Modelo chega às concessionárias custando cerca de R$ 85 mil.

Dos confins do Japão uma das empresas de maior de renome internacional, devido ao sucesso dos seus modelos nos mais diversos mercados, está com nova estreia. A grande Suzuki anunciou nesta última quarta-feira, dia 1º de agosto de 2018, que brevemente, em solo brasileiro, ocorrerá o lançamento de mais uma série inédita na linha Jimny.

A Desert, assim chamada a nova criação, destaca-se entre as outras por estar vasada em um design mais aprazível, dada a adoção de elementos únicos e distribuídos sobre o visual externo e sobre a cabine. Está equipada com o mesmo tipo de motor, porém, a companhia destacou que, nesta mecânica, várias alterações positivas foram produzidas, no sentido de potencializar ainda mais o desempenho Off-Road. Seu valor é de 85.990 reais.

O desenho externo tenderá a atrair mais ao consumidor, levando em conta a presença de alguns detalhes importantes: um bagageiro de tipo cesta situado no teto e cor Bege Jizan, discreta, elegante e inspirada nas próprias areias dos desertos, de onde o modelo foi inspirado. Na sua parte dianteira ele está munido com faróis em acabamento de grafite; Rock Slider Tubular; equipado com pneus tipo Pirelli Scorpion 215-75R, aro 15 MTR e uma suspensão elevada a 68 mm.

Com relação ao já citado Off-Road, trata-se da instalação de Snorkel, o qual permite a realização de travessia em trechos alagados, além dos recursos extras tais como os quatro protetores instalados nos braços de suspensão; mais dois protetores embutidos sobre os amortecedores das rodas traseiras e um amortecedor para direção.

Outras especificações são: a presença de retrovisores produzidos em grafite, munidos de instruções sobre o Mapa Mundi em suas laterais, as quais operam instruindo sobre a localização dos desertos mais acidentados e desafiadores em todo o mundo. O veículo está equipado de bancos em revestimento especial, com bolsos frontais e nas laterais, adornados com uma costura de cor bege, e o remate bordado como logotipo escrito “Desert”, além de suas texturas referentes às marcas dos pneus utilizados. O pacote integral inclui a “cereja do bolo” com uma plaqueta de inscrição “Desert” instalada no console central, nas molduras de suas saídas de ar e na totalidade do acabamento central que compõe o painel, estilizado em cor Bege Jizan, com o seu assoalho todo revestido em borracha.

Outros atributos podem ser relacionados conforme segue: está aparelhado com um sistema multimídia estruturado em uma tela de sete polegadas, inteiramente compatível com o sistema Android e o iOS; possui dispositivo de preparação de instalação dos acessórios mais comuns, como a câmera de ré e a TV digital. Seu quadro de funções está munido de novo grafismo e de novos elementos inteiramente prateados, incluindo uma inédita tela digital. Com relação à segurança, a mesma relação de atributos inclui os airbags frontais; o sistema de freios em ABS; as barras de proteção nas laterais; os cintos produzidos em três pontos e mais os encostos para a cabeça distribuídos para todos os ocupantes do veículo, entre outros.

No que tange à sua força, o Desert está aparelhado de um sistema de tração 4 por 4, exatamente como as versões anteriores, proporcionando 15 combinações na marcha: 2WD destinada à utilização urbana por meio da tração traseira; em 4WD opera na tração sobre as quatro rodas e em 4WD-L, que é uma função programada para acionar a marcha reduzida.

Todas essas alterações produzidas na tração foram realizadas sobre o painel por meio do sistema chamado Drive Action 4 por 4. Abaixo do capô, se oculta o motor de 1.3 a gasolina que rende 85 CV, em 6 mil RPM e mais 11,2 KGFM no torque e desempenho de 4.100 RPM. O câmbio permanece o prático manual em 5 marchas.

Vale a pena conferir a novidade.

Paulo Henrique dos Santos


Modelo será lançado em versões com preços que partem de R$ 74.900.

Uma das grandes apostas da Suzuki para o mercado brasileiro é o Suzuki S-Cross que foi apresentado ao público nacional no Salão de Automóvel de São Paulo de 2014. O mesmo deve chegar às concessionárias brasileiras com preços a partir de R$ 74.900 (versões com tração normal) e partindo de R$ 95.900 (versões 4×4).

É importante destacar que todas as versões irão contar com o mesmo motor, trata-se do 1.6 litro 16V que é capaz de render 120 cavalos de potência. Além disso, o lançamento vem acompanhado de câmbio manual de marchas no modelo mais acessível, haja vista as outras versões disporem de transmissão automática.

A versão mais barata deste lançamento é a S-Cross GL que possui preço sugerido de R$ 74.900. Dentre os itens de série desta versão, podemos destacar: câmbio manual de 5 marchas, rodas de 16 polegadas em alumínio, molduras nas caixas de roda, faróis de neblina, vidros, trava e retrovisores externos elétricos, volante multifuncional com acabamento em couro, direção elétrica com ajuste de altura e profundidade, computador de bordo, ar-condicionado, dentre outros itens.

A versão S-Cross GLX possui preço sugerido de R$ 88.900 e tem como destaque os seguintes itens de série: câmbio CVT, rodas de 17 polegadas em alumínio, rack de teto, alertas para troca de marchas no volante, sistema de partida sem chave, ar-condicionado digital de 2 zonas, bancos traseiros reclináveis em 2 posições, assistente de partida em rampa, dentre outros itens.

Para aqueles que estão em busca de um automóvel com requintes de aventura, saiba que a versão GLX 4WD traz isso consigo. A mesma possui preço sugerido de R$ 95.900 e conta com: tração 4×4 com seletor de modos de condução (AllGrip) e bancos revestidos em couro e todos os itens já citados nas versões anteriores.

Já a versão top de linha é a GLS 4WD que conta com preço sugerido de R$ 105.900. A mesma dispõe dos seguintes itens de série: faróis com projetor de alta densidade e lavadores, sensor crepuscular e de chuva, espelho retrovisor interno eletrocrômico, teto solar panorâmico, sistema multimídia integrado com navegação por GPS e tela de 8 polegadas e todos os itens já citados anteriormente.

Por Bruno Henrique

Suzuki S-Cross

Suzuki S-Cross

Fotos: Divulgação


A segunda geração do SX4, crossover da Suzuki, que foi apresentado no Brasil no Salão do Automóvel 2014, chegará ao país ainda no primeiro semestre do próximo ano. Com um motor 1.6, gasolina e gasolina de 140 CV, o carro promete ser o mais vendido da marca.

O carro, que chegará em 4 versões diferentes no país, tração integral ou dianteira, câmbio manual ou automático CVT (essa versão com sete marchas simuladas no modo senquencial) ficou mais leve e mais espaçoso comparado com sua versão anterior, pesando 6% a menos que o SX4, além de aumentos nas mediadas e entre os eixos. Uma das grandes vantagens do carro é, com certeza, o sistema de tração integral combinado com os sistemas eletrônicos de tração e estabilidade convencionais, que conseguem “prever” quando o carro está prestes a perder aderência e evitar possíveis acidentes.

O preço do automóvel ainda não foi divulgado, mas as estimativas são que o carro terá faixa de preço semelhante ao Grand Vivara (o mais vendido da marca no Brasil) que custa entre R$ 78. 490 e R$ 104.290.

Entretanto, o maior desafio do S-Cross vai ser bater a forte concorrência como o Ford Ecosport e o Mitsubishi ASX, já velhos conhecidos do mercado brasileiro com grande potencial de vendas, além de lançamentos como o Peugeot 2008 e o Honda HR-V.

A Suzuki ainda não é uma das maiores potências no mercado brasileiro, mas Luis Rosenfiel, presidente da marca no país, garante que quer a marca tão grande por aqui quanto é na Ásia e para isso irão focar em qualidade e não em quantidade.  

Os fãs da marca podem se animar, quem esteve presente no Salão do Automóvel já pôde ver de perto as dimensões e estética do S-Cross. Vamos esperar para ver essa nova promessa da Suzuki andando pelas ruas!

Por Tom Vitor de Freitas

Suzuki S-Cross

Suzuki S-Cross

Suzuki S-Cross

Fotos: Divulgação


A Suzuki lançou no mercado brasileiro a linha 2015 do utilitário esportivo Grand Vitara. Sem trazer grandes novidades para o crossover, a marca nipônica passa a oferecer o modelo em oito configurações, sendo que cinco versões contam com tração dianteira 4×2 e três são dotadas de tração integral 4×4, sempre equipadas com o já conhecido motor 2.0 16V a gasolina. O Suzuki Grand Vitara 2015 com tração 4×2 tem preços a partir de R$ 78.490, enquanto que o SUV com tração 4×4 sai por a partir de R$ 87.490.

Segundo a Suzuki, a novidade é a nova versão Special Edition, que se destaca pela ausência do estepe preso à tampa do porta-malas. Sendo assim, caso o pneu seja furado, o condutor terá à sua disposição um compressor e uma borracha líquida para reparar os danos. Entre os equipamentos, destaque para o sistema de monitoramento da pressão dos pneus, teto solar elétrico, piloto automático, acabamento interno feito em couro e camurça especial, central multimídia e rodas de liga leve de 18 polegadas. Além disso, a marca agora também oferece a versão topo de linha Limited Edition com tração 4×2.

Desde a configuração mais básica (4×2 MT) o Suzuki Grand Vitara vem equipado com airbag duplo, freios ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem), BAS (força auxiliar em frenagem de emergência) e BOS (cancelamento da aceleração em caso de acionamento do freio e acelerado juntos), sistema Keyless, volante multifuncional, ar-condicionado digital e automático, volante com regulagem de altura, banco do motorista com regulagem de altura, rodas de liga leve de 17 polegadas, entre outros.

Mecanicamente não houve alterações e, portanto, o SUV continua sendo equipado com o já conhecido motor quatro cilindros 2.0 16V DOHC a gasolina, capaz de entregar 140 cv e torque de 18,7 kgfm. Trabalhando em conjunto com o bloco pode estar um câmbio manual de cinco marchas ou uma transmissão automática com quatro velocidades.

Abaixo, versões e preços da linha 2015 do Suzuki Grand Vitara:

– 4×2 – MT – R$ 78.490;

– 4×2 – AT – R$ 79.990;

– 4×2 Special Edition – AT – R$ 95.790;

– 4×2 Limited Edition – AT – R$ 96.290;

– 4×4 – MT – R$ 87.490;

– 4×4 Premium – AT – R$ 96.990;

– 4×4 Limited Edition – AT – R$ 104.290.

Por Caio Polo

Suzuki Grand Vitara 2015

Suzuki Grand Vitara 2015

Fotos: Divulgação


Produzido no Brasil desde novembro de 2012, o compacto utilitário esportivo da Suzuki, o Jimny, ganha a nova versão 4SPORT 2015. Dotado de tração 4×4, airbag duplo e freios ABS, o jipinho ainda vem visual mais robusto, com novos para-choques dianteiro e traseiro feitos com peças modulares com fixações externas.

Único modelo da Suzuki 4×4 que conta de fábrica com engate dianteiro, o jipinho compacto da marca japonesa em sua versão 4SPORT vem com apoio para o side step integrado na parte lateral, antes da caixa de roda traseira, que aumenta a praticidade e facilita o acesso ao rack de teto. Completa o visual mais robusto do Jimny 4SPORT o snorkel,  flares e frisos laterais diferenciado.

Para garantir melhor condução em trechos Off-Road, o jipinho da Suzuki em sua configuração 4SPORT vem com suspensão com eixos rígidos trilink, molas helicoidais e construção em carroceria sobre chassi heavy dutty.

Sob o capô, o Suzuki Jimny 4SPORT 2015 vem equipado com motor 1.3 16V a gasolina, capaz de entregar 85 cv. O bloco, que é feito em alumínio com comando de válvulas variável, é classificado na categoria “A” pelo selo Inmetro no quesito consumo de combustível.

Com apenas 1.060 quilogramas, Jimny dispõe de 15 combinações de marcha entre as três opções tração: 2WD, com tração nas rodas traseira; 4WD, com tração integral, e 4WD-L (reduzida), que dobra o torque nas quatro rodas para que o veículo possa transpor obstáculos mais difíceis.

Além da configuração 4SPORT 2015, o Suzuki Jimny também é oferecido nas versões 4ALL e 4SUN, que conta com teto solar. A marca nipônica ainda oferece, opcionalmente, equipamentos Off-Road, como pneus MUD, skid plate de transmissão, além da versão 4WORK, uma configuração do Jimny personalizada feita sob encomenda para frotista.

Abaixo, versões e preços da linha Jimny 2015:

– Jimny 4ALL – R$ 58.990

– Jimny 4SUN – R$ 62.990

– Jimny 4SPORT – R$ 64.990

Por Caio Polo

Foto: divulgação


A Suzuki revelou que tem três novos carros considerados conceito para sua estreia pública no 43º Tokyo Motor Show que acontecerá no Japão no próximo mês ( Nov/2013). Os carros incluem um novo conceito para o carro de passeio com estilo compacto, um modelo híbrido e um novo conceito em estilo para carros de passeio econômico.

O Crosshiker é ser um carro de passeio compacto com elevada altura do solo com uma base muito parecida com o Taigun VW.

A Suzuki descreve o Crosshiker como uma alternativa para o modelo G70 revelado no Tokyo Motor Show de 2011 que usa uma plataforma leve da próxima geração. Ele pesa pouco menos de 810 kg e é equipado com um motor de três cilindros de 1.0 litros desenvolvido recentemente.

O segundo modelo é o Suzuki X-LANDER 4×4, tudo que é baseado na mesma plataforma do modelo Jimny, equipado com um sistema híbrido leve, com um motor de 1.3 litros. O X-LANDER é a aposta para competir com o Juke da Nissan, rival da Suzuki, ambos os modelos citados estarao à venda no Reino Unido no início de 2015.

Completando o line-up da Suzuki ela leva o Hustler, denominado de "o desafio de um novo tipo de minicarro”. Tem um toque de carro utilitario, com uma forma quadrada e e confortável, com interior espaçoso.

Haverá também um lançamento com inspiração mais esportiva com o Hustler, mas estes serão apenas apresentado no Tokyo Motor Show e não tem previsão de envio para o mercado.

Quanto aos preços que serão praticados no mercado, a Suzuki não informou, enquanto os últimos ajustes e acertos são feitos para inserção dos modelos para vendas nas concessionárias, os apaixonados por carros ficam à espera da chegada , a fim de correspondam ou até mesmo superem as expectativas depositadas.Enquanto isso ficamos apenas apreciando a promessa de modelo de carro dos sonhos.

Por Jaime Pargan


Novo Suzuki Jimny 2013 O veículo Suzuki Jimny 2013 é o mais indicado para quem gosta de viver altas aventuras, pois ele é um jipe que tem um motor a gasolina, quatro cilindros de 1.3 litro com 16 válvulas, 85 cavalos de potência a 6.000 RPM e torque máximo de 11,2 kgfm a 4.100 RPM e transmissão manual de cinco marchas.

Esse modelo está entre os mais vendidos do ano. O Novo Suzuki Jimny 2013 tem pneus urbanos e um design incrível para as pessoas que desejam enfrentar barreiras, buracos, alagamentos, e demais condições de difícil acesso.

É possível encontrar o Novo Suzuki Jimny 2013 com as seguintes cores: Prata Imperial, Preto Class, Branco Alaska, Vermelho Race, Verde Amazônia e Verde Tropical. Cores especiais: Amarelo Solar, Roxo Ipê, Laranja Fun, Rosa Croma e Azul Pacífico.

Saiba que nesse carro você vai encontrar ar condicionado, acionamento elétrico, sistema de áudio com CD, MP3, USB e Bluetooth, bancos de tecido e com costura dupla, limpador traseiro, faróis de neblina, entre outros itens.

Os valores de tabela são:

– 4 All: R$ 55.990;

– 4 Sun: R$ 59.990;

– 4 Sport: R$ 61.990.

Se você gosta de um carro que oferece conforto, modernidade, velocidade, entre demais características positivas, esse é o momento certo para comprar um Suzuki Jimny.

Por Josiane Fernandes de Jesus


Suzuki GS120No mês de abril, a fabricante Suzuki anunciou sua mais nova motocicleta, a GS120, no mercado brasileiro.

Essa nova moto foi o primeiro lançamento da marca no Brasil e é um veículo utilitário e de preço mais baixo, chegando a ser a motocicleta mais barata da Suzuki no território nacional.

Em questão de características mecânicas a nova GS120 possui 113 cilindradas, partida no pedal, freios simplistas e câmbio manual com 4 marchas. Além disso, a nova motocicleta ainda mede 1,9 m de comprimento, 1,215 m entre-eixos e e 0,75 m de largura.

Por ter um tamanho mais reduzido, como uma Honda Biz e uma Yamaha Crypton, o peso tende a ser baixo, sendo de 107 kg. O tanque da Suzuki GS120 suporta até 9,2 litros. Já o motor tem 8,43 CV de potência e torque máximo de 0,88 kgfm, além de ter um catalisador no escapamento para reduzir a emissão de poluentes.

O início das vendas da nova Suzuki GS120 acontece agora no mês de maio e o preço sugerido para venda é de R$ 3.990.

Com esse preço e com as características da moto, com certeza esse lançamento veio para competir com a Honda Pop 100, que custa R$ 4.190.

Por Guilherme Marcon


Há mais ou menos três anos a Suzuki anunciou que pretendia fabricar carros também no território brasileiro, o que empolgou vários fãs da marca. E agora, finalmente o início da produção nacional começou, sendo que o primeiro veículo produzido é o Suzuki Jimmy.

Mesmo que o pequeno jipe tenha se mantido praticamente da mesma forma em questão de design, as suas configurações e artifícios sempre se atualizam. A versão produzida no Brasil é a 2-13, que tem novos para-choques e scoop no capô. O motor é um 16V 1.3 e tem potência de 85 CV, além de 6000 rpm.

O jipe, que será vendido no mercado brasileiro nas versões 4SUN, 4SPORT, 4WORK e 4ALL, também possui tração em todas as rodas com acionamento manual, além de ter uma boa altura e ótimos ângulos de entrada e saída. E para quem gosta, o Jimmy pode ser comprado com pneus lameiros – como acessório opcional.

Os “acessórios” do Suzuki Jimmy incluem CD Player com rádio e USB, ar condicionado, Bluetooth, direção hidráulica e travas, retrovisores e vidros acionados eletricamente. Entretanto, o que se estranhou é o fato de o jipe não ter airbags e freios ABS – o que foi prometido pela fabricante para ser disponibilizado até o final deste ano.

Em questão de preço, o Jimmy pode ser comprado por preços que iniciam em R$ 55.900 e vão até R$ 61.990, dependendo do modelo escolhido.

Por Guilherme Marcon


Os veículos de baixo custo estão em alta no mercado automotivo mundial e por isso a Suzuki resolveu entrar neste comércio com a subsidiária Maruti presente na Índia.

Segundo a empresa japonesa, o foco da Maruti – que já é líder no mercado indiano com veículos baratos – será a Ásia e a África inicialmente, mas com possibilidades de avançar para América Latina e Europa nos próximos anos.

Fonte: Notícias Automotivas

 

Dentre os carros oferecidos pela Maruti estão modelos como o 800 que custa cerca de R$9.400,00 além de outros que serão criados especialmente para esta expansão da marca.

Por Ana Camila Neves Morais


Com a economia ainda aquecida no Brasil, apesar das fortes pressões inflacionárias que preocupam o governo, mas o mercado de automóveis no país continua demonstrando grande capacidade de demanda, o cenário é propício para investimentos e é isso que a Suzuki confirmou que irá fazer a partir de 2012 com a instalação de uma fábrica no estado de Goiás, mais precisamente na cidade de Itumbiara. A nova fábrica irá produzir o jipe compacto 4×4 Jimny, conforme anunciado pela montadora no último dia 04 de Maio.

Com investimentos na ordem de US$ 100 milhões, capacidade de produção de 7.000 unidades ao ano e estimativa de criação de 600 empregos, esta nova fábrica fará parte da estratégia da Suzuki de aumentar sua participação na venda de automóveis no Brasil, produzindo no país um modelo já vendido em outros 188 países.

O jipe Jimny é um simpático utilitário compacto de eficiência para pisos irregulares com tração integral. Constituído por um desenho simples e funcional e apropriado para aventuras em estradas quase sempre precárias, que exigem muito de um carro. Composto com um propulsor 16V 1.3 litros que produz 83 CV de potência movido a gasolina e sua cabine possui capacidade para quatro ocupantes. Atualmente no Brasil, o Jimny é vendido com preços entre R$ 54.790 e R$ 57.590.

Por Mauro Câmara


O segmento de veículos automotores brasileiro comportou bons números no ano passado. Os índices recordes, em contrapartida, não devem ecoar durante 2011, embora as fabricantes estejam otimistas em função da economia brasileira, que não crescerá no mesmo patamar de 2010 segundo projeções do Banco Central (BC).

A Suzuki ilustrou durante o Salão do Automóvel de São Paulo, no ano passado, boas novidades envolvendo modelos personalizados. A partir de 1º de março, a montadora lançará o Grand Vitara Limited Edition, com acessórios desenvolvidos especialmente para essa linha.

A transmissão contemplada no modelo é a automática de quatro velocidades, com tração All Wheel Drive. Além dessa característica, o exemplar agregará estribos laterais, grade dianteira e rodas 225/65 R17, com pintura em grafite. O motor designado ao Grand Vitara Limited Edition é de alumínio 2.0L (DOHC) a gasolina, 16 válvulas, com 140 cavalos de potência.

Juntam-se a essa motorização o ar-condicionado automático digital, computador de bordo digital com 11 funções, controles de altura do banco e volante do condutor, além de espelhos retrovisores e travas com ativação elétrica.

Por enquanto, informações preliminares apontam que o preço sugerido ao modelo é de R$ 79.990.

Atualização: de acordo com a Assessoria de Imprensa da Suzuki, os preços variam de R$ 75.990,00 a R$ 87.090,00, portanto mais baixo que o informado anteriormente. O Grand Vitara Limited Edition 4×4 custa R$ 87.090,00, podendo chegar a R$ 90.880,00 com a adição de itens personalizados.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fontes: Fenabrave, Midiacon New


O presidente da Suzuki do Brasil, Luiz Rosenfeld, informou nesta semana à imprensa, durante o Salão do Automóvel, que a empresa está investindo em uma fábrica no Brasil, que deve produzir o jipinho Jimny em dois anos.

O Jimny possui tração integral 4X4, motor 1.3 litro e 85 cavalos e custa R$ 54.990 no mercado brasileiro. O preço, no entanto, deve baixar quando o modelo estiver sendo produzido em território nacional.

Além disso, a Suzuki trouxe ao Brasil para o Salão do Automóvel a versão Mormaii do SX4, que chega com novos para-choques, novas cores e um chuveiro instalado no porta-malas, que funciona com o reservatório do para-brisa.

O preço do modelo custa R$ 69.390.

Por Luana Neves


O segmento dos carros compactos que vem ganhando espaço no mercado mundial com lançamentos cada vez mais atraentes ganhou mais uma opção de classe e funcionalidade. A montadora japonesa Suzuki lançou a terceira geração do seu simpático e ecologicamente correto compacto Swift. Com desenho de linhas agradáveis e transbordando modernidade o Swif, nesta nova geração, ganhou alguns detalhes que visam aumentar a segurança do veículo.

Seu comprimento aumentou nove centímetros, passando a medir 3,85 metros e agora ele é fabricado em aço de alta resistência, que segundo a montadora torna o veículo mais leve e lhe dá maior durabilidade.

Mas não foram apenas estas as modificações que o Swif trouxe para seu segmento. O compacto gracioso também está ecologicamente correto, pois seus novos motores emitem menos gases poluentes.  O coração deste compacto agora é um novo motor VVT Dual 1.2 a gasolina que produz 94CV, que com a transmissão manual emite apenas 116g/Km no ciclo combinado. Uma melhoria de cerca de 17% em relação ao motor 1.3. Esta terceira geração também trás motorização a diesel de 1.3 que rende 75CV de potência.

Seus preços ainda não foram divulgados, mas com certeza pela simpatia, funcionalidade e rendimento serão como os outros modelos, bastante atraentes.

Por Mauro Câmara

Fonte: Motor Dream


A Suzuki lançará até o final de 2010 seu primeiro sedã de luxo na India. Ele será chamado de Suzuki Kizashi e competirá com grandes indústrias como Toyota e Honda.

Este carro foi lançado no mercado europeu no final de 2009 e será lançado em breve também na Austrália. É um carro com câmbio de 6 marchas CVT, motor de 2.4 litros e com um design totalmente marcante.

Veja a foto dessa iguaria automobilística:





CONTINUE NAVEGANDO: