Nova linha 2019 do Mini Cooper Cabrio irá ganhar uma reestilização com 2 novos motores.

O MINI Cooper Cabrio vai ganhar uma reestilização em 2019, com dois novos motores. Uma notícia não tão boa é que o câmbio automático será substituído por um câmbio automatizado.

Versões e Preços

A versão mais básica é equipada com motor de 3 cilindros com volume de 1,5 L turbo e potência de 136 cavalos (101 quilowatts). O preço de sugestão para venda fica em R$ 146.990.

No Brasil, ainda há mais duas opções mais caras, que vêm com motor cujo volume é de 2 L turbo, oferecendo 192 e 231 cavalos de potência (143 e 172 quilowatts, respectivamente).

Dentre essas duas versões, há o Cooper S, que tem sugestão de preço de R$ 176.900. Para efeito de comparação, nos Estados Unidos o modelo de 189 cavalos de potência (141 quilowatts) e velocidade máxima de 235 km/h, é vendido a US$ 29.000 (R$ 111.940).

Já a versão mais completa, a John Cooper Works (JCW), estará em suas mãos nas lojas brasileiras pelo preço de R$ 196.990. Esta versão oferece câmbio automático. Já a versão americana do John Cooper Works, com 228 cavalos de potência (170 quilowatts) estará nas suas mãos nas lojas do estado americano de Delaware (que não tem imposto sobre as vendas) por US$ 33.250 (R$ 128,797).

Aparência

Os faróis do Mini Cabrio ganharam funções automáticas. Equipados com tecnologia LED, tem agora luzes direcionais que se ativam a partir dos 45 km/h. Quando o (a) motorista alcança os 110 km/h, a função entra em capacidade máxima.

Há uma diferença no funcionamento das luzes direcionais nas versões mais completas (S e John Cooper Works). Elas funcionam de maneira inteligente, alterando a direção em curvas e diminuindo quando vem um carro na direção oposta.

Desde a versão mais básica até a mais completa, todas terão lanternas traseiras com tecnologia LED, trazendo uma imagem da bandeira do Reino Unido na parte interna. A marca MINI é do Reino Unido. O desenho da bandeira também pode ser encontrado sobre o painel do passageiro da frente. Outro detalhe novo é a possibilidade de configurar a central multimídia com diversas cores, dentre elas o laranja.

A MINI procura manter um alto padrão na tecnologia de seus carros. Se aproximando do que a BMW faz, a empresa vai entregar uma alavanca de câmbio com controles eletrônicos!

Central Multimídia

Uma outra novidade é a central multimídia, que está de aparência nova. Na versão Cooper a tela tem 16,5 cm de diagonal com coordenação remota interligadas ao telefone celular do motorista. É possível ajustar a temperatura remotamente.

Já nas versões mais completas (versão S e John Cooper Works) a tela tem 22.3 cm de diagonal, com recurso de navegação e ligação ao sistema operacional da Apple, chamado Apple Car Play.

Mais Detalhes

O tempo que o teto leva para abrir totalmente é de 18 s. O mesmo tempo para fechar.

Comparação Entre os Modelos

De acordo com avaliações, o modelo mais esportivo, o John Cooper Works, tem uma aceleração boa, porém perde na questão do conforto, apresentando batidas secas em trechos com desníveis.

Já a versão média (versão S) apresenta ruído quando o motorista passa de marcha. De resto, apresenta-se como um modelo intermediário médio, sem comprometimento com a esportividade. A versão intermediária é mais preparada para o uso urbano, mas com bem menos emoção.

Sobre o MINI

O Mini é um carro compacto produzido pela montadora inglesa British Motor Corporation (BMC).

O carro foi lançado na Inglaterra há 59 anos (em 1959) e chegou ao Brasil há 9 anos (no final de 2009).

Considerado um “carro de nicho”, assim como o Volkswagen New Beatle e o pequenino Smart, o MINI entrega mais esportividade, porém por um preço um pouco maior.

Informações Adicionais

Para mais informações sobre o John Cooper Works direto do site da montadora clique aqui (www.mini.com.br/pt_BR/home/range/john-cooper-works.html). Para informações sobre os modelos nos Estados Unidos (em inglês) clique aqui (www.miniusa.com/tools/learning/models-build.html).

Por Bruno Rafael da Silva

Mini Cooper Cabrio 2019

Mini Cooper Cabrio 2019


Kia reestiliza seu SUV médio e recebe uma versão eletrificada 2.0 a diesel.

Um tempo atrás o Kia Sportage 2019 foi flagrado pelas ruas do Brasil, onde surgiram os primeiros comentários e as primeiras imagens, que apresentavam algumas mudanças em sua aparência. O modelo visto foi o top de linha, versão GT Line.

A alteração mais evidente do modelo se encontra em sua parte frontal, seus faróis de neblina com tecnologia LED no desenho de um "cubo de gelo", o que remete muito a parte frontal dos modelos da Porsche, foi trocado por outro conjunto, que possui um desenho retangular e separado através de uma haste na horizontal que se estende até a sua entrada de ar. O seu para-choque foi redesenhado e suas entradas de ar acabam por formar o desenho de um pentágono. Não foi descartada a iluminação em quatro pontos e ainda continua em seus faróis novos, porém de uma maneira mais tímida agora. Sua grade com formato de "nariz de tigre" recebeu um acabamento brilhante, deixando-a não tanto chamativa e assim integrando ao design de uma maneira melhor.

Em sua parte lateral, pode-se ver as rodas novas com 19 polegadas, que são exclusivas para a versão vista. A montadora coreana informou que desenvolveu rodas novas para todas suas versões, com diâmetros que variam entre 16 e 19 polegadas. Ao passar para sua parte traseira, as alterações foram mais simplificadas, onde ganhou apenas um novo desenho na área de suas lanternas e seu para-choque foi renovado.

Já na parte interna do modelo, o Sportage 2019 recebeu um volante novo que possui um acabamento diferenciado e sua haste inferior é levemente mais alongada. Seu painel de instrumentos agora ficou mais clean, pois foi subtraído alguns elementos para leitura, entretanto não perdeu o seu computador de bordo com display colorido. A marca ainda está equipando todas as versões com dois tons de acabamentos, sendo cinza e preto. A versão GT Line possui bancos revestidos em couro na cor preta e com costuras avermelhadas.

A alteração principal do novo lançamento em questão fica por conta do seu propulsor EcoDynamics+ R com 2 mil cilindradas. O motor é um turbodiesel que conta com quatro cilindros e faz uso de um sistema híbrido leve com uma bateria de 48 volts, o que faz o carro se manter mais tempo desligado ao fazer uso do start-stop. O modelo ainda tem uma redução de 4% nas emissões de gases poluentes, pois já foi fabricado pensando em atender as regras atuais de emissões de gases na Europa.

O mercado europeu dará adeus ao propulsor CRDi de 1.7 litros, pois agora será trocado pelo novo motor a diesel com 1600 cc, o qual a montadora diz que é o propulsor a diesel mais limpo já desenvolvido por eles. Encontra-se disponível em versões que é capaz de gerar 136 cv e 115 cv, onde o modelo que possui maior potência ainda conta com transmissão automática de 7 velocidades e tração integral. Este propulsor é o mesmo utilizado no Optima comercializado no mercado europeu, que também acabou trocado pelo 1.7. No motor a gasolina ainda não se falou em alterações.

Para concluir as mudanças, ainda conta com controle de cruzeiro adaptativo que possui função stop & go, tendo a capacidade de frear totalmente o veículo e reiniciar a rodagem de forma automática conforme o trânsito, recebeu câmera de 360 graus facilitando a realização de balizas e alerta de fadiga. O Sportage 2019, dependendo da versão, pode ser comercializado com central multimídia de 7 polegadas ou então com o display novo, sem bordas, de 8 polegadas.

O veículo ainda não tem data para desembarcar no Brasil, mas ainda este ano chegará ao mercado europeu.

Por Filipe Silva

Kia Sportage 2019

Kia Sportage 2019


A versão Freedom acaba por ser uma interessante opção para os que possuem interesse em uma picape de tamanho compacto, equipada e mais acessível.

Se a Fiat Strada estivesse nos cinemas ela só poderia ser ter o nome de “picape Highlander” lembrando o guerreiro que nunca morre e ficou conhecido pela atuação de Christopher Lambert, ator franco-americano. Presente no mercado nacional desde o ano de 1998, o carro da Fiat não apenas continua vivo como também voltou a ter suas vendas aumentadas neste ano, depois de ter passado 4 anos consecutivos em decrescente.

No decorrer deste período, os irmãos Siena, Palio e Weekend caíram muito chegando a sair de cena. Entretanto, para a picape não parece ter um limite, inclusive a montadora italiana resolveu lançar versões novas do veículo neste ano.

Em agosto foi quando surgiu a novidade de forma conjunta com a linha de 2019, a versão chamada de Freedom, que é exclusiva e possui cabine dupla. O modelo veio agradando tanto os consumidores que foi contabilizado um número de 2,6 mil unidades emplacadas no período de 3 meses, que do total, representa 15%. Embora dê a impressão de ser pouco, é válido lembrar que a Fiat Strada é um modelo muito procurado com versões para utilizar no trabalho, já as versões destinadas ao lazer caíram bem desde que a marca chegou com a picape Fiat Toro.

Levando em conta esse cenário, a Freedom acaba por ser uma interessante opção para os que possuem interesse em uma picape de tamanho compacto, equipada e mais acessível. Ficando ainda mais acessível agora, visto que a montadora italiana decidiu aumentar sua gama trazendo uma versão de cabine simples, muito útil aos que desejam continuar utilizando-a com fins comerciais, isso porque tem uma caçamba maior. O lançamento Fiat Strada Freedom irá desembarcar nas concessionárias pelo valor sugerido de R$ 61.590.

De série, os itens da lista continuando sendo idênticos ao da versão cabine dupla, nos quais pode-se citar faróis de neblina, rodas em liga com 14 polegadas, capota marítima, ar-condicionado, volante em couro possuindo comandos satélite de seu rádio e sensor traseiro de estacionamento. A montadora também oferece o pacote Pack Techno por R$ 2.890 que adiciona câmera traseira e uma central multimídia de 6 polegadas.

1,4 milhão de unidades emplacadas

As estatísticas da Fiat Strada são impressionantes até o momento. De acordo com a própria montadora, nesses 20 anos, desde que o modelo teve sua estreia no Brasil, no caso dias 24 de outubro em 1998, foram emplacados incríveis 1,4 milhão de veículos. Sendo que nos últimos onze anos, os quais estão no banco de dados da Autoo, 1,059 milhão de Fiat Strada foram comercializadas, um valor bem superior que suas concorrentes mais significativas somadas, que são a Montana e a Saveiro, que emplacaram, respectivamente, 344 mil unidades e 587 mil unidades.

Esta longevidade possui um segredo que é uma receita que unifica robustez, como tecnologia e confiabilidade, somada a uma forte estratégia para atuar no segmento de veículos comerciais leves da marca, sendo a que possui facilmente a maior participação deste mercado.

Além disso, a Fiat Strada poderá ser aposentada muito em breve, isso se a montadora decidir por chamar o projeto 2810 por outro nome. A Fiat se encontrada desenvolvendo picape nova, compacta e possui previsão para ser lançada no ano de 2020. De acordo com o site Autos Segredos, a mesma será um Carro que irá utilizar componentes de diversos modelos como, por exemplo, a Fiorino, o Mobi e o Argo.

Se esta nova picape receber um nome inédito, a marca poderá continuar com a Fiat Strada por algum tempo ainda, dando um foco somente para as versões de entrada de utilização comercial. Vai que resolvam lançar mais uma nova versão da picape, chamada de Strada Highlander, um nome bem apropriado.

Por Filipe Silva

Fiat Strada Freedom 2019

Fiat Strada Freedom 2019


O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

O Salão de Automóveis de São Paulo trouxe as novidades das principais marcas atuantes no país. Entre os modelos apresentados pela Ford estão dois modelos de picapes, a Ranger Storm e a Ranger Black Edition, ambas com novos desenhos, câmbios e itens exclusivos.

A primeira é mais voltada para o campo, enquanto a segunda para o meio urbano, mas as duas trazem a marca registrada da linha Ranger, que é força, robustez e design agressivo. Os lançamentos chegam às concessionárias, provavelmente, no primeiro semestre de 2019, mas já foram apresentadas muitas informações. No post de hoje você conhece os detalhes da Ford Ranger Storm, principais características, conceito e o possível preço para o mercado brasileiro. Boa leitura!

Ford Ranger Storm Edition

Baseada no atual modelo da Ranger (a Limited Edition) e não no reestilizado, a Ranger Storm está pronta para chegar ao mercado. O modelo conta com cabine dupla espaçosa, tração 4×4, mas o que chama a atenção é o visual imponente, começando pela parte frontal que apresenta o nome Storm Concept na grade.

E é esse o conceito Storm que está presente em uma série de detalhes, a exemplo da nova grade dianteira, inspirada na mesma grade dos modelos F-150 Raptor e EcoSport Storm. Além disso, traz faróis com protetor DRL na parte inferior. Os para-choques contam com detalhes metálicos, pretos e os ganchos de coloração vermelha. No capô adesivos pretos também chamam a atenção.

Nas laterais, a picape ganhou grafismos de cor preta para contrastar com a carroceria vermelha. O estribo fixo de cor preta ressalta com a cor do veículo. É a mesma cor empregada nos retorvisores e maçanetas de plástico rígido. O nome Storm Concept também está presente nas laterais, acima dos estribos.

Off-road de respeito

Entre os itens off-road estão o snorkel que capta o ar, alargadores de para-lama, capota marítima, para-choques reforçados e exclusivos para o modelo. Eles apresentam melhores ângulos de entrada e saída, gancho de reboque, rodas exclusivas de 17 polegadas de liga leve pretas e pneus mistos Pirelli MTR Scorpion 285/70 R17.

Equipada com o poderoso motor 3.2 turbodiesel essa picape entrega até 200 cavalos de potência. O diferencial fica por conta do câmbio automático de seis marchas, que permite uma troca de marchas mais suave.

O snorkel foi desenvolvido pra compensar a grade dianteira, obstruída pelo nome, o que aumenta o fluxo de ar para o motor, evitando aquecimento e melhorando seu desempenho. Ele também serve para que o motor continue “respirando” quando a Storm passar por algum obstáculo de água. O conceito desse snorkel ajudou bastante, principalmente para evitar aberturas no capô. Trata-se de um item que proporciona um excelente resfriamento e contribui bastante para o gerenciamento da temperatura do motor.

Outro ponto interessante foram as caixas de rodas que receberam um revestimento em plástico reforçado ao redor dos arcos. A ideia aqui é receber os primeiros danos quando o veículo está sendo conduzido fora da estrada ou em rotas mais estreitas e evitar que a carroceria seja danificada.

O que já se sabe sobre a Ranger Storm 2019 é o preço, que no mercado brasileiro deve girar em torno dos R$ 110 mil. Nos estados Unidos, o modelo custa US$ 25 mil, equipado com motor turbo de 2.3 litros, que rende 270 cavalos de potência e torque de 310 libras-pés e transmissão automática de 10 velocidades.

Embora o segmento de picape de cabine dupla não esteja no topo das pretensões da montadora, a Ranger Storm apresenta uma série de itens off-road, o que por si só é uma adição valiosa ao portfólio global de produtos Ranger. Mercados como o norte-americano estão bem receptivos quanto ao lançamento, resta saber se ocorrerá o mesmo no Brasil.

Por Robson Quirino de Moraes

Ford Ranger Storm 2019

Ford Ranger Storm 2019


Além de beleza, essa máquina traz muita tecnologia e conforto para todos os seus usuários.

O Chevrolet Cruze SS 2019 chega ao mercado para marcar seu nome em grande estilo. Esse carro traz muitos detalhes luxuosos e o principal deles é seu design externo. Além de beleza, essa máquina traz muita tecnologia e conforto para todos os seus usuários. O Chevrolet Cruze SS 2019 é um modelo novo no mercado automobilístico, mas aos poucos ele vem ganhando seu espaço e conquistando a confiança de muitos consumidores. Agora vamos falar sobre as principais características desse carro.

Carro com muita segurança

O Chevrolet Cruze SS 2019 é um caro muito seguro. A marca pensou em diferentes recursos de segurança. Esse é um detalhe que deixa muitos usuários mais confiantes ao comprarem um carro. Nesse quesito a Chevrolet acertou. Veja agora os principais itens de segurança desse carro:

– Controle de tração e estabilidade;

– Airbags ou Airbags duplos e de cortina;

– Sensor de estacionamento traseiro e dianteiro;

– Freios ABS;

– Alarme Antifurto;

– Sistema de fixação de cadeirinha isofix;

– Luz de condução diurna/ Luz de posição em LED.

Itens de série avançados

Outra informação desse carro é que ele possui ótimos itens de série. Dessa forma o Chevrolet Cruze SS 2019 se torna ainda mais completo e irresistível. Muitas pessoas só conseguem finaliza a compra de um novo carro, depois de analisar seus itens de série. Pois esse detalhe faz toda a diferença.

Veja agora alguns dos itens de série do Chevrolet Cruze SS 2019:

– Volante multifuncional com ajuste de altura;

– Chave eletrônica;

– Computador de bordo com cinco modos;

– Câmera de ré;

– Assistência de partida em rampa;

– Ar condicionado automático;

– Porta malas Hatch de 300 litros ou Sedan de 400 litros;

– Espelhos retrovisores externos elétricos;

– E muitos outros.

Carro com ótimo motor

O motor do novo Chevrolet Cruze SS 2019 é muito potente e vai agradar a muitas pessoas. Sua motorização é 1.4 turbo e esse motor está na versão de entrada desse carro. Ele faz o máximo de 153 cv, o que é considerado muito por alguns consumidores de carro.

Chevrolet Cruze SS 2019 tem ótimo consumo médio

O consumo médio do Chevrolet Cruze SS 2019 é considerado bom. Ele é um carro econômico, além de ter muitas outras qualidades. Veja abaixo:

Consumo na cidade 11.2 km/l com gasolina e 7.6 km/l com álcool.

Consumo na estrada 14.0 km/l com gasolina e 9.6 km/l com álcool.

Modelo grande e espaçoso

Outro detalhe sobre esse novo modelo da Chevrolet, é que ele é grande e muito espaçoso. Ele é indicado para famílias de até 5 pessoas, pois essa a quantidade de ocupantes máximo desse carro. Vamos falar agora do seu tamanho que tem as seguintes medidas: Altura 1.484 mm, largura 2.042 mm, comprimento 4.665 mm, distância entre eixos 2.700 mm e seu peso é de 1.321 kg.

Carro com versões para todos os gostos

Esse carro traz 4 versões diferentes, cada uma com detalhes diferenciados para atrair diferentes tipos de consumidores. Veja abaixo o valor de cada uma das versões:

– Chevrolet Cruze LTZ 2 2019: Com valor de R$118.390

– Chevrolet Cruze LTZ 1 2019: Com valor de R$109.790

– Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019: Com valor de R$98.790

– Chevrolet Cruze LT 2019: Com valor de R$96.790

Itens de série que dão conforto

O Chevrolet Cruze SS possui alguns itens de série que são para dar conforto a todos os ocupantes do carro. Veja alguns desses itens:

– Volante revestido com couro e controle de altura

– Console central com porta-objetos

– Para sois com espelho e iluminação

– Abertura do porta-malas com controle remoto

– Descaça braço

– E muitos outros itens.

Esse modelo já está disponível para a compra, basta apenas escolher a sua versão preferida.

Por Cristiane Amaral

Chevrolet Cruze SS 2019

Chevrolet Cruze SS 2019


Além do ótimo custo-benefício o JAC T50 garante aos seus compradores a certeza de ter um ótimo produto em suas mãos, com mecânica robusta e equipamentos inéditos como sua câmera frontal oferecida na versão mais cara.

A JAC disponibiliza o T50 para seus compradores com o título de ser o “SUV mais completo do mercado brasileiro” e não é para menos, seu nível de equipamentos e sofisticação em todos seus detalhes é o seu grande trunfo em um nicho muito competitivo. Além do ótimo custo-benefício o JAC T50 garante aos seus felizes compradores a certeza de ter um ótimo produto em suas mãos, com mecânica robusta e equipamentos inéditos como sua câmera frontal oferecida na versão mais cara.

Diferenciais

  • O T50 já vem com Kit Multimídia com tela de 8 polegadas e câmera de 360 graus conjugada;
  • Todas as versões trazem disponíveis o câmbio automático de 6 marchas com programação eletrônica;
  • Câmera frontal conectada diretamente ao sistema multimídia.

Dimensões Principais

  • Largura de 1760 mm (aproximadamente);
  • Altura de 1640 mm (aproximadamente);
  • Comprimento de 4340 mm (aproximadamente);
  • Excelente Entre-eixos de 2550 mm (aproximadamente);
  • Amplo Porta-malas de 600 litros;
  • Tanque de Combustível de 45 litros.

Vendido em duas versões principais, a PACK 2 e a PACK3 pela JAC Motors, o consumidor terá como opção um maior nível de equipamentos e sofisticação na versão PACK3, sendo a motorização e câmbio idênticas nas duas opções, vamos ao detalhamento das características de cada uma abaixo:

Versões, preços e características

JAC T50 versão PACK 2

Preço sugerido: A partir de R$ 83.990

Cores disponíveis: vermelho, branco, cinza, preto e marrom

Mecânica: Motorização de 1.6 litros 16 válvulas com potência de 138 cavalos a 6000 rpm comandados por uma caixa de câmbio automática do tipo CVT de seis velocidades e sistema Start and Stop conjugado.

Performances principais: Velocidade Máxima de 198 km/h chegando aos 100 km/h em 11,3 segundos.

Suspensão e Rodas

  • Suspensão dianteira MCPherson e do tipo independente;
  • Suspensão traseira com eixo de torção e semi-independente;
  • Rodas de 16 polegadas de liga leve e Pneus 205/55.

Principais Equipamentos no Exterior do Veículo

  • Chave Keyless com destravamento das portas e também do porta-malas;
  • Luzes de LED na direção;
  • Vidros Elétricos e Desembaçador traseiro;
  • Principais Equipamentos no Interior do Veículo;
  • Computador no interior do Veículo;
  • Volante com ajuste em altura e com comandos multifuncionais;
  • Tomada auxiliar de 12 volts com entradas USB na dianteira e traseira;
  • Encosto na cabeça, apoio de braço e bolsos para revistas nos bancos.

Principais Equipamentos de Segurança

  • Alarme, Freios com Sistema Antitravamento, Airbag e adaptação para Cadeira Isofix.

Principais Equipamentos de Conforto

  • Kit multimídia;
  • Ar Condicionado com Sistema Digital;
  • Sistema Bluetooth;
  • Sistema de 04 alto-falantes e mais 2 tweeters;
  • Direção com acionamento elétrico e sensores de estacionamento.

JAC T50 versão PACK 3

Preço sugerido: A partir de R$ 87.990

Cores disponíveis: vermelho, branco, cinza, preto e marrom

Mecânica: Motorização de 1.6 litros 16 válvulas com potência de 138 cavalos a 6000 rpm comandados por uma caixa de câmbio automática do tipo CVT de seis velocidades e sistema Start and Stop conjugado.

Performances principais: Velocidade Máxima de 198 km/h chegando aos 100 km/h em 11,3 segundos.

Suspensão e Rodas

  • Suspensão dianteira MCPherson e do tipo independente;
  • Suspensão traseira com eixo de torção e semi-independente;
  • Rodas de 16 polegadas de liga leve e Pneus 205/55.

Principais Equipamentos no Exterior do Veículo

  • Chave Keyless com destravamento das portas e também do porta-malas;
  • Luzes de LED na direção;
  • Vidros Elétricos e Desembaçador traseiro;
  • Rebatimento dos retrovisores de forma automática;
  • Luzes LED diurnas;
  • Lanternas de neblina traseiras;
  • Teto com Rack embutido e Antena.

Principais Equipamentos no Interior do Veículo

  • Computador no interior do Veículo;
  • Volante com ajuste em altura e com comandos multifuncionais;
  • Revestimento de Couro no Volante;
  • Bancos revestidos em Couro e Cinzeiro;
  • Tomada auxiliar de 12 volts com entradas USB na dianteira e traseira;
  • Encosto na cabeça, apoio de braço e bolsos para revistas nos bancos.

Principais Equipamentos de Segurança

  • Alarme, Freios com Sistema Antitravamento, Airbag e adaptação para Cadeira Isofix;
  • Câmera Frontal;
  • Fechamento Central das Portas.

Principais Equipamentos de Conforto

  • Kit multimídia conjugada com tela de 8 polegadas;
  • Câmera para Assistência de Manobras em Ré;
  • Ar Condicionado com Sistema Digital;
  • Sistema Bluetooth;
  • Sistema de 04 alto falantes e mais 2 tweeters;
  • Direção com acionamento elétrico e sensores de estacionamento;
  • Modelo equipado com piloto automático.

Todas as principais informações, inclusive com possibilidade de agendar um teste-drive do modelo podem ser acessadas na página do T50 no próprio web-site da marca: https://jacmotorsbrasil.com.br/t50.

Por Carlos. B

JAC T50 2019

JAC T50 2019


Nova geração do BMW X5 traz um design arrojado e diversos equipamentos.

O BMW X5 está em sua quarta geração e foi apresentado recentemente, porém ainda será exposto no Salão do Automóvel da cidade de São Paulo e terá suas vendas iniciadas no ano de 2019. O evento na capital paulistana acontece do dia 8 a 18 do mês de novembro.

Além do SUV ter aumentado suas dimensões passou também a ser mais bem equipado. Agora passa a contar com um novo painel digital com tamanho de 12,3 polegadas, lanternas traseiras em LED, faróis com LED adaptativo sendo item de série e tendo luzes a laser como opcional e porta-malas com duas seções, além de display digital TFT o qual irá preencher por completo, pois até o momento, a montadora alemã utilizava um painel um pouco menor, o qual que mesclava seus contornos com velocímetros tradicionais e um conta-giros

Fabricado na planta norte-americana na cidade de Spartanburg, na Carolina do Sul, a nova geração do BMW X5 agora foi equipada com uma nova grade que possui entradas de ar ainda maiores, aumentando assim consideravelmente a agressividade do seu design, bem como a própria função de captar o ar. Dentre diversas alterações n parte visual está o tamanho de sua lanterna traseira, que aumentou de tamanho, dando um ar de mais robustez para a carroceria. De uma maneira geral, com o mesmo pensamento conservador de ter um exterior preservado, agora pode-se pensar que o utilitário esportivo poderá passar a atrair um público maior que foque na esportividade, além dos que visam a parte funcional.

Seguindo na questão da sua lista de itens e equipamentos de tecnologia, a parte central é usada, agora, para apresentar informações do navegador ou sobre informações do sistema, já o conta-giros e o velocímetro se situam em suas bordas.

Além do mais, a geração atual do crossover possui ar-condicionado com quatro zonas, iluminação para todo o interior em LED, incluindo o carpete, um novo teto solar panorâmico, sendo ainda maior que no modelo anterior, tendo um aumento de 30% em seu tamanho, sistema de som da marca Bowers & Wilkins (opcional) com potência de 1.500 watt e 20 alto-falantes, um sistema de entretenimento com dois displays com tamanho de 10,5 polegadas para os ocupantes e muito mais. Ainda é válido ressaltar que a marca alemã irá oferecer, como opcional, uma terceira fileira de assentos.

O modelo será comercializado com uma boa quantidade de sistemas que irá auxiliar o condutor, como por exemplo: aviso de permanência em faixa e rolagem, monitor de pedestres e sensor de ponto cego. Caso o cliente queira incluir ainda mais itens opcionais é possível equipar seu utilitário esportivo com a tecnologia Active Driving Assistant, a qual permite que realizar controle de cruzeiro adaptativo, sendo capaz não somente de acompanhar o trânsito naquele momento, mas também de realizar mudanças na posição do volante, de forma automática, em certas curvas com uma acentuação menor e ainda alterar a velocidade máxima, conforme as placas indicativas de trânsito, presente nas vias.

Sob aquele capô, o novo BMW X5 possui um propulsor turbo, em sua versão xDrive 40i, de 3 mil cilindradas e com seis cilindros em linha, o qual tem uma capacidade de produzir 340 cavalos e consegue se mover de 0 a 100 km horários em simples 5,5 segundos. Um pouco acima se encontra a versão X5 xDrive 50i que é um V8 4.4 que produz 462 cavalos de potência, conseguindo assim diminuir o seu tempo de aceleração, batendo uma marca menor do que cinco segundos. Nos dois casos os motores estão equipados com uma caixa automática de transmissão com 8 velocidades, além de possuir tração integral xDrive e conversor de torque.

Por Filipe Silva

BMW X5 2019

BMW X5 2019


O aplicativo da CNH Digital pode ser baixado em aparelhos com Android e iOS.

O Contran aprovou em julho deste ano (2017) a Carteira Nacional de Habilitação em versão digital. Há algumas semanas atrás, o aplicativo da CNH Digital foi liberado em versão de teste para alguns usuários do sistema operacional Android, mas foi retirado do ar com muita brevidade.

Contudo, dependendo de qual estado você reside, é possível encontrar o aplicativo da CNH Digital, tanto na Apple Store (iOS) quanto na Play Store (Android). Se você é condutor no Distrito Federal ou em Goiás, já pode acessar a loja de apps de seu sistema operacional e buscar pela CNH digital.

Por hora, esses são os dois estados escolhidos para iniciar as atividades com a carteira de habilitação virtual, mas em breve, você que reside em outras regiões vai poder usufruir da carteira de motorista virtual.

Acredita-se que o app será distribuído e liberado para download de forma gradativa. Acredita-se também que o prazo a ser cumprido acerca de todo o Brasil ser abrangido é 1º de janeiro de 2018. Até esse prazo, todos os Detrans de todos os estados já devem ter a CNH Digital.

Para que a sua CNH física possa ser substituída, a versão de sua carteira de motorista tem que ser recente. Para saber se sua habilitação pode ter a versão digital, é só verificar se ela conta com o QR Code. Se a sua CNH física não portar QR Code, é possível obtê-lo pagando uma taxa de R$95.

O procedimento para substituição da CNH física pela Digital, caso sua CNH física já contenha o QR Code, é muito simples. Você deve se dirigir ao Detran mais próximo de você e fazer uma confirmação de seus dados. Com esse procedimento, será gerado um código de ativação.

Esse código que vai ser emitido de acordo com a confirmação dos seus dados no Detran, será utilizado para fazer cadastro no Portal de Serviços Denatran. Assim, sua CNH digital será liberada.

A CNH Digital também é conhecida como e-CNH (eletrônica) e como método de segurança pode ser utilizada desde que o documento esteja ligado a apenas um dispositivo móvel, ou seja, se você possui um smartphone, deve atrelar a e-CNH apenas a ele, pois essa aplicação só poderá ser utilizada pelo aparelho cujo código de ativação foi inserido.

Caso você deseje trocar a e-CNH de aparelho, no caso da troca de celular, perda ou roubo, por exemplo, é necessário que haja uma nova emissão de código de validação, ou seja, o procedimento junto ao Detran deve ser repetido para que um novo código seja gerado.

Para quem sempre tinha problema de esquecer o documento em casa, podendo até levar multas e pontos por isso, agora tem mais esse recurso a favor. Os aplicativos cada vez mais vêm ajudando a otimizar a mobilidade urbana, portanto é um bom sinal que órgãos desse nível de importância estejam aderindo ao avanço tecnológico para melhoria de nossas vidas.

Para baixar o aplicativo em seu smartphone, entre na Google Play Store ou na Apple Store, busque por CNH Digital, conceda as permissões exigidas clicando em "aceitar" e aguarde a instalação. Feito isso, o aplicativo já estará pronto para usar.

Para finalizar o processo e ter sua e-CNH disponível e um toque de distância, basta seguir o fluxo do app, preenchendo o código pedido. Assim que a CNH Digital estiver apta para uso em seu dispositivo móvel, você pode aposentar a versão física e rodar com seu carro apenas portando a versão eletrônica.

Por Carolina B.

CNH Digital


Caminhonete tem preços iniciando em R$ 131.990 na versão Sport GLS.

A japonesa Mitsubishi que vem tendo dias ruins devido a crise, desde 2013, encontrou forças e anunciou recentemente o lançamento da nova picape L200 Triton no Brasil. A caminhonete, que será protagonista da marca no salão de São Paulo que acontecerá em novembro, só estará nas concessionárias no mês de outubro, em três versões de acabamento: custando R$ 174.990 a Sport HPE Top, R$ 161.990 a Sport HPE, e a versão mais em conta a Sport GLS, com valor de R$ 131.990.

Sendo assim, a nova L200 ficará posicionada logo acima da atual, a 2.4 flex Outdoor, que tem um valor de R$ 91.990 e a 3.2 TD Savana A/T, que custa R$ 146.990.

O lançamento da marca estará equipado com um novo propulsor a diesel, com 2.4 litros (2400 cc) e quatro cilindros, que tem 190 cv de potência, com 43,8kgfm de torque máximo. A novidade será fabricada em alumínio, diminuindo seu peso em 30 kg em comparação com o motor antigo.

A versão GLS tem transmissão manual com seis marchas. Nas demais versões, o câmbio é automático, com aletas atrás do volante para troca de marcha. Também terá seletor de tração, sendo 4×4 ou 4×2, com modo de asfalto e reduzida.

Aparentemente, a picape recebeu algumas alterações, com faróis espichados para os lados, com lanternas que vão até a caçamba e grade mais marcante.

A versão topo de linha vem equipada com os seguintes itens de série: ar-condicionado digital dual zone, central multimídia com tela de 7 polegadas, sensores de luz, faróis de xenônio com luz de rodagem diurna, botão de ignição, sensor de estacionamento e chuva, para o condutor airbags frontais, que são obrigatórios, de joelho, cortina e laterais e câmera de ré, além de bancos de couro, para o motorista com regulagens elétricas.

A montadora irá produzir tanto o modelo novo quanto o antigo na fábrica de Catalão (GO).

Confira abaixo os preços das versões antigas (os modelos atuais foram informados acima):

  • L200 Triton Savana (transmissão manual) – valor: R$ 138.990,00
  • L200 Triton Outdoor (transmissão automática) – valor: R$ 136.990
  • L200 Triton Savana (transmissão automática) – valor: R$ 146.990,00
  • L200 Triton GLX (transmissão manual) – valor: R$ 111.990,00
  • L200 Triton GL (transmissão manual) – valor: R$ 105.990,00
  • L200 Triton 2.4 (Flex Outdoor) – valor: R$ 91.990,00

Por Filipe Silva

L200 Triton 2017


Rumores surgiram sobre o novo Aircross com um design mais ousado, futurista e tecnológico.

A empresa automobilística Citroën divulgou um teaser de seu novo Aircross. As novidades vão além do incrível visual. Após o lançamento da fantástica nova geração do C4 Picasso, a empresa francesa Citroën contará com mais uma novidade em sua linha muito em breve.

Nesta última terça-feira (3 de novembro), a gigante francesa dos automóveis divulgou uma prévia que revela parte da estética da dianteira do novo Aircross. Sua aposta para o ano de 2016.

Sem identificar uma data, a montadora enfatiza que o seu modelo aventureiro e ao mesmo tempo cibertecnológico, terá uma nova estética para agradar as novas gerações de aventureiros: um design mais ousado como resultado da nova imagem da Citroën.

O comunicado da empresa francesa também antecipa que a proposta da nova estética da linha será transmitir um visual mais futurista e tecnológico, de acordo com a contemporaneidade e suas mutações tecnológicas.

O teaser publicado pela Citroën demonstra que o novo Aircross deve contar com para-choque totalmente reformulado, com uma nova formatação na parte-inferior e nos espaços dos faróis auxiliares de neblina. Contará também com uma nova grade e também filetes de LED. A montagem traseira também passará por transformações, entretanto, de um modo mais leve.

Pensa que as novidades ficam só por conta do visual? O Citroën Aircross 2016 deve ganhar um novo câmbio automático de seis marchas, embora o câmbio manual ainda permaneça com cinco velocidades. Além de enriquecer o desempenho, a nova transmissão automática do Citroën 2016 também beneficiará de forma considerável o consumo de combustível.

Em síntese, pode-se dizer que o Aircross possui uma personalidade forte, com uma estética bem contemporânea. Para os nômades e aventureiros. Um verdadeiro convite à liberdade, ao caminho de novas descobertas, ideal para quem busca boas e novas aventuras.

Por Felipe Pancheri Colpani

Teaser do novo Citroen Aircross

Foto: Divulgação


Protótipo permite que o motorista possa dirigir remotamente por meio de um telefone celular.

Um carro com controle remoto? Seria cenário de sonhos, “brincadeira de adulto”? A Jaguar Land Rover promete essa novidade em breve! Ainda em fase de protótipo, a nova tecnologia permitiria que um motorista possa dirigi-lo remotamente utilizando um telefone celular.

No aplicativo desenvolvido é possível ter controle sobre várias partes do automóvel, como o volante, o acelerador e os freios, além de mudar a marcha para reduzida caso seja necessário. A tecnologia foi desenvolvida para que um motorista possa manobrar o carro em situações difíceis analisando os obstáculos por fora, o que seria ideal em terrenos acidentados, por exemplo, que sempre exigem muito esforço do motorista e acabam causando muito desconforto para quem está dentro do carro.

Além dessa funcionalidade, um carro com controle remoto facilitaria a tão temida baliza. Com o controle remoto seria possível estacionar o carro em locais reduzidos checando em tempo real a posição do carro, sem riscos maiores de colisão. Manobras difíceis em locais arriscados ou estreitos deixariam de ser um problema para o motorista. Toda essa parte ficaria por conta da inteligência do carro.

A nova tecnologia é encarada como um avanço na segurança de motoristas e pedestres. Já que um automóvel que consegue poupar o motorista de momentos desconfortáveis ou diminuir o risco de colisões pode ser muito útil no futuro. Um vídeo já disponível no YouTube demonstra a nova tecnologia em ação. Nele um motorista controla um carro por um espaço reduzido e em outro momento faz uma baliza em um estacionamento, sem entrar no carro.

O sistema desenvolvido pode ser operado no máximo a 10 metros de distância e a velocidade máxima de execução é de 6 km/h. A expectativa da Jaguar Land Rover é contribuir para a segurança nas ruas e diminuir o trabalho tedioso dos motoristas, colocando a tecnologia à disposição do motorista.

E você, teria um carro controlado por controle remoto?

Por Patrícia Generoso

Carro da Jaguar Land Rover pode ser guiado por smartphone

Carro da Jaguar Land Rover pode ser guiado por smartphone

Foto: Divulgação


Nova plataforma tem materiais mais leves acrescentando potência de 15% e melhoria na eficácia no gasto de combustível em 25%

A Toyota expôs nesta quinta-feira sua atual plataforma global de autos, designada TNGA – sigla para Toyota New Global Architecture. De combinação com a montadora japonesa, a disposição terá materiais mais leves, o que consentirá acrescentamento de potência em 15% e melhoria na eficácia no gasto de combustível em 25%.

Ao mesmo tempo, a plataforma TNGA autorizará a diminuição dos preços de fabricação de novos automóveis, graças a sua adequabilidade. A expectativa da Toyota é de que, até 2020, metade de seus transportes comercializados mundialmente aproveite a nova arquitetura. O primeiro modelo a adotá-la será um veículo médio, com tração dianteira, a ser disseminado até o fim de 2015.

A montadora confirma que a TNGA concentra materiais mais leves e oferece centro de gravidade mais baixo. Além disso, a Toyota assegura que o novo apoio vai empregar motores mais modernos, que acrescentaram a ação energética em 25%, bem como 15% a mais de potência. Os híbridos ficarão 15% mais competentes.

O primeiro modelo com a TNGA aparecerá ainda este ano e será um carro de porte médio com tração dianteira como mencionado anteriormente, mas futuramente modelos de tração traseira também usarão a plataforma. A Toyota acredita que metade de seu extenso lineup esteja abastecido com essa plataforma em 2020.

De acordo com o site japonês Nikkei Asian Review, o novo Prius  vai ser arranjado no Brasil em 2018, em São Bernardo do Campo (SP), na primeira fábrica da Toyota fora do Japão, consagrada em 1962 e que acaba de ter a fase elementar de revitalização completada. A aquisição nesta etapa do projeto foi de aproximadamente R$ 19 milhões. Batizado “São Bernardo Reborn”, o projeto contempla diversas ações. Entre elas está a implantação do terceiro turno no setor de forjaria, que passará a produzir peças para aprovisionar a futura planta da Toyota em Porto Feliz (SP), com previsão de inauguração no primeiro semestre de 2016, e onde serão fabricados os motores 1.3L e 1.5L do Etios.

Por Lorena de Oliveira

Nova plataforma da Toyota

Foto: Divulgação


Modelos BH-03 e Triple Tube são os novos protótipos sustentáveis da marca

Não há dúvidas que a revolução em termos de pneus está em franca expansão. São muitos os tipos e designs deste tipo de componente, no entanto, dificilmente uma companhia seja tão conhecida pelo uso de tecnologia de ponta como a Goodyear.

Muitas empresas acreditam que o pneu pode ser muito mais que borracha e metal, adotando este conceito, a marca reconhecida mundialmente desenvolveu dois novos conceitos de pneus sustentáveis. O primeiro pode aproveitar o calor para recarregar baterias, enquanto o segundo altera a sua forma de acordo com as características do caminho percorrido.

Se a intenção dos fabricantes é trazer ao mercado carros cada vez mais eficientes e inteligentes, uma boa forma de inovar é desenvolver novos pneus, já que estes possuem o seu modelo básico há mais de 120 anos. Obviamente, com o passar do tempo, os aspectos técnicos como durabilidade e rendimento em diversas superfícies têm melhorado, no entanto, ainda estamos perante uma roda de borracha com ar dentro. Depois, existem outros parâmetros a serem analisados como o peso do veículo. Enquanto os carros tradicionais são cada vez mais leves, os carros elétricos possuem um maior peso devido à presença das baterias. 

Ao considerar a ampla gama de novidades que podem ser incorporadas nos pneus com o objetivo de melhorar o desempenho do veículo, vê-se que a tendência às modificações pode ser encontrada no Salão de Genebra, este evento estará acontecendo até o dia 15 de março. Durante os dias que faltam para fechar as portas, é possível conferir as próximas novidades em termos de carros e também de componentes. Dois conceitos inovadores para o futuro pertencem à Goodyear.

O primeiro recebe o nome de BH-03, ele é um pneu que contém termologia termoelétrica. Este modelo tem a capacidade de converter o calor que recebe, tanto da luz solar quanto da força de atrito durante o movimento, em energia elétrica. Esta é enviada diretamente às baterias para restaurar a sua carga, esta potência gerada se une o componente elétrico gerado pela deformidade natural do pneu. 

O segundo conceito é o Triple Tube. Este pneu está baseado em um sistema de três câmaras que modificam o formato da banda de rodagem conforme as condições do trajeto. O modo Eco mantém as três câmaras cheias de ar (máxima capacidade), já o Wet Traction concentre o ar no centro da banda de rodagem, melhorando a adesão em superfícies úmidas.

Mesmo que estes dois conceitos sejam extremamente revolucionários, a Goodyear não tem previsão para a fabricação dos protótipos.

Por Melina Menezes

Pneus sustentaveis da Goodyear

Pneus sustentaveis da Goodyear

Fotos: Divulgação


Foi exibida no Salão de Chicago nos Estados Unidos uma variante híbrida e aventureira do veículo Kia Soul, essa nova versão foi batizada com o nome de Trail’ster e-AWD Concept.

O desenvolvimento e a criação desse veículo ocorreram após um desafio lançado pela Kia na América do Norte à sua equipe para que fizessem um veículo com características mais rústicas. E o desafio deu resultado, o modelo foi projetado com tração nas quatro rodas e o seu visual obteve um design bastante robusto, os faróis e lanternas de neblina foram colocados em tamanho bastante avantajado, nos para-choques e nos para-lamas foram inseridas molduras escurecidas, um dos grandes atrativos que chamam muita a atenção de quem vê o veículo pela primeira vez são os faróis e lanternas internas que ganharam desenhos futuristas, bem como os retrovisores internos que ganharam contornos mais ousados.

Outro adereço que combinou bastante com a proposta desse veículo foram as rodas aro 19’’, as quais possuem raios na cor vermelha e o centro na cor preta.

Apesar de todas essas inovações na parte externa, quando se observa o interior do veículo não houve muitas modificações no carro quando comparado ao Soul, contudo as únicas características que dão singularidade a esse novo modelo na parte interna são os revestimentos na cor marrom, o teto panorâmico e a alavanca de câmbio que teve um breve esticamento, a fim de proporcionar maior conforto aos condutores.

O Trail’ster foi projetado com um motor 1.6 tubocharger de quatro cilindros o qual é capaz de produzir 185cv e 25,6 kgfm, a movimentação das rodas traseiras é feita através do auxílio dado por uma bateria que contém polímero de íon-lítio a qual tem a finalidade primordial de fornecer força extra às rodas traseiras e auxiliá-las nas manobras realizadas em baixas velocidades e no uso fora de estradas.

A aposta da montadora Kia é que todo este conjunto ainda proporcione aos consumidores de gasolina entre 5% e 10% na estrada e de 25% a 30% nas áreas urbanas. 

Por Adriano Oliveira

Kia Trail?ster e-AWD Concept

Kia Trail?ster e-AWD Concept

Kia Trail?ster e-AWD Concept

Fotos: Divulgação


A categoria de carros SUV, que há pouco não era tão conhecida no Brasil, está se tornando cada vez mais comum nas ruas. Os brasileiros estão procurando esses carros pela segurança, espaço interno e suspensão alta, já que os veículos desta categoria conseguem atender os usuários que pretendem transportar a família, percorrer estradas de terra e carregar muita mala.

De acordo com informações da Fenabrave e da tabela de preços de veículos da Fipe, abaixo estão listados os SUVs mais vendidos no país desde o começo do ano:

1)      Ford EcoSport – o mais vendido, tem preços variando de R$ 57.585 a R$ 80.885 em sua versão mais completa;

Foto: divulgação

2)      Renault Duster – esse SUV, um pouco mais barato, sai a partir de R$ 53.990, podendo chegar até R$ 72.575;

3)      Hyundai Tucson – com uma faixa de preço estreita, o carro varia de R$ 64.577 até R$ 69.466;

4)      Hyundai ix35 – outro SUV da marca no mercado, que tem duas versões: uma de R$ 88.169 e outra de R$ 97.750;

5)      Mitsubishi ASX – o SUV é o mais vendido com modelo acima de R$ 100 mil. Os preços variam de R$ 83.833 até R$ 105.666;

6)      Chevrolet Tracker – este modelo tem uma versão que custa R$ 68.875 e outra de R$ 84.295;

7)      Mitsubishi Pajero – esse SUV tem diversas categorias, com a versão TR4 saindo a partir de R$ 69.000, chegando até o modelo Full por R$ 206.214;

8)      Kia Sportage – com três versões, o carro sai a partir de R$ 88.656 e chaga até R$ 116.475;

9)      Toyota Hilux – versão SUV da famosa picape tem preços a partir de R$ 87.578. A versão topo de linha custa R$ 178.670;

10)   Citroën Aircross – o SUV custa de R$ 53.354 até R$ 69.757;

11)   Mitsubishi Outlander – a versão mais barata custa R$ 104.500, chegando até R$ 138.950;

12)   Toyota RAV4 – segundo SUV mais vendido da marca tem preços de R$ 104.933 até R$ 134.916;

13)   Lifan X60 – com apenas um modelo, o SUV está nas concessionárias por R$ 59.193;

Foto: divulgação

14)   Range Rover Evoque – o luxuoso sai a partir de R$ 178.172 e chega até R$ 293.000;

15)   Audi Q3 – com duas versões disponíveis, o consumidor pode pagar R$ 146.133 ou R$ 175.833 por ele;

16)   Hyundai Santa Fe – também com dois modelos, o SUV custa R$ 114.022 ou R$ 152.833 na verão topo de linha;

17)   VW Tiguan – a única versão disponível custa R$ 128.105;

18)   Suzuki Grand Vitara – único SUV da marca na lista possui quatro versões. A mais barata sai por R$ 83.125 e a mais cara por R$ 96.859;

19)   Dodge Journey – o pesadão custa de R$ 112.366 a R$ 137.044;

20)   Cherry Tiggo – fechando a lista, o carro está disponível em duas opções:  a mais simples por R$ 54.466 e a mais completa por R$ 58.466.

Por Rannier Ferreira Mendes


Aquela placa metálica que está anexada em todos os veículos e funciona como a “carteira de identidade” do automóvel está prestes a ser alterada.

Quem acompanha as mudanças no mundo automobilístico lembra que a última grande alteração ocorreu em 1990, quando deixou-se de utilizar as placas amarelinhas, que contavam com duas letras e quatro números, para utilizar as atuais cinzas. Mesmo essas últimas tiveram algumas alterações, como mudança na fonte dos dígitos e a utilização de um fundo reflexivo.

Porém, a nova versão de placas vai muito além de uma alteração visual, já que nasceu de um acordo no MERCOSUL de padronização de placas no Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. O novo sistema entrará em vigor no primeiro dia de 2016 e os carros já emplacados não precisarão ser alterados.

O intuito do novo modelo é semelhante ao utilizado na União Europeia, pois dará a possibilidade de uma fiscalização mais integrada entre os países, ajudando a combater a clonagem, os roubos de cargas e, claro, criando padronização no sistema de identificação de veículos.

O modelo foi totalmente alterado em relação ao atual no Brasil, porém a placa terá as mesmas dimensões das já utilizadas e os preços de emplacamento também não terão grandes alterações.

A placa terá um fundo branco, com uma faixa azul na parte superior, onde constará o símbolo do MERCOSUL na porção esquerda, o nome do país no centro e as bandeiras do estado e país, assim como o brasão do município, no lado direito.

O sistema de codificação utilizará quatro letras e três números, dispostos de ordem aleatória, diferentemente do padrão letra depois número usado hoje. Além disso, a possibilidade de colocar os dígitos em posições aleatórias e utilizar quatro letras em vez de quatro números aumenta mais as possibilidades de combinações.

Além disso, a cor dos dígitos e o contorno da placa categorizarão o veículo, sendo utilizada a cor preta para carros particulares, a vermelha para comerciais e autoescola, a verde para experiência, a azul para veículos oficiais, a dourada para carros diplomáticos e a prateada para colecionadores.

Hoje, a quantidade de veículos total nos países do MERCOSUL gira em torno de 110 milhões e o novo sistema permitirá combinações na casa de 450 milhões de possibilidades.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: Divulgação/Ministério das Cidades


O novo modelo do Fox foi apresentado pela Volkswagen na última segunda, 18 de agosto de 2014. Já na próxima semana o novo visual do hatch da montadora alemã poderá ser encontrado nas lojas como modelo 2015.

O Fox está com cara nova, bem parecido com os modelos do Golf e será comercializado com diversas opções e preços. São três modelos 1.0 e três 1.6.

O modelo mais acessível é o Fox Trendline, com motor 1.0 de 76 cv e 4 cilindros, que tem valor de R$ 35.900. Essa versão vem com itens de série como direção elétrica, caixa de direção com ajuste de altura e profundidade, vidros elétricos nas portas dianteiras, entre outros itens, como limpador e desembaçador traseiro, abertura elétrica e travamento elétrico, tanto do porta malas como das portas.

O segundo modelo 1.0 é o Fox Bluemotion, com motor de 82 cv e 3 cilindros, que custará R$ 37.690. O Bluemotion virá com todos os itens da versão anterior, a Trendline, mas foi acrescentado o sistema de partida a frio e computador de bordo.

O Fox Comfortline também é 1.0 e tem motor de 76 cv e 4 cilindros. A previsão é que custe R$ 38.190. Também este vem com os itens de série da versão Trendline e foram acrescentados o aquecimento, faróis e lanterna de neblina, computador de bordo e sistema de som integrado.

O Fox Confortline 1.6 vem com os mesmo itens da versão 1.0, mas seu motor é de 104 cv e 4 cilindros. Ele custará R$ 41.490 e terá a opção de câmbio i-Motion, o que faz o preço ir para R$ 44.590.

O modelo mais barato do 1.6 é o Fox Trendline, de motor com potência de 104 cv e com 4 cilindros, que vem com os mesmos itens da versão 1.0.

Já o modelo mais caro da nova versão do Fox é o Highline 1.6, como motor de 120 cv e 4 cilindros, e que custará entre R$ 48.490 e R$ 51.790, caso o comprador opte pelo câmbio I-motion. Essa versão também é a única do modelo que vem com câmbio manual de seis marchas.

Há diversos itens opcionais à disposição dos interessados no novo carro da Volkswagen, entre eles o teto solar, revestimento em couro sintético, piloto automático, rodas de 16 polegadas entre outros.

Por Joana Junqueira Borges

Fotos: Divulgação


No decorrer do ano passado, a Honda juntamente com a equipe Team Dynamics teve a incrível oportunidade de participar de um campeonato britânico de carros de turismo. O destaque da vez foi o Mean Mower, o cortador de grama mais rápido do mundo nas pistas de corrida. Diante disso, vamos abordar neste artigo algumas de suas principais características quando está sendo executado.

O carro é equipado com um motor V2 de 1.000 cilindradas (transplantado de uma moto Honda VTR Firestorm) junto a um câmbio de seis marchas com paddle shift. Essa junção faz com que o Mean Mower acelere de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos. Sua velocidade máxima atinge 210 km/h. Tempo extremamente útil para um carro desse porte.

Alguns montadores acharam o veículo para lá de radical, além de ser um projeto insano, pelo fato de ser acoplado o motor e câmbio de outros equipamentos. Durante o treino, o condutor conseguiu atingir 128 km/h, uma vez que o tempo estava chuvoso e não era possível atingir a velocidade máxima pelo fato de haver riscos de derrapagens. Salienta-se que o carro não foi feito para pistas por ser bem sensível e dificultar a tocada. Entretanto, é visível a potência e resposta rápida de aceleração, bastando que o condutor tenha muita concentração para fazer algumas curvas.

O Mean Mower utiliza um cortador HF2620 e seu chassi é totalmente trabalhado e customizado, além de uma potência de 110,5 cavalos e peso de 140 kg. É nada mais nada menos que um brinquedo divertido usado por alguns cortadores de grama e pilotos de corrida a título de testes. Como resultado, podemos perceber que ele pode ser um bom reparador de gramas e atingir um tempo mínimo diante de tanto trabalho. Os originários do carro adoraram a novidade e além de ser um modelo para passar o tempo, pode ser usado tanto para trabalho quanto para turismo.

Por Luciana Viturino

Honda Mean Mower

Foto: Divulgação


Neste ano de 2014 a Dodge comemora seu centenário. Para celebrar em grande estilo a data mais do que especial a marca resolveu fazer algo até interessante: atualizar o Challenger, modelo que se tornou um dos mais icônicos da marca.

A linha 2015 do muscle car foi revelada recentemente no Salão de Nova York e basicamente segue os mesmos detalhes do modelo original. Isso quer dizer que não houve grandes alterações apenas pequenos a discretos retoques. O fato deixa o carro com um certo ar de modernidade sem que para isso perca sua “cara de mal” uma das características mais legais do modelo.

Mesmo sendo nova, a dianteira é claramente inspirada no modelo lançado em 1971. Além dos faróis em LEDs o carro também ganhou uma grade com frisos cromados. A traseira do modelo também recebeu algumas alterações ganhando novas lanternas, porém, agora separadas e contornadas por um acabamento em preto brilhante.

De qualquer maneira as principais mudanças e novidades não estão na parte externa e sim no interior. Mais precisamente embaixo do capô. O tão famoso “V-oitão” 6.4 Hemi ganhou uma potência extra passando dos 470 cv para os 485 cv. Com isso o modelo poderá gerar 65,7 kgmg de torque. Além disso, o modelo conta também com uma caixa automática de oito marchas TorqueFlite. Ressaltando que a  transmissão manual também está sendo disponibilizada.

Juntando tudo a linha 2015 do Challenger conta com oito versões: 392 HEMI Scat Shaker, 6.4 Scat Pack, R/T Plus Shaker, R/T Shaker, R/T Plus, R/T, SXT Plus e SXT.

No caso do primeiro modelo Dodge Challenger pode ir de 0 a 96 km/h em 4,5 segundos de acordo com a fabricante. A velocidade máxima que pode ser obtida com carro é de 293 km/h. Já para as versões de entrada: a SXT e a SXT Plus a informação da montadora é de que são equipados com um motor de 3.6 cilindros Pentastar de 305 cv. O desempenho neste caso é um pouco mais discreto.

Por Denisson Soares

Dodge Challenger 2015

Foto: Divulgação


É possível encontrarmos no Brasil uma grande quantidade de empresas da área automobilística. São várias empresas já instaladas no país há bastante tempo. É importante destacar que essa variedade é muito interessante para o brasileiro, pois assim a concorrência é maior e os preços caem, além disso, também temos que destacar a variedade de automóveis à disposição.

Para aqueles que gostam de carros luxuosos uma boa escolha poderia ser um Audi, automóvel conhecido em todo o mundo e fabricado pela montadora alemã de mesmo nome. Para aqueles que desejam adquirir um Audi, a boa notícia é que o novo Audi A1 2014 sofreu uma queda em seu preço oficial, ou seja, foi lançada uma versão mais barata visando o mercado brasileiro. Mais detalhes a respeito você encontra na continuação desta matéria.

A versão mais barata do A1 2014 foi nomeada de Kult, vale destacar que a mesma é baseada no Attraction. A queda no preço também significou a retirada de alguns componentes da versão original. Um ótimo exemplo foi o sistema de navegação que acabou sendo substituído por um rádio com leitor de CD e entrada auxiliar. No entanto, por meio da versão mais barata você ainda encontra airbags frontais, laterais e de cortina; controle de estabilidade; assistente de partida em rampas; faróis bixenônio com ajuste automático de altura e luzes de condução diurna em LEDs dentre outros itens.

Para aqueles que estão interessados é importante deixar claro que apenas 100 unidades serão colocadas à venda. O preço sugerido do mesmo será de R$ 79.900. Além disso, o cliente ainda tem à sua disposição dois pacotes opcionais: Conforto ou Conforto e Tecnologia. O pacote Conforto oferece apoio de braço dianteiro, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro e faróis de neblina. Quanto ao pacote Conforto e Tecnologia, o mesmo acrescenta ar condicionado automático, sistema de multimídia Audi Music Surface, Bluetooth, sensores crepuscular e de chuva, volante multifuncional com alertas para mudança de marcha e retrovisor eletrocrômico.

É importante destacar que a motorização do Audi A1 2014 Kult permanece a mesma, ou seja, 1.4 TFSI de 122 cv de potência associado ao câmbio S tronic de sete marchas e dupla embreagem.

Por Bruno Henrique

Audi A1 Kult 2014

Foto: Divulgação


A nova versão do Grand Cherokee chega com motor 3.0 V6. A versão é ainda mais potente do que o modelo movido a gasolina

Mais ou menos três meses após mostrar ao público a nova linha do Grand Cherokee com motor a gasolina e com um visual repaginado a divisão brasileira da Jeep decidiu voltar ao noticiário automobilístico ao anunciar o lançamento do mesmo veículo. Mas essa versão conta com uma motorização turbodiesel. Um detalhe que não pode passar em branco é o fato de que o modelo passa a ser o veículo mais caro da montadora, o que é válido também para o Brasil. O Novo Grand Cherokee não sai das concessionárias por nada mais nada menos do que R$ 239.900.

O Grand Cherokee diesel, que em tempos passados ainda tinha o sobrenome “CDR” mudou até o motor. Para relembrar, anteriormente o modelo era movido pelo bloco de motorização Mercedes-Benz 3.5 V6, um detalhe que veio junto com a herança deixada pelo grupo Chrysler ainda quando fazia parte do grupo Daimler, que por sinal é dono da Mercedes-Benz.

A nova linha do SUV agora conta com um propulsor Fiat Powertrain 3.0 V6 de 241 cv capaz de gerar 56 kgfm de torque. Vale lembrar que a Chrysler agora pertence ao grupo Fiat.

Em termos gerais todas as alterações feitas no veículo trouxeram mais benefícios do que malefícios. O modelo ficou mais rápido, tem mais capacidade em trechos off-road. Já em termos de combustível o carro ficou 10% mais eficiente no consumo do combustível.

Outro detalhe é que o Grand Cherokee também apresenta um desempenho relativamente superior ao modelo com movido a gasolina. Isso pode ser aplicado tanto no que diz respeito à aceleração quanto ao alcance.

De acordo com as informações divulgadas pela Jeep, SUV turbodiesel vai de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos e possui uma autonomia de 1.400 km para um tanque com capacidade  de 93 litros. Só por curiosidade o modelo que é movido a gasolina apresenta a aceleração de 8,3 segundos e um alcance para o mesmo tanque de 1.100 km.

Por Denisson Soares

Novo Jeep Grand Cherokee

Foto: Divulgação


Quem acompanha o que anda sempre acontecendo no mundo das quatro rodas, com certeza se lembra que há pouco tempo a Chevrolet lançou uma edição especial Advantage para os seus carros: Celta, Spin, Cobalt e Classic. Para sermos mais exatos, isso ocorreu em setembro de 2013. Agora, a marca já está incluindo o Prisma neste mesmo portfólio.

A data em que a novidade será disponibilizada ao mercado para compra ainda não foi divulgada pela Chevrolet. Além disso, o preço do veículo também não foi informado. Apesar das poucas informações, o mundo automobilístico já espera com ansiedade para ver este novo modelo nas ruas.

A Chevrolet também não mencionou sobre quais possíveis itens novos o Advantage será equipado, embora segundo as especulações do mercado o carro virá com rodas de alumínio e será vendido unicamente na cor cinza Mond. Há também quem especule que o modelo também contará com um pacote de equipamentos diferenciados.

Bem se sabe que nos modelos anteriores, a marca procurou oferecer ao mercado vantagens no preço dos automóveis. Atualmente o modelo do Prisma é vendido por R$ 38.390 (versão com motor 1.0 de 80 cv e câmbio manual de 5 velocidades) ou por R$ 42.990 (versão com motor 1.4 de 106 cv).

O Prisma é característico por sua direção leve e precisa, além de seu sistema de áudio e acabamentos refinados. Na versão 1.4 do automóvel o motorista sente um solavanco na realização de mudança de marchas, o que pode causar certo incomodo ao motorista.

A versão 1.4 com câmbio automático ainda apresenta um consumo de 11,8 km/l usando etanol.

Agora quem ama carros deve aguardar até que a Chevrolet coloque mais essa máquina para desfilar nas ruas brasileiras.

Por Igor Lima 


Carros sofisticados, que podem ser apontados como o desejo de consumo de muitos motorista, se resumem em três letras: BMW.

Sabendo disso, a marca de carros alemã nunca para de investir em seu portfólio de possantes, que cada vez mais caem no gosto geral do público e desta vez a obra causadora de frisson no mundo automobilístico é o M4 Cabrio, que chega para substituir o M3.

O modelo ainda nem foi revelado oficialmente, a previsão para exposição do mesmo é no Salão de Nova York, mas mesmo assim a BMW já fez questão de mostrar o que o novo carro trará. O carro, que será um modelo conversível do cupê  M4, virá com motor 3.0 biturbo de seis cilindros. Além disso, o veículo também perderá 64 kg se comparado com o modelo convencional. Em seu design nota-se uma maior agressividade e o modelo também pode ser citado como sendo mais arrojado que o Série 4.

O teto retrátil pode ser facilmente ativado e demora cerca de 20 segundos para ser dobrado com o carro em uma velocidade de 18km/h. Ainda para surpreender o público, o M4 possui potência de 431 cv e torque de 6,08 kgfm, o câmbio de marcha pode ser manual ou automático seis velocidades, o que pode fazer com que o carro atinja a velocidade de até 250 km/h, independente do câmbio.

E o design?

Ele também é de deixar cair o queixo. O para-choque dianteiro do automóvel agora é mais estruturado e possui maiores entradas de ar. Ele foi desenvolvido em alumínio e a grade também contou com novos acabamentos para valorizar o carro. Outra vantagem do novo carro é o aumento na capacidade do bagageiro, que agora possui 370 litros.

Os bancos de couro, frisos cromados e o volante esportivo, dão maior valorização ao luxo do modelo. Inicialmente o preço de venda sugerido no Reino Unido é de 60.730 libas, cerca de R$ 229,7 mil.

Por Igor Lima 


O Volkswagen Passat CC, que é importado da filial alemã, está no marcado brasileiro desde 2009, mas agora sofreu modificações em seu design. O Passat CC teve mudanças nas laterais, no para-brisa e na traseira do carro. O carro, que é top de linha, tem um bom espaço interno e carrega traços únicos dos carros da VW, como o design das lanternas já usado anteriormente nos modelos do Gol 2014.

O veículo, que passa um ar de comodidade só pelo seu formato, possui apenas uma versão, a 3.6 V6 e tem como itens de série sensor de chuva, Easy Open (que é a abertura da tampa do porta-malas com pedal virtual), volante multifuncional (que tem controle do tipo Tiptronic), controle automático de velocidade, computador de bordo, ar condicionado de duas zonas e bancos dianteiros esportivos com ajuste elétrico de 12 vias.

O carro custa a partir de R$ 184.990. Com um motor de 3.6L e 300 cavalos de potência, o carro tem um bom desempenho. A transmissão é de 6 velocidades e a direção Servotronic completa o pacote.

Com 6 airbags, freios de estacionamento eletrônico com função Auto-Hold e sistema Kessy (sistema de abertura, travamento e ignição sem chave), o carro se mostra perito em segurança e ainda para completar, o veículo tem câmera traseira integrada e sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, além um porta-malas bem compacto, com 532 litros.

Para fazer parte do conjunto, as rodas de liga leve têm aro 18 e a lanterna traseira e a iluminação da placa são em LED (sendo que os faróis dianteiros são Bi-xenon com luz diurna também em LED).

O carro que ainda não está tão presente nas ruas brasileiras faz parte da linha Volkswagen Premium, junto com o Passat, o Passat Variant, o Jetta e o Tiguan.

Por Mariana Caetano


O que vem em sua mente quando falamos em Mercedes?

Conforto, bom desempenho, satisfação. Pois é, tudo isso e muito mais pode ser visto na versão 2014 do Mercedes S 63 L AMG que já chegou ao Brasil.

Só para aguçar sua curiosidade sobre o novo modelo, o mesmo vem com motor AMG V8 biturbo 5.5 que parece já ser a marca registrada da Mercedes para seus carros de grande desempenho. E desempenho é o que falamos quando citamos o Mercedes S 63 L AMG que consegue atingir 585 cv de potência; beleza também não foi poupada no desenvolvimento do carro que pode ser visto em sua deslumbrante carroceria.

A marcha funciona em três modos: manual, esportiva em um modo de controle de eficiência que propicia a diminuição do consumo de combustível, ainda devemos citar que o modelo conta com tração integral AMG 4MATIC desenvolvida para melhorar o desempenho do carro. O carro também perdeu 100 quilos de peso comparado a sua versão anterior que era de 1.970 kg para isso a Mercedes contou com o uso de matérias mais leves na fabricação.

O quesito segurança não foi desconsiderado também. O S 63 L AMG conta com direção inteligente que consegue monitorar por meio de percepção sensível quando o condutor do veículo está cansado em virtude de sono, logo que percebido o fato o automóvel emite um alerta sonoro, o que é altamente útil para evitar possíveis acidentes.

A Mercedes sem dúvida fabrica os carros dos sonhos da grande maioria dos motoristas, e este modelo já está disponível nas concessionárias do Brasil pelo preço de R$ 727.900, que valoriza o interior do carro que foi trabalhado em couro, é espaçoso e confortável. O veículo também tem sido considerado “leve” em sua condução por quem já teve o prazer de realizar um test drive.

Por Igor Lima 

Mercedes-Benz S 63 L AMG

Foto: Divulgação


Nessa quarta-feira (2), uma mistura de política com produção de carros aconteceu em Pernambuco. O presidente da Fiat do Brasil, Cledorvino Belini, foi convidado pelo Governador de Pernambuco (Eduardo Campos) a fazer uma visita ao Estado. O motivo foi analisar o andamento da fábrica da marca em Goiana, cidade que fica cerca de 60 quilômetros da capital Recife.

Os dois chegaram até ao local onde será a montadora do Grupo Fiat-Chrysler (que já está 75% pronto) e inspecionaram algumas seções do complexo e do parque de fornecedores que já estão concluídas. O líder da empresa no Brasil até deixou de participar de uma convenção que apresentou o novo modelo do Linea 2015, que aconteceu em São Paulo, para se encontrar com o futuro candidato à Presidência.

As obras já estão em nível avançado e a previsão é de que a inauguração do complexo aconteça em dezembro deste ano, com produção inicial em janeiro de 2015. Até agora, somente a produção do SUV compacto Jeep Renegade está confirmada para acontecer na fábrica de Goiana.

O encontro de Belini e Campos foi uma estratégia de boa imagem tanto para a Fiat-Chrysler como para o político. Com a inauguração da fábrica em Pernambuco, a marca tem a possibilidade de crescer ainda mais no país, continuar batendo recordes e conquistar cada vez mais os brasileiros.

Para o governador, a situação não é diferente. Como pré-candidato à Presidência em uma possível chapa com a ex-senadora Marina Silva (PSB), que deve ser sua vice, Campos convidou o presidente da Fiat do Brasil para solidificar a sua imagem de bom gestor e de grande desenvolvimentista de Pernambuco. E para comprovar essa pretensão, Campos afirmou que "em alguns anos" Pernambuco será um dos cinco Estados com maior participação industrial no PIB do Brasil.

Pelo tamanho da construção da fábrica, é possível perceber que a sede da montadora em Goiana será considerada a segunda Fiat do Brasil (a primeira se encontra em Betim-MG). O grupo vai ocupar 12 edifícios, em que serão produzidas 17 linhas estratégicas de componentes, segundo a agência italiana Ansa. A área que o complexo vai ocupar será de 270 mil metros quadrados.

Por Carolina Miranda


Com o Fiat Punto Essence 1.6 de 16 válvulas os motoristas têm o típico carro que quase não demonstra problemas com falta de força no motor para seguir sem problemas em subidas. Isso graças ao poderoso ciclo de motorização que trabalha para proporcionar economia de combustível e da fumaça enviada à atmosfera.

A tecnologia pode ser notada com facilidade em grande parte do veículo. Os retrovisores funcionam conforme comandos elétricos. O LED presente nas luzes traseiras cresce o poder de visão de quem está no comando do volante. Faróis de neblina indicados como potentes, de acordo com parte dos consumidores que opinam nos fóruns de notícia sobre o Fiat Punto Essence.

Site oficial da marca italiana no Brasil indica que o Fiat Uno Essence 16 válvulas custa quase R$ 46 mil. Quem compra fora das lojas oficializadas ou de concessionárias da Fiat deve pagar valor um pouco além do que a média do preço de fábrica.

A Fiat indica que investiu na série Black Motion no sentido de compor a parte interna do veículo. Por fora é possível perceber a riqueza de detalhes no preto fosco que se apresenta de maneira onipresente. Também há faixas nas partes laterais com design exclusivo ao Punto.

Representantes da FIAT que trabalharam no projeto do design indicam que o objetivo da imagem centrou em estabelecer a beleza da parte externa e o requinte internamente, com um acabamento típico de modelos luxuosos. Revestimentos de tonalidade preta fazem parte da estrutura do painel.

A tecnologia se destaca ao considerar o sensor de estacionamento. Nos modelos 4 portas há vidro elétrico de série, um verdadeiro alento para aumentar a segurança do carro sem ter que pagar valores adicionais no preço de fábrica.

Conheça mais informações do Fiat Punto ao clicar no link e acessar o site oficial da montadora italiana.

Por Renato Duarte Plantier

Fiat Punto Essence 1.6

Foto: Divulgação


A Ford lançou este mês a Ranger Sport. Ela estava fora do mercado há três anos e agora chega na versão XLS com cabine simples e com um estilo de picape esportiva. O preço dela, que está saindo por R$ 67.990, nada mais é que o custo de um sedan médio de entrada.

O objetivo da marca é produzir um carro que atraia o público jovem e de cotidianos urbanos, sem exigir uma autonomia do motor a diesel, nem da tração 4×4. Só que o carro ainda fica devendo no quesito do câmbio automático, que não tem no modelo. Isso pode ser uma baixa, já que as cidades grandes precisam disso.

A carroceria do veículo, já é o contrário. Segundo a Ford, a capacidade total de carga é de 1.455 kg, o que daria para levar outros motorizados atrás, como umas motos. Mas, para quem já possui uma Strada ou Saveiro e pensa em trocar, precisa pensar bem. As medidas da Ranger Sport (3,22 m de entre-eixos, 2,16 m de largura e 1,80 m de altura) tornam a vida do condutor um pouco complicada para estacionamento. Além disso, a câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro não são nem opcionais.

A parte interna do carro, também poderia ser melhor. A entrada USB fica escondida sob o rádio e os bancos usam tecido muito simples. O ar condicionado é analógico e com uma única saída de resfriamento. Também não há GPS. Por outro lado, o volante multifuncional é simples de usar, além do sistema multimídia. E a qualidade do som é excelente.

Pelo preço, os equipamentos inclusos no modelo são itens de série de outros. Os obrigatórios freios ABS e airbag duplo, trio elétrico, direção hidráulica, rádio CD-Player completo, faróis de neblina, controlador automático de velocidade, retrovisores com ajuste elétrico, computador de bordo com até sete funções e uma tela central de 4,2 polegadas. O motor é um 2.5 Flex, que pode render até 173 cavalos e 24,8 kgfm de torque com etanol, mas é um grande gastador de combustível.

Por Carolina Miranda

Ford Ranger Sport

Foto: Divulgação


Surgem boatos no mercado automobilístico de que a Volvo projeta um modelo novo para substituir o V40. De acordo com especialistas na área, a marca deve trabalhar em conjunto com a empresa Geely, natural da Suécia.

Há pouco tempo, representantes da Volvo vieram a público no sentido de anunciar que o V40 vai ser substituído no mercado. Até os dias de hoje há expectativa para saber qual modelo entra na linha produtiva e quais as novidades presentes no novo projeto.

Para se adaptar da melhor forma às demandas que surgem do mercado contemporâneo da atualidade a empresa decidiu investir nos carros pequenos do tipo Premium. Por razões tecnológicas e econômicas, a marca trabalha em conjunto com a companhia Geely.

A aprovação da empresa sueca no projeto aconteceu por decisão do proprietário chinês que votou em favor de se unir com a Volvo. Entre janeiro e setembro do ano de 2013 aconteceu aumento de trinta e cinco por cento das vendas de veículos crossover no mundo, com grande parte da porcentagem comprada em lojas da China.

Além do crossover, a Volvo indica que também deseja trabalhar com outros dois modelos: sedan e hatchback. Não se pode ignorar o fato de que conforme contrato assinado pelas duas empresas existirá produção de unidades similares para serem vendidas no território chinês.

Mäts Fagerhag, chefe de joint venture da Volvo, demonstrou que os suecos possuem presença indispensável no novo projeto ao levar em conta o estilo modular que conseguem implantar na arquitetura dos automotivos.

Ele diz que esse fato ajuda no sentido de aumentar a chance de suecos conquistarem novas parcerias no futuro.  Em Gotemburgo, na Suécia, existe o China Euro Veículo e Tecnologia (CEVT), um centro de engenharia automobilística.

Embora Fagerhag não indique quando o novo modelo vai estar no mercado, especialistas apostam que o lançamento não deve acontecer antes de 2017.

Por Renato Duarte Plantier

Volvo V40

Volvo V40 será substituído

Foto: Divulgação


A Fiat vai mostrar pela primeira vez seus novos modelos Freemont Cross e Panda Cross no Salão de Genebra. A solenidade ocorrerá em março e essas duas versões da marca são consideradas as mais elegantes no topo da gama de suas linhas respectivas.

O primeiro, crossover Freemont, modelo que foi vendido no Brasil, estreará sua nova versão ao público europeu. Na ocasião também haverá a mostra dos itens exclusivos de design externo e interno do veículo. Contudo, é importante lembrar que as diferenças já são notadas nos para-choques traseiro e dianteiro, os quais vieram com novos desenhos e detalhes na cor preta Platinum Chrome, o que tornou o carro mais robusto.

Outro detalhe essencial do Freemont são as rodas que agora vêm com aro 19’’ e as saias laterais que também receberam a mesma cor. Quanto à parte frontal, a novidade é que ela vem agora em preto brilhante.

Na parte interna do carro os bancos são de couro com malha esportiva e costuras na cor cinza. Outra novidade é o navegador por satélite com tela de 8.4’’, câmera de ré, seis airbags, porta-copos iluminados e um sistema de som espetacular com seis alto-falantes e um subwoofer, além de um amplificador de 368 W, e retrovisores elétricos rebatíveis.

O motor veio com uma versão mais top e tem a seu dispor três opções: 4×2, com motor 2.0 de 141 cv; 4×2, com motor 2.0 de 172 cv; e 4×4, com motor 2.0 de 172 cv e transmissão automática de seis velocidades.

Ao contrário do “primo maior”, o Panda Cross virá com mais atributos que vão deixá-lo mais propenso às incursões fora da estrada, embora tenha um porte urbano com características típicas da cidade, como: agilidade e versatilidade. A tração nas quatro rodas terá três opções de comportamento e virá também com um sistema Torque on Demand que será ativado automaticamente conforme a necessidade de uma melhor distribuição de força nos eixos do carro.

Por Luciana Viturino

Fiat Freemont Cross e Panda Cross

Foto: Divulgação


A Citroën tentou manter o suspense até a apresentação oficial, marcada para o Salão de Genebra, mas não conseguiu. As primeiras imagens da versão de produção do C4 Cactus vazaram na internet.

Responsável por inaugurar uma nova família de veículos dentro da Citroën, a versão definitiva do carro mantém inúmeras características do carro-conceito apresentado no Salão de Frankfurt no ano passado, como os bancos dianteiros inteiriços e os Airbumps. A data de lançamento foi escolhida no mesmo dia de aniversário de 136 anos do fundador da fabricante, André Citroën, nascido em 1878.

Mesmo sendo produzidas por computação gráfica, as imagens apontam que o carro derivado do conceito apresentado na edição passada do Salão de Frankfurt será oferecido pela marca francesa como uma espécie de “cross-hatch”, com estilo diferenciado e preço relativamente acessível. O veículo, que mistura elementos de hatchback e monovolume, deve ser mais um modelo a figurar na galeria de inovações de design da Citroën, seguindo os passos de carros como o 2CV, Traction Avant, DS original, Xsara Picasso, SM, entre outros.

Produzido com a nova plataforma modular EMP2 do grupo PSA Peugeot-Citroën, o C4 Cactus possui 4,16 metros de comprimento, 1,73 metros de largura, 1,48 metros de altura e 2,60 metros de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade de carga para 358 litros

O diferencial do C4 Cactus, porém, está na cobertura denominada de Airbump, superfícies emborrachadas nos para-choques e nas laterais que são formados por um conjunto de bolhas de ar, visando proteger o carro de pequenos impactos e leves batidas. Com isso, basta substituir a bolha de ar danificada e não uma peça inteira. De acordo com a Citroën, o Airbump ainda serve como elemento decorativo, já que possui uma cor diferente da pintura da carroceria.

Os equipamentos de segurança do C4 Cactus seguem o padrão atual da marca, com múltiplos airbags (com o diferencial que o airbag do passageiro frontal não sai do painel, mas do tento, aumentando o espaço no porta-luvas), controle eletrônico de estabilidade, de frenagem e até sistema para estacionar o veículo automaticamente.

A gama de motores será composta por duas novas famílias. Uma delas é a EB Pure Tech, sendo um bloco três cilindros 1.2 THP com injeção direta de gasolina, desenvolvido em conjunto com a BMW, capaz de oferecer potência entre 110 cv e 132 cv. O outro é o Blue HDi, a diesel, que gera de 118 cv a 150 cv. Os propulsores de baixa cilindrada visam o baixo consumo de combustível e índices de emissões.

Toda a produção será concentrada na fábrica da PSA em Madrid, na Espanha. Mais informações serão divulgadas em breve.

Por Caio Polo

Citro?n C4 Cactus

Foto: Divulgação


Novidades a parte, o Novo Ford Ka 4 portas transcende o sinônimo de novidade. O carro, chamado de Figo Concept, foi apresentado como modelo conceito durante o Salão do Automóvel de Nova Déli.

Ele ganhou o gosto do público também nas redes sociais, enquanto esteve em apresentação pública. O Figo Concept é apontado com uma nova visão para o futuro dos compactos global.

Os modelos indianos possuem pouca diferenciação dos demais modelos mundiais, sendo perceptíveis apenas algumas sutis renovações no design dos automóveis. É possível notar que o Figo Concept é visualmente mais curto que o Ka Concept, todo o desenvolvimento do novo carro foi baseada no gosto local, tanto que a emissora Indiana NDTV descreveu o modelo como o melhor carro conceito apresentado no Salão durante os dias de apresentação e o Economic Times, jornal indiano de economia, citou o novo carro como uma revelação do Salão.

Em seu desenvolvimento, o Figo Concept contou com uma gama profunda de engenheiros da empresa no Brasil, com projetos de vendas no mercado emergente brasileiro. A previsão da Ford é que o modelo comece a ser vendido no meio de 2014 e será comercializado nas versões hatchback e sedã. A empresa ainda não se posicionou com informações referentes aos valores do novo carro.

Os apaixonados pelos modelos da marca aguardam agora a chegada definitiva deste novo modelo ao mercado, bem sabe-se que se as vendas do novo modelo acompanharem o aparente nível de aceitação dos usuários das redes sociais pelo mundo, os resultados de vendas serão um verdadeiro “estrondo” para a Ford.

 Basta agora aguardar como o mercado receberá de fato esta novidade.

O KA sofreu poucas alterações em seus modelos. Desde que foi lançado primeiramente pela Ford, esta é sem dúvida a mudança mais significativa e notável do carro, por isso de toda esta expectativa em torno modelo.

Por Jaime Pargan


De olho na Copa do Mundo 2014, que acontecerá no Brasil entre os dias 12 de junho e 13 de julho, a Hyundai, uma das patrocinadoras oficiais do torneio, lançou uma série especial e limitada para o HB20, em homenagem ao torneio que reunirá 32 seleções.

Trata-se do HB20 Copa do Mundo FIFA, que estará disponível nas versões hatch e sedan, trazendo vários diferenciais em relação ao modelo convencional, como rodas de liga leve aro 15 diamantadas, para-choque dianteiro com acabamento preto, maçanetas cromadas, faróis de neblina, faróis escurecidos, retrovisores pintados em preto brilhante e molduras das portas com acabamento em preto. Internamente, o destaque fica por conta da central multimídia blueMediaTV, equipada com tela sensível ao toque de 7 polegadas, rádio AM/FM, reprodutor de fotos e vídeos, player de MP3, TV digital, porta USB, entrada auxiliar e conexão Bluetooth, que possibilita o acesso às funções do celular (agenda, histórico de chamadas, streaming de áudio, etc).

A nova série limitada do Hyundai HB20 conta ainda com volante multifuncional e revestimento interno em couro, com costura vermelha e emblema oficial da Copa do Mundo, customização que também aparece nos tapetes de carpete. Além disso, os compradores terão direito a um kit especial, que inclui mochila personalizada e a bola oficial do Mundial, a Brazuca.

A edição especial estará disponível com motores 1.0 e 1.6 (câmbio manual ou automático), podendo ser encontrada a partir do início de março nas concessionárias Hyundai, nas cores Prata Metal, Branco Polar e Azul Sky, com garantia de cinco anos. Mas de acordo com a montadora, caso o Brasil conquiste o hexacampeonato, quem comprar o veículo até o dia 13 de julho terá direito a um ano a mais de garantia.

Os preços do HB20 edição Copa do Mundo FIFA são de R$ 41.465 (HB20 1.0); R$ 46.945 (HB20 1.6 manual); R$ 50.245 (HB20 1.6 automático); R$ 44.330 (HB20S 1.0); R$ 49.810 (HB20S 1.6 manual); e R$ 53.110 (HB20S 1.6 automático).

Por André Gonçalves

Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA

Foto: Divulgação


Depois de fotos vazadas na internet na última quinta-feira (13) do novo Peugeot 108, a marca resolveu revelar o mesmo oficialmente nesta sexta-feira (14). O modelo será apresentado publicamente em março, no Salão de Genebra e deve começar a ser vendido na Inglaterra somente em julho.

A ficha técnica do automóvel surpreende. O Peugeot 108 vem como hatchback de três e cinco portas e também na versão conversível – 108 TOP! – a primeira vez. A máquina tem um preso bruto de apenas 840 kg, contando com uma capota de tecido retrátil idêntica a existente no Citroën DS3 Cabrio e no mais recente Renault Twingo.

O novo 108 possui algumas referencias do 308, além de estar mais refinado e luxuoso comparado ao modelo que sairá de linha. A Peugeot equipou a nova versão com um defletor aeroacústico, que é acionado automaticamente para diminuir a turbulência na cabine. O 108 ainda vem equipado com um motor três cilindros 1.0 e-VTi de 68 cv com tração dianteira e uma caixa de câmbio manual de cinco velocidades. E a tecnologia stop/start que reduz as emissões de CO2. Há também um bloco maior disponível, 1.2 litros PureTech VTi de 82 cv acoplado a caixa de câmbio.

A versão mais completa vem com rodas de liga leve de 14 polegadas, pneus 165/65 R14, ou até mesmo rodas de 15 polegadas com pneus 165/60 R15. E o mais interessante: todas as versões vêm de série com um sistema de assistência ao arranque em subidas. O automóvel também conta com discos dianteiros ventilados de 247 mm nas rodas dianteiras, e tambor de 200 mm nas rodas traseiras, assim como sistema ABS.

Na cabine, o banco do motorista é regulável em altura, possui ar condicionado automático e um display sensível ao toque de sete polegadas. A parte interna ainda conta com o sistema Open and Go da Peugeot, seis airbags, direção elétrica, juntamente com o interruptor de controle eletrônico para a capota retrátil.

 

Novo Peugeot 108

Foto: Divulgação


O Detroit Motor Show é o primeiro evento no calendário automotivo e abre suas portas no dia 13 de janeiro. Alguns dos maiores fabricantes do mundo estarão apresentando uma série de novos modelos, incluindo carros-conceito e modelos de produção.

Haverá estréias mundiais do Classe C da Mercedes e Ford Mustang. Entre algumas expectativas, algumas recebem destaque, como:

Audi : A Audi acaba de anunciar 11 novos modelos que serão adicionados à sua gama, e, tanto quanto sabemos o conceito Q1 será o primeiro a fazer uma aparição, com uma estreia em Detroit, segundo rumores. É destinado a compradores Nissan Juke que anseiam por algo um pouco mais premium. A BMW e a Mercedes também estão trabalhando em SUVs de nível

A Audi confirmou um conceito Crossover de três portas que estará em exposição no Salão de Detroit, que é suscetível de ser uma visão sobre o sentido do projeto futuro para as marcas de carros de estrada da próxima geração.

BMW: A BMW vai ser um dos mais movimentados fabricantes no Salão Automóvel de Detroit no mês que vem com cinco modelos novos. Tomando o centro do palco estará o novo sedã e cupê M3 M4, ambos alimentados por um motor de seis cilindros twin-turbo de 3.0 litros desenvolvendo 424bhp. Os novos modelos de alto desempenho são mais leves, mais eficientes e mais poderosos do que o M3.

Compartilhando o centro das atenções estará o novo BMW Série 2. É um substituto para o Coupe Série 1 que estará à venda em março, com preços a partir de 25.040 libras.

Chevrolet: A GM anunciou que o Chevrolet vai ser levado para fora dos mercados europeus em 2015, mas os modelos emblemáticos como o Camaro e o Corvette ainda estará disponível. O novo Z06 vai estrear em Detroit.

Os fãs de carros declarados aguardam ansiosamente ver este novos modelos e novidades disponíveis no mercado para compra quem conseguir comparecer no Detroit Motor Show conseguirá ver todas estas novidades em primeira mão.

Por Jaime Pargan


O Audi CAR Show dá dicas para os novos modelos para 2020 e revela uma nova direção de design para a faixa atual.

O novo Audi Car Show, que vai a exposição no Salão Automóvel de Detroit no próximo mês, deu algumas pistas para futuros modelos da empresa.

Como já relatado anteriormete , a Audi planeja lançar uma série de novos modelos em 2020 e imagens que circulam a internet, revelam que um dos carros para rivalizar com o MINI Paceman, que custa cerca de £ 20.000 libras.Em termos de capacidade off-road, ele iria se encaixar em algum lugar entre o Audi A4 Allroad, que tem uma suspensão ligeiramente elevada e tração nas quatro rodas para uma melhor aderência, e com carros como o Audi Q5 SUV , que é capaz de enfrentar mais esgotantes condições off-road.

O resultado seria um carro voltado à  praticidade, dimensões semelhantes às do Audi A3 e aparência de cupê esportivo, combinado com uma posição de condução elevada para uma melhor visão da estrada. Como um Audi, também seria de esperar que ele tenha uma cabine elegante e excelentes características de segurança.

A Audi diz que o Car Show leva algumas de suas influências de design  com carros que poderiam muito bem sugerir um modelo híbrido. Esse carro seria capaz de trazer figuras econômicas próximos aos do Audi A3 com 188mpg e emissões de CO2 de apenas 35g/km.

Quanto notícias do Audi Car Show já  há confirmação de quea empresa vai construir o pequeno SUV Audi Q1 que irá rivalizar com o Nissan Juke. Também deverá entrar em produção em 2020 dois SUVs desportivo pensados para ser chamado de Q4 e Audi Audi Q6 – ambos combinam durabilidade com elegância.

Além de insinuado novos modelos com frente mais angular o Audi Show Car também pode dar-nos uma ideia de do que será o futurono que diz respeito a estilo da atual gama de modelos, incluindo carros como o Audi A4.

Por Jaime Pargan
 


A Ford vem ao longo de 100 anos se tornando uma das maiores empresas de automóveis do Brasil, foi também a primeira a ter instalações em nosso país, isso em 1919.

Uma empresa globalizada e diversificada, com um legado histórico, está comprometida em oferecer produtos e serviços excepcionais, que deixem a vida de clientes muito melhor.

Busca ser a líder mundial na avaliação de seus consumidores e avaliadores do setor automotivos de todo mundo. Busca a excelência em atingir seus resultados e melhorar em termos de satisfação do consumidor como seus produtos e serviços.

Os carros compactos  representam 60% da industria brasileira, e é constituído  pelo maior número de competidores no Brasil. A Ford lançou no  último dia 13 um compacto para os admiradores do Ford Ka, o Ford Ka Concept.

A garantia de sucesso desse futuro lançamento é a qualidade, que promete se encaixar perfeitamente na categoria de compactos, pela generosidade do seu espaço interno.

Segundo a montadora o novo carro possui a visão de veículo robusto, com design inteligente e consumo  eficiente de combustível, para consumidores urbanos.

O evento  em Camaçari/BA, contou com a presença Bill Ford, Presidente do Conselho Mundial da Ford, ele  começou apresentando o novo conceito do carro, diante de grandes convidados, que contou com a presença de jornalistas e empregados, a vinda de Bill Ford ao Brasil foi também para a 100 anos de Ford na Argentina.

Segundo Bill Ford, “a marca vem ao longo de muitos anos de história em nosso país, trazendo e dando muitas oportunidades de empregos e muito crescimento para a região”, e nosso país  se  integra a estratégia da empresa, que é o crescimento global.

A Ford busca ampliar com o Ka Concept, colocar a marca em uma posição de crescente para atender a demanda mundial que vem crescendo e pode chegar a 6,2 milhões até 2017.

A Ford disse que todos os consumidores brasileiros vão se encantar como o novo modelo, que deverá ter moto 1.0 de três cilindros e 1.5 de quatro cilindros.

Teremos que esperar alguns meses até seu lançamento oficial para podermos dar nossa opinião.

Por Gilson de Jesus

Ford Ka Concept

Foto: Divulgação


A Volkswagen anunciou que investirá na modernização das fábricas e expansão do mercado, sobretudo para garantir a liderança entre as montadoras europeias e continuar sendo uma marca de referência no mundo. A empresa que foi considerada uma das mais sustentáveis no seu segmento planeja reduzir os investimentos em determinadas áreas para compensar os custos injetados na modernização das instalações.

Ao todo, a empresa alemã irá gastar cerca de 84,2 bilhões de euros (US$ 113 bilhões) até 2018 em tecnologia e no melhoramento da linha de produção. Apesar dos valores altos, os investimentos não associados irão diminuir em cerca de 500 milhões de euros, passando de 13,1 bilhões de euros para 12,7 bilhões em diferentes áreas.

Os valores serão menores devido a uma série de fatores que vão desde os custos da nova plataforma de produção, descontos de prelos, efeitos de moeda e o lucro menor sentido nos últimos anos. Contudo os planos da Volkswagen são grandiosos, já que a montadora pretende ser a maior em todo mundo, principalmente com os investimentos nas fábricas chinesas, que ao todo receberão investimentos de 18,2 bilhões de euros entre 2014 e 2018.

Segundo o presidente-executivo da companhia, Martin Winterkorn, a empresa irá manter uma gestão de investimentos e disciplina de custo como cerne das atividades. Os valores serão confirmados ainda este mês, mas é quase certo, principalmente após o conselho fiscal aprovar os gastos com fábricas pesquisas, veículos e desenvolvimento em reunião.

Vale ressaltar que a Volks já afirmou que irá investir mais de R$ 2,5 bilhões na modernização da fábrica de São José dos Pinhais (PR). As melhorias ocorrerão principalmente na implementação da nova plataforma, que permitirá produzir o Golf da sétima geração e demais veículos, como o Up!. Os investimos podem gerar empregos diretos e indiretos. Atualmente a fábrica de São José dos Pinhais produz veículos para o mercado da América do Sul. 

Por Robson Quirino de Moraes

Volkswagen realizará grandes investimentos nos próximos anos

Foto: Divulgação


A tecnologia Peugeot de ar hibrido que utiliza ar comprimido ao invés de baterias caras para impulsionar um motor a gasolina de pequena capacidade fará parte da que produção em um carro da Peugeot. O Peugeot 208 hatchback pode obter quase 100mpg quando equipado com a nova tecnologia de ar híbrido da Peugeot.

A Peugeot acredita que a tecnologia ainda esteja em desenvolvimento, pelo menos até 2015, mas quando concluída, o fabricante francês acredita que terá a melhor tecnologia. Um carro típico do segmento B, como o Peugeot 208 pode alcançar 97.3mpg e emitir apenas 69g/km de CO2.

O sistema de ar híbrido opera de modo que o ar comprimido seja utilizado para acionar o motor hidráulico, o qual, em seguida se transforma em movimento nas rodas dianteiras. Ele também pode operar somente com motor a gasolina ou de gasolina e ar em combinados.

Usando as lições aprendidas com o Peugeot 208 FE híbrido a empresa acredita que os números de eficiência podem ser melhorados ainda mais, para algo como 141mpg.

O Peugeot Híbrido FE utiliza materiais leves, aerodinâmica e tecnologia híbrida para alcançar 148mpg. Apesar de sua economia impressionante a figura do 208 FE tem desempenho semelhante ao do GTi, com um tempo de 0-62mph de 8.0 segundos.

Ao contrário da tecnologia de ar hibrido, a Peugeot atualmente não tem planos para colocar o 208 FE em produção, mas alguns aspectos de sua concepção como o motor leve, materiais compostos de fibra de carbono e suspensão 'lâmina' estão a ser consideradas para o futuro da Peugeot.

A empresa acredita estar caminhando na direção certa em suas pesquisas para o desenvolvimento desta tecnologia, e garante estar aproveitando todo o desempenho mostrado, assim como as falhas apresentadas para o desenvolvimento eficaz deste modulo e garante em futuro próximo ser a pioneira na fabricação de carros com este fim.

Por Jaime Pargan


A versão hardcore do Kia ceed GT está sendo planejado pela empresa coreana, como parte de uma nova linha de modelos esportivos. Esta notícia vem junto com a noticia de que o GT cupê Kia irá à venda em 2016, e um novo modelo também está em desenvolvimento.

A Kia ceed GT é a próxima versão de cinco portas do existente que é descrito como um hatchback (eclodir de novo). A introdução de um novo modelo, mais rápido significa para a Kia espera competir com o Volkswagen Golf GTI.

Esta nova versão, é a  mais rápida do Kia ceed GT e será desenvolvida na Europa, na instalação da Kia na pista de Nürburgring, na Alemanha. Os engenheiros da Kia são suscetíveis em favorecer a redução de peso e ajustes da suspensão, em vez de aumentar o motor turbo para 201bhp de 1.6 litros encontrado no Cee GT.

A Kia também será a introdução de uma variedade de estilo e desempenho e  upgrades para seus modelos, começando com o novo Kia Soul, que está prevista para o estrear no Reino Unido no próximo ano.

Foto: Divulgação

Um dos aspectos mais importantes para qualquer carro de três portas é a maneira como ele é visto. E o Kia ceed GT distingue-se com um design exterior realmente impressionante. Detalhes como a risca de giz em vermelho em todo o torno dianteiro e grade de macia pode ter sido a distinção dos rivais mais conhecidos, o design é coeso e consegue um bom equilíbrio entre esportividade e estilo.

A Kia não apenas está se concentrando em modelos esportivos. Seus engenheiros também têm trabalhado arduamente em um novo motor de três cilindros de 1.0 litros para a família kia.

Este novo motor Kia ceed estará à venda em 2015 e proporcionará um rival para o motor Ecoboost de três cilindros no Ford Focus, enquanto a Astra também deverá ter Vauxhall de três cilindros à venda também em 2014.

Por Jaime Pargan


O Nissan Micra é um veterano da classe supermini  e tem mantido esse titulo há cerca de quase três décadas, um feito que ajudou a solidificar sua reputação de grande confiabilidade. O Nissan Micra é projetado para rivalizar com os modelos Ford Fiesta e Polo da Volkswagen e, certamente, ele tem valor competitivo para isso.

O Micra é espaçoso, bem equipado e eficiente. O mais recente lançamento da quarta geração do Nissan Micra foi modificado para atingir mais de um mercado global. Infelizmente o Micra deu um passo para trás, a mais recente versão do carro está disponível apenas como um modelo econômico de cinco portas, o Nissan Micra CC de três portas não está mais em produção. Ele vem em três níveis de acabamento, porém há quem diga que "alguns modelos não estão vindo com os equipamentos essenciais”.

O Nissan Micra não tem o mesmo apelo peculiar que costumava ter em sua atualização em 2010,  quando o carro foi reestilizado para atender a um mercado mais global, fazendo com que parecesse muito mais simples.

Agora o novo Nissan Micra recebe todas as atualizações ditas necessárias  com um novo capô, novos faróis e um para-choque traseiro para ajudar a criar um visual mais dinâmico e virá em três versões: Visia, Acenta e Tekna.

A versão Visia vem com rodas de liga leve, faróis de nevoeiro dianteiros e ar condicionado, para-choque, conectividade USB e controle de estabilidade.

Nissan Micra

Foto: Divulgação

Os modelos Acenta virão com rodas de liga leve de 15 polegadas, bem como acabamentos cromados no interior e recursos de segurança.

Já o Tekna adiciona um teto de vidro panorâmico, bem como a opção de um pacote de estilo mais agressivo, rodas de liga leve exclusivas e um spoiler montado com o interior trabalhado em plástico duro, alguns dos modelos têm ainda arestas que sobraram do processo de moldagem.

Por Jaime Pargan


As novidades no mercado automobilístico estão à todo vapor e cada vez mais aguçando a curiosidade dos motoristas e apaixonadas por carros.. A poderosa Land Rover foi uma das empresas que declarou mais um lançamento para o público que deseja puro luxo, conforto e potência em seus carros. Mas, o que sabemos até o momento é que não será algo completamente inédito, e sim, uma nova versão para o seu leque de máquinas. Mesmo assim, ele pode chegar com diferenciais bem relevantes.

O assunto é o Evoque, que chegará em 2016, de um jeito diferente. Mais alongado, o carro poderá ter o sobrenome de Grand ou XL. Quem divulgou a informação foi a revista inglesa Autocar. De acordo com o veículo, ele será fabricado sobre uma nova plataforma de alumínio que também será usada em futuros lançamentos da Jaguar.

Foto: Divulgação

Sabe-se que ele também deverá ser produzido na cidade de Solihull, na Inglaterra. Sobre a sua comercialização, a expectativa é que 80 mil unidades sejam produzidas por ano. A idéia é exportá-lo para diversos países. E também, há rumores que o novo modelo terá uma nova gama de motores.

Nada além disso foi divulgado. Quem está curioso terá que esperar um pouco mais para saber o que o modelo trará junto com ele.

Por Jaime Pargan


Os adoradores do querido e famoso Camaro terão o prazer de ver uma versão renovada da poderosa máquina. Na última quinta-feira, 10 de outubro, a General Motors anunciou como ficaria o visual do modelo para o próximo ano.

Quem está curioso, saiba que uma boa repaginação foi feita e alguns itens foram redesenhados, fazendo toda a diferença para quem o vê. Alguns detalhes como a grade frontal mudaram, os para-choques foram redesenhados e os faróis e as lanternas são totalmente exclusivas.

A fabricante informou que o novo modelo estará disponível nas concessionárias a partir do mês que vem, mas apenas na versão SS. O preço é para aqueles que realmente desejam investir em design, tecnologia e potência, porque a máquina saiu por R$ 210 mil, um preço um pouco maior do que o modelo anterior, que custava R$ 7 mil a menos.

Foto:Divulgação

O sistema multimídia MyÇink está presente no novo camaro. Outros detalhes também já foram divulgados: Sob o capô permanece o motor 6.2 V8 de 405 cv de potência e 56,7 mkgf de torque. Sua dupla é a transmissão automática GR6 de seis marchas sequenciais, com trocas manuais por hastes atrás do volante.

Aguardemos a chegada do novo camaro ao mercado para conferirmos cada detalhe..

Por Jaime Pargan


A comemoração do  Dia das Crianças é sempre muito bem acompanhada de lançamentos inusitados de brinquedos de todos os tipos e para as crianças de todas as idades. Por sua vez, os carros infantis (miniaturas ou não) também estão sendo um dos destaques para esta comemoração da garotada em geral.

Para o mundo rosa, a Mattel lança hoje em parceria com a Fiat o mais repaginado carro da Barbie. A "titia" ultrajovem e moderninha terá o seu modelo completamente rosa (como deve ser) mas que também poderá ser encontrado no branco clássico. Trata se de uma réplica do 500c – atualíssimo inclusive na versão gente grande –  que também conta com teto solar e um design tradicional e que tem todos os detalhes internos qmuito relevantes e reais, principalmente o cinto de segurança e o painel.

A Barbie que já teve  vários carros como um Corvette rosa metálico e uma Ferrari vermelha ( o sonho de muita menina dos anos 80) , poderá fazer a alegria das moderninhas a partir de hoje que é a data oficial de lançamento do seu novo possante. 

O valor para a aquisição dessa belezinha é de aproximadamente R$ 200,00 e acompanha a boneca com um visual sofisticado e bastante exclusivo. O logo da Fiat além de aparecer na sua  miniatura é notado também na parte externa da caixa, o que identifica a autencidade do produto e a forte ação de marketing entre a montadora e a fabricante de brinquedos.

As meninas vão adorar!

Por Luciana Ávila

Fiat e Mattel


Engenheiros de Pesquisa e Engenharia da montadora Ford da Europa, trabalham na criação de um sistema inteligente que faz o automóvel estacionar com o simples clique de um botão para equipar seus carros, e outro sistema que freia e manobra automaticamente o carro para evitar batidas caso o condutor se distraia ou cochile ao volante.  

Os Engenheiros usaram o Novo Focus para demonstrar como os sensores inteligentes detectam uma vaga disponível, depois disso é só apertar o botão e o sistema controla a direção do carro, a aceleração e engate das marchas, com o motorista dentro ou fora do carro.   A Ford diz que o sistema encontra vagas de estacionamento até a velocidade máxima de 30 km/h e que o motorista esteja com o botão pressionado durante a manobra para estacionar.  

A Ford também informou que vem estudando o desenvolvimento de um novo sistema de tecnologia que faz o carro desviar de obstáculos com auxílio de três radares, uma câmera e sensores que fazem uma leitura até 200 metros à frente da estrada. Quando o sistema detecta algum objeto em movimento, ele faz alertas sonoros e se o condutor não desviar do objeto, o sistema assume a direção e freia para evitar a batida.

Por André Barbosa


BMW X4Em janeiro de 2014, a montadora BMW lançará o mais novo crossover da marca. O lançamento oficial acontecerá  no Salão de Detroit, grande evento do setor automotivo.

Enquanto isso não acontece, algumas imagens do modelo estão circulando na internet. O carro foi flagrado camuflado durante testes, mas apesar dos disfarces, deu para ter noção do que a BMW está preparando.

As fotos foram divulgadas pelo Inautonews, site especializado. De acordo com as imagens, é possível notar que o utilitário conta com um design esportivo, jovial e elegante.  

Segundo especulações, o carro será chamado de  X4 e o modelo será uma mistura de coupé com esportivo. Trocando em miúdos, será uma espécie de versão compacta do  X6 da BMW.

Ao que tudo indica, o carro será equipado com motor 2.0 ou 3.0, havendo a possibilidade de ser lançada uma versão 20d, apresentando mais potência, agilidade e ótima performance.

Cumpre salientar que os valores de comercialização e data de início das vendas ainda não foram divulgados, mas como os demais carros da marca, o X4 não deve custar barato. Até janeiro, a BMW deve fornecer mais informações sobre o lançamento.

Resta aos apaixonados por carros aguardar as novidades sobre esse modelo que deve agitar o mercado de autos.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Cada vez mais aumenta a competitividade das picapes de grande porte no mercado de autos. Depois de que a montadora Ford anunciou as alterações na propulsão da Série F-Super Duty, é chegada a hora da GM e Chevrolet também turbinarem seus modelos.

As versões 2015 das picapes Chevrolet Silverado e GMC Sierra, fabricadas nos EUA, virão com um design super inovador,  que promete se destacar na categoria.

Como ambos os carros são voltados a um público mais rural, as  caminhonetes terão capacidade de carga triplicada, a fim de ser mais funcional e eficiente. Além de suportar muito mais peso, as novas caminhonetes Chevrolet Silverado HD e GMC Sierra HD contam com assistente de reboque, sistema automatizado capaz de reduzir a frenagem nos declives acentuados, controle de estabilidade como item de série para toda a linha, completo sistema de entretenimento, painel de 8 polegadas, bancos em couro com ventilação e  aquecimento,  navegador GPS, dentre outros atributos.

Em relação à motorização, os carros contarão com motor V8 6 litros movido a gasolina. O propulsor é capaz de entregar 397 cavalos de potência. Os carros serão equipados com alertas de colisão,  sensores de evasão de faixa de rodagem, dentre outras características mecânicas.

Chevrolet Silverado HD

Chevrolet Silverado HD

GMC Sierra HD

GMC Sierra HD

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Os carros da marca Mercedes-Benz sempre encantam os apaixonados por velocidade, entretanto, para muitos, eles não passam de sonho de consumo, já que o luxo da montadora não custa barato.

Recentemente o preço do G63 6X6 foi divulgado e o modelo deve ser vendido na Alemanha por 451 mil euros, o equivalente a R$ 1,3 milhão. Para especialistas do setor, esse valor de comercialização é decorrente do conjunto, composto por elementos de alta tecnologia, design de ponta e potência surpreendente.

Segundo fontes ligadas à fabricante, o preço inicial seria de 379.000 euros, no entanto, no mercado da Alemanha existe um imposto de 19% sobre o valor original dos carros.

O carro em questão surgiu a partir da necessidade de suprir as demandas de venda no Oriente Médio. O veículo agradou tanto que o G63 6X6 passou a ser produzido em série e distribuído para vários mercados do mundo. De acordo com a Mercedes-Benz, serão produzidas aproximadamente trinta unidades do G63 AMG 6X6 por ano. Vale acrescentar que o carro será vendido no México, Canadá, EUA, dentre outros países.

O G63 6X6 é um carro com motor V8 5.5 L, capaz de entregar 544 cavalos de potência e 77,4 kgfm de torque. Cumpre salientar que o câmbio é automático, com 7 velocidades e embreagem dupla. O novo SUV da Mercedes alcança 100 km/h em apenas 5,4 segundos.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O Honda Civic é um dos modelos favoritos da empresa em todo o mundo e não decepciona. A empresa japonesa é líder mundial na hora de inovar e vender suas obras de arte. Para alavancar as vendas do modelo desse ano, a Honda oferece descontos especiais com Taxa Zero nos famosos feirões em suas concessionárias pelo país. No entanto, quem quiser aproveitar a oportunidade deve se apressar, pois as ofertas e promoções irão durar apenas até o final do mês de setembro.

Além de melhores condições para o financiamento, as revendedoras da marca também estão oferecendo uma gama bastante variada de modelos com descontos que podem chegar a mais de R$ 3 mil. O modelo XLS com câmbio manual pode ser encontrado por R$ 63 mil, enquanto o mesmo modelo com câmbio automático pode chegar a custar R$ 66.900. Ambos estão equipados com motor 1.6 de 16V, que oferece 140 cv de potência.

Já a configuração LXR (intermediária), que utiliza um motor 2.0 de 16V, pode chegar a custar R$ 72.000, valor que chega a ser R$ 2.490 mais barato que o preço normal sugerido na tabela.

O modelo Top de Linha, que oferece tudo o que o cliente tem direito, geralmente possui o valor de R$ 83.990. Vale lembrar que os preços podem variar um pouco para cada revendedora, mas a economia pode ser garantida se o cliente conhecer o modelo e os preços atualizados dos veículos.

POR EBENÉZER CARVALHO


A nova versão do Sentra está chegando e as lojas já preparam seus descontos especiais para se “desfazer” da versão antiga. Os abatimentos podem chegar a 6.000 reais em todas as versões do modelo. Muitas concessionárias da Nissan não possuem mais o modelo antigo em estoque e já fazem a pré-venda dos novos lançamentos. Quem preferir a versão atualizada do Sentra não vai sair no lucro, pois o veículo já possui um sobrepreço de cerca de 7 mil reais em cima dos 71.990 reais sugeridos por tabela pela Nissan.

Em São Paulo o modelo topo de linha pode ser encontrado com preços de 61 mil reais. No entanto, esses modelos são as últimas unidades disponíveis no estoque e isso pode frustrar aqueles clientes que buscam variações exclusivas do modelo. Já no Rio, o modelo pode ser encontrado por cerca de 63 mil. A versão SL custa em torno de 67.000 e possui um motor 2.0 de 143 cv de potência e câmbio automático CVT. Quem quiser gastar um pouco mais pode adquirir a versão top de linha com teto solar elétrico e um conjunto de 6 airbags.

Já os interessados em economia podem adquirir a versão de entrada por cerca de 47.000 reais e fazer uma economia de 5 mil reais em relação aos preços existentes na tabela. No Rio, o menor valor para o modelo é 49.000 reais. Esse modelo possui um câmbio manual de 6 marchas, freios ABS e airbags duplos.

Por Ebenézer Carvalho


A montadora Toyota, uma das maiores marcas automotivas do mundo, acabou de apresentar as novidades do  Toyota Vios 2014. Trata-se de um veículo compacto, movido a um potente motor Flex. 1.5, atingindo 110 cavalos.

O lançamento da Toyota, apesar de compacto, possui um amplo espaço interno. A altura do carro é de 1.47 metros, o comprimento é de  4.41 metros e a largura é de 1.70 metros. O novo Toyota Vios 2014  vem ainda com itens de alta tecnologia, dentre eles:  retrovisor elétrico, sensor de estacionamento, direção hidráulica, ar condicionado digital, áudio com entrada para MP3 e USB, dentre outros atributos de última geração.

De acordo com a fabricante, o Toyota Vios 2014  chega ao mercado automotivo a fim de concorrer com os modelos Honda City, Chevrolet Cobalt, Volkswagen Santana e com o Fiat Grand.

Vale destacar que o valor de venda do modelo ainda não foi divulgado pela montadora e a data oficial de lançamento também não foi informada. Certamente, quando o novo Toyota Vios 2014   chegar às concessionárias ele agitará o segmento.

Os apaixonados por carros não perdem por esperar!

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares

                                                                      


A Direct Imports, importadora automotiva sediada na capital paulista, anunciou recentemente a chegada do 1º Mustang Roush 2014 no Brasil. O carro é mais do que especial e foi preparado pela conceituada marca Roush Performance. Vale destacar que a versão é consideravelmente melhor do que o Mustang GT, uma vez que a suspensão, aerodinâmica e motorização são mais eficientes.

O novo Mustang possui motor V8 com potência de  573 cavalos. O carro é também 1º Mustang do Brasil na cor Luminescent Lime. A suspensão recebeu ajustes com a finalidade de oferecer mais estabilidade e melhor desempenho aos usuários. O conjunto agora conta com: novas molas, estabilizador, amortecedor dianteiro e rodas exclusivas de 18 polegadas.

Na parte visual, o Mustang Roush 2014  conta com vários elementos de destaque, entretanto, o que mais chama a atenção são os itens aerodinâmicos, a grade nova, os defletores na parte dianteira e traseira, o capô com várias  tomadas de ar e a lateral com modernos spoilers.

Vale acrescentar que o carro já foi vendido para um comprador do Distrito Federal e a entrega oficial deve ocorrer em no máximo 45 dias. A venda tão rápida sinalizou que o mercado brasileiro está aberto a novidades e em breve a Direct Imports fará novas aquisições.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A marca Fiat planeja o lançamento 4 modelos da gama 500 e uma opção inédita do modelo Panda para os dois próximos anos. A empresa tem o intuito de retornar com seus lucros nos seguintes mercados: África, Oriente Médio e Europa.

Segundo informações publicadas pela agência especializada no setor automotivo, Automotive News, o boato foi oficializado por meio de um porta-voz da Fiat em entrevista ao Corriere dela Sera, jornal do segmento automotor italiano. As boas novas deixam óbvias as intenções da marca italiana em entrar de vez no setor de veículos compactos.

De acordo com o  diretor de operações da Fiat na Europa, Oriente Médio e África, Alberto Altavilla, a empresa está planejando reformular o DNA da marca com planos claros para posicioná-la no setor Premium do segmento automotor.

Porém, precisam focar esforços no que se refere as suas 2 gamas de veículos que tiveram mais sucesso: Panda e 500. Apesar das declarações, não há mais detalhes sobre o lançamento de outros modelos no mercado até agora. A Fiat informa que até o final do ano revelará outras partes dessa estratégia.

Por Marcelo Araújo


A empresa Chevrolet já confirmou que em breve lançará no mercado automotivo o novo Sonic. A nova edição do tradicional modelo será disponibilizada em duas versões de carroceria: sedan e hatch.

O Sonic 2014 hatch será encontrado nas opções LT e LTZ, já o sedan será disponibilizado apenas na versão LTZ. O hatch básico LT contará com direção hidráulica, ar condicionado, freios ABS, rodas de liga leve com 15”, airbag duplo e câmbio manual com 5 marchas. O preço de venda do LT será de R$ 48.190. Vale destacar que o câmbio automático e o  sistema cruise control é um atributo opcional.

A nova versão LTZ hatch conta com modernos bancos de couro, rodas aro 16”, câmbio automático de seis marchas, faróis de neblina, volante com controle e sistema multimídia MyLink. Essa versão será vendida pelo preço de R$ 56.490.

A versão sedan LTZ, por sua vez, vem equipada com os mesmos itens do hatch, porém, o carro é bem maior. O valor de venda nesse caso será de R$ 59.490. De acordo com a Chevrolet, todas as opções de modelos contam com motor 1.6 de 16V, capaz de gerar entre 116 e 120 cavalos, a depender do combustível.

O Sonic 2014 será encontrado nas cores: Cinza, Azul, Branca, Preta, Prata e Vermelha.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O Renault Fluence 2014 é um carro para quem gosta de dinamismo, velocidade, luxo e estilo. Aliás, segundo uma pesquisa da empresa com seus principais clientes, ficou provado que os grandes pontos positivos do modelo são os descritos a seguir: conforto, dirigibilidade, espaço interno, acabamento e cuidados do pós-venda feitos através do Renault Assistance.

Na avalição final do automóvel feita por vários especialista e admiradores, o veículo acabou ganhando uma nota 9,4.

O Renault Fluence é um carro com motor do tipo 1.6 e que possui as seguintes características: Faróis com lâmpada halógena, Controle dos faróis com sensor de luminosidade, Airbag de teto dianteiro e traseiro, Travamento central por chave do tipo cartão e sensível à velocidade, entre outras funções importantes.

Em relação aos pontos negativos, vale dizer que o reservatório de partida a frio é muito pequeno. Fora isso, este automóvel veio para conquistar diversos tipos de consumidores. Por isso, caso o leitor seja um motorista que procura potência, elegância e tecnologia em um carro, o Renault Fluence pode ser sua melhor opção.

O Fluence 2014 custa de R$ 53.990,00 a R$ 82.990,00.

Por Madson Lima de Oliveira


Novo Mercedes-Benz GLAA Mercedes apostará no primo mais novo do Classe A para agradar ao público no próximo Salão do Automóvel de Frankfurt.

Ainda neste mês acontecerá em Frankfurt mais um esperado Salão do Automóvel, evento que reúne praticamente todas as marcas mais renomadas e conceituadas do mercado automobilístico, portanto conseguir destaque é o principal objetivo de toda montadora.

Pensando nisso, a Mercedes-Benz se prepara para lançar mais uma novidade, o GLA.

Nos últimos dias diversas notícias e imagens davam margem para que o público especulasse sobre esse novo conceito da Mercedes-Benz, mas somente agora a montadora se pronuncia oficialmente e reitera as verdades sobre o novo conceito.

Tudo indica que o GLA foi inspirado no Classe A, pois ambos possuem entradas dianteiras de ar bem largas e linhas acentuadas nas laterais. No entanto, o novo conceito possui rodas com aro superior ao Classe A, seu porta-malas pode comportar cerca de 840 l. O motor o novo GLA é um 1.6 l, a gasolina que promete 160 cv de potência. Quem desejar mais potência pode escolher o modelo com motor também a gasolina só que com bloco de 2.0 l que alcança os 213 cavalos. Existe ainda versões a diesel que variam de 130 a 170 cavalos de potência.

A montadora ainda não divulgou informações referentes aos valores de mercado nem data de comercialização. Resta esperar para ver o que a Mercedes-Benz nos reserva.

Por Fernando Setoue


Parece que a Citroën quer mostrar que é muito mais do que rodas e motores sofisticados. A marca lançou recentemente um aplicativo para celulares que além de mostrar os lançamentos de carros, também proporciona uma navegação pelo universo da Arte e Cultura.

Agora eles lançam um espaço com matérias e noticias, que traz o nome Oscar Freire, fazendo referencia à Rua Oscar Freire, localizada ao bairro Cerqueira César, na cidade de São Paulo, e considerada a rua mais requintada de comércios da cidade, sendo referência em todo o Estado.

O site é tão sofisticado quanto a rua a que faz referência. Viste o site no link blog.citroen.com.br e confira você mesmo.

A plataforma oferece Arte, Cultura e história de um jeito especial e cheio de estilo, reunindo matérias especiais sobre carros, história, e arte em geral; possui uma incrível galeria de fotos que pode resultar em um momento de nostalgia para muitos, e grande entretenimento para jovens que se interessem por assuntos diversos relacionados a arte e história da cidade.

Com um contato inicial cheio de um jogo de cores, e o design bem feito do site, fica ainda mais difícil resistir à tentação de ter um Citroën bem pertinho, ali na garagem. 

Por Fábio G. Santos


Novo Golf R de 300 cvA 7ª geração da gama Golf irá chegar ao mercado brasileiro até o fim de 2013 com 2 versões, sendo que uma é a GTI. Porém, no tradicional Salão de Frankfurt (Alemanha), a Volks lançará a opção top do veículo, o esperado Golf R, que não chegará tão cedo ao Brasil de acordo com alguns especialistas do segmento.

Esta nova versão esporte é alimentada por um renovado propulsor TSI com impactantes 300 cavalos de potência, 30 cv mais poderoso do que o antecessor Golf R, mas 18% mais econômico, aliando desempenho e vantagens ao consumidor.

O renovado veículo manterá, também, um elemento importante que aparece nas versões que o antecedem: transferência da potência do seu propulsor turbo, levando-a para o chão por meio de um conjunto de tração total, a versão mais atual do sistema conhecido como 4MOTION.

O desempenho dinâmico é garantido pela atualizada suspensão do tipo esportiva. Com uma carroceria 20mm rebaixada, o renovado conjunto com direção progressiva e a aparelhagem eletrônica de estabilidade, que pode ser desativada de forma integral no asfalto.

Com sistema de câmbio do tipo manual, o Golf R chega a 100 km/h em 5,1 segundos. Já com o câmbio DSG automatizado embreagem dupla, o tempo fica em 4,9s. A velocidade total é eletronicamente limitada e não passa de 250 km/h.

Por Marcelo Araújo


As concessionárias brasileiras da Volvo acabam de colocar no mercado a mais nova aposta da marca: o XC60. Trata-se de um veículo esportivo que sofreu leves reestilizações no design externo, além de receber consideráveis mudanças na parte interna.

O valor de mercado também sofreu mudanças e a versão de entrada (Dynamic T5) passou de R$ 149.900 para R$ 154.950. Os outros modelos podem custar R$ 179.950 (T5 R-Design), R$ 239.950 (versão T6 R-Design) e R$ 214.950 (Top T6).

O XC60 conta com as seguintes configurações na parte externa: capô proeminente, faróis novos, grade frontal com novo estilo, novas rodas de liga leve, para-choque redesenhado e nova disposição.

Na parte interna, o carro vem equipado com muita tecnologia e completo sistema multimídia.

Na parte mecânica não foram realizadas alterações, sendo que a opção T5 conta com propulsor 2.0 Turbo (capaz de entregar 240 cavalos de potência), além de câmbio automático com seis velocidades e embreagem dupla. O XC60 T6, por sua vez, vem com motor 3.0 Turbo (que gera 304 cavalos de potência), câmbio automático com seis marchas e tração total.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Novo FocusA Ford afirmou que apresentará o novo Focus na quinta-feira, dia 29 de agosto, no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, a partir das 12h.

A "Focus Pop-up Gallery", trata-se de uma exibição do modelo para o público em geral, assim é possível conhecer os principais aspectos do modelo. A exibição trará apenas o sedan e permitirá que os visitantes conheçam mais sobre a mecânica e tecnologia do carro.

A terceira geração do Focus será produzida na fábrica argentina de Pacheco e virá em três versões para o mercado brasileiro. Segundo a diretoria da empresa, o modelo completa a linha de veículos globais da marca, no segmento de veículos médios.

O Focus poderá ser equipado por um motor 1.6 de 16 válvulas ou 2.0. Ambas as versões foram modificadas, apresentando válvulas variáveis. Caso o modelo vendido aqui adote as mesmas características das versões americanas, o Focus brasileiro terá sistema de partida a frio sem tanquinho e injeção direta de combustível, uma inovação para os carros produzidos no Mercosul.

Outros diferenciais do Focus são a central de multimídia que apresenta 9 polegadas (touchscreen). Essa central permite que o usuário controle do celular alguns itens como navegação, climatização e entretenimento.

Por Robson Quirino de Moraes


Lifan 530A empresa chinesa Lifan irá colocar no mercado brasileiro o novo Lifan 530.

A chegada do novo sedan compacto já foi anunciada para o início de agosto de 2014. O novo modelo irá fazer concorrência direta com a Chery, a Jac Motors, entre outras. Isso fará com que o preço fique mais competitivo.

O Lifan 530 é um carro com linhas harmoniosas e bem luxuoso. Traz vários itens de série, como: freios a disco nas quatro rodas com sistema antitravamento ABS, airbags frontais, ar condicionado manual, trio elétrico, direção eletro-assistida, sistema de som, faróis de neblina, rodas de liga leve, entre outros. Tudo para proporcionar maior conforto tanto ao motorista quanto ao passageiro.

O carro mede 4,30 metros de comprimento e traz sob o seu capô um motor de 1.5 litro movido a gasolina, com 16 válvulas VVT (comando de válvulas variável) com 103 cavalos de potência máxima. Traz também um câmbio manual de 5 marchas. Por enquanto, a Lifan não divulgou se vai produzir a opção de câmbio automático.

O novo Lifan 530 chega ao mercado brasileiro pelo preço de R$ 38 mil.

Por Mariana Rodrigues


A BMW acaba de lançar o seu primeiro carro elétrico. Trata-se do novo i3, que foi apresentado há pouco tempo em Pequim, Nova York e Londres. O modelo em questão é compacto e foi criado com a finalidade de aumentar a visibilidade da BMWi, submarca da montadora que tem foco em produtos sustentáveis voltados para a mobilidade urbana.

O compacto da BMW vem com um sistema de motorização conhecido como eDrive. Esse sistema conta com motor elétrico movido a bateria de íon-lítio. Esse propulsor é capaz de gerar 170 cavalos de potência e tem autonomia de 160 quilômetros. O carro será disponibilizado também na versão híbrida, com motor de dois cilindros capaz de gerar 34 cavalos de potência e uma surpreendente autonomia de 300 quilômetros.

De acordo com a montadora, o novo i3 faz de 0 a 100 km em 7,2 segundos e atinge até 150 km/h. O peso do modelo não decepciona, pois o carro é leve e possui apenas 1.195 quilos. O modelo vem ainda com tecnologia LifeDrive, projetada em dois níveis. No primeiro nível foi utilizada fibra de carbono reforçado na composição, o segundo nível foi fabricado em alumínio para equilibrar o peso da bateria.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Audi trará para o mercado do Reino Unido um novo motor a diesel para os conhecidos modelos A3 e A3 Sportback. O modelo A3 2.0 TDI dará mais uma opção de motor, possuirá um motor com 184 cavalos de potência compatível com um sistema de tração dianteira ou integral Quattro.

O novo modelo numa versão turbinada estará equipado com um câmbio de seis marchas manual, com uma aceleração que alcança os 100 km/h desde  repouso em 7,3 segundos. O novo Audi com motor diesel aceita uma velocidade máxima de 233 km/h. A carroceria poderá ser Sport ou Sportback, além de acrescentar faróis de LEDs nas versões SE e Sport.

Sobre questões envolvidas com o meio ambiente, ele terá um nível de liberação e poluentes tipo CO2 de a08 g/km consumindo um litro de combustível a cada 24,4 kilômetros percorridos, aproximadamente.

Com as entregas previstas para setembro deste ano, quem quiser adquirir o novo modelo do A3 com motor diesel terá que desembolsar uma boa quantia de dinheiro, entre R$ 85 mil e R$ 104,9 mil na versão topo de linha.

Por Melina Menezes


O Volkswagen Jetta 2014 tem algumas diferenças em relação a seu antecessor. Essse carro,contudo, é bem maior, pois tem 4,64 metros de comprimento. Trata-se, no geral, de um automóvel equipado com  piloto automático e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, freios ABS, controle eletrônico,  ar-condicionado Climatronic, rodas de liga leve e outras funções que visam a praticidade e o conforto do motorista.

Logo, ao analisarmos o novo Jetta com critério, conseguimos notar que, em termos de pontos positivos, vale citar os seguintes fatores: espaço interno, câmbio e o acabamento. No entanto, no que tange aos aspectos negativos desse veículo, a primeira impressão que temos é que a suspensão dianteira poderia, por assim dizer, ser mais leve e macia.

Os preços desse carro são variados por conta dos modelos. Seja como for, colocando o  Jetta 2.0 TSI Highline DSG 2014 como exemplo, o fato é que este custa em torno de R$ 88.290,00. Por fim, caso o leitor tenha ficado interessado nesse carro, o Jetta 2014 é um automóvel bastante seguro e com uma ótima estabilidade.

Talvez seus cutso de aquisição não seja muito bom, porém esta linha da Volkswagen tem um execelente desempenho em termos gerais e cujo combustível não fica muito comprometido. 

Por Madson Lima de Oliveira


O mundo espera ansioso pelo tão aguardado Salão do automóvel de Frankfurt , esta edição promete revelar diversas celebridades automotivas, e a montadora Mini não pretende ficar de fora dessa onda. A montadora divulgou nesta ultima semana um modelo ainda em protótipo denominado Vision.

Este protótipo com certeza será a luz de inspiração para os novos veículos da marca. O Vision vem com um mecanismos interativo capaz de proporcionar ao motorista a possibilidade de personalizar o interior do veículo com diversas cores, o chamado Driving Experience .

A montadora se preocupou em  dar ao veiculo modelo alguns poucas lembranças dos modelos mais antigos da montadora, tais como: faróis arredondados, grade frontal hexágona dois canos de escapamento, além de um novo design para as lanternas traseiras, o escapamento que nesse versão ficou no centro da parte traseira do veiculo mostra uma tendencia mais esportiva do modelo. .

Se prepare e faça de tudo para visitar o salão do automóvel deste ano em Frankfurt, afinal toda semana surge na mídia mais e mais novidades que as montadoras apresentarão neste que é um dos mais famosos salões de automóveis do mundo.

Por Fernando Setoue


De acordo com o ritmo acelerado de comercializações no mercado de autos brasileiro visto nos últimos meses, julho irá registrar novamente um recorde em comercializações dentro de um período de 30 dias. Até o dia 26 de julho, última sexta, 275,2 mil veículos tinham sido comercializados, o que eleva o índice para uma média de mais de 14.000 unidades comercializadas por dia.

Assim, o mercado chegou à melhor média diária deste ano. Porém, o mês de julho foi longo e apresentou vinte e três dias úteis, visto que o feriado de Nove de Julho é municipal e parou apenas São Paulo, cidade com 1/3 das comercializações do país. Sendo assim, o total do volume de vendas deve superar as 316.613 comercializações do mês anterior, que foi o recorde de 2013.

Com larga liderança, a marca Fiat tem as suas duas principais adversárias brigando pela 2ª posição: GM e Volkswagen. Em julho, a General Motors apresentou melhor índice de vendas. Com três dias para o final do mês vigente, a GM apresenta um ponto a mais em relação à Volkswagen (18,78% contra 17,78%). Já a Fiat apresenta 21,2%, liderando com folga.

Por Marcelo Araújo


Para os apaixonados por carros, preparem-se! A Honda anunciou a nova versão da linha City 2014: o novo City Sport (MT). A Honda já havia lançado no mercado as versões sedãs DX (MT), EX (AT), LX (MT) e LX (AT), que por sinal, fizeram o maior sucesso. Agora é a vez da versão City Sport: como o próprio nome já diz, o Sport vem com um design mais esportivo e arrojado, além dos seus traços notadamente marcantes.

O diferencial do novo sedã 2014 está, a começar, na parte frontal do carro, mais especificamente, na grade frontal. Diferentemente dos outros automóveis que costumam ser cromados, o City Sport tem a sua grade em preto fosco. Outra novidade é a cor das maçanetas e do suporte de placa traseiro, os quais também abandonam o visual cromado, adotando a mesma cor do carro. Já os faróis e as lanternas ganham um estilo mais ousado e agressivo. Quanto à parte interna, o Sport ganhou pedais cromados e uma alavanca de transmissão, ambos, bem estilizados.

O City Sport, assim como as demais versões da linha City, possui painel blackout, hodômetro parcial e total, volante de três raios que conta com EPS (Electric Power Steering), auxiliando nos momentos de alta velocidade, dando-lhe mais firmeza, e tornando o sistema  mais leve nas manobras de estacionamento. Além de um excelente espaço no compartimento de bagagem, de 506 litros.

Para saber maiores informações sobre o City Sport, no site http://www.honda.com.br/imprensa/noticias/Paginas/Hondaapresenta.aspx . 

Por Karen Regina Igari


A General Motors (GM) traz de volta o nome do sedã produzido na Europa e que também foi usado para fazer referência ao modelo que fez sucesso no Brasil nas décadas de 1980 e 1990, vendido pela Chevrolet. O Monza estreará como carro-conceito no próximo Salão de Frankfurt – de 12 a 22 de setembro – um dos maiores eventos do segmento que é realizado a cada dois anos em terras alemãs.

O protótipo leva o logotipo da Opel, que é a filial européia da GM, e antecipa o que pode ser tendência da marca para os próximos anos.

De acordo com informações da empresa, com uma aposta na eficiência e na conectividade, o Opel Monza Concept ilustra o que se pode esperar da indústria automotiva no futuro.  O modelo foi projetado a partir da nova filosofia da marca, que prevê arte escultural e precisão alemã. E, apesar de não divulgar detalhes técnicos sobre o veículo, a GM garante que o há inspiração no modelo antigo.

Confira em vídeo divulgado no canal oficial da Opel, no youtube, uma apresentação da novidade pelo presidente da GM, Dr. Karl-Thomas Neumann. 

Por Crislayne Andrade


A linha 2014 do novo Renault Fluence deve começar a ser vendido ainda este ano no Brasil. Mas não teremos muitas novidades em relação a atual versão que está sendo comercializada.

A versão Privilège terá a mesma configuração do Fluence vendido na Argentina, lançado em abril, mudanças mais significativas, como a versão europeia, devemos ver por aqui apenas no ano que vem, já como linha 2015.

O próximo Fluence terá novidades principalmente na parte dianteira, com nova grade, farol e para-choque. Na parte de trás, apenas o para-choque teve grandes mudanças e por dentro um novo console é esperado para a linha 2015 do Fluence no Brasil.

De acordo com o site Auto Segredos, a configuração da versão Privilège terá o mesmo quadro de instrumentos com velocímetro digital e rodas de 17 polegadas da versão esportiva GT. Entre outros itens de série, são esperados conexão USB e Bluetooth além de sistema de som mais ergonômico.

Mecanicamente, os motores são os mesmos, 2.0 flex de 140 cavalos quando movido com gasolina e 143 cavalos de potência quando abastecido com etanol, e o motor turbo 2.0 de 180 cavalos da versão GT. Entre as possibilidades de transmissão, a Renault disponibiliza câmbio manual ou CVT para o sedan.

Por Renato Vieira Maia Neto


Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), a comercialização de veículos em geral (ônibus, comerciais leves, caminhões e automóveis) apresentou queda de 5,25% no mês de maio em relação ao mês de abril, período em que foi registrado um recorde mensal de emplacamentos no setor. Apesar da queda, quando comparado ao mesmo período do ano de 2012, foi observado um aumento de 10% nas vendas.

No final do mês de maio de 2012, foi observada no setor a grande quantidade de veículos nas lojas e nos pátios das empresas, o que fez com que o Governo desse desconto no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Tal medida, que acarretou em mudanças gradativas e bastante significativas para as vendas, ainda se encontra em vigência e deve continuar nos planos do país até o último mês do ano, período em que poderá ser prorrogada ou não.

Neste mês, foram comercializados 316.225 veículos, 17.505 unidades a menos do que no mês anterior e 28.778 unidades a mais do que as verificadas em maio do ano passado.

Referente ao acumulado anual, o segmento registra um aumento de 8,57%, apresentando 1.480.366 veículos vendidos contra 1.363.53 no mesmo período do ano passado.

Por Marcelo Araújo


Os sedans estão realmente tomando conta do Brasil. Primeiro vieram as chamadas categorias básicas com os pequenos, médios e grandes. Agora o que está na onda são os sedans menores, mas com muito espaço, pois a última coisa que vem a cabeça de quem dirige um é de que se trata de um compacto. Exemplos disso são o Renault Logan e o Nissan Versa, modelos que deverão concorrer com o Volkswagen Santana daqui a pouco tempo.

No entanto, uma novidade nessa área vem da Ford. A montadora além de planejar sua entrada com relativo sucesso no seguimento ainda está estudando ressuscitar um antigo sucesso: o Escort.

O modelo foi apresentado no Salão de Xangai, na China, e existem planos, ainda sendo estudados, de trazer o modelo para o Brasil.

De acordo com as informações que andam circulando em diversos sites especializados no assunto, o automóvel deveria ser fabricado na  Argentina (a previsão é para 2015), que por sinal é onde também estão sendo produzidos os modelos da nova geração do Focus, que deverá fazer sua estreia no mercado brasileiro no mês de agosto.

É por lá também que a nova Ranger, que se encontra em vendas por aqui, é feita. Outra novidade prevista para 2014 é o Escape/Kuga. O modelo será produzido com a base do Focus e também está com planos de ser comercializado por aqui.

Por Denisson Soares


A marca alemã Audi está lançando seu novo modelo esportivo, o Audi TT RS que leva o 'RS' no nome por pertencer a uma categoria de carros de alto desempenho. Não é para menos que está nessa categoria, pois o Audi TT RS vem com um motor 2.5 TFSI movido a gasolina com 300 cavalos de potência. 

O Audi TT RS vem com câmbio automático de 7 marchas com sistema de dupla embreagem e conta ainda com a posição Sport, que deixa o veículo com respostas mais rápidas nas retomadas de velocidade. Aliás, velocidade é o que não falta no Audi, afinal ele faz de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos, isso na versão Coupé, já na versão Roadster, faz 4,4 segundos. Apesar de andar em alta velocidade o carro vem com um limitador de velocidade eletrônico que não deixa passar dos 250km/h. 

A suspensão é esportiva com rodas de liga leve de 19 polegadas, aerofólio traseiro fixo e detalhes em alumínio nos retrovisores. Na sua versão Roadster vem com a capota elétrica. 

Ambos os modelos vêm com acessórios de série, como controle de estabilidade (ESP), acendimento automático dos faróis, ar condicionado digital com duas zonas de temperatura, airbags frontais e laterais nos bancos da frente, tração integral e muitos outros assessórios de luxo. 

A versão Coupé já está à venda pelo preço R$ 399 mil e a Roadster está sendo vendida por R$ 419 mil.

Por Mariana Rodrigues


A montadora Chevrolet anunciou a linha 2014 do modelo Celta. Com novidades, o novo modelo vem com duplo airbag frontal e freios ABS como itens de segurança opcionais. Os itens de segurança serão obrigatórios por lei a partir de 2014.

Além desses itens, o modelo está com uma cor nova, o Cinza Sand, e também ganhou uma grade com contornos cromados.  

Contudo, tanto airbag quanto os freios ABS (sistema antitravamento) podem apenas ser adquiridos opcionalmente na versão LT de quatro portas do modelo.

Se adquiridos os itens de segurança (airbag frontal e freios ABS), o Celta 2014 fica no valor de R$ 31.490, já o modelo sem os sistemas de segurança fica no valor de R$ 29.190.  

A versão mais em conta do modelo é o LS, que tem duas portas e custa em torno de R$ 25.390.   O conjunto motriz ainda tem o motor 1.0 flex de 78 cavalos usando álcool e 77 cavalos usando gasolina, com câmbio manual de cinco velocidades.

Por André Barbosa


Produzido com um refinado 624 hp (465 kW), o Wraith é o mais poderoso Rolls-Royce, na opinião de especialistas. Depois de alguns meses de elaboração do projeto de seu novo modelo Wraith, Rolls-Royce Motor finalmente voltou aos holofotes do mundo automobilístico neste ano de 2013.

Alimentado por um motor V12 casado com uma transmissão automática de 8 velocidades, o Wraith produz um refinado 624 hp (465 kW) e 800 Nm de torque a partir de 1.500 rpm.    

O Wraith estreia uma tecnologia de transmissão (SAT), por satélite que utiliza dados de GPS de mapeamento para obter a configuração da estrada – incluindo cantos e entroncamentos e seleciona o equipamento adequado com base na localização atual e estilo de condução e do terreno próximo.

O Wraith também possui um botão de chamada de um toque no volante para ativar o sistema de controle de voz para informar o sistema de navegação do destino desejado. As funções na tela também podem ser navegadas através do touchpad que apresenta a funcionalidade do reconhecimento de caracteres manuscritos.

Com um acabamento em dois tons, o Wraith também ostenta uma grade dianteira rebaixada, uma faixa traseira de largura, distância entre eixos mais curta e menor altura do teto, e os benefícios da suspensão que foi ajustada para minimizar a inclinação da carroceria.

Por Salete Dias


Enquanto projetos como o Transição e PAL-V são objetivos dos fabricantes para desenvolver os transportes atuais, um projeto financiado chamado myCopter está pressionando para uma reformulação completa no transporte aéreo.

Em vez de dirigir um carro que está comprometido pela necessidade de voar, ou pilotar um avião que está comprometido com a necessidade de dirigir como um carro, a equipe de cientistas responsáveis pelo projeto está se preocupando para no futuro trabalhar em Pessoais Veículos Aéreos (PAVs) com estradas construídas no espaço aéreo.

Os pesquisadores acreditam que este projeto mudará a indústria de transporte aéreo nos próximos 150 anos. Eles já identificaram uma série de problemas fundamentais que precisam ser resolvidos para tornar o transporte aéreo pessoal um sucesso.

Primeiro é o projeto da embarcação. A equipe queria criar algo que tivesse a familiaridade de um carro para as pessoas. Algumas das propostas de design para o exterior do projeto myCopter mostram um veículo adequadamente futurista. O sistema é um híbrido de uma aeronave leve e helicóptero.

Ele tem três rotores do tipo helicóptero, mas eles são incorporados no interior da asa triangular grande, na superfície superior da aeronave, um de cada lado, e um sobre a parte de trás. Estes rotores embutidos podem criar maior impulso com maior segurança, embora com menos eficiência.

A equipe de cientistas também quer reduzir o nível de habilidade necessária para operar uma aeronave com o objetivo de ter uma estrada aérea em que um indivíduo seja capaz de voar de um ponto a outro com a facilidade de condução de um automóvel.

Por Salete Dias


Para comemorar o grande sucesso do Evoque, a Land Rover resolveu agradar seus principais mercados e lançou uma edição especial batizada de Sicilian Yellow. O carro, que traz como grande destaque sua pintura metálica na cor amarela, foi apresentado ao público no último Salão de Bruxelas, na Bélgica, e começará a ser vendido em maio deste ano.

O automóvel foi desenhado com base na versão Dynamic Plus e, além da cor, traz como destaques suas rodas aro 20” e seus para-choques e colunas na cor preta. Porém, ainda não foi revelado o preço da novidade.

O novo Land Rover Evoque Sicilian Yellow traz um aparelho de som de alta definição, sensores de chuva e crepuscular, ar condicionado automático, controlador de velocidade de cruzeiro, freio de estacionamento eletrônico, entre outras coisas.

Assim como acontece com os modelos convencionais, a versão especial também vem nas opções de carroceria com duas ou quatro portas. Além disso, o motor do novo veículo pode ser 2.2 turbodiesel ou 2.0 a gasolina.

A divisão brasileira da Land Rover, através de sua assessoria de imprensa, confirmou que o modelo chegará ao território nacional em maio deste ano. O modelo especial também será vendido nos mercados da Austrália, Rússia, Bélgica, Estados Unidos, África do Sul, Canadá, Alemanha, França, Áustria, China, Itália, Espanha e Reino Unido.

Por Felipe Santos Bonfim


Tudo indica que a linha A2 não fez grande sucesso na montadora Audi. Segundo a Autocar, revista inglesa especializada em automóveis, a produção da nova geração do carro da montadora inglesa será abortada e não deve mais chegar ao mercado, pelo menos não nos próximos 2 anos.

De acordo com fontes ligadas à marca, o carro não será mais produzido porque a demanda de modelos totalmente elétricos está cada vez mais baixa. Quando surgiu em Frankfurt, no ano de 2011 como conceito, a ideia era de que o Audi A2 fosse um carro de peso leve, 100% elétrico e com a carroceria formatada como monovolume.

Assim como o projeto inicial, o carro chegou às concessionárias com matérias primas bem mais leves, autonomia incrível e economia satisfatória, entretanto, o modelo não agradou.

A primeira geração veio equipada com propulsores 1.4 e 1.6, pesava apenas 900 kg e tinha ares de carro popular. Mesmo com tantos benefícios, o veículo não emplacou e depois de 6 anos no mercado, terá a sua produção interrompida.

A segunda geração que seria lançada na Alemanha, em 2014, teria versões híbridas e 100% elétricas. Nada é definitivo, mas por enquanto, o novo Audi A2 não sairá do papel.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Em 2012 a Fiat terminou o ano mais uma vez com liderança do mercado e este ano a montadora pretende continuar mantendo esse seu reinado. A companhia acaba de revelar as primeiras novidades em sua linha. Agora, por exemplo, os modelos Mille e "novo Uno" terão uma série especial do filme Xingu, que conta a história dos irmãos indigenistas Villas Boas.

Esta série foi estreada no modelo Dobló Adventure, e conta com faixas personalizadas na tampa do porta-malas e nas laterais do veículo. Para tornar essa série ainda mais interessante, a Fiat melhorou também todo o pacote de itens.

O Mille vem conta com direção hidráulica, limpador e lavador de vidro traseiro, desembaraçador de vidro traseiro, apoios de cabeça no banco traseiro, vidros elétricos dianteiros e travas elétricas, todos como itens de série.

Já o Uno Way conta com faróis de neblina, direção hidráulica, travas elétricas, ar-condicionado, computador de bordo, banco do motorista com regulagem de altura e vidros elétricos dianteiros. Além destes modelos, a Fiat também evoluiu a picape Strada Adventure e o Palio Adventure, que agora são capazes de receber câmbio Dualogic Plus, que conta com embreagem automatizada muito mais eficiente.

O Palio Attractive 1.0 contará com kit HSD de série, que vem com ABS e airbags duplos, que em 2014 passarão a ser equipamentos de segurança obrigatórios. Com as novidades o Mille Way 4 porta Xingu custará R$ 27.800, já o Novo Uno Way 1.0 e 1.4 Xingu custarão R$ 33.620 e R$ 37.185, respectivamente. O novo Palio Attractive 1.0 4 portas será vendido por R$ 30.590. 

Por Felipe Santos Bonfim


Ao que tudo indica o conceito da Lexus, o LF-CC, foi confirmado para produção. De acordo com o site inglês Autocar, o carro é esperado para estar pronto antes de 2015. O conceito foi mostrado no Salão de Los Angeles (EUA).

Fonte: Autoblog.com

 

A marca de luxo japonesa vai trabalhar intensamente no projeto do cupê no começo do próximo ano e ainda está pensando em um arrojado crossover, um rival para o Range Rover Evoque que tem feito um grande sucesso. 

O LF-CC deverá ser oferecido como versão cupê e conversível, dividindo sua plataforma com o novo IS e o GS, os motores também serão compartilhados.

Por Ana Camila Neves Morais


A Volkswagen lançou neste mês de dezembro no Brasil o modelo do Novo Fusca com 4,278 milímetros de comprimento e 1,486 milímetros de altura.

Seu motor é do tipo TSI 2.0 que alcança uma potência de até 200 cavalos e um torque máximo de 280 Nm a 1.700 rotações por minuto.

O seu estilo ficou totalmente novo com para-brisa na parte traseira, porta malas com capacidade para até 905 litros de bagagem, teto estendido e rodas de liga leve do tipo Spin com 17 polegadas.

Todas estas novidades do Novo Fusca podem ser adquiridas pelos brasileiros por valores entre R$76.600,00 (versão que vem com câmbio manual de seis marchas) e R$80.990,00 para versão com dupla embreagem e transmissão do tipo DSG.

Por Ana Camila Neves Morais


A Lamborghini, montadora famosa por produzir carros de luxo, acaba de confirmar a fabricação de mais um interessante modelo: o Gallardo LP 570-4 Super Trofeo 2013. Os principais atrativos do lançamento são a performance, o arrojo e refinamento do veículo.

Seguindo seus padrões de estilo e qualidade, a Lamborghini elaborou esse carro com muito cuidado, primando pela perfeição em todos os detalhes, do design ao acabamento. O carro em questão foi exclusivamente projetado para participar do conhecido circuito automotivo de 58 corridas no velho continente.

A versão será lançada no intento de substituir o Gallardo Spyder, mas as configurações definitivas da versão ainda não foram divulgadas. A fabricante apenas adiantou que o propulsor utilizado será o V10 com 5.2 litros e ele alcançará a excelente marca de 577 cavalos de potência. Pelas imagens do conceito, também foi possível notar que o Super Trofeo 2013 terá linhas esportivas, personalização interna, vários porta-objetos, difusor traseiro e spoillers estilizados.

O conjunto é muito interessante, mas tudo que o modelo oferece não poderia custar barato. A previsão é de que o carrão custe em torno de R$ 200.000,00. A marca assegura que poucas unidades serão fabricadas, afinal, o novo Trofeo faz parte de uma edição limitada, o que é sinônimo de que o carro pode conquistar pela exclusividade. O lançamento oficial ainda não tem data marcada.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Recentemente a marca automotiva Toyota apresentou ao mercado uma novidade incrível: o novo Auris. Trata-se da versão Touring Sports, que foi projetada para trazer em seu DNA muita esportividade, arrojo e beleza.

Inicialmente essa versão será produzida apenas na Europa, mas ainda assim, seu lançamento não deixa de ser uma notícia animadora para o mundo inteiro.

O novo Auris Touring Sports será disponibilizado com vários tipos de motorização, dentre elas estão as seguintes:

  • 1.4 D-4D a diesel;
  • 2.0 D-4D a diesel;
  • 1.33 Dual VVT-i a gasolina;
  • 1.6 Valvematic a gasolina.

O novo Toyota Auris poderá atingir até 132 cavalos e alcançar a velocidade de 200 km/h. Vale destacar que haverá também uma versão “verde” do veículo. Esta será equipada com Tecnologia HSD –  Hybrid Synergy Drive, que possui no seu conjunto um motor de combustão trabalhando aliado com um motor elétrico.

O interior do carro tem atributos interessantes, como painel moderno com tela sensível ao toque, sistema de entretenimento, ar condicionado, grande espaço interno e muitas outras facilidades.

Segundo a Assessoria Comercial da Toyota, o novo Auris Touring Sports será comercializado a partir do início do próximo ano e os preços de venda ainda são desconhecidos.

Por Larissa Mendes de Oliveira


O Governo Federal anunciou, o Jornal Nacional divulgou, a imprensa escrita explica, mas as dúvidas ainda são muitas em relação ao novo regime automotivo brasileiro.

A partir de janeiro de 2013, o Governo vai vincular as reduções de impostos (que os fabricantes tanto querem) a compromissos de melhorias nos carros fabricados a partir do ano que vem.

O Governo dá incentivo, mas em troca os fabricantes devem investir em pesquisas, a fim de desenvolver veículos melhores, mais seguros e mais duráveis.

Uma das vantagens dessas mudanças é que o carro do futuro gastará em média 13% menos combustível, fazendo com que o proprietário economize até 23% para manter o veículo circulando.

Exemplificando:

Se seu carro hoje faz 14 km com um litro de gasolina, a partir de 2013 o mesmo modelo novo deve percorrer cerca de 17 km por litro.

Os veículos movidos a álcool subiriam dos atuais 9,7 km por litro para quase 12 km/l.

Mas a redução no consumo não é a única vantagem, os investimentos em pesquisas garantirão uma contínua e progressiva evolução e aperfeiçoamento. Não será mais tolerado pelo Governo o comodismo na área.

O regime prevê ainda a obrigatoriedade do uso de peças nacionais, aquecendo o mercado interno nesse segmento.

As tecnologias já disponíveis em carros importados, que alertam o condutor sobre o risco de colisão e outro que controla a estabilidade evitando capotamento, também foram solicitadas pelo Governo às montadoras.

Preços dos Veículos a partir de 2013:

A principal curiosidade do consumidor é sobre os preços dos veículos fabricados a partir de janeiro de 2013. Sobre este tema, o Ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, respondeu à Rede Globo que espera que os preços caiam: “Ao estimular a concorrência, estão vindo para o Brasil novas indústrias, isso vai forçar com que as empresas que já estão estabelecidas por aqui também reduzam seus preços. Queremos carros mais baratos”, ressalta o Ministro.

Por outro lado, a indústria brasileira de carros automotivos não se arrisca a fazer qualquer prognóstico a respeito da redução de preço.

Pela lógica, deveria permanecer no atual patamar de preços, pois se por um lado as indústrias terão que investir mais, as reduções de impostos poderiam compensar os tais investimentos.

Para o consumidor, só resta aguardar para saber se os novos e mais eficientes veículos serão também mais baratos!

Já para as montadoras, só resta cumprir com as obrigatoriedades impostas pelo Governo, caso não queiram ser penalizadas com 30% a mais de IPI.

Por Jaqueline Rebouças


Após lançar a nova versão do EcoSport, a Ford resolveu querer conquistar o mercado europeu com o veículo. Ele foi criado no Brasil, mais especificamente na Bahia, mas agora foi reformulado para se adaptar às exigências europeias.

A nova geração do EcoSport está de malas prontas para viajar para a Europa, pois já ganhou um motor TDCi 1.6 a diesel e também o EcoBoost 1.0 com três cilindros, que também estará presente na versão local do Ford Fusion, chamada de Mondeo. A fabricante fez um pronunciamento oficial para a mídia sobre o novo mercado que o EcoSport vai encarar no início de setembro na capital do Estado de São Paulo.

A ideia da Ford é de lançar o novo carro primeiramente em 2013 nos países emergentes do continente europeu e só então em 2014 lançar no Reino Unido. E mesmo que o carro já tenha ganhado novo motor e EcoBoost, ainda foram necessárias outras alterações para que não haja perda de mercado, tendo em vista que o consumidor na Europa é extremamente exigente e também competitivo. Portanto, foi necessário utilizar materiais mais resistentes e com melhor qualidade.

Ainda não foram divulgados valores de venda pelos quais o veículo será comercializado nos países emergentes e no Reino Unido.

Por Guilherme Marcon


Mais um excelente lançamento promete agitar o mercado automobilístico. Trata-se do novo Astra Cabrio, um grande investimento da marca Opel.

O carro alemão é uma espécie de versão mais compacta do conhecido Astra. Além disso, não possui a típica capota em lona existente no Opel Cascada. Outro grande diferencial do veículo é que ele conta com o funcional TwinTop, isto é, um rígido teto removível.

As configurações mecânicas do veículo são bastante interessantes, pois ele conta com as seguintes opções de propulsão: 1.4 turbo (gasolina), capaz de entregar 140 cavalos, 1.6 turbo (gasolina), que atinge 180 cavalos de potência, o 1.7 CDTI (diesel) com potência máxima de  130 cavalos  e por fim, o 2.0 CDTI (diesel), que alcança 165 cavalos de potência. Vale acrescentar que todas as versões contarão com câmbio manual de seis marchas e/ou automático de seis velocidades.

Na parte interna, o carro contará com os seguintes itens (a depender da versão): ar condicionado, freios ABS, airbags laterais e frontais, porta-objetos, painel com tela  touchscreen, novo revestimento, sistema multimídia, dentre outros.

O Astra Cabrio deve ser apresentado oficialmente no final deste mês, no Salão Parisiense, ou no mais tardar, em março de 2013 durante o Salão Internacional de Genebra.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Mais novidades na Renault: a montadora irá apresentar o novo Clio, ainda este ano, no Salão de São Paulo. Mas não se empolgue, o Clio passou por uma reestilização, porém não virá para vendas no Brasil tão cedo. Os motivos ainda não foram expostos pela montadora.

As principais mudanças no popular da Renault serão na parte externa e o carro trará a nova identidade da empresa para as ruas. Na Europa o Clio já está em sua quarta geração e no Brasil apenas na segunda.

Entre os destaques deste novo Clio que será vendido fora do país está o consumo surpreendente: 23 km por litro com gasolina. São noventa cavalos de potência e torque de 13,7, resumindo, o modelo deverá ter um motor 1.4.

Os brasileiros terão que esperar, sem previsão, para conhecer e desfrutar deste popular supereconômico que promete fazer a cabeça de quem gosta de unir o conforto e economia. Por enquanto, temos que nos contentar com versão 1.0 do tradicional Clio, que mesmo assim ainda está entre os populares mais vendidos no país, principalmente para o público feminino. 

Por Dayane Garcia


O Mazda2 já ganhou diversos prêmios pelo mundo por diversas revistas especializadas em automotivos.

Desempenho nas pistas e estilo na carroceria são pontos apontados como imbatíveis. A segunda geração do Mazda traz melhorias significativas para a temporada 2012/13.

Existe tanto a versão normal quanto a edição esportiva. A marca anunciou publicamente que espera tornar o veículo popular no Brasil nos próximos anos. O aço fino foi aumentado para proporcionar maior nível de rigidez na carroceria.

É interessante notar que tanto a suspensão quanto os sistemas elétricos também ganharam melhorias. A estabilidade permite com que curvas sejam desempenhadas com segurança nas quatro rodas.

Os mecânicos da marca conseguiram diminuir a redução de emissão dos gases nocivos à atmosfera em 5% se comparados com os motores das edições mais antigas do Mazda2. Em cada nova temporada a Mazda surpreende com a procura incessante para reduzir as emissões sem pecar em potência.

Nos grandes países da Europa existem sete cores diferentes que podem ser compostas na carroceria. Clique neste link e acesse o site oficial da Mazda para salvar o catálogo oficial deste veículo.

Por Renato Duarte Plantier


Recentemente a montadora Ford confirmou o lançamento de uma nova versão do Focus, seu hatch médio. O anúncio coincidiu com a excelente fase da empresa, que acaba de comemorar a vitória do Ford Focus sobre o i30 da Hyundai.

Há três meses o modelo vem crescendo no mercado de autos, até conquistar a marca de 24% das vendas na categoria. Tal ascensão foi bastante surpreendente, haja vista a queda no setor dentro do primeiro semestre do ano.

As mudanças no visual serão bastante expressivas e a  nova linha do veículo da Ford virá mais detalhada do que nunca, tendo as opções de carrocerias tanto sedã quanto hatch. A marca optou, no entanto, por não mexer em time que está ganhando e na parte mecânica irá manter as mesmas configurações da plataforma de seu  antecessor.

O certificado do ano-modelo já foi atualizado, o que sugere que a nova versão não demorará a ser comercializada no Brasil. Vale acrescentar que a apresentação oficial do Focus 2013 ocorrerá em outubro, no Salão do Automóvel de São Paulo. Os preços de venda ainda não foram divulgados.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Hyundai está apostando todas as fichas no seu novo carro de categoria popular, o HB20, investindo bastante na divulgação de propagandas e chamando a atenção para os seus atributos internos e externos, que o caracterizam como estiloso e diferenciado.

Com relação às especificações técnicas do HB20, a versão mais simples e de partida, com motor 1.0 l, é chamada de Comfort, capaz de gerar uma potência de até 80 cv e torque máximo de 10,2 kgfm. Já a versão Comfort, de motor 1.6 l, gera 128 cv de potência e torque máximo de 16,5 kgfm. Os preços anunciados nestas respectivas versões são de R$ 31.995,00 e R$ 36.995,00.

O modelo Comfort 1.0 l vem equipado com lanternas de máscara negra, direção hidráulica, spoiler, ar condicionado, computador de bordo, airbag duplo e ajuste de altura do banco do motorista.

Quanto ao modelo Comfort 1.6 l, acrescenta-se ainda fechamento automático das portas e dos vidros, sistema de freios ABS com EBD, regulagem de altura e profundidade no volante, faróis de neblina, desembaçador e alarme.

A previsão é de que o HB20 seja comercializado a partir do início de outubro.

Sem dúvida, é uma ótima opção para quem procura um carro moderno e acessível.

Por Anne A. Matioli Dias


Mais uma atração de uma grande marca mundial para o Salão do Automóvel de Paris, evento que irá ocorrer no final de setembro deste ano.

A Citroën chama a atenção pela apresentação de um modelo com nova estilização para a C3 Picasso, minivan vendida em todo o continente europeu desde o ano de 2008 e que comercializou mais de 320.000 unidades no mundo todo desde seu lançamento.

A montadora irá investir no visual do veículo. De acordo com informações da marca, o design da minivan será adaptado para condizer com o resto de sua linha. As mudanças na C3 Picasso são puramente visuais, incluindo novos logotipos da empresa reestilizados, para-choques renovados e LEDs para o dia. Além disso, os interessados em comprar o veículo da Citroën terão mais duas opções de cor: Azul Encre e Branco Nacre.

Fora estas inovações, na parte de dentro o carro vem com revestimento de maior conforto trazendo a opção de couro chamada "Mistral Claudia”. Outro item de destaque é um novo retrovisor do tipo eletro-cromático, além do sistema de navegação eMyWay, apresentando entrada USB, Bluetooth, e possibilidade para instalação das câmeras de ré.

Por Marcelo Araújo


A montadora francesa Peugeot não para de investir na otimização da versão Griffe do sedã 408. Apostando no sucesso do modelo e visando alavancar as vendas no mundo inteiro, a marca pretende inserir no automóvel o propulsor 1.6 Turbo High Pressure, mais conhecido como THP.

Esse motor tem a capacidade de melhorar a dirigibilidade do veículo, pois conta com quatro cilindros, além de transmissão automática de seis marchas. Em relação à potência, entrega 165 cavalos, atingindo 213 km/h de velocidade máxima. Mesmo apresentando um desempenho satisfatório, o modelo é econômico e consome somente 6,8 km/l.

No visual, o  408 Griffe não sofrerá grandes mudanças, pois a proposta de design do mesmo sempre agradou bastante. O carro receberá apenas novos faróis elípticos, a grade dianteira será retirada, as rodas passarão a ter 17” e o para-choque será redesenhado, contando com uma nova tomada de ar.

Na parte interna, o novo  Peugeot será equipado com GPS, bancos ajustáveis, controlador de velocidade de cruzeiro, sistema de rádio com tecnologia Bluetooth,  apoio de cabeça, direção hidráulica, ar condicionado automático, airbags frontais, laterais e de cortina.

De acordo com a montadora, a  versão do  408 com o motor THP sairá por R$ 75.300,00.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Outra boa notícia chegou ao movimentado mundo dos automóveis, pois a BMW (empresa especializada na fabricação e comércio de veículos) deve lançar em pouco tempo a nova versão da sua SUV chamada de X5.

O novo veículo da montadora foi visto rodando nas ruas de algumas cidades da Alemanha com bastante camuflagem para esconder os detalhes do carro. Mas, apesar disso, é possível afirmar que a nova X5 terá contornos mais refinados mantendo o novo estilo de criação automotiva que vem sendo adotado pela BMW.

Outras possíveis inovações para este carro SUV consistem em motores mais potentes, como um propulsor de 2.0 litros movido a diesel com potência de até 248 cavalos e um motor V8 biturbo com potência de 573 cavalos.

Do ponto de vista da tecnologia, o utilitário terá possibilidades inovadoras, como: câmera de visão noturna, medidores de combustível, auxiliar de estacionamento, sistema Start&Stop, suspensão a ar, dentre outras.

A nova versão da BMW X5 tem previsão de chegar ao mercado automobilístico mundial para venda apenas no início de 2014, já que a produção da mesma será iniciada apenas no ano que vem.

Por Ana Camila Neves Morais


A R Gmbh trata-se de uma marca subsidiária da Volkswagen que desenvolve carros com conceitos mais esportivos e exclusivos sob a nomenclatura R-Line.

Dessa forma, utilizando-se destas características, o SUV Touareg R-Line passa a ser lançado no Brasil.

De acordo com as informações obtidas, externamente, o veículo apresenta novos acessórios, como: spoiler e frisos cromados no para-choque frontal, saias laterais, aerofólio, saídas do escapamento diferenciadas e novas rodas.

Também é possível observar detalhes em metal na cabine e aplicação de logotipos do modelo nas laterais, no volante, nas portas e no encosto de cabeça dos bancos da frente.

Com relação às especificações técnicas do motor, manteve-se o mesmo, ou seja, o veículo vem equipado com o motor V8 4.2 l, capaz de gerar uma potência de até 360 cv e torque máximo de 45,4 kgfm, combinado a uma transmissão automática de 8 velocidades. Dessa forma, é possível atingir uma velocidade de até 245 km/h, percorrendo de 0 a 100 km/h em apenas 6,5 segundos.

O valor do Touareg R-Line parte de R$ 333.700,00 e já pode ser encontrado disponível para venda em diversas concessionárias da Volkswagen.

Por Anne A. Matioli Dias


Segundo fontes seguras ligadas à montadora Renault, uma nova van comercial, nomeada de Master, já está em fase de pré-produção, isto é, algumas unidades já foram fabricadas a título de teste. Os protótipos em questão foram produzidos no Estado de São Paulo, na fábrica de São José dos Pinhais.

Em termos de design, a Master é bem similar ao modelo comercializado na Europa, pois conta com faróis alongados na direção do para-brisa, e apresenta frontalmente uma grande tomada, bem acima do para-choque.

De acordo com a Renault, apesar da fase de testes em território brasileiro, o carro não deve ser lançado este ano. Provavelmente, a nova van comercial será vendida a partir de 2013, com a finalidade de competir de igual para igual com a nova linha Mercedes-Benz Sprinter, que apresentou recentemente mudanças expressivas.

A marca ainda não se pronunciou oficialmente acerca dos detalhes da Nova Master, mas ao que tudo indica, a propulsão será realizada através de eficiente motor dCi com 115 cavalos de potência.  O preço de comercialização e data exata de lançamento ainda não foram divulgados pela montadora.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Há alguns dias, a Porsche fez um pronunciamento oficial divulgando informações sobre o seu novo automóvel, o 911 Carrera – versões 4 e 4S. As duas versões terão carrocerias cabriolet e cupê, além de virem com câmbio de 7 marchas, que também pode ser alterado para PDK com dupla embreagem.

O motor do 911 Carrera 4S é um 3.8 boxter que consegue chegar aos 405 CV de potência, enquanto que o motor do modelo 4 atinge a marca de 354 CV. Além disso, o Carrera 4 com carroceria cupê vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos, enquanto que o cabriolet demora um pouco mais (4,7 segundos). A velocidade máxima do cabriolet é de 282 km/h e a do cupê é um pouco maior, chegando aos 285 km/h.

Além disso, a versão cupê do 4S vai de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos, atingindo a velocidade máxima de 299 km/h, e o cabriolet 4S demora 4,3 segundos para ir de 0 a 100 km/h, tendo uma velocidade máxima de 296 km/h.

Ambos os modelos terão destaque no Salão de Paris, que começa no dia 29 de setembro. Os preços iniciam em 97.557 euros (mais ou menos R$ 247.570 sem impostos) para a versão cupê do Carrera 4 e 110.290 euros (cerca de R$ 279.882 sem os impostos) na versão cabriolet. Para o Carrea 4S, a versão cupê sai pelo valor inicial de 112.313 euros (equivalente a R$ 285.016) e a versão cabriolet fica inicialmente por 125.046 euros (equivalente a R$ 317.329).

Por Guilherme Marcon


Chegou ao mercado o novo lançamento para o ano de 2013 da Hyundai. O novo modelo Genesis inova com tecnologia avançada, sofisticação e qualidade. Essas são as principais características apontadas pela marca para descrever todo o design e desempenho que o carro possui.

Com linhas leves, seu design apresenta a sofisticação e a beleza dos modelos Hyundai. Além disso, em seu interior são encontrados itens de série, como: computador de bordo, controle de áudio no volante, 17 alto-falantes, painel de instrumento Supervision 3D, vidros acústicos, piloto automático com sensor de distância, entre outros.

Possui motor de 3.8 FR V6, transmissão automática com 8 velocidades, rodas de liga leve 18’’, duplo air bag frontal, lateral e de cortina, freio de estacionamento eletrônico, lanternas de LED, faróis de neblina, sensor de estacionamento, câmera para auxilio de manobras, teto solar, ar condicionado digital com sistema Dual Zone, filtro anti-pólen, e outros detalhes incríveis.

O novo modelo está disponível nas cores prata metálico e preto metálico.

Para conferir mais detalhes sobre este e outros modelos, acesse o site www.hyundai-motor.com.br.

Por Jéssica Severo


A Mercedes-Benz é uma das montadoras mais bem sucedidas que existe atualmente, contando com diversos lançamentos consagrados e é por essa razão que ela conseguiu uma legião de fãs e se consolidou no mercado.

Recentemente, a Mercedes-Benz anunciou oficialmente em uma reunião que contou com Débora Giorgi, ministra da indústria, alguns diretores da companhia e as autoridades locais, que irá produzir os caminhões Atron 1624, o Atron 1634 e o chassi do ônibus LO915 em seu Centro Industrial Juan Manuel Fangio.

A previsão é que a fabricante comece a produção dos veículos a partir do ano que vem, logo no primeiro semestre. Por conta deste investimento a Mercedes conseguirá dobrar o volume de produção da sua linha atual de ônibus e caminhões. 

Atualmente a companhia já fábrica localmente o cavalo mecânico Atron 1720 e os chassis dos ônibus OF1418 e OH1618. Além disso, ela é a responsável por produzir a nova Sprinter, lançada há pouco tempo na Argentina.

O anúncio ainda registra que a fabricante contratou 100 novos funcionários e que ela vem trabalhando pesado para nacionalizar mais peças para produção local e assim se expandir no mercado argentino.

Por Felipe Santos Bonfim


Quando a Ford decidiu desenvolver a segunda geração do EcoSport ela não brincou em serviço. O trabalho desta vez não era apenas produzir um carro para os consumidores brasileiros e argentinos, mas sim criar um produto que atendesse aos gostos dos usuários de mais de 100 países.

O desafio envolveu praticamente todas as divisões da Ford do mundo todo. Foram 800 Engenheiros e Designers da empresa que estiveram reunidos em vários cantos do mundo e o resultado sem dúvidas impressiona.

O novo EcoSport é um dos carros mais aguardados deste ano, pois ele é pioneiro no segmento “aventureiro urbano”. O veículo é o primeiro produzido no Brasil e traz diversos equipamentos com excelente qualidade, dignos de uma Mercedes-Benz ou de uma BMW.

O modelo conta com airbags, controles eletrônicos de tração e estabilidade, freios ABS, sistema de entretenimento SYNK da Microsoft que conta com conexão Bluetooth para celular, CD-Player, entrada USB, comandos de voz que reconhece português, inglês e espanhol, tela de 3,5 polegadas e assistente de partida em rampas e declives.

A Ford não revelou quais são os dados de volume de venda esperado, mas afirma que está segura em recuperar a liderança da categoria, que hoje é ocupada Renault com o Duster.

Por Felipe Santos Bonfim


A Chevrolet está apostando em um novo SUV para 2013. Trata-se do Blazer, que vem com uma roupagem muito mais moderna e evoluída que a versão anterior. Embora o nome remeta ao passado, o carro nem de longe lembra o antecessor, configurando-se de fato como um lançamento surpreendente, um utilitário inédito no mercado.

A versão que será fabricada no Brasil será igual ao modelo que circula na Tailândia. O modelo foi lançado oficialmente há três meses, no  Salão de Bangcoc, e dentre outras novidades, além da repaginação no visual, o veículo também teve sua plataforma alterada. A estrutura da versão atual do SUV é feita através de um monobloco reforçado e conta com uma funcional  suspensão independente localizada no eixo traseiro. Uma inovação e tanto!

O novo Blazer será comercializado com duas opções de propulsão. A primeira apresenta o motor  2.4 flex, que gera 147 cavalos de potência, e a segunda conta com o eficiente motor  2.8 turbodiesel que atinge 180 cavalos.

O carro chega para brigar de igual para igual com o consagrado Captiva e o seu valor de comercialização deve variar entre R$ 85.000 e R$ 150.000.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Audi trouxe ao Brasil o esperado R8 GT Spyder, superesportivo com preço estabelecido em mais de R$ 1 milhão, configurando-se, assim, como o carro mais caro da marca comercializado no país.

Foram produzidas 333 unidades, que serão distribuídas mundialmente. No Brasil serão disponibilizados apenas dois R8 GT Spyder  para comercialização, sendo que cada um apresentará o emblema na alavanca do câmbio e o número de produção.

A parte mecânica surpreende tanto quanto o visual, pois o novo  Audi R8 GT Spyder conta com motor 5.2 FSI de 10 cilindros, capaz de desenvolver até 560 cavalos de potência, acoplado a uma eficiente  caixa de câmbio R-Tronic de  seis velocidades. O modelo em questão  atinge a velocidade máxima 317 km/h  e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,8 segundos.

O veículo superesportivo foi exibido no último final de semana, em São Paulo, no Congresso Fenabrave, que aconteceu no Pavilhão Azul do Expo Center Norte. O carrão já está disponível para venda, basta saber quem está disposto a pagar a bagatela que ele vale.

Por Larissa Mendes de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: