanças mecânicas no novo Macan, apenas revelou ter realizado algumas alterações em seu chassi para assim melhorar a dinâmica do seu modelo SUV. Além disso, ele também recebeu umas mudanças no seu sistema de tração, que é integral, o Porsche Traction Management. E os seus novos pneus com características para uma performance aprimorada que foram desenvolvidos para esse novo modelo.

Com certeza ele será um modelo de ponta que misturará de forma muito eficaz toda a esportividade da marca com a segurança e o conforto de uma SUV.

Será um veículo desejável para todos aqueles que procuram um carro altamente moderno e confortável. Além de ser econômico e também potente. Assim como os modelos anteriores de sua montadora.

O mercado automobilístico tem crescido de uma forma muito grande pelo Brasil, fazendo assim com que muitas montadoras invistam em suas novas linhas aqui no país. E com isso os consumidores nacionais têm ganhado muito. Sempre novos modelos de carros, com novas especificações. Fazendo assim com que o mercado fique bem aquecido de novos modelos para compra.

Isso tem ocorrido ao fato da crise econômica que assolava nosso país ter enfim dado uma boa trégua e as coisas de fato ter melhorado financeiramente. Dando certa estabilidade e segurança para que os brasileiros possam novamente investir na compra de um carro zero.

As concessionárias que estavam com uma grande quantidade de carros parados em seus pátios, estão podendo enfim respirar, e para aproveitar essa nova fase econômica e essa grande ascensão do mercado estão apostando em seus novos modelos.

Buscando de fato agradar os gostos do povo brasileiro e assim se tornando sucesso de vendas no nosso país. Com isso quem ganha somos nós mesmos. Tendo a oportunidade de adquirir cada vez mais carros superpotentes e altamente luxuosos. Coisa que antigamente só encontrávamos em carros importados.

Agora as montadoras estão investindo em fábricas e autorizadas em manutenção para seus carros aqui no Brasil.

Tirando todo receio das pessoas em adquirir um carro que antes era mal visto por não ter peças e muito menos manutenção aqui no país.

Graças a essa reviravolta podemos de fato comprar um carro desses sem medo de problemas futuros.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Veja aqui as principais qualidades e defeitos do Ford Ka SE 1.0 2019.

Essa terceira geração do modelo Ford Ka chegou no mercado brasileiro em 2014, como uma aposta da marca para peitar de frente o Chevrolet Onix e também o Hyundai HB20. E essa estratégia da empresa até que deu certo: o Ka fechou o ano que passou de 2017 sendo como o terceiro mais vendido em todo o País, com cerca de 94,9 mil carros comercializados.

Agora, a briga ficou ainda mais acirrada, pois o Ford Ka 2019 está chegando com algumas mudanças consideráveis em seu visual e também no seu interior, além de novos equipamentos adicionados de série, e motor com 1.5 litro sendo flex e três cilindros herdado do modelo do EcoSport, uma opção de câmbio sendo automático com seis marchas e com conversor torque e uma versão com certa vocação para aventuras.

Somente os olhares atentos irão conseguir reparar nas novidades de estéticas do novo Ford Ka 2019. A sua dianteira traz como um destaque o seu novo para-choque, trazendo o desenho alterado e uma nova tomada inferior, além de faróis para neblina inseridos com um nicho em formato “C”, que em suas versões de topo de linha contém um detalhe cromado.

Há ainda a nova grade em hexagonal, igualmente só que cromada em suas configurações mais elevadas, os faróis e a lanternas com um novo layout por dentro, novas rodas sendo de liga-leve com 15 polegadas e suas calotas com 14 polegadas, seus retrovisores com uma opção de repetidores para as seta e para-choque da traseira cujo o seu desenho acompanha um padrão na peça dianteira.

O carro agora vem com uns reforços estruturais para poder melhorar a sua segurança, como aços em alta resistência em alguns pontos da sua estrutura, reforços extras para o teto e em seus pilares e alguns aços mais espessos com até 1,2 mm. Estas mudanças puderam render um aumento em 5,3% em sua rigidez torcional no Ka hatch e em 9,2% no Ka Sedan.

Por dentro, ainda você vai se sentir dentro do Ka terceira geração. Isso porque, bem diferente do EcoSport, esse carro ganhou algumas mudanças sutis. O seu destaque fica em relação ao novo console de sua central, que agora está ostentando uma tela top tipo “flutuante” muito sensível ao seu toque com 6,5 polegadas em seu topo, com o sistema SYNC 3 e mais recursos como o Apple CarPlay e o aplicativo Android Auto.

Nas suas medidas, ele possui 3,94 metros em seu comprimento, 1,69 m em sua largura e ainda 1,52 m em sua altura, com um entre-eixos de aproximadamente 2,49 m. O seu porta-malas tem uma capacidade para o total de 51 litros.

Com certeza é um ótimo carro para uso pessoal, familiar e até para trabalho. É um carro supereconômico e tem um espaço considerável em seu interior.

O Ford Ka é um dos melhores carros no padrão popular hoje no Brasil, muitas pessoas têm comprado e gostado do resultado. As pessoas gostam desse tipo de carro principalmente no Brasil.

Por isso a cada ano que passa o carro tem ganhado mais consumidores e isso tem feito que a montadora invista mais no seu desempenho e tecnologia melhorando de forma gigantesca seu modelo. Por isso, se está procurando um carro para viajar e passear com a família, ele é um carro perfeito.

Faça um teste drive e comprove pessoalmente como ficou esse novo Ford Ka 2019. Sem dúvidas nenhuma é um carro para muitos anos. E será sucesso de vendas por aqui no Brasil.

Possuindo um design totalmente inovador e muito atraente, esse carro conquistará o coração dos brasileiros e alcançará o topo de vendas.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Novo motor deverá ser oferecido inicialmente no exterior, podendo chegar ao Brasil em breve.

A empresa da Land Rover consiste em ser uma subsidiária da empresa que começou na Índia intitulada como Tata Motors. No Brasil existe cerca de 35 concessionárias que são autorizadas pela marca, desde 1992 a marca retornou para o país, estabelecendo por aqui maiores raízes ainda, tornando-se hoje, desse modo, a famosa e renomada Land Rio no Estado do Rio de Janeiro, sua sede mais antiga no país.

Assim, esse novo modelo obteve algumas significativas mudanças em seu design.

A empresa Land Rover está também anunciando, por esta mesma semana, em todo o exterior, a chegada para o mercado uma nova alternativa em relação à motorização para tipo TurboDiesel para uso familiar do modelo Discovery. Mesmo depois de elaborado, o veículo recebe agora o título de SDV6, com uma capacidade máxima de 3.0 litros em relação a descolamento; ele por ter um estilo de propulsor e um desempenho com até 306 CV em potência e 71,4 em relação a KGFM e torque no seu máximo potencial. Entre alguns outros atributos e outras especificações deste modelo, podem também encabeçar a essa lista o fato do mesmo estar agora munido de um sistema de admissão que foi modificado e de seu injetor com oito furos, capaz até de proporcionar no seu máximo um bom desempenho e uma ótima eficiência.

Se analisarmos na prática, a capacidade de velocidade desta SUV, que possui média de duas toneladas, vai de 0 até 100 km por hora numa fração de apenas 7,5 segundos. Portanto, além do seu novo motor, o novo modelo Discovery também incorpora um poderoso e também inédito sistema para operar de uma forma a garantir uma maior segurança a todos os seus passageiros, ou seja, esse Sistema de Detecção para Saída Segura, ao qual aciona um certo tipo de alerta para o condutor e para os passageiros em situações que aja aproximação de outros veículos, de ciclistas e outros demais possíveis perigos que possam aparecer, e que podem ocorrer também na parte de sua traseira, em relação ao ato de precisar desembarcar do seu veículo. Na medida que é identificada uma presença de qualquer tipo de obstáculo, uma luz para aviso é ligada na porta e acende soltando um tipo de advertência a todos os ocupantes do veículo.

De acordo com alguns especialistas, as mais recentes dessas atualizações reforçam um patamar que o novo modelo Discovery ocupa hoje um tipo de uma SUV familiar, que é muito mais versátil e ainda mais potente para o mercado atual. Com relação a esse novo motor, movido a diesel, o mesmo pode disponibilizar níveis elevados em termos de seu desempenho e de sua eficiência, no passo que, ele cerne das suas novas tecnologias e segurança, que nele estão incluídas, as mesmas funcionando na proteção dos ocupantes do carro como de todos os pedestres que possam estar ao seu redor. O executivo do grupo da Jaguar Land Rover é divulgado muito recentemente.

Portanto, há uma imensa expectativa para que a estreia do novo motor, com essas novas especificações e novos atributos, possa ainda acontecer em breve, também no nosso território brasileiro. Entretanto, no Brasil esse modelo Discovery atualmente está aparelhado com dois tipos de motores, o 3.0 TD6 (tendo desempenho de até 258 CV) e o 3.0 V6 Si6 (que é movido à gasolina e com um desempenho de até 340 cv).

A empresa Land Rover está hoje entre as mais importantes e as mais competitivas em todo mercado internacional e seus modelos são muito comercializados. Apesar da existência de um grande mercado automobilístico, que é hoje muito competitivo em praticamente todo o mundo, mesmo assim a variedade para o gosto e para a exigência humana é muito ampla, sem mencionar uma questão de segurança, o que pode abrir uma grande vantagem em todas as montadoras que existem hoje.

Com certeza vale muito a pena ficar de olho nas novidades dessa máquina e quando chegar ao Brasil fazer um test drive.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Conheça aqui mais detalhes sobre o Novo Hyundai Creta 2019.

O mercado dos carros está cada vez mais sofisticado e tecnológico. Alguns dizem que assim como aconteceu com os aparelhos telefônicos, a função principal dos carros não será mais dirigi-los. Trata-se de uma experiência com diversos recursos de entretenimento, informação e automação. O Creta da Hyundai deu um grande passo em direção a essa ideia de carros com fontes de lazer/entretenimento.

Na versão 2019 do Hyundai Creta consta TV Digital integrada ao carro. A TV Digital faz parte da plataforma multimídia chamada BlueMedia. Conforme alguns especialistas, a função de dirigibilidade dos carros está cada vez mais próxima de ser algo automático, baseado em inteligência virtual. Sendo assim, estar no carro será uma experiência de transporte e os passageiros terão que ter recursos para se distrair.

Esse futuro ainda não chegou, mas mesmo assim a Hyundai, com o Creta, já investe em tecnologias que vão de encontro a essa concepção de carro com entretenimento. A TV Digital integrada na plataforma multimídia é uma das grandes novidades do Creta 2019.

O preço do carro varia de acordo com cada versão. Existe a versão Attitude para PcD, a versão Pulse Plus, a versão Sport e a Prestige. No caso da Attitude, o Creta 2018/2019 conta com motor 1.6 de 130 cavalos. Câmbio automático, vidros elétricos (traseiro e dianteiro), rodas aro 16, botão start/stop e 6 velocidades distintas. Já com os descontos, esse modelo sai em média por R$ 54 mil.

No caso da versão Sport, as mudanças são mais para trazer essa característica de esportivo para o carro. A suspensão está mais firme e no porta-malas consta uma moldura em preto brilhante, escrito Sport.

Para a linha 2019 do Hyundai Creta, o preço mais em conta sai com a versão Attitude, essa, sem os descontos, chego a ter um valor de até R$ 28 mil inferior a versão topo de linha, a Prestige. Na faixa de preço, a versão Pulse Plus bate os R$ 91 mil, enquanto que a versão Sport fica na faixa de R$ 97 mil. A Prestige é a versão topo da linha 2019 do Creta, o valor por um chega a R$ 103 mil.

Todas as versões contam com a novidade da linha Creta 2019, a TV Digital. Abaixo você pode conferir a tabela completa com os valores para cada versão:

  • Hyundai Creta Attitude 1.6 6MT – R$ 77.890
  • Hyundai Creta Pulse Plus 1.6 AT – R$ 91.890
  • Hyundai Creta Sport 2.0 6AT – R$ 97.890
  • Hyundai Creta Prestige 2.0 6AT – R$ 103.990

O Futuro dos Carros

O setor automobilístico é um mercado que promete grandes mudanças nos próximos anos. Uma pela questão ambiental da queima dos combustíveis fósseis, outra pela própria dirigibilidade automática dos carros, através de GPS e inteligência artificial.

Grandes empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos, estão a frente dessa corrida. A Uber já realiza testes práticos com carros autônomos, assim como a Google e a Tesla de Elon Musk. Além disso, a Tesla tem oferecido carros que aliam potência, luxo e tecnologia, juntamente com motores movidos por energia elétrica.

Atualmente, mesmo com uma montadora pequena e poucos carros “nas ruas”, a Tesla é a montadora de maior valor no mercado financeiro. Talvez, algum dia, olhemos para trás e nem sequer nos recordemos de como era o mundo quando precisávamos dirigir carros. A revolução nos meios de transporte tende a ser tão automatizada que, da mesma forma que a maioria das pessoas nunca “galopou” em um cavalo, grande parte das pessoas nem mesmo terá conhecimento do que era trocar uma marcha, pisar na embreagem e ou manusear uma direção.

O futuro está aí. Quem um dia imaginou que assitiríamos TV…dentro do carro!

Ass: Matheus Griebeler


Novo modelo deverá começr a ser vendido na Europa ainda esse ano.

No mês de novembro do ano de 2017, a montadora Audi disse que revelaria os seus novos modelos de três em três semanas ao longo do ano de 2018. Realizando essas contas, significa que a sua fabricante tem planos para mostrar no total 17 veículos. E é por isso que na empresa de Ingolstadt vêm aparecendo tantas notícias, apresentando as reestilizações, das novas gerações e os modelos inéditos, para brigar de frente com a Mercedes-Benz e também a BMW, que estão renovando todas as suas linhas também. Agora será a grande vez do modelo Audi Q3 2019, essa que é a segunda geração da SUV da marca.

Esse novo Audi Q3 que será apresentado ainda na próxima quarta-feira, no dia 25 desse mês de julho. A sua fabricante divulgou um lindo vídeo mostrando alguns pequenos detalhes dessa crossover. Já que vimos esse utilitário e praticamente sem nenhuma camuflagem há um pouco de tempo e temos também flagrado esse SUV em alguns testes há uns tempos.

O vídeo pode ajudar a confirmar nossa projeção que estava correta, e que esse novo modelo do Q3 irá possuir a nova identidade em visual utilizada através da linha de SUVs da montadora Audi. Embora não seja uma diferença considerável, ao comparar com sua versão atual, esse SUV terá um novo aspecto muito mais moderno, o que irá ajudá-lo a poder se destacar ainda mais, já que ele não é mais um modelo crossover que anteriormente era de entrada da Audi. Esse papel foi passado para o modelo Q2.

Alguns outros flagras mostram que a montadora da Audi já está trabalhando nas novas versões que serão muito mais apimentadas dos SQ3 e RS Q3. O modelo SQ3 poderá chegar ao Brasil já em 2019, enquanto o novo modelo do RS Q3 deverá aparecer só no ano de 2020. Enquanto eles não chegam, o modelo Q3 normal começa a ser comercializado na Europa já no final desse ano de 2018. Ele irá adotar a plataforma que hoje é do MQB, fazendo que perca um pouco de peso e cresça ainda um pouco mais. A sua motorização será composta pelo motor 1.5 TSI com 150 cv na sua versão de entrada e com o motor 2.0 TDI para a versão da Europa. Em um futuro não muito distante, ainda poderá receber uma versão híbrida, com uma autonomia de mais de de 50 km no seu modo elétrico.

A sua apresentação no nosso país pode acontecer ainda no Salão do Automóvel em São Paulo, mas as suas vendas ficarão para o ano de 2019, somente. Há rumores dizendo por aí que o modelo não será produzido na cidade de São José dos Pinhais no Paraná, pois a sua linha de produção será usada para produzir o novo modelo A1.

Enquanto não temos mais novidades precisamos ficar atentos, pois a qualquer momento a montadora poderá soltar mais alguma novidade. Não perca nenhum detalhe até seu lançamento. Pois será um carro que virá para conquistar o coração dos brasileiros.

E sem dúvidas nenhuma a intenção da Audi, é conquistar os topos de vendas por aqui. Na Europa ela já uma das empresas que mais vendem, e no Brasil ela tem tudo para conquistar esse patamar. Por isso se você procura conforto, luxo e muita economia não poderá deixar de conferir cada detalhe desse novo lançamento da montadora.

Seu valor ainda não foi divulgado mais com certeza valerá muito a pena, pois seu custo benefício é muito bom e faz com que ele rode muito com combustível. E já que a montadora disse que cogita a sua versão híbrida podemos ficar atentos pois coisas melhores ainda aparecerão.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Alterações devem deixar o carro com traseira totalmente nova.

Uma das maiores companhias automotivas francesas, em todo o mundo, está fazendo estrear um novo e mais impressionante modelo de veículo. Trata-se do recente lançamento, pela companhia Renault, por meio de anúncio oficial que apresenta a versão Renault Sandero de 2020, em grande parte estilizado de forma inédita no seu novo perfil. Este modelo, o Renault Sandero 2020, terá sua parte traseira inteiramente exclusiva.

Em realidade, este veículo se distancia de uma série de outros modelos, tais como os produzidos pela montadora romena Dacia, sendo que o Sandero nacional será produzido, como já foi citado, com uma traseira totalmente inspirada na versão Mégane, outro grande carro da companhia.

Toda estreia de um novo automóvel, sobretudo entre as grandes companhias, desperta o interesse tanto dos consumidores quanto dos especialistas, que se posicionam de modo a analisar as novidades e antecipar-se ao público com informações.

Este novo projeto da Renault tem por escopo precípuo a promoção de seus novos modelos, ou seja, o Sandero, o Logan e o Duster, os quais deixam de serem, daqui para frente, versões produzidas pela empresa Dacia, com o logo trocado. Esta ideia surgiu no sentido de manter a sinergia (atividade coordenada e simultânea que contribui para um objetivo comum) entre as duas indústrias, a Renault e a Dacia, o que torna esta diferenciação entre o Sandero, o Logan e o Duster, de cada marca específica, ainda maior e notável. A grande demonstração desta novidade está no próprio facelift que este Hatch nacional receberá em suas significativas alterações, a serem divulgadas em breve.

Entretanto, este novo veículo ainda não tem uma data determinada para estreia. Mesmo assim, o atual modelo compõe uma sequência de veículos na linha de 2019, ou seja, o inédito Sandero, portador de novo estilo, foi repaginado em seu visual e revelado por meio de registros da patente no INPI, o Instituto Nacional de Patentes Industriais.

Na parte dianteira este modelo brasileiro sofrerá algumas alterações leves e significativas, seja no para-choque, no capô e nos faróis, no entanto, o veículo em questão estará desprovido das luzes diurnas de tipo LED, presentes no anterior Sandero estilo sul-africano. A linha de design do para-choque estará equipada no mesmo formato de visual impresso no sedã Logan.

A Renault não costuma produzir drásticas alterações em seus carros e o mesmo se verificará neste. Porém, a mudança mais radical será operada na parte traseira. Como já foi citado, esse novo design traseiro está inspirado na estrutura do Mégane, que parece combinar-se perfeitamente no novo Sandero, o qual, também, estará equipado de lanternas mais espichadas, as quais vazam sobre a tampa do porta-malas de modo genial.

É fácil de os especialistas perceberem que o novo layout do Sandero 2020 está evidentemente inspirado em alguns de seus mais acirrados rivais, como o modelo Fiat Argo e o modelo Hyundai HB20. Ainda assim, estas mudanças visuais serão acompanhadas de uma precisa adoção de transmissão do tipo CVT em substituição ao seu anterior câmbio de tipo automatizado Easy'R, o qual há muito deixou de ser instalado pela companhia Renault.

Todos os modelos produzidos pela empresa francesa são bem sucedidos mundialmente, concorrendo, nas últimas décadas, com montadoras de grande porte, como a Ford, Volkswagen, Chevrolet, entre outras.

Em sua longa história de mais de 100 anos de presença no mercado de automotores, Renault S.A. tornou-se uma fabricante francesa de veículos entre as mais influentes e competitivas. Fundada no dia 25 de fevereiro de 1899 pelo empreendedor Louis Renault, desde então tem produzidos grandes modelos de automóveis pequenos e médios, entre vans, ônibus e até caminhões.

Paulo Henrique dos Santos


Versões do carro tiveram aumento de até R$ 1.000.

A montadora Toyota apresentou a sua nova linha 2019 do modelo Corolla no mês de abril, um pouco antes de lançar o Yaris. Nessa época, o sedã médio já havia perdido duas versões, a GLi e a GLi CVT, e partia para a GLi Couro, pelo valor de R$ 89.990. Os preços iam até no máximo R$ 118.850 na sua versão Altis. Agora, o site da Toyota no Brasil mostra os seus preços um pouco mais elevados. Na configuração GLi em Couro está saindo por R$ 90.990 e a Altis está sendo cobrado o valor de R$ 118.990.

Vale lembrar também que a linha 2019 do novo Toyota Corolla não possui nenhuma alteração em relação ao seu sedã. Seja visual de mecânica ou até mesmo em seus equipamentos. O GLi em Couro segue como o único dotado com um motor 1.8 e flex, gerando uma força de até 144 cv movido a etanol e, como essas configurações o sedã, vem com câmbio automático e relações continuas e variáveis (CVT). Já as demais versões, os XEi, XRS e Altis, já trazem um motor 2.0 e flex capaz de chegar até 154cv com etanol.

Confira a alteração nos valores de cada modelo dessa linha do Toyota Corolla 2019:

O Corolla GLi em Couro 2019 vai agora para o valor de R$ 90.990 e antes ele custava o valor de R$ 89.990.

O Corolla XEi 2019 vai agora para o valor de R$ 105.990 e antes ele custava o valor de R$ 105.690.

O Corolla XRS 2019 vai agora para o valor de R$ 111.990 e antes ele custava o valor de R$ 111.270.

O Corolla Altis 2019 vai agora para o valor de R$ 118.990 e ante ele custava o valor de R$ 118.850.

Apesar de ter sofrido uma variável até considerável em seu valor, ainda compensa adquirir um carro do modelo. Pois ele é um dos carros mais luxuosos hoje na atualidade, e se procura conforto e um ótimo desempenho, esse carro é perfeito. Ele oferece tudo isso em praticamente todos os modelos de sua linha.

O Corolla tem sido a linha que mais tem vendido na Toyota aqui no Brasil, com isso tem conquistado o coração dos amantes de automóveis brasileiros. Por isso se ainda não comprou o seu essa pode ser uma grande oportunidade.

Mesmo com a alta no seu valor, ainda seu custo benefício é um dos melhores. Pois ele é um carro de alto padrão e mesmo suas versões 2.0 tem um bom desempenho com etanol. E ainda consegue economizar um pouco com combustível.

Ideal para viagens familiares, onde terá um ótimo desempenho nas rodovias, além de proporcionar muito conforto a toda sua família.

Vá até uma concessionária Toyota e faça um teste drive. Experimente pessoalmente uma máquina dessas, com certeza irá se apaixonar. Não deixe de consultar nenhuma informação sobre o modelo para que possa assim desenvolver um ótimo negócio. O Corolla é um carro que quem compra não se arrepende. Pelo contrário, as pessoas só trocam por outro mais novo do mesmo modelo.

Não se vê no mercado muitos Corollas usados para vender. Pois é um carro que depois que se compra a pessoa se apaixona pelo veículo.

Consulte quem já possui um desses veículos e comprove você mesmo. Com certeza irá se decidir em comprar um.

Na sua versão em Couro ele possui um acabamento interno perfeito. Mesclando seu estofado com todo o design interno ficando um carro de alto padrão. E dando um ar totalmente luxuoso ao modelo.

É um carro para deixar qualquer um apaixonado, quem tem não vende e quem experimenta quer comprar um de qualquer jeito!

Ricardo Ferreira Rodrigues


Novas formas de pagamento foram liberadas através da Resolução nº 736 do Contran.

Detrans de todo o Brasil começarão a aceitar o pagamento de multas com cartão de crédito e também de débito, sendo que os valores poderão até mesmo ser parcelados. Em maio a validação deste processo chegou a ser adiada, mas agora já foi liberada, através da resolução nº 736. O Contran – Conselho Nacional de Trânsito, publicou esta resolução no dia 6 deste mês e a medida começou a valar desde a publicação da resolução

O projeto de facilitar a vida dos proprietários de veículos que têm multas não é novo, pois em outubro do ano passado o Contran já tinha liberado o pagamento via cartão, através da resolução nº 697, só que em maio deste ano a resolução simplesmente foi suspensa e o órgão não explicou o motivo. Agora está liberado novamente, porém, as multas inscritas na dívida ativa não podem ser parceladas no cartão, assim como os parcelamentos cadastrados em cobrança administrativa, nem multas que foram geradas por outros órgãos autuadores que não permitem que seja parcelada.

O IPVA também poderá ser pago com cartão, assim como o licenciamento e outros débitos que podem ser parcelados em até 12 vezes, só que neste caso tem juros. Vale lembrar que mesmo o pagamento sendo parcelado, a situação do veículo é regularizada no mesmo instante em que o pagamento parcelado é feito, não é preciso aguardar a quitação da última parcela da prestação.

Todos os órgãos e entidades que fazem parte do STN – Sistema Nacional de Trânsito, que optarem por essa modalidade de pagamento em relação às multas, todos os meses deverão enviar relatórios ao Denatran, informando qual foi o montante arrecadado, sendo tudo discriminado detalhadamente de forma que possa ser feito o controle de repasse ao Funset – Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito. O órgão que não fazer esta prestação de contas terá suspensa a autorização.

Vantagens e desvantagens de pagar multas com cartão

Quando o motorista for multado, o ideal é que ele pague o débito o quanto antes, dentro de suas possibilidades financeiras. Se usar o cartão de débito, não precisará se preocupar tanto, já que o dinheiro será retirado de sua conta imediatamente. A vantagem neste caso é que ele não precisará pagar juros.

Quem optar pelo pagamento via cartão de crédito, precisa ficar atento ao controle financeiro e deixar tudo anotado, para saber que na próxima fatura terá o valor da multa mais os gastos no decorrer do período. Então é preciso verificar se terá todo o dinheiro para quitar o valor total da fatura.

Caso o proprietário do veículo veja que está mais apertado financeiramente, então poderá optar pelo pagamento via cartão de crédito parcelado, assim o valor é dividido em várias vezes e não compromete o controle financeiro, mas tem a desvantagem de que serão cobrados os juros.

Cada um deve analisar suas condições para saber o que é melhor. Não adianta, por exemplo, pagar a multa com o cartão de débito, para evitar juros e quando a fatura do cartão de crédito chegar, não ter como pagar o valor total. Neste caso será pago apenas um valor e no mês seguinte o restante da fatura será cobrado com juros e não são baixos.

Não existe a melhor opção, ou a pior, cada caso deve ser analisado separadamente. O ideal mesmo é o motorista respeitar as leis de trânsito e evitar multas. Mas caso ela seja aplicada em um certo momento, então o jeito é analisar as possibilidades de pagamento e ver a que melhor se encaixa na realidade financeira da pessoa.

A opção de poder pagar com cartões é muito bem-vinda, mas cabe a cada um analisar as possibilidades e escolher a melhor para o seu caso.

Por Russel


Confira aqui algumas dicas e aprenda a dirigir carros com câmbio automático.

A vida moderna possui uma série de facilidades que auxiliam o dia a dia. Uma dessas facilidades está nas funções dos automóveis. Seja um convencional, um CVT ou mesmo de dupla embreagem. O consumidor brasileiro, fato, prefere cada vez mais o câmbio automático na hora de adquirir um carro novo.

Entretanto, não basta desejar pelo conforto que proporciona, é preciso adaptar-se. Nós preparamos aqui algumas dicas sobre como dirigir um carro automático. É muito importante o consumidor familiarizar-se às posições do câmbio. Qualquer veículo possuirá marchas com as seguintes posições:

P, ou a posição de veículo parado, câmbio travado e impedido de movimentação;

N, ou Neutro. Tanto automático como manual, esta é a posição em que o veículo está “solto”, por assim dizer, nenhuma marcha está engatada;

R, ou Engata na marcha ré. Esta é apenas para ser utilizada em manobras;

D, ou “Drive”, literalmente “Dirigir” em língua portuguesa. É a posição na qual o câmbio trabalha, fazendo o veículo andar e que, num automático, realiza as trocas de marcha por si.

Um dos primeiros cuidados a serem tomados ao sair de um veículo manual para um automático está no costume de utilizar o pé esquerdo, devido à presença da embreagem. No automático isso pode gerar freadas bruscas. No carro automático nada de utilizar a perna esquerda, somente a direita no acelerador e freio.

Todo cuidado é pouco. Muita atenção ao chamado acontecimento “creeping”. Na posição D o motorista apenas suspende o pé do acelerador e o carro anda lentamente, por si, mesmo sem acelerar. Muita atenção a isso, no sentido de evitar qualquer pequeno acidente.

Muita atenção no P. A tendência geral é de os condutores esquecerem-se do acionar o freio de mão, já que o P trava o câmbio e o carro não se movimenta. Por ser uma trava mecânica ela não funciona, especificamente, para segurar todo o peso do carro. Portanto, sempre utilizar o freio de mão. Em posição íngreme, numa ladeira, é necessário puxar o freio de mão, acionar o câmbio em N, soltar o pedal do freio e aguardar o veículo parar por completo, por meio do freio de mão; em seguida, acionar o câmbio em P.

No meio do trânsito intenso ou mesmo parado diante de semáforos, muitos condutores acionam o câmbio em N. Embora não seja prejudicial, também não influi positivamente. O câmbio automático foi elaborado no sentido de manter o veículo parado em D.

Nada de engatar Ré ou P em movimento. Mesmo no câmbio automático o risco é forçar e até danificar a função que produz o “meio de campo” entre o motor e o câmbio. No P é a mesma situação, pois funciona como uma típica trava mecânica de câmbio.

Nada de acelerar sem colocar em D. A tendência geral é de cambiar para N, acelerar e em seguida mudar para D. Essa atitude produz os “trancos” e força o dispositivo, podendo até danificar o conversor de torque.

Existe a opção de utilizar no modo manual. Câmbios automáticos permitem uma seleção manual de marchas, e esta opção se dá no momento de trocar de marcha. Esse toque manual é importante, sobretudo em ultrapassagens e situações similares, onde o automático é insuficiente. Acionar o botão ou borboleta.

Em algumas situações em que o modo manual não obedece na troca de marcha, o motorista deve verificar a sinalização no painel. A transmissão produz essa situação no sentido de se proteger e de proteger o motor em caso de redução de rotação acima do permitido ou câmbio de marcha para cima e abaixo da rotação mínima permitida na operação do motor.

Grande parte dos câmbios possui o botão de trava. Sua função é evitar que as marchas sejam engatadas estando o automóvel desligado, ou mesmo o acionamento acidental da transmissão estando o veículo ligado. Isso prejudica a sua estrutura.

Outras posições são: D3, 2, 1, L, S. Estas outras opções, sinalizadas próximo da alavanca, indicam a alternativa de limitar o câmbio até àquela marcha determinada. No caso de câmbios tipo CVT ou nas transmissões automáticas desprovidas do modo manual, se verifica a presença das posições L ou S. L significa “low”, ou seja, proporciona força, quando o carro está muito carregado. S significa modo esportivo, proporcionando melhor desempenho. Entretanto, ambas as funções obtém mais freio motor em longas descidas.

Paulo Henrique dos Santos


Montadora atualiza versões e aumenta os preços do modelo.

O Ford EcoSport 2019 sofreu um reajuste de preço, uma péssima notícia para quem estava pensando em adquirir o modelo, que agora custa mais de R$ 100 mil, assim como outros SUVs compactos, entre eles o Renegade e HR-V. A montadora já tinha conseguido segurar o preço, graças a uma redução nos equipamentos ofertados, mas acabou tendo que fazer alterações na tabela.

O reajuste foi para todas as versões do modelo e agora o EcoSport 2019 mais barato custa R$ 78.290 e o mais caro é R$ 104.190. O Jeep Renegade e também o Honda HR-V, já passaram por reajuste e o consumidor chegou a pensar que o modelo da Ford manteria o preço, mas isso não aconteceu.

O EcoSport 2019 atinge a cifra de 6 dígitos com a versão Storm, que vem com câmbio automático, motor 2.0 e tração 4×4. A versão Titanium também ficou acima dos R$ 100 mil. Na verdade, o valor é de R$ 99.490, mas se o cliente optar por uma outra pintura, além da Vermelho Arpoador, terá que pagar R$ 1.450 a mais, ou R$ 650 se escolher o Branco Ártico, de qualquer forma, o valor passa de R$ 100 mil.

Confira a tabela de preço atualizada para o EcoSport 2019:

  • SE 1.5 manual: R$ 78.290 (antes custava R$ 76.690)
  • SE 1.5 automático: R$ 84.290 (antes custava R$ 82.890)
  • FreeStyle 1.5 manual: R$ 86.490 (antes custava R$ 83.690)
  • FreeStyle 1.5 automático: R$ 92.490 (antes custava R$ 89.890)
  • FreeStyle Plus 1.5 AT: R$ 95.435 (antes custava R$ 92.790)
  • Titanium 2.0 automático: R$ 99.490 (antes custava R$ 96.990)
  • Storm 2.0 4WD AT: R$ 104.190 (antes custava R$ 99.990)

No início desse ano, a Ford já deu sinais de que estava buscando soluções para não aumentar o preço do EcoSport, mas de qualquer forma, no final era o consumidor que seria prejudicado. Em fevereiro, por exemplo, o modelo chegou a perder 7 airbags em quatro de suas versões. A mudança polêmica deu o que falar, mas era uma estratégia da montadora para manter os preços mais competitivos.

Hoje, o Ford EcoSport está na 6ª posição entre os utilitários esportivos, onde o Compass é líder com mais de 28 mil unidades vendidas. O HR-V, segundo colocado, já vendeu mais de 23 mil unidades de janeiro a junho deste ano. Na terceira colocação vem o Kicks, com 21 mil unidades. O Renegade é o quarto, com 21 mil veículos comercializados, seguido pelo Creta, que emplacou 20 mil unidades. O EcoSport está longe de atingir o objetivo de conseguir o primeiro lugar e com esse aumento de preço, a tarefa fica ainda mais complicada.

O Ford EcoSport 2019 adicionou o novo motor Dragon 1.5 Ti-VCT, com 3 cilindros, 137 cavalos com etanol e 120 com gasolina. O toque é de 15,6 e 16,2 kgfm, com 4.500 rpm para ambos. Tem a opção com câmbio manual de 6 marchas e a opção automática com conversor de torque, também com 6 marchas. Nas versões Storm e Titanium, o motor é Duratec Direct 2.0 Ti-VCT de 176 cavalos no etanol e 170 cavalos a gasolina, com 22,5 kgfm e 20,6 kgfm respectivamente. O câmbio de ambas as versões é automático, contando com 6 marchas e conversor de torque, só que a versão Sorm é personalizada e traz o sistema de tração nas quatro rodas.

A Ford com estas mudanças tinha boas chances de subir no ranking, mas o aumento de preço pode comprometer o objetivo da montadora. Felizmente para a empresa, os concorrentes também tiveram os valores reajustados e isto pode ser a salvação, mas ainda é cedo para dizer que o EcoSport conseguirá sair da 6ª posição. Os modelos concorrentes nestes segmento também trouxeram boas novidades e agora cabe ao consumidor decidir qual é o melhor investimento.

Por Russel


Medida busca popularizar veículos híbridos e elétricos no Brasil.

Uma notícia recentemente publicada promete agradar bastante proprietários de carros híbridos e elétricos no Brasil. É que haverá uma redução no valor do IPI, que é o Imposto sobre Produtos Industrializados. A notícia foi divulgada na última sexta-feira, dia 06, e a medida entrará em vigor no mês de novembro.

Essa medida que prometia a redução desse tipo de imposto já estava sendo aguardada, uma vez que foi anunciada no último mês de janeiro pelo governo de Michel Temer. Essa nova medida faz parte de um novo regime automotivo adotado no Brasil, o chamado de Rota 2030- Mobilidade e Logística.

Na atualidade os proprietários de carros elétricos pagam o equivalente a 25% de Imposto, enquanto que os proprietários de carros híbridos pagam um valor entre 7% e 25%, o que é calculado em conformidade com a capacidade volumétrica que o motor possui.

Com a nova medida, a partir do mês de novembro as alíquotas e critérios devem mudar também. Passará a ser considerado no cálculo do IPI o peso do veículo, assim como a sua eficiência energética.

Uma outra novidade que também foi anunciada é a de que os proprietários de veículos híbridos que sejam equipados com motor a combustão do tipo flex (que aceita gasolina e etanol) poderão contar com um desconto de IPI referente a 2 pontos percentuais.

Diante disso, o imposto a a ser cobrado nesses modelos partirá dos 7% chegando a 18%. Porém, no Brasil ainda não existem veículos híbridos que possuem motor flex. Mas isso não deve durar por muito tempo, uma vez que a marca Toyota já trabalha realizando testes com o Prius flex, sendo que ainda não há nada definido em relação a uma data de lanaçamento do carro no mercado nacional.

Antonio Megale, que é o atual presidente da Anfavea, que é a Associação dos Fabricantes, em uma declaração disse que os carros elétricos e híbridos deverão ter preços mais baixos assim que passar a ter validade a redução dos impostos.

Segundo as palavras de Megale, mesmo com os impostos com preços mais "em conta" , o governo não deve oferecer mais nenhum tipo de incentivo. é comum nos países chamados de primeiro mundo a oferta de subsídios por parte dos governos para esse tipo de veículo, mas os brasileiros não devem contar com isso.

No Brasil atualmente são poucas as opções de carros híbridos e elétricos que se encontram para a venda. Um destes que está se tornando bastante popular é o Toyota Prius, um modelo híbrido que custa em torno de R$126,6 mil. Uma pesquisa recentemente realizada apontou que entre os meses de janeiro e junho, foram contabilizadas um total de 1.470 unidades vendidas.

Em termos de impostos, os proprietários de um modelo Prius pagam 13%. Como o modelo possui uma eficiência energética de 1,10 MJ/Km e possui um peso de exatos 1.400 kg, a sua alíquota teria que ser reduzida para algo em torno de 12%. Com isso, o seu valor não deve cair muito.

Está sendo desenvolvida pela Toyota a tecnologia Híbrida equipada com motor de capacidade flex, o que fará com que o IPI possa ser reduzido em até 2 pontos.

Entre os veículos elétricos, o BMW i3 pode ser considerado também uma das raras opções. Com o peso de 1.385 kg, ele consegue se enquadrar na faixa de IPI menor. Contudo, ainda não foram disponibilizadas informações em relação ao índice de eficiência energética que o carro possui.

Nesse sentido, quem possui ou pretende adquirir um veículo híbrido ou elétrico, já poderá contar com essa redução no IPI a partir do dia 1º do mês de novembro.

Sirlene Montes


Modelo terá apenas 250 unidades à venda.

A linha do 208 estava “parada” a um bom tempo no mercado automobilístico, sem muitas novidades expressivas nas suas últimas versões e nos seus equipamentos, a Peugeot percebeu que isto estava se tornando um problema e resolveu lançar sua nova versão de maneira especial da linha Peugeot 208 para assim animar seus potenciais consumidores e rede autorizada, assim surgiu o Peugeot 208 Inconcert.

O Peugeot InConcert está atendendo sob medida uma legião de fãs que gostam muito particularmente de sons mais potentes e também principalmente com uma qualidade maior em seu carro, sua principal diferença está justamente no seu tipo de som automotivo que está embutido em seu interior, a Peugeot também fez questão de instalar seu potente subwoofer de 250 w de potência e é totalmente selada, com alumínio e oito polegadas de diâmetro na sua caixa de som que vai no porta-malas de seu veículo, além também de vários outros equipamentos garantindo todo este refino no quesito de áudio.

Pelo fato dele ser uma série totalmente especial, a Peugeot colocou limite no seu Peugeot InConcert em apenas 250 unidades produzidas, sendo cada oferecida inicialmente pelo valor de R$ 65.490, e seu futuro comprador pode escolher nas opções de cores em Branco e Cinza ou Branco Branquise com Cinza Aluminium, são assim denominados no seu catálogo oficial sem nenhum custo adicional.

A ideia da concessionária Peugeot é sempre posicionar sua série especial bem abaixo em termos dos valores em relação as outras versões que são oferecidas do modelo Peugeot 208, exemplo disso a versão Griffe que está a partir de R$ 73.790,00 ou a versão Urbantech a partir de R$ 74.490 ou até mesmo a sua versão mais esportiva e que é bem cara, a versão GT, com o preço inicial de R$ 84.890, a empresa espera que a estratégia comercial obtenha bons resultado.

O modelo da Peugeot 208 InConcert, além de poder contar com um potente subwoofer já embutido no porta-malas, também pode vir com mais quatro alto-falantes e também um par de tweeters já conjugados em seu interior do veículo, todos com uma qualidade da fábrica italiana ASK.

Fora também toda esta potência e o refino para os seus ouvidos, o Peugeot 208 vem acompanhado com uma central multimídia possuindo sete polegadas e com uma tela sensível ao toque, oferecendo um útil espelhamento de celulares, e sua compatibilidade é total com os sistemas de Android e também a Apple CarPlay.

A Peugeot complementa o generoso equipamento com as rodas de liga leve com 15 polegadas, seu volante com um acabamento em couro e câmera traseira auxiliando suas manobras, faróis de neblina e um piloto automático possuindo itens de série.

A sua mecânica permanece de forma inalterada, a montadora Peugeot se baseou principalmente na sua versão do Active Pack, podendo oferecer em seu 208 o motor 1.6 com 16 válvulas, sendo flexível com uma potência de até 118 cv movido a etanol ou 115 cavalos movido a gasolina e um torque de 16,1kgfm nas ambas potências.

Para poder comandar tudo isso o Peugeot 208 conta com um câmbio que possui seis marchas automático e com a possibilidade de poder selecionar quatro modos que são diferentes na condução de cada motorista: modo Drive, Eco, Sport e o Sequencial.

A ideia da montadora Peugeot, além de estar oferecendo um produto muito mais requintado a um público que é bem mais exigente nos termos de som para automóveis, também é trazer um conforto e um requinte já conjugados. A Gerência dos Produtos é muito enfática em citar isso no lançamento oficial do modelo.

Com certeza é uma ótima opção para os amantes da linha Peugeot, não deixe de fazer um teste drive nesse novo modelo e conferir pessoalmente essa linda máquina da montadora.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Montadora reduz preços e quantidade de versões do modelo.

A chegada do novo Volkswagen Polo em todo Brasil mexeu também com as versões dos seus irmãos: o Gol que passou a ser vendido no modelo único, o Fox também ficou somente com duas versões o Connect e Xtreme e por sua vez o Up! Terá algumas mudanças. Anteriormente vendido nas suas quatro configurações, o subcompacto perde uma versão, a Take. Sua estratégia agora irá priorizar as versões que possuem o motor TSI, tem sido as preferidas por todos os consumidores. Os preços também foram reduzidos para todas as suas variantes.

Agora, o modelo Up! passa a ser comercializado somente em suas opções Move MPI, I-Motion, TSI, Cross TSI e também Pepper TSI. Os seus preços também começam com R$ 50.270 na versão Move MPI e podem chegar a R$ 62.394 na sua versão Pepper TSI, sendo totalmente equipada. Com uma exceção no modelo Move, o seu único opcional é o sistema de seu som, o Composition Phone, que custa cerca de R$ 1.760. Sua pintura metálica também é cobrada um adicional de R$ 1.419.

De série, todas suas versões do Up! estão vindo equipadas com o ar-condicionado, as luzes de neblina, além de direção elétrica com uma regulagem de altura, os vidros dianteiros elétricos, além de retrovisores elétricos com a função tilt-down, as luzes diurnas, a iluminação interna que é de LED e as rodas de liga leve sendo de 14 polegadas no modelo Move e 15 polegadas no modelo Cross e no Pepper. Os modelos TSI também adicionam o controle de tração enquanto a versão Cross e o Pepper também trazem o sensor de chuva e farol, além de um sistema SAVE na divisão de carga dentro do porta-malas.

Mecanicamente apenas sua versão Move tem como opção um motor 1.0 sendo MPI aspirado com até três cilindros, 82 cv e com 10,4 kgfm torque. Sua transmissão pode ser manual com cinco marchas ou automatizada com embreagem única I-Motion. Para suas demais versões, uma única opção é o modelo 1.0 TSI com três cilindros sendo turbo e com 105 cv 16,8 kgfm torque. Visualmente suas versões TSI são diferentes na tampa traseira com cor preta e também pelo emblema 170 TSI.

Os novos valores são:

Move MPI passa a valer R$ 50.270 e antes era R$ 51.290.

Move MPI I-Motion passa a valer R$ 52.710 e antes era R$ 53.690.

Move TSI passa a valer R$ 55.700 e antes era R$ 56.850.

Cross TSI passa a valer R$ 58.730 e antes era R$ 60.280.

Pepper TSI passa a valer R$ 59.240 e antes era R$ 60.820.

Com certeza esse é um ótimo momento para adquirir um modelo do UP! Essas baixas nos seus valores é uma boa para poder comprar um desses modelos. Escolha o que melhor atende suas necessidades e compre hoje mesmo. Corra até uma concessionária da Volks e faça um teste drive para ver que agora com esses novos valores compensa e muito comprar um desses UPs.

Com o fim da crise econômica que se instalou por um grande período em nosso país, talvez esse seja sua melhor oportunidade de trocar seu veículo. E agora com a baixa de alguns modelos ainda está mais fácil ainda para trocar seu seminovo em um modelo zero km.

Esse modelo é muito econômico, além de ser muito apropriado para uso de passeio com a família. Por isso se essas são suas necessidades do veículo, com certeza o Up será uma ótima opção.

Muito confortável e econômico além de possuir um design muito atraente, uma ótima opção de carro com valores totalmente acessíveis.

Corra hoje mesmo até uma concessionária e aproveite esses novos valores!

Ricardo Ferreira Rodrigues


Problema atinge modelos entre 2016 e 2019.

Foi anunciado pela montadora Kia Motors, na última quarta-feira, dia 4 de julho, que o seu modelo Carnival irá passar por um recall, devido a um possível defeito em sua porta deslizante. Estão envolvidos no reparo 462 unidades dos modelos 2016 a 2019.

Por esse motivo, estão convocados para agendamento do reparo todos os proprietários que possuírem o automóvel com os finais 113707 até 437433. Esses devem ter sido produzidos entre a data de 17 de junho de 2015 a 5 de fevereiro de 2018.

Vale lembrar que o recall é totalmente gratuito e deve ser realizado em uma das concessionárias da marca.

Entendendo o recall da Kia

Conforme dados divulgados pela Kia, foi detectado um problema na unidade eletrônica referente ao comando das portas automáticas deslizantes, mais especificamente no software. Com isso, há a possibilidade de que algumas unidades da Carnival não obedeçam a esse sistema de reversão automática, em caso de uma eventual barreira em sua rota no trilho da porta.

Sendo assim, em alguns casos, mesmo sendo constatada a existência de um obstáculo no caminho, o fechamento da porta automática teria dado continuidade. Feito isso, os membros e ocupantes do carro poderiam ter lesões físicas nas mãos e pés que estejam na rota de tal trilho.

No Brasil, não há nenhum registro sobre esse tipo de acidente, de acordo com a Kia. Porém, mesmo assim, a fabricante optou pelo recall de suas unidades, como forma de evitar possíveis danos materiais e físicos.

Sobre o tempo para o conserto e atualização do software, a empresa deu a previsão de que o reparo demoraria cerca de uma hora. Para quem tiver alguma dúvida sobre o recall, foi disponibilizado um telefone para contato, o 0800 77 011011. Além desse, ainda há a opção de informações diretamente no portal da montadora, no endereço eletrônico www.kia.com.br.

Outros recalls do modelo Carnival

Essa não é a primeira vez que a montadora chama os proprietários do modelo Carnival para um recall. Em 2013, foi feita uma campanha para chamamento de veículos de ano-modelo 2007, que foram produzidos entre as datas de 21 de novembro de 2006 e 27 de junho de 2007. Os chassis envolvidos foram de 144789 até 161062.

Na ocasião, foi constatado que as luzes do freio podiam não acender quando pressionado o pedal. Isso poderia ocasionar a incapacidade de desativação do piloto automático em veículos equipados com o componente em questão, bem como dificuldade de movimentação referente à alavanca da transmissão. Com isso, havia o risco de um acidente de trânsito grave.

Outra campanha teve o mesmo objetivo e defeito apresentado. Foram chamados modelos de 2007 a 2011, tendo sido produzidos entre 21 de novembro de 2006 e 10 de dezembro de 2010. Os finais de chassi foram: 144786 a 376690.

Sobre a Kia Carnival

Considerada uma minivan de porte médio a grande, a Kia Carnival foi lançada oficialmente no ano de 1998. Atualmente, o veículo está em sua terceira geração, aliando muita tecnologia, materiais de qualidade alta e diversos recursos de segurança passiva e ativa.

A Kia Grand Carnival possui dimensões largas e que evidenciam a sua aparência moderna. Destaque especial para a dianteira, que projeta toda a sua força e confiança, integrado a uma grade e faróis em luzes de LED. Esse último é uma forte tendência da marca no design de seus carros.

Além disso, foram integrados ao Carnival itens de série, como o Assistente de Controle em Partidas com Aclive, Controle Eletrônico para Estabilidade, Antilock Braking System e Detector de Ponto Cego. Em termos de motor, está disponível o 3.3 L V6, de 24V e 270 cavalos de potência. A transmissão é automática de seis velocidades.

Kellen Kunz


Modelo chega às concessionárias custando entre R$ 63 mil e R$ 83 mil.

Chevrolet Spin 2019 de cara nova é a grande novidade no mercado nacional de automóveis, a minivan chega com preços que variam de R$ 63.990 a R$ 83.490, são várias versões para atender a todos, desde o mais exigente àquele que precisa do básico. Outra novidade é que finalmente a Chevrolet Spin teve o visual modificado e apesar de não ser uma mudança radical, é possível notar que o veículo resolveu se modernizar em relação também ao design.

A versão aventureira, que antes era conhecida por Active, agora será chamada de Activ7 e traz uma terceira fileira de assentos, só que custará bem mais que as outras versões.

A Spin LS, que custa R$ 63.990, vem com alarme, ar-condicionado, tem alerta de pressão dos pneus, os vidros e travas são elétricos, chave tipo canivete, a coluna de direção tem ajuste de altura, assim como o banco do motorista, lanternas de neblina, os faróis podem ter a altura regulada, entre outras opções.

O Spin LT custa R$ 68.890 e acrescenta o sistema multimídia MyLink com Apple CarPlay e Android Auto, além do rack de teto, retrovisores com a mesma cor do veículo, as rodas de 15 polegadas são em alumínio, tem retrovisores elétricos, cobertura para o porta-malas, volante multifuncional e mais sensor de ré.

Quem estiver disposto a pagar um pouquinho mais, poderá levar o Spin LT automático, que custa R$ 69.990 e a vantagem em relação à versão anterior é que tem transmissão automática de 6 velocidades, mais o sistema OnStar, controle de velocidade de cruzeiro e o importante sistema que alerta quando é esquecido no banco de traz algum objeto ou até mesmo uma pessoa.

Para ter o Spin LTZ, aí a diferença é bem maior, pois a versão custa R$ 78.490 e se comparado à Spin LT manual, traz faróis de neblina, controle de velocidade de cruzeiro, a 3ª fileira tem bancos rebatíveis, computador de bordo, alguns detalhes cromados para dar um diferencial no visual, rodas de 16 polegadas em alumínio, acabamento cromado no para-choque traseiro, luz diurna de LED e sensores crepuscular e de chuva.

As outras três versões também são mais caras e cada uma tem seu diferencial. A Spin LTZ automático custa R$ 81.990 e adiciona transmissão automática de 6 velocidades. A Spin Activ automático é R$ 79.990 e adiciona estribos laterais, moldura do porta-malas, o estepe agora fica é no assoalho do porta-malas, rack de teto e ainda tem um lindo acabamento externo em cromado escurecido. Por fim, a Spin Activ 7 automático custa R$ 83.490 e em relação à versão Activ traz a 3ª fileira de bancos rebatíveis.

O visual realmente melhorou, o design ficou mais moderno sem perder a personalidade da Spin. A grade ficou mais inclinada, os faróis estão afilados e contam com máscara negra. Mudança no visual também para a parte traseira, onde as lanternas agora contam com um desenho horizontal e tem aerofólio integrado ao teto, deixando o conjunto em mais harmonia.

As mudanças também são internas, mas nada radical. Os bancos centrais deslizantes é a principal novidade, pois garante mais espaço para os passageiros da terceira fileira nas versões que oferecem 7 lugares. Agora, estes passageiros não precisarão ficar apertados.

Em relação ao conjunto mecânico, nada mudou, apenas alguns ajustes foram feitos para melhorar o desempenho, porém, a potência continua a mesma de antes. O motor 1.8 flex é de 111 cv e 17,7 kgfm, seja com o câmbio manual ou o automático de 6 marchas. O consumo é de 10,3 km/l na cidade e 12 km/l na estrada quando abastecido com gasolina e 7,0 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada quando for com etanol.

Por Russel


Nova linha traz itens que são as opções mais procuradas em veículos do tipo SUV.

Sem perder o foco no mercado automobilístico brasileiro, a JAC Motors volta novamente a surpreender o mercador brasileiro e traz o novo T5 2018, atualmente, um sucesso de vendas em terras chinesas.

Semelhanças à parte com os demais automóveis da concorrência e na mesma categoria, a montadora chinesa tem demonstrado ao longo dos anos uma evolução para melhor de seus modelos, principalmente, pelo fato de que, a cada nova geração, os veículos mostram uma adaptação cada vez melhor à realidade das ruas e estradas brasileiras.

Apesar das melhorias sistemáticas, o novo modelo ainda em sido alvo de algumas críticas, especialmente, em relação a seu sistema de suspensão mecânica, que, segundo alguns comentários, ainda é um pouco desconfortável pelo fato de ser um pouco dura.

Mesmo com estes pequenos detalhes, segundo os especialistas, o T5 2018 apresenta uma relação custo/benefício muito mais vantajosa em relação aos seus concorrentes da mesma categoria. Por isso, não vai ser difícil recomendar o novo veículo dentre as várias opções do mercado na hora do consumidor decidir ou não pela compra.

O novo T5 vem com itens que não faz feio aos concorrentes

As constantes melhorias da geração JAC no Brasil dotaram o novo modelo de recursos que podem trazer uma boa satisfação aos seus consumidores.

Por exemplo, a nova versão vem com os seguintes itens: Controle eletrônico de tração e de estabilidade, assistente para partidas em locais de aclive e declive acentuados, monitoramento automático da calibragem dos pneus e ar condicionado digital individual.

Estas e outras vantagens fazem parte da nova linha e são as opções mais procuradas em veículos do tipo SUV.

Os chineses querem desafiar os concorrentes brasileiros

A partir do momento em que os chineses decidiram investir numa marca que pudesse ‘sacudir’ o mercado de automóveis no Brasil, eles passaram a adotar uma estratégia bastante desafiadora: Oferecer bons veículos com vários opcionais disponíveis e que não elevasse o preço de revenda. A geração 2018 do T5 veio para cumprir esta meta.

Se você é um consumidor que gosta de saber detalhes sobre mecânica, então, vai gostar da configuração do motor do novo modelo.

O novo T5 vem com o motor 1.5 de 16 válvulas e do tipo Flex. Para a sua categoria, ele mostra um rendimento bem interessante: 127cv. Neste quesito, os chineses não esqueceram que a relação etanol/ gasolina vem dando muito certo para os SUVs brasileiros.

Os especialistas de plantão falam que para rodar na cidade, o motor é bastante satisfatório. Agora, na estrada, parece que ele demora alguns segundos para responder bem ao pé do motorista.

Na hora da compra, o consumidor vai poder escolher entre o tipo manual ou o automático, ambos, de seis marchas do tipo CVT.

Afora os itens já listados aqui, o novo modelo vem ainda com uma série de opções que vão balançar o comprador se ele estiver pensando em outra marca.

São elas: Freio ABS nas quatro rodas, barras reforçadas de proteção lateral, airbags do tipo frontal e em duplo composição, cintos de três pontas, sistema de travamento automático das portas, caso, o carro atinja a velocidade de pelo menos 15 Km/h, sistema de travas elétricas e de destravamento à distância das portas e do porta-malas.

Com relação ao preço, a JAC Motors teve a grande preocupação de colocar no mercado um veículo que tivesse um custo relativamente acessível, mas que pudesse oferecer benefícios aos seus usuários como segurança, conforto e economia.

Caso você esteja pensando em levar um para a sua garagem de casa, terá que desembolsar a quantia de R$ 74.000,00.

Por Emmanoel Gomes

JAC T5 2019

JAC T5 2019

JAC T5 2019

JAC T5 2019


Confira mais detalhes sobre a tabela completa de preços do Onix e Prisma.

Quem estava planejando comprar um Onix ou Prisma e acabou deixando para agora, terá que pagar mais, pois os preços ficaram até R$ 500 mais caros. Com este reajuste, os compactos chegaram perto dos R$ 70 mil para as versões top de linha e dentro de algumas semanas será possível saber se isto atrapalhou as vendas, ou se foi bem aceito pelo mercado.

A linha 2019 chegou ao Brasil há pouco mais de um mês e muitos consumidores estavam se planejando para adquirir um dos novos modelos da Chevrolet, mas quem ainda não comprou o seu, terá que refazer as contas, agora que os preços foram reajustados. Onix e Prisma ficam mais caros em todo o Brasil e o consumidor se pergunta se não tem um modelo mais em conta, que possa lhe atender.

A tabela divulgada recentemente pela Chevrolet traz novos preços para todas as versões e os aumento chegam a R$ 500, por exemplo, o hatchback na configuração Activ, que é a mais cara de todas, agora custa R$ 68.390, enquanto o sedã LTZ fica em R$ 69.990. E a novidade é só mesmo o aumento de preços, porque os itens continuam os mesmos, com encosto de cabeça para o passageiro traseiro central e o cinto se segurança de 3 pontos, entre outros.

O Onix LT 1.0 teve um aumento de R$ 240, enquanto no LTZ 1.4 MT6 foi de R$ 300. Confira os preços para todos os modelos do Onix:

  • LT 1.0: R$ 48.390
  • LT 1.0 mais pacote opcional: R$ 50.90
  • LT 1.4 MT6: R$ 54.790
  • LT 1.4 AT6: R$ 60.090
  • Advantage 1.4 AT6: R$ 55.290
  • LTZ 1.4 MT6: R$ 59.290
  • LTZ 1.4 AT6: R$ 64.790
  • Effect 1.4 MT6: R$ 57.990
  • Activ 1.4 MT6: R$ 62.990
  • Activ 1.4 AT6: R$ 68.390

Confira a tabela de preço para os modelos do Prisma:

  • LT 1.4 MT6: R$ 59.290
  • Advantage 1.4 AT6: R$ 59.990
  • Prisma LT 1.4 AT6: R$ 64.790
  • LTZ 1.4 MT6: R$ 64.290
  • LTZ 1.4 AT6: R$ 69.990

O Onix 2019 ficou mais equipado, mas é o preço que tem desanimado o consumidor brasileiro, que agora conta com boas opções entre os concorrentes. Mas para quem gosta de um modelo bonito e bem equipado, a Ford continua apresentando uma boa opção, por exemplo, o Activ 2019 tem rodas com pintura preta e por dentro agora tem acabamento em tons mais escuros, o azul e o preto. O painel de instrumentos ganhou iluminação na cor branca, deixando o visual mais moderno e para quem optar pela pintura externa na cor laranja, tem o acabamento na mesma tonalidade.

O Onix LTZ tem rodas com acabamento exclusivo, parte escurecida por dentro e o acabamento dos bancos segue o mesmo padrão premium, trazendo costuras em tom que dá um belo contraste. A versão Effect é a que tem o visual mais descolado e o teto em preto chama a atenção a primeira vista. Na coluna B tem acabamento em preto mais brilhante e o interior ficou idêntico ao LTZ, diferenciando apenas no volante.

Importante ressaltar que a motorização continua a mesma, não tendo sofrido nenhuma mudança, sendo assim, a versão LT continua com 1.0 SPE/4 de 80 cv e câmbio manual de 6 marchas. Para as outras versões, é 1.4 SPE/4 com 106 cv, podendo ter transmissão automática de 6 marchas.

O Onix manteve a liderança nas vendas, mas esse aumento de preço pode ser um duro golpe, resta saber se os concorrentes manterão os preços e continuarão oferecendo algum diferencial, pois esta será uma ótima estratégia para conquistar mais consumidores.

A beleza do Prisma e também do novo Onix pesa muito, são carros que agradam o mercado nacional, mas a situação econômica do país continua complicada e na hora da compra, qualquer valor que puder ser economizado tem um peso muito grande para que o consumidor tome a decisão final.

Por Russel


Confira aqui mais detalhes sobre o novo Mobi VeloCITY 2019.

Após anunciar sua linha 2019 do subcompacto, a montadora da Fiat lança uma série muito especial, chamando Fiat Mobi VeloCITY. Esse carro virá com o motor 1.0 e três cilindros, além de ser equipado com itens da marca Mopar, adicionando uma pintura bicolor sendo preto brilhante em seu teto e retrovisores externos, nas cores Branco Alaska e Vermelho Alpine na sua carroceria.

Traz um retrovisor interno possuindo uma câmera de ré e pré-disposição com som, além de sensores de estacionamento, entre outros acessórios.

Essa nova versão conta com um revestimento interno todo escurecido e suas rodas de liga leve aro 14” com pintura cinza grafite. O Fiat Mobi VeloCITY também traz faróis de neblina, além de uma badge lateral.

A sua versão também possui, de série, faróis com máscara negra e sinalização de frenagem para emergência, quadro para instrumentos de Iluminação com LED, um display digital com 3,5 polegadas, além de ar condicionado, direção elétrica e partida a frio sem o tanque auxiliar, um kit de visibilidade, os vidros elétricos da frente, as travas elétricas em todas as portas, uma regulagem para altura do volante, revestimento externo para coluna B e um lindo console entre bancos dianteiros.

Se um cliente montasse o Mobi convencional com todos os opcionais da versão VeloCITY, ele custaria aproximadamente uns R$5.000. Portanto, o que irá pagar a mais por eles comprando esta edição especial é 2.500 reais, você terá o desconto de 50%. Seu valor total será 44.990 reais.

Como mais essa novidade o modelo Mobi possui outra série especial chamada Way Extreme. E seus equipamentos são basicamente a câmera de ré e sensores de estacionamento, acompanhando algumas mudanças no seu visual. Com o valor de 43.490 reais, sua somatória sai 40.690 reais do Mobi Way, mais os 2.800 reais cobrados pelos opcionais Extreme.

Esse pacote opcional nessa nova versão não compõem todos equipamentos da especial. Trata-se de um kit muito mais completo, possuindo ares que remetem muita aventura, característica que a Fiat gosta muito de explorar. Além do Kit Connect com rádio Connect e Bluetooth, além de USB, desembaçador e limpadores de vidro traseiro. Dentre outros exclusivos itens como camêra de ré aclopada, sensores de estacionamento traseiro, faróis para neblina e rodas de liga de 14 polegadas.

Quanto sua estética, seu revestimento será feito com um tom escuro e a sua parte externa possui retrovisores cinza fosco. A sua grade dianteira recebeu um acabamento muito especial e as rodas e o logo na versão foram estampados de uma forma especial na lateral do carro.

Entretanto, o Fiat Mobi VeloCITY possui outro elemento que é bastante atrativo na versão Way Extreme, que é o preço. Essa versão com todos acessórios sairá somente R$ 480 mais caro que a versão Kit Connect, dando a oportunidade de possuir um modelo completo ser precisar comprar a versão Drive.

Com certeza é um modelo muito atraente da Fiat, trazendo comodidade e conforto. Além dele possuir uma beleza muito única. Fazendo com que muitos amantes de carros escolham por esse modelo.

Por isso se está pensando em trocar de carro por esses dias, você não pode deixar de procurar uma concessionária Fiat e fazer um teste drive, para conferir pessoalmente todas as vantagens que o Fiat Mobi oferece para seus consumidores.

Com certeza o seu custo benefício é um dos melhores em todo mercado nacional no momento, por isso se procura um ótimo carro com muitos benefícios e um preço bem acessível essa é a melhor escolha para você.

Não deixe de pesquisar sobre todos os benefícios desse modelo antes de decidir uma compra. Pois com certeza irá se decidir por adquirir um Fiat Mobi VeloCity, ele traz muitas vantagens para seus consumidores, não fique de fora dessa grande ofertada Fiat!

Ricardo Ferreira Rodrigues


Unidades convocadas foram produzidas nos anos de 2005 e 2006.

A montadora Ford anunciou na quarta-feira, dia 21 de junho de 2018, um recall para as unidades picape Ranger dos anos de 2005 e também 2006 e que foram produzidas entre os dias 24 de agosto no ano de 2005 até 1º de março do ano de 2006, para uma desativação dos airbags na frente dos lados do motorista e passageiro. A partir de 7 de maio todos os proprietários desses veículos poderão ser convocados novamente fazendo a substituição e também a reativação de todo sistema na segurança.

Esse recall será motivado por a falha dos insulfladores nas bolsas infláveis, pois em caso de colisão eles podem romper e acabar lançando fragmentos de metal no interior da sua cabine, causando um grande risco de ferimentos que podem ser fatais aos ocupantes do veículo. Para esse agendamento do serviço e outras informações, a empresa Ford disponibilizará o seu site e também o telefone que é 0800 703 3673.

Se você possui um desses veículos é muito importante procurar a concessionária mais próxima de você para agendar esse recall. Lembrando que a segurança sempre tem que estar em primeiro lugar. E ficar correndo um risco tão grave como este será muito perigoso, podendo levar um acidente a ter vítimas fatais.

A Ford é uma empresa muito séria que está no mercado automobilístico brasileiro a muitos anos, por isso é de grande importância levar seu veículo para esse reparo, pois a empresa preza muito pela segurança de todos os seus clientes e suas famílias.

Até o momento não foi registrado nenhum acidente por conta dessa falha na fabricação, e a empresa espera poder resolver o problema em todos veículos antes que algo de ruim aconteça. Por isso a empresa recomenda que o veículo não seja usado até que o reparo seja feito.

Entre no site ou ligue agora mesmo para poder agendar sua troca, é muito importante que esse procedimento seja realizado o mais rápido possível, para evitar danos maiores para você e sua família.

A picape Ranger foi sucesso de vendas por muitos anos, e ainda é preferência de muitos brasileiros, por isso se você planeja comprar uma picape dessas não precisa ter medo. Pois o carro não possui nenhum defeito de fabricação a não ser essa falha que já está sendo corrigida.

Outro ponto importante é lembrar que esse procedimento só poderá ser realizado através da montadora pelos seus profissionais qualificados, não faça isso com mecânicos particulares. Pois qualquer erro no procedimento não será responsabilidade da montadora.

Esse procedimento não demorará muito e não terá custo algum para os proprietários dos veículos, por isso vá o mais rápido possível em uma concessionária mais perto de você e agende uma vistoria e a troca do equipamento.

Seu veículo será avaliado e se necessário a troca de todo equipamento de segurança. A equipe já recebeu o treinamento necessário para realizar esse procedimento no menor tempo possível e com o menor risco de erro possível.

Por isso não precisa ter medo algum, você sairá da concessionária com o carro totalmente seguro, podendo assim garantir um passeio tranquilo e confiante com toda sua família.

Afinal a segurança tem que ser prioridade para você toda vez que sair de casa no seu veículo. A montadora não quer que nenhum de seus clientes se machuque por conta desse problema de fábrica. Por isso seja responsável e leve hoje mesmo o seu veículo para agendar a troca do equipamento no seu carro.

E se você tem o desejo de comprar uma picape Ranger, pode comprar sem medo algum pois é um carro totalmente seguro e seu custo benefício é muito interessante.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Confira o mais novo modelo da Fiat, o Palio Weekend 2019.

O mercado brasileiro está mostrando que suas as peruas estão perdendo cada dia mais espaço para os novos crossovers. Mas isso não está fazendo que as montadoras desistam de investir na categoria, que está mantendo seu público fiel, especialmente para o Brasil. Por isso a montadora Fiat lança sua nova Palio Weekend, ela será a última da linha produzida pela montadora.

O modelo sairá em duas versões, sendo cada uma com seu tipo de motorização. Sem novas grandes mudanças em seu visual, a nova Weekend está sendo fabricada nas versões Attractive e na Adventure.

O novo modelo Weekend será vendido nessas duas versões, possuindo um motor próprio para cada uma delas. A Attractive, versão de entrada, virá com motor 1.4 e 8V, além de ser Flex e capaz de vir com 85 cv de potência sendo abastecida a gasolina e 86 cv sendo com etanol. E o seu torque ficará com 12,4 kgfm a 3.500 rpm.

Na sua versão intermediária, a Adventure, contará também com propulsor sendo 1.8 16V, além de ser flex, capaz que renda uns 130 cv abastecida com gasolina e 132 cv com etanol, e seu torque de 18,4 kgfm a 4.500 rpm.

Todas as novas configurações possuem opção de câmbio, que se integram a uma transmissão sendo manual e possuindo cinco velocidades. Porém, os clientes terão a opção de equipar com outro câmbio automático sendo Dualogic com 5 marchas também.

Uma grande novidade é na versão Adventure, que irá oferecer um novo sistema Locker, que irá te ajudar com o veículo para manter um ótimo desempenho nas pistas que forem irregulares. Essa tecnologia será opcional e só estará disponível nessa configuração intermediária da linha.

A versão mais antiga do Palio Weekend não recebeu essas alterações visuais a muito tempo desde o facelift no ano de 2012. Nesse lançamento, essa perua ganhou alguns novos retoques e também uma adição de detalhes que também passará batido pela a maioria das pessoas.

Não haverá muita novidade na parte mecânica ou no visual da nova Weekend, a nova linha será basicamente outra revenda de veículos que estão em estoque ao longo dos anos. Como uma série que não haverá continuação, a montadora italiana está vendendo as últimas unidades da perua no mercado brasileiro. Para os amantes desse modelo essa é uma notícia de muita tristeza.

Ela virá com os itens de série: o Aerofólio traseiro na cor do veículo; Alertas de limite e velocidade, uma manutenção programada; o Capô retrátil com dobradiças de segurança; os Cintos de segurança de sua frente são retráteis e possuem 3 pontos de regulagem na altura; Embreagem é de acionamento hidráulico; e Espelho do para-sol para os lados de motorista e passageiro; além de Faróis para neblina;

A nova Palio Weekend 2019 será apresentada nas 3 versões, e duas opções de sua motorização:

  • Fiat Weekend modelo Attractive com 1.4;
  • Fiat Weekend modelo Adventure com 1.8;
  • Fiat Weekend modelo Adventure com Dualogic.

E sua tabela de preços do novo catálogo da perua mais famosa do Brasil será assim:

  • Fiat Weekend modelo Attractive de 1.4 custará o valor de R$ 59.480;
  • Fiat Weekend modelo Adventure de 1.8 custará o valor de R$ 74.760;
  • Fiat Weekend modelo Adventure Dualogic de 1.8 custará o valor de R$ 78.970.

Esse ano poderá ser a última vez que estaremos presenciando um lançamento da nova Palio Weekend para o mercado nacional. Esses veículos da categoria estão perdendo espaço para a nova geração de crossovers, e será bem provável que o adeus seja definitivo para o modelo que a anos é sucesso de vendas em todo país.

Caso você possua alguma dúvida a respeito do novo Fiat Palio, faça um comentário abaixo, para que assim possamos estar respondendo assim que possível.

Se possui o desejo de comprar uma Palio Weekend, corra pois essa pode ser a última oportunidade, fique atento no lançamento dessa versão 2019.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Conheça aqui as principais novidades do Chevrolet Blazer 2019.

Os fãs de automóveis já estavam em cólicas para saber sobre o lançamento do novo Blazer. Se você é um deles e está louco para saber sobre as novidades desse novo carro da Chevrolet, acompanhe o artigo até o final e fique por dentro de tudo.

Novo Blazer da Chevrolet

Não é novidade que os fãs do mundo automotivo estavam ansiosos para saberem todos os detalhes sobre o mais recente lançamento da marca Chevrolet. Foram muitas especulações realizadas até que as informações fossem divulgadas.

O novo Blazer nada mais é que um SUV com traços do Camaro, mas não se preocupe, ele não lembra nem de longe o modelo que foi lançado a quase dez anos aqui no Brasil. O carro está completamente repaginado e promete ultrapassar as vendas do antigo modelo, que por sua vez era o mais vendido no Brasil.

A previsão é que o carro esteja disponível no mercado norte-americano no próximo ano. De acordo com os especialistas do assunto, esse novo lançamento pode estar posicionado entre o modelo Equinox, que nada mais é do que um utilitário de entrada, e o famoso Traverse, o SUV top de linha.

Mesmo que algumas informações já tenham sido divulgadas, o valor que o novo Blazer terá quando chegar ao mercado ainda não foi estabelecido. A única certeza é que o lançamento chegará às lojas dos Estados Unidos logo no começo do ano de 2019.

Características do novo Blazer

A expectativa de muitos era que o lançamento possuísse uma plataforma parecida com a picape ou então algum modelo que se aproximasse, porém, para a surpresa de todos o novo SUV será considerado um modelo bem mais urbano e recriado em cima da base do GMC Acadia e do Cadilac XT5.

Mas o que chama a atenção no nome modelo é a semelhança com o muscle car Camaro.

Motores

Os motores que irão compor os carros dessa plataforma serão alimentados com gasolina e irão possuir de quatro a seis cilindros, além de um câmbio automático possuindo nove marchas, tal qual o Eqinox.

Esse modelo contará com duas opções de motores, de acordo com a sua categoria. No standard, o motor equipado será 2.5 possuindo quatro cilindros com 193 cv e 26 kgfm, e na sua segunda versão, mais potente, o motor será de 3.6 contendo 6 cilindros aspirados de 305 cv e 36,5 kgfm.

Por mais que um seja mais potente do que o outro, os dois motores irão possuir uma injeção direta, além da tecnologia start/stop e a transmissão automática de nove marchas. Para continuar seguindo um padrão, a tração será dianteira.

Nas outras duas versões, a Premier e RS, haverá tração nos dois eixos, porém, o motorista poderá desativar essa ação quando desejar, deixando a tração apenas nas duas rodas da frente, dessa forma é possível economizar combustível.

Interior

O interior do novo Blazer contará com cores em tons elegantes e com aberturas e nichos redondos, características essas que foram inspiradas no Chevrolet Camaro.

E para que o carro se torne ainda mais moderno ele terá um porta-luvas que será trancado de forma elétrica, seis portas para a conexão de USB, disponibilidade de sinal wi-fi, além de outras funções que poderão ser controladas e ativadas pela chave.

Uma característica do seu interior que também chamou muita atenção é o fato de que possui o total controle do cruzeiro e de seu teto solar panorâmico.

Assim como no motor, o seu design e suas cores irão variar de acordo com sua versão. A RS irá contar com um acabamento escurecido, já a versão Premier estará equipada com um acabamento cromado.

Outra característica presente do Camaro é a parte do painel dianteiro, onde a grade larga com os faróis finos lembram o modelo esportivo. Os faróis serão acentuados e irão possuir luzes de LED.

A silhueta do novo modelo irá possuir vincos bem cravados em todas as portas e no teto. O modelo popular irá possuir rodas de 18 polegadas, já as outras versões como a RS e Premir terão rodas de 21 polegadas. As lanternas traseiras irão possuir um ar elegante e luzes de LED.

Por enquanto são essas as informações que sabemos sobre o novo Blazer, agora é aguardar e esperar por mais novidades e saber se esse novo modelo irá agradar o consumidor.

Isabela Pierini dos Santos


O JAC T40 2018 é muito espaçoso e moderno. Confira suas características.

O JAC T40 2018 é um carro muito completo e cheio de detalhes impressionantes. Seu design é muito luxuoso e de parar o trânsito. Além disso, ele possui muita potência além de acessórios modernos que deixam esse carro ainda mais completo. O JAC T40 2018 é muito espaçoso e ideal para quem gosta de andar com o carro cheio ou tem uma família grande. Além disso, ele é muito confortável o que torna todas as viagens dentro do carro inesquecíveis. Abaixo trazemos várias informações sobre esse modelo.

O que vamos encontrar no interior do JAC T40 2018?

Na parte interna desse carro, vamos encontrar muito conforto e tecnologia à altura da marca. Algumas dessas tecnologias são: Sistema Connect Front Câmera que funciona junto com o aplicativo da Jac View, com eles os usuários do carro podem registrar filmes com áudio e tirar fotos dos percursos feitos com o carro. Além disso, o usuário tem um painel moderno e bancos confortáveis e modernos.

Veja os itens de série do JAC T40 2018

Os itens de série são muito importantes no complemento do funcionamento de qualquer carro. E isso não seria diferente com o JAC T40 2018. A marca pensou com cuidado e montou essa máquina com itens indispensáveis para qualquer usuário. Veja abaixo os principais itens do JAC T40 2018:

– Entrada USB

– Vidros elétricos

– Entrada auxiliar

– Ar condicionado analógico

– Câmera de ré

– Computador de bordo

– Bluetooth

– 4 Alto-falantes-falantes e 2 Tweeters

– Kit multimídia com tela de 8 polegadas

– Volante revestido em couro

– JAC Connect Front Câmera

Porta-malas gigante

Outro destaque desse carro é seu porta-malas que é gigante, ele possui 450 litros de espaço para guardar muitas coisas variadas. Esse espaço é indicado para aquelas pessoas que precisam transportar algum tipo de bagagem diariamente e não querem comprometer o espaço interno do seu carro. Por ser um carro espaço e com porta-malas espaçoso, ele é indicado para mulheres também.

JAC T40 2018 tem alto valor de mercado

Quando se fala em JAC T40 2018, temos a certeza que se trata de um carro totalmente equipado e muito moderno. Além desses detalhes citados, ele ainda possui design muito luxuoso e que convence qualquer consumidor de carro a comprá-lo. O valor inicial da versão de entrada desse modelo é de R$57.990,00 e a sua versão mais completa custa R$57.990,00. Há quem diga que esse valor é muito alto, mas olhando de forma objetiva, é possível perceber que esse carro vale cada centavo. Pois ele é muito completo e tem estimativa de anos de duração funcionando perfeitamente.

Consumo médio bem agradável

O consumo médio desse carro é bom e promete agradar aos consumidores desse modelo. Além de ajudar na economia com o combustível, esse consumo ajuda no desempenho do motor.

Veja o consumo:

Na estrada

Seu consumo médio é de 11,4 km/l.

Na cidade

Seu consumo médio é de 7,8 km/l.

JAC T40 2018 é um carro grande e chamativo

Esse carro tem medidas grandes e por isso podemos afirmar que ele é um carrão. E é justamente por isso que ele vai chamar atenção de todos por onde passar. Além do seu tamanho, ele possui design bem luxuoso e também robusto. Então esse carro não é indicado para os usuários que gostam de descrição. Na sua área externa é possível perceber grandes faróis com desenho em moderno e na parte da frente o destaque vai para a grade redesenhada que é a responsável pelo toque robusto dessa máquina.

Motorização desse carro

O motor do JAC T40 2018 é o 1.5 VVT 16V Jet Flex que faz a potência máxima de 125 cv. Possui transmissão manual de 5 marchas e sua velocidade máxima é 191 km/h. Ele é um carro bem potente e que vai surpreender na pista.

Essas são as informações sobre o JAC T40 2018!

Por Cristiane Amaral

JAC T40 2018

JAC T40 2018


Confira aqui as principais mudanças presentes nas novas versões do Volkswagen Golf e Variant 2019.

Para quem ainda não conhece um dos maiores sucessos da Volkswagen, o Golf, trata-se de um carro muito vendido no Brasil, composto por equipamentos muito bons e de ótimo desenvolvimento, deixando de lado um pouco a parte técnica, a parte estética também demonstra grande qualidade, uma aparência que agrada muito a maioria do público comprador ou até mesmo os que sonham em ter um. O carro não é considerado popular no Brasil, apesar de suas vendas serem bem altas, porém, é possível encontrá-lo nas ruas das cidades com uma certa facilidade, isso só é possível devido ao seu ótimo desempenho, tanto na cidade quanto na estrada.

Agora sabendo de todas estas características é notável que todos os modelos tanto da Volkswagen quanto de outras marcas recebem mudanças e melhorias, e o Golf não ficaria para trás, nesta matéria você acompanhará o que virá de novo.

O que muda ?

O carro passará por mudança em todos os aspectos, como por exemplo a simplificação da gama, aumento de potência, dentre outras coisas. O carro diferenciado da maioria possui o motor 2.0 TSi, o mesmo passou por uma modificação aumentando sua potência, que agora chega a 128 cv, coisa que deixa o carro ainda mais chamativo e com maior desempenho, até pode estar aí o motivo de ser tão querido nacionalmente.

Pensando na área de motores, temos ainda mais novidades, como a implantação de melhorias nas versões do carro, já que são três: Comfortline, GTI e Highline. Ambos adotando o mesmo motor citado anteriormente, porém, com suas particularidades que na maioria das vezes o próprio nome já diz, como é o caso do Comfortline, que é uma linha com um conforto maior, citando ainda, ele recebe o motor 200 TSi, foi este modelo que conseguiu ser adotadao a versão de 128 cv. Já no GTI, versão mais famosa e querida atualmente, o motor é bem mais forte, com o desenvolvimento de quase o dobro, sendo motor 350 TSi, isso lhe permite atingir 230 cv de potência, o que para os amantes de carros é muito bom, juntando estas características, existem muitos que dizem que este é o carro mais gostoso de ser dirigido no Brasil.

Ainda nesta parte, muita coisa ainda foi adaptada, por exemplo na Comfortline a transmissão manual de 6 marchas, que até a versão anterior não estava disponível. Isso facilita em vários aspectos, como principal deles a condução mais tranquila e com menos dificuldade, porém, não agrada a todos, existem pessoas que realmente preferem trocar de marcha manualmente, pois isso resulta em maior interação com o veículo.

Na parte de tecnologia interior do veículo, há no seu sistema de interação chamado infotainment uma mudança que trará mais luxo ao carro, sendo agora a tela de 8 polegadas, facilitando visualização e interação do motorista.

O preço devido as mudanças variam bastante, mas isso conforme a complexidade do Golf em todas as versões, por exemplo, com um preço mínimo de aproximadamente R$ 91.000, chegando até o máximo (para o mais completo da linha) de R$ 113.000. Porém, em questão de valer a pena comprar, vale totalmente, isso porque como já dito, o Golf é um hatchback muito querido no Brasil, por muitos é considerado o melhor carro para se conduzir aqui. O que proporciona tudo isso é sua confortabilidade, a confiança que se tem ao dirigí-lo, o carro também não exige muita manutenção, isso traz economia, o fato de ser Total Flex em todas as versões também é bem chamativo, principalmente agora na situação do Brasil, com tanta variação de combustível em relação ao preço.

Gustavo Martins


Modelo começou a ser fabricado no Brasil e promete agradar ainda mais aos usuários por sua tecnologia e potência.

No ano passado, o modelo foi apresentado ao mundo todo, no Salão de Frankfurt, na Alemanha e agora a próxima geração do BMW X3 M40i chega com muito mais potência e para superar os concorrentes, também mais tecnológico. A marca investiu pesado no modelo e espera que sua aposta seja uma das favoritas no mercado de SUVs. A produção na fábrica de Araquari, em Santa Catarina, já começou e a empresa está empolgada com as expectativas.

O motor de 6 cilindros e as mudanças no design, deixam a versão mais esportiva. O motor 6 cilindros e 2 turbocompressores gêmeos são capazes de oferecerem uma potência de 360 cv, ou seja, 54 cv a mais que o modelo anterior. Quem está à procura de um modelo nesta linha e a potência é uma de suas preocupações, certamente irá ficar interessado no BMW X3 M40i, que tem câmbio automático esportivo com 8 marchas.

As marchas também podem ser trocadas pelas alavancas localizadas bem próximas às mãos do motorista, proporcionando maior comodidade e segurança, seja nas estradas ou nas ruas e avenidas. O modelo ficará bem ao lado das opções da Série 3, X4 e também X1 na planta. Os investimentos foram acima de R$ 1 bilhão e o consumidor pode ser preparar, porque serão muitas novidades para conferir e comparar com os concorrentes. Apesar de tanto dinheiro investido no novo modelo, o X2 ainda continua sendo apontado como o favorito para alavancar as vendas, mesmo assim, o BMW X3 M40i continua recebendo atenção especial por parte da montadora.

O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h. O sistema multimídia de 12" conta com tecnologia de ponta e um sistema semiautônomo para condução, além de um chip que proporciona conexão à internet. Este é só o começo dos itens tecnológicos presentes. A lista de equipamentos é ampla e traz volante revestido em couro, teto solar panorâmico e o ar-condicionado é automático digital com controle de 3 zonas. Os bancos foram desenhados exclusivamente para garantir maior conforto e oferece ajuste de lombar, mas também tem um formato diferenciado, deixando o visual mais esportivo também por dentro do veículo. Os assentos de trás são tripartidos e o veículo ainda conta com o moderno sistema de som Surround Harman Kardon.

O motorista ainda tem uma ferramenta que lhe permite ter acesso a diversas informações sobre o trânsito, além de chamadas de emergência, entre outros serviços. Graças ao Apple CarPlay, é possível transferir para o sistema do carro várias funcionalidades presentes no iPhone.

Por fora, uma série de mudanças que deixam o BMW X3 M40i com estilo de esportivo, começando pelos faróis de LED adaptativos, a linha de cintura ficou um pouco mais alta, o para-choque dianteiro foi redesenhado e teve mudança também nas lanternas traseiras. Quem faz questão de ter um carro com design moderno, não vai se decepcionar quando se deparar com o BMW X3 M40i.

O diretor de produção em Araquari, Otávio Rodacoswiski, informou que o BMW X3 M40i sendo produzido nesta unidade, prova que a empresa tem altíssima capacidade de flexibilidade para toda linha, proporcionando os mesmos padrões de qualidade e tecnologia que são encontrados nas demais unidades do BMW Group, no mundo todo. Rodacoswiski ainda fez questão de ressaltar que a empresa está comprometida com os colaboradores e tem batalhado para cada vez mais oferecer os mesmos padrões globais encontrados em outros países.

O BMW X3 M40i é muito mais que um modelo bonito, ele é potente, ganhou um visual moderno e a qualidade do material está presente em todos os itens, isto pode ser observado facilmente no interior do carro. É um modelo que realmente irá dar trabalho à concorrência.

Por Russel

BMW X3 M40i


Modelo chega com proteção Airbump e custará cerca de R$ 62 mil.

A Citröen anunciou recentemente que irá lançar a nova versão do já conhecido compacto da marca, o C3. Nomeado de Citroën C3 Urban Trail, o modelo deve chegar às concessionárias de todo o país, com preço sugerido de R$ 62.090.

E se você ficou curioso para conhecer mais sobre o carro, já podemos adiantar que ele virá com vários elementos interessantes como novíssimas molduras em para-lama, teto bi-ton preto, rodas de 16 polegadas em liga leve e um monograma de Urban Trail nos bancos dianteiros e na parte das laterais externas de sua carroceria.

E para os pequenos choques em vias urbanas e para proteção da carroceria, a nova versão trará importantes proteções do tipo Airbump, que foi especificamente criada para ofertar ainda mais identidade ao C3 Urban Trail.

Motorização do C3 Urban Trail

Em relação à motorização do C3 Urban Trail, vale destacar que esse virá equipado com um motor 1.6 Vti 120 Flex Start de 118 cavalos de potência a 5.750 rpm. Seu torque máximo é de 158 Nm até 4.000 rpm. Ambos os dados levam em conta o etanol, lembrando que 80% de torque já é disponibilizado a partir das 1.500 rpm.

O motor estará sempre associado à caixa de seis marchas automática e sequencial, a EAT6. Com produção no Japão pela AISIN AW, essa pode ser também encontrada em outros modelos da montadora, como o Novo C4 Picasso e o C4 Lounge.

Entre as suas principais características pode-se destacar, principalmente, sua estrutura eletrônica compacta, já que o calculador do motor é integrado na própria caixa. Além disso, a caixa ainda permite a possibilidade de trocar as marchas de forma sequencial, ou seja, no modo manual. Assim, o motorista tem a escolha de passar as velocidades conforme a sua preferência.

Itens de série do C3 Urban Trail

São muitos os itens de série que acompanham o veículo. Porém, sabe-se que o C3 Urban Trail sairá de suas concessionárias já equipado com um ar-condicionado digital e automático, direção elétrica, luz diurna em LED, central multimídia de 7 polegadas em touchscreen e muito mais.

Em relação à central, essa possibilita a manipulação na tela de todos os recursos relacionados ao áudio e a sua conectividade, como o rádio AM/FM, USB, Bluetooth e a entrada auxiliar. O sistema oferta também outros recursos, bem como o espelhamento da tela de seu celular smartphone diretamente na tela da central multimídia (mirrorscreen), sistema para reconhecimento de voz através do smartphone para controle de funções à distância, entre outros.

Com o reconhecimento de voz, é possível realizar chamadas, ler e enviar mensagens de texto, selecionar e reproduzir as suas músicas preferidas, utilizar os mapas para definir o itinerário, criar lembretes e todas as demais funções que forem possíveis.

Sobre o pós-venda da Citroën

Em relação ao pós venda da Citroën para o seu novo C3 Urban Trail, vale compartilhar que ele terá 3 anos de garantia em contrato, bem como outros 6 anos garantidos para a anticorrosão perfurativa. Além disso, o automóvel conta com um competitivo plano para a revisão, que tabela preços fixos.

Com isso, é possível assegurar ao comprador uma maior transparência e previsibilidade em relação a todos os custos com uma possível manutenção.

Cores disponíveis para o C3 Urban Trail

Para quem pensa que toda a comodidade do C3 Urban Trail é fabricada fora do país, está muito enganado. Sua produção, feita pelo Grupo PSA, ocorre no Pólo Industrial Brasil, localizado na cidade de Porto Real, no Rio de Janeiro.

São quatro as cores oferecidas para o modelo, podendo o comprador escolher por aquela que mais combina com ele. São elas: vermelho rubi, branco branquise, cinza graffito e prata aluminium.

E você, o que achou da novidade? Deixe sua opinião nos comentários para que outras pessoas compartilhem as suas ideias.

Kellen Kunz


Conheça as principais informações do Chevrolet Spin 2019.

O Chevrolet Spin ainda não foi lançado, mas já tem muitas especulações positivas sobre ele. Alguns amantes da marca apostam que esse lançamento será uma grande aposta no mercado de vendas de automóveis. O que se pode dizer logo de cara é que esse carro vai trazer um design externo realmente à altura da marca e que a modernidade e motorização possuem um alto padrão. Já saíram informações que a parte externa do carro terá algumas mudanças e que vão agradar aos consumidores que se apegam aos detalhes. Veja abaixo algumas das informações mais importantes do Chevrolet Spin 2019.

Carro com design esportivo agressivo

Para quem gosta de carro com visual mais esportivo, irá se encantar com o design do Chevrolet Spin 2019. Ele tem um impacto visual quase que instantâneo, então já posso destacar logo de cara que ele chama muito a atenção de quem passa perto dessa máquina.

Chevrolet Spin 2019 terá mudanças na grade dianteira

Já circulam algumas imagens da grade do Chevrolet Spin 2019. Ela vem com cara nova e bem moderna, difícil de não se encantar. E a proposta dessa mudança é dar uma cara nova a esse lançamento que tem a proposta de ser sucesso no mercado e fazer um bom desempenho perante aos seus maiores concorrentes. Os detalhes mais incríveis dessa nova grade dianteira é que ela vai ter faróis mais destacados e será dividida em duas partes. Ela dará um visual bem mais moderno nessa carroceria que já é linda.

Mudança na parte traseira do Chevrolet Spin 2019 também está confirmada

A parte traseira desse carro também traz algumas mudanças que são importantes, pois tem o papel de melhorar de certa forma no desenvolvimento do carro. As lanternas horizontais agora vão invadir a tampa do porta-malas, isso facilita a visibilidade do dono do carro ao manusear essa parte, e ainda vai dar um destaque de luminosidade nessa parte.

Motorização potente promete ser um chamarisco para os usuários que não conhecem a marca tão bem

O motor desse carro promete agradar muito também, pois podemos considerar esse carro bem potente. Ele traz motor 1.8 Flex, além disso, ele tem 8 válvulas que tem a função de deixar esse motor ainda mais potente. Ele consegue fazer a potência máxima de 111 cv, o que é muito se comparado com a média da concorrência. Seu torque máximo é de 17,7 kgfm. Além disso, esse carro tem a opção de combinar o câmbio automático com o manual de 6 marchas, o que deixa o carro ainda mais versátil.

Quando vão começar as vendas do novo modelo Chevrolet Spin 2019?

A informação é que as vendas começam no segundo semestre. E a expectativa é que as vendas sejam um sucesso e superem a expectativa da marca. Pois a Chevrolet vai entregar um carro com visual encantador, moderno e esportivo. Ao mesmo tempo que ele mostra a modernidade, ele transmite a força que tem. É um carro feito para aguentar o tranco e isso já é um belo motivo para ele ser desejado por muitas pessoas.

Carro espaço interno

Tudo indica que o Chevrolet Spin 2019 terá muito espaço interno e dará conforto a seus usuários. Ainda não existem informações tão precisas, mas essa é uma preocupação da marca, sendo assim dá para ter uma ideia que ela não vai querer decepcionar seus usuários antigos e consumidores que querem dar uma chance a esse novo lançamento.

Sobre os itens de série

Tudo indica que a marca vai trazer novos itens de séries que tornem a versão mais completa e moderna. E deve manter alguns itens da versão antiga. Essa ideologia faz arte da Chevrolet a muito tempo.

Essas são as principais informações do Chevrolet Spin 2019!

Escrito Por Cristiane Amaral!


Modelo tem seus preços elevados em ate R$ 3 mil.

Esse mês chegou com uma péssima notícia para quem tem interesse em adquirir um Kia Sportage: no mês de junho os preços de todos os veículos desta linha irão subir. De acordo com as informações dispostas no site oficial da Kia Motors do Brasil, o SUV — modelo mais vendido no Brasil dessa fabricante — passou por reajustes de preços em quase todas as suas versões, exceto uma. Os valores agora podem variar entre aproximadamente R$ 115 mil e R$ 148 mil.

A versão que não sofreu alterações em seu preço foi a EX P.787. Já a configuração que apresenta a maior variação de valor foi a EX P.255, que se encontra cerca de R$ 3 mil mais cara. Embora apresentem variações nos preços, todas as versões continuam apresentando o motor 2.0 Flex, com câmbio automático de seis marchas.

Kia Sportage: novos valores

Confira a seguir os preços reajustados do Kia Sportage:

  • Kia Sportage 2.0 LX P.152 — que antes tinha valor de R$ 112.990,00, atualmente custa R$ 114.990,00;

  • Kia Sportage 2.0 EX P.253 — que antigamente saía no valor de R$ 132.490,00, agora custa R$ 134.490,00;

  • Kia Sportage 2.0 EX P.787 — manteve seu valor de R$ 137.990,00, sem nenhuma alteração;

  • Kia Sportage 2.0 EX P.254 — que antes era R$ 136.990,00, agora sai no valor de R$139.490;

  • Kia Sportage 2.0 EX P.255 — que custava R$ 144.990,00, atualmente se encontra no valor de R$ 147.990,00.

Como visto, a maioria dos ajustes se encontra na faixa de R$ 2 mil, com exceção da EX P.254 e da EX P.255, que ultrapassam esse valor. Com o aumento dos preços, é considerável consultar uma concessionária e analisar os planos de parcelamento ou consórcio que estão disponíveis para esses veículos.

Sobre o Kia Sportage 2019

A quarta geração do Kia Sportage veio ao Brasil importado da Coreia do Sul, com um novo visual, muito mais sofisticado. Seu motor é 2.0 Flex, de 167 cv, com transmissão automática de seis marchas, a 6.200 rpm, além de 18,8/20,2 kgfm. Além disso, vem apresentando também três modos de condução: a normal, a Sport e a Eco Drive.

Seu novo design é mais chamativo, apresentando uma frente agressiva, com faróis no formato de bumerangue. Na versão topo de linha EX é possível encontrar projetores de LED. Sua grade também foi remodelada para o estilo dente de tigre, trazendo uma maior impressão para o design dessa linha.

Em geral, o Kia Sportage é considerado um carro com muito conforto e agilidade no volante, junto de um belo design. Apesar disso, seu propulsor não apresenta muita potência e seu desempenho é mediano, o que pode não ser um problema para aqueles que não têm muitas pretensões esportivas com o veículo.

Sobre a Kia Motors

A Kia Motors é uma das maiores indústrias automobilísticas do mundo. Fundada na cidade de Seul, na Coreia do Sul, no ano de 1944, com o objetivo de fabricar peças para bicicletas, expandiu-se por todo o mundo, tornando-se uma das grandes indústrias sul-coreanas e referência mundial no setor automobilístico.

No Brasil a empresa se instalou no ano de 1992, com representação por José Luiz Gandini, sendo sediada na cidade de Itu. A princípio, o modelo mais vendido no país era a van Besta, que saiu de linha no ano de 2005 em seu país de origem. A partir disso, a importadora brasileira realizou mudanças em toda a sua rede de concessionárias, a medida que seu público-alvo também se alterava. Deixar de vender o modelo principal, a van Besta, passou a ser um ponto de entrada para o mercado de carros de passeio para todo o Brasil.

Desde então, a empresa vem conquistando um maior espaço no mercado automobilístico brasileiro, sendo um nome de peso quando o assunto é qualidade de carros.

Felicia Lopes


Confira aqui os descontos ofertados pela Volkswagen para Pessoa Jurídica.

Todas as empresas precisam ter um veículo, seja para a entrega de produtos, transporte, ou para agilizar alguns serviços no dia a dia, sendo que em alguns casos, dependendo da área de atuação, a empresa precisa contar com mais de um veículo. Por isso é bom que os empresários saibam que eles podem contar com um desconto generoso na hora de comprar um carro, se este for utilizado para a empresa. As companhias fabricantes de veículos disponibilizam este desconto quando a compra é feita através de um CNPJ.

Cada montadora oferece sua tabela de desconto e ele varia de acordo com o modelo e também com a quantidade de carros adquiridos. Ainda há casos em que a montadora oferece um desconto maior, quando no estoque há uma quantidade maior de determinado modelo. A Volkswagen é uma das empresas que oferece bons descontos para empresas que desejam comprar carros 0 Km, inclusive para a picape Saveiro, a Amarok, o sedã compacto Voyage, entre outros.

A empresa alemã disponibiliza em seu site corporativo vários modelos com super descontos, para quem comprar utilizando o CNPJ, confira algumas destas opções:

Gol Trendline 1.0: de R$ 42.990 por R$ 38.691

esse modelo vem com motor 1.0 flex de 3 cilindros, com 82 cv e 10,4 kgfm de torque. A transmissão é manual de 5 velocidades e são vários itens de série, como direção hidráulica, ar-condicionado, desembaçador vidro traseiro, entre outros. Tem outras configurações para este modelo, como o Comfortline 1.0 e 1.6, além do Track 1.0.

Voyage Trendline 1.0: de R$ 49.990 por R$ 42.491

Outro modelo que as empresas podem comprar com um generoso desconto é o sedã Voyage, que na opção de entrada vem com motor 1.0 flex, transmissão manual e na lista dos itens de série conta com a mesma configuração do Gol Trendline 1.0. Este modelo está disponível também nas versões Comfortline 1.0 e 1.6, Trendline e a Highline 1.6 que tem transmissão automática i-Motion.

Polo 1.0 – de R$ 49.990 por R$ 47.490

O recente lançamento da Volkswagen é outra opção que as empresas podem adquirir, fazendo a compra através de seu CNPJ. O motor 1.0 é de transmissão manual de 5 marchas, 84 cv com 10,4 kgfm, vem com 4 airbags, todos os vidros com travas elétricas, alarme com controle remoto, direção elétrica, ar-condicionado, Bluetooth, regulagem altura para o banco do motorista, Isofix, entre outras opções. Tem ainda as opções 1.6, Comfortline 200 TSI e a Highline 200 TSI.

SpaceFox Trandeline 1.6: de R$ 59.160 por R$ 53.835

Esta é uma perua com muita tecnologia, conforto e as empresas podem comprá-la com este descontão. O modelo conta com motor 1.6 flex, 4 cilindros, 104 cv e 15,6 kgfm. O câmbio é manual de 5 marchas, mas também tem com câmbio automatizado i-Motion como opcional. Entre os itens de série tem sensores de estacionamento traseiro e também dianteiro, direção hidráulica, Bluetooth, Isofix, rodas aro 15 e calotas, abertura por controle remoto da tampa do porta-malas e muito mais.

Saveiro Robust CS 1.6: de R$ 47.490 por R$ 37.992

Este modelo com cabine simples vem com motor 1.6 flex, 104 cv e 15,6 kgfm, com câmbio manual de 5 velocidades. Os empresários podem adquiri-la com este descontaço. O modelo é com freio a disco nas 4 rodas, aviso de frenagem emergencial, protetor de caçamba, ajuste de altura para o banco do motorista, entre outras opções.

Amarok S CD: de R$ 132.210 por R$ 103.123
Na versão S, a Amarok pode ser comprada com um desconto de quase 30 mil reais. O motor 2.0 TDI turbodiesel de 4 cilindros, garante 140 cv e 34,7 kgfm. A lista de itens de série é vasta, com muitas opções, entre elas o assistente de partida em rampas, faróis e lanternas de neblina, entre muitos outros. Tem a versão S cabine simples, SE cabine dupla, Trendline cabine dupla, Highline cabine dupla e Highline Extreme cabine dupla.

A empresa interessada em comprar um veículo da Volkswagen com este super desconto para compras com CNPJ, deve entrar em contato com a montadora e conferir a tabela, para ver qual modelo lhe atenderá melhor.

Por Russel


Novo modelo da Toyota será lançado no Brasil nas versões hatch e sedan.

O novo Toyota Yaris é lançado no Brasil nas versões hatch e sedan, com motores 1.3 e 1.5, tendo a dura missão de superar a concorrência, tarefa nada fácil, já que os modelos disponíveis no mercado estão conquistando o consumidor e esta promete ser uma disputa difícil. Nesta última quinta-feira, dia 7, a Toyota apresentou as duas versões do Yaris para o mercado brasileiro e confirmou que a produção começa já neste mês.

Os preços do Toyota Yaris começam em R$ 59.590 e vão até R$ 79.990, tudo vai depender da versão escolhida pelo consumidor e o que ele irá querer acrescentar em seu novo carro. O modelo hatch terá motor 1.3, enquanto o motor 1.5 será para hatch e também sedan, sendo o mesmo modelo do Etios, só que passou por uma ligeira mudança e consegue oferecer um pouco mais de potência. A intenção da Toyota é ocupar o espaço que ficou entre o Etios e o Corolla.

A meta da montadora é vender pelo menos 5.800 unidades por mês, o que para alguns especialistas é um número bastante elevado, já que a crise no Brasil se agravou e o cenário não anda favorável às vendas de carros 0Km, mas a Toyota manteve esta estimativa e foi mais além, determinando que 45% das vendas devem ser do sedã e 55% do hatch.

Ainda em relação às vendas, 95% deve ser de modelo com câmbio automático CVT e apenas 5% dos consumidores deverão optar pela transmissão manual. Estes números podem apontar uma nova tendência do mercado, com preferência para o câmbio automático, mas também pode ser simplesmente o desejo da montadora de forçar mais a venda do modelo e menos do que tem câmbio automático. Seja como for, a decisão final continua sendo do consumidor e dentro de alguns meses as estatísticas estarão mostrando qual foi a opção que teve maior procura.

E o foco da Toyota agora é no Yaris, tanto é que as versões Platinum e XLS do Etios estão sendo deixadas de lado, elas não serão mais vendidas, pois a montadora quer ter seu novo modelo se destacando entre os que estão comercializando. Realmente será preciso muito empenho para garantir boas vendas, pois o Yaris vai bater de frente no mercado nacional com o Volkswagen Polo, o Honda Fit, o Peugeot 208 e o Ford Fiesta, modelos que estão indo muito bem e ainda tem as versões mais caras, mas que estão chamando a atenção do consumidor, entre elas o Argo da Fiat e o HB20 da Hyundai.

No caso da versão sedã do Yaris, a disputa pelo consumidor será com o Honda City, o Virtus da Volkswagen, o Cobalt da Chevrolet e também o Cronos da Fiat.

Em relação ao tamanho, o Yaris hatch é bem generoso, com seus 4,14 metros de comprimento e de largura tem 1,73 metros. A distância entre-eixos é de 2,55 m e a altura de 1,49 m. No caso do sedan, as medidas são as mesmas, exceto o comprimento, que é um pouco maior, tendo 4,42 metros. O porta-malas é de 310 litros para a versão hatch e 473 litros para o sedan, sendo que em relação ao tamanho do taque de combustível, para ambos o tamanho é de 45 litros.

E com tantos bons concorrentes no mercado nacional, a Toyota resolveu apostar em uma lista com variados itens de série para as duas versões do Yaris, oferecendo ar-condicionado, comandos no volante, rodas de 15 polegadas de liga leve, faróis com acendimento automático, entre outras opções.

O Yaris tem um visual arrojado, com linhas modernas, material de qualidade em seu interior, mas não se preocupou apenas com a beleza, a Toyota também ficou atenta à parte de segurança, por isso as duas versões trazem controle de tração e estabilidade, faróis de neblina, airbag duplo, assistente de rampa e até frenagem com ABS.

Por Russel

Toyota Yaris 2019

Toyota Yaris 2019

Toyota Yaris 2019


Confira aqui mais detalhes sobre a venda de carros da Chevrolet para Pessoa Jurídica.

O uso de veículos na atualidade é uma demanda comum para o uso tanto em foco residencial como, ainda, na realização de atividades comerciais variadas pela praticidade que proporcionam na rotina da sociedade moderna.

Por isso, a aquisição de veículos com condições diferenciadas é uma busca constante a qual pode ocorrer utilizando alternativas como os preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet, que serão apresentados a seguir.

Informações básicas para obtenção de preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet

Os preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet são praticados por esta concessionária automotiva com valores diferenciados para empresas de portes variados, sendo possível, nesta situação, obter descontos que oscilam de 3 a 20% na tabela geral do mercado.

Com relação a este tipo de prática, é possível que os portadores de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) adquiram um dos modelos da Chevrolet, sendo que esta oportunidade está possível para toda a gama de veículos com exceção do SUV Trailblazer.

Alternativas de preços para pessoa jurídica em carros Chevrolet

Para você que está interessado em obter diferenciação em preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet, veja a seguir as possibilidades relacionadas com alguns modelos populares desta concessionária:

1) Chevrolet Prisma

É um veículo da Chevrolet que possui descontos para quem possui CNPJ de até 8,5%, alcançando assim um preço de R$62.300,00, que representa uma redução que supera R$6.000,00 em seu montante inicial.

De forma básica, o Chevrolet Prisma possui motor 1.4 flex com 106 cavalos de potência e um torque de 13,9 Kgfm em versões que podem apresentar câmbio manual e automático com seis marchas na sua transmissão vinculada.

2) Chevrolet Ônix

Este automóvel possui câmbio tipo automático com seis marchas em um motor do tipo 1.4 litros com direção elétrica, sistema de multimídia, banco do motorista ajustável e, neste caso, por um valor de R$52.000,00 para descontos aos que possuem registro de pessoa jurídica.

3) Chevrolet Cruze

Ao considerar o Chevrolet Cruze, esta concessionária oferece preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet em valores médios de R$ 98.000,00, que equivale assim a uma redução de 8% nos seus valores normais praticados.

Para quem possui CNPJ e deseja adquirir um Chevrolet Cruze, este modelo contém aspectos diferenciados como potência de 153 cavalos, chegando a um torque de 24,5 Kgfm, tendo diversos equipamentos e alternativas tecnológicas à sua disposição.

4) Chevrolet S10

As vantagens relacionadas com os preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet podem ser obtidas para a aquisição desta caminhonete com descontos de 12% em modalidades de cabine dupla, apresentando neste caso valores finais de R$136.000,00 para quem atua no ramo empresarial determinado.

5) Chevrolet Cobalt

Este veículo da Chevrolet do tipo sedã possui um espaço interno amplo e pode ser adquirido pelos portadores de CNPJ por R$58.000,00, que é um valor com 11% de desconto em comparação com sua tabela básica existente.

Neste modelo de automóvel muito utilizado por empresas para o transporte de funcionários em setores diferenciados, é possível encontrar um motor com 111 cavalos de potência e um torque máximo de 17,7 Kgfm. Tem ainda diferenciais como revestimento em couro, computador de bordo, volante multifuncional e outros.

6) Chevrolet Montana

Esta picape do tipo compacta é utilizada por organizações para entregas e transportes variados tendo quanto aos preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet desconto de até 20%, podendo neste caso ser adquirida por R$38.000,00, que representa R$10.000,00 a menos em sua versão de 1,4 litros.

Conclusão

Assim, os preços de pessoa jurídica (CNPJ) para carros da Chevrolet possuem variações relevantes que precisam ser analisadas de acordo com as demandas a serem atendidas com foco, neste caso, na escolha do melhor modelo com condições mais adequadas.

Ana Camila Neves Morais


Novo Fiat Uno vem com novidades em seu pacote de equipamentos que pretendem atrair mais compradores.

O Fiat Uno continua sendo um dos queridinhos do brasileiro, mas as vendas já não fazem tanto sucesso como antigamente e a Fiat trabalhou muito para que a versão 2019 consiga mudar este cenário. O modelo tem tudo para ser um compacto de respeito, porém, deverá continuar atendendo aqueles consumidores que primeiro olham o custo-benefício, ou seja, eles não querem saber dos carros tecnológicos e luxuosos, mas também não querem um modelo com visual defasado.

Para o Fiat Uno 2019 conseguir uma boa fatia deste concorrido mercado, terá que atender os consumidores, mas sem custar caro. Esse talvez seja um dos melhores modelos de entrada e poderá assustar a concorrência, principalmente com a mudança que está sendo preparada para seu pacote de equipamentos e algumas versões.

O ITPMS é uma novidade que poderá fazer muito sucesso, pois no painel de bordo será exibido o medidor de pressão de pneus, alertando o motorista sempre que for hora de fazer a calibração. Essa ferramenta pode até ser considerada desnecessária para os mais atentos, mas a verdade é que muitos motoristas esquecem dos cuidados básicos com seu veículo e toda ajuda neste sentido é sempre muito bem-vinda. Não manter os pneus calibrados corretamente faz com que o desgaste aconteça de forma mais rápida, além de aumentar o consumo de combustível.

Outra novidade que estará presente no Fiat 2019 é o GSR-Comfort, já conhecido como Dualogic, mas esta opção será encontrada apenas na versão com motor Firefly 1.3, porém, a monitoração dos pneus será disponível para todos os modelos. A Fiat resolveu adotar o nome 'GSR' para seu pacote de funções automatizadas, deixando de lado o 'Dualogic', encontrado nos lançamentos anteriores. Até o Attraticve 1.0 teve o nome alterado para Drive.

Desde 2017 que o Uno vem contando com uma nova linha de motores, o Firefly, sendo que tem a versão 1.0 6V e 3 cilindros e o 1.3 8V de 4 cilindros. Os dois modelos são aspirados e estarão no Uno 2019, pois têm feito grande sucesso. O motor 1.06 6V consegue oferecer 77 cv quando abastecido com etanol e 72 cv com gasolina. seu torque máximo é de 10,9 kgfm e 10,4 kfgm. No caso do motor 1.3 8V, são 109 cv quando abastecido com etanol e 101 quando o motorista optar pela gasolina.

Se as mudanças internas são poucas, por fora também não é diference, o Uno 2019 terá leves modificações no design, mas na dianteira é possível notar logo que a grade não tem mais aquelas características quadradas, esta alteração foi para deixar o modelo com um visual mais sofisticado. O comprimento é de 3,82 m, or 1,63 m de largura e 1,4 m de altura.

O que poderá gerar muitas reclamações é o porta-malas, com capacidade para 290 litros e o consumidor tem encontrado modelos no mercado que oferece um espaço maior. No dia a dia, o porta-malas do novo Uno atende perfeitamente, mas em uma viagem com a família pode deixar a desejar.

Quanto ao acabamento, são 3 versões, a Drive, Way e Sporting. Para o consumidor, será preciso muita paciência e cautela, sendo que nunca deve ficar com o modelo mais 'bonitinho', é preciso analisar todos os itens oferecidos, o preço de cada um e assim, escolher aquele que realmente vai de encontro às suas necessidades.

O preço da versão de entrada deve ficar na media deR$ 41.840,00 e o top de linha, o Sporting 1.3 Firefly Dualogic, custará cerca de R$ 53.690,00.

O Uno 2019 trará algumas boas novidades para os itens de série, em comparação com as versões anteriores, com destaque para o novo câmbio automatizado, o ITMPS, a direção elétrica com controle de estabilidade de tração e uma quantidade enorme de itens que podem ajudar a equipar o modelo, ficando a escolha por conta do comprador.

Por Russel

Fiat Uno 2019

Fiat Uno 2019


Saiba aqui como cacular o melhor combustível para seu automóvel.

Quem tem carro bicombustível, quase sempre fica em dúvida quando chega a um posto, pois não sabe se abastece com etanol ou gasolina. A questão é que o preço do álcool é sempre mais barato, entretanto, isso não é garantia de economia, pois será preciso encher mais o tanque para rodar a mesma distância que seria com gasolina.

Com essa greve dos caminhoneiros, a situação ficou ainda mais complicada, porque em várias cidades do Brasil, o preço da gasolina disparou e com a diferença para o etanol aumentando, fica quase impossível resistir a optar pela segunda opção, mas será que vale a pena?

É preciso fazer a conta para saber o que de fato gera maior economia e a fórmula é relativamente simples, podendo ser aplicada sempre que se chegar ao posto de combustível. O consumidor deverá pegar o preço da gasolina, multiplicar por 0,70 e o resultado deverá ser comparado ao litro do etanol, sendo que o mais barato é que deverá ser comprado.

Para entender melhor como funcionar, vamos supor que o litro da gasolina seja R$ 5,00. Então a fórmula fica assim: R$ 5,00 x 0,70 = R$ 3,50. Se o litro do álcool custar menos de R$ 3,50 então é melhor optar por ele, se custar mais, então é mais vantajoso abastecer com gasolina.

Veja este outro exemplo, supondo que o litro da gasolina seja R$ 4,80, então a fórmula fica assim: R$ 4,80 x 0,70 = R$ 3,36. Agora é só comparar com o preço do litro do álcool e optar por aquele que for mais barato.

Esta fórmula ajuda, mas não é eficaz em 100% dos casos, pois cada veículo tem um rendimento, por isso é bom que o motorista conheça bem seu próprio carro. Há modelos que rodam mais com álcool, outros menos. O ideal é que cada proprietário faça um teste com seu automóvel, abastecendo uma semana com etanol e anotando a quilometragem, depois usando gasolina e anotando novamente, para então saber quantos quilômetros o carro faz com ambos. Sabendo disso, ficará mais fácil usar a fórmula, sendo que em alguns casos ao invés de multiplicar por 0,70 é preciso mudar para 0,60 ou 0,80 e até algum outro valor, para chegar à média exata.

Outro fator muito importante nesta conta é se o carro está regulado, com a manutenção em dia e com os pneus calibrados. Tudo isso pesa muito no consumo do veículo, por isso é bom levar o veículo a um mecânico de confiança e certificar-se que tudo está funcionando corretamente.

E ainda que o carro esteja com a manutenção em dia e pneus calibrados, tem um outro fator que ainda precisa ser levado em consideração nesta conta, que é o próprio motorista. A forma como o veículo é conduzido pode fazer com que ele gaste mais ou menos combustível. Ficar acelerando demais, trocar de marchas de forma irregular ou demorada, tudo isso vai faz com que no dia a dia, o consumo seja maior do que deveria e no final do mês, fará uma grande diferença.

Por fim, o condutor pode, e deve, contar com a tecnologia para tentar economizar mais, utilizando os aplicativos de mapas para traçar o melhor caminho, sendo que muitas vezes, o trajeto mais breve não é o mais curto, mas aquele que também evita passar na porta de escola nos horários de entrada e saída dos estudantes, assim como é bom evitar avenidas congestionadas. Há vários aplicativos para Android e também iOS, que além de mostrar o mapa, também indica quais são as ruas e avenidas com maior fluxo de veículos, assim é possível evitá-las.

Tomando todos estes cuidados, certamente o motorista estará economizando dia após dias e depois de um longo período verá que valeu a pena todo o esforço, já que vai sobrar mais dinheiro na hora de abastecer.

Por Russel


Novo modelo Powerful Family SUV da Volkswagen, chamado Tarek, foi anunciado como o futuro SUV de nível médio global da marca.

A Volkswagen apresentou os novos SUV’s que serão comercializados no mercado chinês, tendo em foco o Toureg, porém a empresa anunciou um carro novo que surpreendeu e aguçou a curiosidade de quem estava presenciando a apresentação.

O novo modelo “Powerful Family SUV”, também chamado de Tarek foi anunciado como o futuro SUV de nível médio global. Ele será produzido na Argentina a partir do ano de 2020, por mais que pareça uma data distante, o tempo passa rápido, e um ano e meio não é tanto tempo assim.

De acordo com as especulações ele possui certas semelhanças com o sketch, que também é uma novidade da Volkswagen que foi anunciada há pouco tempo atrás. Por mais que muitos afirmam ser dois carros parecidos, a transmissão ao vivo feita pela empresa revelou que essa semelhança entre os dois automóveis é bem pouca.

O carro será lançado no Brasil e continuará com o nome, por enquanto, de Tarek.

A empresa Volkswagen está realizando uma produção “camuflada”

A marca Volkswagen está tentando manter a produção dessa nova linha em sigilo, e não fez nenhuma divulgação pública, porém algumas pessoas acabaram descobrindo sobre a nova produção da empresa.

Isso aconteceu pelo fato de que os donos da empresa da América Latina em determinadas ocasiões acabaram comentando sobre um modelo que seria criado futuramente e ganharia o nome de Tharu, nome esse que foi modificado para Tarek, o novo SUV da Volkswagen.

Os donos ainda tentaram manter em sigilo a produção do novo modelo, porém como todos sabemos mentira tem perna curta e não demorou nada para que os fãs de carros e internautas juntassem algumas informações e identificassem as “falhas” cometidas pelos donos. Em uma recente divulgação dos novos modelos que serão lançados a Volkswagen produziu um slide com 20 fotos, e justamente no modelo Tarek é possível visualizar o nome “Tharu”.

Mas para camuflar a produção os donos da empresa preferiram dizer que esse nome era dado para um novo modelo de carro que estava sendo produzido na mesma, mas como já dito não demorou muito tempo para que os internautas conseguissem identificar algumas "falhas" em seus discursos.

Nessa mesma apresentação, no momento da finalização foram divulgadas algumas legendas contendo as informações específicas de consumos de todos os carros anunciados, além de listar os motivos especificando o motivo pelo qual não eram viáveis a comercializações de alguns deles na Alemanha. E nessa lista estavam os modelos Thayron e Tharu, e como não foram anunciados e nem divulgadas informações sobre eles, a hipótese que seja o SUV Tarek foi praticamente confirmada.

Quais as possíveis características e especificações do novo modelo da Volkswagen

O levantamento das possíveis características e especificações do modelo Tarek foi baseado na sua divulgação. E através dela, foi possível perceber que a empresa havia apresentado algo semelhante há um tempo atrás.

O automóvel traz os mesmos traços de design da categoria SUV, e a principal preocupação da marca é trazer para o mercado um veículo global.

Nas últimas fotos divulgadas pela empresa foi possível notar a diferença de cor entre o Powerful Family SUV e o Tarek, é que o primeiro nas primeiras imagens que foram divulgadas (não reais), o carro possuía um tom de amarelo esverdeado, e na atual apresentação ele foi apresentado na cor marrom.

A parte frontal do Tarek, pode-se dizer, que foi baseada no Atalas (também conhecido como Teramont), a semelhança é tamanha que os executivos apontaram o possível lançamento como um “mini-Treamont”.

Com tudo isso podemos concluir que mesmo que o modelo agrade os brasileiros pela categoria, todo esse suspense que a empresa está fazendo acaba desmotivando os admiradores da marca.

A única informação que podemos afirmar é que o nome que será colocado no novo SUV da Volkswagen só será divulgado em 2020. O tempo de espera de um ano e meio ocorre pelo fato de que o ultimo país a produzi-lo será a Argentina, antes disso o carro já será produzido no México e na Rússia.

Por Isabela Pierini dos Santos

Volkswagen Tarek

Volkswagen Tarek


Modelo chega às concessionárias com modificações e novos acessórios.

Os consumidores brasileiros que sempre esperam uma grande novidade para o ano de 2019 de sua marca de carro preferida, mais uma vez não vão sair decepcionados. Se a preferência for pela Toyota então, é bom ir se preparando, pois a montadora já anunciou grandes novidades para a sua linha Etios 2019.

Sem esquecer um dos seus grandes sucessos de vendas no Brasil, o seu Toyota Etios, a montadora japonesa anunciou oficialmente que a sua linha de veículos feita para as grandes cidades deverá ter novas modificações com o objetivo de oferecer a seus consumidores muito mais segurança e praticidade na hora de dirigir.

Uma das grandes modificações para a linha 2019 é a inclusão de um assistente que vai ajudar o veículo a dar partida em grandes rampas tanto no declive quanto no aclive e também a adoção de controles eletrônicos de estabilidade e de tração.

Vale salientar que estas modificações serão válidas para as duas versões disponíveis do Toyota Etios, a Hatch e a Sedan. Além disso, ambas já se encontram disponíveis à venda nas concessionárias da marca desde o mês de março de 2018.

Entretanto, como o lançamento de uma nova versão sempre traz um ônus a mais para o consumidor final, o uso destes dois dispositivos vai representar um custo adicional no preço de venda do novo modelo, em torno de R$ 1.050,00.

Deste modo, para os leitores que gostam de saber logo de cara o preço do modelo novo, ele está nas concessionárias da marca espelhadas pelo Brasil com um custo final que pode variar entre R$ 47.000,00 para a versão Hatch e de R$ 52.000 a R$ 70.000,00 para a versão sedan, o que vai depender do gosto e do bolso do consumidor.

Outra novidade é a saída da versão tipo Cross, o Etios Cross. Com a ascensão dos veículos do tipo SUV no país, o modelo foi afetado em seu volume de vendas, o que fez a montadora tirar esta versão ‘mais reduzida’ de um SUV por baixos índices de comercialização.

Para os detalhes externos, o novo Etios 2019 traz algumas novidades que prometem manter o estilo mais luxuoso e refinado, mesmo na sua versão hatch.

O visual ficou um pouco mais agressivo com linhas mais negras, seguido de faróis do tipo máscara negra. Sem contar que a versão exclusiva, a X-STD, lançada também para o ano de 2019, não ganhou este tipo de detalhe.

Para os leitores que gostam de saber sobre a motorização e o câmbio do novo modelo 2019, aqui vão as novidades: a nova versão ganha as versões 1.3 e 1.5, ambas com 16 válvulas. Entretanto, ambas permanecem com o mesmo sistema de abertura e fechamento do sistema de cabeçotes (válvulas) e com a caixa de marcha manual de seis marchas e de quatro marchas automático para a as respectivas versões.

Além destas modificações , a nova linha 2019 vem também com outros itens de série como ar condicionado digital, direção elétrica, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, travas elétricas, abertura do porta malas por um dispositivo elétrico no painel do veículo, inclusive para a versão hatch, dentre outras novidades.

Outros itens também estão presentes como sistema de conexão Bluetooth, entradas para dispositvos USB, computador de bordo, controle de som no volante e demais funções.

Os interessados em conhecer a nova linha Etios 2019 devem se dirigir a uma concessionária mais próxima de sua casa e agendar, quem sabe, um test drive com o novo modelo.

Para quem já tem um e quer trocar pela versão mais nova, então é bom ir preparando o bolso porque a versão 2019 vem com um preço bem mais elevado.

Emmanoel Gomes


Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA 2018.

A empresa Hyundai, que é uma das patrocinadoras oficiais do maior evento de futebol mundial, mais conhecido como Copa do Mundo, anuncia a fabricação limitada do seu novo modelo de HB20 e também do HB20S, que terão modelo e design principalmente interno preparados para a Copa, ambos terão um padrão interno equipado com um conforto melhor ainda do que os modelos já fabricados. Para os interessados na compra do veículo, é melhor se atentar às datas de produção e lançamento, pois serão fabricadas unidades limitadas. Segundo o anúncio da própria montadora Hyundai, o número de fabricados será de 4200 unidades, variando os dois modelos.

Tendo em vista o ponto exterior do carro, a mudança não será como uma mudança de versão, por exemplo, mas visando seu interior, percebe-se bem a diferença deste modelo para o modelo normalmente fabricado, pois os traços da Copa estão todos pelo carro.

A empresa, além da vista estética como já citado, tem grande preocupação com a confortabilidade de seus passageiros, sendo assim, investiu nesta área com certa prioridade e segundo as imagens que circulam pela internet, parece que seu papel foi bem desenvolvido. Apesar de não tão drásticas as mudanças exteriores, não deixam a desejar, até porque o HB20 sempre foi um carro muito estiloso e a Hyundai não quer perder esta essência.

Quais versões de motores estarão disponíveis

Esta é uma das perguntas mais frequentes em relação aos novos carros produzidos, independente se for modelo produzido para a Copa ou não, mas o carro estará a felicidade de todos, tanto para os que amam o modelo manual, este disponível com motor 1.0 – HB20 1.0 MT. Ou para aqueles que preferem o modelo um pouco mais simples de condução, a versão 1.6 do veículo – HB20s 1.6 AT.

Qual o preço destas unidades limitadas?

A pouco tempo saiu seu novo preço inicial, ainda não se sabe se o valor poderá variar ou se o preço dado de R$ 49.990 será seu preço final para as vendas, porém, o preço pode chegar até em torno de R$ 65.990, isso vai variar de modelo para modelo.

Sobre a produção para a Copa

É de grande importância para a empresa produzir este modelo, especialmente para um grande evento que reúne muitas nações mundiais, além da divulgação ainda maior da montadora, o fato do modelo ser limitado aumentará a concorrência entre os compradores e também é um gesto por parte da empresa mostrar sua importância com a Copa do Mundo.

Detalhes do HB20

Apesar de muito parecido, o modelo virá com alguns detalhes que chamarão a atenção do público, por exemplo, sua grade de retrovisores que chegará com a cor cinza Titanium, que vem sendo bem usada ultimamente, principalmente em carros famosos de última geração.

Já que sua inspiração é para a Copa, algumas coisas como seus carpetes serão personalizados com o tema, assim como suas rodas que igualmente recebem detalhes, porém na tintura, usarão a cor grafite para isso, as mesmas são liga leve aro 15.

Na parte frontal do veículo será incluso em suas lanternas a cor mais escurecida, essa apenas disponível para carros da versão Premium (HB20.O), isso traz um charme e também o diferencia mais ainda dos outros, tornando-se único.

O veículo também possuirá um sistema de mídia chamado BlueMedia, esse sistema tem apresentação de boas vindas para os passageiros e também possibilita assistir vídeos, além de outras funções como Bluetooth. Toda essa dedicação e inovação resultará muito provavelmente em uma venda rápida, pois as especificações do veículo são muito atraentes, a espera da empresa é que seus clientes saiam satisfeitos com a compra, principalmente de um carro exclusivo.

Gustavo Martins


A marca fez uma leve alteração no visual da nova versão do HB20 2019 e agora tanto a versão hatch como a sedan, contarão com uma nova estética em relação aos para-choques da parte frontal e da parte traseira.

O novo HB20 2019 vem com leves mudanças em seu visual, novos instrumentos no painel e com uma versão de entrada que sairá pelo valor de R$ 43.990.

Veja Abaixo a Tabela de Preços de todas as versões do HB20 2019:

  • Versão Unique com motor 1.0 MT5 – Valor R$ 43.990
  • Versão Comfort Plus com motor 1.0 MT5 – Valor R$ 47.590
  • Versão 1.0 turbo MT6 – Valor R$ 51.790
  • Versão Comfort Plus com motor 1.6 MT6 – Valor R$ 54.550
  • Versão R spec com motor 1.6 AT6 – Valor R$ 63.690
  • Versão Premium com motor 1.6 AT6 – Valor R$ 66.790
  • Versão Comfort Plus com motor 1.0 MT5 – Valor R$ 51.590
  • Versão 1.0 Turbo MT6 – Valor R$ 57.590
  • Versão Comfort Plus com motor 1.6 MT6 – Valor R$ 60.150
  • Versão Style com motor 1.6 AT6 – Valor R$ 66.090
  • Versão Premium com motor 1.6 AT6 – Valor R$ 70.690
  • HB20X Style com motor 1.6 MT6 – Valor R$ 63.100
  • HB20X Premium com motor 1.6 AT6 – Valor R$ 71.700

Mudanças no modelo:

Design

A marca fez uma leve alteração no visual da nova versão do HB20 2019 e agora tanto a versão hatch como a sedan, contarão com uma nova estética em relação aos para-choques da parte frontal e da parte traseira.

Ainda em relação ao visual, essa nova versão virá com uma grade padrão colmeia e com novas rodas de liga-leve.

O HB20X possui novas rodas com aro de 16 polegadas e o modelo R Spec contará com novas rodas de 15 polegadas. As rodas dos dois modelos virão com a parte interna pintada na cor preto brilhante.

As lanternas traseiras das versões com motor 1.0 são escurecidas e as versões com motor 1.6 possuem lentes Clear Type, que imitam LEDs.

Parte Interna

A parte interna de todas as versões, exceto da versão de entrada, ganharam um novo cluster de instrumentos.

Agora a tela do computador de bordo mostrará informações relacionadas ao combustível e a temperatura a partir de ponteiros, sendo que até então os marcadores utilizados eram digitais.

Multimídia

Na central Multimídia do modelo, foi inserida uma TV digital que estará presente em todas as versões.

Novidades relacionadas aos equipamentos

Todas as versões:

  • Ar-condicionado;
  • Direção assistida;
  • Vidros elétricos;
  • Travas elétricas;
  • Rodas de liga-leve;
  • Farol de neblina;
  • Aribag duplo
  • Freios ABS
  • Sistema Isofix

Comfort Plus: Retrovisores elétricos, Alarme com telecomando e Chave com telecomando.

O mercado também conta com a chegada dos modelos Argo da Fiat e o Polo da Volkswagen, por isso poderiam surgir especulações sobre a nova geração do modelo HB20 estar sendo lançado para competir com a dupla.

Sendo assim provavelmente seria esperado que essa versão viesse com maiores alterações, inclusive em relação a modificação de seu tamanho e talvez uma possível implantação de determinados itens mais sofisticados.

Porém, baseando-se pelas declarações fornecidas por Byungkwon Rhim, o vice-presidente de operações internacionais da marca, isso não irá acontecer e tanto a hipótese de o modelo vir para competir com os modelos da Fiat e da Volkswagen, como o fato dele se tornar um veículo de tamanho maior estão descartadas.

O HB20 de 2019 vai continuar do mesmo tamanho, inclusive conforme citado acima, tanto na versão sedã como na versão hatch, as alterações em seu design não foram tão drásticas.

Também está descartada a possibilidade da criação de um compacto premium, para disputar território com os modelos das marcas rivais, o que torna essa nova versão do HB20 como estrela principal.

Ficha Técnica

Motor: 1.0 ou 1.6

Rodas: Liga Leve com aro de 15 ou de 16 polegadas de diâmetro.

Comprimento: 4.295 mm

Largura: 1.760 mm

Altura: 1.590 mm

Distância entre eixos: 2.610 mm

Por Rosângela Rodrigues

Hyundai HB20 2019


Saiba aqui as principais novidades presentes no Ford Ranger 2018.

A Ford Ranger de 2018 já está disponível no Brasil e vem nas seguintes versões: XLS; XLT e Limited. Veja abaixo mais informações sobre cada versão:

Versão XLS:

Essa versão vem com os seguintes equipamentos:

Itens de Segurança: Frenagem de emergência, controle de estabilidade, controle de tração, direção elétrica, 7 airbags, os retrovisores são elétricos, trio elétrico, farol de neblina, sistema anticapotamento, controle de carga, assist. de partida em rampas, Sistema Isofix (para melhor fixamento das cadeiras infantis) e diferencial blocante na parte traseira.

Possui ainda piloto automático, caçamba com iluminação, rodas de liga leve com aro de 17” e pneus 265/ 60 R 17.

Na parte interna, a versão vem ajuste de altura e lombar no banco do motorista, comp. de bordo, ar-cond., função SYNC com uma tela de 4,2”, com AppLink (sistema com o qual o usuário pode acessar os aplicativos do smartphone) e com Assistente de Emergência.

Versão XLT:

Vem com os Itens citados acima, mais:

Itens de segurança: Essa versão vem com os monitores de pressão nos pneus.

Também fazem parte do pacote de equipamentos a câmera de ré, o sensor de estacionamento da parte traseira, rebatimento elétrico e pisca nos retrovisores, os estribos nas laterais do veículo, as portas e os vidros que possuem abertura e fechamento global, as chaves MyKey, projetores nos faróis, faróis que possuem ajuste de altura, comando de voz para telefone, áudio, climatização e navegação e santo Antônio tubular.

Na parte interna ele possui um ar-cond. automático e digital que possui controle individual para motorista e passageiro, o descansa-braço central, que é conectado com banco traseiro, um cluster que entrega duas telas de 4”, que são configuradas por comandos presentes no volante, Android Auto e o Apple CarPlay, duas entradas para USB, função SYNC com tela de 8” que possui o GPS, bancos e volante revestido de couro, console central com compartimento aclimatado.

Em relação ao seu visual, a grade do radiador, as capas dos retrovisores, as maçanetas e o para-choque da parte traseira possuem uma tonalidade cromada.

Versão Limited:

Possui os Itens informados nas versões anteriores, mais:

Itens de Segurança: Esse modelo possui o sist. de permanência na faixa, sistema anticapotamento, o espelho do retrovisor interno é eletrocrômico e há também o alerta de colisão e controle de cruzeiro adaptável.

A versão também entrega os sensores de estacionamento (parte dianteira e traseira) e de chuva, o farol alto que é automático e, acendimento automático e projetores nos demais faróis.

Na parte interna, o veículo vem o ar-cond. que é automático e digital dual zone, e banco elétrico em 8 posições para o motorista.

Na parte externa há o santo antônio estilizado, os faróis com acabamento em tom cromado, o protetor para caçamba, a capota marítima, o bagageiro do teto e as rodas de liga-leve com aro de 18” com pneus 265/65 R 18.

Veja abaixo a relação de preços de cada versão:

  • A versão XLS com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 106.990
  • A versão XLT com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 118.420
  • A versão Limited com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 126.490
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×2 MT sai pelo valor de R$ 139.270
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 MT sai pelo valor de R$ 151.470
  • A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 159.460
  • A versão Sportrac com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 165.860
  • A versão Ranger XLT com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 178.100
  • A versão Limited com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 190.190

Novidades:

Em relação as novidades apresentadas esse ano, a Ford inseriu uma versão especial, a Sportrac, além de uma nova versão de entrada, que vem com motor Turbodiesel.

A Ford também inseriu novos itens de série em todas a versões da linha.

Rosângela Rodrigues


O Yaris foi feito a partir da incorporação de um estilo mais jovem que a fabricante fez questão de atender. No Brasil, o novo carro pensa no público mais jovem que precisa se locomover com mais rapidez e não quer perder tempo no trânsito das grandes

Se você pensa que já viu tudo da Toyota em termos de luxo e sofisticação de seus modelos de veículos mais famosos, então vai se surpreender com um novo lançamento que a marca pretende trazer para o Brasil só a partir de 2019: o Toyota Yaris.

Sucesso de vendas na Europa, o novo Yaris deverá trazer para o mercado de automóveis brasileiro um novo conceito que vai unir tanto o padrão de luxo e sofisticação típicos da marca e a praticidade de um carro feito para mostrar todo o seu desempenho dentro das cidades.

Para começar, o novo Yaris chegará ao Brasil em 2019 com o mesmo estilo e sofisticação de sua versão europeia.

A Toyota decidiu apostar no gosto dos brasileiros que gostam de viver na cidade e, portanto, precisam de um carro confortável e prático ao mesmo tempo. Deste modo, o modelo foi projetado dentro de categoria hatch, portanto, mais leve, compacto e econômico.

O novo Yaris seria uma versão mais compacta do seu maior sucesso, o Corolla?

Os menos avisados vão tomar um susto com as imagens do novo modelo. Afinal, um detalhe que chama a atenção no novo carro é o seu formato compacto. Pode soar estanho para quem já estava acostumado para o estilo tipo ‘carrão’ que colocou a montadora no topo das vendas por um bom tempo no país.

Até mesmo quem já estava acostumado com o estilo mais curto de outro modelo similar do seu concorrente mais próximo, o Honda Fit, vai se surpreender com a capacidade da montadora em reinventar seu estilo.

O Yaris da Toyota foi feito a partir da incorporação de um estilo mais jovem que a fabricante fez questão de atender. O novo carro (no Brasil) foi pensado naquele público mais jovem que precisa se locomover com mais rapidez e não quer perder tempo no trânsito louco das grandes cidades.

Características próprias do novo modelo da Toyota

Feitas as devidas apresentações, vamos agora repassar para os leitores um pouco das características do novo modelo. É claro que aquele ditado que ‘uma imagem fala mais do que mil palavras’ vai com certeza caber aqui, visto que, vocês vão poder também apreciar o novo modelo com as imagens deste artigo também.

Logo de cara, o que chama a atenção é estilo do novo Yaris. Os faróis em LED e no tipo alongado fazem a diferença, seguido com uma grade frontal em um estiolo único e lanternas com um novo desenho.

Quanto aos itens internos, o modelo da Toyota não deixa nada a desejar aos demais modelos da mesma marca. Para começar, ele vem com ar condicionado digital, direção elétrica, vidros elétricos, airbags laterais e frontais, teto solar, sensor de chuva e de luz.

Os consumidores que gostam de áudio e vídeo vão gostar do sistema multimídia que vem de fábrica, com rádio AM/FM e com entrada USB, além de um painel frontal onde o motorista pode acessar todas as funções do carro. Neste sentido, o novo Yaris vem com um volante multifuncional onde o condutor pode atá realizar chamadas no celular sem precisar tirar as mãos do volante.

De acordo com as informações técnicas liberadas pela Toyota até o presente momento sobre o veículo, a versão que vai estrear em 2019 vem com motor 1.8 e potência de até 144 cv.

Sem descuidar da segurança de seus consumidores, aliás, esta é uma das características do da Toyota, o novo modelo incorpora uma série de itens que irão contribuir para a manutenção da integridade física dos seus ocupantes. São eles, por exemplo, o controle automático de tração, câmeras auxiliares de estacionamento, sistema de aviso de colisão e mudanças inesperadas de faixa, dentre outros.

Se você gostou até aqui, então vá se preparando desde agora para agendar uma visita a uma concessionária mais próxima de sua casa para conhecer de perto este mais novo lançamento da Toyota.

Por Emmanoel Gomes

Toyota Yaris 2019


O destaque do modelo Tiguan Allspace 2019, da Volkswagen, fica por conta de sua esportividade

Primeiramente, é válido falar que o Volkswagen Tiguan Allspace 2019 tem esse nome por ser maior que o modelo fabricado na Europa, porém ele não perde no quesito esportividade, que é algo que será comentado mais a frente.

Este SUV tem como intuito ser um carro confortável e espaçoso, chegando para concorrer com os carros do seu mesmo segmento e preço médio. O diferencial deste SUV é a esportividade que vem na versão mais potente deste modelo.

O design é bem característico da Volks, sendo que não perde nada na linha que a empresa vem seguindo nos últimos dez anos, pelo menos. A seguir algumas especificações técnicas sobre este modelo.

Especificações do Tiguan Allspace 2019

Primeiramente temos que falar do modelo mais “básico” que é o Tiguan com motor 1.4TSI com 150cv e 25kgfm de torque, temos nesta versão um bom motor, com boa cavalaria e um torque aceitável. Esse é um motor bem parecido com os que vem nesta categoria, outro fato a falar é que este modelo vem com um câmbio DSG de 6 marchas.

Um dado importante para muitos motoristas são as velocidades de 0-100km/h e a velocidade máxima. Nessa versão temos um desempenho de: 9.9s e 196km/h, respectivamente. Vale ressaltar que este motor tem um bom desempenho em altas rotações, que é onde sua taxa de torque é melhor. Este motor tem um consumo médio de 7/10km/l na cidade e 8/12km/l em estrada, estes números são para uso com gasolina e etanol, respectivamente.

O câmbio DSG é com embreagem dupla, onde uma embreagem se encarrega das marchas impares e o outro das pares, isto proporciona mais suavidade na hora das trocas. Este tipo de cambio pode ser manual ou automático, isso depende do que o usuário quer. Alguns modelos da Audi mais esportivos, em algumas versões também tem esse tipo de câmbio.

Partindo para a segunda versão da Tiguan, temos nela um motor 2.0 TSI com 220cv e 36kgfm de torque. Este motor é bem mais potente que o anterior e considerando que é a mesma carroceria em ambos, o desempenho será, com certeza, muito melhor.

Acompanhando esse motor temos um câmbio DSG também, porém, com sete marchas em sequência.

O desempenho deste motor é quase o de um esportivo, mesmo tendo algumas desvantagens como, por exemplo, o peso. Vamos os números:

De 0-100km/h ele consegue uma média de 7s, e tem uma velocidade máxima de 224km/h, isto é muito, pois este carro pesa aproximadamente 1800kg, estes são números excelentes. O consumo médio desta versão é de 8,5km/l na cidade e até 10km/l na estrada.

As principais diferenças entre os modelos são no aspecto visual, pois cada uma tem detalhes no design que as diferenciam e dão uma cara a cada versão, partindo da versão mais simples, com motor 1.4, 5 passageiros e para-choque não personalizado, temos uma pintura bem homogênea e alguns recursos de fábrica em comum com todas as versões, sendo que esta versão tem rodas de 17 polegadas é 4×2 e é a mais leve.

Falando da mesma versão, porém com capacidade para sete passageiros, temos, além de mais assentos, rodas aro 18 e alguns detalhes a mais no retrovisor e nas laterais do carro.

Já na versão mais superior temos rodas aro 19 de liga leve, um para-choque com pegada mais esportiva, sete assentos de couro tratado, tração 4×4, e claro, o potente motor 2.0 TSI, além de alguns plus, como os modos de direção, e o sistema de estacionamento automático.

O preço varia de modelo para modelo, é claro. No modelo mais básico o preço é a partir R$ 125 mil. Para o modelo intermediário, que é o segundo que falamos, custa R$ 150 mil, já no terceiro e mais top das versões temos o valor é de R$ 180 mil.

Por Beatriz de Oliveira

Volkswagen Tiguan Allspace 2019

Volkswagen Tiguan Allspace 2019

Volkswagen Tiguan Allspace 2019


Confira aqui as primeiras imagens do conceito que deverá ser utilizado no novo carro.

A volta do modelo Lancer da Mitsubishi, para o mercado mundial, já vem sendo preparada pela marca. Após uma entrevista, concedida por Trevor Mann, o chefe da Mitsubishi, ao site inglês Auto Express, alguns detalhes sobre esses planos foram dados, entrevista que por um lado sanou um pouco da curiosidade sobre o que vem por aí, mas por outro aumentou ainda mais as expectativas em relação ao que vem sendo preparado pela marca.

O modelo ainda é fabricado na versão sedã, tanto no Brasil como na China. Na China, a nova geração do modelo foi divulgada e ele continuou sendo fabricado nessa versão, porém, aqui para o Brasil o modelo Lancer não será mais fabricado na versão sedã, como aconteceu no mercado asiático, pois a nova geração virá em uma versão hatchback mesclada com SUV. Essa nova versão vem para bater de frente com modelos como o Golf da Volkswagen, o Focus da Ford, o C- HR da Toyota e o HR-V da Honda.

Em entrevista ao site britânico Auto Express, Trevor Mann deu a entender que o modelo pode se tornar um crossover, na sua próxima versão.

O chefe da Marca disse que a empresa possui um plano de longa escala para seus produtos. Segundo ele, esse plano é bastante sólido, até o ano de 2025 e depois disso vem uma reticência. Trevor Mann explicou que ao conversarem sobre isso, eles pensaram em algumas questões, como quais modelos a marca queria produzir e no que eles iriam trabalhar. O chefe da Mitsubishi disse que vão lançar novos AX, L200 Triton e Outlander e que, lançarão ainda, mais dois modelos, o Pajero e o Lancer.

Para ele, o modelo Lancer, é certamente o mais simples, pois a marca acredita ter a solução para entrar no segmento. Ele diz que esse segmento de hatches médios, por exemplo o Focus e o Golf, não estão em baixa pelo mundo, apenas nos EUA e na Europa vem caindo um pouco, porém, na China os números em relação a aceitação dessa versão vêm crescendo. Trevor Mann enxerga esse crescimento como um apelo e diz que a marca acha, que por ser um segmento bem grande ao redor do mundo, vale a pena pensar sobre isso.

Baseando-se pela fala do chefe da Mitsubishi, poderíamos deduzir que a próxima versão do Lancer seria um hatch de tamanho médio, mas Tsunehiro Kunimoto, o líder da equipe de design, da Mitsubishi, disse que apesar de ser do segmento C, o modelo não tem que ser um hatchback tradicional. Para ele, é possível inovar e lançar uma nova categoria de hatchback. De acordo com ele, a marca está pensando de maneira radical, pois assim como a consistência faz parte da filosofia de design da marca, a originalidade também faz. Questionado sobre como seria esse novo tipo de hatch, ele diz que considera o conceito e-Evolution o ideal, para a nova versão do Lancer.

Atualmente a Mitsubishi faz parte da Aliança Renault-Nissan, portanto, espera-se que a marca aproveite a mecânica da empresa e adote a plataforma CMF C/ D, no novo modelo do Lancer, pois além de ter um tamanho ideal, a plataforma consegue trabalhar com sistema de tração nas 4 rodas e aderir a motorização hibrida. Também se espera que a marca inclua uma versão plug – in, modelo que possuem maior autonomia na eletricidade e que podem ser recarregado diretamente nas tomadas.

Apesar das especulações e das novidades que vem surgindo, espera-se que essa versão do Lancer seja lançada somente após o ano de 2025, já que é nesse período que a marca encerra sua estratégia atual de veículos.

Lorena Ruiz


Volvo confirmou a nova perua V60 para o Brasil e mais três novidades.

Com o fim do regime Inovar-Auto e, consequente, encerramento da cobrança do chamado super-IPI, os importadores começam a retomar seus lançamentos e o mercado, até então pouco movimentado desde o ano passado, passa a ter, de forma gradual, mais novidades.

A Volvo é um exemplo claro desta nova política, tanto que já marcou para agosto ou, no máximo, setembro deste ano a volta da perua V60 e anunciou mais três lançamentos de uma vez.

Volvo V60

O modelo que começará a ser vendido no próximo semestre já será da nova geração, a Volvo ainda faz mistério sobre as versões, mas para termos uma ideia na Europa ela é vendida em um total de quatro versões de motorização classificadas em dois tipos, duas com motorização a gasolina e duas com motorização híbrida.

As com motorização a gasolina têm potência de 250 a 310 cavalos (as T6 e T8 com Twin Engine, respectivamente), todas utilizando um potente motor de 2.0 litros com turbo conjugado.

Já a motorização híbrida tem potência combinada maior, de 340 cavalos (versão T6 com recurso Twin Engine) até 390 cavalos (versão T8 também com recurso Twin Engine).

Por conta destas versões atualmente comercializadas, podemos ter alguma noção das escolhas para o território brasileiro.

Mais lançamentos

Fora este lançamento, que de certa forma retoma o mercado de peruas no país (veja o tópico abaixo), a Volvo ainda concentrará forças em mais três veículos de sua gama.

O primeiro será o SUV XC60 em sua versão T8, a motorização comercializada será híbrida e plug-in (plug-in significa que o veículo pode ser recarregado através de uma tomada), o modelo virá custando acima da faixa entre R$ 239.950,00 até R$ 269.950,00, por se tratar da atual faixa intermediaria de SUVs da marca no Brasil.

Em segundo, temos o sedan de grande porte S90 também com passaporte carimbado, a Volvo parece gostar de apresentar alternativas para seus consumidores poderem ter poder de escolha entre veículos e SUVs.

Também por este fato, por último e em terceiro lugar, podemos esperar o S60, também um sedan, mas de porte menor e faixa intermediária de mercado para o ano de 2019, seu segmento é bem disputado pelos nossos já conhecidos Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3, este último montado inclusive localmente.

O mercado de peruas é minúsculo no país

Sim é verdade, temos poucas opções, mas a Volvo pode mudar isto rapidamente, além de sua tradição europeia no segmento, produtos bons não faltam para suprir este nicho deficitário no mercado nacional, o principal movimento já foi feito com o anúncio da vinda da perua V60.

Sua concorrência é pequena, mas ferrenha no mercado nacional, a Volvo V60 enfrentará dois representantes alemães de peso, a perua da Mercedes, o C300 versão Estate custando cerca de R$ 278.900,00 e a representante da Audi, o A4 versão Avant custando um pouco menos, cerca de R$ 195.990,00, antes que nos pergunte sobre a BMW, ela não possui mais representantes desta classe e também não demonstrou interesse até o momento em importar o BMW Série 3 Touring, por exemplo.

Outras novidades podem chegar

Para os mais curiosos (e ansiosos), a perua de grande porte Volvo V90, deu as caras discretamente no Balneário Camboriú, nos estado de Santa Catarina, no começo de abril deste ano, tudo por conta de um evento patrocinado pela Volvo. A montadora sueca não só confirmou a informação da aparição como ainda divulgou que estuda sua importação através de um pequeno lote a partir do ano que vem, já no primeiro semestre, caso haja interesse de alguns compradores.

Vamos aguardar e torcer!

Por C. B.

Volvo V60

Volvo XC60


Hyundai Creta 2018 vem com design robusto e muitos itens de série. É um carro completo e ideal para os consumidores que gostam de modernidade e conforto.

O Hyundai Creta 2018 é um carro que traz como uma grande característica a beleza. Ele possui muitos detalhes que o tornam único. Além disso, ele possui muitos itens de série que ajudam compor o lado moderno desse carro. Um ponto positivo desse carro é que ele é robusto e ideal para rodar na estrada e também na cidade. O que o usuário precisa saber é que ele dificilmente vai deixá-lo na mão. E talvez seja por esses motivos que ele será um grande sucesso de vendas, mesmo com muitos concorrentes à sua altura. Então vamos a alguns detalhes desse carro incrivelmente moderno.

Hyundai Creta 2018 tem interior sofisticado

O Hyundai Creta 2018 não é um carro moderno só por fora, ele tem seu charme na parte interna também. Ele possui muitos detalhes encantadores que dão um toque de luxo e são notáveis logo que se entra no carro. O consumidor vai encontrar na parte interna os seguintes detalhes: Multimídia com tela de 7 polegadas, bancos de couros lindos e confortáveis, sistema Android Auto que tem funções como: Google Maps e Waze que são fundamentais para ajudar o motorista quando ele estiver dirigindo entre outros detalhes.

Carro com muitos acessórios modernos

Os itens de série são muito analisados pelos consumidores na hora de pesquisar por um modelo de carro a ser comprado. E essa importância é justificada pelo simples fato que: Os itens de série são indispensáveis em qualquer carro. Eles são mais segurança aos ocupantes, conforto, beleza e modernidade. E o Hyundai Creta 2018 caprichou nesses itens, veja abaixo a maioria dos itens de série da versão de entrada:

– Alarme

– Volante com ajuste de altura e profundidade

– Direção elétrica

– Sistema multimídia com rádio AM/FM

– Rodas de liga leve aro 16

– Monitoramento de pressão dos pneus

– Banco do motorista com regulagem de altura

– Entrada USB

– Painel central com cores cinza/preto

– Ar-condicionado

– Freios ABS

– Alavanca de câmbio em couro

– Alerta do cinto de segurança dos passageiros e do motorista

– Sistema Stop & Go

Entre outros.

Veja os itens de série da versão Top de linha

– Bancos do motorista em couro e na cor marrom e com sistema de ventilação

– Retrovisores com rebatimento elétrico

– Airbags laterais e com cortinas

– Computador de bordo

– Volante com novos comandos

– Ar-condicionado digital e automático

– Câmera de rá dinâmica

Entre outros.

Detalhes externos desse carro

Agora vamos falar sobre a parte externa do Hyundai Creta 2018, que possui muitos detalhes positivos e o torna mais completo ainda. Ele é um carro grande e com padrão avantajado, possui detalhes marcantes em seu estilo sóbrio. Sua versão nova tem contornos diferentes na parte do para-choque. Além disso, ele possui uma grade diferenciada com formato hexagonal, que torna esse modelo bem moderno. Ele possui também faróis de neblina.

Vamos falar sobre o motor do Hyundai Creta 2018

As versões do Hyundai Creta 2018 possuem dois tipos de motores, ambos têm ótima potência e desempenho. E essas opções são escolhidas de acordo com a versão do carro.

A primeira opção é o motor 1.6 que é aspirado e possui câmbio manual de 6 marchas. Ele faz a 130 cv de potência máxima se abastecido com etanol. Seu torque máximo é de 16,5 kgfm.

A segunda opção de motor é o 2.0 ele possui cabeçote de alumínio e coando de válvulas variáveis. É um motor bem moderno e potente, ele faz 166 cv de potência máxima se abastecido com etanol. Seu torque máximo é de 20,5 kgfm.

Valores das versões do Hyundai Creta 2018

São sete versões desse carro e vou falar apenas três modelos e valores.

– Hyundai Creta Prestigie 2.0 AT 2018 (versão top de linha) R$99.990,00

– Hyundai Creta Pulse 1.6 MT 2018 (versão média) R$78.790,00

– Hyundai Creta Attitude 1.6 AT (PcD) 2018 (versão de entrada) R$69.990,00

Consumo médio da versão de entrada

O Hyundai Creta 2018 tem um ótimo consumo nas duas formas de combustível. Veja abaixo.

Na estrada

Ele faz 11,7 km/l com gasolina e 8,2 km/l com etanol

Na cidade

Ele faz 10,4 km/l com gasolina e 7,6 km/l com etanol

O Hyundai Creta 2018 é um carro completo e ideal para os consumidores que gostam de modernidade e conforto!

Por Cristiane Amaral

Hyundai Creta 2018


Veja aqui mais informações sobre o Recall do Toyota Corolla.

Ao saber que haverá uma convocação para recall, a primeira pergunta que se vem é exatamente o que é este recall. As empresas possuem grande importância com a segurança de seus compradores, pois isso manterá seu status de empresa preocupada e a conseqüência disso é a maior procura por seu produto por ter um título de segurança, sendo assim, após análises, quando uma empresa detecta que em algum de seus modelos feitos está contido algum problema, os carros que estão “infectados” são convocados para a correção desse problema pela montadora, no caso do Corolla, a responsável é a Toyota.

Encontrado o problema que atinge 65.963 carros que é denominado por problema de transmissão. E também o problema nos AirBags que afetam 53.635 unidades.

Os proprietários da atual geração do Corolla foram convocados nesta terça feira, dia 3 de abril de 2018, para o recall.

De maneira organizada, primeiramente a convocação será para proprietários do Corolla 1.8 que contém câmbio automático, esses terão que fazer uma reprogramação na unidade de transmissão eletrônica da CVT. As 65.963 unidades citadas por problemas na tranmissão foram fabricadas todas entre 7 de outubro de 2013 e 11 de agosto de 2017. Abaixo seguirá os intervalos alfanuméricos nãoo sequênciais dos chassis:

Os carros Corolla convocados para a revisão são:

Do Corolla GLi Automático 1.8

O Alfanumérico: 9BRBL3HE*; Os chassis serão de J0104446 até J0125110

Alfanumérico: 9BRBLWHE*; Já os Chassis vão de F0001003 até H0104445

Já para os que contém problemas na transmissão:

Toyota Corolla:

O número Alfanumérico 9BRBD48E* ; O número de Chassis: D26020000 a E2642203

O número Alfanumérico 9BRBL42E*; E os Chassis: D4759577 a E4789205

Mas pensando profundamente no que interessa um recall para os condutores de veículos ou para as montadoras. Para as empresas é de grande importância ter uma boa segurança de seus passageiros e condutores de veículos comprados porque dessa forma a sensação de segurança por parte do passageiro é a garantia de que terá um retorno econômico para sua própria empresa pois essa segurança traz para os compradores uma sensação maior de que se comprarem o produto não terão problemas para enfrentar futuramente E caso tiverem, tem confiança na empresa, que consertará os defeitos contidos.

Diferentemente da indústria, o pensamento da pessoa física é normalmente com a própria preocupação do seu bem-estar e em caso de acidente não machucar a si mesmo e em Casos de Família não pôr em risco a vida de seus entes queridos. Até porque quem arca com as consequências materiais, ou seja econômicas, de um acidente, caso comprovado que for por erro de fabricação, é a própria montadora do veículos, independente da marca, pois ela prometeu uma segurança que as vezes não ofereceu.

Segundo informações da empresa, pode haver alguma possibilidade de ocorrer um mau funcionamento da válvula solenoide da transmissão CVT, isso faz com que a unidade de controle eletrônico acenda uma luz de advertência no painel de instrumentos, isso poderá dar um limite a velocidade do carro em até 60 km/h. Diferente de alguns outros recalls onde pode ser oferecido os riscos materiais e físicos ao condutor e todos que estiverem dentro do veículo Toyota deixa claro aos seus passageiros que não vai haver a possibilidade desses danos ocorrerem por esse problema válvula solenoide. Então é um alívio para quem conduz por saber que sua vida não está em risco e que poderá confiar na marca para continuar usando seus veículos.

Gustavo Martins dos Santos


Chamado atinge veículos produzidos nos últimos três anos.

Para você entender do que se trata essa convocação da Hyundai, é necessário entender que o recall é um método usado pelas grandes montadoras de veículos, que ao saber de algum problema em seu carro produzido, convoca os portadores dos modelos “afetados” para um reparo no defeito encontrado, pois caso não aja esse concerto, a responsável por acidentes e danos no carro por defeitos é exatamente a empresa montadora.

Os chamados para este recall são os modelos que estão no título, HB20 e HB20S, sendo eles os de motor 1.0 Turbo com transmissão manual de seis marchas, a data de produção desses veículos foi de 28 de janeiro de 2016 até 5 de fevereiro de 2018, que foi o tempo que provavelmente demorou a empresa para descobrir este defeito contido no veículo do modelo citado.

O problema que se encontra nesses modelos está na sua válvula de controle de vácuo de servo do freio, sendo assim, a empresa apresenta duas soluções para o problema, e isso dependerá de qual a condição da peça, se ela não estiver danificada, a solução é mais simples, apenas será aplicado o isolador térmico no local onde pode estar o problema caso não corrigido. Diferentemente será a correção do problema se a válvula já apresentar alguma danificação, e essa medida é, a retirada e substituição da peça.

Por estar localizada em um local significativamente perto do conversor catalítico, a empresa diz que a peça poderá ser afetada de maneira que ela ressecará, mas não é um ressecamento simples, o seu problema para o motorista é que ao conduzir o veículo com defeito, poderá ser notado um barulho semelhante a um assovio no motor do carro, mas esse não é o único problema, da mesma maneira, caso estiver com defeito, o carro apresentará oscilações na marcha lenta, que também será perceptível ao condutor.

Além desses problemas citados, a empresa diz que isto afetará de outras maneiras, pois o ressecamento desta válvula pode causar um endurecimento no momento de frenagem do veículo, isso tem a ver com a exigência maior de força que deverá ser aplicada por quem conduz o carro, a falta de costume com essa exigência será ruim para o condutor, que ao não ter controle total sobre ela, poderá causar algum acidente de maior proporção afetando tanto ele quanto alguma outra pessoa que se envolva neste acidente, a empresa então teria que arcar com os gastos materiais e ficaria ruim para os dois lados, que também seria péssimo para o motorista que sofrerá um dano físico.

É de extrema importância, tanto para a empresa quanto para o funcionário, fazer esta revisão no seu veículo, para a empresa importa muito, pois para manter um nome bom no comércio é necessário que seus compradores tenham certeza de que o que estão comprando é realmente seguro para ele, pois caso não for e um acidente for causado por falha de fabricação do produto, quem deverá pagar a indenização será a empresa por não oferecer a segurança ao seu comprador.

Já ao comprador e condutor do veículo, a importância com sua própria vida o levará a fazer esta revisão, pois a intenção de comprar de uma marca de carro é por confiar em seu produto, sendo assim, o chamado para recall também mostrará para motoristas o quão a fábrica se importa com quem está conduzindo seus veículos, ao saber disso novos compradores se asseguram a comprar mais ainda, visando a importância empresarial no assunto segurança.

Gustavo Martins dos Santos


Saiba aqui como tirar a Carteira de Motorista Digital.

A Carteira Nacional De Habilitação, conhecida também como CNH, uma abreviação da mesma, é um documento obrigatório para um cidadão que deseja conduzir um veículo, seja moto, carro, ônibus ou um caminhão.

Neste documento se encontra informação indispensáveis como o RG, CPF e a foto do condutor do veículo. Entre as categorias da habilitação há especificações que restringe ou não um cidadão de conduzir um veículo. Como por exemplo, quem tem a categoria "A" na carteira, pode conduzir apenas os veículos de 2 ou 3 rodas, como moto ou triciclo. Já as pessoas que tem a categoria "B" na carteira está ciente da especificação de o veículo, mesmo que tenha uma unidade aclopada, a soma dos mesmos não deve ultrapassar de 3.500 KG (três mil e quinhentos quilogramas).

Com a rapidez da tecnologia, hoje é possível deixar os papéis um pouco de lado e usar as ferramentas disponíveis que o mercado oferece. Isso significa que a Carteira Nacional de Habilitação já está disponível pra você obtê-la no seu aparelho celular, apesar de não ser obrigatória.

Mas esta facilidade não está disponível para todas as pessoas. Há requisitos que precisam ser cumpridos, como por exemplo, é importante ter o modelo novo da carteira de habilitação, esta é mais moderna, composta de 19 itens de segurança, entre eles o mapa do Brasil impresso com tinta especial, também, no canto superior direito há um mapa do estado do cidadão e há também em baixo uma faixa holográfica.

E a partir de maio de 2018, no verso da carteira terá o código QR. Este código de barras pode ser facilmente escaneado por outro aparelho, com o objetivo de verificar se o documento digital do motorista é verdadeiro ou não.

O Detran de cada estado decidirá se o documento eletrônico será cobrado ou não e quanto vai custar.

Para conseguir este modelo de documento, o motorista precisa ir ao Detran e pessoalmente fazer um cadastro a fim de conseguir o modelo digital, daí um e-mail será enviado com um link para ser ativado o seu cadastro, assim será possível ativar o celular por meio de um portal. No aplicativo é necessário efetivar uma senha que será usada toda vez que precisar mostrar o documento.

Ao entrar no portal do Denatran, poderá bloquear o documento quando quiser ou precisar, em caso de perda ou roubo do aparelho. Mesmo que nestes períodos de bloqueio por conta do roubo ou perda você não possa usar o formato digital, o de papel continua valendo. Um, não exclue o outro e o de papel continua existindo normalmente, mesmo com a presença do formato eletrõnico.

Neste mesmo portal, o Denatran poderá fazer a ativação do seu próximo aparelho e voltar assim, a usar o formato eletrônico normalmente.

É importante manter a bateria do celular carregada para não correr o risco de receber uma multa com o valor aproximado de R$ 88,00 pela não apresentação da mesma quando for solicitada.

O aplicativo poderá ser acessado mesmo off-line. Uma curiosidade a respeito deste documento que muitos brasileiros ainda tem é com respeito ao sorriso na foto oficial. É permitido ou não? Cada órgão emissor decide as regras do documento. Então, para a Carteira Nacional de Habilitação, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) permite que a foto seja registrada com um sorriso. Portanto, desde fevereiro de 2018 já é possível todos os motoristas comparecer ao Detran para solicitar seu cadastro digital, desde que esteja dentro dos requisitos citados neste artigo e usufruir assim plenamente a tecnologia que tem facilitado a vida de milhares de pessoas.

Ingrid Santos Cortes


Confira aqui a ficha técnica e as novidades presentes no Toyota Yaris 2018.

A aposta da Toyota para concorrer na categoria do Volkswagen Polo e do Honda City será o Yaris nacional, que vem a ser lançado em maio, com custo variando entre R$ 60.000,00 e R$ 80.000,00. Em novembro, a versão sedã Yaris será apresentada somente no Salão do Automóvel de São Paulo.

Junto com o hatch, o sedã será fabricado em Sorocaba, no estado de São Paulo, a partir de uma versão evoluída da plataforma Etios, chamada de EFC (Entry Family Car).

Há quem diga que o Yaris já está rodando em testes no interior de São Paulo. No momento, o modelo só está disponível na Tailândia, em um motor 1.2 de 86 CV, com transmissão automática CVT.

Medidas

O Yaris Hatch mede 4,14 metros de comprimento, 1,73 metro de largura, 1,45 metro de altura, 2,55 metros de distância entre eixos. Além disso, seu porta-mala comporta 300 litros (que é a mesma capacidade do compartimento do hatch da Volkswagen).

Mecanismos

Na linha Yaris, a motorização prevista será a 1.8, de 16 válvulas flex, que rende até 144 cv de potência e 18,6 kgfm de torque com etanol. Tudo isso combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT (variação contínua).

Ademais, o Yaris virá equipado de uma série com controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, isofix, encosto de cadeira para todos os ocupantes, cinto de três pontos, além de 4 airbags (versões mais caras apresentarão airbags de cortina e para o joelho do motorista). A nova versão sedã do Yaris contém rodas de liga leve de 16 polegadas.

Além disso, conta com um volante multifuncional, com teclas de computador de bordo, sistema de som, piloto automático e telefonia, junto de revestimento de couro. Apresentam também os componentes clássicos, como o GPS, leitor de CD e DVD, rádio, bluetooth, câmera de ré, ar-condicionado digital e entradas USB, SD e HDMI. Também garantem que a central multimídia sensível ao toque é completa e de uso intuitivo.

Seu sistema de direção tem um ótimo nível de assistência confortável nas manobras, além de vir com peso suficiente para transmitir segurança até mesmo nas velocidades mais elevadas.

Desenho

Seu desenho apresenta um upgrade em relação ao tão comentado Etios e causa uma boa impressão à primeira vista. Ele também se assemelha bastante ao Nissan Versa.

As maçanetas têm acabamento cromado (apenas na versão mais equipada) e os retrovisores ganham um aplique preto brilhante. Apresenta luz de posição (lanterna), na forma de um filete de led, na traseira, na tampa do porta-malas e na lateral da carroceria, o que deixa o carro com um ar mais sofisticado.

No momento, o Yaris ainda não passou pelos testes de segurança, mas a Toyota assegura sua construção com ligas de altíssima resistência. Tem previsão de chegada ao Brasil em maio de 2018.

Até o momento, ainda é difícil definir um veredito final. Comparando com as grandes promessas da Volkswagen, da Fiat e da Honda, a competição fica acirrada. Portanto, é necessário esperar a estreia para declarar o vencedor.

Ficha técnica – Toyota Yaris

  • Preço estimado: entre R$ 60.000 e R$ 80.000;
  • Dimensões: comprimento: 442,5 cm, largura: 173 cm, altura: 147,5 cm, entre-eixos: 255 cm, peso: 1.470 kg, tanque: 42l, porta-malas: 473l;
  • Motor: gasolina, diant., transv., 4 cil. em linha, 1.1197 cm3, 16V, 72,2 x 72,5 mm, 11,5:1, 86 cv a 6.000 rpm, 11 mkgf a 4.000 rpm;
  • Câmbio: automático, CVT, tração dianteira;
  • Suspensão: McPherson (dianteiro), eixo de torção (traseiro);
  • Freios: disco ventilado (dianteiro), tambor (traseiro);
  • Direção: elétrica;
  • Rodas e pneus: 185/60 R15.

Aurenivia Alves Pereira


Veja aqui as primeiras fotos do novo Ford Focus 2019.

Para os fãs e admiradores do Ford Focus, o ano de 2018 promete ser de grande novidades.

Isto porque o que antes parecia segredo, agora está começando a vir a público: as primeiras imagens da nova geração da marca, batizado pela montadora como a nova linha 2019 de um novo veículo .

Para alguns sites especializados no assunto, a divulgação das imagens feitas do nova geração para um comercial em Portugal foi o suficiente para que a novidade pudesse chegar ao conhecimento dos vários consumidores que, a partir de agora, já podem deixar de especular e deverão se deleitar com as novidades da linha.

Quais as mudanças mais aparentes no novo modelo ?

Logo de cara, percebe-se pelas imagens que a nova linha adota uma estética bem mais moderna e o novo Focus atinge um estilo bem mais esportivo.

A novidade está também no desenho dos novos faróis do veículo, que ganharam uma versão bem mais pontiaguda e traços mais profundos.

É interessante notar que a Ford tentou de todas as maneiras esconder o novo design, inclusive o novo veículo já foi fotografado algumas vezes rodando pelas ruas de algumas cidades da Europa com a lataria toda decorada com vários adesivos, numa tentativa de disfarçar as linhas e tendências do novo modelo.

Todo o mistério em volta da nova linha a ser lançada, na visão de alguns especialistas, deverá trazer ao consumidor muita novidade, principalmente, na parte interior do veículo. O que se sabe é que o novo modelo será dotado de um moderno painel digital e equipamentos capazes de auxiliar o motorista durante uma viagem tanto na estrada quanto no trânsito das grandes cidades. Um dos sistemas incluem a capacidade de frenagem automática de emergência.

Qual a previsão da chegada da nova linha ao Brasil ?

Sem uma data definida para a chegada e comercialização da marca ao Brasil (Infelizmente para muitos consumidores da marca), parte do mistério sobre a nova geração do Ford Focus ainda persiste. Isto porque a montadora ainda nem sinalizou com a expectativa de quanto o novo carro vai custar.

O que ainda se pode afirmar sobre o novo modelo são alguns dados sobre o novo motor e sua performance.

Umas das grandes novidades na mecânica é a adoção de um sistema híbrido de alimentação para a sua versão RS.

Ele terá um sistema que os técnicos chamam de híbrido-leve e que dará ao novo Focus um potência que chega facilmente aos 400 Cavalos de Força. Bom para quem precisa de um carro rápido nas arrancadas.

Falando ainda em potência de motor, a versão descrita acima é capaz de atingir uma velocidade de 0 a 100 Km/h em apenas 4 segundos. Prova que a Ford não economizou em tecnologia para manter o seu modelo em pé de concorrência com modelos mais sofisticados, por exemplo, a Mercedes AMG A45 e o Audi RS3.

Mas o público brasileiro que já leu esta mesma informação por aí ou que está lendo agora, aqui vai um aviso: Esta versão não tem nem previsão de quando vai chegar por aqui.

Quem tiver o prazer de conhecer a nova linha quando ela estrear por aqui vai ter que se contentar só com a versão ST e a ST Line, desde que esta seja apresentada primeiro no grande Salão do Automóvel em Paris, previsto para abril deste ano. Portanto, os rumores falam que a possível estreia em terras brasileiras possam ser somente por volta deste mês também.

Até lá , o que se divulga por aí por fontes não oficiais ou de origem duvidosa pode ser que seja apenas boatos sobre o novo modelo.

Emmanoel Gomes


Kia resolve trazer o SUV compacto KX3 em lugar do Stonic ao Brasil.

De primeira ideia, era de se imaginar que a empresa Kia trouxesse para o Brasil o carro esperado, nomeado de Stonic, porém, por decisões da empresa, foi decidido que o carro que será trazido será o KX3, a espera do modelo Stonic chegar foi devido a sua plataforma ser usada no Rio, o que deixaria com mais facilidade sua produção no México, isso traria a aproximação do comércio brasileiro relacionado ao carro. Poré,m por fontes separadas, a empresa diz que nunca esteve no plano deles trazer o Stonic e que sua aposta será realmente no KX3.

KX3 é um crossover chinês, nele está integrado a mesma plataforma que foi usada no carro Creta, que não está ligado a Kia e sim à empresa Hyundai. Sobre a data de estreia oficial, infelizmente ainda não há nada confirmado, mas para quem está ansioso para ver o carro, é possível que em breve, em meados de novembro, ele esteja no salão do automóvel.

A possível justificativa dessa "troca" de modelos se dá ao fato de que o Stonic por ser um carro de tamanho menor, medindo 4,14 metros, adequa-se ao padrão europeu, onde são "exigidos" carros menores para a circulação. A diferença dele para o KX3 em relação ao tamanho é que o modelo escolhido tem 4,27 metros, sendo assim mais interligado aos seus concorrentes brasileiros e adequando-se ao "padrão" de tamanho da categoria.

Outro motivo que colocaria mais uma "forcinha" nessa mudança é que o Stonic possui uma tecnologia e motores um pouco mais avançado, o que causaria talvez um maior dificuldade de comercialização no Brasil, que se dá pela dificuldade econômica atual, mais um fato é sua produção no México não ser totalmente definida com certeza absoluta.

Deixando um pouco de lado o país e citanto as especificações do carro em geral, na China o KX3 é apresentado com 3 motorizações diferentes, sendo elas:

  1. As versões básicas que usam o modelo do motor do Hyundai Creta 1.6 e também a versão 2.0. Que são as versões com mais possibilidade de vinda para o Brasil, além disso, o modelo flex pode aumentar mais ainda essa possibilidade.
  2. A linha tem em seu topo o motor 1.6 turbo, que conta também com 160cv de potência, isso lhe dará mais potência e torque, que resultaria em 25,5 kgfm, sendo maior que os 19,6 kgfm do 2.0.
  3. Os modelos 1.6 e 2.0 virão provavelmente com 6 marchas, sendo elas de câmbio manual ou automático, diferenciado-se do turbo que contará com o trabalho exclusivo de dupla embreagem que tem um serviço automatizado e 7 posições.

Esperança da importadora

A importadora oficial da Kia no Brasil é o Grupo Gandini, eles esperam que 2018 seja um ano positivo e de bons trabalhos para a empresa. Esta importadora trouxe recentemente a nova geração do Picanto e sem problemas aposta em continuar a importação da mesma maneira, ainda mais se tratando de um SUV compacto de uma grande empresa.

Visual do KX3

O carro traz consigo um visual mini-sportage, sua frente possui uma grade agressiva na parte inferior ao conjunto óptico. Suas lanternas, integradas a uma traseira limpa, vêm com seu preparo totalmente em LED, que acaba dando uma visão boa de carro avançado tecnologicamente. A influência interior do carro vem novamente com uma grande inspiração que já é bem conhecida, que vem do Sportage.

Levando em consideração agora a pintura, pode ser que ela agrade muito, a empresa resolveu colocar um contraste no teto, dando uma ideia diferenciada para o SUV.

Gustavo Martins dos Santos


Veja aqui uma projeção de como pode ser o visual do novo Toyota Corolla 2020.

Sem sombra de dúvidas, este vai ser um lançamento que poderá estremecer toda a categoria dos Sedans de luxo em todo o mundo.

Para quem não sabia, o Toyota Corolla é um dos carros mais vendidos em todo o mundo e agora parece que vai continuar o seu reinado chegando à sua 12ª geração. Um verdadeiro sucesso em todo o mundo.

Embora a Toyota ainda não tenha se manifestado oficialmente, os sites especializados no mercado automotivo mundial já disparam que a montadora já trabalha em segredo para lançar no mercado, ainda este ano, a linha 2020 da marca.

As especulações giram em torno da nova plataforma adotada pela marca, a TNGA, sigla que significa a nova arquitetura global da Toyota, que deverá ser adotada para sua linha de produção ainda este ano.

Para quem quiser ter uma ideia da nova sistema de projeção dos carros da marca, basta ver o lançamento do novo Auris, um novo modelo de hatch, ainda não lançado no Brasil e que, segundo os especialistas, além de incorporar as mudanças com o novo projeto, ele poderá ter sido a fonte de inspiração para a nova linha do Corolla 2020.

Se formos bastante objetivos, podemos reproduzir o raciocínio dos que conhecem o mercado de automóveis, que afirmam que o novo Corolla é a versão do Auris em um estilo sedan.

As fontes mais especializadas no assunto afirmam ainda que o novo Corolla poderá absorver muito do lançamento Europeu, com algumas modificações necessárias mais voltadas para o gosto dos consumidores brasileiros, embora a plataforma seja a mesma.

Para quem já viu as fotos por aí, a opinião é de que o resultado ficou maravilhoso, principalmente, para quem gosta de muita sofisticação, luxo e robustez.

Embora o que seria o protótipo do novo modelo 2020 já tenha sido visto rodando em uma fase de testes, todo camuflado por adesivos nas estradas europeias, o que se sabe é que a versão 2020 deverá seguir uma tendência na adoção de motores híbridos.

E ao que tudo indica parece que a Toyota vai aproveitar o mesmo tipo de motorização do Auris para o Corolla 2020. Esperamos que ela faça também todas a adequações necessárias, levando em consideração o tamanho e peso de um sedan de luxo, com mais capacidade de passageiros para um modelo hatch, menor e mais esportivo.

Se as previsões se confirmarem, o Corolla 2020 deverá chegar ao Brasil em duas versões, a 1.8 e a 2.0, com motor do tipo hibrido mesmo. Há uma segunda versão do motor que será adotada pela marca, o 1.2 Turbo, C-HR, porém, algumas informações dão conta de que este tipo não vai ser adotado para o modelo brasileiro (Talvez, o Brasil não tenha estradas suficientemente adequadas para este tipo).

Apesar da agitação que se segue em torno do lançamento da nova versão, a Toyota ainda não se manifestou sobre quais os planos para a nova linha 2020. As únicas imagens que possivelmente possam ser do novo modelo estão por aí circulando a pleno vigor na internet, a exemplo de outros modelos esperados também como o novo Ford Focus 2018.

Quem conhece a fundo as estratégias da montadora japonesa pode afirmar que ela pode estar preparando um ambicioso plano para surpreender os seus consumidores pelo mundo afora e já pode esta trabalhando também naquela que seria também a versão 2020 do seu sedan mais famoso.

Se o mercado consumidor brasileiro ainda nem tem ideia de quando a versão 2020 vai chegar por aqui, então, com relação ao preço nem se fala. Mas quem já tem experiência pode até arriscar um palpite: o preço com toda certeza deverá ser mais caro.

Emmanoel Gomes


Confira algumas dicas de como valorizar seu carro usado no momento da venda.

Nesta matéria você receberá dicas de como valorizar seu automóvel usado. Dicas e como executá-las.

1. Cuidar bem do automóvel

  • Para este tópico, é necessário que você seja uma pessoa cuidadosa com o que é seu, isso resultará em uma boa valorização para o próximo comprador, consequentemente, maior lucro para quem vende.
  • Você pode ter esse cuidado, deixando o carro em lugares protegidos, ou seja, que não fique exposto ao sol ou chuva, pois isso pode causar um grande dano.
  • Apesar do lado de fora do carro, recomenda-se o cuidado interno, pois para a avaliação o comprador checará todo o veículo.

2. Partes customizadas podem ser removidas

  • A customização do carro, normalmente feita pelo vendedor deve ser evitada, pois as customizações vêm do gosto de cada um, sendo assim, o comprador pode não gostar do que foi customizado, perdendo valor de venda.

3. Limpeza

  • É interessante que o interior do carro seja mantido sempre limpo, pois isso da uma noção de que o dono é cuidadoso e sempre procurou deixar o veículo de forma agradável, sendo assim o comprador pode dar um grande valor pelo cuidado mantido.
  • Caso a limpeza não esteja bem feita, quem for comprar pode olhar de maneira que não foi tido o cuidado, com o olhar de desvalorização.

4. Mexer em pequenos detalhes deve ser evitado

  • Às vezes alguns detalhes de pintura, por exemplo, podem parecer expostos, porém é bom que se evite consertar pequenas coisas, pois isso mostrará a diferença entre o original e o detalhe de "conserto" feito posteriormente, o comprador pode imaginar que isso seja uma maneira de você "esconder" algo que ele não pudesse ver, e querendo ou não entra no tópico de manter a originalidade.

5. Peças e equipamentos originais

  • Manter peças e equipamentos originais aumenta bastante as chances de uma boa avaliação do seu usado, porém isso é independente da área, tudo que for mantido com equipamentos originais tendem a manter-se com o mesmo valor.
  • A garantia de peças originais é que o funcionamento será de boa qualidade sempre, e as peças poderão dar menos manutenção por não serem paralelas.

6. Chave reserva e manual são garantia

  • A chave reserva é uma das garantias também que se encaixa no tópico de cuidado e valorização, e a garantia também para o comprador que todas as chaves do carro estarão em sua posse e de mais ninguém.
  • O manual original do veículo também ajudará, pois o comprador terá onde consultar quando for preciso, e o mantimento do manual poderá ajudá-lo nessa tarefa.

7. Levar o carro para uma manutenção na pré-avaliação

  • Este tópico é de extrema importância, pois para uma venda, o vendedor deve ter noção das condições que se encontram o automóvel, desta forma, terá propriedade para dizer ao comprador essas condições, o que resultará em um interesse maior do comprador que terá conhecimento de como se encontra a compra dele.

8. Documentação do veículo

  • Ter o documento do veículo em mãos valorizará bastante sua venda, a certeza do comprador ao ver o documento e como se encontra o mesmo poderá ser uma grande fortalecida para a venda, por que é nele que estão contidas as informações sobre vencimento, os números importantes e tudo mais.

9. Consulta das lanternas e dos faróis do carro

  • Caso seu carro esteja com tudo em ordem, não se esqueça de dar uma conferida nas lanternas e nos faróis, eles podem estar com poeira por dentro, ou embaçados, é recomendável a desmontagem e limpeza desses locais, por que o carro é formado por todas as partes, então não adiantaria manter todas as outras partes em bom estado e deixar essas de lado.

Por Gustavo Martins dos Santos

Carro usado


Modelo chega ao Brasil em duas versões e custando até R$ 160 mil.

Nessa semana está sendo lançado no Brasil o novo Peugeot 5008 2018. Esbanjando potência e vigor, o 5008 vem “etiquetado” como a consolidação do seu projeto de marca, segundo a própria Peugeot. Ele chega em duas versões: Griffe e Griffe Pack, custando respectivamente R$ 154,990 e R$ 163,990. Vale lembrar que esse preço será até o final de março, passando esse período o carro vai custar cerca de quase três mil reais a mais.

O diferencial dessa belezura é que comporta espaço para transportar até 7 pessoas (já que o mesmo vem com 20 centímetros a mais de comprimento), o que torna seu espaço interior um dos maiores dentro do mercado. Os bancos são distribuídos com os dois assentos principais na primeira fileira, três fileiras na segunda e dois na terceira. Seus bancos possuem assento retrátil e espaço entre eles. A confortabilidade é clara e os bancos podem ser removidos ou acionados – da terceira fileira seja para maior confortabilidade ou para alojar mais bagagens.

Vindo para impressionar, o 5008 possui design interno e externo que chama a atenção, seja por detalhes da carroceria cromada e suas laternas de LED, seja pelo requinte do design interno em acabamentos de elementos têxteis ou pelo seu painel Soft Touch.Seu painel digital com alta resolução proporciona uma qualidade visual e gráfica muito boa, se destacando assim de outras opções do mercado.

Segurança também é o item que não poderia faltar, já que ele tem a capacidade de transportar um número maior de passageiros, pois o novo SUV na versão Griffe Pack (citado acima) conta com avançado sistema de condução de piloto automático inteligente, active safety brake, sistema de ponto cego ativo, além de airbag dianteiros, lateral e de cortina. Ele emite alerta sonoro de portas abertas quando estiver com o carro em movimento, conta com acendimento automático de suas luzes de emergência após frenagem brusca, comando centralizado de travamento de portas e porta-malas, travas elétricas de segurança para crianças em suas portas traseiras, além de outras tecnologias que oferecem grande segurança para todos os passageiros.

No quesito tecnologia ele conta, além de acendimento automático dos faróis e do limpador de para-brisas (sensor crepuscular e sensor de chuva), sensores de estacionamento, partida de motor sem chave, função Follow me home que são faróis acesos por determinado tempo até que se afaste do carro, dentre outras várias funções.

Para além da confortabilidade mencionada acima, ele possui ar condicionado automático digital “bi-zone”, saída de ar para os bancos traseiros, teto solar panorâmico, bancos de couro, massageador, luz de leitura em LED, vidros e travas elétricas, volante com regulagem, porta luva refrigerado, regulagem longitudinal e reclinável dos bancos da segunda fileira, dentre outros confortos.

Vem com multimídia touchscreen de 8” integrada ao seu painel, Google Android Auto, atalhos para a central multimídia, 6 alto-falantes, conexão Bluetooth, usb e outros. Já as cores contam com: Emerald crystal, Cinza Artense, preto perla nera e branco nacré.

O 5008 apresenta sua funcionalidade mecânica semelhante ao Peugeot 3008. Basicamente ambos modelos possuem motor e performance semelhante: 4 válvulas, 16 cilindros, motor 1.6 turbo, injeção direta com uma potência máxima cv/rpm de 165/6000, velocidade máxima de 206 km, câmbio automático com seis marchas, rodas dianteiras independentes e traseiras semi-independentes, freios dianteiros em discos ventilados, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos, gasolina comportando 56 litros em seu tanque e porta-malas com banco traseiro em posição normal de 780 litros e com bancos rebatidos de 1.940 litros de bagagem. Sua altura é de 1.64m, com 4.64m de comprimento e 1.90m de largura.

Para finalizar, a fim de conhecer melhor e com mais detalhes as inúmeras funcionalidades, agende um emotion drive e tire todas as dúvidas ao dirigir essa nova chegada do SUV Peugeot 5008. Inédito no Brasil, o novo modelo da Peugeot utiliza a mesma plataforma do Novo SUV Peugeot 3008.

HELEN COSTA GALVÃO DE BRITO


Confira aqui os primeiros detalhes sobre o novo Volkswagen Tarek.

Como se sabe, os modelos SUVs têm dominado o mundo automobilístico, engordando as vendas das montadoras. Para correr atrás do prejuízo pela falta de investimento no setor, a Volkswagem aderiu a novas estratégias para garantir o seu lugar no mercado, já que até então não havia demonstrado muito interesse no lançamento de novos modelos nesse segmento.

Sabendo disso, para o ano de 2018, a montadora alemã pretende lançar pelo menos seis novos SUVs. E nesse meio, ganhou destaque especial um compacto que já possui uma data para a estreia em território chinês. Em agosto, será lançado o modelo inédito e com a produção confirmada para a Argentina, com comercialização até 2020. E a melhor notícia de todas é que a sua distribuição será global.

Conhecido internamente pela VW como o crossover Tarek, o modelo será comercializado no Brasil de forma a competir com o sucesso de vendas da Jeep, o Compass. Sendo assim, pode-se esperar um preço superior a faixa de R$ 100 mil.

E se sua pergunta é: o que esperar desse SUV? Sua resposta será dada na seqüência. Acompanhe.

Projeção do Tarek

Apesar de ter sido divulgada a notícia pela Volkswagen sobre a novidade no mundo dos SUVs, ainda não foi feita uma apresentação oficial do carro, principalmente no que diz respeito ao visual do veículo. Porém, sabe-se que a montadora compartilhou um esboço sobre o mesmo durante uma conferência anual destinada para a imprensa. E a partir desse, os especialistas conseguiram realizar uma projeção preliminar que ilustrasse pelo menos um pouco mais sobre o Tarek, de forma a dar uma boa noção sobre o seu design.

E o resultado surpreendeu. Com uma grade frontal que impõe a sua presença, o crossover possui faróis com as dimensões compatíveis e com a mesma proporção. Para se ter uma noção, o mesmo foi concretizado pela marca com outros modelos conhecidos, como é o caso do Atlas e, mais recentemente, com a nova geração do Tiguan.

Ao que tudo indica, pouca coisa irá ser modificada do esboço em relação ao modelo real, já que essa é uma forma de manter o estilo original do para-choque. Haverá alterações, portanto, somente nas entradas de ar localizadas nas laterais, permanecendo as luzes de neblina na parte inferior do carro.

Já na traseira, não foi divulgada nenhuma imagem para a utilização como base. Sendo assim, os projetistas precisaram utilizar como inspiração as linhas usadas pela fabricante em sua produção, principalmente em se tratando do novo Tiguan.

Pegando por base os demais modelos da Volkswagen, estima-se que o projeto não deve estar fora da realidade do que nos aguarda em relação ao Tarek, já que a alemã é uma das montadoras que mais prezam e reforçam a padronização na identidade visual de uma grande maioria de seus produtos.

Muito bem equipado

Em termos de tecnologia, pode-se aguardar um carro acessível e, ao mesmo tempo, muito bem equipado. Isso porque ele virá com uma central multimídia que é comandada pelos gestos dos seus usuários.

Além disso, ainda haverá outros atrativos como: controle de cruzeiro adaptativo, painel digital Active Info Display e itens que já podem ser conferidos na nova geração do Jetta.

Em relação à plataforma, essa é a MQB, a mesma que é utilizada no Golf. Com a filosofia de ser mais barato do que o Tiguan, suas dimensões são semelhantes às do modelo sueco, com um total de 4,38 metros de comprimento no total. Na comparação com o Jeep Compass, ele medirá somente 4 cm a menos do que o concorrente.

A motorização disponível é de 1.4 TSI com 150 cv de potência, um motor que já possui produção no Brasil. Para quem busca uma versão mais potente, poderá optar pelo motor 2.0 TSI com uma potência de 200 cv. Ambas virão com com transmissão Tiptronic com seis marchas.

Kellen Kunz


Projeto de Lei pode exigir provas para Multas de Trânsito.

Entenda porque a proposta, descrita no Projeto de Lei 8377/2017, pode causar muita discussão e modificar radicalmente o CTB que conhecemos e as formas de fiscalização.

Uma nova proposta promete ampliar a discussão entre órgão reguladores das leis de trânsito e condutores. De um lado agentes de trânsito que, até o momento, têm em mãos a caneta com poder de lei. Do outro lado, motoristas que se sentem injustiçados e que alegam que as multas aplicadas fazem parte de uma grande indústria de arrecadação.

Hoje no Brasil, o agente de trânsito tem incontestável poder de aplicar punições, sempre que presenciar uma infração, não sendo preciso qualquer tipo de comprovação. Logo, o condutor flagrado em qualquer situação considerada incoerente com as regras de trânsito deve apresentar defesa e se possível provar inocência perante juízo.

No entanto, se aprovada, a nova regra promete inverter os papéis. Na prática, os agentes de trânsito é que deverão comprovar que o condutor cometeu a infração (por meio de foto, vídeo e outros aparatos tecnológicos). Ou seja, o contrário do que acontece atualmente.

O fato de os cidadãos estarem em posição inferior ao legislativo, é a tese que busca sustentar a mudança. Mas, como toda polêmica, há quem concorde e quem discorde da proposta e há bons argumentos para ambos os lados.

Há quem defenda que, se o agente estiver munido de uma prova concreta da infração, não restarão dúvidas de que houve delito, afinal de contas, contra fatos não há argumento. Mas existem muitos problemas estruturais que precisam ser levados em consideração, segundo especialistas.

Para eles, é importante ressaltar que cidades mais pobres encontrarão dificuldades em fazer valer esse novo modelo de abordagem. Isso porque com recursos precários ficará difícil equipar agentes de trânsito com os aparatos tecnológicos necessários, e com isso, haverá um aumento da impunidade.

A falta de campanhas educativas é outra barreira imposta por que se posiciona contrariamente à medida. Ninguém pode discordar que, hoje em dia, o número de multas aplicadas é desproporcional ao número de campanhas que visam reeducar o mau condutor.

Mantendo ou não as formas de fiscalização tradicionais, não podemos ignorar que já há um impasse entre condutores e agentes de trânsito. O cenário atual é preocupante e já era de se esperar que fossem apresentadas prováveis soluções.

O trânsito e a tecnologia

O uso da tecnologia, a serviço das leis de trânsito, não é nenhuma novidade. O radar com câmera, por exemplo, fotografa carros que transitam acima da velocidade permitida, não sendo necessária a presença de agente de trânsito no local da infração.

Pela internet, também é constante a circulação de vídeos em que motoristas denunciam possíveis abusos por parte de algumas autoridades de trânsito. Vale lembrar que as mídias digitais já são aceitas nos tribunais como prova. Então, se for possível atualizar, de forma global, todos os órgãos responsáveis pela fiscalização de trânsito do país, não haveria motivos para objeção.

Muitos condutores ao redor do mundo optam pela instalação de câmeras em seus veículos e mesmo não sendo obrigatório, o equipamento captura imagens de acidentes e flagra infratores, auxiliando a justiça em muitos casos.

Como já estamos acostumados com o modelo atual, só saberemos se dará certo, caso a proposta seja aprovada. Enquanto isso, só nos resta esperar que uma decisão seja tomada nos próximos dias e que se for aceita, favoreça os bons condutores e acabe com as injustiças, ao mesmo tempo em que puna o mau condutor severamente, sem que este último se utilize das brechas da lei para fugir da condenação justa e necessária.

Por: Nanny Cunha


Mudança poderia aumentar número de motoristas dirigindo com carteira vencida e com isso é cancelada.

Na última semana, no Brasil, houveram muitos acontecimentos polêmicos que passaram a virar a pauta principal de conversas de esquina de muitos brasileiros por todos os cantos do país. Um deles foram as novas mudanças para a renovação da Carteira Nacional de Habilitação, isto é , a CNH, que nesta segunda-feira, dia 19 do mês de março, foi revogada pelo atual Ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Não é novidade para ninguém que, nos últimos dias, o Conselho Nacional de Trânsito, Contran, determinou a todos os condutores que precisam renovar o licenciamento de habilitação, que tivessem que realizar além da avaliação médica e psicológica, a partir de junho deste ano, teriam que realizar novamente o curso de legislação de trânsito, bem como conseguir obter 70% de acertos em uma prova de 30 questões.

Essa decisão repercutiu em todo o território nacional e dividiu opiniões, principalmente entre autoridades e a população que seria afetada por tal medida.

Dessa forma, se por um lado as autoridades de trânsito justificavam essa decisão com o fato de que o curso de legislação não seria só mais uma mera burocracia, a qual os brasileiros já estão acostumados a enfrentar diariamente em seu cotidiano , e sim, afirmava a importância de restituir certos conceitos das regras de trânsito que, muitas vezes, são perdidos com o tempo, até mesmo por inutilidade. Além disso, foi ressaltado a necessidade de manter os condutores a par das mudanças que ocorreram no Código de Trânsito Brasileiro nos últimos anos, que a julgar pelos últimos meses, não foram poucas.

Sendo assim, a alegação principal seria de que essas medidas funcionariam como prevenção, para que os motoristas, que já são habilitados e de certa forma possuem certa experiência no trânsito e na direção, fossem conscientizados e convidados a refletirem sobre algumas atitudes de imprudência e negligência, que na maior parte das vezes, coloca a vida muitas pessoas em risco, causa acidentes gravíssimos, que resultam em vítimas fatais ou pessoas com traumas permanentes. Dessa maneira, embora os cidadãos realmente tivessem que possuir maior disponibilidade de tempo para a renovação da CNH, já que de acordo com a entrevista fornecida pelo atual presidente do Contran, o curso seria gratuito, uma vez que esse investimento do governo seria revertido no na preservação física e emocional de possíveis vítimas de trânsito.

Por outro lado,a decisão não estava sendo bem aceita pela maior parte dos brasileiros. Isso porque, a falta de sensibilidade da mídia apelativa ao divulgar informações fragmentadas para conseguir um maior retorno de repercussão , acabou por esbarrar em questões financeiras dos condutores. Isso porque, praticamente não foi esclarecido como esse processo aconteceria e nem se os condutores teriam que pagar um valor superior ao atual para conseguir renovar a CNH. No entanto, como a situação econômica do Brasil ainda é extremamente instável e crítica, a população brasileira já subentendeu que a mudança estabelecida pelo Contran iria exigir que eles tivessem que pagar um valor acima do esperado, o que gerou esse retorno tão negativo, já que, nos dias de hoje, a maior parte dos brasileiros mal conseguem suprir as suas necessidades mais básicas com os seus salários.

Em segundo plano, essa medida também foi bem recebida por esbarrar em outro quesito também muito delicado para os brasileiros, isto é, a disponibilidade de tempo, já que, boa parte dos brasileiros que têm emprego passam o dia fora e cumprem jornadas de trabalho longas e exaustivas. Dessa maneira, muitos realmente não teriam tempo e teriam que reivindicar de suas tarefas cotidianas laborais para conseguirem estar presentes nos cursos, mesmo sendo um total 10 horas, que podem corresponder a uma hora, durante cerca de dez dias.

Ana Paula Oliveira Coimbra


Resolução do Contran obriga motoristas a fazer curso para renovar CNH.

Uma mudança na lei de trânsito exigirá que motoristas ao renovarem a Carteira de Habilitação Nacional tenham que refazer a prova teórica.

É isso mesmo, a partir do mês de junho de 2018, aqueles que tiverem que concretizar a renovação da CNH devem passar por uma análise teórica das regras de trânsito, seja de forma online ou presencial, o fato é que a medida é obrigatória.

Dessa forma, além da avaliação médica, que foi exigida aos habilitados já há algum tempo, a partir de agora, é preciso que os motoristas já habilitados realizem o curso teórico de regras de trânsito, que possui uma duração de cerca de 10 horas. Sendo assim, renovar a CNH depende que o condutor preencha obrigatoriamente o banco de horas necessárias pelo CONTRAN.

O assunto passou a ser discutido desde o dia 8 do mês de março, quando a Resolução 716/18, responsável por substituir da lei que rigora neste momento, foi publicada no Diário Oficial da União.

Para quem não sabe, a renovação da CNH deve ser feita a cada 5 anos por pessoas que possuem idade inferior a 65 anos. Por outro lado, os condutores com idade superior aos 65 anos precisam fazer a renovação em período de tempo inferior, isto é, a cada 3 anos.

A nova lei tem gerado muita polêmica por todo o território brasileiro, uma vez que muitos condutores que passaram pelo curso teórico há anos atrás, afirmam que já não se lembram mais dos conteúdos que foram ensinados na época que se preparavam para tirar a primeira Carteira de Habilitação. Além disso, outros afirmam possuir uma baixa disponibilidade de tempo para conseguir dedicar-se às 10 horas de aulas que o curso propõe.

No entanto, ao que parece, há um aspecto positivo em meio a toda essa novidade que foi despejada nas faces brasileiras nos últimos dias. Isso porque, o condutor obrigado a cumprir as 10 horas exigidas pelo CONTRAN tem a possibilidade de escolher entre realizar o curso tanto a distância quanto de forma presencial ao comparecer em uma auto escola.

A notícia se espalhou de maneira muito rápida por todo o território brasileiro, acabou por levar uma onda de pânico para os atuais motoristas, uma vez que, da forma como a notícia foi veiculada por alguns jornais, bem como mal interpretada por certos leitores, houve um grande engano. Isso porque, fizeram parecer que o condutor teria que passar exatamente pelos mesmos processos de obtenção da CNH da primeira vez, o que não é o caso.

Para obter a primeira CNH, é necessário que o futuro condutor realize um curso com exatamente 45 horas de duração, com o intuito de realizar posteriormente o teste teórico. Dessa forma, para conquistar a aprovação é preciso que o candidato acerte 70% das questões da prova, ou seja, ele precisa fazer o acerto de 21 questões. A prova tem duração de no máximo 1 hora.

Percebe-se que, a partir de agora, o preço para realizar a renovação da carteira deve aumentar. Embora, ainda não tenha sido divulgadas informações a respeito desses valores, cabe ressaltar que em cada parte do país é cobrada uma taxa diferente. No entanto, agora será necessário considerar, além das despesas de costume, o curso teórico que apesar de poder ser realizado pela internet, não será disponibilizado de forma gratuita.

Ainda que a mudança na lei vigente tenha gerado muitas críticas por parte dos condutores atuais, é preciso reconhecer que esse caminho a ser percorrido para a renovação da CNH pode ser proveitoso, já que além de servir para que muitos condutores façam uma reciclagem dos seus conhecimentos, como por exemplo, os primeiros socorros que devem ser tomados pelo socorrista em caso de acidente de trânsito. O curso ainda pode servir para conscientizar aqueles que de alguma forma cometem infrações de trânsito, mas até hoje não foram pegos e principalmente, nestas aulas, os condutores aprendem não só quais são os seus deveres, como também seus direitos.

Ana Paula Oliveira Coimbra


Decreto Presidencial pode aumentar para 40% a quantidade de Etanol na Gasolina.

Está sendo esperada para os próximos dias a realização de um Decreto Presidencial. De acordo com informações extra oficiais, como parte deste decreto o presidente da república Michel Temer irá anunciar que uma alteração será realizada na composição da gasolina que é vendida no Brasil. A estimativa é de que até o ano de 2030 a quantidade de álcool de anidro presente na mistura da gasolina seja em um total de 40%.

A notícia desse aumento de álcool na gasolina foi veiculada por um jornal muito conceituado em todo o país. De acordo com o periódico, a quantidade de álcool de anidro presente em nossa gasolina é de 27%, mas com o decreto essa quantia deve subir para 40%, o que seria de forma gradativa até o ano de 2030.

Foi só o jornal publicar essa notícia no início desta semana que as polêmicas começaram. Afinal, esse aumento envolve muitos outros fatores que com certeza, de alguma forma vão influenciar na vida dos brasileiros.

A primeira questão a ser levantada refere-se ao fato de que com o aumento de etanol na gasolina, esta sairá mais cara para o consumidor brasileiro. A estimativa inicial é de que esse aumento seja em torno de R$0,06 por litro do combustível. E esse será apenas mais um aumento no valor do combustível, já que desde que uma forte crise afetou a economia do país, vários aumentos já ocorreram.

Outro ponto já discutido é uma perda que a economia do país terá com esse aumento. Pois são arrecadados por ano um total de R$ 4 bilhões de reais em tributos, onde estão incluídos o Cide, Cofins e PIS, taxas comumente cobradas desses combustíveis. Assim, esse valor deixará de ser arrecado, representando menos recursos para a economia brasileira.

E os problemas não devem parar por aí, pois com o aumento da quantidade de álcool anidro na mistura da nossa gasolina, será necessária uma quantidade maior de plantação e cana de açúcar.

Dados recentes apontam que a quantidade da plantação de cana-de açúcar exclusiva para a produção de combustíveis é de 55%, sendo que a partir deste decreto essa quantidade deverá subir passando dos 60%, o que pode significar que falte etanol para o consumidor nos postos de combustíveis. Ou talvez essa ausência do combustível possa elevar o seu valor para o consumidor brasileiro.

Enfim, esse assunto nem ao menos foi divulgado pelo governo e sua repercussão já é bastante grande.

O que a maioria das pessoas não sabe é que se realmente esse decreto do aumento de álcool na gasolina acontecer, ele surge em resposta a uma questão que vem sendo levantada há muito tempo por ambientalistas. Estamos falando da emissão de poluentes na atmosfera, sendo os piores aqueles que são originários do petróleo, como é o caso da gasolina. Acrescentando mais álcool à essa mistura, menos poluentes serão lançados e o mundo todo ganha. Mas, infelizmente, se adequar a essa situação pode ter seus custos.

Mas nada está confirmado até o momento, há quem diga que o decreto que o presidente irá fazer não envolve essa questão e sim outras de ordens diferentes que foram previamente discutidas no mês de dezembro de 2017. Além disso, informações do Congresso apontam que quando esse assunto foi colocado em pauta, mal chegou a tramitar, sendo excluído pelos congressistas.

Enfim, este é um assunto na realidade bastante polêmico, porém, se não for abordado agora, mais cedo ou mais tarde terá que ser feito, uma vez que já existe uma regulamentação que pertence a um programa de biocombustíveis que determina que algo seja feito para que haja uma redução na emissão de poluentes na atmosfera.

Nesse sentido, temos que aguardar pelo decreto do presidente.

Sirlene Montes


Chamado atinge os modelos Fiat Palio, Uno, Idea, Punto, Siena e Strada.

Se você é proprietário de um veículo da marca Fiat, recém-comprado em uma concessionária, fique atento às informações deste artigo, pois a Fiat acaba de anunciar um novo Recall e dessa vez são 10 modelos que foram convocados.

Quem compra um carro novo não espera tão cedo passar por quaisquer tipos de problemas com o novo possante. Afinal, está tudo tão novo que só depois de muitos quilômetros rodados que um reparo é realmente necessário. Além disso, na maioria dos casos que se compra um carro zero as próprias concessionárias oferecem manutenções rotineiras, geralmente para depois que o carro atinja uma determinada quilometragem, somente para garantir se está tudo bem, pois isso faz parte da garantia do veículo.

Porém, quando a montadora descobre que algum de seus modelos saiu de fábrica já com um defeito, é necessário que um recall seja realizado. É isso mesmo, assim que é confirmada a existência de um defeito em um modelo, a marca tem que imediatamente convocar os proprietários a apresentarem esses veículos para passarem por um reparo.

Não é a primeira vez que a Fiat anuncia um recall, mas dessa vez são 10 modelos que estão convocados para a vistoria. A soma total de unidades passa de 15 mil veículos.

Mas, segundo a marca, está tudo sobre controle. O recall foi anunciado no dia 09 deste mês de março, última sexta-feira, e a partir da próxima segunda, dia 12, os agendamentos e reparos já começam a ser realizados.

Os dez modelos envolvidos no recall possuem como ano de fabricação 2016/2017 e possuem chassis não sequenciais. Confira abaixo os modelos e os últimos seis dígitos de seus respectivos chassis:

  • Idea 1.4 – 286655 a 287019;
  • Palio Fire 1.0 – 585667 a 605940;
  • Uno 1.0 e 1.4 – 75664 a 771071;
  • Punto – 342058 a 348260;
  • Novo Palio – 16344 a 297737;
  • Siena 1.4 – 063979 a 065020;
  • Fiorino 1.4 – 058971 a 080249;
  • Palio Weekend 1.4 – 089496 a 098502;
  • Strada 1.4 – 083657 a 123494;
  • Grand Siena 1.4 – 300812 a 337173;

Se você verificou que seu carro faz parte dessa lista, a recomendação é que você ligue para uma das concessionárias Fiat e agende um horário para que o reparo possa ser feito.

Os proprietários não têm que pagar nada pelo reparo e nem existe um tempo determinado, com uma data limite para apresentar seu veículo. Mas, por questões de segurança, é recomendável que isso seja feito o mais rápido possível.

A marca informou que não existe até o momento nenhum registro de colisão ou acidente em decorrência desse defeito. Por isso, para que a segurança seja mantida, o reparo realmente tem que ser realizado.

O defeito que esses modelos possuem está em seu alternador, que possui uma falha que pode fazer com que o motor funcione de forma irregular e em casos mais graves pode até ocasionar o seu desligamento repentino, comprometendo assim a dirigibilidade do veículo e colocando em risco a integridade física e a vida de seus ocupantes e terceiros, o que é muito pior que os danos materiais.

Desse modo, os proprietários de veículos que foram convocados para vistoria devem estar atentos ao mínimo sinal de algo diferente. Os especialistas da Fiat informam que essa falha pode ser observada por meio da luz espia da bateria no quadro de instrumentos. Pois bem, se ela acender é sinal que o alternador está falhando e a recomendação principal é que a concessionária seja imediatamente informada. Neste caso nem é recomendável que esse carro seja dirigido. Comunique o problema e assim a loja mandará removê-lo para a devida reparação.

A FIAT informa que o reparo realizado não custará nada para seus proprietários, mas pede que todos não deixem de apresentar seus veículos, pois envolve questões de segurança.

Para maiores informações ligue para o número 0800 707 100 ou acesse o site da Fiat.

Sirlene Montes


A intenção da Renault ao lançar o modelo Alaskan 2018 é fazer com que esta picape concorra a nível mundial com outros automóveis desta mesma classificação.

Presente na lista das principais montadoras de automóveis do mundo, a Renault sempre lança modelos para serem destaques durante o ano. E a novidade para 2018 é a Renault Alaskan. Segundo informações da montadora francesa, as unidades desta picape devem chegar nos próximos meses ao mercado nacional. Saiba agora um pouco mais sobre este automóvel e quem sabe ele não pode ser a sua próxima compra no setor automobilístico.

Primeiras informações sobre a Renault Alaskan 2018

A intenção da Renault ao lançar o modelo Alaskan 2018 é fazer com que esta picape concorra a nível mundial com outros automóveis desta mesma classificação. Para isso, a empresa francesa deve colocar à venda quatro versões do modelo.

Confira agora a lista das versões da Alaskan levando em consideração as que possuem da maior a menor tração nas rodas:

Diesel 4×4 Automática TOP.

Diesel 4×4 Automática.

Diesel 4×4 Mecânica.

Flex 4×2 Mecânica.

O design da nova Alaskan

O primeiro ponto a se falar deste automóvel é que para todas as versões que foram citadas acima o visual continua o mesmo. O que muda mesmo é só a tração nas rodas. Explicado este ponto, agora é importante falar sobre o novo visual da Renault Alaskan 2018.

Este modelo foi reformulado em seu desenho frontal. Pois, a grade frontal conta com três linhas na horizontal que estão maiores. Além disso, as linhas que fazem parte dessa grande ganharam um novo formato. O símbolo da montadora também está maior na parte frontal do carro.

Os faróis também ganharam novas dimensões, como eles estão maiores, os faróis pegam um pequeno pedaço da lateral do automóvel. A linha que faz o ligamento entre o para-brisa e o capô está mais suave. Deixando o carro mais sofisticado, mesmo que a Renault tenha apostado no visual esportivo já que se trata de uma picape.

Já para a parte traseira desta picape, a grande mudança foi quanto ao bagageiro. Este compartimento ganhou dimensões maiores. Além disso, o material usado para revestir o bagageiro também foi mudado. Dessa forma, objetos mais pesados podem ser transportados com mais facilidade.

A parte interna da Alaskan também foi adulterada. O painel está muito mais moderno, ele conta com uma tela em LCD e touchscreen. Esta tela ainda conta com funções como câmera de ré, GPS e Bluetooth. Todos os conteúdos que ali são reproduzidos contam com uma alta definição. O consumidor pode escolher entre um painel de couro ou não.

Os visores como de velocidade, quantidade de combustível e relógio apresentam cores mais vivas e mais fáceis para que o motorista faça uma leitura mais rapidamente. O porta-luvas ganhou uma reclinação e mesmo assim conta com um bom espaço interno. Já o volante foi coberto por couro e também apresenta botões para que o motorista possa controlar diferentes funções do veículo. O motorista também pode acionar os recursos do carro por meio dos botões que ficam em sua porta. Os bancos ganharam novas posições e são aquecidos. Por fim, a Renault Alaskan 2018 ainda apresenta um compartimento de airbags muito mais seguro e eficaz.

Sobre o motor da nova picape da Renault

A Renault Alaskan 2018 pode ser encontrada na versão com 190 cavalos ou 160 cavalos. Além disso, o motor deste veículo apresenta 4 cilindros. A marcha pode ser automática (sete) ou manual (seis). Uma outra vantagem deste veículo é que ele pode ser abastecido com diesel ou gasolina. Não se tem informações sobre o consumo médio da Alaskan com cada combustível.

Informações sobre o preço da Alaskan 2018

As primeiras informações sobre o preço das versões da Renault Alaskan dão conta que os valores tendem a variar entre R$ 115.000,00 e R$ 180.000,00.

Para mais informações, acesse https://www.renault.com.br.

Por Isabela Castro

Renault Alaskan 2018


Conheça aqui mais detalhes sobre a nova Yamaha Crosser 150 Z 2018.

Neste início de 2018, a Yamaha resolveu presentear a todos os usuários e fãs de motos espalhados pelo mundo todo com uma nova versão de um dos seus melhores sucessos: o novo modelo Cross 150Z 2018.

Projetada desde o início para proporcionar aos seus usuários mais força e uma performance superior em todos os terrenos, o novo modelo surge como referência superior ao modelo até então considerado o ‘top’ de linha na sua categoria, a Yamaha Cross 150.

Neste novo modelo, a fabricante resolveu mexer na nomenclatura da linha e o que antes se lia para a mesma Cross 150 passa a ser segunda após o lançamento da nova versão 2018.

Na verdade, o lançamento desse novo modelo foi projetado inteiramente a partir da atual Cross 150.

O que se sabe, segundo os sites especializados neste tipo de motocicleta, é que ela deve conservar todas as características técnicas de sua antecessora.

Neste quesito, a mesma mecânica com o motor do tipo monocilíndrico e injetado e do tipo Flex deverá ser mantido para a alegria de seus muitos usuários.

A refrigeração do tipo a ar deverá trabalhar em conjunto com um sistema de marcha de seis velocidades em modo manual.

O desempenho do motor é capaz de fazer a moto atingir até 12.4 cavalos de força dependendo do combustível utilizado. O torque é de até 1.29 Kgfm.

No aspecto externo, o novo modelo possui um para-lama dianteiro em uma posição bem mais elevada, o que proporciona uma certa segurança. Além disso, o garfo dianteiro agora é sanfonado e possui mais um reforço em sua resistência com a adição de uma peça de plástico.

As novas características da nova Cross Z fazem desta moto um grande sucesso em toda os tipos de terrenos, principalmente nos mais acidentados.

Uma prova disto é o aumento do diâmetro da roda dianteira que passa a ser de 21 polegadas, o que deverá agradar bastante principalmente ao praticante de off road.

Além disto, ela vem com protetores reforçados da bengala , o que juntamente com a sanfonamento dos amortecedores dianteiros oferece uma maior proteção contra a entrada de água e areia neste componente. Isto é muito útil para quem gosta de andar fora do asfalto, pois a entrada destes resíduos pode, como tempo, comprometer o desempenho destes componentes.

Ainda em relação ao seu estilo externo, a Yamaha fez questão de manter um visual mais adaptado à vida urbana. Para isto, o novo modelo traz novos desenhos em suas linhas decorativas, o que a deixou muito mais atraente em relação à sua antecessora.

Uma prova disto é o desenho do novo farol, que mantém a mesma semelhança com o anterior, porém, montado em uma plataforma em forma de bico de pato ( para-lama dianteiro).

Para os usuários que se ligam em cores, o nova Z 150 já está disponível nas cores Azul ( do tipo Competition Blue) e Bege (com detalhes em vermelho e preto) para o modelo Dakkar.

Com relação ao preço, os consumidores que não conseguem resistir a uma novidade e que gostam de ir preparando os bolsos, a nova Z 150 deverá custar em torno de R$ 11.500,00, quase R$ 200,00 a mais que a anterior e a de versão mais simples, a Cross 150.

Talvez esta diferença possa pesar na hora da compra, mas a longo prazo, os consumidores terão o prazer de pilotar um modelo bem mais econômico e com itens que poderão garantir tanto um melhor desempenho e uma alta performance em todos os terrenos, quanto uma maior segurança para o próprio piloto.

Se você se interessou, então corra para a concessionária mais próxima de sua casa e marque um teste com o novo modelo.

Emmanoel Gomes


Modelo já está à venda na Argentina por R$ 53 mil.

Neste início de 2018, para quem gosta de novidades no mercado de carros brasileiros, já deve ter sido ‘presentado’ com a notícia de que um dos sucessos de vendas da Fiat, o sedan Siena, entrou agora no seu último ano de fabricação.

Considerado como um dos carros mais vendidos da montadora italiana no ano de 2015, o Siena dará lugar ao seu sucessor que já é um sucesso de vendas na nossa vizinha Argentina, com o nome de Argo.

Cronos: O novo Sedan da Fiat concebido a partir do Argo argentino

Mas para quem pensa que o novo modelo que está previsto para chegar em terras brasileiras no final do mês de Carnaval é exclusividade brasileira, está redondamente enganado.

Por uma questão de necessidade em virtude dos avanços tecnológicos que o mercado automobilístico exige, a Fiat viu a necessidade de atualizar a plataforma de fabricação do seu Sedan de maior sucesso no mercado brasileiro.

Ao contrário do Fiat Linea, outro modelo de Sedan na categoria Luxo que não deu certo por aqui e que vai ser aposentado definitivamente neste ano, a montadora resolveu apostar no sucesso do Siena e resolveu ressuscitar o seu antigo prestígio.

Apesar da empresa negar que o novo Cronos seja uma reedição mais atualizada do Siena, a impressão que se tem é que o novo carro foi feito a partir da mesma plataforma.

Para os especialistas e consumidores mais observadores e detalhistas, é possível verificar pelas fotos divulgadas do novo Cronos vários detalhes comuns do antigo Siena.

Um exemplo disto são os modelos e o formato das portas. Se você comparar os dois carros, parece que elas foram retiradas de um e colocadas no outro.

A necessidade de ‘ atualizar’ o novo modelo veio não só em virtude de se estar por dentro das mudanças na tecnologia dos carros, mas também por um questão de concorrência.

É certo que a Fiat ainda tenta emplacar no mercado de Sedan de luxo, mesmo depois do fracasso do Linea, mas também ela tenta vencer a concorrência das outras marcas em terras brasileiras.

Neste espinhoso mercado, as ‘pedras’ no sapato da marca italiana para 2018 são a poderosa Volkswagen, com seu novo Virtus, e a Toyota, com seu novo Yaris, com previsão de chegada nas concessionárias a partir do último trimestre deste ano. Todas elas são unânimes em tentar forçar uma liderança de vendas no mercado dos sedans brasileiros. A Fiat então teve que correr contra o tempo para não ficar de fora desta briga.

A solução foi então exportar o novo Cronos feito a partir do Argo, um hatch de sucesso vendido exclusivamente na Argentina. A Fiat então aproveitou o estilo do Siena e uniu com a avançada plataforma do modelo argentino, rebatizando-o de Cronos.

Por enquanto, quem quiser ter o novo Sedan da Fiat na sua garagem vai ter que se contentar com os veículos que virão, via importação, da Argentina.

A montadora ainda faz um pouco de mistério em relação ao seu lançamento oficial, que deverá ocorrer no próximo dia 21 de fevereiro.

O preço oficial ainda não foi divulgado, mas sabe-se que o Cronos já é vendido em terras argentinas a partir de R$ 53.380,00.

Os modelos que estarão em breve nas concessionárias brasileiras deverão ser em duas versões: a com o motor 1.3 MT e outra com motor do tipo 1.8 MT, ambas com opções de câmbio automático e manual. Somente na Argentina é que o novo Sedan deverá ser vendido com motor 1.3 e outra versão de câmbio automático do tipo GSR.

Se você está ansioso para conferir o novo modelo, então vamos aguardar até o próximo dia 21 para agendar um test drive e tirar as nossas própria conclusões sobre o novo lançamento.

Emmanoel Gomes


Modelo possui características bem marcantes, sendo a predominância de linha bem mais arredondada e um porta-malas bastante grande, o que pode ser um grande atrativo na hora da compra.

Para os admiradores de fã da marca Volkswagen, o início de 2018 promete ser de grandes novidades para o mercado de automóveis no Brasil.

Tudo isso por que a montadora resolveu mais uma vez sair na frente com novidades e não quis economizar quando o assunto é a concorridíssima categoria dos automóveis do tipo Sedan no Brasil.

Desta vez, a marca alemã que é uma das grandes referências no país, traz para o público brasileiro o seu mais novo lançamento, o Sedan Virtus.

Após a sua apresentação feita em São Paulo num evento promovido pela montadora ainda em 2017, o novo Virtus deverá chegar às concessionárias em todo o país no começo de 2018.

Os consumidores brasileiros que ainda não conhecem o novo modelo deverão ter uma grande surpresa, principalmente, para quem já é usuário do Sedan Polo da mesma montadora, pois o novo Virtus foi criado com alguns dos componentes que lembram o primeiro.

Uma das duas características mais marcantes é a predominância de linha bem mais arredondada e um porta-malas bastante grande, o que pode ser um grande atrativo na hora da compra.

Desta vez, a Volkswagen resolveu investir num modelo único tanto para a versão hatch quanto na versão sedan e apenas pegou a dianteira da primeira e lançou na mesma plataforma a versão mais sofisticada e maia alongada no estilo Sedan.

Para o novo modelo, a empresa resolveu investir em detalhes exclusivos como um novo conjunto de faróis, novos vincos bem mais arredondados e um capô exclusivo com um novo desenho bem mais alongado.

Além desses itens, os faróis apresentam um estilo diferente com extremidades mais alongadas e o para-choque integra um conjunto da carroceria que traz uma imponência maior ao veículo e com muito mais sofisticação.

Para quem gosta de acompanhar a evolução dos automóveis da linha Volkswagen, o novo Virtus lembra muito um dos grandes sucessos da montadora na Europa, o Jetta.

Com relação à mecânica, o novo modelo vem com dois tipos de configuração: um motor 1.6 MSI com 117 cavalos de força e uma versão 1.0, também chamada de 200 TSI com 128 cavalos de força.

Para ambas as versões, o câmbio é automático do tipo Tiptronic com seis marchas.

Com relação ao consumo, embora a montadora ainda não tenha divulgado números, sabe-se que ela investiu pesado em tecnologia para que o novo modelo possa concorrer com os outros veículos do mesmo tipo e que já se encontram no mercado.

A intenção é que o novo Virtus possa concorrer com modelos como o Honda City, o Fiat Cronos, o Cobalt e o Toyota Yaris.

As primeiras fotos feitas do novo modelo que em breve deverá estar rodando nas ruas deste país chamam a atenção tanto pela sofisticação quanto pelo estilo bem requintado.

Uma das intenções da Volkswagen é que, apesar de ser considerado um modelo Sedan do tipo grande, o novo Virtus possa se destacar pela sua performance. Conforme divulgado pela marca, o automóvel é capaz de ir de 0 a 100 km em pouco menos de 10 segundos.

Além do seu desempenho e da mecânica, o novo Sedan traz outros itens para os consumidores como o controle eletrônico de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico do seu diferencial e monitoramento eletrônico dos pneus.

Uma das características do novo Virtus é o seu amplo espaço interno, o que traz um certo conforto tanto para passageiros quanto para motoristas.

Como itens de série, ele traz sistema GPS de navegação, painel central de navegação, sensores de aproximação e sistema multimídia com tela do tipo touchscreen de oito polegadas.

Com relação ao preço do novo modelo, a Volkswagen ainda não divulgou o preço oficial, mas os especialistas já fizeram os cálculos com base em outros modelos equivalentes de série e o veículo deverá ficar na faixa dos R$ 60.000,00 a R$ 80.000,00 para a versão mais completa.

Por Emmanoel Gomes

Volkswagen Virtus 2018


Nova linha vem mais espaçosa e com itens digitais, aliando conforto e modernidade.

Você já conhece o Novo Polo 2018? Pois confira agora todos os detalhes deste super lançamento que a Volkswagen preparou para você no ano de 2018.

Quem já conhece o Polo da Volkswagen sabe que ele é um super carro da marca. Mas para o ano de 2018 sua montadora preparou muitas novidades que com certeza vão agradar a muitos consumidores e conquistar ainda mais clientes.

Para começar encontramos um modelo com mais espaço, o que significa mais comodidade a seus passageiros. E para completar o porta-malas também foi aumentado em cerca de 25%, oferecendo capacidade para 351 litros.

A principal novidade está nos instrumentos digitais, uma vez que ele é o primeiro Polo a vir com este tipo de equipamento. Além disso, ainda temos muitas inovações técnicas como faróis em LED, detecção de ponto cego e assistência frontal. Seu LED e ACC são os mesmos do modelo Golf.

Conhecendo um pouco de sua ficha técnica, temos um veículo aumentado em suas dimensões, comportando confortavelmente 5 pessoas. Seu tanque possui capacidade para 52 litros de combustível e seu porta-malas 351.

Em termos de motorização temos um motor de 1.0, com alimentação por meio de injeção multiponto. Abastecido com etanol o veículo oferece uma potência de 84 cavalos, com capacidade máxima de torque de 10,4 Kgfm, chegando à velocidade máxima de 170 km por hora.

Em relação à média de consumo do VW Polo 2018, o Inmetro ainda não divulgou os números deste lançamento de 2018, pois ainda se encontra trabalhando em testes para informar bem aos interessados. Contudo a fabricante afirma que este modelo foi planejado para oferecer muita economia. Resta aguardar a divulgação dos números oficiais do Inmetro.

Como os itens de série são determinantes para o consumidor na hora de fechar a compra, a Volkswagen não poupou investimentos nessa questão. Por isso, confira a lista de itens de série do lançamento:

§ Ar-condicionado;

§ Freio multi-colisão;

§ 4 Airbags;

§ Porta traseira abertura vertical;

§ Luzes tipo LED luzes laterais;

§ Sensor de colisão monitoramento do motorista;

§ Limitador de velocidade;

§ Distribuição eletrônica de frenagem EBD;

§ Dois freios à disco com dois discos ventilados.

§ Bluetooth inclui telefone e também inclui transmissão de música;

§ Luz de leitura dianteira;

§ Limpador do para-brisa;

§ Chave / cartão inteligente manual;

§ Preparação isofix;

§ Sistema de freios ABS;

§ Para-choques dianteiros e traseiros;

§ Espelho de cortesia iluminado para motorista e passageiro;

§ Entre outros.

Como podemos ver o Novo Polo VW 2018 possui interessantes itens de série, todos bem modernos e de muita tecnologia. Tudo para oferecer aos seus ocupantes o que há de melhor.

Se você gostou do novo VW Polo e está curioso em relação aos seus valores, já sabemos que eles devem variar de versão para versão. Partindo do valor de R$49.990 e chegando ao valor de R$69.190.

A versão de entrada que é o Polo 1.0 MPI deve sair por R$49.900 e mesmo sendo a versão de entrada possui muitos itens de série como ar-condicionado, vidros elétricos em todas as portas, direção elétrica e outros.

Quem desejar mais itens pode contar com duas opções de pacotes, sendo a primeira composta por controles de tração e estabilidade, um computador de bordo bem mais completo, além de bloqueio eletrônico do diferencial. Por sua vez o segundo pacote vem com central multimídia e volante multifuncional saindo a partir de R$2.600.

Veja abaixo as versões do Novo VW Polo 2018, assim como seus respectivos preços:

– VW Polo MPI 2018 – R$ 49.990;

– VW Polo MSI 2018 – R$ 54.990;

– VW Polo Comfortline TSI 2018 – R$ 65.190;

– VW Polo Highline TSI 2018 – R$ 69.190.

Por Sirlene Montes

Volkswagen Polo 2018


O Fiat Argo é um modelo próprio para quem procura beleza, potência e segurança, com um preço bastante acessível.

Quer conhecer o novo lançamento da Fiat que com certeza vai ser um sucesso em 2018? Conheça então o Novo Fiat Argo, que chega com grandes novidades para se tornar um líder de vendas da sua categoria.

O Novo Argo de 2018 foi desenvolvido pela marca para substituir o Novo Palio em suas versões que custam mais caro e também para substituir o Fiat Punto, cuja fabricação já foi encerrada no início de 2017.

O Fiat Argo é um modelo próprio para quem procura beleza, potência e segurança, com um preço bastante acessível.

O Novo Argo foi produzido com base na mesma plataforma do Fiat Tipo que teve seu lançamento em países da Europa no ano passado e que já se tornou um grande sucesso. Para o lançamento deste ano a Ford caprichou bastante para que o modelo se colocasse no mesmo nível de modelos concorrentes como o Prisma da Chevrolet e HB20S da Hyundai, dois fenômenos de vendas.

O Novo Argo chega ao Brasil com a classificação de Hatch Premium, sendo o mais completo da categoria a qual pertence no mercado. Com esse título a Fiat já procura causar uma boa impressão em seus consumidores e despertar o interesse de novos clientes.

O design do Argo 2018 é bem esportivo, mas sem deixar de ser dinâmico, o que o torna um carro visualmente atraente. E as novidades não param por aí, pois no interior do veículo encontramos muita tecnologia e refinamento em todos os detalhes. Com a cabine produzida em medidas maiores, os ocupantes encontrarão muito mais conforto. Nesse quesito de espaço maior, o Argo sai na frente de seus concorrentes, o que já é uma grande vantagem.

Quando falamos em lançamentos automobilísticos as pessoas sempre se interessam em saber quais são os itens de série que o lançamento oferece. Se esta também é sua curiosidade, conheça abaixo alguns deles:

– Encosto para cabeça em todos os bancos;

– Freios ABS;

– Controle de tração;

– Sensores de auxílio de estacionamento traseiro;

– Desembaçador de vidro traseiro;

– Cinto de três pontos em todos os assentos;

– Faróis de neblina;

– Alarme de antifurto;

– Sistema para monitoramento da pressão dos pneus;

– Airbags nos bancos da frente;

– Travamento central de todas as portas;

– Lavador e limpador do vidro traseiro;

– Assistente de partida em rampas;

– Controle de estabilidade;

– Faróis com refletores duplos.

O Novo Fiat Argo 2018 também oferece aos seus clientes opções de kits, com os itens seguintes:

– Sistema de Rádio;

– Rodas de liga leve;

– Volante multifuncional;

– Conexão USB;

– Sistema Conta giros;

– Termômetro para a água do motor;

– Indicador de temperatura externa;

– Sistema Bluetooth;

– Sistema start-stop;

– Ajuste para altura do volante;

– Luz no porta-malas e também no porta-luvas;

– Direção assistida;

– Abertura na parte interna do tanque de combustível;

– Limpador de para-brisas automático;

– E outros.

É importante que antes de realizar a compra o cliente conheça todas as versões do Fiat Argo 2018 e assim escolher aquela que possua itens de seu interesse.

E por falar em versões, veja abaixo:

– Fiat Argo Drive 1.3 2018;

– Fiat Argo Drive 1.3 GSR 2018;

– Fiat Argo Precision 1.8 2018;

– Fiat Argo Precision 1.8 AT6 2018;

– Fiat Argo HGT 1.8 2018;

– Fiat Argo HGT 1.8 AT6.

Confira abaixo as sugestões de preços do Novo Fiat Argo do ano de 2018:

– Novo Argo Drive 1.0 2018: Saindo por R$ 46.800;

– Novo Argo Drive 1.3 2018: Saindo por R$ 53.900;

– Novo Argo Drive 1.3 GSR 2018: Saindo por R$ 58.900;

– Novo Argo Precision 1.8 2018: Saindo por R$ 61.800;

– Novo Argo Precision 1.8 AT6 2018 : Saindo por R$ 67.800;

– Novo Argo HGT 1.8 2018: Saindo por R$ 64.600;

– Novo Argo HGT 1.8 AT6 2018: Saindo por R$ 70.600.

Por Sirlene Montes

Fiat Argo 2018


Medida ainda está sendo analisada pelo Senado Federal.

Entrou em discussão nos últimos dias um projeto de lei que garante, a todos os motoristas que dirigem de forma responsável e consciente, um desconto sobre o valor do DPVAT.

É certo afirmar que essa proposta ainda está sendo analisada pelo Senado Federal. No entanto, sabe-se que, caso seja aprovada, será necessário alterar o modo como é realizado o cálculo para atribuir valor ao DPVAT, já que, uma vez que a decisão seja realmente tomada, é preciso averiguar a situação do motorista no DETRAN, isto é, analisar seu histórico e identificar se há antecedentes de multas e outras penalidades cometidas no trânsito.

Não é novidade nenhuma para motoristas e donos de veículos que no início de todo ano começam a ser cobrados impostos relacionados ao uso de automóveis. Uma dessas taxas que são cobradas regularmente, a cada ano, é o DPVAT. Para quem não sabe, o DPVAT é a abreviação de Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, isto é, caso aconteça um acidente em algumas das vias e estradas federais, que envolvam veículos de diferentes categorias, assim como passageiros e pedestres, o Governo Federal precisa agir de acordo com a lei e, dessa forma, indenizar as vítimas para que possam custear despesas hospitalares como remédios, consultas, entre outros gastos. Além disso, caso haja vítimas fatais, o Estado também tem a obrigação de indenizar os familiares das vítimas.

Sendo assim, parece óbvio a necessidade de estar com essa documentação em dia, já que, de certa forma, ela garante a segurança de motoristas, passageiros e até mesmo transeuntes. No entanto, sabe-se que o valor do DPVAT pode variar de acordo com o veículo, bem como o número de passageiros que pode ele transportar em cada viajem. Sendo assim, nesse início de 2018, a taxa ser paga por donos de carros diminui se comparada ao ano anterior. Entretanto, o valor para motos teve um pequeno aumento. Com isso, todos os anos, os donos desses veículos precisam preocupar-se em pagar tanto o DPVAT quanto o IPVA.

Vale ressaltar ainda que o DPVAT sempre é quitado junto com o IPVA. Caso este seja parcelado, o valor do DPVAT é incluído na primeira das três parcelas.

Contudo, de acordo com informações fornecidas na Rádio Senado, há um projeto a caminho de ser analisado no Senado e que possui um intuito muito sério de dar descontos para aqueles que não receberam altas multas, seja por infrações do tipo grave ou gravíssima. O benefício também pode atingir àqueles que nunca estiveram envolvidos em acidentes. Até o momento, o objetivo é que haja uma variação nos descontos que pode chegar entre 25% a 100%, isto é, de acordo com o histórico do motorista proprietário do veículo.

Por outro lado, aqueles que possuem em seu histórico de habilitação multas e infrações graves e que, dessa forma, já colocaram outras vidas em risco, podem correr o risco de pagarem um valor muito acima do esperado.

No momento, essa proposta está sendo analisada pela CEA, Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, mas assim que derem um parecer sobre o assunto e caso seja aprovada, deve ser encaminhada imediatamente para a Câmara dos Deputados, onde pode ser analisada e julgada.

Parece que, até o presente momento, essa proposta foi muito bem recebida pela população em geral. Isso porque, se aprovada, a mudança pode significar mais justiça entre os proprietários dos veículos. Isso porque, além de servir como punição para que aqueles que possuem o costume e acham normal cometer infrações no trânsito, ao mesmo tempo serve como estímulo, para que possam repensar em suas condutas e até mesmo conseguir economizar.

Ana Paula Oliveira Coimbra


Modelo traz diversas versões e itens. Confira as características.

A linha Toyota Hilux e SW4 2018 é apaixonante. Está recheada de novidades e promete tomar o gosto de quem ainda não tem uma Hilux ou quer trocar por um modelo mais atual. Um dos atrativos para este tipo de automóvel é relacionado aos preços da categoria que variam entreR$ 108.990 e R$ 193.270 na Hilux 2018, já da SW4 vão de R$ 152.090 a R$ 252.790. Ficou curioso? Então confira tudo sobre a nova linha e corra para adquirir o seu.

Linha Toyota Hilux 2018

Uma grande novidade é a inédita Challenge substituindo SR turbodiesel que não está mais no catálogo. E é esta versão que vamos apresentar primeiro. Com motor turbodiesel de 2,8; rps 3400; tração 4×4 apresenta rodas liga leve com 17 polegadas na tonalidade preta. O modelo ainda conta com grades pretas, design interior com detalhes pretos e vermelhos, protetor de para-choques, há central multimídia toucheescren, câmera de ré, blueetooth, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo e disponível nas cores Vermelho Metálico e Branco Polar. E o preço? Imperdível! Recomendado em R$ 161.990.

Dentro da linha a SR 4×2 também apresenta novidades que valem a pena destacar. Com motor sob o capô de 2.7 e 163 cavalos. Com 5.000 rotações por minuto e 25 kgfm com 4.000 rotações por minuto. Câmbio de 5 marchas. Apresenta também banco com ajuste para altura, computador de bordo, ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de liga leve em 17 polegadas, bluetooth, USB, faróis de neblina. A opção mais em conta sai por R$ 108.990.

SW4 2018

A novidade é em relação ao SR 4×2. Com motor 2.7, 163 cv e câmbio de 6 marchas – automático. Quanto aos equipamentos a lista é grande: Ar-condicionado automático, central de multimídia touchscreen em 7 polegadas, volante ajustável – altura e profundidade, assentos luxuosos em couro, computador de bordo, airbags laterais, acabamento do painel em madeira, paddle shifts – trocas manuais da marcha e câmera de ré. Este modelo está tabelado em R$ 178.990.

O que foi apresentado até o momento se trata de versões destinadas ao público em geral. Contudo, há outras duas versões, estas são para vendas diretas. A Hilux Diesel de 4×4 Narrow, possui cabine dupla e está tabelada em R$ 153.780. A versão automática da SW4 SR diesel de 4×4 para 5 lugares com valor de R$ 228.320.

Veja a tabela com todas as versões e modelos tabelados de acordo com o preço sugerido para o mercado.

Modelos e Preços Hilux 2018

– SR M/T 4×4 Dupla Canine, FLEX: R$ 108.990

– SR A/T 4×2 Dupla Canine, FLEX: R$ 115.000

– Chassi M/T 4×4 diesel Simples Cabine: R$ 119.550

– Cabine M/T 4×4 diesel: 123.520

– SRV A/T 4×2 Dupla Cabine, FLEX: R$ 124.380

– SRV A/T 4×4 Dupla Cabine, FLEX: R$ 135.090

– STD M/T 4×4 Dupla Cabine, Narrow, DIESEL: R$ 135.780

– STD M/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 136.280

– SR Challenge A/T 4×4 Dupla Cabine, DIESEL: R$ 161.990

– SRV A/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 171.260

– SRX A/T Dupla Cabine, DIESEL: R$ 193.270

Modelos e Preços SW4 2018

– SR M/T 4×2, 5 assentos, FLEX: R$ 152.090

– SR A/T 4×2, 5 assentos, FLEX: R$ 165.640

– SR A/T 4×2, 7 assentos, FLEX: R$ 171.140

– SRV A/T 4×2, 7 assentos, FLEX: R$ 178.990

– SR A/T 4×4, 5 assentos, DIESEL: R$ 228.320

– SRX A/T 4×4, 5 assentos, DIESEL: R$ 247.160

– SR A/T 4×4, 7 assentos, FLEX: R$ 252.790

Agora que você já está por dentro de todos os modelos, equipamentos e preços é hora de adquirir um Toyota desta linha fantástica. Há versões para todos os gostos.

Por Mateus Aparecido de Faria

Toyota Hilux 2018


Veja aqui todos os detalhes sobre o Peugeot 3008 2018.

Você já conhece o Novo Peugeot 3008 do ano de 2018? Se a sua resposta for não, continue lendo este artigo e saiba tudo sobre a segunda geração deste crossover de porte médio que promete surpreender muitos consumidores.

No veículo de lançamento da Peugeot de 2018, da linha 3008, a fabricante apresenta um carro com um visual de utilitário com características mais esportivas. Diferentemente da sua versão anterior, do ano de 2017 o Novo Peugeot 3008 não possui as suas mesmas características de minivan.

A Peugeot investiu forte nesta geração para enfrentar seus concorrentes que são o Hyundai ix35, Jeep Compass e o Kia Sportage. Para isso o possante chega com linhas mais ousadas e agressivas.

Em termos de visual, o 3008 da Peugeot chega com um estilo diferenciado da sua geração anterior. A carroceria possui uma parte com faróis que apresentam um recorte com traços de modernidade, apresentando filetes em alumínio e uma moldura toda cromada.

São detalhes que colocam em destaque o logotipo localizado bem na parte do centro. Já o capô e também o para choque possuem linhas em definição maior e até mesmo tomadas de ar.

Na sua parte lateral temos marcantes vincos. Além disso, os retrovisores, assim como o teto, possuem pintura com uma boa definição.

Se visto pela parte de trás é possível observar que o teto possui um suave caimento, que se harmonizam com as lanternas horizontais que por sua vez oferecem uma excelente iluminação.

Falando do interior do veículo, encontramos traços de modernidade, a começar pelo investimento em tecnologia avançada que oferece aos seus usuários mais versatilidade e conforto, principalmente para os motoristas. O condutor do veículo pode visualizar diversas informações que possam facilitar o seu percurso.

Conheça abaixo alguns itens e equipamentos que ganham destaque no Novo Peugeot 3008:

– Acabamento interno em couro;

– Android auto;

– Amplificador de 12 canais e 515 watts;

– Bancos dianteiros com ajustes elétricos e função massagem;

– Ar-condicionado de duas zonas;

– Sistema de som premium focal Hi-Fi com 10 alto-falantes subwoofer;

– Navegação;

– Sistema multimídia com mirrorlink;

– Parâmetros do carro;

– Sistema multimídia com uma tela de oito polegadas;

– Teto solar panorâmico;

– Telefone e aplicativos móveis.

Como pode ser notado, esses detalhes fazem com que o Novo Peugeot 3008 seja um forte concorrente de sua categoria.

E para que os motoristas tenham conforto e segurança, a marca também investiu em alguns itens, sendo eles:

– Airbags frontais laterais e de cortina;

– Assistente de partida em rampas;

– Alerta de distância;

– Aviso de saída de faixa;

– Assistente de estacionamento (park assist) para vagas paralelas e perpendiculares;

– Monitoramento ativo de pontos cegos;

– Controle de cruzeiro adaptativo;

– Freio de segurança ativo;

– Detector de fadiga do motorista;

– Sistema de câmeras com visão panorâmica de 360º;

– Console de teto com luzes de leitura em LED;

– Conexão Bluetooth® para celular;

– Entre outros.

O Novo Peugeot 3008 2018 em termos de ficha técnica possui um motor 1.6. Seu porta-malas oferece capacidade máxima para 520 litros.

O modelo é equipado com motor 1.6 THP, que opera com quatro cilindros. Quando abastecido com gasolina o carro possui 165 cv de potência, com capacidade de torque de 6.000 RPM. Sua velocidade máxima é de 206 km por hora.

Como se pode ver o lançamento da Peugeot é um carro muito ágil e potente, principalmente pelo fato de que está com menos peso.

A estimativa é de que o Novo Peugeot 3008 2018 seja vendido pelo valor de R$ 135.990,00.

Enfim, diante de tantas novidades, o lançamento da Peugeot promete conquistar um público maior neste ano.

Sirlene Montes


Confira aqui as principais novidades do Peugeot Partner 2018.

Para quem precisa de um utilitário seguro e confortável, o furgão da Peugeot figura como uma das melhores opções do mercado.

Lançado em 1996 na França, chegando ao Brasil em 1999, o Partner se tornou uma boa opção para quem precisa transportar volumes médios e pequenos.

Desde seu lançamento, a montadora francesa vem fazendo reestilizações, a mais significativa foi em 2010, e atualizações em sua parte técnica, para se manter entre a principal escolha dos usuários que precisam de um modelo multiuso.

Em meio a outros furgões comercializados no mercado, feitos para atender a necessidades semelhantes, o Partner se destaca pelo aproveitamento máximo permitido pelo espaço interno, podendo carregar até 800 kg.

As travas, ganchos, caixas de roda e abertura das portas traseiras e laterais, foram projetadas para viabilizar a amplitude, podendo desta forma acomodar melhor cargas de todo tipo. A porta lateral, por exemplo, facilita a locomoção de cargas quando o carro estiver estacionado de forma que impossibilite a abertura das portas principais.

Conforto e comodidade

Não é por ser um carro voltado para o trabalho que o Partner não oferece conforto ao condutor e passageiro.

A cabine se assemelha a de um carro de passeio, possuindo uma grade que faz a divisão com o compartimento de cargas, dessa maneira o motorista tem controle sobre todos o veiculo. O condutor também pode contar com o seguintes itens para uma melhor experiência ao conduzir o Patner:

  • Direção hidráulica;

  • Ar condicionado;

  • Altura do volante com regulagem;

  • Dispositivo de bloqueio nas portas laterais;

  • Vidros traseiros dando maior visibilidade ao condutor, entre outros itens.

Performance do Patner

É muito importante verificar o desempenho de um veículo, sobretudo se o mesmo vai ser bastante utilizado para entregas de seus produtos e ser o principal responsável por movimentar seu negócio. Contudo, o que mais se preza é o dueto: desempenho x economia.

O motor FLEX 1.6 tem capacidade de levar com tranquilidade o peso limite mantendo ótima performance e com uma potência capaz de otimizar o gasto de combustível, o que não acontece com um motor de menor potencial, que certamente promove um consumo maior de combustível ao levar altas cargas.

Sobre as revisões, o Partner é campeão em economia. No site da montadora http://carros.peugeot.com.br/ é possibel ver o comparativo de custo e benefício com o seu maior concorrente na atualidade. Segundo os franceses, nas revisões de 60.000Km, o gasto do Peugeot é de R$ 2.782,93 enquanto a Fiorino produz um gasto de R$ 3.448,00.

Ficha técnica e Demais Itens

  • Motor 1.6 16V Flex,
  • Potência: 110 CV a gasolina, 113 CV com álcool
  • Torque:15,5 kgfm
  • Transmissão cinco marchas manual
  • Velocidade 164 km/h
  • Cilindrada: 1587
  • Entre-eixos: 2693
  • Largura: 1724
  • Altura:1838
  • Peso:1.219
  • Freios a disco.

Itens de série do Peugeot Partner

  • Rodas traseiras e dianteiras 14”;

  • Intermitência fixa no limpador de pára-brisa;

  • Ajuste preto nos retrovisores de porta do passageiro e condutor;

  • Escurecimento automático no retrovisor interno;

  • Direção assistida;

  • Assentos revestidos em tecido;

  • Cintos de segurança com ajuste de altura para passageiro e motorista;

  • Airbags;

  • Corrediças;

  • Assoalho coberto com borracha ou plástico;

  • Tração dianteira

  • Painel digital e analógico;

  • Porta para cargas na lateral (deslizante);

  • Frisos nas laterais;

  • Freios ABS;

  • Portas traseiras com abertura de 180°, podendo receber cargas diretamente das empilhadeiras;

  • Luz de leitura;

  • Maçanetas nas portas de carga fixadas na parte interna;

  • Tomada no console central 12v.;

  • Barra estabilizadora e suspensão independente traseira.

  • Altura do facho dos faróis com regulagem interna;

  • 4 velocidades no ar condicionado, ar quente também é uma opção;

  • Assentos reclináveis;

Valor inicial sugerido pelo fabricante: R$ 59.990,00.

FABÍOLA CUNHA S DE MORAES


Confira aqui as principais novidades do Audi A4 2018.

O modelo Audi A4 de 2018 ganhou uma nova versão denominada Ambition, que será oferecida em uma segunda versão de acabamento e também será a opção mais cara de toda a linha. O modelo possui um design que não é muito diferente da versão de entrada. A versão possui formas agressivas, faróis que vem com iluminação Full LED e tem recorte diferenciado, vem com grade Sigleframe e para-choque com uma estética mais moderna.

Nas partes laterais ele têm uma aparência mais clean, e o vinco posicionado acima das maçanetas é o item mais marcante no visual do veículo. Exibe ainda um conjunto de três janelas, que possuem molduras em alumínio e retrovisores com repetidores de seta.

Na parte traseira tem as lanternas em LED e para-choque com detalhe inferior na cor preta. O modelo tem também rodas de liga-leve com 18” de diâmetro.

O interior do modelo vem com bom acabamento, misturando materiais de couro e alumínio. A parte interna possui uma série de equipamentos, como o painel de instrumentos Cockpit, que oferece uma tela de TFT digital e com 12,3”.

As novidades da linha ficam por conta de 2 opções a mais que serão oferecidas.

O sedã de luxo tem agora a versão Avant, que é vendida no pacote Ambiente pelo valor de R$ 195.990. Essa versão possui os mesmos equipamentos do A4 Sedan, além desses itens o modelo tem ainda, uma tampa no bagageiro com acionamento elétrico, ajuste no encosto do banco traseiro e um porta-malas com 505 litros.

O modelo terá também a versão Plus, que acrescenta os itens anteriormente oferecidos na versão topo de linha, como o sistema de condução semiautônoma que faz até 65 km/h, que custará o valor de R$ 253.990.

A linha terá 5 versões no total: a versão A4 Attraction no valor de R$ 168.990; a versão A4 Ambiente no valor de R$ 190.990; a versão A4 Ambiente Avant no valor de R$ 195.990; a versão A4 Ambition no valor de R$ 234.990 e por último a versão A4 Ambition Plus no valor de R$ 253.990.

Segue abaixo os itens de séries do modelo Ambition 2018:

  • Luzes de condução diurna em LED,
  • Rebatimento elétrico nos retrovisores externos
  • Sensor de luz
  • Sensor de chuva
  • Faróis bi xenônio
  • Rodas de liga-leve com 18’’ e com pneus 245/ 40,
  • Função antiofuscante automática no retrovisor interno
  • Volante multifuncional com acabamento em couro
  • Ajuste elétrico no banco do motorista
  • Apoio lombar ajustável eletricamente nos bancos dianteiros
  • sistema Isofix (bancos traseiros laterais)
  • Apoio de braço,
  • Bancos com acabamento em couro
  • Airbags (6)
  • Assistente de freio (estacionamento)
  • Sensor de estacionamento dianteiro
  • Sensor de estacionamento traseiros
  • Keyless-go
  • Direção servotronic.

A linha conta ainda com sistema Audi Drive Select; sistema start/stop; limitador de velocidade no controle de cruzeiro; ar-condicionado automático; faróis com ajuste automático de altura e em Full LED; painel de instrumentos Cockpit; teto solar; câmera de ré; Bluetotoh; integração para smartphone, entre outros.

Entre os itens opcionais estão faróis Matrix LED, head-up display; sistema de som Bang & Olufsen 3D, pacotes Assistance City e pintura metálica ou pintura perolizada.

A nova Ambition 2018 está disponível em 10 opções de cores: Azul Luar, Azul Scuba, Branco Íbis, Branco Geleira, Cinza Monsão, Cinza Manhattan, Marrom Argus, Prata Florete, Prata Curveé, Preto Mito, Preto Brilhante, Verde Gotland, Vermelho Tango e Vermelho Matador. Além das 10 opções de cores, há também três opções de cores no acabamento interno: preto, cinza e marrom.

Na cidade o consumo do modelo Audi A4 com motor 2.0 TFSI é de 11,0 km/ L com o uso de gasolina e o Audi A4 com motor 2.0 TFSI Quattro é de 9,0 km/ L também com o uso de gasolina.

Já na estrada o modelo A4 com motor 2.0 TFSI 2018 faz 14,3 km/ L com o uso de gasolina e o Audi A4 com motor 2.0 TFSI Quattro faz 13,0 km/ L com gasolina.

Segue abaixo a Ficha Técnica do modelo:

  • Motor: 2.0
  • Tipo: Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina
  • Número de cilindros: 4 em linha
  • Cilindrada em cm3: 1.984
  • Válvulas: 16
  • Taxa de compressão: 11,7:1 na versão TFSI 190 Cv e 9,6:1 na versão TFSI 252 Cv
  • Injeção eletrônica de combustível: Direta
  • Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484):Potência de190 cv a 4.200 rpm com o uso de gasolina na versão TFSI e potência de 252 cv a 5.000 rpm com uso de gasolina na versão TFSI Quattro.
  • Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484):32,6 kgfm a 1.450 rpm com o uso de gasolina na versão TFSI e 37,7 kgfm a 1.600 rpm na versão TFSI Quattro.
  • Tipo de transmissão:Dupla embreagem 7 marchas
  • Tipo de freios: Disco ventilado / Disco
  • Tipo de direção: Elétrica
  • Suspensão dianteira:McPherson (barra estabilizadora)

Rodas e Pneus

  • Rodas: Liga Leve com aro de 18 polegadas de diâmetro.
  • Pneus: 225/ 40 R18

Capacidades

  • Tanque: 54 versão TFSI/ 58 Litros versão TFSI Quattro
  • Porta Malas: 480 Litros/ 505 na versão Avant

Dimensões

  • Comprimento: 4.726 mm
  • Largura: 1.842 mm
  • Altura: 1.427 mm
  • Distância entre eixos: 2.820 mm

Lorena Ruiz


Confira aqui mais informações sobre o Kia K2500 2018.

A dinâmica de trânsito observada nas cidades brasileiras tem se tornado cada dia mais complexa em decorrência do volume elevado de veículos dos mais diferentes portes.

Em decorrência disso, a utilização para transportes de pequenas cargas de modelos como o Kia K2500 2018 tem sido uma opção adotada por grande parte de pessoas e empresas, sendo que seus detalhes serão abordados em seguida neste artigo.

Dados técnicos do Kia K2500 2018

O Kia K2500 2018 é fabricado na Coreia do Sul e está presente no mercado nacional desde o ano de 1993, consistindo no único modelo do tipo comercial que esta montadora oferece para os motoristas brasileiros.

Com relação às suas dimensões, pode ser adquirido apenas no formato com cabine do tipo simples, tendo comprimento de 4,82 metros, largura de 1,74 metros e altura de 1,99 metros, bem como distância entre-eixos de 2,41 metros.

Ao considerar seu peso, este veículo possui um peso total bruto de 3.392 quilos, dos quais 1.530 quilos são relacionados com a capacidade de carga que pode ser adicionada em sua estrutura para transportes especificados.

Em seu aspecto mecânico, o Kia K2500 2018 apresenta motor Turbodiesel de 2.5 litros com tração traseira em uma transmissão feita pela caixa de câmbio manual equipada com seis marchas possíveis.

No seu rendimento, pode chegar a uma potência de 130 cavalos com torque de 25,9 Kgfm a 1.500 rotações por minuto, além de ter velocidade máxima de 150 Km/h, podendo usar o diesel como combustível para seu devido funcionamento.

Detalhes relevantes sobre novo Kia K2500 2018

Os aspectos internos relacionados com o Kia K2500 2018 possui elementos de conforto como travas elétricas, bancos com revestimento de tecido de boa qualidade, bem como presença de vidros dianteiros elétricos.

Quanto a este ponto, o automóvel analisado oferece ainda bancos dianteiros do tipo inteiriços e limpador de pára-brisa com intermitência do tipo variável.

Além disso, oferece acendedor de cigarros nos bancos dianteiros, tomada em sua parte frontal com saída de 12 volts, bem como direção assistida proporcional à velocidade com retrovisores internos e também na porta tanto do motorista quanto dos passageiros.

Ao se pensar na segurança oferecida por este modelo delimitado de automóvel, estão presentes itens como sistema de air bag para motorista e passageiro em posição frontal, além de freios do tipo ABS com distribuição eletrônica nos momentos de frenagem.

Em seu exterior, o Kia K2500 2018 possui faróis do tipo superfície complexa equipados com lâmpadas halógenas, pneus equipados com rodas em ferro tendo 5,5 polegadas de largura em sua parte traseira e, também, dianteira.

O seu pára-choques apresentam pintura na cor preta em todas as suas localizações neste veículo, sendo um modelo com duas portas e capacidade para receber em seu interior até 3 pessoas de maneira adequada.

Principais aspectos e preços do Kia K2500 2018

A versão disponível no mercado nacional para aquisição do Kia K2500 2018 possui um valor comercial de R$ 72.510,00, havendo ainda possíveis gastos como IPVA de R$ 2.900,00 (em média), além de custos para transporte na faixa de R$ 800,00 por ano.

Quanto ao consumo de combustível apresentado por este automóvel, na cidade é registrado uma média de 8 Km/l e na sua condução em rodovias e estradas este montante passa a ser de 11 Km/l.

O grande diferencial relacionado com o Kia K2500 2018 diz respeito à sua criação, pela montadora focar em um automóvel com praticidade, possuindo a vantagem de poder circular em vias restritas para grandes caminhões, por exemplo.

Conclusão

Assim, o Kia K2500 2018 é a alternativa considerada como adequada para aqueles que desejam um veículo com bom espaço e capacidade para transportar em segurança itens nele adicionados.

Ana Camila Neves Morais


Confira aqui as principais novidades do novo Mitsubishi Pajero 2018.

A geração novíssima em folha, que foi lançada em outubro de 2017, de picapes L200 Triton Sport da Mitsubishi vai ganhar em breve um “irmão” na linha da marca aqui no país. Rumores surgiram em torno do carro que possivelmente será lançado, a geração nova do carro Pajero modelo Dakar começará a ser comercializada no Brasil por volta do mês 6 deste ano; a partir desta data, a Pajero Dakar irá se posicionar como SUV representando a Mitsubishi no comércio brasileiro. Este modelo Mitsubishi Dakar, ano 2018, foi apresentado pela marca no ano de 2016 e já é comercializado em todo continente asiático.

Este modelo da Mitsubishi enfrentará no comércio o Toyota SW4 e o Chevrolet Trailblazer. O que você acha sobre esta competição de marcas e automóveis? Conheça agora mais sobre o novo carro que está dando o que falar na indústria automobilística.

Visual da Pajero Dakar

O novo modelo fabricado pela Mitsubishi, L200 Triton Sport já está dando o que falar pelo seu visual dito como exótico por muitos comentaristas do assunto. E o outro modelo da mesma marca que estamos falando neste post, não é diferente: a nova Pajero Dakar também não é comum. Olhando de frente, o veículo apresenta as novas linhas de forma completamente moderna e um tanto robusta; seus faróis são de certa forma espichados e em LED; sua grade frontal possui itens cromados pela frente inteira e o para-choque possui um recorte totalmente diferenciado dos modelos disponíveis no mercado atual.

Interior do veículo e dimensões

O novo modelo da Mitsubishi Pajero Dakar 2018 não tem problema algum no lado interno do veículo, seu interior possui um belo acabamento de tipo “esmerado”, forrado com uma espécie de plástico tipo emborrachado e couro. Os detalhes da parte interna são todos feitos em alumínio e a pintura com um belo preto muito brilhante e luxuoso. O veículo tem belos detalhes por todos os lados, muito bem feitos por sinal. O painel possui um desenho limpo, tecnológico e de certa forma “bem resolvido”, o que chama atenção de quem o vê é o console central, que é elevado, ele estende-se até o apoio de braço do motorista.

Como era na geração anterior do mesmo carro, este modelo da Mitsubishi suporta até sete pessoas adultas sentadas. Suas dimensões são:

  • Comprimento: 4,78 metros
  • Largura: 1,81 metros
  • Altura: 1,80 metros
  • Distância entre-eixos: 2,80 metros

Motorização da Pajero Dakar

Seu motor será como o do modelo L200 Triton Sport: suporta 2,4 litros de turbodiesel – quatro cilindros. Equipado com injeção direcional de combustível e com comando duplo das válvulas na parte do cabeçote do tanque. Ou seja, são 190 cavalos de potência para este belo modelo e 43,8 kgfm de torque. Além disso, o carro é equipado com câmbio automático, que possui cinco velocidades e tração 4 por 4.

O sistema de tração, denominado pela marca de “Super Select 4WD II”, que possui até seletor eletrônico, é um dos diferenciais do modelo, uma novidade para os amantes de SUV´s. Os modos 4×2 e 4×4 são equipados permanentemente e os modos 4×4 são sob demanda e 4×4 de forma reduzida.

O preço do modelo gira em torno de 200 mil reais para poder concorrer com os outros modelos Chevrolet Trailblazer e Toyota SW4, que também possuem valor aproximado a 200 mil reais.

O que você achou sobre o novo modelo da Mitsubishi Pajero Dakar? Acha que bate de frente com os modelos citados na introdução? Escreva a sua opinião nos comentários! Nossa equipe quer saber!

David Ferreira


Veja aqui mais detalhes sobre o modelo que está chegando neste ano.

O veículo automotor compacto mais barato do Brasil, o chinês Chery QQ, está chegando em 2018.

Para começar a descrever esse modelo, uma das primeiras vantagens que o motorista pode perceber é que, para dar a partida com a chave, é necessário pisar na embreagem, ou seja, trata-se de um excelente sistema de segurança. Por se um carro popular, simples, ele não possui muitas funções adicionais. O volante é simples, sem os botões de funções; com direção hidráulica e possui a chave de setas; mas, este modelo não possui faróis frontais de neblina. Possui retrovisor externo elétrico; regulagem elétrica dos faróis; as portas possuem porta objetos bem espaçosos; os botões que acionam o movimento dos vidros estão instalados no painel central.

No mesmo painel estão as saídas de ar; o som; o ar condicionado é o tradicional, nas duas tonalidades de quente e frio, com três velocidades e o re-circulador manual, com desembaçador de vidro traseiro e farol de neblina traseiro.

Os controladores elétricos para os quatro vidros estão, também, instalados ao lado do câmbio, ou seja, no console, que possui os quatro comandos de vidro ajustados de modo que os passageiros do banco traseiro possam acionar os mesmos vidros das janelas traseiras. O painel é de material plástico e tem ótimo design e textura, com detalhes e acabamentos cromados. O espaço no banco traseiro é bem mais amplo que a versão anterior, portanto, é mais confortável internamente. O porta-malas possui 160 litros de capacidade; o estepe fica embaixo da lona que forma o fundo do porta-malas, portanto, é bem mais prático e com excelente aproveitamento de espaço. O pneu estepe é de 165.70 aro raio 13. No caso de o porta-malas de 160 litros for insuficiente, existe a opção de rebater os bancos.

O motor é 1.0 de três cilindros. O mesmo, quando movido a álcool pode gerar até 75 cavalos a partir de 6 mil RPM, e, quando movido a gasolina, gera 74 cavalos força. Este é o veículo compacto mais barato do Brasil, custando em torno de 25 mil reais.

A direção hidráulica tem um bom desempenho nas ruas e na estrada, sendo muito leve no manuseio. O teto é côncavo e o para-brisa é muito amplo, sendo côncavo também, permitindo melhor visibilidade do trânsito e dos pedestres, quase eliminando pontos cegos. Por ser um veículo muito acessível e muito bem aparelhado, certamente é uma vantagem dupla adquirir um Chery QQ 2018, velo baixo custo e pela quantidade de funções que o tornam próximo de modelos mais caros.

Na estrada ele consume 9.91, quase 10 km por litro, e na cidade ele consome 9 km por litro, com etanol. Com gasolina são 13 km por litro na cidade e 14 km por litro na estrada. É um carro muito econômico.

Possui rodas de liga leve e rádio, que são acessórios que não fazem parte, em geral, dos compactos. Antes de adquirir um modelo como o Chery QQ 2018, vale a pena o consumidor solicitar um Test Drive na concessionária mais próxima e verificar a versatilidade e conforto desse veículo que estreia.

Para sumarizar seu bom desempenho nas ruas e estradas, segue a seguinte relação:

O motor é natural; potência de 75 CV (A), 74 CV (G) em 6.000 RPM; torque de 10,1 kgfm (A); 9.7 kgfm (G) em 4.500 RPM; transmissão manual com 5 marchas; velocidade máxima de 165 km-h; o teste de aceleração, realizado em pista, de 0 a 100, foi de 14 segundos. Preço máximo chega a 31.490 reais.

Para mais informações e atualizações confira o vídeo abaixo:

Paulo Henrique dos Santos


O Kia Cerato 2019 terá cores mais vivas e quentes, além de linhas e, é claro, a marca de importado que segue o padrão da Kia Stinger.

Os amantes de veículos automotivos devem ficar contentes em saber que, recentemente, foi divulgado o esboço do Kia Cerato 2019, um carro com design muito versátil, que foi projetado com base no Stinger.

Então, se o leitor ficou curioso a respeito das novidades acerca do novo modelo de Kia Cerato 2019, as informações abaixo podem informá-lo sobre as principais mudanças que o automóvel passou em comparação ao último modelo lançado pela linha.

De acordo com a Kia Motors foram realizados cerca de três esboços, que foram expostos antes mesmo do Salão de Detroit. Sendo assim, tomando como base essas projeções, parece que as mudanças são positivas especialmente na estética e no estilo do carro. Então, parece que agora, as ruas de Detroit devem ganhar a versão do Kia Cerato 2019 em cores mais vivas e quentes, além de linhas e, é claro, a marca de importado que segue o padrão da Kia Stinger.

Como já foi mencionado anteriormente, o modelo do novo automóvel foi inspirado em outro veículo, que tem a fama de ser maior e mais potente. O intuito da marca, que surgiu originalmente na Coreia do Sul, é fazer com que o automóvel tenha um estilo bastante eletrizante, uma vez que, essa é a grande aposta a fim de atrair um maior número de consumidores.

Sendo assim, procuraram investir em colocar mais volume e largura na carroceria. Por isso, a nova versão do Kia 2019 deve possuir um coeficiente aerodinâmico muito além do último modelo. Somado a isso, parece que haverá mudança no visual interno do veículo, aumentando o seu espaço a fim de levar maior conforto e comodidade para o motorista e os seus passageiros. Vale ressaltar ainda que, apesar dessas alterações, o sistema entre-eixos deve permanecer o mesmo que vigora atualmente.

Quem conhece os modelos da Kia Motors, sabe que a sua marca já registrada no mercado de automóveis é uma grade com característica de ser trigada. Com o novo modelo, essa grade deve ter a utilidade de transportar alguns instrumentos ligados ao esporte. Mas, tratando-se de característica exclusiva, acredita-se que seja a adição de um para-choque, que possua dois faróis para neblina, além de entradas de ar, tanto na frente quanto nas laterais.

No interior do veículo, haverá um painel diferente, isto é, desta vez mais baixo e também mais reto. Também haverá uma tela touchscreen com câmera traseira externa com o intuito de facilitar a vida do motorista quando chegar a hora de realizar ré ou até mesmo no momento que houver a necessidade de estacionar o veículo.

Até o momento, sabe-se que o modelo deve ser criado na indústria Pesquería, localizada no México. Desse modo, assim que os automóveis entrarem no mercado de veículos dos Estados Unidos, eles devem passar pela fronteira do México em direção ao Brasil. Estima-se ainda que a apresentação do novo modelo no território brasileiro deve acontecer no dia 15 do mês de janeiro de 2018.

Ficou interessado em adquirir o Kia Cerato 2019? Pois bem, fique atento às novidades que devem surgir nos próximos dias, como a apresentação visual do novo modelo. Com o passar dos meses, é provável que a Kia Motors disponibilize outras informações e características mais específicas de como o automóvel deve funcionar, seus equipamentos entre outros dados mais técnicos. O fato é que esse modelo já possui a chance de competir na categoria de melhor carro do ano, isto é, tanto pela sua estética exterior quanto na parte mecânica do carro, que promete ser alterada e voltar ainda mais desenvolvida a fim de atender cada vez melhor os consumidores que adquirirem o veículo.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

Kia Cerato 2019


Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Volkswagen Amarok 2018.

O veículo conhecido como Volkswagen Amarok 2018 é um dos principais modelos de picapes médias presentes no mercado automotivo nacional, com o seu surgimento oficial tendo ocorrido no ano de 2010, sendo que suas melhorias atuais serão abordadas em detalhes neste artigo.

Características técnicas quanto à Volkswagen Amarok 2018

Ao considerar as características técnicas relacionadas com a nova Volkswagen Amarok 2018, o primeiro destaque deve ser dado para as versões presentes neste veículo.

Com relação a este ponto, são disponíveis as modalidades S, SE, Trendline, Highline e Extreme, as quais possuem delimitações como CS e SD TDI MT 4 Motion, com variações quanto à motorização possível.

Quanto ao seu aspecto mecânico, uma das alternativas é o motor 2.0 litros TDI com funcionamento a diesel, presente na versão S, que possui um câmbio manual com seis marchas, o qual alcança uma potência de até 140 cavalos.

Já as outras versões vem equipadas com um motor também 2.0 litros movido a diesel, que conta com dois turbocompressores que podem ter um câmbio manual de seis marchas ou automático de oito velocidades, que chegam a uma potência 180 cavalos.

Nesta nova geração da Volkswagen Amarok 2018 ainda existe a alternativa de optar por um motor de 3.0 litros V6 TDI, que apresenta tração integral 4Motion em um câmbio automático de oito marchas, que chega a uma potência de 225 cavalos.

Sob o ponto de vista de seu consumo de combustível, esta picape faz em média 8,5 Km/l na cidade e 9,2 Km/l quando está trafegando na estrada, tendo como item utilizado o diesel.

Detalhes interessantes sobre Volkswagen Amarok 2018

Em seu aspecto externo, a Volkswagen Amarok 2018 possui um visual simples com destaque para a presença de faróis do tipo bi-xênon com LED diurno, retrovisores cromados e, também, rodas de liga leve, que pode variar de 18 a 19 polegadas.

Quando se considera a sua caçamba, é composta por material abrasivo e altamente resistente para conseguir suportar as condições adversas que poderá ser submetida.

No seu interior, possui todo o seu acabamento em material resistente com manutenção da sua simplicidade, mas tendo uma melhoria como os novos difusores de ar.

Além disso, ocorreram melhorias no seu volante e um painel de instrumentos com display colorido com maior facilidade para a visualização de todas as suas informações relacionadas.

Com relação aos seus diferencias tecnológicos, a Volkswagen Amarok 2018 é equipada com um sistema de multimídia chamado de Discover Media, equipado com aplicativos variados como Car Play, MirrorLink e, ainda, Google Android Auto.

São encontrados neste modelo automotivo elementos como entrada USB, navegador GPS e câmera de auxílio para ré, sendo estes dois últimos dispositivos presentes apenas na versão Highline.

Itens diferenciados presentes na Volkswagen Amarok 2018

Existem alguns tipos de equipamentos diferenciados que podem ser encontrados em algumas das versões relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018.

Na versão S é ofertado Isofix, sistema de air bags frontais, volante que permite ajuste de altura e profundidade, bem como descanso do braço central com porta-objetos, dentre outros.

Quando se considera o formato Trendline, este modelo conta com computador de bordo, controle de cruzeiro, alavanca de câmbio e, ainda, faróis com luz de condução diurna.

Conheça os preços para Volkswagen Amarok 2018

O aproveitamento de todas as funcionalidades relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018 exige um aporte financeiro nas seguintes proporções:

· Volkswagem Amarok S: R$116.490,00 e R$ 131,590,00

· Volkswagen Amarok SE: R$139.990,00

· Volkswagen Amarok Trendline: R$154.990,00

· Volkswagen Amarok Highline: R$169.990,00 e R$184.990,00

· Volkswagen Amarok Extreme: R$179.990,00

Conclusão

Portanto, a chegada no mercado das novas versões relacionadas com a Volkswagen Amarok 2018 marcam a presença cada vez mais sedimentada deste veículo para quem deseja conforto junto com imponência.

Ana Camila Neves Morais


Veja aqui mais detalhes sobre o Nissan March 2018.

As novidades que podem chegar ao cenário automotivo nacional em 2018 aumentam a cada dia que passa e uma das mais interessantes está relacionada com a nova geração do Nissan March 2018, que será abordado em detalhes neste texto.

Informações básicas sobre Nissan March 2018

O novo Nissan March 2018, também conhecido na Europa como Micra, vai ser, como indicam os acontecimentos atuais, comercializado em território nacional no próximo ano provavelmente na cidade de Resende, no Rio de Janeiro.

Neste mesmo local a Nissan já fabrica o Kicks, um outro modelo de sua frota, o qual possui a mesma linha tecnológica do March, cujas configurações específicas foram registradas como patente no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) do Brasil.

Os aprimoramentos realizados neste modelo de automóvel ocorrem pelo foco da Nissan em disputar mercado nacional de hatchs compactos mais refinados, tendo como principais concorrentes o Volkswagen Polo e Fiat Argo.

Características técnicas relacionadas com Nissan March 2018

Com relação aos aspectos técnicos básicos vinculados a este veículo, as informações atuais podem ser obtidas por meio da mesma geração do Nissan March 2018 presente para comercialização no mercado europeu.

Quanto ao seu aspecto mecânico, existem três modalidades de motores disponíveis, sendo um deles do tipo 0.9 litros turbo, que utiliza a gasolina como combustível, outro com 1.5 litros com estrutura de turbodiesel e um terceiro 1.0 litros com estrutura de 03 cilindros no formato aspirado.

Sobre o seu desempenho determinado, os motores 0.9 e 1.5 litros conseguem chegar a 90 cavalos de potência enquanto o que é de 1.0 litro alcança no máximo 75 cavalos havendo, em todos os casos, opção de câmbio manual e automático.

Novidades importantes no novo Nissan March 2018

As melhorias que foram criadas para a nova geração do Nissan March 2018 são iniciadas com auxílios importantes na condução deste veículo considerado como câmeras que permitem visão em 360 graus, além de alerta para presença de pontos cegos na direção.

Para facilitar a condução de forma geral, este automóvel possui elementos como reconhecimento da ocorrência de sinais de trânsito, informação de que o veículo saiu de sua faixa preferencial, bem como sistema inovador de frenagem automática para situações de emergência.

As melhorias tecnológicas também foram inseridas no Nissan March 2018 por meio de sistemas variados como os seguintes:

· Sistema de som do tipo Premium ofertado pela marca Boose

· Sistema de multimídia equipado com tela de 7 polegadas sensível ao toque

· Adequação a aplicativos automotivos como Apple CarPlay e Android Auto

Além disso, terá um tamanho maior com 12 centímetros de comprimento adicionais em uma aparência externa diferenciada por aspectos como suas lanternas traseiras agora em um formato inovador de bumerangue.

Possui ainda um volante com comportamento multifuncional com a possibilidade de acionar variadas atividades do veículo pelo motorista sem sair do lugar ou desligar o carro.

Apresenta também itens de série importantes como freios ABS com sistema EBD, ar condicionado automático digital, além de rodas de liga leve com aro de 16 polegadas e retrovisor externo equipado com luzes integradas.

Preços para aquisição Nissan March 2018

Os interessados em adquirir Nissan March 2018 terão que pagar valores financeiros um pouco mais elevados para ter na garagem este modelo determinado.

Não existe, ainda, uma tabela delimitada de preços, mas a perspectiva é de que suas versões mais básicas saiam a partir de R$ 44.900,00, chegando a cerca de R$ 55.000,00 para as versões do tipo Premium, chegando a montantes de R$80.000,00 para modelos mais completos com os adicionais disponibilizados.

Conclusão

Portanto, o mundo dos veículos hatch compactos disponíveis no mercado brasileiro terá no Nissan March 2018 mais uma opção interessante com valores financeiros adequados e melhorias relevantes no seu funcionamento especificado.

Ana Camila Neves Morais


A nova Hilux 2018 foi desenvolvida com base no novo estilo global adotado pela Toyota. Dessa forma, a picape acaba parecendo ser maior do que suas medidas informam.

A Toyota apresentou há alguns meses a linha 2018 da Hilux que apresenta grandes mudanças em suas versões. A picape da Toyota conta com três novas configurações. Com preço sugerido partindo de R$ 108.990, essa é a grande aposta da Toyota para a categoria em 2018. Confira mais informações sobre a nova Hilux 2018 na continuação desta matéria.

A nova Hilux 2018 foi desenvolvida com base no novo estilo global adotado pela Toyota. Dessa forma, a picape acaba parecendo ser maior do que suas medidas informam. Vale destacar que a Hilux 2018 ganhou 7 cm, mas isso não é muita coisa para uma picape, sendo assim, ela continua menor que o modelo S10 cabine dupla. A impressão de ser maior é devido à nova frente do automóvel que conta com grade mais proeminente e cromada.

Principais novidades

E como destacado aqui, as principais mudanças estão nas versões da nova Hilux. Um dos destaques é a versão SRX que agora passa a contar com faróis de neblina dianteiros em LED de fábrica. Também se destaca a série especial SR Challenge, cuja principal inspiração é o modelo SR diesel com motor 2.8, equipada com câmbio automático de seis marchas além de tração 4×4.

A nova Hilux 2018 também está mais luxuosa: o interior da picape recebeu bancos e painéis de portas com acabamento em tecido vermelho além de painel preto com friso vermelho e tapes com o logo Challenge. A parte tecnológica do interior é garantida com o sistema multimídia acompanhado de tela sensível ao toque de 7 polegadas, trio elétrico, computador de bordo, câmera de ré, dentre outros itens.

A nova versão Hilux SR Flex 4×2 também promete fazer bastante sucesso com itens como, por exemplo, ar-condicionado manual, câmbio manual, computador de bordo monocromático, direção hidráulica progressiva, faróis de neblina dianteiros, modos de condução Eco e Power, banco do motorista com ferramentas de regulagem de altura, além de outros itens.

Itens de série

Um dos destaques da linha 2018 da Hilux é, sem sombra de dúvidas, a grande quantidade de itens de série. A versão SR 4×2 Flex conta com os seguintes itens de fábrica: airbag de joelho para o banco do motorista, sistema de alarme perimétrico, airbags frontais, ar-condicionado manual, banco do motorista com opção de ajuste de altura, freios ABS com EBD, computador de bordo monocromático, direção hidráulica, rodas de liga leve aro 17 polegadas, sistema multimídia de 7 polegadas com tela sensível ao toque (com TV Digital, GPS, DVD, câmera de ré, Bluetooth, USB AUX, rádio), além de outros itens.

Já a versão Hilux SRV com suas variantes 4×2/4×4 Flex ou Diesel contém os itens da versão acima além de adicionar: assistente de reboque, ar-condicionado automático, retrovisor externo cromado, computador de bordo com tela de 4,2 polegadas, controle eletrônico de estabilidade, assistente de subida, seis alto-falantes, dentre outros itens.

A versão SRX 4×4 Diesel, por sua vez, além de contar com os itens já citados ainda vem acompanhada de: faróis de neblina dianteiros de LED, acendimento automático dos faróis, faróis de LED, entrada e saída sem precisar usar chave e rodas de liga leve aro 18 polegadas.

Preços

Confira abaixo os preços das versões e suas variantes da Hilux 2018:

· SR 4×2 M/T Flex com Cabine Dupla: R$ 108.990

· SR 4×2 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 115.000

· Chassi 4×4 M/T Diesel com Cabine Simples: R$ 119.550

· Cabine 4×4 M/T Diesel: R$ 123.520

· SRV 4×2 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 124.380

· SRV 4×4 A/T Flex com Cabine Dupla: R$ 135.090

· STD 4×4 M/T Diesel Narrow com Cabine Dupla: R$ 135.780

· STD 4×4 M/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 136.280

· SR Challenge 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 161.990

· SRV 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 171.260

· SRX 4×4 A/T Diesel com Cabine Dupla: R$ 193.270

Motor

Em relação ao motor sob o capô da Hilux 2018, saiba que estão disponíveis duas opções. O motor da versão de entrada é o mesmo encontrado na geração anterior. Ou seja, trata-se de um Dual VVT-I Flex 2.7 com 163 cv de potência a 5.000 rpm (etanol) ou 159 cv a 5.00 rpm (gasolina). A outra opção, e também uma novidade, é o motor Diesel 2.8 1GD de 177 cv de potência e 45,9 kgfm com transmissão automática de seis velocidades além dos modos Eco e Power. Também há opção de transmissão manual de seis marchas para o motor 2.8.

Por Bruno Henrique

Toyota Hilux 2018


Confira as versões e preços do novo Range Rover Velar 2018.

A famosa subsidiária da empresa indiana Tata Motors, Land Rover, está apresentando ao mercado os modelos com novos preços, os quais partem do valor de 287.700 reais. A partir do mês de maio desse mesmo ano foi anunciada a venda prévia do modelo Range Rover Velar, já no valor de 383.100 reais e 513.900 reais, sendo que, de acordo com informações oriundas da própria página eletrônica da Lan Rover, o primeiro lote deste modelo estava contando com 50 unidades vendidas no primeiro semestre do ano de 2017. Esta linha possui quatro versões lançadas, como SUV de luxo, que fazem parte do conjunto comercializado primeiramente. As devidas distribuições do outro lote serão realizadas no início do ano de 2018.

A série original de Range Rover Velar estreou em sua venda prévia apresentando ao mundo quatro versões de potentes veículos, que são: o R-Dynamic S, custando em torno de 383.100 reais; o R-Dynamic SE, que está valendo em torno de 405.400 reais; o R-Dynamic HSE que está custando 445.500 reais e o First Edition que está em torno de 513.900 reais. Essas quatro versões da linha estão aparelhadas com motor tipo AJD V6 3.0 Supercharged com 380 CV e munidos de um tipo de transmissão automática ZF com oito velocidades, além da chamada tração integral Terrain Response e também tecnologia de suspensão pneumática.

Entretanto, o lote seguinte de veículos dessa série, com mais 50 unidades, está agendado para distribuição no mês de outubro. Assim, ao conferir a página eletrônica da Land Rover o consumidor perceberá que o Range Rover Velar está com preços atualizados. Portanto, este novo utilitário está sendo comercializado por meio das duas opções de motor de que estão munidas as suas versões. Trata-se de um veículo utilitário esportivo que se mantém na pré-venda, porque o mesmo ainda não está disponível para encomendas no Brasil, conforme consta no configurador desse mesmo modelo. O primeiro tipo de motor se chama Ingenium 2.0, contendo capacidade de 250 CV, além de quatro versões de acabamento e equipamento.

Entre as quatro versões, a S se destaca pela aparelhagem em faróis LED, as rodas são de liga leve com aro raio 18 de polegadas, o conjunto de bancos é revestido com acabamento todo em camurça, está munido de retrovisores aquecidos, possui amplo sistema de som em Standard, está aparelhado com limitador e controlador da velocidade, os seus bancos dianteiros possuem sistema de ajustes elétricos, além de conter assistente de faixa e também o sistema sensor de auxílio no estacionamento, na parte traseira.

No caso do modelo Range Rover Velar SE, este vem acrescentado da tecnologia dos faróis LED Premium, a qual possui a assinatura de LED em DRL, além disso, as rodas de liga leve são de aro raio 19 polegadas, o acionamento da tampa do seu porta-malas se faz por meio de gestos, os retrovisores externos vem com aquecimento, possui rebatimento elétrico, está aparelhado com a função de anti-ofuscante automática, função de luzes de aproximação, aparelhado de bancos elétricos ajustáveis, possui ampla memória para o motorista, o conjunto de bancos é fabricado em couro do tipo perfurado, munido de som Meridian com mais 11 alto-falantes de potência de 380 watts, possui navegador em Pro e o sistema de câmera de ré.

Além do motor já citado, há o motor tipo V6 3.0 Supercharged com 380 CV, que está presente nos veículos, com a mesma estrutura, nas mesmas versões e com equipamentos próprios do Range Rover Velar que está munido do motor tipo Ingenium 2.0 de 250 CV, embora possua a distinção qualitativa da chamada suspensão pneumática adaptativa. Portanto, dada uma descrição sumária dos diversos atributos gerais das versões desta linha, na relação abaixo seguem os tipos e valores de SUV, nas alternativas mais potentes.

É importante observar que os carros a seguir têm menor estrutura que aqueles já lançados no primeiro conjunto lançado no mês de maio:

A versão Range Rover Velar V6 está no valor de 335.900;

A versão Range Rover Velar S V6 está no valor de 362.600;

A versão Range Rover Velar SE V6 está no valor de 384.900;

A versão Range Rover Velar HSE V6 está no valor de 425.500.

Por Paulo Henrique dos Santos

Range Rover Velar 2018

Range Rover Velar 2018





CONTINUE NAVEGANDO: