Calibragem correta dos pneus podem reduzir consumo de combustível do veículo.

Se está gastando combustível além do esperado, saiba que a causa pode ser a falta de calibragem dos pneus. Calibrar os pneus com a pressão certa pode garantir economia e segurança.

Revisar o carro periodicamente pode evitar prejuízos, principalmente os pneus, calibrar os pneus corretamente é fundamental para ter um carro estável. A calibragem sendo feita corretamente pode fazer com que se gaste menos combustível, prolongar a vida útil dos pneus, aumentando sua resistência em até 25%.

Segundo a fabricante de pneus Continental, considerada a maior fabricante de pneus da Alemanha, se o motorista rodar 30 mil km ao ano com os pneus com a pressão abaixo do que recomenda o manual, o desperdício de combustível pode chegar há 55 litros, transformando em reais o condutor poderá estar jogando mais de R$600,00 reais de combustível no ralo.

Esse consumo além do previsto de combustível, por falta de calibragem nos pneus, acontece pelo fato de que com os pneus mais murchos, a área de contado com a banda de rodagem aumenta e melhora o contado com o solo, já que com isso o contato com o piso fica mais direto, ampliando a resistência ao rolamento, o que faz com que seja necessária mais força para fazer o veículo rodar, por consequência o consumo aumenta. A falta de calibragem pode desgastar os pneus, principalmente na parte onde denominamos “ombros”, que fica na área de extremidade da banda de rodagem, o fato de estar desgastado pode causar até acidentes, pois os riscos de aquaplanagem aumentam.

Normalmente quando levamos o automóvel a um posto de gasolina ou uma oficina, os profissionais perguntam qual será o valor da libra para calibrar, sendo ela de 28 ou 30 libras. Porém, a questão da regulagem pode variar dependendo de cada automóvel. O recomendado é que o proprietário leia o valor recomendado no manual de instruções que vem junto com o veículo. No manual contém informações que indica a regulagem de pressão para os pneus, informando qual o valor necessário para cada pneu, pois cada pneu tem necessidades diferentes dependendo do aro que contém.

Para saber quando os pneus estão precisando urgente de calibragem é necessário verificar o aspecto deles, que normalmente ficam com aparência de murcho, porém, não é uma regra, sendo que eles podem estar em perfeito estado e estar necessitando de calibragem. Especialistas recomendam que o motorista realize o enchimento dos pneus toda a semana, caso não seja possível que faça a cada 15 dias, se possível os pneus deveram estar frios ou com poucos quilômetros rodados até o local do procedimento.

Caso você já tenha se deparado com a pergunta se gostaria de calibrar os pneus com ar nitrogênio ou ar comprimido, e não soube responder, saiba qual é a diferença entre eles. O ar nitrogênio tem como objetivo manter os pneus constantes por mais tempo, o pneus sofre menos desgaste, normalmente é usado em veículos de corridas, pois melhora a performance e o desempenho do automóvel. O ar comprimido é o mais encontrado nos postos de gasolina, a duração deles nos pneus é menor, sendo necessário revisar com mais frequência. Os dois ares não podem ser misturados, caso os pneus estejam com o ar comprimido e o motorista queira usar o ar nitrogênio, recomenda-se esvaziar totalmente os pneus.

Gisele Alves de Brito


Modelos BH-03 e Triple Tube são os novos protótipos sustentáveis da marca

Não há dúvidas que a revolução em termos de pneus está em franca expansão. São muitos os tipos e designs deste tipo de componente, no entanto, dificilmente uma companhia seja tão conhecida pelo uso de tecnologia de ponta como a Goodyear.

Muitas empresas acreditam que o pneu pode ser muito mais que borracha e metal, adotando este conceito, a marca reconhecida mundialmente desenvolveu dois novos conceitos de pneus sustentáveis. O primeiro pode aproveitar o calor para recarregar baterias, enquanto o segundo altera a sua forma de acordo com as características do caminho percorrido.

Se a intenção dos fabricantes é trazer ao mercado carros cada vez mais eficientes e inteligentes, uma boa forma de inovar é desenvolver novos pneus, já que estes possuem o seu modelo básico há mais de 120 anos. Obviamente, com o passar do tempo, os aspectos técnicos como durabilidade e rendimento em diversas superfícies têm melhorado, no entanto, ainda estamos perante uma roda de borracha com ar dentro. Depois, existem outros parâmetros a serem analisados como o peso do veículo. Enquanto os carros tradicionais são cada vez mais leves, os carros elétricos possuem um maior peso devido à presença das baterias. 

Ao considerar a ampla gama de novidades que podem ser incorporadas nos pneus com o objetivo de melhorar o desempenho do veículo, vê-se que a tendência às modificações pode ser encontrada no Salão de Genebra, este evento estará acontecendo até o dia 15 de março. Durante os dias que faltam para fechar as portas, é possível conferir as próximas novidades em termos de carros e também de componentes. Dois conceitos inovadores para o futuro pertencem à Goodyear.

O primeiro recebe o nome de BH-03, ele é um pneu que contém termologia termoelétrica. Este modelo tem a capacidade de converter o calor que recebe, tanto da luz solar quanto da força de atrito durante o movimento, em energia elétrica. Esta é enviada diretamente às baterias para restaurar a sua carga, esta potência gerada se une o componente elétrico gerado pela deformidade natural do pneu. 

O segundo conceito é o Triple Tube. Este pneu está baseado em um sistema de três câmaras que modificam o formato da banda de rodagem conforme as condições do trajeto. O modo Eco mantém as três câmaras cheias de ar (máxima capacidade), já o Wet Traction concentre o ar no centro da banda de rodagem, melhorando a adesão em superfícies úmidas.

Mesmo que estes dois conceitos sejam extremamente revolucionários, a Goodyear não tem previsão para a fabricação dos protótipos.

Por Melina Menezes

Pneus sustentaveis da Goodyear

Pneus sustentaveis da Goodyear

Fotos: Divulgação


Os pneus possuem várias marcações nas laterais, uma espécie de identificação de tamanho, largura, diâmetro. Você consegue identificar todos os dizeres? É importante conhecer todos os itens do seu veículo, e os pneus são como os pés. Nos sustentam, e por isso precisam de atenção e cuidado, pois são eles que carregam todo o resto, por mais moderno que seja o corpo, os pneus são fundamentais para segurança e conforto.

Essas especificações, como os números  175, 185 ou 195 são as medidas das larguras. É importante saber exatamente quais são as medidas, pois elas variam de acordo com a marca do carro, modelo, em alguns casos até nas versões. Usar os pneus certos garante a aderência correta, e todo o veículo foi pensando para aquele pneu, logo a segurança também pode ser interferida caso essa marcação seja ignorada.

Geralmente, quanto mais largo mais duro o pneu, e assim maior estabilidade. As medidas são diretamente ligadas às características do modelo. As montadoras escolhem as melhores opções de acordo com o peso do carro, com o conforto e com a dirigibilidade, além do tipo de veículo. Sem esquecer da performance e da estabilidade, que somente são possíveis de acordo com os pneus escolhidos. Outra função da largura do pneu é não perder a tração junto ao solo, dessa forma carros maiores com tração nas quatro rodas, por exemplo, garantem a mesma potência. Mas quanto maior os pneus mais caros também.

A troca é necessária quando os sulcos estiverem gastos, ou por determinação de prazo do fabricante, o que pode ser conferido junto ao manual do proprietário do veículo. Sempre os quatro pneus devem ser bem observados, a marca que devemos ficar atentos ao desgaste é o TWI, um indicador. Quando os sulcos de uma das partes, qualquer parte, fica próxima ao TWI é sinal de alerta, hora do pneu ser substituído.

Por Vivian Schetini

Pneus de carros

Foto: Divulgação


Depois de verificado se o pneu está ou não careca e feitas as devidas alterações, um item de manutenção que gera muita dúvida aos motoristas é a calibragem.

Você sabe qual a calibragem ideal para o seu veículo? Cada um deles possui uma calibragem ideal. Quando o pneu é calibrado errado, a pressão prejudica na hora de dirigir e o desgaste irregular acontece. Tenha cuidado também com a sobrecarga que pode ser gerada nos pneus. Ela faz com que a vida útil deles chegue a cair em 40%. Além disso, o volume do combustível gasto aumenta e aumentam os riscos de prejuízos ao restante do veículo. Por isso, sempre observe os limites de cargas do pneu.

Não se esqueça de cuidar do alinhamento e balanceamento do veículo. O carro bem alinhado tem um desgaste homogêneo de pneus e melhora a eficiência de rolamento. O alinhamento correto evita que o veículo desvie ou puxe para os lados. Realize o alinhamento cada vez que você rodar 10 mil km com ele. O balanceamento também é muito importante. Sempre que você perceber que o volante está vibrando ou que o carro está fazendo barulho diferente quando atinge certa velocidade, é hora de checar o balanceamento. Deve ser realizado pelo menos a cada 10 mil km rodados.

Anotou todas as dicas? Por fim, um detalhe que poucas pessoas sabem é que assim como os demais produtos do seu uso diário, os pneus também têm vida útil e prazo de validade. Confira se os pneus do seu caso estão dentro do prazo de validade. Não se esqueça de conferir o estepe também. Normalmente, eles são válidos por 5 anos. Para achar essa data, veja na lateral do pneu. E não se esqueça de que a cada 10 mil km rodados é necessário realizar o rodízio de pneus. Caso seja preciso, isso pode ser feito com menos tempo.

Como você pode notar os cuidados com os pneus não são difíceis de serem realizados, mas são essenciais para a segurança do veículo. Fique atento!

Gostou das dicas? Visite-nos sempre para ficar por dentro de todas as novidades do blog.

Por Milena Godoy

Manuten??o pneus

Foto: Divulgação


Pneus de inverno será “a pedida” na Grã-Bretanha que poderá enfrentar um inverno particularmente rigoroso, com neve caindo logo em novembro. Para quem tem um carro de quatro rodas motrizes isso não é problema, para os demais sim.

Mas será que de fato um carro de tração dianteira com pneus de Inverno tem mais tração na neve do que um 4×4 com pneus de verão montado?

Para esta comparação foram utilizados dois Ford Kugas, ambos com motores a diesel de 2,0 litros e caixas de velocidades manuais.

Em condições de neve pneus de borracha podem ser menos aderente. Já os pneus de inverno utilizam um composto mais macio, e um padrão que é projetado melhorar a aderência em condições adversas como nos casos de neve.

No primeiro teste foi possível ver que o carro de tração dianteira com pneus de verão dificultava o trafefo, mas quando equipado com pneus de inverno, obviamente a situação se tornava muito melhor. No entanto, também foram testados o 4×4 com pneus de verão  e os resultados podem surpreendê-lo.

Com pneus de Inverno, o Kuga andou 110 metros até a encosta, enquanto o carro 4×4 só fez 13 metros, a tração nas quatro rodas do Ford Kuga com pneus de inverno apresentou uma diferença surpreendente. Havia muita aderência e o carro percorreu todo o caminho até o topo da pista de esqui íngreme sem nenhum problema.Obviamente, a melhor solução para a condução na neve é ​​ter um 4×4 com pneus de Inverno; um 4×4 de verão é tão inútil quanto um carro de duas rodas.

Os pneus de Inverno têm até três vezes mais aderência do que os pneus de Verão 'normais' quando usados na neve, e trabalha melhor em pistas molhadas, principalmente em países onde as temperaturas podem baixar cerca de até sete graus, o que pode fazer dos modelos de pneus para inverno, um utensílio fundamental.

Por Jaime Pargan

Foto: Divulgação


A Firestone está lançando no país a sua nova linha de pneus radiais, batizada de Multihawk, que chega para substituir os antigos F-570 e F-590. Oferecido em sete medidas, o novo produto, destinado ao segmento de carros de passeio standard, tem garantia complementar contra perfurações, cortes e impactos, de três meses.

O Multihawk tem basicamente a mesma composição que a linha anterior, porém, apresenta algumas novidades, como a redução de 10% na resistência ao rolamento e o aumento na quilometragem rodada de aproximadamente 20%, em relação à concorrência, que segundo a fabricante são características que proporcionam ao veículo a redução na emissão de CO2 e no consumo de combustível, uma vez que o esforço exigido sobre o motor acaba sendo menor.

Além disso, a Firestone informa que o novo pneu tem um desenho diferenciado e utiliza borracha mais rígida na área de contato, permitindo uma melhor dirigibilidade e controle sobre o carro em qualquer tipo de piso. Em caso de pista molhada, os blocos arredondados da área de contato servem para melhorar a drenagem de água.

Os preços do Multihawk, de acordo com a Firestone, serão os mesmos praticados nos antigos pneus F-570 e F-590.

Mais informações no site www.firestone.com.br

Por André Gonçalves


O Etanol e o Biodiesel brasileiros são famosos no exterior. O Brasil é um dos pioneiros nas pesquisas envolvendo biocombustíveis. E agora nos preparamos para dar mais um salto rumo ao desenvolvimento de tecnologias verdes utilizadas na indústria automobilística.

Uma empresa nacional fechou acordo com a Goodyear para fornecer matéria prima para a fabricação de pneus ecológicos, que usam na sua composição um produto químico derivado da biomassa da cana, do milho e até de gramíneas. É o bioisopreno, cuja função é a mesma do isopreno (um derivado do petróleo).

Além de ser usado na fabricação de biopneus, o bioisopreno poderia ser utilizado em vários setores da indústria, contribuindo para a diminuir a dependência do petróleo.

O processo de fermentação ainda precisa ser aperfeiçoado. Mas a meta é que os primeiros produtos utilizando o bioisopreno estejam no mercado dentro de 5 anos.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Inovação Tecnológica


Se você comprar um bom carro, último modelo, zero km, então você deve ter pneus bons para acompanhar, esse lindo veículo que você adquiriu.

Comprar bons pneus faz parte da sua segurança e de toda a familia, na hora de dirigir, principalmente em grandes cidades.

Na Pneus Online, você encontra toda marca de pneus para carros, caminhões e vans, e tudo isso, com forma de pagamento em até 10 vezes sem juros.

É ou não é uma boa sugestão? Pneus de qualidade com parcelamento que você pode pagar, é realmente uma dica que vale a pena conferir e, para fazer isso é só acessar o site www.pneusonline.com.br.

Você nem precisa sair de sua casa, para comprar bons pneus com segurança, no site da pneus online, você encontra tudo que precisa para poder se dar bem na hora da compra: economia, conforto e segurança.

Por Salete Dias





CONTINUE NAVEGANDO: