Modelo passará por alterações antes de chegar às concessionárias.

Modelo que foi lançado no ano de 2014, o Porsche Macan acabou de receber a sua primeira reestilização em seu design. O seu modelo foi apresentado recentemente na China, que é hoje o seu principal mercado, porém, ainda não possui nenhuma data oficial divulgada para a sua estreia aqui no Brasil, conforme declarado pela própria Porsche. As novas mudanças em seu visual e também na parte mecânica foram empregadas com a intenção de aproximar mais ainda o SUV com o cultuado modelo esportivo do Porsche 911.

O modelo Macan 2019 recebeu uma nova dianteira com suas entradas de ar bem mais largas em seu para-choque, também ganhou novos faróis adaptativos em quatro pontos luminosos com luz de LED e suas rodas de liga leve que também foram modificadas. A sua traseira foi o ponto que houve uma maior mudança, seguindo o que já havia sido feito nos modelos Panamera e também no Cayenne, o SUV ganhou outras novas lanternas que são conectadas com um efeito 3D.

A sua nova central multimídia com 11 polegadas faz com que uma boa parte do painel seja modificado. As suas saídas de ar que eram no centro foram deslocadas para a parte de baixo da sua tela, que são bem próximas a alavanca do seu câmbio. O seu console central possui diversos botões e não foi alterado assim como o seu painel de instrumentos que continua analógico com apenas a sua tela do lado direito.

A empresa não especificou ainda as suas mudanças mecânicas no novo Macan, apenas revelou ter realizado algumas alterações em seu chassi para assim melhorar a dinâmica do seu modelo SUV. Além disso, ele também recebeu umas mudanças no seu sistema de tração, que é integral, o Porsche Traction Management. E os seus novos pneus com características para uma performance aprimorada que foram desenvolvidos para esse novo modelo.

Com certeza ele será um modelo de ponta que misturará de forma muito eficaz toda a esportividade da marca com a segurança e o conforto de uma SUV.

Será um veículo desejável para todos aqueles que procuram um carro altamente moderno e confortável. Além de ser econômico e também potente. Assim como os modelos anteriores de sua montadora.

O mercado automobilístico tem crescido de uma forma muito grande pelo Brasil, fazendo assim com que muitas montadoras invistam em suas novas linhas aqui no país. E com isso os consumidores nacionais têm ganhado muito. Sempre novos modelos de carros, com novas especificações. Fazendo assim com que o mercado fique bem aquecido de novos modelos para compra.

Isso tem ocorrido ao fato da crise econômica que assolava nosso país ter enfim dado uma boa trégua e as coisas de fato ter melhorado financeiramente. Dando certa estabilidade e segurança para que os brasileiros possam novamente investir na compra de um carro zero.

As concessionárias que estavam com uma grande quantidade de carros parados em seus pátios, estão podendo enfim respirar, e para aproveitar essa nova fase econômica e essa grande ascensão do mercado estão apostando em seus novos modelos.

Buscando de fato agradar os gostos do povo brasileiro e assim se tornando sucesso de vendas no nosso país. Com isso quem ganha somos nós mesmos. Tendo a oportunidade de adquirir cada vez mais carros superpotentes e altamente luxuosos. Coisa que antigamente só encontrávamos em carros importados.

Agora as montadoras estão investindo em fábricas e autorizadas em manutenção para seus carros aqui no Brasil.

Tirando todo receio das pessoas em adquirir um carro que antes era mal visto por não ter peças e muito menos manutenção aqui no país.

Graças a essa reviravolta podemos de fato comprar um carro desses sem medo de problemas futuros.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Novos modelos Carrera e Carrera S serão vendidos no mercado brasileiro a partir do 1º trimestre de 2016.

O Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, está recheado de novidades, e uma delas é em relação à Porsche, que trará um novo modelo para o Brasil: estamos falando do novo 911, que desembarcará nas versões Carrera e Carrera S. Ambos devem estar disponíveis no país a partir do primeiro trimestre do ano que vem.

A novidade foi divulgada pela própria Porsche, através do novo presidente de sua subsidiária no Brasil, Matthias Brück. De acordo com Brück, a estratégia de trazer as duas versões para o país é de deixar o modelo básico mais acessível ao público. A marca também pretende trazer para nossas terras modelos híbridos, que oferecem novos tipos de propulsão.

Apesar das especulações sobre o motivo da Porsche trazer novos veículos ao país nesse momento de crise, Brück explica que o projeto foi realizado a médio prazo, quando o Brasil ainda não vivia essa instabilidade econômica. Ainda segundo ele, a marca acredita que o país deve se recuperar logo, mas está ciente de que isso pode ser somente no próximo ano ou nos subsequentes.

Sobre o próprio novo 911 o que é possível afirmar é que os novos modelos já devem trazer de série motores turbo, em substituição aos modelos aspirados. Isso significa que o veículo deve vir com um bloco de 3.0 litros com 6 cilindros, que vem com dois turbo compressores, fazendo com que o carro gere uma potência de 370 cv no modelo Carrera e 420 cavalos no modelo Carrera S. Em relação à versão atual, houve um aumento de 20 cavalos, algo bem significativo, ainda mais considerando toda a potência que o veículo possui.

Em termos de transmissão, foi mantida de série a versão de 7 velocidades, porém também existe a opção de câmbio automático de dupla embreagem. Essa configuração faz com que o carro acelere de 0 a 100 km//h em apenas 3,9 segundos.

Ainda não há informações oficiais sobre o valor que o novo 911 deve chegar ao país, mas sabe-se que no Reino Unido ele desembarcará com valores a partir de 76,4 mil libras, o equivalente a R$ 440 mil.

Por Felipe Villares

Novo Porsche 911

Novo Porsche 911

Novo Porsche 911

Fotos: Divulgação


Modelo terá propulsores 3.0 de 6 cilindros e contará com câmbio manual de 7 velocidades ou automático com dupla embreagem PDK.

Quem é milionário e gosta de colecionar máquinas já sabe bem o que é ter o Porsche 911. Quem passou longe de ser um milionário, ao menos sonhou em ter um. Afinal, trata-se dos carros importados, totalmente esportivos, entre os mais cobiçados do mundo.

Com mudanças estabelecidas pela sua montadora, agora é que o Porsche 911 tem tudo para ser ainda mais objeto de desejo de muitos. A primeira mudança significativa está no motor, aquela parte do carro responsável por dar a sensação de que o carro irá voar? Pois é, a Porsche resolveu ir além ao que diz respeito a essa parte do carro e passou a fabricar o modelo com motores aspirados para recorrer ao estilo turbo. Acompanhado com o turbo, vêm outras novidades como propulsores 3.0 de 6 cilindros, que contam com duas unidades de turbocompressores, que garantem aumentar a potência do carro em até 370 cavalos para o modelo de entrada e também elevar para 420 cv o Porsche Carrera S. Traduzindo isso em números, significa um acréscimo de 20 cv em comparação com os 3.4 e 3.8 que antes estavam em motores aspirados.

O câmbio do carro segue manual de sete velocidades, mas para quem gosta de um opcional para dar uma boa incrementada no Porsche, também poderá contar com câmbio automático com dupla embreagem PDK. Em termos de potência, não se assuste, porque o Porsche de motor turbinado pode levar o motorista a 100 Km/h em apenas 4 segundos.

A suspensão do carro é ativa, o que significa que se for da vontade do motorista, o carro poderá ter um rebaixamento de 10 milímetros, isso para um carro que se propõe a ser esportivo é uma evolução e tanta. No entanto, essa tecnologia não é tão novidade assim, uma vez que foi nos 50 anos da Porsche que essa inovação foi apresentada.

No final desse ano, a Europa já irá conhecer essa nova geração do Porsche, que custará pelo continente europeu a média de R$ 440 mil. Já aqui no Brasil, o preço vai variar entre R$ 625 mil e R$ 1,25 milhão.

Por Michelle de Oliveira


Confira os detalhes e características do novo modelo

A Porsche disponibilizou uma série especial do Panamera, denominada somente de “Edition”. Com os modelos tradicionais, o veículo poderá ser recebido com frisos nas janelas pintados de preto brilhante e também maçanetas internas na cor da carroceria, somado a rodas de liga leve aro 19.

A lista de componentes de série também possui faróis bi-xenon com iluminação inteligente, direção com assistência dinâmica, sistema de suspensão ativa e Park Assist. A parte de interior tem couro bicolor com o emblema do Porsche bordado nos encostos, soleiras personalizadas e volante Sport Design. Também estão presentes no pacote um sistema de entretenimento a bordo com 14 alto-falantes e 585 watts da marca Bose.

A edição limitada será comercializada nos modelos Panamera, Panamera Diesel e Panamera 4 em todo o mundo, com exceção de alguns mercados que têm limitações a veículos de passeio com base a diesel. A versão será recebida no mercado em junho, com valor acima de 86.490 euros no território alemão.

De forma tradicional, a Porsche amplia o 911 em diversas versões e distintos níveis de radicalidade. Entre estas versões, está presente a GT3, com base no 911 de motor de aspiração natural, e também a GT2, que possui o 911 Turbo a ocasiões ainda mais surpreendentes.

O último GT2 apareceu na última geração do 911, com código 991, e teve descontinuação em 2012. Na próxima geração, o recente 991, o veículo ainda não teve reedição. Desta forma, os veículos mais potentes desta geração tratam-se do GT3 RS, entre os veículos com motor de aspiração natural, e também o Turbo S, que como a denominação informa, usa um propulsor turbinado.

No último aparecimento do GT2, a subvariante RS possibilitava 620 cavalos de potência. Em termos que a versão Turbo S do 911 da geração 991 fornecia 530 cavalos, um GT2 RS com base na recente geração 991 do modelo atingiria perto dos 100 cavalos de potência.

Por Felipe Couto de Oliveira

Porsche Panamera Edition

Porsche Panamera Edition

Porsche Panamera Edition

Fotos: Divulgação

 


Após muita ansiedade e mistério, a Porsche aproveitou o badalado Salão de Genebra para revelar oficialmente o novo 911 GT3 RS. O modelo, apto para às pistas de corridas, sofreu redução de peso em relação à versão regular do GT3, dispõe de detalhes que aumentam a esportividade e agressividade do carro, além de vir equipado com um bloco naturalmente aspirado capaz de gerar 500 cv de potência. Para os interessados, o novo 911 GT3 RS terá suas vendas iniciadas em breve, com preço estipulado no mercado alemão em € 181.690, cerca de R$ 590 mil.

Concebido com carroceria em alumínio, teto em magnésio e capô e tampa traseira do motor combinados com fibra de carbono, o superesportivo da marca alemã credenciado para uso em pistas perdeu 10 quilogramas em relação ao 911 GT3 “convencional”, totalizando 1.420 kg. Parece pouco, mas para um superesportivo como o novo GT3 RS, que tem uma reputação a zelar e que participa de circuitos famosos, como o de Nürburgring, toda redução de peso é um ganho em desempenho e autonomia. Por falar em Nürburgring, o novo Porsche consegue dar uma volta completa na pista em apenas 7 minutos e 20 segundos, melhor que a Lamborghini Aventador LP700-4, que em 2011, por exemplo, fez a marca de 7 minutos e 25 segundos.

Curiosidades a parte, o novo Porsche 911 GT3 RS traz detalhes visuais diferenciados, que elevam a esportividade do modelo e que também possuem funções aerodinâmicas. Os destaques ficam por conta da adoção do spoiler dianteiro integrado ao para-choque, ampla entrada de ar na parte inferior do para-choque dianteiro, saídas de ar no para-lama dianteiro, saias laterais, entradas de ar no para-lama traseiro, para-choque traseiro remodelado com difusor de ar integrado e saída dupla de escape centralizada, bem como o tradicional aerofólio traseiro. Para completar, o bólido possui rodas de liga leve de 21 polegadas calçadas com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 325/30 ZR 21 de alta performance.

No interior, a fabricante alemã manteve o mesmo layout das versões convencionais do carro, acrescendo ao esportivo painel de instrumentos o conta-giros com fundo na cor branca, volante esportivo de três raios com revestimento em Alcantara e costura contrastante, bancos e portas com revestimento em couro e estofados e costuras contrastante na cor da carroceria, bem como portas, painel de instrumentos e console central com acabamento em fibra de carbono.

Mecanicamente, o novo Porsche 911 GT3 RS vem equipado com motor seis cilindros em linha 4.0 naturalmente aspirado, capaz de entregar 500 cv de potência e torque de 46,9 kgfm. Dotado de tração traseira, o bloco seis cilindros trabalha em conjunto com uma transmissão automática PDK com dupla embreagem e sete velocidades. O bólido ainda possui vetorização de torque e um diferencial de bloqueio totalmente variável, tudo para melhorar o desempenho do carro.

Com essa configuração, o novo 911 GT3 RS acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,3 segundos, levando 10,9 segundos para atingir 200 km/h. Sua velocidade máxima é de 322 km/h. 

Por Caio Polo

Porsche 911 GT3 RS

Porsche 911 GT3 RS

Porsche 911 GT3 RS

Fotos: Divulgação


A aposta mais improvável feita pela Porsche nos últimos dez anos acabou se mostrando com o passar do tempo como uma das decisões mais acertadas. O Cayenne chega à sua linha 2015. Mas antes disso já era o segundo modelo mais comercializado pela marca em escala global.

De acordo com as primeiras informações divulgadas nas últimas semanas do mês de julho a previsão é de que versão 2015 já comece a ser vendida aqui, no Brasil, no primeiro quadrimestre do ano que vem. As informações apontam que serão lançadas as versões Turbo, a S e aquela que é o “lançamento mundial”, a S E – Hybrid.

Para os brasileiros que estão na expectativa a espera para conhecer o novo modelo deverá demorar ainda alguns meses. De acordo com a marca ele será apresentado durante a realização do Salão de Automóvel de São Paulo. Neste ano o evento vai acontecer entre os dias 30 de outubro e 9 de novembro.

Por dentro do Cayenne:

Essa nova linha apresenta melhorias, algumas até interessantes. Falando em termos exteriores ou visuais, a parte da frente do veículo recebeu um novo desenho para o capô, aletas melhoradas e novas asas. Temos também os faróis bi-xenon e com um detalhe: há a presença das luzes diurnas de LED em quatro pontos.

No caso do modelo Turbo, o veículo já chegará ao mercado como item de série com o sistema de iluminação dinâmica da Porsche que originalmente tem um nome mais complicado Porsche Dynamic Light System, PDLS.

Na parte traseira do Cayenne vamos encontrar luzes de freio que agregam agora mais quatro elementos, lanternas com um efeito tridimensional bastante interessante. Além disso, as saídas de ar foram redesenhadas. De uma maneira geral as mudanças visuais tanto na dianteira do modelo quanto na traseira acabaram por trazer ao mesmo certo de ar de elegância.

Se há novidades por fora também há por dentro. O destaque no interior da linha 2015 do Cayenne fica com volante esportivo multifuncional completamente novo. Os bancos também receberam uma “pincelada” visando um maior conforto. No caso dos bancos traseiros ainda há o opcional de ventilação dos assentos.

Já os preços que não devem ser para qualquer bolso só serão divulgados pela fabricante apenas durante o lançamento. Então é esperar para ver.

Por Denisson Soares

Porsche Cayenne 2015

Foto: Divulgação


Entre os carros mais exuberantes e luxuosos do mundo estão os da marca Porsche, o qual combinam perfeitamente velocidade com alta performance. Desta forma, vamos abordar neste artigo uma das novidades da marca, a qual pretende fabricar um veículo modelo 1.6 menor nos próximos meses.

A princípio, a Porsche irá adotar motores de quatro cilindros para os próximos carros Boxster e Cayman. No entanto, esses boatos percorrem a imprensa europeia, uma vez que indica que a fabricante irá planejar um modelo novo, mais compacto e equipado com um propulsor 1.6 de 213 cv. Essas informações foram divulgadas através do site Autoblog.

Contudo, o site afirmou que há três variantes do novo motor de 4 cilindros, quais sejam: a produção de um 2.0 de 290 cv e 40 kgfm de torque e outro 2.5 de 365 cv e 48 kgfm de torque, além do já citado 1.6. Ambos os veículos serão turbinados e com injeção direta.

Para os modelos Boxster e Cayman, as opções estão praticamente definidas, já o de entrada poderá impulsionar um novo produto da marca, isto é, um esportivo menor. No entanto, ainda não há decisões definidas a respeito de sua produção. A marca afirma que não comenta as novidades de seu portfólio.

A Porsche é uma linha de automóveis bastante séria que fabrica inúmeros modelos e conta com um nicho de mercado bem diversificado. Fabricam também veículos refrigerados a água, o que pode ser um diferencial da empresa.

O Grupo Volkswagen é considerado o principal acionista da Porsche, o que gerou grande revolução no mundo automobilístico e reduziu custos entre as empresas. A empresa tem um público-alvo específico e grande parte deles são os esportistas que adoram velocidade.

Entretanto, estima-se que somente a classe média e alta tem destes veículos, haja vista os valores exorbitantes de vendas e o alto custo em manutenção.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


O  irmão mais novo do Cayenne está previsto para chegar no Brasil apenas em Maio do ano que vem. Mas muitas expectativas já giram em torno do novo modelo da Porsche, é a grande aposta da marca para 2014 com meta para vender 200 mil exemplares no ano.

Apresentado no último dia 19 , a produção do carro deve começar em dezembro e as vendas já no inicio do ano que vem. Um prato cheio para os amantes de modelos esportivos e para os fãs da marca.

O Porsche Macan terá 3 versões:  S, S Diesel e Turbo. A versão S custará  49 mil dólares (cerca de 115 mil reais) nos Estados Unidos mas no Brasil você não vai achar a versão de entrada por menos de 290 mil reais. A versão Macan Turbo sairá um pouco mais cara (cerca de 350 mil reais), o diferencial dela é o motor V6 3.6 que leva o carro de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos! Quanto ao câmbio, será manual ou sequencial de dupla embreagem com sete marchas.A única versão que não chegará por aqui será a  S Diesel.

O design do Porsche Macan não é tão diferente dos outros carros da Porsche, ele compartilha da mesma plataforma do Q5 e tem alguns componentes iguais, existem algumas diferenças, por exemplo, as lanternas traseiras que são bem pontiagudas.

Para os amantes dos carros esportivos o novo Porsche Macan é um prato cheio,  quem já é fã do Cayenne, agora tem mais um motivo para sorrir, o carro carrega consigo uma série de novidades e uma delas é que o carro poderá ser equipado com 2.0 L4, o primeiro carro da marca a ter essa opção em 18 anos. Esperamos ansiosos até Maio para podermos ver de perto tudo isso!

Por Tom Vitor de Freitas

Porsche Macan

Foto: Divulgação


Os carros da Porsche são conhecidos pelo seu alto desempenho e alto indice de atratividade pelos apaixonados por carros, sem falar no design luxuoso. Os modelos são um verdadeiro objeto de desejo. E para continuar trazendo novidades de última geração, a marca apresentará as versões Cabriolet do 911 Turbo conversível, no dia 20 de novembro, no Salão de Los Angeles.

Serão dois tipos, um 911 Turbo e um 911 Turbo S. O diferencial de ambos é a potência do motor: um biturbo de 3,8 litros e seis cilindros em linha com 520 cv no primeiro e 560 cv, no segundo. A velocidade chega a 100 km/h em 3,3 segundos no Turbo e, em 3,1 segundos no Turbo S. E a máquina impressiona quando atinge uma velocidade máxima superior a 310 km/h.

O design dos carros apresentam tecnologia avançada na hora de abrir a capota. Ele leva apenas 13 segundos para abrir ou fechar em velocidades de até 50 km/h. Algumas informações sobre as características dos modelos já foram divulgadas para quem está curioso sobre a novidade.

A transmissão, por exemplo, será a automatizada PDK de nove marchas, que trabalhará junto com a tração integral inteligente que transfere a força entre os eixos e traz bloqueio de diferencial eletrônico.

Por Jaime Pargan


Uma promoção da Porche tem dado o que falar. Comemorando as suas cinco milhões de curtidas, a Porche resolveu dar ouvidos as opiniões do que segundo ela “são os melhores experts do mundo” e contruiu um modelo com as especificações dadas pelos fãs da companhia.

No intuito de dar a oportunidade de participar das suas decisões relativas à características de um modelo, a empresa decidiu montar um 911 Carrera 4S com o design mais votado pelo seu público no Facebook.

Foram muitos os votos recebidos, entretanto, um modelo ressaltou-se e verdadeiramente chamou a atenção dos fãs, o Acqua Blue Metallic. Esta versão recebeu mais de 16 mil curtidas além de 1.200 comentários.

A companhia alemã começou a votação em fevereiro, agora que o modelo do 911 foi construído, haverá outra promoção em que será sorteado um felizardo que poderá dirigi-lo

Esta foi uma excelente ação de marketing da empresa visto que pode chegar ao público que provavelmente não conseguirá adquirir produtos da Porche visto o alto preço de venda dos modelos. Numa tentativa de fidelizar as pessoas à marca, a Porche permitiu que os amantes dos carros da companhia pudessem participar do processo operacional de construção da nova versão.

Por Melina Menezes.


Outro lançamento feito durante o Salão Internacional do Automóvel de Los Angeles foi o Porsche Cayman 2013.

Este elegante veículo possui opções de motor 2.7 e 3.4 movidos à gasolina, câmbio manual de seis marchas e potências que podem chegar a até 319 cavalos.

Além disso, o Cayman 2013 – inspirado no modelo Boxter – possui uma nova parte traseira que vem equipada com o kit Fiat Panda Big Foot além de um interior confortável e bonito.

Fonte: Wot

 

Para adquirir um Porsche Cayman 2013, estes carros estão chegando à Europa com valores entre R$138.897 e R$173.316 dependendo da versão escolhida.

Por Ana Camila Neves Morais


De acordo com o Diretor Executivo da marca Porsche, Matthias Müller, em breve a empresa colocará no mercado de autos um superesportivo com propulsor central. Esse novo carro receberá o nome de 961 e contará com várias inovações mecânica, tendo semelhanças tanto com o 918 Spyder, quanto com o 911.

Ainda segundo Matthias, o modelo faz parte da estratégia da empresa para voltar a ter destaque na divisão de superesportivos da marca. Apesar de ter confirmado a produção do novo 918 Spyder Hybrid, a Porsche apostará no 961 a fim de brigar de igual para igual como a Ferrari 458 Itália, a Lamborghini Gallardo e o Aston Martin Vanquish.

A plataforma do Porsche 961 deve ser a mesma do 918 Spyder, fazendo uso de configurações mecânicas bem similares. Além disso, o carro contará com potente motor V8 de 4,6 litros. Para se tornar mais competitivo, o novo modelo não terá versões elétricas, afinal, seus concorrentes no mercado europeu são pautados mais no desempenho do veículo, do que na sustentabilidade.

Em termos de design, o carro aposta na inovação, na jovialidade e no arrojo de suas linhas modernas e marcantes. Os valores de comercialização ainda não foram revelados, mas deve girar em torno dos mesmos preços de seus principais oponentes.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Há alguns dias, a Porsche fez um pronunciamento oficial divulgando informações sobre o seu novo automóvel, o 911 Carrera – versões 4 e 4S. As duas versões terão carrocerias cabriolet e cupê, além de virem com câmbio de 7 marchas, que também pode ser alterado para PDK com dupla embreagem.

O motor do 911 Carrera 4S é um 3.8 boxter que consegue chegar aos 405 CV de potência, enquanto que o motor do modelo 4 atinge a marca de 354 CV. Além disso, o Carrera 4 com carroceria cupê vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos, enquanto que o cabriolet demora um pouco mais (4,7 segundos). A velocidade máxima do cabriolet é de 282 km/h e a do cupê é um pouco maior, chegando aos 285 km/h.

Além disso, a versão cupê do 4S vai de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos, atingindo a velocidade máxima de 299 km/h, e o cabriolet 4S demora 4,3 segundos para ir de 0 a 100 km/h, tendo uma velocidade máxima de 296 km/h.

Ambos os modelos terão destaque no Salão de Paris, que começa no dia 29 de setembro. Os preços iniciam em 97.557 euros (mais ou menos R$ 247.570 sem impostos) para a versão cupê do Carrera 4 e 110.290 euros (cerca de R$ 279.882 sem os impostos) na versão cabriolet. Para o Carrea 4S, a versão cupê sai pelo valor inicial de 112.313 euros (equivalente a R$ 285.016) e a versão cabriolet fica inicialmente por 125.046 euros (equivalente a R$ 317.329).

Por Guilherme Marcon


Acaba de estrear no Brasil a nova geração do Porsche 911. A primeira versão a ser comercializada em nosso país é a Carrera S, modelo moderno, atraente e que esbanja esportividade. As vendas se iniciaram na última sexta-feira (dia 20 de abril) e de início o carro impressionou pela beleza e imponência do design.

O lançamento vem equipado com motor boxter (de seis cilindros), capaz de atingir a excelente marca de 400 cavalos de potência. Além disso, o modelo da Porsche conta com transmissão realizada por meio de câmbio automático com embreagem dupla e sete marchas.  Em termos de velocidade, de acordo com a marca, o automóvel atinge de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos, sendo que a velocidade máxima é de 302 km/h.

Como se não bastasse, o 911 virá com tecnologia start-stop que tem a finalidade de desligar o motor automaticamente quando o carro para. Esse sistema, além de oferecer praticidade ao usuário, propicia uma economia de 15% de combustível, se comparado ao seu antecessor.

Segundo a montadora alemã, o preço de partida do veículo é de R$ 639.000.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Durante o final do ano passado, havia vários rumores de que a Porsche estava trabalhando em um novo modelo, mas como a marca não se pronunciou, os profissionais especializados acabaram entrando em um consenso de que não passava de um "boato". Porém não era um mero rumor, a marca estava realmente trabalhando em um novo modelo.

Trata-se do novo Porsche 911 Turbo Cabriolet, flagrado em quanto estava fazendo a útima bateria de testes de resistência.

De baixo do capô o modelo deverá contar com um novo motor turbo que rende 542 cavalos de potência, interligado a um câmbio manual de 7 velocidades ou um opcional PDK também de 7 velocidades. Ambos serão equipados com dupla embreagem, dessa forma a troca de marcha ficará bem mais rápida.

Já o desenho do modelo não deverá apresentar muitas renovações em relação ao modelo anterior, que está em sua sétima geração e mantém a linha padrão e de primeira impressão. Ele sofreu apenas algumas modificações em seu desenho externo.

Segundo a própria marca o veículo deverá chegar ao mercado ainda em 2012, porém nos últimos meses do ano. No Brasil, por enquanto, ele poderá chegar apenas através de concessionárias especializadas em importação.

Por Matheus Camargo

Fonte: World Car Fans


O Porsche Cajun vai sofrer modificações até no nome. Ele vai passar a se chamar Macan, segundo informações da própria marca alemã. O novo batismo tem significado lá na Indonésia, que, em seu idioma, significa “tigre”.

Em uma verdadeira combinação de carros esportivos com requintes de luxo, a Diretoria Executiva de Vendas e Marketing da fabricante disse com as próprias palavras: "O Macan combina todas as características de carros esportivos com os benefícios de um SUV, e é um verdadeiro Porsche".

Porém, esse automóvel só vai começar a ser vendido e fabricado no ano de 2013. O início da linha de montagem começará no próprio país de origem da marca, na Alemanha e, mais especificamente, na cidade de Leipzig.

Na linha de produção da montadora, serão investidos mais ou menos 500 milhões de euros. Considerando um período equivalente de médio prazo, consta-se que o maior benefício da nova leva de automóveis será a geração de mais de 1.000 novos postos de trabalho nas fábricas alemãs e internacionais, já que em breve, o SUV  também será comercializado em outras partes do mundo.

Por Jéssica Monteiro 

Fonte: G1


A Chamonix, fabricante brasileira de réplicas dos carros da Porsche, vai retomar as suas atividades, agora sob nova direção, após uma paralisação de quase um ano, por causa da queda no volume de exportações em 2010, principalmente para os Estados Unidos, um de seus maiores mercados.

A marca, que nasceu em 1987, em uma parceria entre o ex-engenheiro da Puma Automóveis, Milton Masterguin, e o engenheiro norte-americano Chuck Beck, ficou famosa pela produção de réplicas dos modelos Spyder 550, Spyder 550S, Super 90 Cabriolet e Speedster, que tinham como destino os países da Europa, Ásia e América do Norte. Todos os modelos remetem aos bólidos lançados pela alemã Porsche, na década de 1950.

Nesta volta, em 2011, a marca, que passou a ser controlada pela empresa A+Auto, teve o nome modificado para Chamonix New Generation. Apesar da mudança, os carros continuarão a ser montados na mesma fábrica, instalada em Jarinu, no interior de São Paulo.

Entre as novidades estão o 550 Le Mans, edição especial, que pode chegar a 220 km/h de velocidade máxima, e o 356 Speedster. Ambos contam com motorização da Volkswagen e câmbio manual de 4 marchas, mas poderão ser oferecidos, em breve, com novo câmbio automático.

Por André Gonçalves


Os que gostam de “carro possante” devem se preparar para a novidade da Porsche, pois a montadora pretende lançar o modelo 911 GT3 RS 4.0.

O carro é uma máquina que vem com motor de 500 cavalos de potência com torque de 460 Nm a 5.750 rpm. Segundo a fabricante, ele vai quebrar todos os recordes de carros desse segmento, tendo inclusive peças elaboradas para conferir mais leveza ao veículo, que pesa cerca de 1.360 kg (completamente abastecido com gasolina). Projetado para oferecer alto desempenho, o veículo atinge de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos, e até mesmo a sua suspensão é idêntica a dos carros de corrida.

O modelo será vendido na cor branca, com visual que lembra os carros de automobilismo, e apenas dois ocupantes caberão dentro do Porsche 911 GT3 RS 4.0.

Em breve chegarão às redes de concessionárias da marca o Porsche GT3 RS, mas lembrando que apenas 600 unidades serão produzidas no mundo, e aqui no Brasil, somente três serão comercializados no final do ano. O possível valor do automóvel não foi divulgado ainda.

Foto: GeeCeeEss

Por Andrea Gomes


Item essencial dos esportivos de luxo, a potência pode ser considerada a alma pulsante de modelos como os produzidos pela montadora alemã de superesportivos, a Porsche. E a busca cada vez maior por ela é talvez a sua meta principal. Mesmo em um cenário da indústria automobilística, em que a Europa deseja até o ano de 2050 eliminar completamente os motores a combustão, que deverão ser substituídos por tecnologias limpas como a dos carros elétricos, a Porsche segue aumentando a potência de suas máquinas.

A nova versão do sedã quatro portas Panamera, o Panamera Turbo S é atualmente a mais potente deste modelo de sucesso. Apesar de usar o mesmo propulsor da versão turbo através de aprimoramentos tecnológicos o motor V8 4.8 bi-turbo nessa versão vem com turbos confeccionados em titânio e alumínio e novo sistema para gerenciamento eletrônico da atuação do motor, itens que permitem a produção de 550 CV de potência e torque de 76,5 mkgf. Torque este que, quando é acionado o sistema que aumenta a pressão nos turbos (overboost), pode subir para 81,6 mkgf.

Com esta potente fábrica de cavalos força o Panamera Turbo S tem seu arranque de 0 a 100 Km/h em respeitáveis 3,8 segundos e com a máxima chegando a 306 Km/h. O modelo conta ainda com diversos recursos de série que aumentam a estabilidade, segurança, conforto e dirigibilidade do veículo.

Preocupados com o consumo e as emissões de poluentes a montadora afirma que, se equipado com rodas e pneus especiais de baixo atrito, apesar de toda a superpotência, o Turbo S pode ter um consumo médio de 8,8 Km/l.

As vendas começam pela Europa a partir de julho com preço estimado em reais de R$ 386.000, sem contar as taxas de importação e impostos do nosso país.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


De acordo com especialistas da indústria automobilística o futuro dos carros superesportivos, responsáveis por um segmento de luxo, paixão e muito dinheiro, serão as chamadas tecnologias verdes. Os motores movidos à eletricidade e os carros híbridos. O que é perfeitamente plausível quando se pensa em máquinas extremamente possantes com conjuntos mecânicos sofisticados e que para se manterem consomem muito.

Os esportivos de luxo movidos por tecnologias alternativas poderão representar uma nova opção para o segmento, tornando-os ecologicamente corretos e funcionalmente mais econômicos. E a Porsche, especialista em superesportivos de luxo já aderiu a ideia e informou que deverá apresentar no próximo Salão do Automóvel de Genebra um modelo híbrido.

Mas enquanto Março não chega, a montadora alemã divulgou também especificações do seu Panamera S Hybrid, a versão híbrida de um de seus modelos de maior sucesso. Com design singular e esportivamente clássico de belas e bem calculadas linhas aerodinâmicas a nova versão mantém o fascínio de um modelo Porsche com seu estilo requintado e vem com propulsor 3.0 Litros V6 agregado com supercharger que pode produzir 333 Cv de potência e aliando a este motor convencional um propulsor elétrico que gera 47 Cv.

Atuando juntos ou em separado os propulsores somam um total de 380 Cv que leva o esportivo a máxima de 270 Km/h com arranque de 0 a 100 Km/h em torno de 6,0 segundos. Antigamente impensável, mas agora cada vez mais importante, os seus dados de consumo e emissão de poluentes de acordo com a montadora são: consumo médio de menos de 15 Km/l e emissão de 159g CO²/Km.

Foto: Dream Car

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


Os modelos da Porsche já nascem refinados, requintados e sofisticados e a fabricante consegue lapidá-los ainda mais e para isso criou a versão especial Black Edition que aprimora a excelência de seus modelos.

Já tendo aplicado a versão especial em outros modelos agora chegou a vez do Boxster Spyder receber sua versão Black Edition, com a produção de apenas 987 unidades para comercialização.

Modelo de pura esportividade com linhas leves, elegantes e joviais o Spyder nesta edição limitada e especial ganha uma elegante pintura na cor preta em sua carroceria e detalhes em negro no acabamento e também mais potência e força com o propulsor 2.4 Litros que chega a 320 Cv de potência e conta também com injeção de combustível direta. A transmissão é manual de seis marchas, mas a fabricante oferece opção de câmbio automático PDK de sete velocidades e dupla embreagem. Com as mudanças o conjunto mecânico do Spyder Black Edition tem arranque de 0 a 100 Km/h em apenas 5,2 segundos.

Itens de sofisticação como faróis de xenônio, entre outros, aumentam o requinte nesta edição especial que conta com um quê a mais. Quem comprar o modelo que custa cerca de 47.426 euros a partir de Março nas concessionárias do Reino Unido, ganhará um curso de pilotagem em seu centro de experiência que fica em Silverstone.

Por Mauro Câmara


O Porsche 918 RSR, bólido híbrido destinado às pistas de corrida apresentado no Salão de Detroit, terá uma versão para as ruas no modelo Spyder. A informação veio de Wolfgang Durheimer, que é chefe de desenvolvimento de projetos da marca, em entrevista concedia à revista americana AutoCar. Outra informação, é que o teto rígido, que acompanha a versão de corrida não irá aparecer na versão Sypder do Porsche.

O 918 Spyder terá um teto removível, semelhante ao do Porsche Carrera GT. O executivo da Porsche, como boa parte dos sites já comentaram, está de saída da empresa para começar novos trabalhos na Bentley em março deste ano.

Falando nas configurações do 918 RSR esportivo híbrido, ele foi apresentado em Detroit com motor V8 de 563 cv, tendo também um motor de 75 kW nas rodas de seu eixo dianteiro. O que acarreta em um aumento de sua potência para 767 cavalos.

Por Oscar Ariel


Conforto, elegância, potência e alta tecnologia combinam perfeitamente com ecologia correta.  A Porsche colocará no mercado a partir de maio o novo Cayenne 2011 e oferecerá a versão Cayenne Hybrid com sistema hídrico. A expectativa é que o novo carro desenvolva uma performace de 11,1 km/l utiliza um V6, de 3 litros, com 328 cv de potência máxima.

A somatória do motor elétrico integrado no carro irá permitir que ande até 138km/h sem o uso de gasolina. Ideal para dirigir em estradas, pistas planas e congestionamentos. O mais importante é que se pode reduzir em 20% em emissão de poluentes. O Porsche Cayenne Hybrid S deve custar €65.900 euros (valor na Alemanha e sem impostos).

Além do novo Cayenne Hybrid S possuir o mesmo sistema hídrico que o Pamanera Hybrid a dianteira parece muito com a do Panamera, tendo também como os principais  detalhes o formato dos bonitos faróis e o desenho das vistosas tomadas de ar. As mudanças maiores ficaram na traseira com as lanternas  que possuem um formato irregular e o logotipo é estampado um pouco acima do nome da versão do carro.






CONTINUE NAVEGANDO: